SlideShare uma empresa Scribd logo
Ciência aberta e revisão por pares: aspectos e desafios para a
participação da comunidade em geral
Janaynne Carvalho do Amaral (PPGCI-IBICT/UFRJ)
Eloísa Príncipe (PPGCI-IBICT/UFRJ)
Ciência
Aberta
Acesso
Aberto
Dados
Abertos
Revisão
por Pares
Aberta
(SPINAK, 2018)
Revisão por Pares Aberta
Identidades
abertas
(autor e revisor)
Relatórios
abertos
Plataformas
abertas
Participação da
comunidade em
geral
Definição de Ross-Hellaeur (2017) com base em uma revisão sistemática dos
termos “Revisão por pares aberta” ou “revisão aberta”
O modelo tradicional de Revisão por Pares
“É a etapa mais importante do processo de publicação de
resultados de pesquisa na opinião de todos os atores da
cadeia editorial, como a que confere qualidade,
confiabilidade e originalidade ao artigo” (NASSI-CALÒ,
2015).
Fonte: <http://hudsonzanin.blogspot.com/2010/06/revisao-por-
pares.html>.
Simples-cega Duplo-cega
O modelo tradicional de Revisão por Pares
• PROBLEMAS: falta de confiabilidade e inconsistência; atraso e alto custo; falta de
transparência; vieses sociais de publicação, com base no gênero, afiliação institucional e
língua; falta de incentivo, ou seja, atividade sem remuneração e sem reconhecimento (ROSS-
HELLAEUR, 2017a); não detecta fraude e plágio (FRESCO-SANTALLA; HERNÁNDEZ-PÉREZ,
2014)
A proposta da revisão por pares aberta
surge em decorrência das diversas
críticas direcionadas ao modelo
tradicional de revisão por pares.
Ciência
Aberta
Acesso
Aberto
88,2%
Dados
Abertos
80,3%
Revisão por
Pares Aberta
60, 3%
Aceitação da Revisão por Pares Aberta pela comunidade científica
(ROSS-HELLAUER, DEPPE, SCHMIDT, 2017)
Revisão por Pares Aberta e participação da comunidade em geral
• Mais da metade dos
entrevistados acreditam que a
comunidade em geral poderá
contribuir para o
aperfeiçoamento da revisão por
pares, contra 28% que
acreditam que só irá piorá-la.
• 85 % acredita que as pessoas
sentem-se mais interessadas
em revisar um artigo quando
são convidadas.
• No que se refere à qualificação
ou formação das pessoas que
avaliam voluntariamente um
artigo, 45% concordam que
todos podem participar do
processo de revisão, contra 38%
que não concordam.
Crenças
• Melhora na seleção
editorial de revisores,
evitando preconceitos e
elitismo
• Aumento do número de
revisores disponíveis;
• Engajamento de
revisores não
qualificados no
processo
Revisão por Pares Aberta e participação da comunidade em geral
– O impacto das identidades abertas
O experimento de Suarez, Bernhard e Dellavalle (2012)
No caso 1 - um pesquisador júnior é convidado por
uma revista para avaliar um manuscrito cujo autor é
presidente do departamento de uma universidade no
qual ele pleiteará uma vaga para docente. Em
decorrência dos princípios da revisão por pares
aberta, o pesquisador júnior rejeita o convite com
receio de que a sua carreira acadêmica seja
prejudicada.
No caso 2 - um pesquisador experiente faz duras
críticas ao trabalho de um autor e, posteriormente,
ao encontrá-lo em uma conferência, é tratado de
forma fria por ele.
Fonte:
<http://noblat.oglobo.globo.com/geral/noticia/2017/11
/nao-valem-briga.html>
Aspectos, desafios e reflexões iniciais
• Os periódicos brasileiros Revista Neurociência e Journal of
Human Growth and Development (USP);
• Eventos e conferências;
• Engajamento de toda a comunidade científica e não científica
no processo de avaliação dos artigos;
• A problematização das identidades abertas dos autores e
revisores;
• A qualificação necessária para avaliação de um manuscrito –
incluindo-se a titulação de um pesquisador como forma de
medir o quanto um revisor está capacitado;
• O problema das relações interpessoais que podem ser
causados entre o pesquisadores.
Referências bibliográficas
BORNMANN, Lutz (2013) - Scientific peer review. Annual Review of Information Science and Technology. Vol. 45, N° 1.
[Consul. 22 Abr. 2018]. Disponível na Internet:
<https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1002/aris.2011.1440450112>.
BUDAPEST OPEN ACCESS INICIATIVE (2018) - Prólogo: a iniciativa de acesso aberto 10 anos depois. [Consul. 22 Abr.
2018]. Disponível na Internet: <http://www.budapestopenaccessinitiative.org/boai-10-translations/portuguese>.
FRESCO-SANTALLA, Ana; HERNÁNDEZ-PÉREZ, Tony (2014) - Current and evolving models of peer review. The Serials
Librarian. Vol. 67, N° 4. [Consul. 22 Abr. 2018]. Disponível na Internet:
<https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/0361526X.2014.985415>.
NASSI-CALÒ, Lilian (2015a) - A revisão por pares como objeto de estudo. SciELO em Perspectiva. [Consul. 13 Ago. 2018].
Disponível na Internet: <http://blog.scielo.org/blog/2015/04/24/a-revisao-por-pares-como-objeto-de-estudo/>.
OPEN DEFINITION. The open definition. [Consul. 22 Abr. 2018]. Disponível na Internet: <https://opendefinition.org/>.
RANALLI, Brent (2011) - A prehistory of peer review: religious blueprints from the Harlib Circle. Spontaneous
Generations: A Journal for the History and Philosophy of Science. Vol. 5, N° 1(2011), p. 12-18.
Referências bibliográficas
ROSS-HELLAUER, Tony (2017a) - What is open peer review? A systematic review. F1000Research. Vol. 6, N° 588.
[Consul. 22 Abr. 2018]. Disponível na Internet: <https://f1000research.com/articles/6-588/v1>.
ROSS-HELLAUER, Tony; DEPPE, Arvid; SCHMIDT, Birgit (2017b) - Survey on open peer review: Attitudes and experience
amongst editors, authors and reviewers. PLoS ONE [online]. Vol. 12, N° 12. [Consul. 22 Abr. 2018]. Disponível na
Internet: < http://journals.plos.org/plosone/article?id=10.1371/journal.pone.0189311>.
SPINAK, Ernesto (2018) - Sobre as vinte e duas definições de revisão por pares aberta...e mais. SciELO em Perspectiva.
[Consul. 22 Abr. 2018]. Disponível na Internet: <http://blog.scielo.org/blog/2018/02/28/sobre-as-vinte-e-duas-
definicoes-de-revisao-por-pares-aberta-e-mais/#.WtzyIMgvzIU>.
THE ROYAL SOCIETY (2012) - Science as an open enterprise. London: The Royal Society Science Policy Centre. [Consul.
21 Abr. 2018]. Disponível na Internet: <https://royalsociety.org/~/media/policy/projects/sape/2012-06-20-saoe.pdf>.
Muito obrigada! Até a próxima ConfOA no Brasil!
menequete@gmail.com
principe@ibict.br

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Ciência aberta e revisão por pares aberta: aspectos e desafios da participação da comunidade em geral

Publicações em acesso aberto na área de Ciências Agrárias
Publicações em acesso aberto na área de Ciências AgráriasPublicações em acesso aberto na área de Ciências Agrárias
Publicações em acesso aberto na área de Ciências Agrárias
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Tendências SciELO para publicações científicas
Tendências SciELO para publicações científicasTendências SciELO para publicações científicas
Tendências SciELO para publicações científicas
Portal de Periódicos UFSC
 
Palestra 05_Metricas alternativas
Palestra 05_Metricas alternativasPalestra 05_Metricas alternativas
Palestra 05_Metricas alternativas
UNICAMP - PPEC
 
Workshop: Altmetria para editores científicos
Workshop: Altmetria para editores científicosWorkshop: Altmetria para editores científicos
Workshop: Altmetria para editores científicos
Andrea Gonçalves do Nascimento
 
Como realizar um Trabalho Científico
Como realizar um Trabalho CientíficoComo realizar um Trabalho Científico
Como realizar um Trabalho Científico
ligasmedicas
 
Cenário Atual das Métricas Alternativas e os Impactos da Produção Científica ...
Cenário Atual das Métricas Alternativas e os Impactos da Produção Científica ...Cenário Atual das Métricas Alternativas e os Impactos da Produção Científica ...
Cenário Atual das Métricas Alternativas e os Impactos da Produção Científica ...
Iara Vidal Pereira de Souza
 
Aula 1 - A natureza da pesquisa qualitativa
Aula  1 - A natureza da pesquisa qualitativaAula  1 - A natureza da pesquisa qualitativa
Aula 1 - A natureza da pesquisa qualitativa
Cleide Magáli dos Santos
 
Atps instrumentos tecnicas_atuacao_profissional
Atps instrumentos tecnicas_atuacao_profissionalAtps instrumentos tecnicas_atuacao_profissional
Atps instrumentos tecnicas_atuacao_profissional
Alexsandra Bento De Freitas
 
Pesquisa E Uso Da Informacao Grupo1
Pesquisa E Uso Da Informacao Grupo1Pesquisa E Uso Da Informacao Grupo1
Pesquisa E Uso Da Informacao Grupo1
guest6f8de4
 
sociologico-1073.pdf
sociologico-1073.pdfsociologico-1073.pdf
sociologico-1073.pdf
Márcio Finamor
 
Anpoll vera
Anpoll veraAnpoll vera
Anpoll vera
Vera Menezes
 
SISTEMAS DE IDENTIFICAÇÃO DE PLÁGIO = Similarity plagiarism systems UEPG brazil
SISTEMAS DE IDENTIFICAÇÃO DE PLÁGIO = Similarity plagiarism systems UEPG brazilSISTEMAS DE IDENTIFICAÇÃO DE PLÁGIO = Similarity plagiarism systems UEPG brazil
SISTEMAS DE IDENTIFICAÇÃO DE PLÁGIO = Similarity plagiarism systems UEPG brazil
Edilson Damasio, PhD
 
Pesquisa-Ação | Disc. Métodos de Pesquisa - PPGDesign
Pesquisa-Ação | Disc. Métodos de Pesquisa - PPGDesignPesquisa-Ação | Disc. Métodos de Pesquisa - PPGDesign
Pesquisa-Ação | Disc. Métodos de Pesquisa - PPGDesign
Cezar de Costa
 
Roteiro projetos grupo unir 2016
Roteiro projetos grupo unir 2016Roteiro projetos grupo unir 2016
Roteiro projetos grupo unir 2016
Simone Athayde
 
AS RELAÇÕES SOCIAIS NA CIÊNCIA: Um estudo sobre a colaboração científica de G...
AS RELAÇÕES SOCIAIS NA CIÊNCIA: Um estudo sobre a colaboração científica de G...AS RELAÇÕES SOCIAIS NA CIÊNCIA: Um estudo sobre a colaboração científica de G...
AS RELAÇÕES SOCIAIS NA CIÊNCIA: Um estudo sobre a colaboração científica de G...
VI EBBC - Encontro Brasileiro de Bibliometria e Cientometria
 
Relatório Final: IV Ciclo de Debates Periódicos UFSC
Relatório Final: IV Ciclo de Debates Periódicos UFSCRelatório Final: IV Ciclo de Debates Periódicos UFSC
Relatório Final: IV Ciclo de Debates Periódicos UFSC
Portal de Periódicos UFSC
 
Tipos de revisão bibliográfica
Tipos de revisão bibliográficaTipos de revisão bibliográfica
Tipos de revisão bibliográfica
Ricardo Alexandre
 
Prestação de Contas - NISP - 2014/2015
Prestação de Contas - NISP - 2014/2015Prestação de Contas - NISP - 2014/2015
Prestação de Contas - NISP - 2014/2015
Daniel Pinheiro
 
Ética em Publicação Científica
Ética em Publicação CientíficaÉtica em Publicação Científica
Ética em Publicação Científica
Edilson Damasio, PhD
 
A Ética na Produção e na Editoração Acadêmicas: um olhar sobre autoria, direi...
A Ética na Produção e na Editoração Acadêmicas: um olhar sobre autoria, direi...A Ética na Produção e na Editoração Acadêmicas: um olhar sobre autoria, direi...
A Ética na Produção e na Editoração Acadêmicas: um olhar sobre autoria, direi...
Carlos Alberto P de Oliveira, Professor Caó
 

Semelhante a Ciência aberta e revisão por pares aberta: aspectos e desafios da participação da comunidade em geral (20)

Publicações em acesso aberto na área de Ciências Agrárias
Publicações em acesso aberto na área de Ciências AgráriasPublicações em acesso aberto na área de Ciências Agrárias
Publicações em acesso aberto na área de Ciências Agrárias
 
Tendências SciELO para publicações científicas
Tendências SciELO para publicações científicasTendências SciELO para publicações científicas
Tendências SciELO para publicações científicas
 
Palestra 05_Metricas alternativas
Palestra 05_Metricas alternativasPalestra 05_Metricas alternativas
Palestra 05_Metricas alternativas
 
Workshop: Altmetria para editores científicos
Workshop: Altmetria para editores científicosWorkshop: Altmetria para editores científicos
Workshop: Altmetria para editores científicos
 
Como realizar um Trabalho Científico
Como realizar um Trabalho CientíficoComo realizar um Trabalho Científico
Como realizar um Trabalho Científico
 
Cenário Atual das Métricas Alternativas e os Impactos da Produção Científica ...
Cenário Atual das Métricas Alternativas e os Impactos da Produção Científica ...Cenário Atual das Métricas Alternativas e os Impactos da Produção Científica ...
Cenário Atual das Métricas Alternativas e os Impactos da Produção Científica ...
 
Aula 1 - A natureza da pesquisa qualitativa
Aula  1 - A natureza da pesquisa qualitativaAula  1 - A natureza da pesquisa qualitativa
Aula 1 - A natureza da pesquisa qualitativa
 
Atps instrumentos tecnicas_atuacao_profissional
Atps instrumentos tecnicas_atuacao_profissionalAtps instrumentos tecnicas_atuacao_profissional
Atps instrumentos tecnicas_atuacao_profissional
 
Pesquisa E Uso Da Informacao Grupo1
Pesquisa E Uso Da Informacao Grupo1Pesquisa E Uso Da Informacao Grupo1
Pesquisa E Uso Da Informacao Grupo1
 
sociologico-1073.pdf
sociologico-1073.pdfsociologico-1073.pdf
sociologico-1073.pdf
 
Anpoll vera
Anpoll veraAnpoll vera
Anpoll vera
 
SISTEMAS DE IDENTIFICAÇÃO DE PLÁGIO = Similarity plagiarism systems UEPG brazil
SISTEMAS DE IDENTIFICAÇÃO DE PLÁGIO = Similarity plagiarism systems UEPG brazilSISTEMAS DE IDENTIFICAÇÃO DE PLÁGIO = Similarity plagiarism systems UEPG brazil
SISTEMAS DE IDENTIFICAÇÃO DE PLÁGIO = Similarity plagiarism systems UEPG brazil
 
Pesquisa-Ação | Disc. Métodos de Pesquisa - PPGDesign
Pesquisa-Ação | Disc. Métodos de Pesquisa - PPGDesignPesquisa-Ação | Disc. Métodos de Pesquisa - PPGDesign
Pesquisa-Ação | Disc. Métodos de Pesquisa - PPGDesign
 
Roteiro projetos grupo unir 2016
Roteiro projetos grupo unir 2016Roteiro projetos grupo unir 2016
Roteiro projetos grupo unir 2016
 
AS RELAÇÕES SOCIAIS NA CIÊNCIA: Um estudo sobre a colaboração científica de G...
AS RELAÇÕES SOCIAIS NA CIÊNCIA: Um estudo sobre a colaboração científica de G...AS RELAÇÕES SOCIAIS NA CIÊNCIA: Um estudo sobre a colaboração científica de G...
AS RELAÇÕES SOCIAIS NA CIÊNCIA: Um estudo sobre a colaboração científica de G...
 
Relatório Final: IV Ciclo de Debates Periódicos UFSC
Relatório Final: IV Ciclo de Debates Periódicos UFSCRelatório Final: IV Ciclo de Debates Periódicos UFSC
Relatório Final: IV Ciclo de Debates Periódicos UFSC
 
Tipos de revisão bibliográfica
Tipos de revisão bibliográficaTipos de revisão bibliográfica
Tipos de revisão bibliográfica
 
Prestação de Contas - NISP - 2014/2015
Prestação de Contas - NISP - 2014/2015Prestação de Contas - NISP - 2014/2015
Prestação de Contas - NISP - 2014/2015
 
Ética em Publicação Científica
Ética em Publicação CientíficaÉtica em Publicação Científica
Ética em Publicação Científica
 
A Ética na Produção e na Editoração Acadêmicas: um olhar sobre autoria, direi...
A Ética na Produção e na Editoração Acadêmicas: um olhar sobre autoria, direi...A Ética na Produção e na Editoração Acadêmicas: um olhar sobre autoria, direi...
A Ética na Produção e na Editoração Acadêmicas: um olhar sobre autoria, direi...
 

Mais de Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta

Citações e métricas complementares: um estudo da sua correlação em artigos ci...
Citações e métricas complementares: um estudo da sua correlação em artigos ci...Citações e métricas complementares: um estudo da sua correlação em artigos ci...
Citações e métricas complementares: um estudo da sua correlação em artigos ci...
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Pré-Workshop: Formação em Edição Eletrónica
Pré-Workshop: Formação em Edição EletrónicaPré-Workshop: Formação em Edição Eletrónica
Pré-Workshop: Formação em Edição Eletrónica
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Análise relacional entre princípios FAIR de gestão de dados de pesquisa e nor...
Análise relacional entre princípios FAIR de gestão de dados de pesquisa e nor...Análise relacional entre princípios FAIR de gestão de dados de pesquisa e nor...
Análise relacional entre princípios FAIR de gestão de dados de pesquisa e nor...
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
10 anos RCAAP - ConfOA
10 anos RCAAP - ConfOA10 anos RCAAP - ConfOA
Programa de formação modular sobre Ciência Aberta
Programa de formação modular sobre Ciência AbertaPrograma de formação modular sobre Ciência Aberta
Programa de formação modular sobre Ciência Aberta
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Análise da Produção Científica Brasileira em Periódicos de Acesso Aberto
Análise da Produção Científica Brasileira em Periódicos de Acesso AbertoAnálise da Produção Científica Brasileira em Periódicos de Acesso Aberto
Análise da Produção Científica Brasileira em Periódicos de Acesso Aberto
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Acesso aberto como ferramenta para o empoderamento do paciente
Acesso aberto como ferramenta para o empoderamento do pacienteAcesso aberto como ferramenta para o empoderamento do paciente
Acesso aberto como ferramenta para o empoderamento do paciente
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Livros eletrônicos, políticas de licenciamento e acesso aberto - relações con...
Livros eletrônicos, políticas de licenciamento e acesso aberto - relações con...Livros eletrônicos, políticas de licenciamento e acesso aberto - relações con...
Livros eletrônicos, políticas de licenciamento e acesso aberto - relações con...
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Melhorando a citabilidade de programas de computador para pesquisa com o Cita...
Melhorando a citabilidade de programas de computador para pesquisa com o Cita...Melhorando a citabilidade de programas de computador para pesquisa com o Cita...
Melhorando a citabilidade de programas de computador para pesquisa com o Cita...
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Técnicas de Search Engine Optimization (SEO) aplicadas no site da Biblioteca ...
Técnicas de Search Engine Optimization (SEO) aplicadas no site da Biblioteca ...Técnicas de Search Engine Optimization (SEO) aplicadas no site da Biblioteca ...
Técnicas de Search Engine Optimization (SEO) aplicadas no site da Biblioteca ...
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Café com Ciência – divulgação das publicações técnico-científicas em acesso a...
Café com Ciência – divulgação das publicações técnico-científicas em acesso a...Café com Ciência – divulgação das publicações técnico-científicas em acesso a...
Café com Ciência – divulgação das publicações técnico-científicas em acesso a...
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Serviço Nacional de Registo de Identificadores DOI
Serviço Nacional de Registo de Identificadores DOIServiço Nacional de Registo de Identificadores DOI
Serviço Nacional de Registo de Identificadores DOI
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Recursos educacionais abertos na Universidade Aberta. A rede como estratégia ...
Recursos educacionais abertos na Universidade Aberta. A rede como estratégia ...Recursos educacionais abertos na Universidade Aberta. A rede como estratégia ...
Recursos educacionais abertos na Universidade Aberta. A rede como estratégia ...
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Infraestrutura OpenAIRE: desenvolvimentos para o fortalecimento da Ciência Ab...
Infraestrutura OpenAIRE: desenvolvimentos para o fortalecimento da Ciência Ab...Infraestrutura OpenAIRE: desenvolvimentos para o fortalecimento da Ciência Ab...
Infraestrutura OpenAIRE: desenvolvimentos para o fortalecimento da Ciência Ab...
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Preservação digital, gestão de dados de pesquisa e biodversidade
Preservação digital, gestão de dados de pesquisa e biodversidadePreservação digital, gestão de dados de pesquisa e biodversidade
Preservação digital, gestão de dados de pesquisa e biodversidade
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Dados governamentais na perspectiva da Ciência Aberta: potencialidades e desa...
Dados governamentais na perspectiva da Ciência Aberta: potencialidades e desa...Dados governamentais na perspectiva da Ciência Aberta: potencialidades e desa...
Dados governamentais na perspectiva da Ciência Aberta: potencialidades e desa...
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Do acesso à informação aos Dados Parlamentares Abertos em Portugal
Do acesso à informação aos Dados Parlamentares Abertos em PortugalDo acesso à informação aos Dados Parlamentares Abertos em Portugal
Do acesso à informação aos Dados Parlamentares Abertos em Portugal
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Transparência e Dados Abertos do Recife: Uma Estratégia Bem Sucedida de Publi...
Transparência e Dados Abertos do Recife: Uma Estratégia Bem Sucedida de Publi...Transparência e Dados Abertos do Recife: Uma Estratégia Bem Sucedida de Publi...
Transparência e Dados Abertos do Recife: Uma Estratégia Bem Sucedida de Publi...
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Revistas científicas brasileiras de acesso aberto: qualidade do ponto de vist...
Revistas científicas brasileiras de acesso aberto: qualidade do ponto de vist...Revistas científicas brasileiras de acesso aberto: qualidade do ponto de vist...
Revistas científicas brasileiras de acesso aberto: qualidade do ponto de vist...
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Altmetria e a análise das condições de interação em torno de artigos sobre po...
Altmetria e a análise das condições de interação em torno de artigos sobre po...Altmetria e a análise das condições de interação em torno de artigos sobre po...
Altmetria e a análise das condições de interação em torno de artigos sobre po...
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 

Mais de Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta (20)

Citações e métricas complementares: um estudo da sua correlação em artigos ci...
Citações e métricas complementares: um estudo da sua correlação em artigos ci...Citações e métricas complementares: um estudo da sua correlação em artigos ci...
Citações e métricas complementares: um estudo da sua correlação em artigos ci...
 
Pré-Workshop: Formação em Edição Eletrónica
Pré-Workshop: Formação em Edição EletrónicaPré-Workshop: Formação em Edição Eletrónica
Pré-Workshop: Formação em Edição Eletrónica
 
Análise relacional entre princípios FAIR de gestão de dados de pesquisa e nor...
Análise relacional entre princípios FAIR de gestão de dados de pesquisa e nor...Análise relacional entre princípios FAIR de gestão de dados de pesquisa e nor...
Análise relacional entre princípios FAIR de gestão de dados de pesquisa e nor...
 
10 anos RCAAP - ConfOA
10 anos RCAAP - ConfOA10 anos RCAAP - ConfOA
10 anos RCAAP - ConfOA
 
Programa de formação modular sobre Ciência Aberta
Programa de formação modular sobre Ciência AbertaPrograma de formação modular sobre Ciência Aberta
Programa de formação modular sobre Ciência Aberta
 
Análise da Produção Científica Brasileira em Periódicos de Acesso Aberto
Análise da Produção Científica Brasileira em Periódicos de Acesso AbertoAnálise da Produção Científica Brasileira em Periódicos de Acesso Aberto
Análise da Produção Científica Brasileira em Periódicos de Acesso Aberto
 
Acesso aberto como ferramenta para o empoderamento do paciente
Acesso aberto como ferramenta para o empoderamento do pacienteAcesso aberto como ferramenta para o empoderamento do paciente
Acesso aberto como ferramenta para o empoderamento do paciente
 
Livros eletrônicos, políticas de licenciamento e acesso aberto - relações con...
Livros eletrônicos, políticas de licenciamento e acesso aberto - relações con...Livros eletrônicos, políticas de licenciamento e acesso aberto - relações con...
Livros eletrônicos, políticas de licenciamento e acesso aberto - relações con...
 
Melhorando a citabilidade de programas de computador para pesquisa com o Cita...
Melhorando a citabilidade de programas de computador para pesquisa com o Cita...Melhorando a citabilidade de programas de computador para pesquisa com o Cita...
Melhorando a citabilidade de programas de computador para pesquisa com o Cita...
 
Técnicas de Search Engine Optimization (SEO) aplicadas no site da Biblioteca ...
Técnicas de Search Engine Optimization (SEO) aplicadas no site da Biblioteca ...Técnicas de Search Engine Optimization (SEO) aplicadas no site da Biblioteca ...
Técnicas de Search Engine Optimization (SEO) aplicadas no site da Biblioteca ...
 
Café com Ciência – divulgação das publicações técnico-científicas em acesso a...
Café com Ciência – divulgação das publicações técnico-científicas em acesso a...Café com Ciência – divulgação das publicações técnico-científicas em acesso a...
Café com Ciência – divulgação das publicações técnico-científicas em acesso a...
 
Serviço Nacional de Registo de Identificadores DOI
Serviço Nacional de Registo de Identificadores DOIServiço Nacional de Registo de Identificadores DOI
Serviço Nacional de Registo de Identificadores DOI
 
Recursos educacionais abertos na Universidade Aberta. A rede como estratégia ...
Recursos educacionais abertos na Universidade Aberta. A rede como estratégia ...Recursos educacionais abertos na Universidade Aberta. A rede como estratégia ...
Recursos educacionais abertos na Universidade Aberta. A rede como estratégia ...
 
Infraestrutura OpenAIRE: desenvolvimentos para o fortalecimento da Ciência Ab...
Infraestrutura OpenAIRE: desenvolvimentos para o fortalecimento da Ciência Ab...Infraestrutura OpenAIRE: desenvolvimentos para o fortalecimento da Ciência Ab...
Infraestrutura OpenAIRE: desenvolvimentos para o fortalecimento da Ciência Ab...
 
Preservação digital, gestão de dados de pesquisa e biodversidade
Preservação digital, gestão de dados de pesquisa e biodversidadePreservação digital, gestão de dados de pesquisa e biodversidade
Preservação digital, gestão de dados de pesquisa e biodversidade
 
Dados governamentais na perspectiva da Ciência Aberta: potencialidades e desa...
Dados governamentais na perspectiva da Ciência Aberta: potencialidades e desa...Dados governamentais na perspectiva da Ciência Aberta: potencialidades e desa...
Dados governamentais na perspectiva da Ciência Aberta: potencialidades e desa...
 
Do acesso à informação aos Dados Parlamentares Abertos em Portugal
Do acesso à informação aos Dados Parlamentares Abertos em PortugalDo acesso à informação aos Dados Parlamentares Abertos em Portugal
Do acesso à informação aos Dados Parlamentares Abertos em Portugal
 
Transparência e Dados Abertos do Recife: Uma Estratégia Bem Sucedida de Publi...
Transparência e Dados Abertos do Recife: Uma Estratégia Bem Sucedida de Publi...Transparência e Dados Abertos do Recife: Uma Estratégia Bem Sucedida de Publi...
Transparência e Dados Abertos do Recife: Uma Estratégia Bem Sucedida de Publi...
 
Revistas científicas brasileiras de acesso aberto: qualidade do ponto de vist...
Revistas científicas brasileiras de acesso aberto: qualidade do ponto de vist...Revistas científicas brasileiras de acesso aberto: qualidade do ponto de vist...
Revistas científicas brasileiras de acesso aberto: qualidade do ponto de vist...
 
Altmetria e a análise das condições de interação em torno de artigos sobre po...
Altmetria e a análise das condições de interação em torno de artigos sobre po...Altmetria e a análise das condições de interação em torno de artigos sobre po...
Altmetria e a análise das condições de interação em torno de artigos sobre po...
 

Ciência aberta e revisão por pares aberta: aspectos e desafios da participação da comunidade em geral

  • 1. Ciência aberta e revisão por pares: aspectos e desafios para a participação da comunidade em geral Janaynne Carvalho do Amaral (PPGCI-IBICT/UFRJ) Eloísa Príncipe (PPGCI-IBICT/UFRJ)
  • 3. Revisão por Pares Aberta Identidades abertas (autor e revisor) Relatórios abertos Plataformas abertas Participação da comunidade em geral Definição de Ross-Hellaeur (2017) com base em uma revisão sistemática dos termos “Revisão por pares aberta” ou “revisão aberta”
  • 4. O modelo tradicional de Revisão por Pares “É a etapa mais importante do processo de publicação de resultados de pesquisa na opinião de todos os atores da cadeia editorial, como a que confere qualidade, confiabilidade e originalidade ao artigo” (NASSI-CALÒ, 2015). Fonte: <http://hudsonzanin.blogspot.com/2010/06/revisao-por- pares.html>. Simples-cega Duplo-cega
  • 5. O modelo tradicional de Revisão por Pares • PROBLEMAS: falta de confiabilidade e inconsistência; atraso e alto custo; falta de transparência; vieses sociais de publicação, com base no gênero, afiliação institucional e língua; falta de incentivo, ou seja, atividade sem remuneração e sem reconhecimento (ROSS- HELLAEUR, 2017a); não detecta fraude e plágio (FRESCO-SANTALLA; HERNÁNDEZ-PÉREZ, 2014) A proposta da revisão por pares aberta surge em decorrência das diversas críticas direcionadas ao modelo tradicional de revisão por pares.
  • 6. Ciência Aberta Acesso Aberto 88,2% Dados Abertos 80,3% Revisão por Pares Aberta 60, 3% Aceitação da Revisão por Pares Aberta pela comunidade científica (ROSS-HELLAUER, DEPPE, SCHMIDT, 2017)
  • 7. Revisão por Pares Aberta e participação da comunidade em geral • Mais da metade dos entrevistados acreditam que a comunidade em geral poderá contribuir para o aperfeiçoamento da revisão por pares, contra 28% que acreditam que só irá piorá-la. • 85 % acredita que as pessoas sentem-se mais interessadas em revisar um artigo quando são convidadas. • No que se refere à qualificação ou formação das pessoas que avaliam voluntariamente um artigo, 45% concordam que todos podem participar do processo de revisão, contra 38% que não concordam. Crenças • Melhora na seleção editorial de revisores, evitando preconceitos e elitismo • Aumento do número de revisores disponíveis; • Engajamento de revisores não qualificados no processo
  • 8. Revisão por Pares Aberta e participação da comunidade em geral – O impacto das identidades abertas O experimento de Suarez, Bernhard e Dellavalle (2012) No caso 1 - um pesquisador júnior é convidado por uma revista para avaliar um manuscrito cujo autor é presidente do departamento de uma universidade no qual ele pleiteará uma vaga para docente. Em decorrência dos princípios da revisão por pares aberta, o pesquisador júnior rejeita o convite com receio de que a sua carreira acadêmica seja prejudicada. No caso 2 - um pesquisador experiente faz duras críticas ao trabalho de um autor e, posteriormente, ao encontrá-lo em uma conferência, é tratado de forma fria por ele. Fonte: <http://noblat.oglobo.globo.com/geral/noticia/2017/11 /nao-valem-briga.html>
  • 9. Aspectos, desafios e reflexões iniciais • Os periódicos brasileiros Revista Neurociência e Journal of Human Growth and Development (USP); • Eventos e conferências; • Engajamento de toda a comunidade científica e não científica no processo de avaliação dos artigos; • A problematização das identidades abertas dos autores e revisores; • A qualificação necessária para avaliação de um manuscrito – incluindo-se a titulação de um pesquisador como forma de medir o quanto um revisor está capacitado; • O problema das relações interpessoais que podem ser causados entre o pesquisadores.
  • 10. Referências bibliográficas BORNMANN, Lutz (2013) - Scientific peer review. Annual Review of Information Science and Technology. Vol. 45, N° 1. [Consul. 22 Abr. 2018]. Disponível na Internet: <https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1002/aris.2011.1440450112>. BUDAPEST OPEN ACCESS INICIATIVE (2018) - Prólogo: a iniciativa de acesso aberto 10 anos depois. [Consul. 22 Abr. 2018]. Disponível na Internet: <http://www.budapestopenaccessinitiative.org/boai-10-translations/portuguese>. FRESCO-SANTALLA, Ana; HERNÁNDEZ-PÉREZ, Tony (2014) - Current and evolving models of peer review. The Serials Librarian. Vol. 67, N° 4. [Consul. 22 Abr. 2018]. Disponível na Internet: <https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/0361526X.2014.985415>. NASSI-CALÒ, Lilian (2015a) - A revisão por pares como objeto de estudo. SciELO em Perspectiva. [Consul. 13 Ago. 2018]. Disponível na Internet: <http://blog.scielo.org/blog/2015/04/24/a-revisao-por-pares-como-objeto-de-estudo/>. OPEN DEFINITION. The open definition. [Consul. 22 Abr. 2018]. Disponível na Internet: <https://opendefinition.org/>. RANALLI, Brent (2011) - A prehistory of peer review: religious blueprints from the Harlib Circle. Spontaneous Generations: A Journal for the History and Philosophy of Science. Vol. 5, N° 1(2011), p. 12-18.
  • 11. Referências bibliográficas ROSS-HELLAUER, Tony (2017a) - What is open peer review? A systematic review. F1000Research. Vol. 6, N° 588. [Consul. 22 Abr. 2018]. Disponível na Internet: <https://f1000research.com/articles/6-588/v1>. ROSS-HELLAUER, Tony; DEPPE, Arvid; SCHMIDT, Birgit (2017b) - Survey on open peer review: Attitudes and experience amongst editors, authors and reviewers. PLoS ONE [online]. Vol. 12, N° 12. [Consul. 22 Abr. 2018]. Disponível na Internet: < http://journals.plos.org/plosone/article?id=10.1371/journal.pone.0189311>. SPINAK, Ernesto (2018) - Sobre as vinte e duas definições de revisão por pares aberta...e mais. SciELO em Perspectiva. [Consul. 22 Abr. 2018]. Disponível na Internet: <http://blog.scielo.org/blog/2018/02/28/sobre-as-vinte-e-duas- definicoes-de-revisao-por-pares-aberta-e-mais/#.WtzyIMgvzIU>. THE ROYAL SOCIETY (2012) - Science as an open enterprise. London: The Royal Society Science Policy Centre. [Consul. 21 Abr. 2018]. Disponível na Internet: <https://royalsociety.org/~/media/policy/projects/sape/2012-06-20-saoe.pdf>.
  • 12. Muito obrigada! Até a próxima ConfOA no Brasil! menequete@gmail.com principe@ibict.br