SlideShare uma empresa Scribd logo
C o n g r e g a ç ã o do P a r q u e A l v o r a d a
TODAS AS QUARTAS-FEIRAS às 19h30
Série
Epistolas Paulinas
Epístola Aos Gálatas
Rua 21, Quadra 107, Lote 32, Parque Alvorada – Luziânia/GO- CEP: 72.836-340
Antes crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador,
Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora, como no dia da
eternidade. Amém.
2 Pedro 3:18
O Estudo desta Epístola, nos dará
um melhor entendimento da
Graça de Deus
TURQUIA
A maioria das Igrejas Cristãs, foram destruídas ou ocupadas
sobre a autoridade do governo;
Atualmente, a Turquia tem menos Cristãos em termos de
percentagem que os seus vizinhos - menos que a Síria,
que o Iraque e menos que o Irão.
A maior causa disto foram os genocídios de Assírios,
Arménios e Gregos que ocorreram entre 1915 e 1923. Pelo
menos 2,5 milhões de Cristãos indígenas da Ásia Menor
foram mortos - massacrados, vítimas de deportações, de
trabalho de escravo, ou de marchas da morte. Muitos deles
morreram em campos de concentração com doenças ou
esfomeados.
TURQUIA
Atualmente, só restam 34 igrejas e 18 escolas na Turquia, a
maior parte delas em Istambul, e tendo menos de 3,000
estudantes nessas escolas
A Turquia tem quase 80 milhões de habitantes. Só há cerca de
120,000 Cristãos, o que é menos de 1% da população.
Certamente que os Cristãos são vistos como cidadãos de
segunda. O cidadão genuíno é muçulmano, e aqueles que não
são muçulmanos são olhados com suspeição.
Gálatas é a Proclamação de Libertação para a
Igreja. Escrita pela mão firme de quem havia
conhecido a escravidão, a epístola declara e
define a liberdade cristã. Paulo a escreveu
para combater aqueles que dentro da Igreja
afirmavam ser necessário obedecer a uma lei
ou a um código para ser salvo.
Epístola
AosGálatas
Autor
Apóstolo Paulo
Cerca de 50 d.C à 68 d.C
Onde foi escrita
ROMA/CORINTO
Tópicos-chave
A Salvação vem por
Meio da GRAÇA, e não
da obras
Deveríamos Produzir o
fruto do Espírito Santo
em nossa vida
Colheremos aquilo que
plantarmos na vida
Gálatas
3.3
Como é que vocês podem ter tão
pouco juízo? Vocês começaram a
sua vida cristã pelo
poder do Espírito de Deus e agora
querem ir até o fim pelas suas
próprias forças?
Versículo-Chave
Dividida em 3 Partes
I Parte - Cap 1.1 – 2.21
II Parte - Cap 3.1 – 4.31
III Parte - Cap 5.1 – 6.18
O Evangelho da Graça
Em que Acreditar a
Respeito da Graça
Como viver na Graça
6 - Capítulos
149 - Versículos
4 - Profecias Ñ Cumpr.
1 - Profecia Cumpr.
19- perguntas
PELO EVANGELHO AUTÊNTICO
A epístola aos Gálatas é fundamental para corrigirmos os erros acerca dos
fundamentos da fé cristã. O "galacianismo" (o desvio doutrinário dos gálatas)
não foi apenas uma ideia errônea do primeiro século da presente era, mas é
erro frequente em nossos dias. Ainda se prega o cumprimento da lei para a
justificação humana perante Deus. O fermento do legalismo ainda leveda as
massas do cristianismo atual. Muitos há que anunciam "fé mais obras" como
requisito para a salvação. E, mais recentemente, certas práticas do judaísmo
são consideradas meios de edificação do povo de Deus!
O que é a Lei?
Favor merecido Deuteronômio 28:1-6
1. E será que, se ouvires a voz do SENHOR teu Deus, tendo cuidado de
guardar todos os seus mandamentos que eu hoje te ordeno, o SENHOR
teu Deus te exaltará sobre todas as nações da terra.
2. E todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão, quando ouvires a voz
do Senhor teu Deus:
3. Bendito serás na cidade, e bendito serás no campo.
4. Bendito o fruto do teu ventre, e o fruto da tua terra, e o fruto dos teus
animais; e as crias das tuas vacas e das tuas ovelhas.
5. Bendito o teu cesto e a tua amassadeira.
6. Bendito serás ao entrares, e bendito serás ao saíres.
O que é a Graça?
Favor imerecido
Romanos 11:6
Mas se é por graça, já não é pelas obras; de outra maneira, a graça
já não é graça. Se, porém, é pelas obras, já não é mais graça; de
outra maneira a obra já não é obra.
Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que
há em Cristo Jesus.
Da qual salvação inquiriram e trataram diligentemente os profetas que
profetizaram da graça que vos foi dada
1 Pedro1:10
Àquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para
que nele fôssemos feitos justiça de Deus.
Romanos 3:24
2 Coríntios 5:21
Graça não veio para nos livras do Diabo!
Veio para nos livrar de Deus!
Colossenses 3:6
Pelas quais coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência;
Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda a impiedade e injustiça
dos homens, que detêm a verdade em injustiça.
Por isso farei estremecer os céus; e a terra se moverá do seu lugar, por causa
do furor do Senhor dos Exércitos, e por causa do dia da sua ardente ira.
Isaías 13:13
E um dos quatro animais deu aos sete anjos sete taças de ouro,
cheias da ira de Deus, que vive para todo o sempre.
Romanos 1:18
Apocalipse 15:7
Versículo Chave
Mas ainda que nós ou um anjo
do céu pregue um evangelho
diferente daquele que lhes
pregamos, que seja
amaldiçoado!
Gálatas 1.8
Leitura Bíblica
Gálatas 1.1-24
I. QUAL É O EVANGELHO EM QUE
CREMOS?
1. Paulo, apóstolo (não da parte dos homens, nem por
homem algum, mas por Jesus Cristo, e por Deus Pai, que
o ressuscitou dentre os mortos),
2. E todos os irmãos que estão comigo, às igrejas da
Galácia:
3. Graça e paz da parte de Deus Pai e do nosso Senhor
Jesus Cristo,
4. O qual se deu a si mesmo por nossos pecados, para nos
livrar do presente século mau, segundo a vontade de
Deus nosso Pai,
5. Ao qual seja dada glória para todo o sempre. Amém.
6. Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele
que vos chamou à graça de Cristo para outro evangelho;
7. O qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e
querem transtornar o evangelho de Cristo.
8. Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos
anuncie outro evangelho além do que já vos tenho
anunciado, seja anátema.
9. Assim, como já vo-lo dissemos, agora de novo também
vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além
do que já recebestes, seja anátema.
Gálatas 1.1-9
É sempre necessária a
convicção acerca da
nossa fé. A insegurança
e a instabilidade
espiritual são males
que minam os
fundamentos
doutrinários,
conduzindo a desvios e
a caminhos tortuosos.
1. O ESCRITOR E SEUS LEITORES
(Gl1.1-2)
A Galácia era uma província da Ásia. Foi visitada duas
vezes pelo apóstolo Paulo: na segunda viagem
missionária (At 16.6) e na terceira (At 18.23). Embora não
tenhamos registro dos detalhes, a Galácia foi
evangelizada por ele. Ali foram estabelecidas várias
congregações (Gl1.2 e 1 Co 16.1), porém, faltava aos
crentes da Galácia a firmeza doutrinária necessária para
não serem influenciados pelos judaizantes (crentes
legalistas, provavelmente de origem judaica). Esses
legalistas afirmavam ter crido no evangelho, mas em
alguns complementos (lei).
A apresentação do escritor
O fato de os falsos mestres da Galácia afirmarem que
Paulo não era um dos doze apóstolos nem dispunha de
autoridade apostólica o levou a iniciar a epístola com a
afirmação: "apóstolo, não da parte de homens, nem por
intermédio de homem algum, mas por Jesus Cristo e por
Deus Pai, que o ressuscitou dentre os mortos".
“Por Jesus Cristo e por Deus Pai, que o ressuscitou", porque a vocação e a
mensagem que transmitia tinham origem divina. A ressurreição era o
testemunho de Deus quanto à suficiência da obra do Senhor Jesus levada a
efeito no Calvário.
"Não da parte de homens", porque não representava qualquer instituição
humana nem se apresentava a favor de alguma escola de filosofia humana.
"Nem por intermédio de homem algum", porque não havia recebido comissão
e mensagem por intermédio de instruções humanas.
A saudação aos leitores (Gl 1.3-5)
Paulo desejou-lhes a manifestação da graça e da paz da
parte do Pai e do Filho. Primeiro a graça porque os
homens só podem ter paz diante de Deus mediante a
Sua infinita graça.
2. A INSEGURANÇA DOS CRENTES GÁLATAS
(Gl 1.6-9)
Para Paulo, era espantosa a rapidez com que aqueles
crentes aderiam às doutrinas dos judaizantes. Ainda
havia esperança de que não o fizessem, e Paulo lhes
escrevia com esse objetivo.
Passar para "outro evangelho" é o mesmo que passar
para "evangelho nenhum". Evangelho, boas-novas de
salvação, só existe um! Na realidade, eles estavam na
iminência de adotarem outra doutrina, que era uma
perversão do evangelho de Cristo, seduzidos por alguns
falsos mestres.
Que mudança rápida! (v.6-7)
2. A INSEGURANÇA DOS CRENTES GÁLATAS
(Gl 1.6-9)
O apóstolo procurou firmar na mente dos seus leitores
que não se tratava de preferência de uma ou outra
doutrina, mas de trocar a verdade pela mentira. As
pessoas são facilmente arrastadas para longe do
evangelho pela reputação brilhante de certos falsos
mestres. Mas a mudança de rótulo não altera o conteúdo
do frasco; e se é veneno, veneno permanece.
Que maldição! (v. 8-9)
Quais são as doutrinas ou práticas de algumas igrejas
evangélicas, pregadas a viva voz ou sob à sombra de um
livro, que tendem a mostrar que o evangelho precisa de
algum "aditivo", para ser eficaz?
Gálatas para hoje
Doutrinas de Homens Instrumentos Judáicos
II. O SERVO CREDENCIADO A PREGAR O EVANGELHO
(GL 1.10-24)
Quem é o homem que o Senhor credencia para
pregar o evangelho? Com base no presente relato
de Paulo, chegamos a algumas conclusões.
1. Não Procura Agradar a Homens A mensagem cristã não é
recebida de homens (v. 11 -12)
Quem agrada a homens não
agrada a Cristo (v.l0) - Foi essa a
acusação que o apóstolo rebateu
com indignação, dizendo:
"Porventura, procuro eu, agora, o
favor dos homens ou o de Deus?"
Efésios 6:6 Tessalonicenses 2:4
Com a expressão "faço-vos, porém,
saber", Paulo introduziu a razão por
que era autêntico o evangelho que
pregava: a sua origem.
II. O SERVO CREDENCIADO A PREGAR O EVANGELHO
(GL 1.10-24)
Paulo prosseguiu comprovando que havia recebido o
evangelho diretamente de Deus.
1 Antes da conversão (v.13-14) - A experiência da conversão (v.15-16)
Quando ainda era judeu praticante,
adepto do "judaísmo" da época,
Paulo perseguia a igreja e era
"zeloso da tradição de meus pais".
Na perseguição à "igreja
de Deus", ele agiu com violência (cf.
At 8.3) e votou pela condenação á
morte de alguns cristãos (cf. At
26.10). Estava mesmo determinado
a acabar com ela - "devastá-la".
Há um contraste entre esses e os dois
versículos anteriores. Antes o
protagonista era Paulo o homem;
agora é Deus, o Soberano.
II. O SERVO CREDENCIADO A PREGAR O EVANGELHO
(GL 1.10-24)
Ele "me separou antes de eu nascer" Paulo, antes do nascimento, havia sido
separado por Deus para ser apóstolo. Assim, o fato de ser apóstolo era devido à
soberania de Deus, e não à sua escolha pessoal.
Deus "me chamou pela sua graça" - A escolha antes do nascimento culminou
com a vocação histórica de Paulo. Por Seu amor inteiramente imerecido, o
Senhor o chamou. Paulo lutou contra Ele, contra Cristo e contra os homens.
Não merecia a graça divina nem a havia pedido, mas ela o alcançou.
"Aprouve (a Deus) revelar seu Filho em mim, para que eu o pregasse entre os
gentios" - Quer seja na estrada de Damasco ou em outra ocasião, o que fora
revelado a Paulo foi o "Filho", Jesus Cristo, a quem ele havia perseguido porque cria
que fosse impostor. Agora tinha os olhos abertos e conhecia quem era o verdadeiro
Jesus. Também sabia que havia sido encarregado de pregar aos gentios as boas-
novas de salvação, e não a lei de Moisés, como os judaizantes estavam ensinando (cf
At 9.15).
II. O SERVO CREDENCIADO A PREGAR O EVANGELHO
(GL 1.10-24)
Os acontecimentos após a conversão (v.16-24)
Foi à Arábia (v.17) - Não há registro bíblico com detalhes acerca da estada do
apóstolo na Arábia. E provável que ele tenha ido em busca de quietude e solidão, o
que não destoa do que é dito nos versículos 16 e 17. Ficou lá durante três anos (v.l8).
Esteve em Jerusalém (v.18-20) - A passagem por Jerusalém fora rápida. Deve ter
ocorrido depois que foi tirado às escondidas de Damasco (At 9.26).
Passou ali apenas quinze dias e o seu tempo em Jerusalém foi ocupado; em
grande parte, com pregações (At 9.28-29).
Foi para a Síria e a Cilicia (v.21 -24) - Quando esteve em perigo de vida, Paulo foi levado
pelos irmãos a Cesareia, de onde o enviaram para Tarso, que fica na Cilicia. E deve ter
visitado Damasco e Antioquia (Síria) a caminho de Tarso. O mais importante dessa
informação é que ele estivera no extremo norte da região, e não em Jerusalém.
O relato de Paulo a respeito de sua ambição
antes de se converter é destacado por um dos
grandes "poréns" das Escrituras. A vida dele foi
reorientada para uma nova direção por causa
da escolha pré-natal de Deus. Saulo morreu, e
Paulo se tornou vivo para Deus por meio de
Cristo. Você já experimentou essa experiência
também?
1. o evangelho não tem origem no homem, mas em Deus;
2. o evangelho que Paulo pregava da salvação mediante a fé,
sem as obras
3. é o evangelho que hoje precisa ser anunciado;
4. o evangelho não necessita de aditivos, pois sua eficácia lhe
é inerente;
5. o verdadeiro ministro do evangelho não procura agradar a
homens, mas a Deus; é convertido e dá provas da firmeza
da sua fé e doutrina
Com o estudo do primeiro capítulo de Gálatas, aprendemos,
principalmente, que:

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 2 - 12 DE julho de 2015 -
Lição  2 - 12 DE julho de 2015 - Lição  2 - 12 DE julho de 2015 -
Lição 2 - 12 DE julho de 2015 -
Tcc Final
 
Um único evangelho - Estudo de Gálatas - Parte 02 - - 15/05/2016
Um único evangelho - Estudo de Gálatas - Parte 02 -  - 15/05/2016Um único evangelho - Estudo de Gálatas - Parte 02 -  - 15/05/2016
Um único evangelho - Estudo de Gálatas - Parte 02 - - 15/05/2016
Camila Guimarães
 
A Epístola aos Romanos
A Epístola aos RomanosA Epístola aos Romanos
A Epístola aos Romanos
Erberson Pinheiro
 
Mensageira do Senhor
Mensageira do SenhorMensageira do Senhor
Mensageira do Senhor
Sérgio Ventura
 
Paulo De Tarso
Paulo De TarsoPaulo De Tarso
Paulo De Tarso
Francisco Lacerda
 
A Evangelização dos Grupos Religiosos
A Evangelização dos Grupos ReligiososA Evangelização dos Grupos Religiosos
A Evangelização dos Grupos Religiosos
Márcio Martins
 
O evangelho de Paulo
O evangelho de PauloO evangelho de Paulo
O evangelho de Paulo
Ricardo Gondim
 
16 as sete igrejas
16 as sete igrejas16 as sete igrejas
16 as sete igrejas
Carlos Roberto de Lima
 
Aula 16 - Gálatas
Aula 16 - GálatasAula 16 - Gálatas
Aula 16 - Gálatas
ibrdoamor
 
Lição 04 Livro Apocalipse
Lição 04  Livro Apocalipse Lição 04  Livro Apocalipse
Lição 04 Livro Apocalipse
Escola Bíblica Sem Fronteiras
 
Lição 3 A igreja do amor esquecido
Lição 3 A igreja do amor esquecidoLição 3 A igreja do amor esquecido
Lição 3 A igreja do amor esquecido
Jose Ventura
 
Lição 4 paulo, a vocação para ser apóstolo
Lição 4 paulo, a vocação para ser apóstoloLição 4 paulo, a vocação para ser apóstolo
Lição 4 paulo, a vocação para ser apóstolo
Marcus Wagner
 
Lição 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
Lição 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS Lição 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
Lição 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
Flavio Luz
 
Quem me roubou do evangelho.
Quem me roubou do evangelho.Quem me roubou do evangelho.
Quem me roubou do evangelho.
Reverendoh Adry Araujo
 
Lição 12 - Cosmovisão Missionária
Lição 12 - Cosmovisão MissionáriaLição 12 - Cosmovisão Missionária
Lição 12 - Cosmovisão Missionária
Erberson Pinheiro
 
EBD CPAD Licões bíblicas 3°trimestre2015 aula 2 o evangelho da graça.
EBD CPAD Licões bíblicas 3°trimestre2015 aula 2 o evangelho da graça.EBD CPAD Licões bíblicas 3°trimestre2015 aula 2 o evangelho da graça.
EBD CPAD Licões bíblicas 3°trimestre2015 aula 2 o evangelho da graça.
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
A ceia do senhor, por william r. downing
A ceia do senhor, por william r. downingA ceia do senhor, por william r. downing
A ceia do senhor, por william r. downing
soarescastrodf
 
A verdade para hoje
A verdade para hojeA verdade para hoje
A verdade para hoje
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Tessalonicenses
TessalonicensesTessalonicenses
Tessalonicenses
Mensagens Virtuais
 
A verdade presente
A verdade presenteA verdade presente
A verdade presente
ASD Remanescentes
 

Mais procurados (20)

Lição 2 - 12 DE julho de 2015 -
Lição  2 - 12 DE julho de 2015 - Lição  2 - 12 DE julho de 2015 -
Lição 2 - 12 DE julho de 2015 -
 
Um único evangelho - Estudo de Gálatas - Parte 02 - - 15/05/2016
Um único evangelho - Estudo de Gálatas - Parte 02 -  - 15/05/2016Um único evangelho - Estudo de Gálatas - Parte 02 -  - 15/05/2016
Um único evangelho - Estudo de Gálatas - Parte 02 - - 15/05/2016
 
A Epístola aos Romanos
A Epístola aos RomanosA Epístola aos Romanos
A Epístola aos Romanos
 
Mensageira do Senhor
Mensageira do SenhorMensageira do Senhor
Mensageira do Senhor
 
Paulo De Tarso
Paulo De TarsoPaulo De Tarso
Paulo De Tarso
 
A Evangelização dos Grupos Religiosos
A Evangelização dos Grupos ReligiososA Evangelização dos Grupos Religiosos
A Evangelização dos Grupos Religiosos
 
O evangelho de Paulo
O evangelho de PauloO evangelho de Paulo
O evangelho de Paulo
 
16 as sete igrejas
16 as sete igrejas16 as sete igrejas
16 as sete igrejas
 
Aula 16 - Gálatas
Aula 16 - GálatasAula 16 - Gálatas
Aula 16 - Gálatas
 
Lição 04 Livro Apocalipse
Lição 04  Livro Apocalipse Lição 04  Livro Apocalipse
Lição 04 Livro Apocalipse
 
Lição 3 A igreja do amor esquecido
Lição 3 A igreja do amor esquecidoLição 3 A igreja do amor esquecido
Lição 3 A igreja do amor esquecido
 
Lição 4 paulo, a vocação para ser apóstolo
Lição 4 paulo, a vocação para ser apóstoloLição 4 paulo, a vocação para ser apóstolo
Lição 4 paulo, a vocação para ser apóstolo
 
Lição 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
Lição 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS Lição 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
Lição 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
 
Quem me roubou do evangelho.
Quem me roubou do evangelho.Quem me roubou do evangelho.
Quem me roubou do evangelho.
 
Lição 12 - Cosmovisão Missionária
Lição 12 - Cosmovisão MissionáriaLição 12 - Cosmovisão Missionária
Lição 12 - Cosmovisão Missionária
 
EBD CPAD Licões bíblicas 3°trimestre2015 aula 2 o evangelho da graça.
EBD CPAD Licões bíblicas 3°trimestre2015 aula 2 o evangelho da graça.EBD CPAD Licões bíblicas 3°trimestre2015 aula 2 o evangelho da graça.
EBD CPAD Licões bíblicas 3°trimestre2015 aula 2 o evangelho da graça.
 
A ceia do senhor, por william r. downing
A ceia do senhor, por william r. downingA ceia do senhor, por william r. downing
A ceia do senhor, por william r. downing
 
A verdade para hoje
A verdade para hojeA verdade para hoje
A verdade para hoje
 
Tessalonicenses
TessalonicensesTessalonicenses
Tessalonicenses
 
A verdade presente
A verdade presenteA verdade presente
A verdade presente
 

Semelhante a Epístolas paulinas galatas lição 1

Vinte respostas aos católicos
Vinte respostas aos católicosVinte respostas aos católicos
Vinte respostas aos católicos
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Vinte respostas aos católicos
Vinte respostas aos católicosVinte respostas aos católicos
Vinte respostas aos católicos
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Conquistando vidas para o Reino de Deus
Conquistando vidas para o Reino de DeusConquistando vidas para o Reino de Deus
Conquistando vidas para o Reino de Deus
Quenia Damata
 
AS INSTITUTAS - VOLUME III - ESTUDO - JOÃO CALVINO
AS INSTITUTAS - VOLUME III - ESTUDO - JOÃO CALVINO AS INSTITUTAS - VOLUME III - ESTUDO - JOÃO CALVINO
AS INSTITUTAS - VOLUME III - ESTUDO - JOÃO CALVINO
Teol. Sandra Ferreira
 
3 biblia sagrada - nt - epistola de paulo aos galatas cap. 01
3   biblia sagrada - nt - epistola de paulo aos galatas cap. 013   biblia sagrada - nt - epistola de paulo aos galatas cap. 01
3 biblia sagrada - nt - epistola de paulo aos galatas cap. 01
Rachel V.
 
Católicos
CatólicosCatólicos
Uma perspectiva Pentecostal de Evangelismo e Missões.pptx
Uma perspectiva Pentecostal de Evangelismo e Missões.pptxUma perspectiva Pentecostal de Evangelismo e Missões.pptx
Uma perspectiva Pentecostal de Evangelismo e Missões.pptx
JorgeVieira668836
 
Santificação.pptx
Santificação.pptxSantificação.pptx
Santificação.pptx
JorgeVieira668836
 
Lição 1 - A epístola aos romanos
Lição 1 - A epístola aos romanosLição 1 - A epístola aos romanos
Lição 1 - A epístola aos romanos
Ailton da Silva
 
2015 3º trimestre adultos lição 02.pptx
2015 3º trimestre adultos lição 02.pptx2015 3º trimestre adultos lição 02.pptx
2015 3º trimestre adultos lição 02.pptx
Joel Silva
 
Livro o ultimo_dia_-_com_fotos
Livro o ultimo_dia_-_com_fotosLivro o ultimo_dia_-_com_fotos
Livro o ultimo_dia_-_com_fotos
aloisio de carvalho
 
EVANGELISMO.pptx
EVANGELISMO.pptxEVANGELISMO.pptx
EVANGELISMO.pptx
MateusFernandes900459
 
3° Trimestre 2015 Lição 02 Adultos
3° Trimestre 2015 Lição 02 Adultos3° Trimestre 2015 Lição 02 Adultos
3° Trimestre 2015 Lição 02 Adultos
Joel Silva
 
O evangélio da graça
O evangélio da graçaO evangélio da graça
O evangélio da graça
José Nilson Virgino
 
3º trimestre 2015 lição 02 adultos
3º trimestre 2015 lição 02 adultos3º trimestre 2015 lição 02 adultos
3º trimestre 2015 lição 02 adultos
Joel Silva
 
Historia da igreja
Historia da igrejaHistoria da igreja
Historia da igreja
ESTUDANTETEOLOGIA
 
A pregação do "óbvio": morte e ressurreição de Cristo
A pregação do "óbvio": morte e ressurreição de CristoA pregação do "óbvio": morte e ressurreição de Cristo
A pregação do "óbvio": morte e ressurreição de Cristo
Estação 4
 
Liç reavivamento: nossa grande necessidade 132013
Liç reavivamento: nossa grande necessidade 132013Liç reavivamento: nossa grande necessidade 132013
Liç reavivamento: nossa grande necessidade 132013
Gerson G. Ramos
 
Lição 2 o evangelho da graça 3º trimestre de 2015
Lição 2   o evangelho da graça  3º trimestre de 2015Lição 2   o evangelho da graça  3º trimestre de 2015
Lição 2 o evangelho da graça 3º trimestre de 2015
Andrew Guimarães
 
31 romanos
31 romanos31 romanos
31 romanos
PIB Penha
 

Semelhante a Epístolas paulinas galatas lição 1 (20)

Vinte respostas aos católicos
Vinte respostas aos católicosVinte respostas aos católicos
Vinte respostas aos católicos
 
Vinte respostas aos católicos
Vinte respostas aos católicosVinte respostas aos católicos
Vinte respostas aos católicos
 
Conquistando vidas para o Reino de Deus
Conquistando vidas para o Reino de DeusConquistando vidas para o Reino de Deus
Conquistando vidas para o Reino de Deus
 
AS INSTITUTAS - VOLUME III - ESTUDO - JOÃO CALVINO
AS INSTITUTAS - VOLUME III - ESTUDO - JOÃO CALVINO AS INSTITUTAS - VOLUME III - ESTUDO - JOÃO CALVINO
AS INSTITUTAS - VOLUME III - ESTUDO - JOÃO CALVINO
 
3 biblia sagrada - nt - epistola de paulo aos galatas cap. 01
3   biblia sagrada - nt - epistola de paulo aos galatas cap. 013   biblia sagrada - nt - epistola de paulo aos galatas cap. 01
3 biblia sagrada - nt - epistola de paulo aos galatas cap. 01
 
Católicos
CatólicosCatólicos
Católicos
 
Uma perspectiva Pentecostal de Evangelismo e Missões.pptx
Uma perspectiva Pentecostal de Evangelismo e Missões.pptxUma perspectiva Pentecostal de Evangelismo e Missões.pptx
Uma perspectiva Pentecostal de Evangelismo e Missões.pptx
 
Santificação.pptx
Santificação.pptxSantificação.pptx
Santificação.pptx
 
Lição 1 - A epístola aos romanos
Lição 1 - A epístola aos romanosLição 1 - A epístola aos romanos
Lição 1 - A epístola aos romanos
 
2015 3º trimestre adultos lição 02.pptx
2015 3º trimestre adultos lição 02.pptx2015 3º trimestre adultos lição 02.pptx
2015 3º trimestre adultos lição 02.pptx
 
Livro o ultimo_dia_-_com_fotos
Livro o ultimo_dia_-_com_fotosLivro o ultimo_dia_-_com_fotos
Livro o ultimo_dia_-_com_fotos
 
EVANGELISMO.pptx
EVANGELISMO.pptxEVANGELISMO.pptx
EVANGELISMO.pptx
 
3° Trimestre 2015 Lição 02 Adultos
3° Trimestre 2015 Lição 02 Adultos3° Trimestre 2015 Lição 02 Adultos
3° Trimestre 2015 Lição 02 Adultos
 
O evangélio da graça
O evangélio da graçaO evangélio da graça
O evangélio da graça
 
3º trimestre 2015 lição 02 adultos
3º trimestre 2015 lição 02 adultos3º trimestre 2015 lição 02 adultos
3º trimestre 2015 lição 02 adultos
 
Historia da igreja
Historia da igrejaHistoria da igreja
Historia da igreja
 
A pregação do "óbvio": morte e ressurreição de Cristo
A pregação do "óbvio": morte e ressurreição de CristoA pregação do "óbvio": morte e ressurreição de Cristo
A pregação do "óbvio": morte e ressurreição de Cristo
 
Liç reavivamento: nossa grande necessidade 132013
Liç reavivamento: nossa grande necessidade 132013Liç reavivamento: nossa grande necessidade 132013
Liç reavivamento: nossa grande necessidade 132013
 
Lição 2 o evangelho da graça 3º trimestre de 2015
Lição 2   o evangelho da graça  3º trimestre de 2015Lição 2   o evangelho da graça  3º trimestre de 2015
Lição 2 o evangelho da graça 3º trimestre de 2015
 
31 romanos
31 romanos31 romanos
31 romanos
 

Último

Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
FernandoCavalcante48
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
marcobueno2024
 

Último (10)

Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
 

Epístolas paulinas galatas lição 1

  • 1. C o n g r e g a ç ã o do P a r q u e A l v o r a d a TODAS AS QUARTAS-FEIRAS às 19h30 Série Epistolas Paulinas Epístola Aos Gálatas Rua 21, Quadra 107, Lote 32, Parque Alvorada – Luziânia/GO- CEP: 72.836-340 Antes crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém. 2 Pedro 3:18
  • 2.
  • 3. O Estudo desta Epístola, nos dará um melhor entendimento da Graça de Deus
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8. TURQUIA A maioria das Igrejas Cristãs, foram destruídas ou ocupadas sobre a autoridade do governo; Atualmente, a Turquia tem menos Cristãos em termos de percentagem que os seus vizinhos - menos que a Síria, que o Iraque e menos que o Irão. A maior causa disto foram os genocídios de Assírios, Arménios e Gregos que ocorreram entre 1915 e 1923. Pelo menos 2,5 milhões de Cristãos indígenas da Ásia Menor foram mortos - massacrados, vítimas de deportações, de trabalho de escravo, ou de marchas da morte. Muitos deles morreram em campos de concentração com doenças ou esfomeados.
  • 9. TURQUIA Atualmente, só restam 34 igrejas e 18 escolas na Turquia, a maior parte delas em Istambul, e tendo menos de 3,000 estudantes nessas escolas A Turquia tem quase 80 milhões de habitantes. Só há cerca de 120,000 Cristãos, o que é menos de 1% da população. Certamente que os Cristãos são vistos como cidadãos de segunda. O cidadão genuíno é muçulmano, e aqueles que não são muçulmanos são olhados com suspeição.
  • 10.
  • 11. Gálatas é a Proclamação de Libertação para a Igreja. Escrita pela mão firme de quem havia conhecido a escravidão, a epístola declara e define a liberdade cristã. Paulo a escreveu para combater aqueles que dentro da Igreja afirmavam ser necessário obedecer a uma lei ou a um código para ser salvo.
  • 12. Epístola AosGálatas Autor Apóstolo Paulo Cerca de 50 d.C à 68 d.C Onde foi escrita ROMA/CORINTO Tópicos-chave A Salvação vem por Meio da GRAÇA, e não da obras Deveríamos Produzir o fruto do Espírito Santo em nossa vida Colheremos aquilo que plantarmos na vida Gálatas 3.3 Como é que vocês podem ter tão pouco juízo? Vocês começaram a sua vida cristã pelo poder do Espírito de Deus e agora querem ir até o fim pelas suas próprias forças? Versículo-Chave Dividida em 3 Partes I Parte - Cap 1.1 – 2.21 II Parte - Cap 3.1 – 4.31 III Parte - Cap 5.1 – 6.18 O Evangelho da Graça Em que Acreditar a Respeito da Graça Como viver na Graça 6 - Capítulos 149 - Versículos 4 - Profecias Ñ Cumpr. 1 - Profecia Cumpr. 19- perguntas
  • 13. PELO EVANGELHO AUTÊNTICO A epístola aos Gálatas é fundamental para corrigirmos os erros acerca dos fundamentos da fé cristã. O "galacianismo" (o desvio doutrinário dos gálatas) não foi apenas uma ideia errônea do primeiro século da presente era, mas é erro frequente em nossos dias. Ainda se prega o cumprimento da lei para a justificação humana perante Deus. O fermento do legalismo ainda leveda as massas do cristianismo atual. Muitos há que anunciam "fé mais obras" como requisito para a salvação. E, mais recentemente, certas práticas do judaísmo são consideradas meios de edificação do povo de Deus!
  • 14. O que é a Lei? Favor merecido Deuteronômio 28:1-6 1. E será que, se ouvires a voz do SENHOR teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que eu hoje te ordeno, o SENHOR teu Deus te exaltará sobre todas as nações da terra. 2. E todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão, quando ouvires a voz do Senhor teu Deus: 3. Bendito serás na cidade, e bendito serás no campo. 4. Bendito o fruto do teu ventre, e o fruto da tua terra, e o fruto dos teus animais; e as crias das tuas vacas e das tuas ovelhas. 5. Bendito o teu cesto e a tua amassadeira. 6. Bendito serás ao entrares, e bendito serás ao saíres.
  • 15. O que é a Graça? Favor imerecido Romanos 11:6 Mas se é por graça, já não é pelas obras; de outra maneira, a graça já não é graça. Se, porém, é pelas obras, já não é mais graça; de outra maneira a obra já não é obra. Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus. Da qual salvação inquiriram e trataram diligentemente os profetas que profetizaram da graça que vos foi dada 1 Pedro1:10 Àquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus. Romanos 3:24 2 Coríntios 5:21
  • 16. Graça não veio para nos livras do Diabo! Veio para nos livrar de Deus! Colossenses 3:6 Pelas quais coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência; Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda a impiedade e injustiça dos homens, que detêm a verdade em injustiça. Por isso farei estremecer os céus; e a terra se moverá do seu lugar, por causa do furor do Senhor dos Exércitos, e por causa do dia da sua ardente ira. Isaías 13:13 E um dos quatro animais deu aos sete anjos sete taças de ouro, cheias da ira de Deus, que vive para todo o sempre. Romanos 1:18 Apocalipse 15:7
  • 17. Versículo Chave Mas ainda que nós ou um anjo do céu pregue um evangelho diferente daquele que lhes pregamos, que seja amaldiçoado! Gálatas 1.8
  • 19. I. QUAL É O EVANGELHO EM QUE CREMOS? 1. Paulo, apóstolo (não da parte dos homens, nem por homem algum, mas por Jesus Cristo, e por Deus Pai, que o ressuscitou dentre os mortos), 2. E todos os irmãos que estão comigo, às igrejas da Galácia: 3. Graça e paz da parte de Deus Pai e do nosso Senhor Jesus Cristo, 4. O qual se deu a si mesmo por nossos pecados, para nos livrar do presente século mau, segundo a vontade de Deus nosso Pai, 5. Ao qual seja dada glória para todo o sempre. Amém. 6. Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo para outro evangelho; 7. O qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e querem transtornar o evangelho de Cristo. 8. Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema. 9. Assim, como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema. Gálatas 1.1-9 É sempre necessária a convicção acerca da nossa fé. A insegurança e a instabilidade espiritual são males que minam os fundamentos doutrinários, conduzindo a desvios e a caminhos tortuosos.
  • 20. 1. O ESCRITOR E SEUS LEITORES (Gl1.1-2) A Galácia era uma província da Ásia. Foi visitada duas vezes pelo apóstolo Paulo: na segunda viagem missionária (At 16.6) e na terceira (At 18.23). Embora não tenhamos registro dos detalhes, a Galácia foi evangelizada por ele. Ali foram estabelecidas várias congregações (Gl1.2 e 1 Co 16.1), porém, faltava aos crentes da Galácia a firmeza doutrinária necessária para não serem influenciados pelos judaizantes (crentes legalistas, provavelmente de origem judaica). Esses legalistas afirmavam ter crido no evangelho, mas em alguns complementos (lei).
  • 21. A apresentação do escritor O fato de os falsos mestres da Galácia afirmarem que Paulo não era um dos doze apóstolos nem dispunha de autoridade apostólica o levou a iniciar a epístola com a afirmação: "apóstolo, não da parte de homens, nem por intermédio de homem algum, mas por Jesus Cristo e por Deus Pai, que o ressuscitou dentre os mortos". “Por Jesus Cristo e por Deus Pai, que o ressuscitou", porque a vocação e a mensagem que transmitia tinham origem divina. A ressurreição era o testemunho de Deus quanto à suficiência da obra do Senhor Jesus levada a efeito no Calvário. "Não da parte de homens", porque não representava qualquer instituição humana nem se apresentava a favor de alguma escola de filosofia humana. "Nem por intermédio de homem algum", porque não havia recebido comissão e mensagem por intermédio de instruções humanas.
  • 22. A saudação aos leitores (Gl 1.3-5) Paulo desejou-lhes a manifestação da graça e da paz da parte do Pai e do Filho. Primeiro a graça porque os homens só podem ter paz diante de Deus mediante a Sua infinita graça.
  • 23. 2. A INSEGURANÇA DOS CRENTES GÁLATAS (Gl 1.6-9) Para Paulo, era espantosa a rapidez com que aqueles crentes aderiam às doutrinas dos judaizantes. Ainda havia esperança de que não o fizessem, e Paulo lhes escrevia com esse objetivo. Passar para "outro evangelho" é o mesmo que passar para "evangelho nenhum". Evangelho, boas-novas de salvação, só existe um! Na realidade, eles estavam na iminência de adotarem outra doutrina, que era uma perversão do evangelho de Cristo, seduzidos por alguns falsos mestres. Que mudança rápida! (v.6-7)
  • 24. 2. A INSEGURANÇA DOS CRENTES GÁLATAS (Gl 1.6-9) O apóstolo procurou firmar na mente dos seus leitores que não se tratava de preferência de uma ou outra doutrina, mas de trocar a verdade pela mentira. As pessoas são facilmente arrastadas para longe do evangelho pela reputação brilhante de certos falsos mestres. Mas a mudança de rótulo não altera o conteúdo do frasco; e se é veneno, veneno permanece. Que maldição! (v. 8-9)
  • 25. Quais são as doutrinas ou práticas de algumas igrejas evangélicas, pregadas a viva voz ou sob à sombra de um livro, que tendem a mostrar que o evangelho precisa de algum "aditivo", para ser eficaz? Gálatas para hoje Doutrinas de Homens Instrumentos Judáicos
  • 26. II. O SERVO CREDENCIADO A PREGAR O EVANGELHO (GL 1.10-24) Quem é o homem que o Senhor credencia para pregar o evangelho? Com base no presente relato de Paulo, chegamos a algumas conclusões. 1. Não Procura Agradar a Homens A mensagem cristã não é recebida de homens (v. 11 -12) Quem agrada a homens não agrada a Cristo (v.l0) - Foi essa a acusação que o apóstolo rebateu com indignação, dizendo: "Porventura, procuro eu, agora, o favor dos homens ou o de Deus?" Efésios 6:6 Tessalonicenses 2:4 Com a expressão "faço-vos, porém, saber", Paulo introduziu a razão por que era autêntico o evangelho que pregava: a sua origem.
  • 27. II. O SERVO CREDENCIADO A PREGAR O EVANGELHO (GL 1.10-24) Paulo prosseguiu comprovando que havia recebido o evangelho diretamente de Deus. 1 Antes da conversão (v.13-14) - A experiência da conversão (v.15-16) Quando ainda era judeu praticante, adepto do "judaísmo" da época, Paulo perseguia a igreja e era "zeloso da tradição de meus pais". Na perseguição à "igreja de Deus", ele agiu com violência (cf. At 8.3) e votou pela condenação á morte de alguns cristãos (cf. At 26.10). Estava mesmo determinado a acabar com ela - "devastá-la". Há um contraste entre esses e os dois versículos anteriores. Antes o protagonista era Paulo o homem; agora é Deus, o Soberano.
  • 28. II. O SERVO CREDENCIADO A PREGAR O EVANGELHO (GL 1.10-24) Ele "me separou antes de eu nascer" Paulo, antes do nascimento, havia sido separado por Deus para ser apóstolo. Assim, o fato de ser apóstolo era devido à soberania de Deus, e não à sua escolha pessoal. Deus "me chamou pela sua graça" - A escolha antes do nascimento culminou com a vocação histórica de Paulo. Por Seu amor inteiramente imerecido, o Senhor o chamou. Paulo lutou contra Ele, contra Cristo e contra os homens. Não merecia a graça divina nem a havia pedido, mas ela o alcançou. "Aprouve (a Deus) revelar seu Filho em mim, para que eu o pregasse entre os gentios" - Quer seja na estrada de Damasco ou em outra ocasião, o que fora revelado a Paulo foi o "Filho", Jesus Cristo, a quem ele havia perseguido porque cria que fosse impostor. Agora tinha os olhos abertos e conhecia quem era o verdadeiro Jesus. Também sabia que havia sido encarregado de pregar aos gentios as boas- novas de salvação, e não a lei de Moisés, como os judaizantes estavam ensinando (cf At 9.15).
  • 29. II. O SERVO CREDENCIADO A PREGAR O EVANGELHO (GL 1.10-24) Os acontecimentos após a conversão (v.16-24) Foi à Arábia (v.17) - Não há registro bíblico com detalhes acerca da estada do apóstolo na Arábia. E provável que ele tenha ido em busca de quietude e solidão, o que não destoa do que é dito nos versículos 16 e 17. Ficou lá durante três anos (v.l8). Esteve em Jerusalém (v.18-20) - A passagem por Jerusalém fora rápida. Deve ter ocorrido depois que foi tirado às escondidas de Damasco (At 9.26). Passou ali apenas quinze dias e o seu tempo em Jerusalém foi ocupado; em grande parte, com pregações (At 9.28-29). Foi para a Síria e a Cilicia (v.21 -24) - Quando esteve em perigo de vida, Paulo foi levado pelos irmãos a Cesareia, de onde o enviaram para Tarso, que fica na Cilicia. E deve ter visitado Damasco e Antioquia (Síria) a caminho de Tarso. O mais importante dessa informação é que ele estivera no extremo norte da região, e não em Jerusalém.
  • 30. O relato de Paulo a respeito de sua ambição antes de se converter é destacado por um dos grandes "poréns" das Escrituras. A vida dele foi reorientada para uma nova direção por causa da escolha pré-natal de Deus. Saulo morreu, e Paulo se tornou vivo para Deus por meio de Cristo. Você já experimentou essa experiência também?
  • 31. 1. o evangelho não tem origem no homem, mas em Deus; 2. o evangelho que Paulo pregava da salvação mediante a fé, sem as obras 3. é o evangelho que hoje precisa ser anunciado; 4. o evangelho não necessita de aditivos, pois sua eficácia lhe é inerente; 5. o verdadeiro ministro do evangelho não procura agradar a homens, mas a Deus; é convertido e dá provas da firmeza da sua fé e doutrina Com o estudo do primeiro capítulo de Gálatas, aprendemos, principalmente, que: