SlideShare uma empresa Scribd logo
Como montar uma rede cabeada (parte 1 básico) 
Tão fácil de configurar quanto a wireless porem mais segura, a única dificuldade na 
rede cabeada está no cabeamento, onde passar os cabos e onde fixa-los (canaletas, 
eletrocalhas etc...) 
A primeira coisa que devemos conhecer é o hardware de redes. 
Placa 10/10 single ethernet: 
São placas antigas não recomendadas para redes hoje em dia, tem uma taxa de 
transferência de 10Mbps (Mega bit por segundo), são fáceis de reconhecer por ter um 
conector para cabo coaxial. 
Placa 10/100 fast ethernet 
Placas um pouco mais rápidas, bastante utilizadas hoje, operam com uma taxa de 
transferência de 10 à 100 Mbps, esta variação ocorre caso tenha algum outro 
computador na rede usando 10/10, para tornar-se compatível, a taxa da fast ethernet cai 
para 10Mbps também, portanto, fortemente não recomendado usar nenhuma 10/10 na 
rede, pos "derrubaria" a rede toda. 
Placa 10/100/1000 Gigabit ethernet 
Estas placas são as mais rápidas atualmente, operando de 10 à 1000 Mbps, e existem em 
dois padrôes, PCI e PCI express, logo, antes de comprar uma, verifique o padrão de 
slots da sua placa-mãe
Padrão PCI-E 
Padrão PCI 
Placa Fibra-optica 
A grande vantagem da fibra optica está na distância, pois a taxa de tranferência é de 
1000 Mbps, ou seja, a mesma da placa gigabit ethernet 
Cabos de rede: 
Existem vários tipos de cabos para redes de computadores, o mais comum é o cabo par-trançado, 
que permite um alcance de até 100 metros.
Existem duas versões deste tipo de cabo: 
CAT 5E = usados em redes fast ethernet (10/100) 
CAT 6 = usados em redes gigabit ethernet (10/100/1000) 
Ambas as versões, possuem 2 tipos: 
UTP = cabo sem blindagem 
STP = cabo blindado 
Os cabos blindados são usados em ambientes com grande interferência eletro-magnética, 
como próximo a caixas de força, ou proximo a máquinas de alta tensão etc... 
Cabo de fibra-optica 
A grande vantagem deste tipo de cabo é a distancia, mas também não sofrem perdas 
devido a interferência eletro magnéticas. 
Cabo coaxial 
O cabo coaxial era usado em redes 10/10, atualmente estão fora de uso. 
Existiam 2 tipos de cabos coaxiais: 
10base5 = cabos de 10Mbps, base digital e alcance de 500 metros 
10base2 = cabos de 10Mbps, base digital e alcance de 200 metros
Conectores de rede 
Cada tipo de cabo usa um tipo de conector, os antigos coaxiais usavam conectores BNC 
como da foto abaixo: 
Para os cabos par-trançado, usamos os conectores RJ-45 e keystone. 
O RJ-45 usandos em cabos, o Keystone usados em tomadas na parede ou no chão. 
RJ-45
Keystone (rj-45 fêmea) 
Conectores para fibra-optica 
Exitem em 3 padrões, antes de comprar, verifique o padrão da placa de rede: 
Organizadores 
Para melhor organização da rede, recomendo usar anilhas numeradas, usando o mesmo 
número ou letra nas duas extremidades do cabo, facilitando sua localização no switch, 
recomendado também a utilização de capas nos rj-45, pois evitam rompimento do cabo 
além de ficar estéticamente mais bonito. 
Para a instalação do keystone, usamos tomadas específicas em dois padrões embutida 
(interna) ou externa como na foto abaixo:
Switchs (Concentradores) 
Os Switchs são concentradores de redes, é responsável por distribuir os pacotes de 
informação para o computador destinatário correto. Podem ser comprados em vários 
tamanhos e quantidades de portas, 4, 8, 16 ou 24 portas, dependendo do tamanho da sua 
rede. 
Outro detalhe importante, os switchs também tem taxas de transferência, 10/100 ou 
10/100/1000, não adiantaria por exemplo, comprar placas de rede gigabit 10/100/1000 e 
usar um switch de fast 10/100, então fique atento a isso. 
Para a rede funcionar, basta conectar os cabos nos computadores e neste dispositivo, e 
depois configurar os computadores, mas isto é assunto para o próximo artigo. 
Outro cuidado importante é como os cabos estarão instalados, devem passar por 
canaletas ou eletro-calhas, jamais deixe os cabos espostos, especialmente ao sol ou 
chuva. 
Vejamos abaixo, alguns exemplos de como não 
devemos fazer uma rede: :) 
Não façam assim:
E nem assim: 
Por enquanto é isso aí, Leia a segunda parte deste tutorial clicando aqui, e aguarde a 
continuação deste artigo, onde ensinarei a fazer o cabeamento de rede em vídeo aula! 
Obrigado aos visitantes do Blog. 
Como montar uma rede cabeada (parte 2 básico) 
A configuração lógica da rede, que consiste na configuração do IP. 
Este tutorial explica a configuração de uma rede básica entre 5 computadores, 
considerando que o cabeamento já esteja concluído 
Classes de IP 
O IP (internet protocol) é composto por 4 campos chamados octetos. 
Ex: xxx.xxx.xxx.xxx 
O número máximo que podemos usar em cada octeto é 255, para que o tamanho total do 
IP não ultrapasse 32 bits. 
Existem 3 classes de IP usadas em redes locais, a diferença entre elas está no número de 
máquinas da rede: 
classe A 10.0.0.1 até 10.255.255.255 (usadas em redes com mais de 65023 máquinas) 
classe B 172.16.0.1 até 172.31.255.255 (usadas em redes entre 254 á 65022 máquinas) 
classe C 192.168.0.0 até 192.168.255.255 (usadas em redes de até 253 maquinas) 
Se sua rede tem menos de 253 máquinas usa a classe C.
Máscara de sub-rede 
Na configuração do Windows, a máscara é dada automaticamente, pois cada classe tem 
uma máscara padrão: 
classe A 255.0.0.0 
classe B 255.255.0.0 
classe C 255.255.255.0 
Mas qual é a função da máscara? 
Ela identifica qual dos octetos do IP é NET-ID e HOST-ID, que significam endereço de 
rede e endereço de host (ou máquina) respectivamente. Ou seja, uma parte do IP 
identifica a qual rede o computador pertence, e outra parte do IP identifica o número 
individual do computador, 
Na classe A, apenas o primeiro octeto identifica a rede, na classe B os dois primeiros 
octetos identificam a rede, e na classe C os 3 primeiros octetos identificam a rede. 
Em uma rede classe C, por exemplo o IP 192.168.1.10, o número 192.168.1 identifica a 
rede, e somente o 10 identifica a máquina, logo, se configurar um outro computador 
com o IP 192.168.2.20 ele estará fora da rede, pois o 3º octeto é 2 e não 1 como da 
primeira máquina, isto significa que estão em redes diferentes. 
Em uma rede de maior tamanho, acima de 253 máquinas, a classe C não suportaria, pois 
só tem um octeto para configuração das máquinas, neste caso devemos usar a classe B, 
onde os dois ultimos octetos podem ser mudados nas máquinas. 
Configuração prática 
Vamos imaginar que sua rede tem 5 computadores, devemos definir o IP de cada um: 
Exceto se na sua rede, existir um roteador com o serviço de DHCP ativado, se existir 
basta plugar as máquinas que o ip será distribuído automáticamente. 
ex: 
micro 1 = 192.168.1.10 
micro 2 = 192.168.1.11 
micro 3 = 192.168.1.12 
micro 4 = 192.168.1.13 
micro 5 = 192.168.1.14 
1º No Windows, abra o executar e digite "ncpa.cpl" (atalho para conexões ed rede)
2º clique sobre a placa de rede com o botão direito e em seguida em "propriedades" 
3º Selecione TCP IP (versão 4) e clique no botão " propriedades" 
Escolha a opção "usar o seguinte endereço IP" e digite o IP do primeiro computador:
O campo gateway será preenchido automáticamente, e o camp gateway configuramos o 
IP do roteador de internet. Obs: para aprender configurar um roteador WI-FI com 
segurança clique aqui,. mas no caso deste tutorial estamos considerando que o serviço 
de DHCP do roteador esteja desativado, caso esteja ativado, não precisa configurar IP 
nas máquinas conforme dito anteriormente. 
Pronto, sua rede já está configurada. 
Para testar, abra o executar e digite "cmd", ao abrir o prompt de comandos, digite "ping" 
e o ip de outro computador da rede já configurado, a resposta deverá ser a seguinte: 
Caso apareça "host de destino inacessível, provavelmente alguma configuração está 
errada!
Agora, assista o vídeo sobre cabeamento clicando aqui 
Como montar uma rede cabeada (vídeo aula) 
Recomendamos a leitura dos artigos anteriores sobre redes: clique aqui 
50% do sucesso de uma rede está no cabeamento, logo deve ser feito com bastante 
atenção. 
Existem dias montagens diferentes de cabos de rede, depende da função do cabo. Para 
ligar um computador direto à outro, ou interligar dois switch´s usa-se o cabo cross-over, 
para interligar vários computadores à um switch, usa-se o cabo cross-link. 
As ferramentas necessárias são: 
 alicate de crimpagem de rj-45 
 Decapador de cabos 
 2 RJ-45 para cada cabo (ou para cada computador) 
 cabo de rede par-trançado Category 5e (para redes de 100 Mbps)
OS padrões 568-a e 568-b trata-se da ordem das cores dos fios, conforme imagens 
abaixo: 
Seguindo estas ordens de cores, basta crimpar o cabo como no vídeo abaixo:

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

projecto de rede computadores
projecto de rede computadoresprojecto de rede computadores
projecto de rede computadores
Galileu Lukoki Antonio
 
Instalação de rede
Instalação de redeInstalação de rede
Instalação de rede
Sara Gonçalves
 
Topologia modelo arvore
Topologia modelo arvoreTopologia modelo arvore
Topologia modelo arvore
Felipe Weizenmann
 
Protocolos de Redes
Protocolos de RedesProtocolos de Redes
Protocolos de Redes
Wellington Oliveira
 
Dispositivos Ativos e Passivos
Dispositivos Ativos e PassivosDispositivos Ativos e Passivos
Dispositivos Ativos e Passivos
Rikelmo19
 
Meios guiado de transmissão
Meios guiado de transmissãoMeios guiado de transmissão
Meios guiado de transmissão
Thiago Barros, PSM
 
Modelo osi
Modelo osiModelo osi
Redes 5 cabeamento
Redes 5 cabeamentoRedes 5 cabeamento
Redes 5 cabeamento
Mauro Pereira
 
Aula 01 eletricidade aplicadaos a redes
Aula 01   eletricidade aplicadaos a redes Aula 01   eletricidade aplicadaos a redes
Aula 01 eletricidade aplicadaos a redes
Gabriel Xavier
 
Vantagens__Desvantagens_Tipos_de_servidores
Vantagens__Desvantagens_Tipos_de_servidoresVantagens__Desvantagens_Tipos_de_servidores
Vantagens__Desvantagens_Tipos_de_servidores
Tudosbinformatica .blogspot.com
 
Redes de Computadores Capítulo 3 - Camada de Enlace
Redes de Computadores Capítulo 3 - Camada de EnlaceRedes de Computadores Capítulo 3 - Camada de Enlace
Redes de Computadores Capítulo 3 - Camada de Enlace
Wellington Oliveira
 
Aula 5 - Redes de computadores
Aula 5 - Redes de computadoresAula 5 - Redes de computadores
Aula 5 - Redes de computadores
LucasMansueto
 
Projeto de rede lan house - tópicos
Projeto de rede lan house -  tópicosProjeto de rede lan house -  tópicos
Projeto de rede lan house - tópicos
Carlos Veiga
 
Redes de Computadores
Redes de ComputadoresRedes de Computadores
Redes de Computadores
Fábio Eliseu
 
Aula 07 - Projeto de Topologia e Exercícios - Parte II
Aula 07 - Projeto de Topologia e Exercícios - Parte IIAula 07 - Projeto de Topologia e Exercícios - Parte II
Aula 07 - Projeto de Topologia e Exercícios - Parte II
Dalton Martins
 
Cabeamento de redes
Cabeamento de redesCabeamento de redes
Cabeamento de redes
Allan Almeida de Araújo
 
Aula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IP
Aula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IPAula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IP
Aula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IP
Filipo Mór
 
Modelo de Referência OSI
Modelo de Referência OSIModelo de Referência OSI
Modelo de Referência OSI
Alberto Felipe Friderichs Barros
 
HistóRia Da Arquitetura Arm Novo
HistóRia Da Arquitetura Arm NovoHistóRia Da Arquitetura Arm Novo
HistóRia Da Arquitetura Arm Novo
Luis Fernando Marques
 
Estrutura da Internet
Estrutura da InternetEstrutura da Internet

Mais procurados (20)

projecto de rede computadores
projecto de rede computadoresprojecto de rede computadores
projecto de rede computadores
 
Instalação de rede
Instalação de redeInstalação de rede
Instalação de rede
 
Topologia modelo arvore
Topologia modelo arvoreTopologia modelo arvore
Topologia modelo arvore
 
Protocolos de Redes
Protocolos de RedesProtocolos de Redes
Protocolos de Redes
 
Dispositivos Ativos e Passivos
Dispositivos Ativos e PassivosDispositivos Ativos e Passivos
Dispositivos Ativos e Passivos
 
Meios guiado de transmissão
Meios guiado de transmissãoMeios guiado de transmissão
Meios guiado de transmissão
 
Modelo osi
Modelo osiModelo osi
Modelo osi
 
Redes 5 cabeamento
Redes 5 cabeamentoRedes 5 cabeamento
Redes 5 cabeamento
 
Aula 01 eletricidade aplicadaos a redes
Aula 01   eletricidade aplicadaos a redes Aula 01   eletricidade aplicadaos a redes
Aula 01 eletricidade aplicadaos a redes
 
Vantagens__Desvantagens_Tipos_de_servidores
Vantagens__Desvantagens_Tipos_de_servidoresVantagens__Desvantagens_Tipos_de_servidores
Vantagens__Desvantagens_Tipos_de_servidores
 
Redes de Computadores Capítulo 3 - Camada de Enlace
Redes de Computadores Capítulo 3 - Camada de EnlaceRedes de Computadores Capítulo 3 - Camada de Enlace
Redes de Computadores Capítulo 3 - Camada de Enlace
 
Aula 5 - Redes de computadores
Aula 5 - Redes de computadoresAula 5 - Redes de computadores
Aula 5 - Redes de computadores
 
Projeto de rede lan house - tópicos
Projeto de rede lan house -  tópicosProjeto de rede lan house -  tópicos
Projeto de rede lan house - tópicos
 
Redes de Computadores
Redes de ComputadoresRedes de Computadores
Redes de Computadores
 
Aula 07 - Projeto de Topologia e Exercícios - Parte II
Aula 07 - Projeto de Topologia e Exercícios - Parte IIAula 07 - Projeto de Topologia e Exercícios - Parte II
Aula 07 - Projeto de Topologia e Exercícios - Parte II
 
Cabeamento de redes
Cabeamento de redesCabeamento de redes
Cabeamento de redes
 
Aula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IP
Aula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IPAula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IP
Aula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IP
 
Modelo de Referência OSI
Modelo de Referência OSIModelo de Referência OSI
Modelo de Referência OSI
 
HistóRia Da Arquitetura Arm Novo
HistóRia Da Arquitetura Arm NovoHistóRia Da Arquitetura Arm Novo
HistóRia Da Arquitetura Arm Novo
 
Estrutura da Internet
Estrutura da InternetEstrutura da Internet
Estrutura da Internet
 

Destaque

Projeto de rede
Projeto de redeProjeto de rede
Projeto de rede
João Andrade
 
Projeto de Rede Local (LAN)
Projeto de Rede Local (LAN)Projeto de Rede Local (LAN)
Projeto de Rede Local (LAN)
Ferramentas Didáticas
 
Rede Cabeada
Rede CabeadaRede Cabeada
Rede Cabeada
Jorge Abdalla
 
Projeto de redes
Projeto de redesProjeto de redes
Projeto de redes
Marilene de Melo
 
Projeto rede local
Projeto rede localProjeto rede local
Projeto rede local
Verônica Veiga
 
Rede cabeada
Rede cabeadaRede cabeada
Projeto Estrutural de Redes de Computadores
Projeto Estrutural de Redes de ComputadoresProjeto Estrutural de Redes de Computadores
Projeto Estrutural de Redes de Computadores
Judá Teixeira
 
Cabeamento estruturado
Cabeamento estruturado Cabeamento estruturado
Cabeamento estruturado
Cesar Augusto
 
Apostila de infraestrutura de redes
Apostila de infraestrutura de redesApostila de infraestrutura de redes
Apostila de infraestrutura de redes
Josefran Ranniery
 
Apostila redes locais de computadores
Apostila redes locais de computadoresApostila redes locais de computadores
Apostila redes locais de computadores
fernandao777
 
Automatizar ou nao: eis a questao
Automatizar ou nao: eis a questaoAutomatizar ou nao: eis a questao
Automatizar ou nao: eis a questao
Fabio Montoro
 
Telecomunicações em Edifícios - 2ª edição
Telecomunicações em Edifícios - 2ª ediçãoTelecomunicações em Edifícios - 2ª edição
Telecomunicações em Edifícios - 2ª edição
Fabio Montoro
 
2012 12-12-cabo irradiante-rfs
2012 12-12-cabo irradiante-rfs2012 12-12-cabo irradiante-rfs
2012 12-12-cabo irradiante-rfs
Fabio Montoro
 
Telecomunicações em Edificios - Fabio Montoro
Telecomunicações em Edificios - Fabio MontoroTelecomunicações em Edificios - Fabio Montoro
Telecomunicações em Edificios - Fabio Montoro
Fabio Montoro
 
2012 03-14 Rede interna de telecomunicações - Projeto Integrado
2012 03-14 Rede interna de telecomunicações - Projeto Integrado2012 03-14 Rede interna de telecomunicações - Projeto Integrado
2012 03-14 Rede interna de telecomunicações - Projeto Integrado
Fabio Montoro
 
Vai construir sua casa? Pensou na rede interna?
Vai construir sua casa? Pensou na rede interna?Vai construir sua casa? Pensou na rede interna?
Vai construir sua casa? Pensou na rede interna?
Fabio Montoro
 
Fig 11-5-simbologia-rev-1
Fig 11-5-simbologia-rev-1Fig 11-5-simbologia-rev-1
Fig 11-5-simbologia-rev-1
Fabio Montoro
 
Redes - Cabeamento
Redes - CabeamentoRedes - Cabeamento
Redes - Cabeamento
Spartan Digital
 
ESPM | Aula de Planejamento da Comunicação #6
ESPM | Aula de Planejamento da Comunicação #6ESPM | Aula de Planejamento da Comunicação #6
ESPM | Aula de Planejamento da Comunicação #6
Raul Santahelena
 

Destaque (20)

Projeto de rede
Projeto de redeProjeto de rede
Projeto de rede
 
Projeto de Rede Local (LAN)
Projeto de Rede Local (LAN)Projeto de Rede Local (LAN)
Projeto de Rede Local (LAN)
 
Rede Cabeada
Rede CabeadaRede Cabeada
Rede Cabeada
 
Projeto de redes
Projeto de redesProjeto de redes
Projeto de redes
 
Projeto rede local
Projeto rede localProjeto rede local
Projeto rede local
 
Rede cabeada
Rede cabeadaRede cabeada
Rede cabeada
 
Projeto Estrutural de Redes de Computadores
Projeto Estrutural de Redes de ComputadoresProjeto Estrutural de Redes de Computadores
Projeto Estrutural de Redes de Computadores
 
Cabeamento estruturado
Cabeamento estruturado Cabeamento estruturado
Cabeamento estruturado
 
Apostila de infraestrutura de redes
Apostila de infraestrutura de redesApostila de infraestrutura de redes
Apostila de infraestrutura de redes
 
Apostila redes locais de computadores
Apostila redes locais de computadoresApostila redes locais de computadores
Apostila redes locais de computadores
 
Automatizar ou nao: eis a questao
Automatizar ou nao: eis a questaoAutomatizar ou nao: eis a questao
Automatizar ou nao: eis a questao
 
Telecomunicações em Edifícios - 2ª edição
Telecomunicações em Edifícios - 2ª ediçãoTelecomunicações em Edifícios - 2ª edição
Telecomunicações em Edifícios - 2ª edição
 
2012 12-12-cabo irradiante-rfs
2012 12-12-cabo irradiante-rfs2012 12-12-cabo irradiante-rfs
2012 12-12-cabo irradiante-rfs
 
Telecomunicações em Edificios - Fabio Montoro
Telecomunicações em Edificios - Fabio MontoroTelecomunicações em Edificios - Fabio Montoro
Telecomunicações em Edificios - Fabio Montoro
 
Modem Fabio Montoro
Modem Fabio MontoroModem Fabio Montoro
Modem Fabio Montoro
 
2012 03-14 Rede interna de telecomunicações - Projeto Integrado
2012 03-14 Rede interna de telecomunicações - Projeto Integrado2012 03-14 Rede interna de telecomunicações - Projeto Integrado
2012 03-14 Rede interna de telecomunicações - Projeto Integrado
 
Vai construir sua casa? Pensou na rede interna?
Vai construir sua casa? Pensou na rede interna?Vai construir sua casa? Pensou na rede interna?
Vai construir sua casa? Pensou na rede interna?
 
Fig 11-5-simbologia-rev-1
Fig 11-5-simbologia-rev-1Fig 11-5-simbologia-rev-1
Fig 11-5-simbologia-rev-1
 
Redes - Cabeamento
Redes - CabeamentoRedes - Cabeamento
Redes - Cabeamento
 
ESPM | Aula de Planejamento da Comunicação #6
ESPM | Aula de Planejamento da Comunicação #6ESPM | Aula de Planejamento da Comunicação #6
ESPM | Aula de Planejamento da Comunicação #6
 

Semelhante a Como montar uma rede cabeada

36210961 curso-avancado-redes
36210961 curso-avancado-redes36210961 curso-avancado-redes
36210961 curso-avancado-redes
Marco Guimarães
 
Redes montando pequenas redes
Redes   montando pequenas redesRedes   montando pequenas redes
Redes montando pequenas redes
robinhoct
 
Montando pequenas redes
Montando pequenas redesMontando pequenas redes
Montando pequenas redes
Felipe Pereira
 
Protocolos gigabit ethernet
Protocolos gigabit ethernetProtocolos gigabit ethernet
Protocolos gigabit ethernet
redesinforma
 
Projeto final módulo 4
Projeto final módulo 4Projeto final módulo 4
Projeto final módulo 4
y3vg3n
 
Exercicio 2 endereços, dispositivos, internet-intranet-extranet, padroes, c...
Exercicio 2   endereços, dispositivos, internet-intranet-extranet, padroes, c...Exercicio 2   endereços, dispositivos, internet-intranet-extranet, padroes, c...
Exercicio 2 endereços, dispositivos, internet-intranet-extranet, padroes, c...
Mauro Pereira
 
Tutorial sobre protocolo TCP/IP
Tutorial sobre protocolo TCP/IPTutorial sobre protocolo TCP/IP
Tutorial sobre protocolo TCP/IP
Chris x-MS
 
Equipamento ativo de rede
Equipamento ativo de redeEquipamento ativo de rede
Equipamento ativo de rede
davidcordeiro07
 
62282591 senai-curso-avancado-redes
62282591 senai-curso-avancado-redes62282591 senai-curso-avancado-redes
62282591 senai-curso-avancado-redes
Marco Guimarães
 
Sistema Operacional - Aula006
Sistema Operacional - Aula006Sistema Operacional - Aula006
Sistema Operacional - Aula006
Cláudio Amaral
 
Memorial marina flavia_caroline
Memorial marina flavia_caroline Memorial marina flavia_caroline
Memorial marina flavia_caroline
Marina Krummenauer
 
Curso redes seed
Curso redes seedCurso redes seed
Curso redes seed
Flavio Ferreira
 
Redes locais
Redes locaisRedes locais
CCNA - Introdução a redes para certificação 640-802 // CISCO
CCNA - Introdução a redes para certificação 640-802 // CISCOCCNA - Introdução a redes para certificação 640-802 // CISCO
CCNA - Introdução a redes para certificação 640-802 // CISCO
Dinei Vicente
 
Configurando+uma+rede
Configurando+uma+redeConfigurando+uma+rede
Configurando+uma+rede
Marcelo Area Leao
 
Cap.3 roteamento ip
Cap.3 roteamento ipCap.3 roteamento ip
Cap.3 roteamento ip
Portal_do_Estudante_Redes
 
Cap.3 endere%e7amento ip
Cap.3  endere%e7amento ipCap.3  endere%e7amento ip
Cap.3 endere%e7amento ip
Portal_do_Estudante_Redes
 
T2b1 08
T2b1 08T2b1 08
T2b1 08
T2b1 08T2b1 08
Ficha de trabalho 3..
Ficha de trabalho 3..Ficha de trabalho 3..
Ficha de trabalho 3..
edlander
 

Semelhante a Como montar uma rede cabeada (20)

36210961 curso-avancado-redes
36210961 curso-avancado-redes36210961 curso-avancado-redes
36210961 curso-avancado-redes
 
Redes montando pequenas redes
Redes   montando pequenas redesRedes   montando pequenas redes
Redes montando pequenas redes
 
Montando pequenas redes
Montando pequenas redesMontando pequenas redes
Montando pequenas redes
 
Protocolos gigabit ethernet
Protocolos gigabit ethernetProtocolos gigabit ethernet
Protocolos gigabit ethernet
 
Projeto final módulo 4
Projeto final módulo 4Projeto final módulo 4
Projeto final módulo 4
 
Exercicio 2 endereços, dispositivos, internet-intranet-extranet, padroes, c...
Exercicio 2   endereços, dispositivos, internet-intranet-extranet, padroes, c...Exercicio 2   endereços, dispositivos, internet-intranet-extranet, padroes, c...
Exercicio 2 endereços, dispositivos, internet-intranet-extranet, padroes, c...
 
Tutorial sobre protocolo TCP/IP
Tutorial sobre protocolo TCP/IPTutorial sobre protocolo TCP/IP
Tutorial sobre protocolo TCP/IP
 
Equipamento ativo de rede
Equipamento ativo de redeEquipamento ativo de rede
Equipamento ativo de rede
 
62282591 senai-curso-avancado-redes
62282591 senai-curso-avancado-redes62282591 senai-curso-avancado-redes
62282591 senai-curso-avancado-redes
 
Sistema Operacional - Aula006
Sistema Operacional - Aula006Sistema Operacional - Aula006
Sistema Operacional - Aula006
 
Memorial marina flavia_caroline
Memorial marina flavia_caroline Memorial marina flavia_caroline
Memorial marina flavia_caroline
 
Curso redes seed
Curso redes seedCurso redes seed
Curso redes seed
 
Redes locais
Redes locaisRedes locais
Redes locais
 
CCNA - Introdução a redes para certificação 640-802 // CISCO
CCNA - Introdução a redes para certificação 640-802 // CISCOCCNA - Introdução a redes para certificação 640-802 // CISCO
CCNA - Introdução a redes para certificação 640-802 // CISCO
 
Configurando+uma+rede
Configurando+uma+redeConfigurando+uma+rede
Configurando+uma+rede
 
Cap.3 roteamento ip
Cap.3 roteamento ipCap.3 roteamento ip
Cap.3 roteamento ip
 
Cap.3 endere%e7amento ip
Cap.3  endere%e7amento ipCap.3  endere%e7amento ip
Cap.3 endere%e7amento ip
 
T2b1 08
T2b1 08T2b1 08
T2b1 08
 
T2b1 08
T2b1 08T2b1 08
T2b1 08
 
Ficha de trabalho 3..
Ficha de trabalho 3..Ficha de trabalho 3..
Ficha de trabalho 3..
 

Como montar uma rede cabeada

  • 1. Como montar uma rede cabeada (parte 1 básico) Tão fácil de configurar quanto a wireless porem mais segura, a única dificuldade na rede cabeada está no cabeamento, onde passar os cabos e onde fixa-los (canaletas, eletrocalhas etc...) A primeira coisa que devemos conhecer é o hardware de redes. Placa 10/10 single ethernet: São placas antigas não recomendadas para redes hoje em dia, tem uma taxa de transferência de 10Mbps (Mega bit por segundo), são fáceis de reconhecer por ter um conector para cabo coaxial. Placa 10/100 fast ethernet Placas um pouco mais rápidas, bastante utilizadas hoje, operam com uma taxa de transferência de 10 à 100 Mbps, esta variação ocorre caso tenha algum outro computador na rede usando 10/10, para tornar-se compatível, a taxa da fast ethernet cai para 10Mbps também, portanto, fortemente não recomendado usar nenhuma 10/10 na rede, pos "derrubaria" a rede toda. Placa 10/100/1000 Gigabit ethernet Estas placas são as mais rápidas atualmente, operando de 10 à 1000 Mbps, e existem em dois padrôes, PCI e PCI express, logo, antes de comprar uma, verifique o padrão de slots da sua placa-mãe
  • 2. Padrão PCI-E Padrão PCI Placa Fibra-optica A grande vantagem da fibra optica está na distância, pois a taxa de tranferência é de 1000 Mbps, ou seja, a mesma da placa gigabit ethernet Cabos de rede: Existem vários tipos de cabos para redes de computadores, o mais comum é o cabo par-trançado, que permite um alcance de até 100 metros.
  • 3. Existem duas versões deste tipo de cabo: CAT 5E = usados em redes fast ethernet (10/100) CAT 6 = usados em redes gigabit ethernet (10/100/1000) Ambas as versões, possuem 2 tipos: UTP = cabo sem blindagem STP = cabo blindado Os cabos blindados são usados em ambientes com grande interferência eletro-magnética, como próximo a caixas de força, ou proximo a máquinas de alta tensão etc... Cabo de fibra-optica A grande vantagem deste tipo de cabo é a distancia, mas também não sofrem perdas devido a interferência eletro magnéticas. Cabo coaxial O cabo coaxial era usado em redes 10/10, atualmente estão fora de uso. Existiam 2 tipos de cabos coaxiais: 10base5 = cabos de 10Mbps, base digital e alcance de 500 metros 10base2 = cabos de 10Mbps, base digital e alcance de 200 metros
  • 4. Conectores de rede Cada tipo de cabo usa um tipo de conector, os antigos coaxiais usavam conectores BNC como da foto abaixo: Para os cabos par-trançado, usamos os conectores RJ-45 e keystone. O RJ-45 usandos em cabos, o Keystone usados em tomadas na parede ou no chão. RJ-45
  • 5. Keystone (rj-45 fêmea) Conectores para fibra-optica Exitem em 3 padrões, antes de comprar, verifique o padrão da placa de rede: Organizadores Para melhor organização da rede, recomendo usar anilhas numeradas, usando o mesmo número ou letra nas duas extremidades do cabo, facilitando sua localização no switch, recomendado também a utilização de capas nos rj-45, pois evitam rompimento do cabo além de ficar estéticamente mais bonito. Para a instalação do keystone, usamos tomadas específicas em dois padrões embutida (interna) ou externa como na foto abaixo:
  • 6. Switchs (Concentradores) Os Switchs são concentradores de redes, é responsável por distribuir os pacotes de informação para o computador destinatário correto. Podem ser comprados em vários tamanhos e quantidades de portas, 4, 8, 16 ou 24 portas, dependendo do tamanho da sua rede. Outro detalhe importante, os switchs também tem taxas de transferência, 10/100 ou 10/100/1000, não adiantaria por exemplo, comprar placas de rede gigabit 10/100/1000 e usar um switch de fast 10/100, então fique atento a isso. Para a rede funcionar, basta conectar os cabos nos computadores e neste dispositivo, e depois configurar os computadores, mas isto é assunto para o próximo artigo. Outro cuidado importante é como os cabos estarão instalados, devem passar por canaletas ou eletro-calhas, jamais deixe os cabos espostos, especialmente ao sol ou chuva. Vejamos abaixo, alguns exemplos de como não devemos fazer uma rede: :) Não façam assim:
  • 7. E nem assim: Por enquanto é isso aí, Leia a segunda parte deste tutorial clicando aqui, e aguarde a continuação deste artigo, onde ensinarei a fazer o cabeamento de rede em vídeo aula! Obrigado aos visitantes do Blog. Como montar uma rede cabeada (parte 2 básico) A configuração lógica da rede, que consiste na configuração do IP. Este tutorial explica a configuração de uma rede básica entre 5 computadores, considerando que o cabeamento já esteja concluído Classes de IP O IP (internet protocol) é composto por 4 campos chamados octetos. Ex: xxx.xxx.xxx.xxx O número máximo que podemos usar em cada octeto é 255, para que o tamanho total do IP não ultrapasse 32 bits. Existem 3 classes de IP usadas em redes locais, a diferença entre elas está no número de máquinas da rede: classe A 10.0.0.1 até 10.255.255.255 (usadas em redes com mais de 65023 máquinas) classe B 172.16.0.1 até 172.31.255.255 (usadas em redes entre 254 á 65022 máquinas) classe C 192.168.0.0 até 192.168.255.255 (usadas em redes de até 253 maquinas) Se sua rede tem menos de 253 máquinas usa a classe C.
  • 8. Máscara de sub-rede Na configuração do Windows, a máscara é dada automaticamente, pois cada classe tem uma máscara padrão: classe A 255.0.0.0 classe B 255.255.0.0 classe C 255.255.255.0 Mas qual é a função da máscara? Ela identifica qual dos octetos do IP é NET-ID e HOST-ID, que significam endereço de rede e endereço de host (ou máquina) respectivamente. Ou seja, uma parte do IP identifica a qual rede o computador pertence, e outra parte do IP identifica o número individual do computador, Na classe A, apenas o primeiro octeto identifica a rede, na classe B os dois primeiros octetos identificam a rede, e na classe C os 3 primeiros octetos identificam a rede. Em uma rede classe C, por exemplo o IP 192.168.1.10, o número 192.168.1 identifica a rede, e somente o 10 identifica a máquina, logo, se configurar um outro computador com o IP 192.168.2.20 ele estará fora da rede, pois o 3º octeto é 2 e não 1 como da primeira máquina, isto significa que estão em redes diferentes. Em uma rede de maior tamanho, acima de 253 máquinas, a classe C não suportaria, pois só tem um octeto para configuração das máquinas, neste caso devemos usar a classe B, onde os dois ultimos octetos podem ser mudados nas máquinas. Configuração prática Vamos imaginar que sua rede tem 5 computadores, devemos definir o IP de cada um: Exceto se na sua rede, existir um roteador com o serviço de DHCP ativado, se existir basta plugar as máquinas que o ip será distribuído automáticamente. ex: micro 1 = 192.168.1.10 micro 2 = 192.168.1.11 micro 3 = 192.168.1.12 micro 4 = 192.168.1.13 micro 5 = 192.168.1.14 1º No Windows, abra o executar e digite "ncpa.cpl" (atalho para conexões ed rede)
  • 9. 2º clique sobre a placa de rede com o botão direito e em seguida em "propriedades" 3º Selecione TCP IP (versão 4) e clique no botão " propriedades" Escolha a opção "usar o seguinte endereço IP" e digite o IP do primeiro computador:
  • 10. O campo gateway será preenchido automáticamente, e o camp gateway configuramos o IP do roteador de internet. Obs: para aprender configurar um roteador WI-FI com segurança clique aqui,. mas no caso deste tutorial estamos considerando que o serviço de DHCP do roteador esteja desativado, caso esteja ativado, não precisa configurar IP nas máquinas conforme dito anteriormente. Pronto, sua rede já está configurada. Para testar, abra o executar e digite "cmd", ao abrir o prompt de comandos, digite "ping" e o ip de outro computador da rede já configurado, a resposta deverá ser a seguinte: Caso apareça "host de destino inacessível, provavelmente alguma configuração está errada!
  • 11. Agora, assista o vídeo sobre cabeamento clicando aqui Como montar uma rede cabeada (vídeo aula) Recomendamos a leitura dos artigos anteriores sobre redes: clique aqui 50% do sucesso de uma rede está no cabeamento, logo deve ser feito com bastante atenção. Existem dias montagens diferentes de cabos de rede, depende da função do cabo. Para ligar um computador direto à outro, ou interligar dois switch´s usa-se o cabo cross-over, para interligar vários computadores à um switch, usa-se o cabo cross-link. As ferramentas necessárias são:  alicate de crimpagem de rj-45  Decapador de cabos  2 RJ-45 para cada cabo (ou para cada computador)  cabo de rede par-trançado Category 5e (para redes de 100 Mbps)
  • 12. OS padrões 568-a e 568-b trata-se da ordem das cores dos fios, conforme imagens abaixo: Seguindo estas ordens de cores, basta crimpar o cabo como no vídeo abaixo: