SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 41
(Capacity Fee)   Apresentação Final  ao Comitê Executivo - COEX - MAE   19 de novembro de 1999 ENCARGO DE CAPACIDADE
AGENDA ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
INTRODUÇÃO   ,[object Object],[object Object],[object Object]
INTRODUÇÃO ...   O QUE É O ENCARGO DE  CAPACIDADE  ? ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
INTRODUÇÃO ... O ASSUNTO É CONTROVERSO,  MESMO A NÍVEL INTERNACIONAL ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
INTRODUÇÃO ... POR QUE DISPOR DE ENCARGO DE CAPACIDADE PARA O SISTEMA BRASILEIRO ? ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
INTRODUÇÃO... POR QUE DISPOR DE ENCARGO DE CAPACIDADE  PARA O SISTEMA BRASILEIRO ? ,[object Object],[object Object],[object Object]
INTRODUÇÃO... POR QUE ACELERAR A IMPLEMENTAÇÃO DO EC [BEM COMO DO CONJUNTO]  DAS REGRAS DE MERCADO? ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
INTRODUÇÃO …   MERCADO ATACADISTA DE ENERGIA - MAE   ATRASOS NO PROGRAMA (*) Incluindo medição definitiva Plano Inicial Endossado pelo COEX Revisão do Orçamento do MAE (Fevereiro 99) Absorção do GCOI pelo MAE Regras Provisórias (Revogação da MP1819) Atrasos adicionais para acordo sobre as  Regras Definitivas de Mercado Estimativas mais recentes (Abril 99) (Julho 99) (Setembro 99) (Janeiro 99) 1998 1999 2000 ASMAE Regras do Mercado Contabilidade + Sistemas de Liquidação Medição Provisória 2001 2002 Fim da Resolução 222 Fase I Fase I Fase I.0 + Fase I.1 Fase II Fase II Fase II Fim da Resolução 222 Fim da Resolução 222 (*) Por osasião da
Evolução das Regras de Mercado Valor  Agregado INTRODUÇÃO… ADEMAIS, O ASSUNTO JÁ ESTÁ TECNICAMENTE  ESGOTADO, COMO A MAIORIA DAS REGRAS DO MAE 1996  1997  1998  1999  2000  100 % 75 % 50 % 25 % Início Trabalho  Reestruturação  Set. 96 Relatório  MME Consolidado  Jul. 97 Acordo  de Mercado  Ago. 98 Regras Formato Algébrico - MME  Nov. 98  25 % 60 % 90 % 95 % 98 % 99 % Regras Revisadas  Formato Algébrico ASMAE Nov. 99
PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DO ASSUNTO EC...      OBJETIVOS DO TRABALHO ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DO EC...     MARCOS RELEVANTES ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Evolução dos Trabalhos  Encargo de Capacidade (MAE 1999) Reuniões da Força Tarefa Discussões no Comitê Técnico PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DO EC...   MARCOS RELEVANTES Maio  Junho  Julho  Agosto  Setembro  Outubro  Novembro  Dezembro Março 99 COEX corrobora EC e solicita Aprofundamento Quantitativo Relatório Preliminar  COEX demonstra Preocupação com Volatilidade e Duplo  Pagamento COEX Apresentação do Relatório Final e Recomendações Consolidadas Contra tação de Consultores e Criação da Força Tarefa
FORÇA TAREFA - ENCARGO DE CAPACIDADE
CONCEITOS BÁSICOS E RECOMENDAÇÕES... ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
CONCEITOS -- EXPERIÊNCIA INTERNACIONAL ...  O  OBJETIVO  DE LOGRAR UM NÍVEL ADEQUADO DE RESERVA PODE SER OBTIDO  DE  MÚLTIPLAS  FORMAS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
CONCEITOS -- METODOLOGIA DE CÁLCULO DO ENCARGO DE CAPACIDADE...   OPÇÃO PELA METODOLOGIA LOLP x VLL ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
CONCEITOS - METODOLOGIA DE CÁLCULO DO ENCARGO DE CAPACIDADE ...   SIMULAÇÕES  E MODELOS ESTATÍSTICOS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
CONCEITOS - METODOLOGIA DE CÁLCULO DO ENCARGO DE CAPACIDADE...   PREMISSAS QUANTO  AO CUSTO DE INTERRRUPÇÃO ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],CONCEITOS - METODOLOGIA DE CÁLCULO DO ENCARGO DE CAPACIDADE... CÁLCULO DO EC LEVA EM CONTA UMA SÉRIE DE REFINAMENTOS METODOLÓGICOS, COMO POR EXEMPLO, PERDA DE POTÊNCIA POR DEPLECIONAMENTO
Encargo de Capacidade - Conceito Básico (*) Esta probabilidade é média - Na operação real, a LOLP aumenta nas horas de ponta e é praticamente nula fora destes períodos. CONCEITOS - METODOLOGIA DE CÁLCULO DO ENCARGO DE CAPACIDADE…   CONCEITO ILUSTRATIVO Custo de Interrupção = VLL US$ 1.540 /MWh (Disposição em pagar  dos consumidores) Duração Esperada  das Interrupções  = 2 h / mês  = 24 h/ano LOLP = Probabilidade de  ocorrer a Interrupção 24 h = 0,27 %  8760 hs Disposição de Pagamento a Geradores de Reserva US$ 1540 x 24 h = US$ 37.000 / MW.ano A Carga estará disposta  a pagar por Mwh consumido (se FC = 0,65) US$ 37.000 = US$ 6,5 MWh 8.760 x 0,65 (*) Enfoque do Gerador Enfoque  da Carga
QUEM PAGA E QUEM RECEBE O ENCARGO DE CAPACIDADE - E  COMO ?   ,[object Object],[object Object],[object Object]
QUEM PAGA E QUEM RECEBE O ENCARGO DE CAPACIDADE - E  COMO  ? ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Recebimento do Encargo de Capacidade via MAE (Visão da Geração) (*) (*) Em todas as situações, assume um pagamento de EC nos Contratos Bilaterais. Situação 5 QUEM PAGA E QUEM RECEBE…   EXEMPLOS ILUSTRATIVOS Contrato Recebe Recebe Contrato Recebe Situação 1 Situação 2 Situação 3 Nem  paga  nem  recebe Paga Paga Situação 4 Situação 6 Potência Disponibi-lidade Potência  e Disponi- bilidade Contrato = ø Disponibili- dade Potência Potência Disponi- bilidade e Contrato Potência Contrato Disponi- bilidade Potência Contrato Disponibilidade
Pagamento do Encargo de Capacidade via MAE (Visão da Carga) Contrato e Consumo Nem  paga  nem  recebe Recebe Situação 1 Situação 2 Situação 3 QUEM PAGA E QUEM RECEBE…   EXEMPLOS ILUSTRATIVOS Contrato Consumo Consumo Contrato Paga
Pagamento pela potência de pico  (embutida nos Contratos Bilaterais - exclui reserva) Curva de Carga I Curva de carga II QUEM PAGA E QUEM RECEBE…   EXEMPLOS ILUSTRATIVOS A Potência = 100 MW Preço Energia = $ 40,0 MWh Energia Diária = 100 X 24 = 2400 MWh 100 MWh Potência = 150 MW B Preço Energia  = $ 40,0 / MWh Custo Potencia Adicional (*) =  $  1,7 / MWh Preço contrato  =  $ 41,7/ MWh  (*)  ($ 200 x 50.000 x 0,15) / (365 x2400) ÁREA A = ÁREA B
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],QUEM PAGA E QUEM RECEBE ...     EXEMPLOS NUMÉRICOS
QUEM PAGA E QUEM RECEBE ...  EXEMPLOS NUMÉRICOS (CONT.) ,[object Object],[object Object],[object Object]
QUEM  PAGA E QUEM RECEBE ...  EXEMPLOS  NUMÉRICOS (CONT.) ,[object Object],[object Object],[object Object]
QUEM PAGA E QUEM RECEBE ...    EXEMPLOS NUMÉRICOS (CONT.) ,[object Object]
QUEM PAGA E QUEM RECEBE ...   COMPARAÇÃO ENTRE PROPOSIÇÃO    ANTERIOR E ATUAL ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
QUEM PAGA E QUEM RECEBE ...   COMPARAÇÃO  ENTRE PROPOSIÇÃO    ANTERIOR E ATUAL ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
VALORES DE EC SIMULADOS  PARA OS PRÓXIMOS ANOS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],VALORES DE EC SIMULADOS PARA OS PRÓXIMOS ANOS ... AS ANÁLISES INDICAM VALORES DE LOLP  ELEVADOS PARA OS PRIMEIROS ANOS DE  PLANEJAMENTO - CAINDO A PARTIR DE 2002 ...
VALORES DE EC SIMULADOS PARA OS PRÓXIMOS ANOS ... ...  O QUE REFLETE A CRITICIDADE DO SISTEMA -  E POR CONSEGUINTE SUA SENSIBILIDADE  A ATRASOS NO PLANO DE OBRAS
VALORES DE EC SIMULADOS PARA OS PRÓXIMOS ANOS ... ESTA VOLATILIDADE DA LOLP REQUER  UM TRATAMENTO DE SUAVIZAÇÃO, VIA RAMPA
VALORES DE EC SIMULADOS PARA OS PRÓXIMOS ANOS ... RESULTANDO EM ENCARGOS MENOS VOLÁTEIS, MAIS QUE AINDA TRANSMITEM UM SINAL  ECONÔMICO PARA EXPANSÃO NA REGIÃO S/SE...   ,[object Object]
VALORES DE EC SIMULADOS PARA OS PRÓXIMOS ANOS ... ...  BEM COMO NA REGIÃO NORTE-NORDESTE, ONDE O ENCARGO PROJETADO É DE MENOR EXPRESSÃO ,[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],QUESTÕES REGULATÓRIAS PENDENTES
  QUESTÕES REGULATÓRIAS PENDENTES ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
PRÓXIMOS PASSOS NA IMPLEMENTAÇÃO  DO ENCARGO DE CAPACIDADE ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Encargo De Capacidade

17.ago safira 11.50_213_cesp
17.ago safira 11.50_213_cesp17.ago safira 11.50_213_cesp
17.ago safira 11.50_213_cesp
itgfiles
 
17.ago ruby 14.00_painel m&v_unifei
17.ago ruby 14.00_painel m&v_unifei17.ago ruby 14.00_painel m&v_unifei
17.ago ruby 14.00_painel m&v_unifei
itgfiles
 
Dinis Rodrigues - ADENE
Dinis Rodrigues - ADENEDinis Rodrigues - ADENE
Dinis Rodrigues - ADENE
Construção Sustentável
 

Semelhante a Encargo De Capacidade (20)

Abinee June00
Abinee June00Abinee June00
Abinee June00
 
TD - 2003 - Estrutura e Custo de Capital na Revisão Tarifária
TD - 2003 - Estrutura e Custo de Capital na Revisão TarifáriaTD - 2003 - Estrutura e Custo de Capital na Revisão Tarifária
TD - 2003 - Estrutura e Custo de Capital na Revisão Tarifária
 
Aprimoramentos regulatórios e planejamento governamental para o setor elétrico
Aprimoramentos regulatórios e planejamento governamental para o setor elétricoAprimoramentos regulatórios e planejamento governamental para o setor elétrico
Aprimoramentos regulatórios e planejamento governamental para o setor elétrico
 
Operacao_comercializacao_energia (1).pptx
Operacao_comercializacao_energia (1).pptxOperacao_comercializacao_energia (1).pptx
Operacao_comercializacao_energia (1).pptx
 
Iir Mai 00
Iir Mai 00Iir Mai 00
Iir Mai 00
 
17.ago safira 11.50_213_cesp
17.ago safira 11.50_213_cesp17.ago safira 11.50_213_cesp
17.ago safira 11.50_213_cesp
 
Gestão de riscos na administração do mercado brasileiro
Gestão de riscos na administração do mercado brasileiroGestão de riscos na administração do mercado brasileiro
Gestão de riscos na administração do mercado brasileiro
 
Celpe
CelpeCelpe
Celpe
 
Floripa 26 06
Floripa 26 06Floripa 26 06
Floripa 26 06
 
17.ago ruby 14.00_painel m&v_unifei
17.ago ruby 14.00_painel m&v_unifei17.ago ruby 14.00_painel m&v_unifei
17.ago ruby 14.00_painel m&v_unifei
 
Evento InfoPLD - Outubro de 2013 - Tema extra
Evento InfoPLD - Outubro de 2013 - Tema extraEvento InfoPLD - Outubro de 2013 - Tema extra
Evento InfoPLD - Outubro de 2013 - Tema extra
 
Agenda CCEE 2015
Agenda CCEE 2015Agenda CCEE 2015
Agenda CCEE 2015
 
Dinis Rodrigues - ADENE
Dinis Rodrigues - ADENEDinis Rodrigues - ADENE
Dinis Rodrigues - ADENE
 
Energy Performance Contracts in Portuguese Public Administration
Energy Performance Contracts in Portuguese Public AdministrationEnergy Performance Contracts in Portuguese Public Administration
Energy Performance Contracts in Portuguese Public Administration
 
Perspectivas para liberalização do mercado livre - 3º Encontro Nacional de Co...
Perspectivas para liberalização do mercado livre - 3º Encontro Nacional de Co...Perspectivas para liberalização do mercado livre - 3º Encontro Nacional de Co...
Perspectivas para liberalização do mercado livre - 3º Encontro Nacional de Co...
 
plano energético.pptx
plano energético.pptxplano energético.pptx
plano energético.pptx
 
Aperfeiçoamento dos mercados livre e regulado
Aperfeiçoamento dos mercados livre e reguladoAperfeiçoamento dos mercados livre e regulado
Aperfeiçoamento dos mercados livre e regulado
 
TD - 2009 - Avaliação da Metodologia para Determinação do Custo de Capital na...
TD - 2009 - Avaliação da Metodologia para Determinação do Custo de Capital na...TD - 2009 - Avaliação da Metodologia para Determinação do Custo de Capital na...
TD - 2009 - Avaliação da Metodologia para Determinação do Custo de Capital na...
 
Rio Info 2010 - Fórum de Negócios - Mercado de Petróleo - Mesa Nacional
Rio Info 2010 - Fórum de Negócios - Mercado de Petróleo - Mesa NacionalRio Info 2010 - Fórum de Negócios - Mercado de Petróleo - Mesa Nacional
Rio Info 2010 - Fórum de Negócios - Mercado de Petróleo - Mesa Nacional
 
ComercializaçAo
ComercializaçAoComercializaçAo
ComercializaçAo
 

Mais de lmaurer

Vantagens Das Pc Hs
Vantagens Das Pc HsVantagens Das Pc Hs
Vantagens Das Pc Hs
lmaurer
 
Criterio Para Comparar Alternativas De Expansao
Criterio Para Comparar Alternativas De ExpansaoCriterio Para Comparar Alternativas De Expansao
Criterio Para Comparar Alternativas De Expansao
lmaurer
 
Concorrencia Gas Natural e Setor Eletrico
Concorrencia Gas Natural e Setor EletricoConcorrencia Gas Natural e Setor Eletrico
Concorrencia Gas Natural e Setor Eletrico
lmaurer
 
Possivel Desmonopolizar O Setor Eletrico
Possivel Desmonopolizar O Setor EletricoPossivel Desmonopolizar O Setor Eletrico
Possivel Desmonopolizar O Setor Eletrico
lmaurer
 
Uniao Contra Black Out
Uniao Contra Black OutUniao Contra Black Out
Uniao Contra Black Out
lmaurer
 
Informe 2 Crise California
Informe 2   Crise CaliforniaInforme 2   Crise California
Informe 2 Crise California
lmaurer
 

Mais de lmaurer (20)

Minerva 3 Nov 09
Minerva 3 Nov 09Minerva 3 Nov 09
Minerva 3 Nov 09
 
South African Electricity Sector
South African Electricity SectorSouth African Electricity Sector
South African Electricity Sector
 
Vantagens Das Pc Hs
Vantagens Das Pc HsVantagens Das Pc Hs
Vantagens Das Pc Hs
 
Criterio Para Comparar Alternativas De Expansao
Criterio Para Comparar Alternativas De ExpansaoCriterio Para Comparar Alternativas De Expansao
Criterio Para Comparar Alternativas De Expansao
 
Concorrencia Gas Natural e Setor Eletrico
Concorrencia Gas Natural e Setor EletricoConcorrencia Gas Natural e Setor Eletrico
Concorrencia Gas Natural e Setor Eletrico
 
Possivel Desmonopolizar O Setor Eletrico
Possivel Desmonopolizar O Setor EletricoPossivel Desmonopolizar O Setor Eletrico
Possivel Desmonopolizar O Setor Eletrico
 
Uniao Contra Black Out
Uniao Contra Black OutUniao Contra Black Out
Uniao Contra Black Out
 
Informe 2 Crise California
Informe 2   Crise CaliforniaInforme 2   Crise California
Informe 2 Crise California
 
Performance Based Incentives Electrification In Ethiopia
Performance Based Incentives   Electrification In EthiopiaPerformance Based Incentives   Electrification In Ethiopia
Performance Based Incentives Electrification In Ethiopia
 
English Aneel Tarifas Seminario V2
English Aneel Tarifas Seminario V2English Aneel Tarifas Seminario V2
English Aneel Tarifas Seminario V2
 
Amcham Power Crisis2
Amcham Power Crisis2Amcham Power Crisis2
Amcham Power Crisis2
 
Freio Na Concorrencia Do Setor Eletrico
Freio Na Concorrencia Do Setor EletricoFreio Na Concorrencia Do Setor Eletrico
Freio Na Concorrencia Do Setor Eletrico
 
Plano 2005 Taxa De Desconto
Plano 2005   Taxa De DescontoPlano 2005   Taxa De Desconto
Plano 2005 Taxa De Desconto
 
Minding The Gap World Banks Assistance To Power Shortage Mitigation In The...
Minding The Gap    World Banks Assistance To Power Shortage Mitigation In The...Minding The Gap    World Banks Assistance To Power Shortage Mitigation In The...
Minding The Gap World Banks Assistance To Power Shortage Mitigation In The...
 
Implementing Power Rationing Esmap 305 05
Implementing Power Rationing   Esmap 305 05Implementing Power Rationing   Esmap 305 05
Implementing Power Rationing Esmap 305 05
 
Closing Supply Demand Gap
Closing Supply Demand GapClosing Supply Demand Gap
Closing Supply Demand Gap
 
Regulatory Meeting - Rome 2003
Regulatory Meeting  - Rome 2003Regulatory Meeting  - Rome 2003
Regulatory Meeting - Rome 2003
 
Sugestoes Lm Plano B 26 Julho 2001
Sugestoes Lm Plano B 26 Julho 2001Sugestoes Lm Plano B 26 Julho 2001
Sugestoes Lm Plano B 26 Julho 2001
 
Brazil and Argentina - Ontario (Ca) S
Brazil and Argentina - Ontario (Ca) SBrazil and Argentina - Ontario (Ca) S
Brazil and Argentina - Ontario (Ca) S
 
Applications Of Dynamic Pricing (5.05.05)
Applications Of Dynamic Pricing (5.05.05)Applications Of Dynamic Pricing (5.05.05)
Applications Of Dynamic Pricing (5.05.05)
 

Último

Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Dirceu Resende
 

Último (7)

Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
 
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfFrom_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
 
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
 
Apostila e caderno de exercicios de WORD
Apostila e caderno de exercicios de  WORDApostila e caderno de exercicios de  WORD
Apostila e caderno de exercicios de WORD
 
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
 
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
 

Encargo De Capacidade

  • 1. (Capacity Fee) Apresentação Final ao Comitê Executivo - COEX - MAE 19 de novembro de 1999 ENCARGO DE CAPACIDADE
  • 2.
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 9. INTRODUÇÃO … MERCADO ATACADISTA DE ENERGIA - MAE ATRASOS NO PROGRAMA (*) Incluindo medição definitiva Plano Inicial Endossado pelo COEX Revisão do Orçamento do MAE (Fevereiro 99) Absorção do GCOI pelo MAE Regras Provisórias (Revogação da MP1819) Atrasos adicionais para acordo sobre as Regras Definitivas de Mercado Estimativas mais recentes (Abril 99) (Julho 99) (Setembro 99) (Janeiro 99) 1998 1999 2000 ASMAE Regras do Mercado Contabilidade + Sistemas de Liquidação Medição Provisória 2001 2002 Fim da Resolução 222 Fase I Fase I Fase I.0 + Fase I.1 Fase II Fase II Fase II Fim da Resolução 222 Fim da Resolução 222 (*) Por osasião da
  • 10. Evolução das Regras de Mercado Valor Agregado INTRODUÇÃO… ADEMAIS, O ASSUNTO JÁ ESTÁ TECNICAMENTE ESGOTADO, COMO A MAIORIA DAS REGRAS DO MAE 1996 1997 1998 1999 2000 100 % 75 % 50 % 25 % Início Trabalho Reestruturação Set. 96 Relatório MME Consolidado Jul. 97 Acordo de Mercado Ago. 98 Regras Formato Algébrico - MME Nov. 98 25 % 60 % 90 % 95 % 98 % 99 % Regras Revisadas Formato Algébrico ASMAE Nov. 99
  • 11.
  • 12.
  • 13. Evolução dos Trabalhos Encargo de Capacidade (MAE 1999) Reuniões da Força Tarefa Discussões no Comitê Técnico PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DO EC... MARCOS RELEVANTES Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Março 99 COEX corrobora EC e solicita Aprofundamento Quantitativo Relatório Preliminar COEX demonstra Preocupação com Volatilidade e Duplo Pagamento COEX Apresentação do Relatório Final e Recomendações Consolidadas Contra tação de Consultores e Criação da Força Tarefa
  • 14. FORÇA TAREFA - ENCARGO DE CAPACIDADE
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21. Encargo de Capacidade - Conceito Básico (*) Esta probabilidade é média - Na operação real, a LOLP aumenta nas horas de ponta e é praticamente nula fora destes períodos. CONCEITOS - METODOLOGIA DE CÁLCULO DO ENCARGO DE CAPACIDADE… CONCEITO ILUSTRATIVO Custo de Interrupção = VLL US$ 1.540 /MWh (Disposição em pagar dos consumidores) Duração Esperada das Interrupções = 2 h / mês = 24 h/ano LOLP = Probabilidade de ocorrer a Interrupção 24 h = 0,27 % 8760 hs Disposição de Pagamento a Geradores de Reserva US$ 1540 x 24 h = US$ 37.000 / MW.ano A Carga estará disposta a pagar por Mwh consumido (se FC = 0,65) US$ 37.000 = US$ 6,5 MWh 8.760 x 0,65 (*) Enfoque do Gerador Enfoque da Carga
  • 22.
  • 23.
  • 24. Recebimento do Encargo de Capacidade via MAE (Visão da Geração) (*) (*) Em todas as situações, assume um pagamento de EC nos Contratos Bilaterais. Situação 5 QUEM PAGA E QUEM RECEBE… EXEMPLOS ILUSTRATIVOS Contrato Recebe Recebe Contrato Recebe Situação 1 Situação 2 Situação 3 Nem paga nem recebe Paga Paga Situação 4 Situação 6 Potência Disponibi-lidade Potência e Disponi- bilidade Contrato = ø Disponibili- dade Potência Potência Disponi- bilidade e Contrato Potência Contrato Disponi- bilidade Potência Contrato Disponibilidade
  • 25. Pagamento do Encargo de Capacidade via MAE (Visão da Carga) Contrato e Consumo Nem paga nem recebe Recebe Situação 1 Situação 2 Situação 3 QUEM PAGA E QUEM RECEBE… EXEMPLOS ILUSTRATIVOS Contrato Consumo Consumo Contrato Paga
  • 26. Pagamento pela potência de pico (embutida nos Contratos Bilaterais - exclui reserva) Curva de Carga I Curva de carga II QUEM PAGA E QUEM RECEBE… EXEMPLOS ILUSTRATIVOS A Potência = 100 MW Preço Energia = $ 40,0 MWh Energia Diária = 100 X 24 = 2400 MWh 100 MWh Potência = 150 MW B Preço Energia = $ 40,0 / MWh Custo Potencia Adicional (*) = $ 1,7 / MWh Preço contrato = $ 41,7/ MWh (*) ($ 200 x 50.000 x 0,15) / (365 x2400) ÁREA A = ÁREA B
  • 27.
  • 28.
  • 29.
  • 30.
  • 31.
  • 32.
  • 33.
  • 34.
  • 35. VALORES DE EC SIMULADOS PARA OS PRÓXIMOS ANOS ... ... O QUE REFLETE A CRITICIDADE DO SISTEMA - E POR CONSEGUINTE SUA SENSIBILIDADE A ATRASOS NO PLANO DE OBRAS
  • 36. VALORES DE EC SIMULADOS PARA OS PRÓXIMOS ANOS ... ESTA VOLATILIDADE DA LOLP REQUER UM TRATAMENTO DE SUAVIZAÇÃO, VIA RAMPA
  • 37.
  • 38.
  • 39.
  • 40.
  • 41.