SlideShare uma empresa Scribd logo
Recursos Didáticos Melhoram a Criatividade da Formação
Sugestões práticas para a utilização adequada e eficaz de recursos didáticos são o tema principal
da entrevista a Luís Relvas, especialista e formador de recursos didáticos, um dos nossos parceiros
desde há 15 anos, e autor do mais importante blogue em língua portuguesa sobre recursos
didáticos na formação profissional e do referencial Utilização do PowerPoint para
Desenvolvimento de Produtos Interativos para Formação. Conversa longa e aprofundada mas
repleta de informação útil, tal como as sessões do Luís.

Nuno Queiroz de Andrade (NQA): Durante as três décadas em que tem sido formador, o que é
que tem melhorado na qualidade da formação que se faz no nosso país?

Luís Relvas (LR): Sou da geração do quadro de ardósia. Como técnico que toda a vida trabalhou
com meios audiovisuais (fotografia, cinema e vídeo) fui testemunha da evolução tecnológica e do
progresso que felizmente “invadiu” o mundo da formação e contribuiu para o aumento da sua
qualidade. Pela minha experiência verifico que os jovens formandos estão completamente
integrados com estas tecnologias e equipamentos, descobrem novas utilizações e constroem
novas aplicações que vão facilitando e estimulando a criatividade no mundo da formação. Na
minha perspetiva, este aspeto é muito motivador e desafiante.




Atualmente, quando se entra numa sala de formação e não se vê no teto ou numa mesa um
projetor de data parece que ficamos “desarmados”. Formadores e formandos usam os seus PC,o
seu PowerPoint e as suas apresentações para transmitir quase todo o tipo de conhecimento.
Começa a ser um exagero. Os meios mais clássicos: quadros, retroprojetor, etc. Quase que
desapareceram das salas.
A fotografia e o vídeo digitais ocuparam, com grandes vantagens, o espaço dos meios clássicos.
São simultaneamente meios que permitem transmitir toda a criatividade e imaginação de quem os
utiliza e contribuem em grande escala para a melhoria da qualidade do trabalho do formador.

O aumento do número de formadores certificados permitiu separar o “trigo do joio” e constituir um lote de
profissionais altamente qualificados que ao transmitirem os seus conhecimentos e experiência permitem um
diálogo construtivo e enriquecedor entre formando e formador e com o qual todos ficam a lucrar. Infelizmente,
por vezes, a quantidade tem prejudicado a qualidade. Teremos todos, formadores e formandos, de lutar pela
manutenção da qualidade e pela competência dos intervenientes de modo a que a evolução continue numa
época em que o país bem necessita.


NQA: Os programas de apresentação, como o PowerPoint, são o recurso didático mais utilizado pela maioria
dos/as formadores/as. A que se deve tal utilização massiva?


LR: Deve-se, acima de tudo, à percentagem de computadores cujo sistema operativo é o Windows da Microsoft.
Analisando o gráfico, verificamos que somando os diferentes Windows obtemos praticamente 75% do mercado
de PC. O mercado de Mac OS está cerca dos 9% e Linux nos 1,66%. Além deste fator, muitos desses PC trazem
também instalado o Microsoft Office. Como o PowerPoint faz parte do Office fica quase tudo explicado.




A “pirataria” através da Internet permite facilmente obter o Office, o que o torna ainda mais popular. Todos nós
recebemos diariamente apresentações feitas em PowerPoint como anexos de muitos mail que recebemos o que
nos estimula a também construir e divulgar apresentações elaboradas com o mesmo programa. É fácil encontrar
à venda ou fazer download grátis de manuais de todas as versões de PowerPoint.

Muitos utilizadores desconhecem que também há versões de Office para MacOS. Visualmente o layout é
diferente do do Windows mas o software faz exatamente o mesmo. As apresentações construídas em
PowerPoint nos diferentes sistemas operativos, salvo pequenos detalhes, são compatíveis o que permite fácil
intercâmbio entre os dois sistemas operativos.

Em sessões de formação, quando tenho de explicar este software, é evidente que utilizo exclusivamente o
PowerPoint no sistema Windows. É o que todos os formandos usam nos seus PC. Quando trabalho outros temas
como fotografia, recursos didáticos, etc. uso o Keynote da Apple. Pessoalmente, como utilizador do MacOS,
costumo construir as minhas apresentações neste software que faz parte de um conjunto de programas que
formam o conjunto iWork que é semelhante ao Office.

Outro software de apresentações que começa a ser muito utilizado é o PREZI. Tem uma estrutura de construção
e funcionamento completamente diferente do PowerPoint mas muito interessante. Com Prezi é muito fácil dar
largas à imaginação e criatividade. Link para tutorial em português do Prezi:
http://prezi.com/yb0bryu1olrj/prezi-tutorial-em-portugues-baseado-no-prezi-de-adam-somlai-fischer/


NQA: Quais as três principais recomendações para a construção de uma apresentação útil e de qualidade?


LR: Muito sinceramente: Simplicidade, simplicidade e simplicidade. Parece exagero mas é a pura da verdade.
Aqui estão algumas dicas que considero importantes:

Antes de ligar o computador e “abrir” o PowerPoint sente-se e pense:

    •   Porquê/para quê - Qual o objetivo da sua exposição/apresentação?
    •   O quê - Quais as ideias importantes do seu assunto para a audiência reter?
    •   Como? Que estrutura vou usar, como vou dispor os elementos, etc.

- Ao planear, faça-o em modo analógico, ou seja, em vez de mergulhar logo no software faça um esboço das
suas ideias e objetivos com lápis e papel onde pode desenhar um organigrama para estruturar e organizar tudo.
Se puder use um quadro de escrita grande. Pode usar a tecnologia digital quando constrói e exibe a sua
apresentação. - O ato de falar e comunicar com a sua audiência para persuadir, vender ou informar é bastante
analógico.
- As boas apresentações incluem histórias. Os bons apresentadores ilustram as suas ideias com o uso de
histórias. - A maneira mais simples de explicar ideias complicadas é através de exemplos ou partilhando histórias
que ilustrem o assunto. As histórias são fáceis de recordar. Se possível, basear as histórias em imagens.
- Há 3 componentes envolvidos numa apresentação: a audiência, você e o meio (PowerPoint). O objetivo é criar
uma espécie de harmonia entre os 3.
- Reduza o texto da sua apresentação ao mínimo. Os melhores diapositivos podem nem ter texto. Lembre-se
que os diapositivos são para apoiar ou complementar o discurso do orador e não para tornar o orador supérfluo.
- Não leia o texto dos diapositivos palavra a palavra. A audiência sabe ler.
- Evite usar modelos/templates Microsoft.
- Evite usar ClipArt e WordArt do PowerPoint. O objetivo não é decorar; é comunicar.
- Use e abuse de imagens de alta qualidade, sobretudo fotografias.
- Use animações e transições com moderação e só se se justificar.
- Use vídeo e áudio só se for indispensável. Consomem imensos recursos do PC e podem causar bloqueios.
- Limite as ideias a uma ideia principal por diapositivo.
- Visibilidade, legibilidade e síntese são os três fatores fundamentais de cada slide/diapositivo.
- Afaste-se do púlpito e comunique com a audiência. Se possível, use um comando a distância para fazer avançar
a apresentação.
- Lembre-se da tecla “ponto final” em modo de apresentação (o ecrã fica negro e a atenção da audiência recai
sobre o apresentador).
- Mantenha contacto visual com a audiência e nunca lhe vire as costas.
- Vá com calma.
- Nunca ponha a sala às escuras.
Termino com duas citações que refiro nas minhas formações:
“Tornar o que é simples em complicado é vulgar; tornar o complicado em simples é criatividade” (Charles
Mingus)
“Simplicidade é a suprema sofisticação” (Leonardo da Vinci)



NQA: Que outros recursos didáticos, além dos programas de apresentação, recomenda que os/as
formadores/as utilizem para introduzir diferenciação nas sessões de formação?


LR: Tablets. Há muitos Tablets tipo iPad ou Asus além de outras marcas e modelos que podem ser usados para
mostrar ou demonstrar e que têm imensas aplicações simples e úteis para os ambientes iOS e Android. Muitos
deles podem ser ligados a projetores de data, com as vantagens que todos conhecemos.

Comandos a distância para apresentações em PowerPoint ou Keynote que permitem ao formador controlar
praticamente todas as funções de uma apresentação. Como funciona via rádio, não é necessário apontar o
comando ao computador o que permite uma grande liberdade de posicionamento e movimentação em sala.
Alguns destes comandos têm ponteiro laser. Temos exemplos aqui e aqui.




Há também software que se pode instalar em alguns telemóveis e que permite fazer ainda mais funções. Um
destes software é grátis e pode fazer download a partir deste endereço e outro, não grátis, pode ser encontrado
neste endereço.

Fotografia e vídeo digitais são dois recursos importantíssimos. Atualmente são muito fáceis de fazer ou obter. A
maioria dos telemóveis e máquinas fotográficas mais recentes fazem fotografia e vídeo com qualidade suficiente
para inserir numa apresentação. Na Internet é muito fácil obter imagens explorando o Google (atenção ao
tamanho e qualidade do ficheiro). Também se podem usar ou fazer download de vídeos do YouTube.

Desde que disponha de uma ligação à Internet durante a apresentação pode e deve usar links a vários sites ou a
outros ficheiros para ilustrar aquilo de que está a falar. Não “enche” tanto a apresentação de ficheiros e há
menos hipótese de surgirem problemas. Por exemplo, pode fazer links para vídeos no YouTube em vez de os
inserir na apresentação.

Como já referi a utilização de vídeo e áudio inseridos nas apresentações podem causar bloqueios e crash nos PC
com poucos recursos (memória RAM e velocidade de disco e processadores). Faça vários testes com o seu PC
para se certificar de que tudo corre bem, antes da verdadeira exibição.

Nunca esqueça a famosa Lei de Murphy - "Se alguma coisa puder correr mal, correrá mal".

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Informatica html css
Informatica html cssInformatica html css
Informatica html css
Arlanhot
 
Reinaldo mayer aulainterativavideo
Reinaldo mayer aulainterativavideoReinaldo mayer aulainterativavideo
Reinaldo mayer aulainterativavideo
Reinaldo Afonso Mayer
 
Ideias para programar
Ideias para programarIdeias para programar
Ideias para programar
robinhoct
 
Slides de minicurso ABED: Introdução a Captivate
Slides de minicurso ABED: Introdução a Captivate Slides de minicurso ABED: Introdução a Captivate
Slides de minicurso ABED: Introdução a Captivate
Ronaldo Barbosa
 
DEZ MANDAMENTOS DO POWERPOINT
DEZ MANDAMENTOS DO POWERPOINTDEZ MANDAMENTOS DO POWERPOINT
Prezi vs power point
Prezi vs power pointPrezi vs power point
Prezi vs power point
Luciano Rêgo
 
A importancia do Powerpoint em sala de aula
A importancia do Powerpoint em sala de aulaA importancia do Powerpoint em sala de aula
A importancia do Powerpoint em sala de aula
Prof Sergio Dias Docente do Ensino Medio tecnico e Superior
 
PPT 2
PPT 2PPT 2
Catálogo spartan novembro 2012
Catálogo spartan  novembro 2012Catálogo spartan  novembro 2012
Catálogo spartan novembro 2012
Felipe Lacerda Bicalho
 
Apresentação Prezi
Apresentação PreziApresentação Prezi
Apresentação Prezi
Anabela Protásio
 
Aula TDE dia 26 de Março
Aula TDE dia 26 de MarçoAula TDE dia 26 de Março
Aula TDE dia 26 de Março
nairafabieli
 
Reinaldo mayer aulainterativa_mapaconceitual
Reinaldo mayer aulainterativa_mapaconceitualReinaldo mayer aulainterativa_mapaconceitual
Reinaldo mayer aulainterativa_mapaconceitual
Reinaldo Afonso Mayer
 
Workshop "Produção de Conteúdos Vídeo em Contexto Educativo – EDUCast"
Workshop "Produção de Conteúdos Vídeo em Contexto Educativo – EDUCast"Workshop "Produção de Conteúdos Vídeo em Contexto Educativo – EDUCast"
Workshop "Produção de Conteúdos Vídeo em Contexto Educativo – EDUCast"
Samuel Martins
 
Recursos audiovisuais
Recursos audiovisuaisRecursos audiovisuais
Recursos audiovisuais
Douglas Chanan
 
Unidade 7
Unidade 7Unidade 7
Ebook logica-de-programacao-para-iniciantes
Ebook logica-de-programacao-para-iniciantesEbook logica-de-programacao-para-iniciantes
Ebook logica-de-programacao-para-iniciantes
Marcio Lima
 
Modúlo 6 - Recursos Didáticos e Multimédia
Modúlo 6 - Recursos Didáticos e MultimédiaModúlo 6 - Recursos Didáticos e Multimédia
Modúlo 6 - Recursos Didáticos e Multimédia
Jorge Louro
 
Recursos didáticos e multimédia power point
Recursos didáticos e multimédia power pointRecursos didáticos e multimédia power point
Recursos didáticos e multimédia power point
zorzelouro
 
O Meu Portefólio/Tic no Ensino-Apendizagem
O Meu Portefólio/Tic no Ensino-ApendizagemO Meu Portefólio/Tic no Ensino-Apendizagem
O Meu Portefólio/Tic no Ensino-Apendizagem
Agostinho NSilva
 

Mais procurados (19)

Informatica html css
Informatica html cssInformatica html css
Informatica html css
 
Reinaldo mayer aulainterativavideo
Reinaldo mayer aulainterativavideoReinaldo mayer aulainterativavideo
Reinaldo mayer aulainterativavideo
 
Ideias para programar
Ideias para programarIdeias para programar
Ideias para programar
 
Slides de minicurso ABED: Introdução a Captivate
Slides de minicurso ABED: Introdução a Captivate Slides de minicurso ABED: Introdução a Captivate
Slides de minicurso ABED: Introdução a Captivate
 
DEZ MANDAMENTOS DO POWERPOINT
DEZ MANDAMENTOS DO POWERPOINTDEZ MANDAMENTOS DO POWERPOINT
DEZ MANDAMENTOS DO POWERPOINT
 
Prezi vs power point
Prezi vs power pointPrezi vs power point
Prezi vs power point
 
A importancia do Powerpoint em sala de aula
A importancia do Powerpoint em sala de aulaA importancia do Powerpoint em sala de aula
A importancia do Powerpoint em sala de aula
 
PPT 2
PPT 2PPT 2
PPT 2
 
Catálogo spartan novembro 2012
Catálogo spartan  novembro 2012Catálogo spartan  novembro 2012
Catálogo spartan novembro 2012
 
Apresentação Prezi
Apresentação PreziApresentação Prezi
Apresentação Prezi
 
Aula TDE dia 26 de Março
Aula TDE dia 26 de MarçoAula TDE dia 26 de Março
Aula TDE dia 26 de Março
 
Reinaldo mayer aulainterativa_mapaconceitual
Reinaldo mayer aulainterativa_mapaconceitualReinaldo mayer aulainterativa_mapaconceitual
Reinaldo mayer aulainterativa_mapaconceitual
 
Workshop "Produção de Conteúdos Vídeo em Contexto Educativo – EDUCast"
Workshop "Produção de Conteúdos Vídeo em Contexto Educativo – EDUCast"Workshop "Produção de Conteúdos Vídeo em Contexto Educativo – EDUCast"
Workshop "Produção de Conteúdos Vídeo em Contexto Educativo – EDUCast"
 
Recursos audiovisuais
Recursos audiovisuaisRecursos audiovisuais
Recursos audiovisuais
 
Unidade 7
Unidade 7Unidade 7
Unidade 7
 
Ebook logica-de-programacao-para-iniciantes
Ebook logica-de-programacao-para-iniciantesEbook logica-de-programacao-para-iniciantes
Ebook logica-de-programacao-para-iniciantes
 
Modúlo 6 - Recursos Didáticos e Multimédia
Modúlo 6 - Recursos Didáticos e MultimédiaModúlo 6 - Recursos Didáticos e Multimédia
Modúlo 6 - Recursos Didáticos e Multimédia
 
Recursos didáticos e multimédia power point
Recursos didáticos e multimédia power pointRecursos didáticos e multimédia power point
Recursos didáticos e multimédia power point
 
O Meu Portefólio/Tic no Ensino-Apendizagem
O Meu Portefólio/Tic no Ensino-ApendizagemO Meu Portefólio/Tic no Ensino-Apendizagem
O Meu Portefólio/Tic no Ensino-Apendizagem
 

Semelhante a Entrevista

5 Powerpoint Dicas
5 Powerpoint Dicas5 Powerpoint Dicas
5 Powerpoint Dicas
Alexsander Canaparro
 
Atividade dirigida 7
Atividade dirigida 7Atividade dirigida 7
Atividade dirigida 7
joaobatistajoaobatista
 
Atividade dirigida 7
Atividade dirigida 7Atividade dirigida 7
Atividade dirigida 7
joaobatistajoaobatista
 
Apostila apresentações em_powerpoint
Apostila apresentações em_powerpointApostila apresentações em_powerpoint
Apostila apresentações em_powerpoint
Romulo Mauricio
 
Cuidados a ter numa apresentação - Cecoa.pptx
Cuidados a ter numa apresentação - Cecoa.pptxCuidados a ter numa apresentação - Cecoa.pptx
Cuidados a ter numa apresentação - Cecoa.pptx
rapc987
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
ALEXANDRA RECH
 
O Uso da Tecnologia em Sala de Aula
O Uso da Tecnologia em Sala de AulaO Uso da Tecnologia em Sala de Aula
O Uso da Tecnologia em Sala de Aula
Anderson Vieira Veloso Nunes
 
Proinfo unidade 6
Proinfo unidade 6Proinfo unidade 6
Proinfo unidade 6
Leonardo Lourenço
 
Unidade 7 slides digital na escola
Unidade 7 slides digital na escolaUnidade 7 slides digital na escola
Unidade 7 slides digital na escola
Luana Maria Ferreira Fernandes
 
Unidade 7 Slides digital na escola
Unidade 7 Slides digital na escolaUnidade 7 Slides digital na escola
Unidade 7 Slides digital na escola
Luana Maria Ferreira Fernandes
 
O Docente em Sala de Aula - TIC
O Docente em Sala de Aula - TICO Docente em Sala de Aula - TIC
O Docente em Sala de Aula - TIC
Douglas Chanan
 
Unidade iv proinfo2013 sandra
Unidade iv proinfo2013 sandraUnidade iv proinfo2013 sandra
Unidade iv proinfo2013 sandra
deolim1971
 
Unidade iv proinfo2013 sandra
Unidade iv proinfo2013 sandraUnidade iv proinfo2013 sandra
Unidade iv proinfo2013 sandra
gisorbo
 
Meetup: Cultura de UX – Ladies That UX Florianópolis
Meetup: Cultura de UX – Ladies That UX FlorianópolisMeetup: Cultura de UX – Ladies That UX Florianópolis
Meetup: Cultura de UX – Ladies That UX Florianópolis
Ladies That UX Florianópolis
 
Caderno de Orientação a Objetos - Secretaria de Educação
Caderno de Orientação a Objetos - Secretaria de EducaçãoCaderno de Orientação a Objetos - Secretaria de Educação
Caderno de Orientação a Objetos - Secretaria de Educação
geysasz
 
Slides e planilha eletrônica
Slides e planilha eletrônicaSlides e planilha eletrônica
Slides e planilha eletrônica
Leonice Mezomo
 
Unidade iv proinfo2013 sandra
Unidade iv proinfo2013 sandraUnidade iv proinfo2013 sandra
Unidade iv proinfo2013 sandra
Sandra Guarnier
 
Na Era Do Powerpoint
Na Era Do PowerpointNa Era Do Powerpoint
Na Era Do Powerpoint
Nuno Levy
 
Aproveitando as ferramentas do Tableau para criatividade e produtividade
Aproveitando as ferramentas do Tableau para criatividade e produtividadeAproveitando as ferramentas do Tableau para criatividade e produtividade
Aproveitando as ferramentas do Tableau para criatividade e produtividade
Ligia Galvão
 
Ebook como planejar cursos online
Ebook como planejar cursos onlineEbook como planejar cursos online
Ebook como planejar cursos online
Cursos Que Funcionam
 

Semelhante a Entrevista (20)

5 Powerpoint Dicas
5 Powerpoint Dicas5 Powerpoint Dicas
5 Powerpoint Dicas
 
Atividade dirigida 7
Atividade dirigida 7Atividade dirigida 7
Atividade dirigida 7
 
Atividade dirigida 7
Atividade dirigida 7Atividade dirigida 7
Atividade dirigida 7
 
Apostila apresentações em_powerpoint
Apostila apresentações em_powerpointApostila apresentações em_powerpoint
Apostila apresentações em_powerpoint
 
Cuidados a ter numa apresentação - Cecoa.pptx
Cuidados a ter numa apresentação - Cecoa.pptxCuidados a ter numa apresentação - Cecoa.pptx
Cuidados a ter numa apresentação - Cecoa.pptx
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
O Uso da Tecnologia em Sala de Aula
O Uso da Tecnologia em Sala de AulaO Uso da Tecnologia em Sala de Aula
O Uso da Tecnologia em Sala de Aula
 
Proinfo unidade 6
Proinfo unidade 6Proinfo unidade 6
Proinfo unidade 6
 
Unidade 7 slides digital na escola
Unidade 7 slides digital na escolaUnidade 7 slides digital na escola
Unidade 7 slides digital na escola
 
Unidade 7 Slides digital na escola
Unidade 7 Slides digital na escolaUnidade 7 Slides digital na escola
Unidade 7 Slides digital na escola
 
O Docente em Sala de Aula - TIC
O Docente em Sala de Aula - TICO Docente em Sala de Aula - TIC
O Docente em Sala de Aula - TIC
 
Unidade iv proinfo2013 sandra
Unidade iv proinfo2013 sandraUnidade iv proinfo2013 sandra
Unidade iv proinfo2013 sandra
 
Unidade iv proinfo2013 sandra
Unidade iv proinfo2013 sandraUnidade iv proinfo2013 sandra
Unidade iv proinfo2013 sandra
 
Meetup: Cultura de UX – Ladies That UX Florianópolis
Meetup: Cultura de UX – Ladies That UX FlorianópolisMeetup: Cultura de UX – Ladies That UX Florianópolis
Meetup: Cultura de UX – Ladies That UX Florianópolis
 
Caderno de Orientação a Objetos - Secretaria de Educação
Caderno de Orientação a Objetos - Secretaria de EducaçãoCaderno de Orientação a Objetos - Secretaria de Educação
Caderno de Orientação a Objetos - Secretaria de Educação
 
Slides e planilha eletrônica
Slides e planilha eletrônicaSlides e planilha eletrônica
Slides e planilha eletrônica
 
Unidade iv proinfo2013 sandra
Unidade iv proinfo2013 sandraUnidade iv proinfo2013 sandra
Unidade iv proinfo2013 sandra
 
Na Era Do Powerpoint
Na Era Do PowerpointNa Era Do Powerpoint
Na Era Do Powerpoint
 
Aproveitando as ferramentas do Tableau para criatividade e produtividade
Aproveitando as ferramentas do Tableau para criatividade e produtividadeAproveitando as ferramentas do Tableau para criatividade e produtividade
Aproveitando as ferramentas do Tableau para criatividade e produtividade
 
Ebook como planejar cursos online
Ebook como planejar cursos onlineEbook como planejar cursos online
Ebook como planejar cursos online
 

Mais de Luis Relvas

Cão guia
Cão guiaCão guia
Cão guia
Luis Relvas
 
Dicas sobre apresentacoes
Dicas sobre apresentacoesDicas sobre apresentacoes
Dicas sobre apresentacoes
Luis Relvas
 
A revolução digital
A revolução digitalA revolução digital
A revolução digital
Luis Relvas
 
Lisboa
LisboaLisboa
Lisboa
Luis Relvas
 
2011 photos
2011 photos2011 photos
2011 photos
Luis Relvas
 
Mediateca Xabregas Eng
Mediateca Xabregas EngMediateca Xabregas Eng
Mediateca Xabregas Eng
Luis Relvas
 

Mais de Luis Relvas (6)

Cão guia
Cão guiaCão guia
Cão guia
 
Dicas sobre apresentacoes
Dicas sobre apresentacoesDicas sobre apresentacoes
Dicas sobre apresentacoes
 
A revolução digital
A revolução digitalA revolução digital
A revolução digital
 
Lisboa
LisboaLisboa
Lisboa
 
2011 photos
2011 photos2011 photos
2011 photos
 
Mediateca Xabregas Eng
Mediateca Xabregas EngMediateca Xabregas Eng
Mediateca Xabregas Eng
 

Último

Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
Suzy De Abreu Santana
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AntonioVieira539017
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 

Último (20)

Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 

Entrevista

  • 1. Recursos Didáticos Melhoram a Criatividade da Formação Sugestões práticas para a utilização adequada e eficaz de recursos didáticos são o tema principal da entrevista a Luís Relvas, especialista e formador de recursos didáticos, um dos nossos parceiros desde há 15 anos, e autor do mais importante blogue em língua portuguesa sobre recursos didáticos na formação profissional e do referencial Utilização do PowerPoint para Desenvolvimento de Produtos Interativos para Formação. Conversa longa e aprofundada mas repleta de informação útil, tal como as sessões do Luís. Nuno Queiroz de Andrade (NQA): Durante as três décadas em que tem sido formador, o que é que tem melhorado na qualidade da formação que se faz no nosso país? Luís Relvas (LR): Sou da geração do quadro de ardósia. Como técnico que toda a vida trabalhou com meios audiovisuais (fotografia, cinema e vídeo) fui testemunha da evolução tecnológica e do progresso que felizmente “invadiu” o mundo da formação e contribuiu para o aumento da sua qualidade. Pela minha experiência verifico que os jovens formandos estão completamente integrados com estas tecnologias e equipamentos, descobrem novas utilizações e constroem novas aplicações que vão facilitando e estimulando a criatividade no mundo da formação. Na minha perspetiva, este aspeto é muito motivador e desafiante. Atualmente, quando se entra numa sala de formação e não se vê no teto ou numa mesa um projetor de data parece que ficamos “desarmados”. Formadores e formandos usam os seus PC,o seu PowerPoint e as suas apresentações para transmitir quase todo o tipo de conhecimento. Começa a ser um exagero. Os meios mais clássicos: quadros, retroprojetor, etc. Quase que desapareceram das salas.
  • 2. A fotografia e o vídeo digitais ocuparam, com grandes vantagens, o espaço dos meios clássicos. São simultaneamente meios que permitem transmitir toda a criatividade e imaginação de quem os utiliza e contribuem em grande escala para a melhoria da qualidade do trabalho do formador. O aumento do número de formadores certificados permitiu separar o “trigo do joio” e constituir um lote de profissionais altamente qualificados que ao transmitirem os seus conhecimentos e experiência permitem um diálogo construtivo e enriquecedor entre formando e formador e com o qual todos ficam a lucrar. Infelizmente, por vezes, a quantidade tem prejudicado a qualidade. Teremos todos, formadores e formandos, de lutar pela manutenção da qualidade e pela competência dos intervenientes de modo a que a evolução continue numa época em que o país bem necessita. NQA: Os programas de apresentação, como o PowerPoint, são o recurso didático mais utilizado pela maioria dos/as formadores/as. A que se deve tal utilização massiva? LR: Deve-se, acima de tudo, à percentagem de computadores cujo sistema operativo é o Windows da Microsoft. Analisando o gráfico, verificamos que somando os diferentes Windows obtemos praticamente 75% do mercado de PC. O mercado de Mac OS está cerca dos 9% e Linux nos 1,66%. Além deste fator, muitos desses PC trazem também instalado o Microsoft Office. Como o PowerPoint faz parte do Office fica quase tudo explicado. A “pirataria” através da Internet permite facilmente obter o Office, o que o torna ainda mais popular. Todos nós recebemos diariamente apresentações feitas em PowerPoint como anexos de muitos mail que recebemos o que nos estimula a também construir e divulgar apresentações elaboradas com o mesmo programa. É fácil encontrar à venda ou fazer download grátis de manuais de todas as versões de PowerPoint. Muitos utilizadores desconhecem que também há versões de Office para MacOS. Visualmente o layout é
  • 3. diferente do do Windows mas o software faz exatamente o mesmo. As apresentações construídas em PowerPoint nos diferentes sistemas operativos, salvo pequenos detalhes, são compatíveis o que permite fácil intercâmbio entre os dois sistemas operativos. Em sessões de formação, quando tenho de explicar este software, é evidente que utilizo exclusivamente o PowerPoint no sistema Windows. É o que todos os formandos usam nos seus PC. Quando trabalho outros temas como fotografia, recursos didáticos, etc. uso o Keynote da Apple. Pessoalmente, como utilizador do MacOS, costumo construir as minhas apresentações neste software que faz parte de um conjunto de programas que formam o conjunto iWork que é semelhante ao Office. Outro software de apresentações que começa a ser muito utilizado é o PREZI. Tem uma estrutura de construção e funcionamento completamente diferente do PowerPoint mas muito interessante. Com Prezi é muito fácil dar largas à imaginação e criatividade. Link para tutorial em português do Prezi: http://prezi.com/yb0bryu1olrj/prezi-tutorial-em-portugues-baseado-no-prezi-de-adam-somlai-fischer/ NQA: Quais as três principais recomendações para a construção de uma apresentação útil e de qualidade? LR: Muito sinceramente: Simplicidade, simplicidade e simplicidade. Parece exagero mas é a pura da verdade. Aqui estão algumas dicas que considero importantes: Antes de ligar o computador e “abrir” o PowerPoint sente-se e pense: • Porquê/para quê - Qual o objetivo da sua exposição/apresentação? • O quê - Quais as ideias importantes do seu assunto para a audiência reter? • Como? Que estrutura vou usar, como vou dispor os elementos, etc. - Ao planear, faça-o em modo analógico, ou seja, em vez de mergulhar logo no software faça um esboço das suas ideias e objetivos com lápis e papel onde pode desenhar um organigrama para estruturar e organizar tudo. Se puder use um quadro de escrita grande. Pode usar a tecnologia digital quando constrói e exibe a sua apresentação. - O ato de falar e comunicar com a sua audiência para persuadir, vender ou informar é bastante analógico. - As boas apresentações incluem histórias. Os bons apresentadores ilustram as suas ideias com o uso de histórias. - A maneira mais simples de explicar ideias complicadas é através de exemplos ou partilhando histórias que ilustrem o assunto. As histórias são fáceis de recordar. Se possível, basear as histórias em imagens. - Há 3 componentes envolvidos numa apresentação: a audiência, você e o meio (PowerPoint). O objetivo é criar uma espécie de harmonia entre os 3. - Reduza o texto da sua apresentação ao mínimo. Os melhores diapositivos podem nem ter texto. Lembre-se que os diapositivos são para apoiar ou complementar o discurso do orador e não para tornar o orador supérfluo. - Não leia o texto dos diapositivos palavra a palavra. A audiência sabe ler. - Evite usar modelos/templates Microsoft. - Evite usar ClipArt e WordArt do PowerPoint. O objetivo não é decorar; é comunicar. - Use e abuse de imagens de alta qualidade, sobretudo fotografias. - Use animações e transições com moderação e só se se justificar. - Use vídeo e áudio só se for indispensável. Consomem imensos recursos do PC e podem causar bloqueios. - Limite as ideias a uma ideia principal por diapositivo. - Visibilidade, legibilidade e síntese são os três fatores fundamentais de cada slide/diapositivo. - Afaste-se do púlpito e comunique com a audiência. Se possível, use um comando a distância para fazer avançar a apresentação. - Lembre-se da tecla “ponto final” em modo de apresentação (o ecrã fica negro e a atenção da audiência recai sobre o apresentador). - Mantenha contacto visual com a audiência e nunca lhe vire as costas. - Vá com calma. - Nunca ponha a sala às escuras.
  • 4. Termino com duas citações que refiro nas minhas formações: “Tornar o que é simples em complicado é vulgar; tornar o complicado em simples é criatividade” (Charles Mingus) “Simplicidade é a suprema sofisticação” (Leonardo da Vinci) NQA: Que outros recursos didáticos, além dos programas de apresentação, recomenda que os/as formadores/as utilizem para introduzir diferenciação nas sessões de formação? LR: Tablets. Há muitos Tablets tipo iPad ou Asus além de outras marcas e modelos que podem ser usados para mostrar ou demonstrar e que têm imensas aplicações simples e úteis para os ambientes iOS e Android. Muitos deles podem ser ligados a projetores de data, com as vantagens que todos conhecemos. Comandos a distância para apresentações em PowerPoint ou Keynote que permitem ao formador controlar praticamente todas as funções de uma apresentação. Como funciona via rádio, não é necessário apontar o comando ao computador o que permite uma grande liberdade de posicionamento e movimentação em sala. Alguns destes comandos têm ponteiro laser. Temos exemplos aqui e aqui. Há também software que se pode instalar em alguns telemóveis e que permite fazer ainda mais funções. Um destes software é grátis e pode fazer download a partir deste endereço e outro, não grátis, pode ser encontrado neste endereço. Fotografia e vídeo digitais são dois recursos importantíssimos. Atualmente são muito fáceis de fazer ou obter. A maioria dos telemóveis e máquinas fotográficas mais recentes fazem fotografia e vídeo com qualidade suficiente para inserir numa apresentação. Na Internet é muito fácil obter imagens explorando o Google (atenção ao tamanho e qualidade do ficheiro). Também se podem usar ou fazer download de vídeos do YouTube. Desde que disponha de uma ligação à Internet durante a apresentação pode e deve usar links a vários sites ou a outros ficheiros para ilustrar aquilo de que está a falar. Não “enche” tanto a apresentação de ficheiros e há menos hipótese de surgirem problemas. Por exemplo, pode fazer links para vídeos no YouTube em vez de os inserir na apresentação. Como já referi a utilização de vídeo e áudio inseridos nas apresentações podem causar bloqueios e crash nos PC com poucos recursos (memória RAM e velocidade de disco e processadores). Faça vários testes com o seu PC para se certificar de que tudo corre bem, antes da verdadeira exibição. Nunca esqueça a famosa Lei de Murphy - "Se alguma coisa puder correr mal, correrá mal".