SlideShare uma empresa Scribd logo
Boa noite e sejam todos muito bem vindos! Antes de mais nada,
eu gostaria de fazer uma especial referência à nossa convidada
de honra, a ex-senadora Heloisa Helena, que nos privilegia hoje
com sua presença marcante e sua inspiradora história de luta na
defesa intransigente da ética na política e sua vida pública
totalmente voltada à defesa dos interesses maiores do povo
brasileiro. Obrigada, senadora, por ser esse exemplo de guerreira
incansável.



A Ágora é agora. Recife, a cidade lendária de Capiba, passa, a
partir de hoje, a ser a grande Ágora da democracia brasileira. O
povo não se contenta mais em ser mero coadjuvante de sua
própria história. Quer e deve ser o único protagonista. Nós, o
povo, não precisamos de heróis, nem muito menos de tutores.
Sejamos, finalmente, os senhores de nossos destinos e decisões.



A democracia plena já é uma realidade ao alcance de nossas
mãos. Nesse exato momento, nós, do PSOL e do Partido Pirata
do Brasil, furamos o bloqueio que nos é imposto pelos interesses
econômicos da mídia corporativa e estamos transmitindo, via
internet, para todo o mundo, nossa mensagem, que conclama o
povo, a tomar as rédeas do que é seu.



Nosso programa de governo tem como espinha dorsal a
transformação do Recife na capital digital do País, com acesso
universal, gratuito e indiscriminado à rede mundial de
computadores para todos os cidadãos, para que possamos
construir, de forma amplamente participativa e colaborativa, a
cidade que queremos, sem que haja espaço para intermediações
espúrias dos que transformaram a mercancia dos anseios
populares em meio de vida.



Chega de transparências opacas! Não existe democracia sem
transparência total. O controle social das ações e gastos dos
gestores do dinheiro público não pode ser mera peça de retórica.
Tem que ser exercido, em sua plenitude, por quem efetivamente
financia toda a máquina administrativa, que somos nós, o povo!

Somente quem, como nós, Psolistas e Piratas, está na vanguarda
da defesa da participação popular ampla, no processo
democrático, teria a coragem republicana de compartilhar com o
povo, por meio de nossas candidaturas e mandatos, as
ferramentas necessárias para que, finalmente, neste País, se faça
cumprir a Constituição da República, quando proclama que todo
poder emana do povo.



Mas isso só é possível porque nós não representamos, nós
somos efetiva e indissociavelmente o povo. Não nos
confundimos com os parasitas que dizem exercer o poder em
nome do povo e que, na realidade nunca o fazem pelo e para o
povo.



A nossa luta é antes de tudo, contra o Capitalismo, que como
uma espécie de moto-contínuo diabólico, se reinventa
infinitamente, como que se alimentando de cada crise por ele
mesmo criada. É por isso que nossa luta não pode ser a luta de
um, nem de uns poucos: é a luta da maioria, é a luta dessa legião
de cidadãos anônimos que vive, no seu dia a dia, a opressão de
um sistema onde a humanidade nada mais é que uma massa
amorfa e manipulável em conformidade com os interesses dos
setores dominantes, em especial do capital financeiro e
especulativo.



É abominável o que testemunhamos hoje em países como a
Grécia, berço da democracia, onde a classe política prostituída
pelos encantos do liberalismo, levou o país à bacarrota, a ponto
de levar o povo grego a abrir mão de seus bens mais preciosos:
os próprios filhos.



No Brasil, diferentemente do que apregoa a propaganda
governamental, não há o que comemorar. Nada menos que 48%
do Orçamento da União é destinado ao pagamento de juros e
serviços da Dívida Pública, ou seja, 48% de tudo que o governo
federal subtrai, em tributos, do povo brasileiro, é entregue nas
mãos dos bancos credores e o que sobra para o custeio das
necessidades básicas da população não passa de migalhas,
quando comparadas a tudo que é entregue, de mão beijada, ao
sistema financeiro, cujo único produto são os juros sobre juros e
mais juros, que tornam qualquer dívida impagável e o povo, a
cada dia, mais pobre e dependente da ciranda financeira.



Quando professores e profissionais da área de saúde e segurança
pública clamam por melhorias salariais, a resposta é que nunca
há recursos. Não há porque a opção dos governos que têm se
sucedido neste País, nunca foi, nem é pelo povo, mas pelo
sistema financeiro. E é por isso que é chegado o tempo de o
poder retornar a quem realmente tem compromisso com os
anseios populares, que é ninguém mais que o próprio povo.



Mas a escória dominante não se contenta com a entrega de
metade de tudo que arrecadamos, ao capital financeiro. Do
pouco que nos resta, ainda se apropriam de parte considerável,
para irrigar os esquemas abjetos de corrupção já tão arraigados
na Administração Pública brasileira.



Nada justifica, por exemplo, que uma Prefeitura como a do
Recife, mantenha contratos com as duas empresas que
comandam a Máfia da Merenda, em todo o país, a SP
Alimentação e a Geraldo J. Coan, fato público e notório e que
nunca se tenha realizado uma auditoria nesses contratos, que
levam, do contribuinte do Recife, mais de R$ 50 milhões todos os
anos.



É intolerável que as mesmas gestões que pagaram e ainda
pagam fortunas a empresas mafiosas, para que terceirizem a
Merenda Escolar das crianças do Recife, ainda tenham o
desplante de deixar de aplicar o mínimo que a Constituição
Federal determina, em educação, durante os últimos sete anos,
pelo menos, sem esquecer que no ano eleitoral de 2008, esse
investimento não chegou, sequer, a 16%, quando o mínimo seria
25%.
É um deboche, que o atual prefeito do Recife, o Sr. João da
Costa, alugue, com o nosso dinheiro, carros de luxo blindados,
para flanar por aí, enquanto mais da metade das viaturas do
SAMU estão paradas por falta de manutenção.



No momento em que o governo federal prepara mais um golpe
institucional contra a Previdência dos Servidores Públicos em
geral, descobrimos que uma outra célula mafiosa assaltou a
previdência dos servidores da Prefeitura do Recife, através de
operações ilegais, pelas quais a autarquia previdenciária
municipal, a Reciprev, adquiriu títulos da dívida pública, por
valores superfaturados, através da mesma corretora que serviu
ao esquema do Mensalão, causando prejuízos ainda por calcular,
ao Fundo Previdenciário do Município do Recife, uma vez que só
na primeira operação, o prejuízo superou os R$ 4 milhões.



O que está por trás dos gastos milionários com artistas do sul e
do sudeste, quando sequer os minguados cachês dos artistas
locais são honrados pela Fundação de Cultura do Recife¿ Mais
apropriado seria chamá-la de Afundação da Cultura, por ter
conduzido a cultura local ao fundo do poço, num descaso
inconcebível com um dos maiores patrimônios do povo
recifense, que é sua riquíssima vocação de centro disseminador
da cultura para o restante do país.



É claro que todos os problemas da nossa cidade não cabem
neste discurso, nem poderia, pois o que nós propomos é
justamente o fim do monólogo, da fala de mão única, de cima
para baixo e goela abaixo do povo.



O que nós propomos é o diálogo, o debate construtivo do povo
com o povo, na reconstrução da cidade que queremos e que
sonhamos. O Plano Diretor não pode ser aquele que convém às
empreiteiras. Os projetos de mobilidade urbana não podem ser
os que agradam às empresas de transporte coletivo, nem às
concessionárias de veículos, nem muito menos aos bancos que
os financiam. Todos esses são temas que dizem respeito
diretamente ao povo não podem continuar sendo tratados na
calada da noite e a portas cerradas, longe do olhar crítico da
população e sem passar por sua direta intervenção decisória.



Declaro, portanto, instalada, a partir de hoje, a pré-candidatura
plenamente democrática do PSOL/PPBr à Prefeitura do Recife,
onde todos os cidadãos recifenses são conclamados a participar
de forma colaborativa, com a construção de nosso Programa de
Governo e da Cidade que queremos para viver. O tempo chegou
e o sol nasce para todos! PSOL NELES!!!
Discurso pré candidatura

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Discurso de paraninfo da turma 3º ano do Colégio Boa Viagem- 2010 prof. João ...
Discurso de paraninfo da turma 3º ano do Colégio Boa Viagem- 2010 prof. João ...Discurso de paraninfo da turma 3º ano do Colégio Boa Viagem- 2010 prof. João ...
Discurso de paraninfo da turma 3º ano do Colégio Boa Viagem- 2010 prof. João ...
mariainesmachado
 
Discurso de Formatura
Discurso de FormaturaDiscurso de Formatura
Discurso de Formatura
Juliana Gulka
 
Discurso de posse do prefeito Fabricio Torquato
Discurso de posse do prefeito Fabricio Torquato Discurso de posse do prefeito Fabricio Torquato
Discurso de posse do prefeito Fabricio Torquato
Tarso Costa
 
Conselho tutelar
Conselho tutelarConselho tutelar
Conselho tutelar
Rogerio Catanese
 
Oficio modelo convite
Oficio modelo   conviteOficio modelo   convite
Oficio modelo convite
Josete Sampaio
 
Abaixo assinado
Abaixo assinadoAbaixo assinado
Abaixo assinado
Alexandre Ramos
 
Projeto de Vida. Atividade 2 identidade.
Projeto de Vida. Atividade 2  identidade.Projeto de Vida. Atividade 2  identidade.
Projeto de Vida. Atividade 2 identidade.
Prof. Noe Assunção
 
PROJETO LÍDERES DE TURMAS, AJUDANDO A GERENCIAR A ESCOLA. IDEALIZADOR: DIRETO...
PROJETO LÍDERES DE TURMAS, AJUDANDO A GERENCIAR A ESCOLA. IDEALIZADOR: DIRETO...PROJETO LÍDERES DE TURMAS, AJUDANDO A GERENCIAR A ESCOLA. IDEALIZADOR: DIRETO...
PROJETO LÍDERES DE TURMAS, AJUDANDO A GERENCIAR A ESCOLA. IDEALIZADOR: DIRETO...
Antônio Fernandes
 
Oficio da escola
Oficio da escolaOficio da escola
Oficio da escola
fasifo
 
Texto motivacional para alunos
Texto motivacional para alunosTexto motivacional para alunos
Texto motivacional para alunos
Vânia Porto
 
Projeto contra racismo na escola
Projeto contra racismo na escolaProjeto contra racismo na escola
Projeto contra racismo na escola
nivalda
 
Projeto carnaval
Projeto carnavalProjeto carnaval
Projeto carnaval
Aridiane Santos
 
Modelo de pedido de patrocínio
Modelo de pedido de patrocínioModelo de pedido de patrocínio
Modelo de pedido de patrocínio
Monitoria Contabil S/C
 
Tipos de racismo estrutural e institucional
Tipos de racismo estrutural e institucionalTipos de racismo estrutural e institucional
Tipos de racismo estrutural e institucional
Atividades Diversas Cláudia
 
DISCURSO DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO - Prof. Noe Assunção
DISCURSO DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO - Prof. Noe AssunçãoDISCURSO DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO - Prof. Noe Assunção
DISCURSO DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO - Prof. Noe Assunção
Prof. Noe Assunção
 
Texto cerimonia formatura 2016
Texto cerimonia formatura 2016Texto cerimonia formatura 2016
Texto cerimonia formatura 2016
Município de Galinhos
 
PROJETO SEMANA DA PÁTRIA "CULTURA DE PAZ NAS ESCOLAS POR UM MUNDO MELHOR".
PROJETO SEMANA DA PÁTRIA "CULTURA DE PAZ NAS ESCOLAS POR UM MUNDO MELHOR".PROJETO SEMANA DA PÁTRIA "CULTURA DE PAZ NAS ESCOLAS POR UM MUNDO MELHOR".
PROJETO SEMANA DA PÁTRIA "CULTURA DE PAZ NAS ESCOLAS POR UM MUNDO MELHOR".
Paulo David
 
Caça palavras - Bullying
Caça palavras - BullyingCaça palavras - Bullying
Caça palavras - Bullying
Mary Alvarenga
 
Dia das mulheres
Dia das mulheresDia das mulheres
Dia das mulheres
vanessacristina
 
Cruzadinha de filosofia (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)
Cruzadinha de filosofia  (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)Cruzadinha de filosofia  (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)
Cruzadinha de filosofia (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)
Mary Alvarenga
 

Mais procurados (20)

Discurso de paraninfo da turma 3º ano do Colégio Boa Viagem- 2010 prof. João ...
Discurso de paraninfo da turma 3º ano do Colégio Boa Viagem- 2010 prof. João ...Discurso de paraninfo da turma 3º ano do Colégio Boa Viagem- 2010 prof. João ...
Discurso de paraninfo da turma 3º ano do Colégio Boa Viagem- 2010 prof. João ...
 
Discurso de Formatura
Discurso de FormaturaDiscurso de Formatura
Discurso de Formatura
 
Discurso de posse do prefeito Fabricio Torquato
Discurso de posse do prefeito Fabricio Torquato Discurso de posse do prefeito Fabricio Torquato
Discurso de posse do prefeito Fabricio Torquato
 
Conselho tutelar
Conselho tutelarConselho tutelar
Conselho tutelar
 
Oficio modelo convite
Oficio modelo   conviteOficio modelo   convite
Oficio modelo convite
 
Abaixo assinado
Abaixo assinadoAbaixo assinado
Abaixo assinado
 
Projeto de Vida. Atividade 2 identidade.
Projeto de Vida. Atividade 2  identidade.Projeto de Vida. Atividade 2  identidade.
Projeto de Vida. Atividade 2 identidade.
 
PROJETO LÍDERES DE TURMAS, AJUDANDO A GERENCIAR A ESCOLA. IDEALIZADOR: DIRETO...
PROJETO LÍDERES DE TURMAS, AJUDANDO A GERENCIAR A ESCOLA. IDEALIZADOR: DIRETO...PROJETO LÍDERES DE TURMAS, AJUDANDO A GERENCIAR A ESCOLA. IDEALIZADOR: DIRETO...
PROJETO LÍDERES DE TURMAS, AJUDANDO A GERENCIAR A ESCOLA. IDEALIZADOR: DIRETO...
 
Oficio da escola
Oficio da escolaOficio da escola
Oficio da escola
 
Texto motivacional para alunos
Texto motivacional para alunosTexto motivacional para alunos
Texto motivacional para alunos
 
Projeto contra racismo na escola
Projeto contra racismo na escolaProjeto contra racismo na escola
Projeto contra racismo na escola
 
Projeto carnaval
Projeto carnavalProjeto carnaval
Projeto carnaval
 
Modelo de pedido de patrocínio
Modelo de pedido de patrocínioModelo de pedido de patrocínio
Modelo de pedido de patrocínio
 
Tipos de racismo estrutural e institucional
Tipos de racismo estrutural e institucionalTipos de racismo estrutural e institucional
Tipos de racismo estrutural e institucional
 
DISCURSO DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO - Prof. Noe Assunção
DISCURSO DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO - Prof. Noe AssunçãoDISCURSO DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO - Prof. Noe Assunção
DISCURSO DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO - Prof. Noe Assunção
 
Texto cerimonia formatura 2016
Texto cerimonia formatura 2016Texto cerimonia formatura 2016
Texto cerimonia formatura 2016
 
PROJETO SEMANA DA PÁTRIA "CULTURA DE PAZ NAS ESCOLAS POR UM MUNDO MELHOR".
PROJETO SEMANA DA PÁTRIA "CULTURA DE PAZ NAS ESCOLAS POR UM MUNDO MELHOR".PROJETO SEMANA DA PÁTRIA "CULTURA DE PAZ NAS ESCOLAS POR UM MUNDO MELHOR".
PROJETO SEMANA DA PÁTRIA "CULTURA DE PAZ NAS ESCOLAS POR UM MUNDO MELHOR".
 
Caça palavras - Bullying
Caça palavras - BullyingCaça palavras - Bullying
Caça palavras - Bullying
 
Dia das mulheres
Dia das mulheresDia das mulheres
Dia das mulheres
 
Cruzadinha de filosofia (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)
Cruzadinha de filosofia  (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)Cruzadinha de filosofia  (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)
Cruzadinha de filosofia (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)
 

Semelhante a Discurso pré candidatura

Discurso de josé miguel baptista 25 de abril
Discurso de josé miguel baptista   25 de abrilDiscurso de josé miguel baptista   25 de abril
Discurso de josé miguel baptista 25 de abril
jsdstr
 
MUDAR O PT PARA CONTINUAR MUDANDO O BRASIL
MUDAR O PT PARA CONTINUAR MUDANDO O BRASILMUDAR O PT PARA CONTINUAR MUDANDO O BRASIL
MUDAR O PT PARA CONTINUAR MUDANDO O BRASIL
Rui Falcão
 
Seminário de Crimes Sociais - Discurso de abertura.
Seminário de Crimes Sociais - Discurso de abertura. Seminário de Crimes Sociais - Discurso de abertura.
Seminário de Crimes Sociais - Discurso de abertura.
Fiesp Federação das Indústrias do Estado de SP
 
Proposta 41238-130000055073-5026603
Proposta 41238-130000055073-5026603Proposta 41238-130000055073-5026603
Proposta 41238-130000055073-5026603
Ludmila Moreira
 
Jornal O Coreto maio 2016 - ed.11
Jornal O Coreto   maio 2016 - ed.11Jornal O Coreto   maio 2016 - ed.11
Jornal O Coreto maio 2016 - ed.11
Jobenemar Carvalho
 
Outra campanha texto corrido
Outra campanha texto corridoOutra campanha texto corrido
Outra campanha texto corrido
Outra Campanha Brasil
 
Babilônia presente
Babilônia presenteBabilônia presente
Babilônia presente
Sebastião Luiz Alves
 
Plano de Governo - Cláudia Ribeiro
Plano de Governo - Cláudia RibeiroPlano de Governo - Cláudia Ribeiro
Plano de Governo - Cláudia Ribeiro
Jornal do Commercio
 
Plano de governo da candidata Claudia Ribeiro
Plano de governo da candidata Claudia RibeiroPlano de governo da candidata Claudia Ribeiro
Plano de governo da candidata Claudia Ribeiro
politicaleiaja
 
Moção Global de Orientação Estratégica Coimbra é o Nosso Compromisso
Moção Global de Orientação Estratégica Coimbra é o Nosso CompromissoMoção Global de Orientação Estratégica Coimbra é o Nosso Compromisso
Moção Global de Orientação Estratégica Coimbra é o Nosso Compromisso
coimbraonossocompromisso
 
Carta aberta
Carta abertaCarta aberta
Carta aberta
aipaf
 
Corruptores da miséria
Corruptores da misériaCorruptores da miséria
Corruptores da miséria
Sebastião Luiz Alves
 
Diz Jornal 160
Diz Jornal 160Diz Jornal 160
Diz Jornal 160
dizjornal jornal
 
Diz Jornal 160
Diz Jornal 160Diz Jornal 160
Diz Jornal 160
dizjornal jornal
 
Movimento Brasil dos Brasileiros!
Movimento Brasil dos Brasileiros!Movimento Brasil dos Brasileiros!
Movimento Brasil dos Brasileiros!
Rafael Cajé
 
Contributo
ContributoContributo
Contributo
afonsorangelcabral
 
Manifesto 2º Turno Jf
Manifesto 2º Turno JfManifesto 2º Turno Jf
Manifesto 2º Turno Jf
forumpp
 
A fala de dilma
A fala de dilmaA fala de dilma
A fala de dilma
Jamildo Melo
 
Programa democrático
Programa democrático Programa democrático
Programa democrático
psoitaborai
 
JORNAL VIGIA DOS VALES, 42 ANOS. 31 01-2016 - Edição 1.073 - Versão em PDF
JORNAL VIGIA DOS VALES, 42 ANOS. 31 01-2016 -  Edição 1.073 - Versão em PDFJORNAL VIGIA DOS VALES, 42 ANOS. 31 01-2016 -  Edição 1.073 - Versão em PDF
JORNAL VIGIA DOS VALES, 42 ANOS. 31 01-2016 - Edição 1.073 - Versão em PDF
Sua Concorrencia
 

Semelhante a Discurso pré candidatura (20)

Discurso de josé miguel baptista 25 de abril
Discurso de josé miguel baptista   25 de abrilDiscurso de josé miguel baptista   25 de abril
Discurso de josé miguel baptista 25 de abril
 
MUDAR O PT PARA CONTINUAR MUDANDO O BRASIL
MUDAR O PT PARA CONTINUAR MUDANDO O BRASILMUDAR O PT PARA CONTINUAR MUDANDO O BRASIL
MUDAR O PT PARA CONTINUAR MUDANDO O BRASIL
 
Seminário de Crimes Sociais - Discurso de abertura.
Seminário de Crimes Sociais - Discurso de abertura. Seminário de Crimes Sociais - Discurso de abertura.
Seminário de Crimes Sociais - Discurso de abertura.
 
Proposta 41238-130000055073-5026603
Proposta 41238-130000055073-5026603Proposta 41238-130000055073-5026603
Proposta 41238-130000055073-5026603
 
Jornal O Coreto maio 2016 - ed.11
Jornal O Coreto   maio 2016 - ed.11Jornal O Coreto   maio 2016 - ed.11
Jornal O Coreto maio 2016 - ed.11
 
Outra campanha texto corrido
Outra campanha texto corridoOutra campanha texto corrido
Outra campanha texto corrido
 
Babilônia presente
Babilônia presenteBabilônia presente
Babilônia presente
 
Plano de Governo - Cláudia Ribeiro
Plano de Governo - Cláudia RibeiroPlano de Governo - Cláudia Ribeiro
Plano de Governo - Cláudia Ribeiro
 
Plano de governo da candidata Claudia Ribeiro
Plano de governo da candidata Claudia RibeiroPlano de governo da candidata Claudia Ribeiro
Plano de governo da candidata Claudia Ribeiro
 
Moção Global de Orientação Estratégica Coimbra é o Nosso Compromisso
Moção Global de Orientação Estratégica Coimbra é o Nosso CompromissoMoção Global de Orientação Estratégica Coimbra é o Nosso Compromisso
Moção Global de Orientação Estratégica Coimbra é o Nosso Compromisso
 
Carta aberta
Carta abertaCarta aberta
Carta aberta
 
Corruptores da miséria
Corruptores da misériaCorruptores da miséria
Corruptores da miséria
 
Diz Jornal 160
Diz Jornal 160Diz Jornal 160
Diz Jornal 160
 
Diz Jornal 160
Diz Jornal 160Diz Jornal 160
Diz Jornal 160
 
Movimento Brasil dos Brasileiros!
Movimento Brasil dos Brasileiros!Movimento Brasil dos Brasileiros!
Movimento Brasil dos Brasileiros!
 
Contributo
ContributoContributo
Contributo
 
Manifesto 2º Turno Jf
Manifesto 2º Turno JfManifesto 2º Turno Jf
Manifesto 2º Turno Jf
 
A fala de dilma
A fala de dilmaA fala de dilma
A fala de dilma
 
Programa democrático
Programa democrático Programa democrático
Programa democrático
 
JORNAL VIGIA DOS VALES, 42 ANOS. 31 01-2016 - Edição 1.073 - Versão em PDF
JORNAL VIGIA DOS VALES, 42 ANOS. 31 01-2016 -  Edição 1.073 - Versão em PDFJORNAL VIGIA DOS VALES, 42 ANOS. 31 01-2016 -  Edição 1.073 - Versão em PDF
JORNAL VIGIA DOS VALES, 42 ANOS. 31 01-2016 - Edição 1.073 - Versão em PDF
 

Mais de Noelia Brito

Anulatoria chesf
Anulatoria chesfAnulatoria chesf
Anulatoria chesf
Noelia Brito
 
Ata age 19.01.2018 CHESF
Ata age 19.01.2018 CHESFAta age 19.01.2018 CHESF
Ata age 19.01.2018 CHESF
Noelia Brito
 
Denuncia merenda escolar SIMPERE
Denuncia merenda escolar SIMPEREDenuncia merenda escolar SIMPERE
Denuncia merenda escolar SIMPERE
Noelia Brito
 
DECISÃO PRISÃO DO LULA
DECISÃO PRISÃO DO LULADECISÃO PRISÃO DO LULA
DECISÃO PRISÃO DO LULA
Noelia Brito
 
Mais vida ii.pdf
Mais vida ii.pdfMais vida ii.pdf
Mais vida ii.pdf
Noelia Brito
 
Mais vida -_i.pdf
Mais vida -_i.pdfMais vida -_i.pdf
Mais vida -_i.pdf
Noelia Brito
 
Pag 8
Pag 8Pag 8
Pag7
Pag7Pag7
Pag 6
Pag 6Pag 6
Pag 5
Pag 5Pag 5
Pag 4
Pag 4Pag 4
Pag 3
Pag 3Pag 3
Pag 2
Pag 2Pag 2
Pag 1
Pag 1Pag 1
Liminar Dissolução do MDB de Pernambuco
Liminar Dissolução do MDB de PernambucoLiminar Dissolução do MDB de Pernambuco
Liminar Dissolução do MDB de Pernambuco
Noelia Brito
 
Mapa casa farinha
Mapa casa farinhaMapa casa farinha
Mapa casa farinha
Noelia Brito
 
Voto dirceu rodolfo slm
Voto dirceu rodolfo slmVoto dirceu rodolfo slm
Voto dirceu rodolfo slm
Noelia Brito
 
AÇÃO DE IMPROBIDADE CONTRATOS LIXO EX-PREFEITO DE BONITO/PE
AÇÃO DE IMPROBIDADE CONTRATOS LIXO EX-PREFEITO DE BONITO/PEAÇÃO DE IMPROBIDADE CONTRATOS LIXO EX-PREFEITO DE BONITO/PE
AÇÃO DE IMPROBIDADE CONTRATOS LIXO EX-PREFEITO DE BONITO/PE
Noelia Brito
 
Resposta do IPHAN ao blog noelia brito sobre Memorial Arcoverde
Resposta do IPHAN ao blog noelia brito sobre Memorial ArcoverdeResposta do IPHAN ao blog noelia brito sobre Memorial Arcoverde
Resposta do IPHAN ao blog noelia brito sobre Memorial Arcoverde
Noelia Brito
 
Sentença operação construtor
Sentença operação construtorSentença operação construtor
Sentença operação construtor
Noelia Brito
 

Mais de Noelia Brito (20)

Anulatoria chesf
Anulatoria chesfAnulatoria chesf
Anulatoria chesf
 
Ata age 19.01.2018 CHESF
Ata age 19.01.2018 CHESFAta age 19.01.2018 CHESF
Ata age 19.01.2018 CHESF
 
Denuncia merenda escolar SIMPERE
Denuncia merenda escolar SIMPEREDenuncia merenda escolar SIMPERE
Denuncia merenda escolar SIMPERE
 
DECISÃO PRISÃO DO LULA
DECISÃO PRISÃO DO LULADECISÃO PRISÃO DO LULA
DECISÃO PRISÃO DO LULA
 
Mais vida ii.pdf
Mais vida ii.pdfMais vida ii.pdf
Mais vida ii.pdf
 
Mais vida -_i.pdf
Mais vida -_i.pdfMais vida -_i.pdf
Mais vida -_i.pdf
 
Pag 8
Pag 8Pag 8
Pag 8
 
Pag7
Pag7Pag7
Pag7
 
Pag 6
Pag 6Pag 6
Pag 6
 
Pag 5
Pag 5Pag 5
Pag 5
 
Pag 4
Pag 4Pag 4
Pag 4
 
Pag 3
Pag 3Pag 3
Pag 3
 
Pag 2
Pag 2Pag 2
Pag 2
 
Pag 1
Pag 1Pag 1
Pag 1
 
Liminar Dissolução do MDB de Pernambuco
Liminar Dissolução do MDB de PernambucoLiminar Dissolução do MDB de Pernambuco
Liminar Dissolução do MDB de Pernambuco
 
Mapa casa farinha
Mapa casa farinhaMapa casa farinha
Mapa casa farinha
 
Voto dirceu rodolfo slm
Voto dirceu rodolfo slmVoto dirceu rodolfo slm
Voto dirceu rodolfo slm
 
AÇÃO DE IMPROBIDADE CONTRATOS LIXO EX-PREFEITO DE BONITO/PE
AÇÃO DE IMPROBIDADE CONTRATOS LIXO EX-PREFEITO DE BONITO/PEAÇÃO DE IMPROBIDADE CONTRATOS LIXO EX-PREFEITO DE BONITO/PE
AÇÃO DE IMPROBIDADE CONTRATOS LIXO EX-PREFEITO DE BONITO/PE
 
Resposta do IPHAN ao blog noelia brito sobre Memorial Arcoverde
Resposta do IPHAN ao blog noelia brito sobre Memorial ArcoverdeResposta do IPHAN ao blog noelia brito sobre Memorial Arcoverde
Resposta do IPHAN ao blog noelia brito sobre Memorial Arcoverde
 
Sentença operação construtor
Sentença operação construtorSentença operação construtor
Sentença operação construtor
 

Discurso pré candidatura

  • 1. Boa noite e sejam todos muito bem vindos! Antes de mais nada, eu gostaria de fazer uma especial referência à nossa convidada de honra, a ex-senadora Heloisa Helena, que nos privilegia hoje com sua presença marcante e sua inspiradora história de luta na defesa intransigente da ética na política e sua vida pública totalmente voltada à defesa dos interesses maiores do povo brasileiro. Obrigada, senadora, por ser esse exemplo de guerreira incansável. A Ágora é agora. Recife, a cidade lendária de Capiba, passa, a partir de hoje, a ser a grande Ágora da democracia brasileira. O povo não se contenta mais em ser mero coadjuvante de sua própria história. Quer e deve ser o único protagonista. Nós, o povo, não precisamos de heróis, nem muito menos de tutores. Sejamos, finalmente, os senhores de nossos destinos e decisões. A democracia plena já é uma realidade ao alcance de nossas mãos. Nesse exato momento, nós, do PSOL e do Partido Pirata do Brasil, furamos o bloqueio que nos é imposto pelos interesses econômicos da mídia corporativa e estamos transmitindo, via internet, para todo o mundo, nossa mensagem, que conclama o povo, a tomar as rédeas do que é seu. Nosso programa de governo tem como espinha dorsal a transformação do Recife na capital digital do País, com acesso universal, gratuito e indiscriminado à rede mundial de computadores para todos os cidadãos, para que possamos construir, de forma amplamente participativa e colaborativa, a
  • 2. cidade que queremos, sem que haja espaço para intermediações espúrias dos que transformaram a mercancia dos anseios populares em meio de vida. Chega de transparências opacas! Não existe democracia sem transparência total. O controle social das ações e gastos dos gestores do dinheiro público não pode ser mera peça de retórica. Tem que ser exercido, em sua plenitude, por quem efetivamente financia toda a máquina administrativa, que somos nós, o povo! Somente quem, como nós, Psolistas e Piratas, está na vanguarda da defesa da participação popular ampla, no processo democrático, teria a coragem republicana de compartilhar com o povo, por meio de nossas candidaturas e mandatos, as ferramentas necessárias para que, finalmente, neste País, se faça cumprir a Constituição da República, quando proclama que todo poder emana do povo. Mas isso só é possível porque nós não representamos, nós somos efetiva e indissociavelmente o povo. Não nos confundimos com os parasitas que dizem exercer o poder em nome do povo e que, na realidade nunca o fazem pelo e para o povo. A nossa luta é antes de tudo, contra o Capitalismo, que como uma espécie de moto-contínuo diabólico, se reinventa infinitamente, como que se alimentando de cada crise por ele mesmo criada. É por isso que nossa luta não pode ser a luta de um, nem de uns poucos: é a luta da maioria, é a luta dessa legião
  • 3. de cidadãos anônimos que vive, no seu dia a dia, a opressão de um sistema onde a humanidade nada mais é que uma massa amorfa e manipulável em conformidade com os interesses dos setores dominantes, em especial do capital financeiro e especulativo. É abominável o que testemunhamos hoje em países como a Grécia, berço da democracia, onde a classe política prostituída pelos encantos do liberalismo, levou o país à bacarrota, a ponto de levar o povo grego a abrir mão de seus bens mais preciosos: os próprios filhos. No Brasil, diferentemente do que apregoa a propaganda governamental, não há o que comemorar. Nada menos que 48% do Orçamento da União é destinado ao pagamento de juros e serviços da Dívida Pública, ou seja, 48% de tudo que o governo federal subtrai, em tributos, do povo brasileiro, é entregue nas mãos dos bancos credores e o que sobra para o custeio das necessidades básicas da população não passa de migalhas, quando comparadas a tudo que é entregue, de mão beijada, ao sistema financeiro, cujo único produto são os juros sobre juros e mais juros, que tornam qualquer dívida impagável e o povo, a cada dia, mais pobre e dependente da ciranda financeira. Quando professores e profissionais da área de saúde e segurança pública clamam por melhorias salariais, a resposta é que nunca há recursos. Não há porque a opção dos governos que têm se sucedido neste País, nunca foi, nem é pelo povo, mas pelo
  • 4. sistema financeiro. E é por isso que é chegado o tempo de o poder retornar a quem realmente tem compromisso com os anseios populares, que é ninguém mais que o próprio povo. Mas a escória dominante não se contenta com a entrega de metade de tudo que arrecadamos, ao capital financeiro. Do pouco que nos resta, ainda se apropriam de parte considerável, para irrigar os esquemas abjetos de corrupção já tão arraigados na Administração Pública brasileira. Nada justifica, por exemplo, que uma Prefeitura como a do Recife, mantenha contratos com as duas empresas que comandam a Máfia da Merenda, em todo o país, a SP Alimentação e a Geraldo J. Coan, fato público e notório e que nunca se tenha realizado uma auditoria nesses contratos, que levam, do contribuinte do Recife, mais de R$ 50 milhões todos os anos. É intolerável que as mesmas gestões que pagaram e ainda pagam fortunas a empresas mafiosas, para que terceirizem a Merenda Escolar das crianças do Recife, ainda tenham o desplante de deixar de aplicar o mínimo que a Constituição Federal determina, em educação, durante os últimos sete anos, pelo menos, sem esquecer que no ano eleitoral de 2008, esse investimento não chegou, sequer, a 16%, quando o mínimo seria 25%.
  • 5. É um deboche, que o atual prefeito do Recife, o Sr. João da Costa, alugue, com o nosso dinheiro, carros de luxo blindados, para flanar por aí, enquanto mais da metade das viaturas do SAMU estão paradas por falta de manutenção. No momento em que o governo federal prepara mais um golpe institucional contra a Previdência dos Servidores Públicos em geral, descobrimos que uma outra célula mafiosa assaltou a previdência dos servidores da Prefeitura do Recife, através de operações ilegais, pelas quais a autarquia previdenciária municipal, a Reciprev, adquiriu títulos da dívida pública, por valores superfaturados, através da mesma corretora que serviu ao esquema do Mensalão, causando prejuízos ainda por calcular, ao Fundo Previdenciário do Município do Recife, uma vez que só na primeira operação, o prejuízo superou os R$ 4 milhões. O que está por trás dos gastos milionários com artistas do sul e do sudeste, quando sequer os minguados cachês dos artistas locais são honrados pela Fundação de Cultura do Recife¿ Mais apropriado seria chamá-la de Afundação da Cultura, por ter conduzido a cultura local ao fundo do poço, num descaso inconcebível com um dos maiores patrimônios do povo recifense, que é sua riquíssima vocação de centro disseminador da cultura para o restante do país. É claro que todos os problemas da nossa cidade não cabem neste discurso, nem poderia, pois o que nós propomos é
  • 6. justamente o fim do monólogo, da fala de mão única, de cima para baixo e goela abaixo do povo. O que nós propomos é o diálogo, o debate construtivo do povo com o povo, na reconstrução da cidade que queremos e que sonhamos. O Plano Diretor não pode ser aquele que convém às empreiteiras. Os projetos de mobilidade urbana não podem ser os que agradam às empresas de transporte coletivo, nem às concessionárias de veículos, nem muito menos aos bancos que os financiam. Todos esses são temas que dizem respeito diretamente ao povo não podem continuar sendo tratados na calada da noite e a portas cerradas, longe do olhar crítico da população e sem passar por sua direta intervenção decisória. Declaro, portanto, instalada, a partir de hoje, a pré-candidatura plenamente democrática do PSOL/PPBr à Prefeitura do Recife, onde todos os cidadãos recifenses são conclamados a participar de forma colaborativa, com a construção de nosso Programa de Governo e da Cidade que queremos para viver. O tempo chegou e o sol nasce para todos! PSOL NELES!!!