SlideShare uma empresa Scribd logo
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
AULA I
ESCATOLOGIA NOS EVANGELHOS
APRESENTAÇÃO DO LIVRO DE APOCALIPSE
CARTAS AS SETE IGREJAS DA ÁSIA
AULA II
SETENTA SEMANAS DE DANIEL
ARREBATAMENTO DA IGREJA
VISÕES TEOLÓGICAS DA GRANDE TRIBULAÇÃO.
AULA III
SINAIS DA VOLTA DE CRISTO
GRANDE TRIBULAÇÃO
PÓS TRIBULAÇÃO
AULA IV PERGUNTAS E RESPOSTAS
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
 É formado por duas palavras grega “escatós” e “logia”. Literalmente
(escatós + logia), o estudo das últimas coisas.
É, pois, a Escatologia um estudo ou tratado das últimas coisas ou fatos,
acontecimentos ligado à segunda vinda de Cristo;
 Na “Systematic Theology” STRONG identifica a escatologia como A doutrina
das coisas finais;
 A “ escatologia é essencialmente profética”.
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
Dn 2:31-49
Há muita sintonia entre os livros de
Daniel e Apocalipse, sendo o livro de
Daniel chamado de o Apocalipse do A.T.
Daniel recebeu a visão dos reinos que surgiriam
no mundo, de sua época até o tempo do fim
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
Interpretando o sonho de Nabucodonosor com a estátua,
Deus revela a Daniel os quatros reinos mundiais de natureza
humana e um quinto reino, este de natureza divina: o Reino
Milenar de Jesus (Dn. 2);
No Capitulo 7 do Livro Daniel, descreve o sonho e visões
que ele teve de quatro grandes animais, diferentes uns dos
outros subiam do mar.
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
 Dn. 2, 37-38/Dn. 7,4- Tu és a cabeça de ouro.
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
O Ouro visto na cabeça da estátua , no sonho de Nabucodonosor (Dn2.38),
corresponde à primeira besta- Império Babilônico( 612-539 a.C.); No Início era um leão
com asas, mas elas foram arrancadas e a força foi perdida.
 Dn. 2,39/Dn. 7,5
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
A prata vista no peito da estátua corresponde à segunda besta-Império Medo- Pérsia (538-330
a.C); o urso com uma das patas levantadas porque o poderio Persa era mais forte que o Medo.
O urso tinha três costelas na boca, porque Susiana, Lídia e a Ásia Menor tinham sido
conquistas por esse poder.
 Dn. 2,39 b/Dn. 7,6- Bronze
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
O bronze visto nos quadris da estátua corresponde à terceira besta- Império Grego-Macedônico
(330-63 a.C); O leopardo com quatro asas na cabeças. As asas denotam rapidez e as cabeças
significam a divisão desse império nos reinos da síria,Egito, Macedônico e Ásia menor.
 Dn. 2,40/Dn. 7,7- Ferro
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
O ferro visto nos pés da estátua corresponde à quarta besta-Roma 9 63 a.C-476 d.C); uma besta
incomparável, como nenhuma outra, terrível, amedrontadora e possui dentes de ferro. Tem dez
chifres, no meio dos quais nasce um pequeno chifre com olhos semelhantes aos de um homem,
e a boca que fala grandes coisas. Roma Ressureta, de onde surgirá o ANTI-CRISTO.
O V44- Mas, nos dias desses reis, o Deus do céu suscitará um reino
que não será jamais destruído; nem passará a soberania deste reino a outro
povo; mas esmiuçará e consumirá todos esses reinos, e subsistirá para
sempre. profética, a Escatologia
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
Este texto APONTA para um reino totalmente diferente e que
jamais será destruído: O Reino do Céu, o de Jesus cristo.
A pedra cortada sem auxílio de mãos v34, que representa Jesus,
chocará com o 4º império e culminará coma BATALHA DE
ARMAGEDOM.
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
Mas, aos que desejam entender tal assunto, precisam compreender
as subdivisões da “fórmula”.
Entender que semana são SEMANAS DE ANOS OU DIAS PROFÉTICOS
– shêva shabeot = sete sábados (de descanso).
Lv 25:3,8 Seis anos semearás a tua terra, e seis anos podarás a tua
vinha, e colherás os seus frutos.
Também contarás sete semanas de anos, sete vezes sete anos; de
maneira que os dias das sete semanas de anos te serão quarenta e
nove anos.
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
Dn. 9: 24-27
COMPREENSÃO:
No estudo das 70 semanas de Daniel, é necessário identificar os três
períodos ou partes dessas semanas.
No V24, tem-se, a determinação dos “70” e, pelos v25-27, a
composição completa da seguinte maneira (fórmula de Daniel)= 7 +
62 +1 = 70
Inicialmente o Profeta vê tudo como um todo, ou seja, 70 semanas.
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
70 x 7 = 490 anos da seguinte maneira
7 + 62 + 1 = 490 anos que é igual a:
(7x7) + (62x7) + (7x1) = 490 anos.
Vale ressaltar que no V24, há a afirmação de que 70 semanas estão
determinadas SOBRE SEU POVO e, no caso, o POVO DE ISRAEL!
Assim, ao final de 70 semanas, algo vai acontecer ao povo de Israel, a
exemplo de CESSAR A TRANSGRESSÃO, conforme Zc 12:10, 13:1.
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
Daniel via os acontecimentos ligado ao povo de Israel da
seguinte forma:
1. PURIFICAÇÃO NACIONAL DE ISRAEL;
2. DEUS TRATARÁ COM O SEU POVO;
3. JESUS SERÁ RECONHECIDO COMO MESSIAS
VERDADEIRO E EM SITUAÇÃO DE ANGÚSTIA PARA
ISRAEL: “Olharão par mim”, ou seja, para a cruz
conforme Zc 12:10.
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
Baseado em Dn 9:25 vemos: DESDE A SAÍDA DA ORDEM PARA RESTAURAR E PARA
EDIFICAR JERUSALÉM.
Pergunta-se: quando ocorreu esta ordem?
Resposta Por meio do Rei Artaxerxes, conforme Nm 2:1ss
Pois tal ordem foi cumprida em 49 anos para restaurar e edificar Jerusalém, suas
muralhas e o Templo.
Assim, “sete semanas” foram consumidas, restando da “fórmula de Daniel”
apenas 62 + 1.
Nos V25-26 lemos que depois da restauração dos muros e do Templo, virá o
Ungido, o Príncipe, consumindo mais 62 semanas, ou seja, ABSORVENDO O
APARECIMENTO E MORTE DE JESUS, FORAM MAIS 62 E DUAS SEMANAS, ou
seja 7 + 62 = 69 semanas!
Escola das Tribos. 08.11.2015
Aula 03 – Apocalipse I
Contudo, findadas as 69 semanas e com acontecimentos peculiares a exemplo
da “morte ou tirada do ungido”, “destruição da cidade e do santuário”, fica
faltando uma semana da fórmula de Daniel: 7+62...+1.
RECORDANDO:
a. 7: Edificação de Jerusalém – registro em Esdras e Neemias.
b. 62: A morte de Jesus – “O messias é tirado”. Havendo, ainda, a destruição da
cidade e do santuário pelos soldados romanos – Gal Tito.
*Era da igreja de Cristo – Tempo da Graça  Rm 11:25; Jo 1:11 e 12
c. 1: Esta semana (de 7 anos) ainda não aconteceu e equivale à grande
tribulação.
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
1ª - PRÉ-TRIBULACIONISTA
2ª - MESO-TRIBULACIONISTA
3ª - PÓS-TRIBULACIONISTA
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
Escola das Tribos. 08.11.2015
Aula 03 – Apocalipse I
O Arrebatamento meso-Tribulacionista é parecido ao pré-
Tribulacionista, porém assume que o Arrebatamento ocorrerá no
meio da Tribulação, tomando como base Mateus
24:15,21 e Apocalipse 11:12.
Neste ponto de vista, a Igreja passaria pela ira e a perseguição do
anticristo na primeira metade da Tribulação.
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
A posição meso-Tribulacionista não é considerada
biblicamente correta pois nega vários versículos bíblicos
que garantem que Deus guardará a Igreja da Sua Ira
durante a Tribulação. Outro fator importante é que a Bíblia
jamais afirma em lugar nenhum que o anticristo deveria vir
primeiro para que o Arrebatamento acontecesse.
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
No Arrebatamento pós-Tribulacionista, o Arrebatamento e o
Aparecimento Glorioso de Cristo se fundem em um só evento. Em
outras palavras, a posição pós-Tribulacionista não considera o
Arrebatamento e o Aparecimento Glorioso de Cristo como dois
eventos distintos.
O conceito do pós-Tribulacionismo se apóia na identificação
incorreta da Igreja como sendo os santos da Tribulação, sendo que
os santos da Tribulação se referem aos convertidos após o
Arrebatamento, quando não há mais Igreja sobre a terra.
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
Ou seja, para a posição pós-Tribulacionista, a Igreja passaria por todo
o período de Tribulação, mas em seu final seria arrebatada, com a
segunda Vinda de Cristo. Não existe nenhuma passagem bíblica que
justifique este argumento e por isso, esta posição tem sido
frequentemente refutada.
Entre Apocalipse 4 e 18, a Igreja está claramente ausente e o foco de
perseguição do anticristo passa a ser Israel
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
I Ts 4:13-18 Não quero, porém, irmãos, que sejais ignorantes
acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais,
como os demais, que não têm esperança.
Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim
também aos que em Jesus dormem, Deus os tornará a trazer
com ele. 
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
Dizemo-vos, pois, isto, pela palavra do Senhor: que nós, os que
ficarmos vivos para a vinda do Senhor, não precederemos os que
dormem.
Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de
arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo
ressuscitarão primeiro.
Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados
juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e
assim estaremos sempre com o Senhor. Portanto, consolai-vos uns
aos outros com estas palavras.
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
A vinda de Jesus se dará em duas etapas. Primeiramente, Ele vem
buscar a sua Igreja (os que foram comprados pelo seu próprio sangue,
seu corpo) – Ap 1:5; I Pd 1:17-19 E da parte de Jesus Cristo, que é a fiel
testemunha, o primogênito dentre os mortos e o príncipe dos reis da
terra. Àquele que nos amou, e em seu sangue nos lavou dos nossos
pecados.
E, se invocais por Pai aquele que, sem acepção de pessoas, julga
segundo a obra de cada um, andai em temor, durante o tempo da vossa
peregrinação,
Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que
fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que por tradição
recebestes dos vossos pais, Mas com o precioso sangue de Cristo, como
de um cordeiro imaculado e incontaminado.
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
Passado a “plenitude dos gentios” (Lc 21:24; Rm 11:25; Ef 2:8-9; II
Co 6:2), então acontecerá o Arrebatamento (arpazô).
Esta palavra significa “tomar a força”, dando a ideia de algo que será
tirado com força e em movimento rápido.
Veja I Co 15:52 Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a
última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão
incorruptíveis, e nós seremos transformados.
Fil 3:21 Que transformará o nosso corpo abatido, para ser conforme o
seu corpo glorioso, segundo o seu eficaz poder de sujeitar também a si
todas as coisas
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
1º - De acordo com I Ts 4:13ss, primeiramente os mortos em Cristo
ressuscitarão. Ou seja, os que morreram salvos mediante o
recebimento de Cristo como único Salvador pessoal (Jo 1:12; 5:24).
2º - Em seguida os que estiverem ainda vivos sobre esta terra
Vale ressaltar que nesta “vinda”, Jesus não tocará a terra e nem será
visível.
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
Fil 1:6 - Tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa
obra a aperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo.
Outras passagens: Jr 46:10 Am 5:8
Sofonias 1:7, 14, 15 - ala-te diante do Senhor DEUS, porque o dia do SENHOR
está perto; porque o SENHOR preparou o sacrifício, e santificou os seus
convidados.
O grande dia do Senhor está perto, sim, está perto, e se apressa muito; amarga
é a voz do dia do Senhor; clamará ali o poderoso. Aquele dia será um dia de
indignação, dia de tribulação e de angústia, dia de alvoroço e de assolação, dia
de trevas e de escuridão, dia de nuvens e de densas trevas.
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
Lc 17:34 Digo-vos que naquela noite estarão dois numa cama; um será tomado,
e outro será deixado.
O Arrebatamento as Igreja será um acontecimento singular e, por conseguinte,
criará um grande tumulto nos meios modernos de comunicação pelo
desaparecimento misteriosos de milhões de pessoas! Sem falar das milhares de
sepulturas rompidas pelo PODER DA RESSURREIÇÃO!
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
É de todo conveniente salientar a IRRELEVÂNCIA de se estabelecer
data. Isso é pura HERESIA. A Bíblia não a estabelece, mas deixou
indicações de fortes sinais, os sinais de sua vinda!
Assim, o melhor é se preparar pois a Vinda de Cristo se dará a
QUALQUER MOMENTO.
Alguém diz: Mas o evangelho do Reino ainda não foi pregado a
todas as nações!
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
Concordamos em termos, posto que somos PORTADORES DO
EVANGELHO DA GRAÇA E NÃO DO REINO, este último cremos que
será pregado pelos 144 mil (judeus) conforme Ap 7:4 – que as falsas
testemunhas de jeová “pensam” ser elas.
Outro sinal é a reconstrução do templo em Jesrusalém, algo que
pode ser muito rápido dada a tecnologia de pré-moldados conforme
I Rs 6:7 e o nascimento da uma novilha 100% ”vermelha” nos EUA,
conforme Num 19.
Escola das Tribos. 15.11.2015
Aula 02 – ESCATOLOGIA
• Eael D. Radmacher, Ronald & H. Wayne, O NOVO COMENTÁRIO
BÍBLICO, novo testamento, Central Gospel, Rj, 2010;
• Sacramento, Agnaldo, A VOLTA DO REI JESUS, Associação Religiosa
Imprensa da Fé, Sp,1992;
•Silva, Ednaldo de Carvalho, ESCHATON: PROFECIAS E FATOS, 5º ed- Rio
de Janeiro: cháris,2013.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOS
ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOSESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOS
ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOS
EVANGELISTA SOARES
 
Dispensações
DispensaçõesDispensações
Dispensações
Edison Junior
 
Escatologia
EscatologiaEscatologia
Escatologia
Jose Ventura
 
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Márcio Martins
 
Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1
Moisés Sampaio
 
Introdução Bíblica
Introdução BíblicaIntrodução Bíblica
Introdução Bíblica
Viva a Igreja
 
CURSO EETAD -
CURSO EETAD - CURSO EETAD -
Carta de tiago
Carta de tiagoCarta de tiago
Carta de tiago
Diana E Junior
 
Teologia sistemática ii
Teologia sistemática iiTeologia sistemática ii
Teologia sistemática ii
ssuser2f0b10
 
O Cânone Das Escrituras
O Cânone Das EscriturasO Cânone Das Escrituras
O Cânone Das Escrituras
DimensaoCatolica
 
Panorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - ApocalipsePanorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - Apocalipse
Respirando Deus
 
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza OliveiraPentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Gesiel Oliveira
 
Apocalipse
ApocalipseApocalipse
Apocalipse
Egmon Pereira
 
Escatologia - um estudo introdutório
Escatologia - um estudo introdutórioEscatologia - um estudo introdutório
Escatologia - um estudo introdutório
Viva a Igreja
 
Os livros Apócrifos
Os livros ApócrifosOs livros Apócrifos
Os livros Apócrifos
Viva a Igreja
 
02 doutrinas bíblicas
02 doutrinas bíblicas02 doutrinas bíblicas
02 doutrinas bíblicas
faculdadeteologica
 
Curso de teologia IBADEP
Curso de teologia IBADEPCurso de teologia IBADEP
Curso de teologia IBADEP
Moisés Sampaio
 
Apocalipse aula 20-08-2016
Apocalipse   aula 20-08-2016 Apocalipse   aula 20-08-2016
Apocalipse aula 20-08-2016
Daniel de Carvalho Luz
 
Aula de pneumatologia
Aula de pneumatologiaAula de pneumatologia
Aula de pneumatologia
Alberto Nery
 
Homilética
HomiléticaHomilética
Homilética
Moisés Sampaio
 

Mais procurados (20)

ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOS
ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOSESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOS
ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOS
 
Dispensações
DispensaçõesDispensações
Dispensações
 
Escatologia
EscatologiaEscatologia
Escatologia
 
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
 
Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1
 
Introdução Bíblica
Introdução BíblicaIntrodução Bíblica
Introdução Bíblica
 
CURSO EETAD -
CURSO EETAD - CURSO EETAD -
CURSO EETAD -
 
Carta de tiago
Carta de tiagoCarta de tiago
Carta de tiago
 
Teologia sistemática ii
Teologia sistemática iiTeologia sistemática ii
Teologia sistemática ii
 
O Cânone Das Escrituras
O Cânone Das EscriturasO Cânone Das Escrituras
O Cânone Das Escrituras
 
Panorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - ApocalipsePanorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - Apocalipse
 
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza OliveiraPentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
 
Apocalipse
ApocalipseApocalipse
Apocalipse
 
Escatologia - um estudo introdutório
Escatologia - um estudo introdutórioEscatologia - um estudo introdutório
Escatologia - um estudo introdutório
 
Os livros Apócrifos
Os livros ApócrifosOs livros Apócrifos
Os livros Apócrifos
 
02 doutrinas bíblicas
02 doutrinas bíblicas02 doutrinas bíblicas
02 doutrinas bíblicas
 
Curso de teologia IBADEP
Curso de teologia IBADEPCurso de teologia IBADEP
Curso de teologia IBADEP
 
Apocalipse aula 20-08-2016
Apocalipse   aula 20-08-2016 Apocalipse   aula 20-08-2016
Apocalipse aula 20-08-2016
 
Aula de pneumatologia
Aula de pneumatologiaAula de pneumatologia
Aula de pneumatologia
 
Homilética
HomiléticaHomilética
Homilética
 

Destaque

Escatologia 2
Escatologia 2 Escatologia 2
Escatologia 2
Jovens Do Caminho
 
Escatologia estudo das últimas coisas parte 2
Escatologia   estudo das últimas coisas parte 2Escatologia   estudo das últimas coisas parte 2
Escatologia estudo das últimas coisas parte 2
Natalino das Neves Neves
 
Doutrina das ultimas coisas
Doutrina das ultimas coisasDoutrina das ultimas coisas
Doutrina das ultimas coisas
Professor Cabrini
 
Apocalipse 1
Apocalipse 1Apocalipse 1
Apocalipse 1
Jovens Do Caminho
 
Escatologia do antigo testamento
Escatologia do antigo testamentoEscatologia do antigo testamento
Escatologia do antigo testamento
Francileide Corte Real
 
Escatologia 4
Escatologia 4Escatologia 4
Escatologia 4
Jovens Do Caminho
 
Perspectivas escatológicas no Antigo Testamento
Perspectivas escatológicas no Antigo TestamentoPerspectivas escatológicas no Antigo Testamento
Perspectivas escatológicas no Antigo Testamento
Jean Francesco
 
Período dos juízes e tribos
Período dos juízes e tribosPeríodo dos juízes e tribos
Período dos juízes e tribos
Rubens da Silva Dias Junior
 
Os sinais que antecedem a volta de jesus
Os sinais que antecedem a volta de jesusOs sinais que antecedem a volta de jesus
Os sinais que antecedem a volta de jesus
dimas campos
 
Estudo escatológicos - os sinais da vinda de CRISTO
Estudo escatológicos - os sinais da vinda de CRISTOEstudo escatológicos - os sinais da vinda de CRISTO
Estudo escatológicos - os sinais da vinda de CRISTO
levi carvalho
 
Ezequiel lição 8
Ezequiel   lição 8Ezequiel   lição 8
Ezequiel lição 8
Ricardo Gondim
 
Ezequiel
EzequielEzequiel
Ezequiel
Ricardo Gondim
 
Seminário parte 2
Seminário parte 2Seminário parte 2
Seminário parte 2
Diego Viana Melo Lima
 
Ezequiel lição 9
Ezequiel   lição 9Ezequiel   lição 9
Ezequiel lição 9
Ricardo Gondim
 
Bibliologia Parte 1
Bibliologia Parte 1Bibliologia Parte 1
Bibliologia Parte 1
Jovens Do Caminho
 
Panorama do AT - Ezequiel
Panorama do AT - EzequielPanorama do AT - Ezequiel
Panorama do AT - Ezequiel
Respirando Deus
 
Hebreus
HebreusHebreus
O arrebatamento
O arrebatamentoO arrebatamento
A Segunda Vinda De Cristo
A Segunda Vinda De CristoA Segunda Vinda De Cristo
A Segunda Vinda De Cristo
Ismael Mariano Vieira
 
AS DOZE TRIBOS DE ISRAEL
AS DOZE TRIBOS DE ISRAELAS DOZE TRIBOS DE ISRAEL
AS DOZE TRIBOS DE ISRAEL
Antonio Marcos
 

Destaque (20)

Escatologia 2
Escatologia 2 Escatologia 2
Escatologia 2
 
Escatologia estudo das últimas coisas parte 2
Escatologia   estudo das últimas coisas parte 2Escatologia   estudo das últimas coisas parte 2
Escatologia estudo das últimas coisas parte 2
 
Doutrina das ultimas coisas
Doutrina das ultimas coisasDoutrina das ultimas coisas
Doutrina das ultimas coisas
 
Apocalipse 1
Apocalipse 1Apocalipse 1
Apocalipse 1
 
Escatologia do antigo testamento
Escatologia do antigo testamentoEscatologia do antigo testamento
Escatologia do antigo testamento
 
Escatologia 4
Escatologia 4Escatologia 4
Escatologia 4
 
Perspectivas escatológicas no Antigo Testamento
Perspectivas escatológicas no Antigo TestamentoPerspectivas escatológicas no Antigo Testamento
Perspectivas escatológicas no Antigo Testamento
 
Período dos juízes e tribos
Período dos juízes e tribosPeríodo dos juízes e tribos
Período dos juízes e tribos
 
Os sinais que antecedem a volta de jesus
Os sinais que antecedem a volta de jesusOs sinais que antecedem a volta de jesus
Os sinais que antecedem a volta de jesus
 
Estudo escatológicos - os sinais da vinda de CRISTO
Estudo escatológicos - os sinais da vinda de CRISTOEstudo escatológicos - os sinais da vinda de CRISTO
Estudo escatológicos - os sinais da vinda de CRISTO
 
Ezequiel lição 8
Ezequiel   lição 8Ezequiel   lição 8
Ezequiel lição 8
 
Ezequiel
EzequielEzequiel
Ezequiel
 
Seminário parte 2
Seminário parte 2Seminário parte 2
Seminário parte 2
 
Ezequiel lição 9
Ezequiel   lição 9Ezequiel   lição 9
Ezequiel lição 9
 
Bibliologia Parte 1
Bibliologia Parte 1Bibliologia Parte 1
Bibliologia Parte 1
 
Panorama do AT - Ezequiel
Panorama do AT - EzequielPanorama do AT - Ezequiel
Panorama do AT - Ezequiel
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
 
O arrebatamento
O arrebatamentoO arrebatamento
O arrebatamento
 
A Segunda Vinda De Cristo
A Segunda Vinda De CristoA Segunda Vinda De Cristo
A Segunda Vinda De Cristo
 
AS DOZE TRIBOS DE ISRAEL
AS DOZE TRIBOS DE ISRAELAS DOZE TRIBOS DE ISRAEL
AS DOZE TRIBOS DE ISRAEL
 

Semelhante a Escatologia 3

Eventos escatológicos
Eventos escatológicosEventos escatológicos
Eventos escatológicos
Gilberto Dos Santos
 
encerramento madureira ebd.pptx
encerramento madureira ebd.pptxencerramento madureira ebd.pptx
encerramento madureira ebd.pptx
ssuser4629fb
 
70 semanas-de-daniel
70 semanas-de-daniel70 semanas-de-daniel
70 semanas-de-daniel
Anderson Silva
 
7. arrebatamento
7. arrebatamento7. arrebatamento
7. arrebatamento
Moisés Sampaio
 
Arrebatamento de igreja
Arrebatamento de igreja Arrebatamento de igreja
Arrebatamento de igreja
Sandra Dias
 
panorama DO pocalipse EM SERIES VIDEOSE
panorama DO pocalipse EM SERIES  VIDEOSEpanorama DO pocalipse EM SERIES  VIDEOSE
panorama DO pocalipse EM SERIES VIDEOSE
ZADOQUESPORTSZADOQUE
 
arrebatamento-marca-da-besta-grande-tribulacao.pdf
arrebatamento-marca-da-besta-grande-tribulacao.pdfarrebatamento-marca-da-besta-grande-tribulacao.pdf
arrebatamento-marca-da-besta-grande-tribulacao.pdf
roberto bueno
 
Os Acontecimentos dos tempos_do_fim
Os Acontecimentos dos tempos_do_fimOs Acontecimentos dos tempos_do_fim
Os Acontecimentos dos tempos_do_fim
Midia Jornalismo
 
Daniel e apocalipse algumas curiosidades
Daniel e apocalipse   algumas curiosidadesDaniel e apocalipse   algumas curiosidades
Daniel e apocalipse algumas curiosidades
Diego Fortunatto
 
Escatologia, o estudo das últimas coisas
Escatologia, o estudo das últimas coisas Escatologia, o estudo das últimas coisas
Escatologia, o estudo das últimas coisas
ANTONIO CORDEIRO DA SILVA - ADORADOR
 
MANUAL PRÁTICO DE ESCATOLOGIA: DEFINIÇÕES, CONCEITOS E CONTEÚDO
MANUAL PRÁTICO DE ESCATOLOGIA: DEFINIÇÕES, CONCEITOS E CONTEÚDOMANUAL PRÁTICO DE ESCATOLOGIA: DEFINIÇÕES, CONCEITOS E CONTEÚDO
MANUAL PRÁTICO DE ESCATOLOGIA: DEFINIÇÕES, CONCEITOS E CONTEÚDO
LojadoCompressor
 
Passos bíblicos para o fim
Passos bíblicos para o fimPassos bíblicos para o fim
Passos bíblicos para o fim
abimaelfilho
 
2 introdução à escatologia ii
2 introdução à escatologia ii2 introdução à escatologia ii
2 introdução à escatologia ii
faculdadeteologica
 
ARREBATAMENTO PRÉ-TRIBULACIONISTA
ARREBATAMENTO PRÉ-TRIBULACIONISTAARREBATAMENTO PRÉ-TRIBULACIONISTA
ARREBATAMENTO PRÉ-TRIBULACIONISTA
ESCRIBAVALDEMIR
 
Ebook estudo apocalipse
Ebook estudo apocalipseEbook estudo apocalipse
Ebook estudo apocalipse
jb1955
 
Ebook estudo apocalipse
Ebook estudo apocalipseEbook estudo apocalipse
Ebook estudo apocalipse
REFORMADOR PROTESTANTE
 
EBD LIÇÃO 13 - A PLENITUDE DO REINO DE DEUS
EBD LIÇÃO 13 - A PLENITUDE DO REINO DE DEUSEBD LIÇÃO 13 - A PLENITUDE DO REINO DE DEUS
EBD LIÇÃO 13 - A PLENITUDE DO REINO DE DEUS
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
 
Daniel 9
Daniel 9Daniel 9
Daniel 9
José Santos
 
2300 ou 1150 dias
2300 ou 1150 dias2300 ou 1150 dias
2300 ou 1150 dias
Diego Fortunatto
 
20 compreendendo os ''1260 dias'' em apoc. 11-13
20   compreendendo os ''1260 dias'' em apoc. 11-1320   compreendendo os ''1260 dias'' em apoc. 11-13
20 compreendendo os ''1260 dias'' em apoc. 11-13
Diego Fortunatto
 

Semelhante a Escatologia 3 (20)

Eventos escatológicos
Eventos escatológicosEventos escatológicos
Eventos escatológicos
 
encerramento madureira ebd.pptx
encerramento madureira ebd.pptxencerramento madureira ebd.pptx
encerramento madureira ebd.pptx
 
70 semanas-de-daniel
70 semanas-de-daniel70 semanas-de-daniel
70 semanas-de-daniel
 
7. arrebatamento
7. arrebatamento7. arrebatamento
7. arrebatamento
 
Arrebatamento de igreja
Arrebatamento de igreja Arrebatamento de igreja
Arrebatamento de igreja
 
panorama DO pocalipse EM SERIES VIDEOSE
panorama DO pocalipse EM SERIES  VIDEOSEpanorama DO pocalipse EM SERIES  VIDEOSE
panorama DO pocalipse EM SERIES VIDEOSE
 
arrebatamento-marca-da-besta-grande-tribulacao.pdf
arrebatamento-marca-da-besta-grande-tribulacao.pdfarrebatamento-marca-da-besta-grande-tribulacao.pdf
arrebatamento-marca-da-besta-grande-tribulacao.pdf
 
Os Acontecimentos dos tempos_do_fim
Os Acontecimentos dos tempos_do_fimOs Acontecimentos dos tempos_do_fim
Os Acontecimentos dos tempos_do_fim
 
Daniel e apocalipse algumas curiosidades
Daniel e apocalipse   algumas curiosidadesDaniel e apocalipse   algumas curiosidades
Daniel e apocalipse algumas curiosidades
 
Escatologia, o estudo das últimas coisas
Escatologia, o estudo das últimas coisas Escatologia, o estudo das últimas coisas
Escatologia, o estudo das últimas coisas
 
MANUAL PRÁTICO DE ESCATOLOGIA: DEFINIÇÕES, CONCEITOS E CONTEÚDO
MANUAL PRÁTICO DE ESCATOLOGIA: DEFINIÇÕES, CONCEITOS E CONTEÚDOMANUAL PRÁTICO DE ESCATOLOGIA: DEFINIÇÕES, CONCEITOS E CONTEÚDO
MANUAL PRÁTICO DE ESCATOLOGIA: DEFINIÇÕES, CONCEITOS E CONTEÚDO
 
Passos bíblicos para o fim
Passos bíblicos para o fimPassos bíblicos para o fim
Passos bíblicos para o fim
 
2 introdução à escatologia ii
2 introdução à escatologia ii2 introdução à escatologia ii
2 introdução à escatologia ii
 
ARREBATAMENTO PRÉ-TRIBULACIONISTA
ARREBATAMENTO PRÉ-TRIBULACIONISTAARREBATAMENTO PRÉ-TRIBULACIONISTA
ARREBATAMENTO PRÉ-TRIBULACIONISTA
 
Ebook estudo apocalipse
Ebook estudo apocalipseEbook estudo apocalipse
Ebook estudo apocalipse
 
Ebook estudo apocalipse
Ebook estudo apocalipseEbook estudo apocalipse
Ebook estudo apocalipse
 
EBD LIÇÃO 13 - A PLENITUDE DO REINO DE DEUS
EBD LIÇÃO 13 - A PLENITUDE DO REINO DE DEUSEBD LIÇÃO 13 - A PLENITUDE DO REINO DE DEUS
EBD LIÇÃO 13 - A PLENITUDE DO REINO DE DEUS
 
Daniel 9
Daniel 9Daniel 9
Daniel 9
 
2300 ou 1150 dias
2300 ou 1150 dias2300 ou 1150 dias
2300 ou 1150 dias
 
20 compreendendo os ''1260 dias'' em apoc. 11-13
20   compreendendo os ''1260 dias'' em apoc. 11-1320   compreendendo os ''1260 dias'' em apoc. 11-13
20 compreendendo os ''1260 dias'' em apoc. 11-13
 

Mais de Jovens Do Caminho

Autoridade Espiritual 1
Autoridade Espiritual 1Autoridade Espiritual 1
Autoridade Espiritual 1
Jovens Do Caminho
 
Autoridade Espiritual 2
Autoridade Espiritual 2Autoridade Espiritual 2
Autoridade Espiritual 2
Jovens Do Caminho
 
Autoridade Espiritual 3
Autoridade Espiritual 3Autoridade Espiritual 3
Autoridade Espiritual 3
Jovens Do Caminho
 
As armas da nossa milícia 1
As armas da nossa milícia 1As armas da nossa milícia 1
As armas da nossa milícia 1
Jovens Do Caminho
 
As armas da nossa milícia 2
As armas da nossa milícia 2As armas da nossa milícia 2
As armas da nossa milícia 2
Jovens Do Caminho
 
Dons Espirituais 1
Dons Espirituais 1Dons Espirituais 1
Dons Espirituais 1
Jovens Do Caminho
 
Dons Espirituais 2
Dons Espirituais 2Dons Espirituais 2
Dons Espirituais 2
Jovens Do Caminho
 
Dons Espirituais 3
Dons Espirituais 3Dons Espirituais 3
Dons Espirituais 3
Jovens Do Caminho
 
Autoridade Espiritual
Autoridade EspiritualAutoridade Espiritual
Autoridade Espiritual
Jovens Do Caminho
 
Lei
LeiLei
Bibliologia Parte 2
Bibliologia Parte 2Bibliologia Parte 2
Bibliologia Parte 2
Jovens Do Caminho
 
Hermenêutica Parte 1
Hermenêutica Parte 1Hermenêutica Parte 1
Hermenêutica Parte 1
Jovens Do Caminho
 
Hermenêutica Parte 2
Hermenêutica Parte 2Hermenêutica Parte 2
Hermenêutica Parte 2
Jovens Do Caminho
 
A queda do homem
A queda do homemA queda do homem
A queda do homem
Jovens Do Caminho
 
Páscoa
PáscoaPáscoa
Justificação
JustificaçãoJustificação
Justificação
Jovens Do Caminho
 
Graça
GraçaGraça

Mais de Jovens Do Caminho (17)

Autoridade Espiritual 1
Autoridade Espiritual 1Autoridade Espiritual 1
Autoridade Espiritual 1
 
Autoridade Espiritual 2
Autoridade Espiritual 2Autoridade Espiritual 2
Autoridade Espiritual 2
 
Autoridade Espiritual 3
Autoridade Espiritual 3Autoridade Espiritual 3
Autoridade Espiritual 3
 
As armas da nossa milícia 1
As armas da nossa milícia 1As armas da nossa milícia 1
As armas da nossa milícia 1
 
As armas da nossa milícia 2
As armas da nossa milícia 2As armas da nossa milícia 2
As armas da nossa milícia 2
 
Dons Espirituais 1
Dons Espirituais 1Dons Espirituais 1
Dons Espirituais 1
 
Dons Espirituais 2
Dons Espirituais 2Dons Espirituais 2
Dons Espirituais 2
 
Dons Espirituais 3
Dons Espirituais 3Dons Espirituais 3
Dons Espirituais 3
 
Autoridade Espiritual
Autoridade EspiritualAutoridade Espiritual
Autoridade Espiritual
 
Lei
LeiLei
Lei
 
Bibliologia Parte 2
Bibliologia Parte 2Bibliologia Parte 2
Bibliologia Parte 2
 
Hermenêutica Parte 1
Hermenêutica Parte 1Hermenêutica Parte 1
Hermenêutica Parte 1
 
Hermenêutica Parte 2
Hermenêutica Parte 2Hermenêutica Parte 2
Hermenêutica Parte 2
 
A queda do homem
A queda do homemA queda do homem
A queda do homem
 
Páscoa
PáscoaPáscoa
Páscoa
 
Justificação
JustificaçãoJustificação
Justificação
 
Graça
GraçaGraça
Graça
 

Último

cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
soaresdesouzaamanda8
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 

Último (20)

cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 

Escatologia 3

  • 1.
  • 2. Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA AULA I ESCATOLOGIA NOS EVANGELHOS APRESENTAÇÃO DO LIVRO DE APOCALIPSE CARTAS AS SETE IGREJAS DA ÁSIA AULA II SETENTA SEMANAS DE DANIEL ARREBATAMENTO DA IGREJA VISÕES TEOLÓGICAS DA GRANDE TRIBULAÇÃO. AULA III SINAIS DA VOLTA DE CRISTO GRANDE TRIBULAÇÃO PÓS TRIBULAÇÃO AULA IV PERGUNTAS E RESPOSTAS
  • 3. Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA
  • 4.  É formado por duas palavras grega “escatós” e “logia”. Literalmente (escatós + logia), o estudo das últimas coisas. É, pois, a Escatologia um estudo ou tratado das últimas coisas ou fatos, acontecimentos ligado à segunda vinda de Cristo;  Na “Systematic Theology” STRONG identifica a escatologia como A doutrina das coisas finais;  A “ escatologia é essencialmente profética”. Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA
  • 5. Dn 2:31-49 Há muita sintonia entre os livros de Daniel e Apocalipse, sendo o livro de Daniel chamado de o Apocalipse do A.T. Daniel recebeu a visão dos reinos que surgiriam no mundo, de sua época até o tempo do fim Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA
  • 6. Interpretando o sonho de Nabucodonosor com a estátua, Deus revela a Daniel os quatros reinos mundiais de natureza humana e um quinto reino, este de natureza divina: o Reino Milenar de Jesus (Dn. 2); No Capitulo 7 do Livro Daniel, descreve o sonho e visões que ele teve de quatro grandes animais, diferentes uns dos outros subiam do mar. Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA
  • 7.  Dn. 2, 37-38/Dn. 7,4- Tu és a cabeça de ouro. Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA O Ouro visto na cabeça da estátua , no sonho de Nabucodonosor (Dn2.38), corresponde à primeira besta- Império Babilônico( 612-539 a.C.); No Início era um leão com asas, mas elas foram arrancadas e a força foi perdida.
  • 8.  Dn. 2,39/Dn. 7,5 Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA A prata vista no peito da estátua corresponde à segunda besta-Império Medo- Pérsia (538-330 a.C); o urso com uma das patas levantadas porque o poderio Persa era mais forte que o Medo. O urso tinha três costelas na boca, porque Susiana, Lídia e a Ásia Menor tinham sido conquistas por esse poder.
  • 9.  Dn. 2,39 b/Dn. 7,6- Bronze Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA O bronze visto nos quadris da estátua corresponde à terceira besta- Império Grego-Macedônico (330-63 a.C); O leopardo com quatro asas na cabeças. As asas denotam rapidez e as cabeças significam a divisão desse império nos reinos da síria,Egito, Macedônico e Ásia menor.
  • 10.  Dn. 2,40/Dn. 7,7- Ferro Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA O ferro visto nos pés da estátua corresponde à quarta besta-Roma 9 63 a.C-476 d.C); uma besta incomparável, como nenhuma outra, terrível, amedrontadora e possui dentes de ferro. Tem dez chifres, no meio dos quais nasce um pequeno chifre com olhos semelhantes aos de um homem, e a boca que fala grandes coisas. Roma Ressureta, de onde surgirá o ANTI-CRISTO.
  • 11. O V44- Mas, nos dias desses reis, o Deus do céu suscitará um reino que não será jamais destruído; nem passará a soberania deste reino a outro povo; mas esmiuçará e consumirá todos esses reinos, e subsistirá para sempre. profética, a Escatologia Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA Este texto APONTA para um reino totalmente diferente e que jamais será destruído: O Reino do Céu, o de Jesus cristo. A pedra cortada sem auxílio de mãos v34, que representa Jesus, chocará com o 4º império e culminará coma BATALHA DE ARMAGEDOM.
  • 12. Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA
  • 13. Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA Mas, aos que desejam entender tal assunto, precisam compreender as subdivisões da “fórmula”. Entender que semana são SEMANAS DE ANOS OU DIAS PROFÉTICOS – shêva shabeot = sete sábados (de descanso). Lv 25:3,8 Seis anos semearás a tua terra, e seis anos podarás a tua vinha, e colherás os seus frutos. Também contarás sete semanas de anos, sete vezes sete anos; de maneira que os dias das sete semanas de anos te serão quarenta e nove anos.
  • 14. Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA Dn. 9: 24-27 COMPREENSÃO: No estudo das 70 semanas de Daniel, é necessário identificar os três períodos ou partes dessas semanas. No V24, tem-se, a determinação dos “70” e, pelos v25-27, a composição completa da seguinte maneira (fórmula de Daniel)= 7 + 62 +1 = 70 Inicialmente o Profeta vê tudo como um todo, ou seja, 70 semanas.
  • 15. Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA 70 x 7 = 490 anos da seguinte maneira 7 + 62 + 1 = 490 anos que é igual a: (7x7) + (62x7) + (7x1) = 490 anos. Vale ressaltar que no V24, há a afirmação de que 70 semanas estão determinadas SOBRE SEU POVO e, no caso, o POVO DE ISRAEL! Assim, ao final de 70 semanas, algo vai acontecer ao povo de Israel, a exemplo de CESSAR A TRANSGRESSÃO, conforme Zc 12:10, 13:1.
  • 16. Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA Daniel via os acontecimentos ligado ao povo de Israel da seguinte forma: 1. PURIFICAÇÃO NACIONAL DE ISRAEL; 2. DEUS TRATARÁ COM O SEU POVO; 3. JESUS SERÁ RECONHECIDO COMO MESSIAS VERDADEIRO E EM SITUAÇÃO DE ANGÚSTIA PARA ISRAEL: “Olharão par mim”, ou seja, para a cruz conforme Zc 12:10.
  • 17. Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA Baseado em Dn 9:25 vemos: DESDE A SAÍDA DA ORDEM PARA RESTAURAR E PARA EDIFICAR JERUSALÉM. Pergunta-se: quando ocorreu esta ordem? Resposta Por meio do Rei Artaxerxes, conforme Nm 2:1ss Pois tal ordem foi cumprida em 49 anos para restaurar e edificar Jerusalém, suas muralhas e o Templo. Assim, “sete semanas” foram consumidas, restando da “fórmula de Daniel” apenas 62 + 1. Nos V25-26 lemos que depois da restauração dos muros e do Templo, virá o Ungido, o Príncipe, consumindo mais 62 semanas, ou seja, ABSORVENDO O APARECIMENTO E MORTE DE JESUS, FORAM MAIS 62 E DUAS SEMANAS, ou seja 7 + 62 = 69 semanas!
  • 18. Escola das Tribos. 08.11.2015 Aula 03 – Apocalipse I Contudo, findadas as 69 semanas e com acontecimentos peculiares a exemplo da “morte ou tirada do ungido”, “destruição da cidade e do santuário”, fica faltando uma semana da fórmula de Daniel: 7+62...+1. RECORDANDO: a. 7: Edificação de Jerusalém – registro em Esdras e Neemias. b. 62: A morte de Jesus – “O messias é tirado”. Havendo, ainda, a destruição da cidade e do santuário pelos soldados romanos – Gal Tito. *Era da igreja de Cristo – Tempo da Graça  Rm 11:25; Jo 1:11 e 12 c. 1: Esta semana (de 7 anos) ainda não aconteceu e equivale à grande tribulação.
  • 19. Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA 1ª - PRÉ-TRIBULACIONISTA 2ª - MESO-TRIBULACIONISTA 3ª - PÓS-TRIBULACIONISTA
  • 20. Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA
  • 21. Escola das Tribos. 08.11.2015 Aula 03 – Apocalipse I O Arrebatamento meso-Tribulacionista é parecido ao pré- Tribulacionista, porém assume que o Arrebatamento ocorrerá no meio da Tribulação, tomando como base Mateus 24:15,21 e Apocalipse 11:12. Neste ponto de vista, a Igreja passaria pela ira e a perseguição do anticristo na primeira metade da Tribulação.
  • 22. Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA A posição meso-Tribulacionista não é considerada biblicamente correta pois nega vários versículos bíblicos que garantem que Deus guardará a Igreja da Sua Ira durante a Tribulação. Outro fator importante é que a Bíblia jamais afirma em lugar nenhum que o anticristo deveria vir primeiro para que o Arrebatamento acontecesse.
  • 23. Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA No Arrebatamento pós-Tribulacionista, o Arrebatamento e o Aparecimento Glorioso de Cristo se fundem em um só evento. Em outras palavras, a posição pós-Tribulacionista não considera o Arrebatamento e o Aparecimento Glorioso de Cristo como dois eventos distintos. O conceito do pós-Tribulacionismo se apóia na identificação incorreta da Igreja como sendo os santos da Tribulação, sendo que os santos da Tribulação se referem aos convertidos após o Arrebatamento, quando não há mais Igreja sobre a terra.
  • 24. Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA Ou seja, para a posição pós-Tribulacionista, a Igreja passaria por todo o período de Tribulação, mas em seu final seria arrebatada, com a segunda Vinda de Cristo. Não existe nenhuma passagem bíblica que justifique este argumento e por isso, esta posição tem sido frequentemente refutada. Entre Apocalipse 4 e 18, a Igreja está claramente ausente e o foco de perseguição do anticristo passa a ser Israel
  • 25. Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA I Ts 4:13-18 Não quero, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança. Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem, Deus os tornará a trazer com ele. 
  • 26. Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA Dizemo-vos, pois, isto, pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, não precederemos os que dormem. Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor. Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras.
  • 27. Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA A vinda de Jesus se dará em duas etapas. Primeiramente, Ele vem buscar a sua Igreja (os que foram comprados pelo seu próprio sangue, seu corpo) – Ap 1:5; I Pd 1:17-19 E da parte de Jesus Cristo, que é a fiel testemunha, o primogênito dentre os mortos e o príncipe dos reis da terra. Àquele que nos amou, e em seu sangue nos lavou dos nossos pecados. E, se invocais por Pai aquele que, sem acepção de pessoas, julga segundo a obra de cada um, andai em temor, durante o tempo da vossa peregrinação, Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que por tradição recebestes dos vossos pais, Mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado.
  • 28. Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA Passado a “plenitude dos gentios” (Lc 21:24; Rm 11:25; Ef 2:8-9; II Co 6:2), então acontecerá o Arrebatamento (arpazô). Esta palavra significa “tomar a força”, dando a ideia de algo que será tirado com força e em movimento rápido. Veja I Co 15:52 Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados. Fil 3:21 Que transformará o nosso corpo abatido, para ser conforme o seu corpo glorioso, segundo o seu eficaz poder de sujeitar também a si todas as coisas
  • 29. Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA 1º - De acordo com I Ts 4:13ss, primeiramente os mortos em Cristo ressuscitarão. Ou seja, os que morreram salvos mediante o recebimento de Cristo como único Salvador pessoal (Jo 1:12; 5:24). 2º - Em seguida os que estiverem ainda vivos sobre esta terra Vale ressaltar que nesta “vinda”, Jesus não tocará a terra e nem será visível.
  • 30. Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA Fil 1:6 - Tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo. Outras passagens: Jr 46:10 Am 5:8 Sofonias 1:7, 14, 15 - ala-te diante do Senhor DEUS, porque o dia do SENHOR está perto; porque o SENHOR preparou o sacrifício, e santificou os seus convidados. O grande dia do Senhor está perto, sim, está perto, e se apressa muito; amarga é a voz do dia do Senhor; clamará ali o poderoso. Aquele dia será um dia de indignação, dia de tribulação e de angústia, dia de alvoroço e de assolação, dia de trevas e de escuridão, dia de nuvens e de densas trevas.
  • 31. Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA Lc 17:34 Digo-vos que naquela noite estarão dois numa cama; um será tomado, e outro será deixado. O Arrebatamento as Igreja será um acontecimento singular e, por conseguinte, criará um grande tumulto nos meios modernos de comunicação pelo desaparecimento misteriosos de milhões de pessoas! Sem falar das milhares de sepulturas rompidas pelo PODER DA RESSURREIÇÃO!
  • 32. Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA É de todo conveniente salientar a IRRELEVÂNCIA de se estabelecer data. Isso é pura HERESIA. A Bíblia não a estabelece, mas deixou indicações de fortes sinais, os sinais de sua vinda! Assim, o melhor é se preparar pois a Vinda de Cristo se dará a QUALQUER MOMENTO. Alguém diz: Mas o evangelho do Reino ainda não foi pregado a todas as nações!
  • 33. Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA Concordamos em termos, posto que somos PORTADORES DO EVANGELHO DA GRAÇA E NÃO DO REINO, este último cremos que será pregado pelos 144 mil (judeus) conforme Ap 7:4 – que as falsas testemunhas de jeová “pensam” ser elas. Outro sinal é a reconstrução do templo em Jesrusalém, algo que pode ser muito rápido dada a tecnologia de pré-moldados conforme I Rs 6:7 e o nascimento da uma novilha 100% ”vermelha” nos EUA, conforme Num 19.
  • 34. Escola das Tribos. 15.11.2015 Aula 02 – ESCATOLOGIA • Eael D. Radmacher, Ronald & H. Wayne, O NOVO COMENTÁRIO BÍBLICO, novo testamento, Central Gospel, Rj, 2010; • Sacramento, Agnaldo, A VOLTA DO REI JESUS, Associação Religiosa Imprensa da Fé, Sp,1992; •Silva, Ednaldo de Carvalho, ESCHATON: PROFECIAS E FATOS, 5º ed- Rio de Janeiro: cháris,2013.