SlideShare uma empresa Scribd logo
Rio de Janeiro, 05 de outubro de 2017
Quais são as estratégias de gestão da informação técnico-
científica em Saúde desenvolvidas pelo trabalho em rede, que
podem contribuir para a construção de repositório temático em
saúde latino-americano, com foco nas questões de qualidade da
informação no contexto de mudança para o acesso aberto ao
conhecimento?
BIREME
BIBLIOTECA REGIONAL DE MEDICINA
Evolução baseada no trabalho em rede, com produtos, serviços, eventos e
tecnologias como bens públicos regionais e globais.
biblioteca
rede de
bibliotecas
centro de
informação e
indexação
• ••1967 1982 1987 1998
•
sistema de
sistemas
nacionais de
informação
biblioteca
virtual em
saúde
VI Reunião do Sistema Latino-Americano e do Caribe
de Informação em Ciências da Saúde, na Costa Rica,
em março de 1998, a rede se compromete a construir
de forma cooperativa a Biblioteca Virtual em Saúde
Convênio de Manutenção,
celebrado entre:
• Organização Pan-Americana
da Saúde (OPAS);
• Escritório Regional da
Organização Mundial da
Saúde (OMS) nas Américas;
• Instituições representantes
do governo brasileiro:
Ministério da Saúde,
Ministério da Educação,
Secretaria de Saúde do
Estado de São Paulo e a
Universidade Federal de São
Paulo (UNIFESP).
BIREME
Relevante atuação como Centro Coordenador do Sistema Regional de Informação em Ciências da
Saúde - Rede Brasileira de Informação de Ciências da Saúde
 desenvolvimento de atividades cooperativas para a manutenção de produtos e serviços de
informação;
 fortalecimento das coleções e dos acervos das bibliotecas da área;
 treinamento aos profissionais de informação.
Laboratório de experimentação para o desenvolvimento de sistemas e plataformas tecnológicas
quanto à gestão de fontes, produtos e serviços de Informação em Ciências da Saúde na América Latina
e Caribe.
Em 2005, a Declaração de Salvador sobre o Acesso Aberto foi assinada pelos participantes do
International Seminar on Open Access, durante o 9º Congresso Mundial de Informação em Saúde e
Bibliotecas (ICML9) e 7º Congresso Regional de Informação em Ciências da Saúde (CRICS7), promovidos
pela BIREME, a qual destaca a importância da implantação de políticas que visem o acesso aberto à
informação científica e técnica com o objetivo de promover equidades aos países em desenvolvimento.
DEFINIÇÃO DE LILACS
Fonte: SUGA, Sueli Mitiko Yano. Encontros Setoriais FESPSP: Informação em Saúde 27. São Paulo: FESPSP,
set.2013.
a) Identificar os principais obstáculos [resistências] e fatores que favoreceram
[potencialidades] a implantação da metodologia LILACS para gestão da
informação descentralizada em Ciências da Saúde;
b) Identificar, na percepção dos atores chaves envolvidos, as dificuldades na
operacionalização das ações com foco nos objetivos e propostas pela Rede
Brasileira de Informação em Ciências da Saúde em relação à realidade dos
Centros Cooperantes;
c) Apontar a percepção dos atores chaves envolvidos, as mudanças ocorridas
que favorecem ou dificultam uma nova prática no contexto de mudança
para o acesso aberto ao conhecimento;
d) Identificar na percepção dos atores chaves envolvidos, ações estratégicas
que superem os obstáculos [barreiras] identificados.
OBJETIVOS
REFERENCIAL TEÓRICO
Rede Brasileira de
Informação em
Ciências da Saúde
Construção coletiva
Descentralização
Compartilhamento
Visibilidade da
produção
Cooperação
 Conceito de Redes de Informação
utilizado Tomael (2005) junto ao conceito
de análise de Redes Sociais proposto por
Marteleto (2001, 2007).
 Processo histórico analisado por Pires-
Alves (2011).
 Descentralização na gestão da
informação técnico-científica em Saúde
questão estratégica.
CAMINHO METODOLÓGICO
Abordagem qualitativa
• Aplicação de questionário semiestruturado online
• Participantes da pesquisa: profissionais de informação e equipes gestoras da Rede Brasileira de
Informação em Ciências da Saúde
Técnica de Estudo de Caso
Pesquisa documental
Análise da percepção dos participantes pesquisados e de análise de conteúdo e
documental
RESULTADOS ESPERADOS
Elaboração de estratégias de
trabalho em rede para a
construção de um repositório
temático latino-americano em
saúde, com a ideia de
informação científica como
conceito de cidadania e de
comunicação pública da
ciência como valor
fundamental.
Rio de Janeiro, 3 de Novembro de 2015
Obrigada pela atenção!
Contatos:
maria.correa@fiocruz.br
luciana.danielli@icict.fiocruz.br
diones.ramos@icict.fiocruz
simone.dib@icict.fiocruz.br

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Contribuições da rede brasileira de informação em ciências da saúde para a construção de um Repositório Temático Latino-Americano: práticas e lições aprendidas - CONFOA 2017

BIREME: situação atual e perspectivas
BIREME: situação atual e  perspectivasBIREME: situação atual e  perspectivas
BIREME: situação atual e perspectivas
http://bvsalud.org/
 
Abertura de dados de pesquisa: a importância da visão multidisciplinar
Abertura de dados de pesquisa: a importância da visão multidisciplinarAbertura de dados de pesquisa: a importância da visão multidisciplinar
Abertura de dados de pesquisa: a importância da visão multidisciplinar
http://bvsalud.org/
 
O Panorama da BVS no Brasil
O Panorama da BVS no BrasilO Panorama da BVS no Brasil
Competências, habilidades e demandas para elaboração de estratégias de busca
Competências, habilidades e demandas para elaboração de estratégias de buscaCompetências, habilidades e demandas para elaboração de estratégias de busca
Competências, habilidades e demandas para elaboração de estratégias de busca
Rosemeire Rocha Pinto
 
ReBEc 2.0 - rumo a uma nova plataforma para dados científicos
ReBEc 2.0 - rumo a uma nova plataforma para dados científicosReBEc 2.0 - rumo a uma nova plataforma para dados científicos
ReBEc 2.0 - rumo a uma nova plataforma para dados científicos
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Diego Gonzales Machin
Diego Gonzales MachinDiego Gonzales Machin
Rede Sudeste de Repositórios: relato de experiência
Rede Sudeste de Repositórios: relato de experiênciaRede Sudeste de Repositórios: relato de experiência
Rede Sudeste de Repositórios: relato de experiência
http://bvsalud.org/
 
Critérios de avaliação da qualidade da informação em sites de saúde: uma prop...
Critérios de avaliação da qualidade da informação em sites de saúde: uma prop...Critérios de avaliação da qualidade da informação em sites de saúde: uma prop...
Critérios de avaliação da qualidade da informação em sites de saúde: uma prop...
Ana Paula Mendonça
 
A construção do plano de dados abertos de uma organização pública de pesquisa...
A construção do plano de dados abertos de uma organização pública de pesquisa...A construção do plano de dados abertos de uma organização pública de pesquisa...
A construção do plano de dados abertos de uma organização pública de pesquisa...
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Debate fiocruz minas gerais
Debate fiocruz minas geraisDebate fiocruz minas gerais
Debate fiocruz minas gerais
MairaBaracho
 
Criação da Rede de Bibliotecas dos Hospitais e Institutos do Ministério da Saúde
Criação da Rede de Bibliotecas dos Hospitais e Institutos do Ministério da SaúdeCriação da Rede de Bibliotecas dos Hospitais e Institutos do Ministério da Saúde
Criação da Rede de Bibliotecas dos Hospitais e Institutos do Ministério da Saúde
http://bvsalud.org/
 
Seminário Cidacs-Ipea Mauricio Barreto
Seminário Cidacs-Ipea Mauricio BarretoSeminário Cidacs-Ipea Mauricio Barreto
Estadísticas de uso e impacto-Tardelli
Estadísticas de uso e impacto-TardelliEstadísticas de uso e impacto-Tardelli
Estadísticas de uso e impacto-Tardelli
Latindex
 
A atualização da Biblioteca Virtual Bioética e Diplomacia em Saúde: uma fonte...
A atualização da Biblioteca Virtual Bioética e Diplomacia em Saúde: uma fonte...A atualização da Biblioteca Virtual Bioética e Diplomacia em Saúde: uma fonte...
A atualização da Biblioteca Virtual Bioética e Diplomacia em Saúde: uma fonte...
http://bvsalud.org/
 
Verônica Abdala
Verônica AbdalaVerônica Abdala
LILACS e sua missão na América Latina e Caribe - XX SNBU 2018
LILACS e sua missão na América Latina e Caribe - XX SNBU 2018LILACS e sua missão na América Latina e Caribe - XX SNBU 2018
LILACS e sua missão na América Latina e Caribe - XX SNBU 2018
http://bvsalud.org/
 
8ª Assembleia do CONASS – Plano Diretor dos Hospitais - Programa de Apoio ao ...
8ª Assembleia do CONASS – Plano Diretor dos Hospitais - Programa de Apoio ao ...8ª Assembleia do CONASS – Plano Diretor dos Hospitais - Programa de Apoio ao ...
8ª Assembleia do CONASS – Plano Diretor dos Hospitais - Programa de Apoio ao ...
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
O Acesso Livre no Brasil
O Acesso Livre no Brasil O Acesso Livre no Brasil
Desafios e perspectivas da Avaliação de Tecnologias em Saúde no Brasil: Um pa...
Desafios e perspectivas da Avaliação de Tecnologias em Saúde no Brasil: Um pa...Desafios e perspectivas da Avaliação de Tecnologias em Saúde no Brasil: Um pa...
Desafios e perspectivas da Avaliação de Tecnologias em Saúde no Brasil: Um pa...
http://bvsalud.org/
 
Apresentacao robertamonteiro
Apresentacao robertamonteiroApresentacao robertamonteiro
Apresentacao robertamonteiro
robertamont
 

Semelhante a Contribuições da rede brasileira de informação em ciências da saúde para a construção de um Repositório Temático Latino-Americano: práticas e lições aprendidas - CONFOA 2017 (20)

BIREME: situação atual e perspectivas
BIREME: situação atual e  perspectivasBIREME: situação atual e  perspectivas
BIREME: situação atual e perspectivas
 
Abertura de dados de pesquisa: a importância da visão multidisciplinar
Abertura de dados de pesquisa: a importância da visão multidisciplinarAbertura de dados de pesquisa: a importância da visão multidisciplinar
Abertura de dados de pesquisa: a importância da visão multidisciplinar
 
O Panorama da BVS no Brasil
O Panorama da BVS no BrasilO Panorama da BVS no Brasil
O Panorama da BVS no Brasil
 
Competências, habilidades e demandas para elaboração de estratégias de busca
Competências, habilidades e demandas para elaboração de estratégias de buscaCompetências, habilidades e demandas para elaboração de estratégias de busca
Competências, habilidades e demandas para elaboração de estratégias de busca
 
ReBEc 2.0 - rumo a uma nova plataforma para dados científicos
ReBEc 2.0 - rumo a uma nova plataforma para dados científicosReBEc 2.0 - rumo a uma nova plataforma para dados científicos
ReBEc 2.0 - rumo a uma nova plataforma para dados científicos
 
Diego Gonzales Machin
Diego Gonzales MachinDiego Gonzales Machin
Diego Gonzales Machin
 
Rede Sudeste de Repositórios: relato de experiência
Rede Sudeste de Repositórios: relato de experiênciaRede Sudeste de Repositórios: relato de experiência
Rede Sudeste de Repositórios: relato de experiência
 
Critérios de avaliação da qualidade da informação em sites de saúde: uma prop...
Critérios de avaliação da qualidade da informação em sites de saúde: uma prop...Critérios de avaliação da qualidade da informação em sites de saúde: uma prop...
Critérios de avaliação da qualidade da informação em sites de saúde: uma prop...
 
A construção do plano de dados abertos de uma organização pública de pesquisa...
A construção do plano de dados abertos de uma organização pública de pesquisa...A construção do plano de dados abertos de uma organização pública de pesquisa...
A construção do plano de dados abertos de uma organização pública de pesquisa...
 
Debate fiocruz minas gerais
Debate fiocruz minas geraisDebate fiocruz minas gerais
Debate fiocruz minas gerais
 
Criação da Rede de Bibliotecas dos Hospitais e Institutos do Ministério da Saúde
Criação da Rede de Bibliotecas dos Hospitais e Institutos do Ministério da SaúdeCriação da Rede de Bibliotecas dos Hospitais e Institutos do Ministério da Saúde
Criação da Rede de Bibliotecas dos Hospitais e Institutos do Ministério da Saúde
 
Seminário Cidacs-Ipea Mauricio Barreto
Seminário Cidacs-Ipea Mauricio BarretoSeminário Cidacs-Ipea Mauricio Barreto
Seminário Cidacs-Ipea Mauricio Barreto
 
Estadísticas de uso e impacto-Tardelli
Estadísticas de uso e impacto-TardelliEstadísticas de uso e impacto-Tardelli
Estadísticas de uso e impacto-Tardelli
 
A atualização da Biblioteca Virtual Bioética e Diplomacia em Saúde: uma fonte...
A atualização da Biblioteca Virtual Bioética e Diplomacia em Saúde: uma fonte...A atualização da Biblioteca Virtual Bioética e Diplomacia em Saúde: uma fonte...
A atualização da Biblioteca Virtual Bioética e Diplomacia em Saúde: uma fonte...
 
Verônica Abdala
Verônica AbdalaVerônica Abdala
Verônica Abdala
 
LILACS e sua missão na América Latina e Caribe - XX SNBU 2018
LILACS e sua missão na América Latina e Caribe - XX SNBU 2018LILACS e sua missão na América Latina e Caribe - XX SNBU 2018
LILACS e sua missão na América Latina e Caribe - XX SNBU 2018
 
8ª Assembleia do CONASS – Plano Diretor dos Hospitais - Programa de Apoio ao ...
8ª Assembleia do CONASS – Plano Diretor dos Hospitais - Programa de Apoio ao ...8ª Assembleia do CONASS – Plano Diretor dos Hospitais - Programa de Apoio ao ...
8ª Assembleia do CONASS – Plano Diretor dos Hospitais - Programa de Apoio ao ...
 
O Acesso Livre no Brasil
O Acesso Livre no Brasil O Acesso Livre no Brasil
O Acesso Livre no Brasil
 
Desafios e perspectivas da Avaliação de Tecnologias em Saúde no Brasil: Um pa...
Desafios e perspectivas da Avaliação de Tecnologias em Saúde no Brasil: Um pa...Desafios e perspectivas da Avaliação de Tecnologias em Saúde no Brasil: Um pa...
Desafios e perspectivas da Avaliação de Tecnologias em Saúde no Brasil: Um pa...
 
Apresentacao robertamonteiro
Apresentacao robertamonteiroApresentacao robertamonteiro
Apresentacao robertamonteiro
 

Mais de Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta

Citações e métricas complementares: um estudo da sua correlação em artigos ci...
Citações e métricas complementares: um estudo da sua correlação em artigos ci...Citações e métricas complementares: um estudo da sua correlação em artigos ci...
Citações e métricas complementares: um estudo da sua correlação em artigos ci...
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Pré-Workshop: Formação em Edição Eletrónica
Pré-Workshop: Formação em Edição EletrónicaPré-Workshop: Formação em Edição Eletrónica
Pré-Workshop: Formação em Edição Eletrónica
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Análise relacional entre princípios FAIR de gestão de dados de pesquisa e nor...
Análise relacional entre princípios FAIR de gestão de dados de pesquisa e nor...Análise relacional entre princípios FAIR de gestão de dados de pesquisa e nor...
Análise relacional entre princípios FAIR de gestão de dados de pesquisa e nor...
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
10 anos RCAAP - ConfOA
10 anos RCAAP - ConfOA10 anos RCAAP - ConfOA
Programa de formação modular sobre Ciência Aberta
Programa de formação modular sobre Ciência AbertaPrograma de formação modular sobre Ciência Aberta
Programa de formação modular sobre Ciência Aberta
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Análise da Produção Científica Brasileira em Periódicos de Acesso Aberto
Análise da Produção Científica Brasileira em Periódicos de Acesso AbertoAnálise da Produção Científica Brasileira em Periódicos de Acesso Aberto
Análise da Produção Científica Brasileira em Periódicos de Acesso Aberto
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Acesso aberto como ferramenta para o empoderamento do paciente
Acesso aberto como ferramenta para o empoderamento do pacienteAcesso aberto como ferramenta para o empoderamento do paciente
Acesso aberto como ferramenta para o empoderamento do paciente
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Livros eletrônicos, políticas de licenciamento e acesso aberto - relações con...
Livros eletrônicos, políticas de licenciamento e acesso aberto - relações con...Livros eletrônicos, políticas de licenciamento e acesso aberto - relações con...
Livros eletrônicos, políticas de licenciamento e acesso aberto - relações con...
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Ciência aberta e revisão por pares aberta: aspectos e desafios da participaçã...
Ciência aberta e revisão por pares aberta: aspectos e desafios da participaçã...Ciência aberta e revisão por pares aberta: aspectos e desafios da participaçã...
Ciência aberta e revisão por pares aberta: aspectos e desafios da participaçã...
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Melhorando a citabilidade de programas de computador para pesquisa com o Cita...
Melhorando a citabilidade de programas de computador para pesquisa com o Cita...Melhorando a citabilidade de programas de computador para pesquisa com o Cita...
Melhorando a citabilidade de programas de computador para pesquisa com o Cita...
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Técnicas de Search Engine Optimization (SEO) aplicadas no site da Biblioteca ...
Técnicas de Search Engine Optimization (SEO) aplicadas no site da Biblioteca ...Técnicas de Search Engine Optimization (SEO) aplicadas no site da Biblioteca ...
Técnicas de Search Engine Optimization (SEO) aplicadas no site da Biblioteca ...
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Café com Ciência – divulgação das publicações técnico-científicas em acesso a...
Café com Ciência – divulgação das publicações técnico-científicas em acesso a...Café com Ciência – divulgação das publicações técnico-científicas em acesso a...
Café com Ciência – divulgação das publicações técnico-científicas em acesso a...
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Serviço Nacional de Registo de Identificadores DOI
Serviço Nacional de Registo de Identificadores DOIServiço Nacional de Registo de Identificadores DOI
Serviço Nacional de Registo de Identificadores DOI
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Recursos educacionais abertos na Universidade Aberta. A rede como estratégia ...
Recursos educacionais abertos na Universidade Aberta. A rede como estratégia ...Recursos educacionais abertos na Universidade Aberta. A rede como estratégia ...
Recursos educacionais abertos na Universidade Aberta. A rede como estratégia ...
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Infraestrutura OpenAIRE: desenvolvimentos para o fortalecimento da Ciência Ab...
Infraestrutura OpenAIRE: desenvolvimentos para o fortalecimento da Ciência Ab...Infraestrutura OpenAIRE: desenvolvimentos para o fortalecimento da Ciência Ab...
Infraestrutura OpenAIRE: desenvolvimentos para o fortalecimento da Ciência Ab...
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Preservação digital, gestão de dados de pesquisa e biodversidade
Preservação digital, gestão de dados de pesquisa e biodversidadePreservação digital, gestão de dados de pesquisa e biodversidade
Preservação digital, gestão de dados de pesquisa e biodversidade
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Dados governamentais na perspectiva da Ciência Aberta: potencialidades e desa...
Dados governamentais na perspectiva da Ciência Aberta: potencialidades e desa...Dados governamentais na perspectiva da Ciência Aberta: potencialidades e desa...
Dados governamentais na perspectiva da Ciência Aberta: potencialidades e desa...
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Do acesso à informação aos Dados Parlamentares Abertos em Portugal
Do acesso à informação aos Dados Parlamentares Abertos em PortugalDo acesso à informação aos Dados Parlamentares Abertos em Portugal
Do acesso à informação aos Dados Parlamentares Abertos em Portugal
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Transparência e Dados Abertos do Recife: Uma Estratégia Bem Sucedida de Publi...
Transparência e Dados Abertos do Recife: Uma Estratégia Bem Sucedida de Publi...Transparência e Dados Abertos do Recife: Uma Estratégia Bem Sucedida de Publi...
Transparência e Dados Abertos do Recife: Uma Estratégia Bem Sucedida de Publi...
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Revistas científicas brasileiras de acesso aberto: qualidade do ponto de vist...
Revistas científicas brasileiras de acesso aberto: qualidade do ponto de vist...Revistas científicas brasileiras de acesso aberto: qualidade do ponto de vist...
Revistas científicas brasileiras de acesso aberto: qualidade do ponto de vist...
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 

Mais de Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta (20)

Citações e métricas complementares: um estudo da sua correlação em artigos ci...
Citações e métricas complementares: um estudo da sua correlação em artigos ci...Citações e métricas complementares: um estudo da sua correlação em artigos ci...
Citações e métricas complementares: um estudo da sua correlação em artigos ci...
 
Pré-Workshop: Formação em Edição Eletrónica
Pré-Workshop: Formação em Edição EletrónicaPré-Workshop: Formação em Edição Eletrónica
Pré-Workshop: Formação em Edição Eletrónica
 
Análise relacional entre princípios FAIR de gestão de dados de pesquisa e nor...
Análise relacional entre princípios FAIR de gestão de dados de pesquisa e nor...Análise relacional entre princípios FAIR de gestão de dados de pesquisa e nor...
Análise relacional entre princípios FAIR de gestão de dados de pesquisa e nor...
 
10 anos RCAAP - ConfOA
10 anos RCAAP - ConfOA10 anos RCAAP - ConfOA
10 anos RCAAP - ConfOA
 
Programa de formação modular sobre Ciência Aberta
Programa de formação modular sobre Ciência AbertaPrograma de formação modular sobre Ciência Aberta
Programa de formação modular sobre Ciência Aberta
 
Análise da Produção Científica Brasileira em Periódicos de Acesso Aberto
Análise da Produção Científica Brasileira em Periódicos de Acesso AbertoAnálise da Produção Científica Brasileira em Periódicos de Acesso Aberto
Análise da Produção Científica Brasileira em Periódicos de Acesso Aberto
 
Acesso aberto como ferramenta para o empoderamento do paciente
Acesso aberto como ferramenta para o empoderamento do pacienteAcesso aberto como ferramenta para o empoderamento do paciente
Acesso aberto como ferramenta para o empoderamento do paciente
 
Livros eletrônicos, políticas de licenciamento e acesso aberto - relações con...
Livros eletrônicos, políticas de licenciamento e acesso aberto - relações con...Livros eletrônicos, políticas de licenciamento e acesso aberto - relações con...
Livros eletrônicos, políticas de licenciamento e acesso aberto - relações con...
 
Ciência aberta e revisão por pares aberta: aspectos e desafios da participaçã...
Ciência aberta e revisão por pares aberta: aspectos e desafios da participaçã...Ciência aberta e revisão por pares aberta: aspectos e desafios da participaçã...
Ciência aberta e revisão por pares aberta: aspectos e desafios da participaçã...
 
Melhorando a citabilidade de programas de computador para pesquisa com o Cita...
Melhorando a citabilidade de programas de computador para pesquisa com o Cita...Melhorando a citabilidade de programas de computador para pesquisa com o Cita...
Melhorando a citabilidade de programas de computador para pesquisa com o Cita...
 
Técnicas de Search Engine Optimization (SEO) aplicadas no site da Biblioteca ...
Técnicas de Search Engine Optimization (SEO) aplicadas no site da Biblioteca ...Técnicas de Search Engine Optimization (SEO) aplicadas no site da Biblioteca ...
Técnicas de Search Engine Optimization (SEO) aplicadas no site da Biblioteca ...
 
Café com Ciência – divulgação das publicações técnico-científicas em acesso a...
Café com Ciência – divulgação das publicações técnico-científicas em acesso a...Café com Ciência – divulgação das publicações técnico-científicas em acesso a...
Café com Ciência – divulgação das publicações técnico-científicas em acesso a...
 
Serviço Nacional de Registo de Identificadores DOI
Serviço Nacional de Registo de Identificadores DOIServiço Nacional de Registo de Identificadores DOI
Serviço Nacional de Registo de Identificadores DOI
 
Recursos educacionais abertos na Universidade Aberta. A rede como estratégia ...
Recursos educacionais abertos na Universidade Aberta. A rede como estratégia ...Recursos educacionais abertos na Universidade Aberta. A rede como estratégia ...
Recursos educacionais abertos na Universidade Aberta. A rede como estratégia ...
 
Infraestrutura OpenAIRE: desenvolvimentos para o fortalecimento da Ciência Ab...
Infraestrutura OpenAIRE: desenvolvimentos para o fortalecimento da Ciência Ab...Infraestrutura OpenAIRE: desenvolvimentos para o fortalecimento da Ciência Ab...
Infraestrutura OpenAIRE: desenvolvimentos para o fortalecimento da Ciência Ab...
 
Preservação digital, gestão de dados de pesquisa e biodversidade
Preservação digital, gestão de dados de pesquisa e biodversidadePreservação digital, gestão de dados de pesquisa e biodversidade
Preservação digital, gestão de dados de pesquisa e biodversidade
 
Dados governamentais na perspectiva da Ciência Aberta: potencialidades e desa...
Dados governamentais na perspectiva da Ciência Aberta: potencialidades e desa...Dados governamentais na perspectiva da Ciência Aberta: potencialidades e desa...
Dados governamentais na perspectiva da Ciência Aberta: potencialidades e desa...
 
Do acesso à informação aos Dados Parlamentares Abertos em Portugal
Do acesso à informação aos Dados Parlamentares Abertos em PortugalDo acesso à informação aos Dados Parlamentares Abertos em Portugal
Do acesso à informação aos Dados Parlamentares Abertos em Portugal
 
Transparência e Dados Abertos do Recife: Uma Estratégia Bem Sucedida de Publi...
Transparência e Dados Abertos do Recife: Uma Estratégia Bem Sucedida de Publi...Transparência e Dados Abertos do Recife: Uma Estratégia Bem Sucedida de Publi...
Transparência e Dados Abertos do Recife: Uma Estratégia Bem Sucedida de Publi...
 
Revistas científicas brasileiras de acesso aberto: qualidade do ponto de vist...
Revistas científicas brasileiras de acesso aberto: qualidade do ponto de vist...Revistas científicas brasileiras de acesso aberto: qualidade do ponto de vist...
Revistas científicas brasileiras de acesso aberto: qualidade do ponto de vist...
 

Contribuições da rede brasileira de informação em ciências da saúde para a construção de um Repositório Temático Latino-Americano: práticas e lições aprendidas - CONFOA 2017

  • 1. Rio de Janeiro, 05 de outubro de 2017
  • 2. Quais são as estratégias de gestão da informação técnico- científica em Saúde desenvolvidas pelo trabalho em rede, que podem contribuir para a construção de repositório temático em saúde latino-americano, com foco nas questões de qualidade da informação no contexto de mudança para o acesso aberto ao conhecimento?
  • 3. BIREME BIBLIOTECA REGIONAL DE MEDICINA Evolução baseada no trabalho em rede, com produtos, serviços, eventos e tecnologias como bens públicos regionais e globais. biblioteca rede de bibliotecas centro de informação e indexação • ••1967 1982 1987 1998 • sistema de sistemas nacionais de informação biblioteca virtual em saúde VI Reunião do Sistema Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde, na Costa Rica, em março de 1998, a rede se compromete a construir de forma cooperativa a Biblioteca Virtual em Saúde Convênio de Manutenção, celebrado entre: • Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS); • Escritório Regional da Organização Mundial da Saúde (OMS) nas Américas; • Instituições representantes do governo brasileiro: Ministério da Saúde, Ministério da Educação, Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo e a Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).
  • 4. BIREME Relevante atuação como Centro Coordenador do Sistema Regional de Informação em Ciências da Saúde - Rede Brasileira de Informação de Ciências da Saúde  desenvolvimento de atividades cooperativas para a manutenção de produtos e serviços de informação;  fortalecimento das coleções e dos acervos das bibliotecas da área;  treinamento aos profissionais de informação. Laboratório de experimentação para o desenvolvimento de sistemas e plataformas tecnológicas quanto à gestão de fontes, produtos e serviços de Informação em Ciências da Saúde na América Latina e Caribe. Em 2005, a Declaração de Salvador sobre o Acesso Aberto foi assinada pelos participantes do International Seminar on Open Access, durante o 9º Congresso Mundial de Informação em Saúde e Bibliotecas (ICML9) e 7º Congresso Regional de Informação em Ciências da Saúde (CRICS7), promovidos pela BIREME, a qual destaca a importância da implantação de políticas que visem o acesso aberto à informação científica e técnica com o objetivo de promover equidades aos países em desenvolvimento.
  • 5. DEFINIÇÃO DE LILACS Fonte: SUGA, Sueli Mitiko Yano. Encontros Setoriais FESPSP: Informação em Saúde 27. São Paulo: FESPSP, set.2013.
  • 6.
  • 7. a) Identificar os principais obstáculos [resistências] e fatores que favoreceram [potencialidades] a implantação da metodologia LILACS para gestão da informação descentralizada em Ciências da Saúde; b) Identificar, na percepção dos atores chaves envolvidos, as dificuldades na operacionalização das ações com foco nos objetivos e propostas pela Rede Brasileira de Informação em Ciências da Saúde em relação à realidade dos Centros Cooperantes; c) Apontar a percepção dos atores chaves envolvidos, as mudanças ocorridas que favorecem ou dificultam uma nova prática no contexto de mudança para o acesso aberto ao conhecimento; d) Identificar na percepção dos atores chaves envolvidos, ações estratégicas que superem os obstáculos [barreiras] identificados. OBJETIVOS
  • 8. REFERENCIAL TEÓRICO Rede Brasileira de Informação em Ciências da Saúde Construção coletiva Descentralização Compartilhamento Visibilidade da produção Cooperação  Conceito de Redes de Informação utilizado Tomael (2005) junto ao conceito de análise de Redes Sociais proposto por Marteleto (2001, 2007).  Processo histórico analisado por Pires- Alves (2011).  Descentralização na gestão da informação técnico-científica em Saúde questão estratégica.
  • 9. CAMINHO METODOLÓGICO Abordagem qualitativa • Aplicação de questionário semiestruturado online • Participantes da pesquisa: profissionais de informação e equipes gestoras da Rede Brasileira de Informação em Ciências da Saúde Técnica de Estudo de Caso Pesquisa documental Análise da percepção dos participantes pesquisados e de análise de conteúdo e documental
  • 10. RESULTADOS ESPERADOS Elaboração de estratégias de trabalho em rede para a construção de um repositório temático latino-americano em saúde, com a ideia de informação científica como conceito de cidadania e de comunicação pública da ciência como valor fundamental.
  • 11. Rio de Janeiro, 3 de Novembro de 2015 Obrigada pela atenção! Contatos: maria.correa@fiocruz.br luciana.danielli@icict.fiocruz.br diones.ramos@icict.fiocruz simone.dib@icict.fiocruz.br