SlideShare uma empresa Scribd logo
1
2
Cenário	
  Atual	
   O	
  que	
  está	
  	
  
sendo	
  feito	
  
Conclusão	
  
Macrometa	
  PDP:	
  	
  
ELEVAÇÃO	
  DO	
  GASTO	
  PRIVADO	
  EM	
  P&D	
  
EVOLUÇÃO	
  DO	
  GASTO	
  EM	
  P&D	
  
P&D	
  Privado/	
  PIB	
  
Fonte:	
  PINTEC	
  
*	
  Não	
  foi	
  realizada	
  PINTEC	
  em	
  2007	
  e	
  2008	
  
**	
  Obs.:	
  Considerando	
  crescimento	
  anual	
  de	
  5%	
  do	
  PIB	
  
Essencial	
   Elevar	
  a	
  capacidade	
  de	
  inovação	
  das	
  empresas	
  brasileiras	
  	
  
Cenário	
  de	
  construção	
  
da	
  Macrometa	
  
Unidade	
  	
  
%	
   0,51	
  %	
   -­‐	
  *	
   0,65	
  %	
  
R$	
   11,9	
  bilhões	
   -­‐	
  *	
   18,2	
  bilhões	
  **	
  
Variação	
  
Crescimento	
  médio	
  
anual	
  requerido	
  
2007-­‐2010	
  para	
  aEngir	
  
a	
  meta:	
  	
  9,8	
  %	
  **	
  
-­‐	
   -­‐	
  
Posição	
  2005	
   Resultado	
  2008	
   Meta	
  2010	
  
O	
  que	
  está	
  	
  
sendo	
  feito	
  
Conclusão	
  Cenário	
  de	
  construção	
  
da	
  Macrometa	
  
Macrometa	
  PDP:	
  
ELEVAÇÃO	
  DO	
  GASTO	
  PRIVADO	
  EM	
  P&D	
  
Possibilidade	
  de	
  
que	
  o	
  setor	
  privado	
  
deixe	
  de	
  ampliar	
  
seus	
  esforços	
  
tecnológicos	
  
Curto	
  prazo:	
  
conjuntura	
  de	
  crise	
  
internacional	
  e	
  de	
  
redução	
  do	
  
invesmento	
  fixo	
  
Necessidade	
  de	
  compromemento	
  maior	
  do	
  
setor	
  público	
  em	
  duas	
  ações	
  principais:	
  
Cenário	
  Atual	
  
Maior	
  arculação	
  
público	
  x	
  privada	
  
Mais	
  linhas	
  de	
  
financiamento	
  para	
  
o	
  setor	
  privado	
  
Cenário	
  Atual	
  Cenário	
  de	
  construção	
  
da	
  Macrometa	
  
Conclusão	
  
Macrometa	
  PDP:	
  
ELEVAÇÃO	
  DO	
  GASTO	
  PRIVADO	
  EM	
  P&D	
  
O	
  que	
  está	
  	
  
sendo	
  feito	
  
Ampliação	
  dos	
  desembolsos	
  para	
  inovação	
  
 Aumento	
  de	
  45%	
  dos	
  desembolsos	
  do	
  BNDES	
  à	
  inovação	
  
 Aumento	
  de	
  27%,	
  em	
  2008,	
  no	
  volume	
  executado	
  dos	
  fundos	
  setoriais	
  (MCT)	
  
 Aumento	
  de	
  17%,	
  em	
  2008,	
  no	
  volume	
  de	
  recursos	
  para	
  bolsas	
  de	
  pós-­‐graduação	
  
(Capes	
  e	
  CNPQ)	
  
Arculação	
  entre	
  PDP	
  e	
  PACTI	
  
 Finep:	
  subvenção	
  focada	
  em	
  programas	
  mobilizadores	
  estratégicos	
  
 MCT/Finep/BNDES:	
  Grupo	
  de	
  Trabalho	
  permanente	
  para	
  definição	
  de	
  ações	
  conjuntas	
  
e	
  complementares	
  
Engajamento	
  crescente	
  do	
  setor	
  privado	
  
 Mobilização	
  Empresarial	
  para	
  a	
  Inovação	
  
Cenário	
  Atual	
   O	
  que	
  está	
  	
  
sendo	
  feito	
  
Cenário	
  de	
  construção	
  
da	
  Macrometa	
  
Macrometa	
  PDP:	
  
ELEVAÇÃO	
  DO	
  GASTO	
  PRIVADO	
  EM	
  P&D	
  
Manutenção	
  da	
  Macrometa	
  
Conclusão	
  
Manutenção	
  da	
  Macrometa	
  
Segmentos	
  mais	
  duramente	
  afetados	
  pela	
  crise	
  tendem	
  	
  
a	
  reduzir	
  esforço	
  tecnológico	
  no	
  curto	
  prazo	
  
Mas	
  a	
  consolidação	
  de	
  polícas	
  estruturantes	
  
como	
  o	
  PACTI	
  e	
  a	
  PDP,	
  
...a	
  crescente	
  percepção	
  do	
  setor	
  privado	
  em	
  relação	
  ao	
  caráter	
  estratégico	
  das	
  
avidades	
  de	
  inovação,	
  	
  	
  
...	
  a	
  idenficação	
  de	
  oportunidades	
  para	
  inserção	
  compeva	
  de	
  longo	
  prazo	
  no	
  
mercado	
  mundial,	
  	
  
...	
  e	
  o	
  objevo	
  de	
  consolidar	
  expectavas	
  posivas,	
  recomendam	
  
ABDI	
  Areas	
  Estratégicas	
  
7	
  
Áreas	
  
Estratégicas	
  
Inserção	
  
Internacional	
  
CompeEEvidade	
  
Setorial	
  
Promoção	
  da	
  
PDP	
  
Inteligência	
  
CompeEEva	
  
Promoção	
  da	
  
Inovação	
  
8
ABDI	
  –	
  Ações	
  para	
  Promoção	
  da	
  Inovação	
  
MOBIT	
  -­‐	
  Mobilização	
  Brasileira	
  pela	
  Inovação	
  Tecnológica	
  
• Idenficar	
  metodologias	
  em	
  sete	
  países	
  (EUA,	
  
Canadá,	
  França,	
  Inglaterra,	
  Irlanda,	
  Finlândia	
  e	
  
Japão)	
  para	
  conceber	
  e	
  executar	
  um	
  plano	
  de	
  
mobilização	
  brasileira	
  pela	
  inovação	
  tecnológica	
  
ABDI	
  e	
  CEBRAP	
  
Objevo	
  central	
   Realização	
  
•  Aprofundar	
  diálogo	
  e	
  fóruns	
  permanentes	
  com	
  lideranças	
  empresariais	
  
para	
  o	
  desenvolvimento	
  da	
  Iniciava	
  Nacional	
  de	
  Inovação	
  
•  Criar	
  malha	
  de	
  pesquisadores	
  brasileiros	
  no	
  exterior	
  para	
  obtenção	
  de	
  
informações,	
  captar	
  tendências	
  e	
  organizar	
  prospecções	
  
•  Organizar	
  campanha	
  para	
  divulgar	
  leis	
  e	
  instrumentos	
  de	
  apoio	
  à	
  
inovação	
  
Ações	
  sugeridas	
  
Clique	
  para	
  abrir:	
  Documento	
  Final	
  
Ações	
  ABDI	
  
Programa	
  
Promoção	
  da	
  
Inovação	
  e	
  RENAPI	
  
RENAPI	
  
Portal	
  Inovação	
  
9
PARQUES	
  TECNOLÓGICOS	
  NO	
  BRASIL	
  
ABDI	
  –	
  Ações	
  para	
  Promoção	
  da	
  Inovação	
  
• Levantar	
  a	
  situação	
  brasileira	
  e	
  a	
  experiência	
  
mundial	
  para	
  a	
  ulização	
  de	
  Parques	
  Tecnológicos	
  
como	
  instrumento	
  de	
  políca	
  para	
  a	
  promoção	
  do	
  
desenvolvimento	
  econômico	
  e	
  social	
  	
  
ABDI,	
  ANPROTEC	
  e	
  
MCT	
  
Objevo	
  central	
   Realização	
  
• Programas	
  de	
  Apoio	
  a	
  PqTs	
  (linhas	
  de	
  apoio	
  para	
  o	
  desenvolvimento	
  e	
  inovação	
  de	
  PqTs,	
  
para	
  a	
  implantação	
  dsica	
  de	
  PqTs	
  e	
  para	
  projetos	
  mobilizadores	
  “Âncoras”	
  de	
  C&T&I	
  )	
  
• Programas	
  de	
  Apoio	
  às	
  Empresas	
  Instaladas	
  em	
  PqTs	
  (linhas	
  de	
  apoio	
  para	
  a	
  
pesquisa,	
  desenvolvimento	
  e	
  inovação	
  ,	
  para	
  infra-­‐estrutura	
  predial	
  e	
  laboratorial	
  de	
  empresas	
  de	
  
PqTs	
  e	
  para	
  esimulo	
  ao	
  invesEmento	
  privado).	
  
Ações	
  sugeridas	
  
Clique	
  para	
  abrir:	
  Documento	
  Final	
  
10
TALENTOS	
  PARA	
  A	
  INOVAÇÃO	
  
ABDI	
  –	
  Ações	
  para	
  Promoção	
  da	
  Inovação	
  
• Construir	
  uma	
  agenda	
  estratégica	
  para	
  a	
  diversificação	
  
no	
  processo	
  de	
  organização	
  da	
  pesquisa	
  e	
  formação	
  de	
  
recursos	
  humanos,	
  para	
  atender	
  a	
  necessidade	
  de	
  
inovação	
  da	
  indústria	
  
ABDI,	
  Sociedade	
  Brasileira	
  de	
  
Física,	
  Sociedade	
  Brasileira	
  de	
  
Matemáca,	
  Sociedade	
  
Brasileira	
  de	
  Química,	
  
ABENGE,	
  COPPE/UFRJ,	
  UFMG,	
  
UFBA,	
  UFSC,	
  UFRGS,	
  CGEE,	
  
CNI,	
  CGEE,	
  ANPEI	
  e	
  IBQP	
  
Objevo	
  central	
   Realização	
  
•  Coleção	
  Primeiros	
  Passos	
  na	
  Inovação	
  
•  Estruturar	
  núcleos	
  de	
  inovação	
  tecnológica	
  
•  Fortalecer	
  o	
  ensino	
  básico	
  e	
  médio	
  
•  Ajustar	
  o	
  foco	
  dos	
  programas	
  de	
  pesquisa	
  às	
  necessidades	
  regionais	
  
•  EsEmular	
  ferramentas	
  e	
  programas	
  de	
  ensino	
  à	
  distância	
  
•  Promover	
  os	
  Parques	
  Tecnológicos	
  
•  Esmular	
  a	
  integração	
  entre	
  ofertas	
  e	
  demandas	
  por	
  competências	
  
•  Apoiar	
  a	
  ampliação	
  de	
  centros	
  de	
  P&D	
  nas	
  empresas	
  
•  Cooperação	
  entre	
  governo	
  e	
  endades	
  setoriais	
  para	
  capacitação	
  de	
  RH	
  
Ações	
  sugeridas	
  
Clique	
  para	
  abrir:	
  Documento	
  Final	
  
Ações	
  ABDI	
  
Portal	
  Inovação	
  
RENAPI	
  (Cursos	
  de	
  
elaboração	
  de	
  projetos)	
  
Carlha	
  Eletrônica	
  
Clique	
  para	
  abrir	
  
Documento	
  
11
OPORTUNIDADES	
  DE	
  INVESTIMENTOS	
  EM	
  P&D	
  	
  
POR	
  EMPRESAS	
  TRANSNACIONAIS	
  NO	
  BRASIL	
  
ABDI	
  –	
  Ações	
  para	
  Promoção	
  da	
  Inovação	
  
• Idenficar	
  os	
  fatores	
  determinantes	
  para	
  a	
  escolha	
  
dos	
  países-­‐desno	
  dos	
  invesmentos	
  em	
  P&D	
  e	
  
condições	
  existentes	
  no	
  Brasil	
  para	
  atender	
  a	
  esses	
  
requisitos	
  (48	
  empresas	
  transnacionais	
  entrevistadas)	
  
ABDI	
  e	
  ANPEI	
  
Objevo	
  central	
   Realização	
  
•  Qualidade	
  do	
  RH/Pesquisador	
  brasileiro	
  
•  Qualidade	
  e	
  flexibilidade	
  na	
  relação	
  com	
  as	
  universidades	
  
•  Ambiente	
  insEtucional	
  favorável	
  comparado	
  com	
  outros	
  países,	
  tais	
  
como	
  China	
  e	
  Índia	
  
•  Existência	
  de	
  centros	
  de	
  excelência	
  de	
  P&D	
  da	
  transnacional	
  no	
  Brasil	
  
considerados	
  pela	
  corporação	
  
Pontos	
  favoráveis	
  do	
  Brasil	
  
12
OPORTUNIDADES	
  DE	
  INVESTIMENTOS	
  EM	
  P&D	
  	
  
POR	
  EMPRESAS	
  TRANSNACIONAIS	
  NO	
  BRASIL	
  
ABDI	
  –	
  Ações	
  para	
  Promoção	
  da	
  Inovação	
  
•  Ampliar	
  disponibilidade	
  de	
  profissionais	
  (especificamente	
  
nos	
  setores	
  de	
  soqware,	
  automovo	
  e	
  alimentos)	
  
•  Reduzir	
  custos	
  e	
  burocracia	
  na	
  importação	
  e	
  exportação	
  
de	
  materiais	
  e	
  equipamentos	
  para	
  P&D	
  
•  Agilizar	
  procedimentos	
  nas	
  ICTs	
  
•  Comparlhar	
  patentes	
  com	
  o	
  setor	
  acadêmico	
  
•  Agilizar	
  processos	
  relacionados	
  à	
  políca	
  de	
  propriedade	
  
industrial	
  
•  Aperfeiçoar	
  o	
  marco	
  regulatório	
  do	
  setor	
  farmacêuco	
  
•  Fortalecer	
  e	
  esmular	
  domínio	
  da	
  língua	
  inglesa	
  pelos	
  
profissionais	
  
•  Reduzir	
  a	
  insegurança	
  jurídica	
  quanto	
  ao	
  uso	
  de	
  
instrumentos	
  fiscais	
  de	
  incenvo	
  (Lei	
  do	
  Bem	
  e	
  Lei	
  de	
  
Inovação)	
  
•  Ampliar	
  a	
  divulgação	
  das	
  competências	
  disponíveis	
  nas	
  
instuições	
  acadêmicas	
  
Ações	
  sugeridas	
   Ações	
  ABDI	
  
Ambiente	
  Jurídico	
  –	
  Invesmento	
  e	
  
Inovação	
  
Ambiente	
  Jurídico	
  –	
  Invesmento	
  e	
  
Inovação	
  
Portal	
  Inovação	
  
hrp://www.portalinovacao.mct.gov.br	
  	
  
ABDI	
  –	
  Ações	
  para	
  Promoção	
  da	
  Inovação	
  
PORTAL	
  INOVAÇÃO	
  
• Esmular	
  a	
  cooperação	
  para	
  inovação	
  	
  
• Divulgar	
  as	
  competências,	
  ofertas	
  e	
  demandas	
  
tecnológicas	
  do	
  País	
  nos	
  diversos	
  setores	
  
econômicos	
  e	
  áreas	
  do	
  conhecimento	
  
• Mapear	
  o	
  Sistema	
  Brasileiro	
  de	
  Inovação	
  
MCT,	
  ABDI	
  E	
  CGEE	
  
Objevos	
  centrais	
   Realização	
  
14
ESTUDOS	
  PROSPECTIVOS	
  SETORIAIS	
  
ABDI	
  –	
  Ações	
  para	
  Promoção	
  da	
  Inovação	
  
• Desenvolver	
  planos	
  estratégicos	
  e	
  tecnológicos	
  
para	
  10	
  setores	
  industriais	
  e	
  3	
  áreas	
  estratégicas	
  
selecionadas,	
  para	
  um	
  horizonte	
  de	
  15	
  anos	
  
ABDI	
  e	
  CGEE	
  
Objevo	
  central	
   Realização	
  
•  2008:	
  7	
  estudos	
  prospecvos	
  concluídos	
  (plásEcos,	
  
cadeia	
  coureiro-­‐calçadista	
  e	
  de	
  artefatos,	
  cosméEcos,	
  
têxEl	
  e	
  confecções,	
  moveleiro,	
  aeronáuEco	
  e	
  
equipamento	
  médico-­‐hospitalar	
  e	
  odontológico)	
  	
  
•  2009:	
  serão	
  concluídos	
  mais	
  6	
  estudos	
  (construção	
  civil,	
  
automação,	
  automoEvo,	
  nanotecnologia,	
  biotecnologia	
  e	
  
TICs)	
  
Principais	
  resultados	
  
Clique	
  para	
  abrir:	
  Documentos	
  publicados	
  
Ações	
  ABDI	
  
Programa	
  de	
  
Compevidade	
  Setorial	
  
e	
  Programa	
  em	
  Áreas	
  
Estratégicas	
  
15
AGENDAS	
  TECNOLÓGICAS	
  SETORIAIS	
  
ABDI	
  –	
  Ações	
  para	
  Promoção	
  da	
  Inovação	
  
• Elaborar	
  agendas	
  tecnológicas	
  para	
  8	
  setores	
  
industriais	
  e	
  2	
  áreas	
  estratégicas	
  selecionadas,	
  
arculadas	
  com	
  as	
  ações	
  apontadas	
  nos	
  Estudos	
  
Prospecvos	
  e	
  com	
  a	
  PDP	
  e	
  o	
  PACTI	
  
ABDI	
  e	
  CGEE	
  
Objevo	
  central	
   Realização	
  
• Ação	
  em	
  andamento,	
  com	
  conclusão	
  prevista	
  para	
  2009	
  
Situação	
  atual	
  
16
ESTUDOS	
  SETORIAIS	
  DE	
  INOVAÇÃO	
  
ABDI	
  –	
  Ações	
  para	
  Promoção	
  da	
  Inovação	
  
• Estudar	
  como	
  as	
  empresas	
  brasileiras	
  nos	
  
diferentes	
  setores	
  industriais	
  acumulam	
  
conhecimento	
  para	
  realizar	
  inovação	
  tecnológica	
  
ABDI,	
  CEDEPLAR	
  e	
  
IPEA	
  
Objevo	
  central	
   Realização	
  
• 2008/2009:	
  4	
  setores	
  produvos	
  (automoEvo,	
  
transformados	
  plásEcos,	
  madeira	
  e	
  móveis	
  e	
  couro,	
  calçados	
  e	
  artefatos)	
  
• 2009/2010:	
  serão	
  publicados	
  resultados	
  de	
  outros	
  
10	
  setores	
  (higiene	
  pessoal,	
  perfumaria	
  e	
  cosméEcos,	
  têxEl	
  e	
  
confecção,	
  bens	
  de	
  capital,	
  aeronáuEco,	
  indústria	
  maríEma,	
  TICs,	
  
complexo	
  industrial	
  da	
  saúde,	
  complexo	
  de	
  energia,	
  sistema	
  
agroindustrial,	
  indústria	
  de	
  defesa)	
  
Principais	
  resultados	
   Ações	
  ABDI	
  
Programa	
  de	
  
Compevidade	
  Setorial,	
  
Inteligência	
  Compeva,	
  
Promoção	
  da	
  Inovação	
  e	
  
Programa	
  em	
  Áreas	
  
Estratégicas	
  
Clique	
  para	
  abrir:	
  	
  
Documentos	
  publicados	
  
17
ESTUDOS	
  SETORIAIS	
  DE	
  INOVAÇÃO	
  
ABDI	
  –	
  Ações	
  para	
  Promoção	
  da	
  Inovação	
  
• As	
  empresas	
  foram	
  classificadas	
  de	
  acordo	
  com	
  a	
  
seguinte	
  pologia:	
  
Metodologia	
  
• Empresas	
  Líderes:	
  	
  
i)	
  Inovadora	
  de	
  produto	
  novo	
  para	
  o	
  mercado	
  e	
  que	
  exporta	
  com	
  
preço	
  prêmio	
  	
  ou,	
  	
  
ii)	
  Inovadora	
  de	
  processo	
  novo	
  para	
  o	
  mercado,	
  exportadora	
  e	
  de	
  
menor	
  relação	
  custo/faturamento	
  no	
  seu	
  setor	
  industrial	
  
• Empresas	
  Seguidoras:	
  	
  
i)	
  demais	
  exportadoras	
  não	
  líderes	
  ou,	
  	
  
ii)	
  empresas	
  que	
  tem	
  produEvidade	
  igual	
  ou	
  superior	
  às	
  exportadoras	
  
não	
  líderes	
  no	
  seu	
  setor	
  industrial	
  
• Empresas	
  Emergentes:	
  	
  
	
   Empresas	
  não	
  classificadas	
  como	
  líderes	
  e	
  seguidoras,	
  logo	
  não	
  
exportadoras,	
  mas	
  que	
  investem	
  conEnuamente	
  em	
  P&D	
  ou	
  inovam	
  
produto	
  novo	
  para	
  o	
  mercado	
  mundial	
  ou	
  possuem	
  laboratórios	
  de	
  
P&D	
  (departamentos	
  de	
  P&D	
  e	
  que	
  tem	
  mestres/doutores	
  ocupados	
  
em	
  P&D).	
  
Ações	
  ABDI	
  
RENAPI	
  (Levantamento	
  
de	
  demandas	
  das	
  
Empresas	
  Emergentes)	
  
18
RENAPI	
  –	
  Rede	
  Nacional	
  de	
  Políca	
  Industrial	
  
ABDI	
  –	
  Ações	
  para	
  Promoção	
  da	
  Inovação	
  
• Rede	
  de	
  colaboração	
  entre	
  os	
  setores	
  	
  público	
  e	
  privado	
  voltada	
  ao	
  
desenvolvimento	
  industrial	
  
Objevo	
  central	
  
•  Núcleos	
  RENAPI	
  
Ações	
  
•  8	
  núcleos	
  instalados	
  (AC,	
  AL,CE,GO,RO,RR,RS	
  e	
  SE)	
  
•  5	
  núcleos	
  em	
  negociação	
  (MA,	
  MG,	
  PB,	
  PE	
  e	
  RN	
  )	
  
•  Encontros	
  RENAPI	
   •  24	
  encontros	
  realizados	
  com	
  3.914	
  parcipantes	
  
•  5	
  encontros	
  de	
  divulgação	
  da	
  PDP	
  com	
  486	
  part.	
  
•  RENAPI	
  Capacitação	
  –	
  Curso	
  de	
  
Elaboração	
  de	
  Projetos	
  para	
  
Captação	
  de	
  Recursos	
  para	
  Inovação	
  
Tecnológica	
  
-­‐ 25	
  cursos	
  realizados	
  em	
  18	
  cidades	
  de	
  14	
  estados	
  
-­‐ 	
  654	
  parcipantes	
  de	
  383	
  empresas	
  
-­‐ 	
  Em	
  implantação	
  do	
  ambiente	
  virtual	
  •  RENAPI	
  Digital	
  
Resultados	
  
ABDI	
  –	
  Ações	
  para	
  Promoção	
  da	
  Inovação	
  
PROMOÇÃO	
  DO	
  EMPREENDEDORISMO,	
  	
  
INOVAÇÃO	
  E	
  VENTURE	
  CAPITAL	
  
• Ampliar	
  o	
  acesso	
  das	
  PMEs	
  brasileiras	
  ao	
  mercado	
  
de	
  capitais,	
  para	
  a	
  realização	
  de	
  invesmentos	
  de	
  
longo	
  prazo	
  que	
  proporcionem	
  o	
  crescimento	
  de	
  
empreendedores	
  e	
  empresas	
  inovadoras	
  
ABDI,	
  ABVCAP,	
  FGV	
  e	
  
endades	
  setoriais,	
  
em	
  arculação	
  com	
  
FINEP	
  e	
  BNDES	
  
Objevo	
  central	
   Realização	
  
•  Censo	
  PE/VC	
  no	
  Brasil	
  
Ações	
  
•  Em	
  andamento	
  
•  Programa	
  de	
  Capacitação	
  em	
  
Empreendedorismo	
  e	
  PE/VC	
   •  Em	
  construção	
  
•  Encontros	
  entre	
  Invesdores	
  e	
  Empresas	
  
-­‐ 	
  11	
  realizados	
  com	
  1.200	
  parcipantes	
  
-­‐ 	
  A	
  realizar:	
  Petróleo	
  &	
  Gás	
  (junho/2009),	
  
Equipamentos	
  Médico-­‐Hospitalares	
  e	
  
Odontológicos	
  (julho/2009),	
  Energias	
  Alternavas	
  
(2º	
  sem/2009)	
  
-­‐ 	
  2008:	
  400	
  parcipantes	
  
-­‐ 	
  2009:	
  480	
  parcipantes	
  •  Congresso	
  Internacional	
  de	
  PE/VC	
  
Resultados	
  
Clique	
  para	
  abrir:	
  
Documentos	
  publicados	
  
ABDI	
  –	
  Ações	
  para	
  Promoção	
  da	
  Inovação	
  
MOBILIZAÇÃO	
  EMPRESARIAL	
  PELA	
  INOVAÇÃO	
  BRASIL-­‐EUA	
  
•  Mobilizar	
  os	
  setores	
  público	
  e	
  privado	
  dos	
  dois	
  países	
  e	
  das	
  
Américas	
  acerca	
  do	
  tema	
  do	
  crescimento	
  econômico	
  com	
  base	
  
na	
  inovação	
  
•  Promover	
  estratégias	
  para	
  reforçar	
  a	
  inovação	
  de	
  forma	
  
sustentável	
  nas	
  Américas	
  
•  Construir	
  uma	
  agenda	
  -­‐	
  “Chamada	
  para	
  Ação”	
  -­‐	
  onde	
  os	
  líderes	
  
dos	
  dois	
  países	
  se	
  comprometem	
  a	
  trabalhar	
  juntos	
  para	
  um	
  
futuro	
  fundamentado	
  na	
  inovação	
  
ABDI,	
  MBC	
  e	
  CoC/EUA	
  
(Council	
  on	
  
Compe22veness)	
  
Objevos	
  centrais	
   Realização	
  
•  US-­‐Brazil	
  Innovaon	
  Summit	
  
Ações	
  
•  Brasília/DF,	
  julho/2007	
  -­‐	
  250	
  parcipantes	
  
Resultados	
  
•  Innovaon	
  Labs	
  
•  Realizados:	
  	
  
•  Brasília,	
  July	
  2008	
  (60	
  pessoas)	
  
•  Washignton,	
  D.C.,	
  August	
  2008	
  (60	
  pessoas)	
  	
  	
  
•  Porto	
  Alegre,	
  Abril	
  2009	
  (60	
  pessoas)	
  	
  
•  Chicago,	
  Maio	
  2009	
  (60	
  pessoas)	
  	
  
•  São	
  Paulo,	
  julho	
  2009	
  (60	
  pessoas)	
  	
  
•  Silicion	
  Valley,	
  agosto	
  2009	
  (60	
  pessoas)	
  	
  
•  Rio	
  de	
  Janeiro,	
  agosto	
  2009	
  (60	
  pessoas)	
  	
  
•  A	
  realizar	
  (2009):	
  
•  BH,	
  novembro	
  	
  
•  US-­‐Brazil	
  Innovaon	
  Summit	
  2010	
   •  Washington	
  D.C.,	
  março/2010	
  
Resultados dos Laboratórios
Outras iniciativas
Parceria entre a empresa brasileira
Choice - Inteligência em Energia e NREL
Prospecção entre ABDI e MIT para:
(i) estágio de estudantes do MIT em empresas
brasileiras; e
(ii) treinamento e imersão de empreendedores
brasileiros no MIT e na área de Cambridge,
Massachusetts.
Clean Tech Open Brazil
Responsáveis brasileiros: FIERGS
Responsáveis EUA: California Clean Tech Open e DoE 
Identificar, financiar e promover planos de negócios em
tecnologias limpas por meio de competições anuais,
oferecendo recursos, treinamentos e apoio aos
vencedores.
Colaboração em Smart Grids –
Projeto de Demonstração
Energias Renováveis e Redes Inteligentes
Responsável BR: Cemig
Implantar sistema inteligente de fornecimento de
energia elétrica em região com ≈ 60.000 consumidores,
a partir de geração por fontes renováveis distribuídas
e com Inteligência de Rede, Smart Metering,
Telecomunicações e TICs.
Colaboração em Co-Incubação
Responsável BR: ANPROTEC
Responsáveis EUA:
Universidade do Estado do Arizona
(SkySong) e Incubadora de San José, Califórnia
Incubar start-ups selecionadas em incubadora do
país parceiro, que oferecerá apoio sem custos por
seis meses, dentre outras possibilidades.
21
ABDI	
  –	
  Ações	
  para	
  Promoção	
  da	
  Inovação	
  
MOBILIZAÇÃO	
  EMPRESARIAL	
  PELA	
  INOVAÇÃO	
  BRASIL-­‐EUA	
  
CLAYTON	
  CAMPANHOLA	
  
Diretor	
  -­‐	
  ABDI	
  
gabinete@abdi.com.br	
  
+55	
  61	
  3962	
  8700	
  
www.abdi.com.br	
  

Mais conteúdo relacionado

Destaque

SPIRAmir 2012 Catalog
SPIRAmir 2012 CatalogSPIRAmir 2012 Catalog
SPIRAmir 2012 Catalog
Matthew Mercier
 
Roasted cafe
Roasted cafeRoasted cafe
Roasted cafe
singlerl
 
Construccion vivienda
Construccion viviendaConstruccion vivienda
Construccion vivienda
Miguel Calvopiña
 
Coeficientes de Abertura Comercial | 2º Trimestre 2013
Coeficientes de Abertura Comercial | 2º Trimestre 2013Coeficientes de Abertura Comercial | 2º Trimestre 2013
Coeficientes de Abertura Comercial | 2º Trimestre 2013
Confederação Nacional da Indústria
 
Gestão tecnológica e provisão de serviços através da Telemedicina
Gestão tecnológica e provisão de serviços através da TelemedicinaGestão tecnológica e provisão de serviços através da Telemedicina
Gestão tecnológica e provisão de serviços através da Telemedicina
Marcelo Neubauer
 
Festas e Romarias do Minho
Festas e Romarias do MinhoFestas e Romarias do Minho
Festas e Romarias do Minho
4everfriends
 
A Turma Do Cef1
A Turma Do Cef1A Turma Do Cef1
A Turma Do Cef1
pakilox
 
Practica 28
Practica 28Practica 28
Practica 28
Yackii AlpiiRez
 
今後の韓国語e-learningのあるべき姿は? -電子紙芝居を超えて-
今後の韓国語e-learningのあるべき姿は? -電子紙芝居を超えて-今後の韓国語e-learningのあるべき姿は? -電子紙芝居を超えて-
今後の韓国語e-learningのあるべき姿は? -電子紙芝居を超えて-
Kenichi Kamiya
 
Разработка игр с помощью Cocos2d
Разработка игр с помощью Cocos2dРазработка игр с помощью Cocos2d
Разработка игр с помощью Cocos2dStanislav Krasnoyarov
 
Pich Against The Machine
Pich Against The MachinePich Against The Machine
Pich Against The Machine
Sylvain Peigney
 
Twitter list by_nggodress_v2
Twitter list by_nggodress_v2Twitter list by_nggodress_v2
Twitter list by_nggodress_v2
syahrulrizaldi
 
Brief ppt
Brief pptBrief ppt

Destaque (20)

Tutorial blogger
Tutorial bloggerTutorial blogger
Tutorial blogger
 
20121203
2012120320121203
20121203
 
SPIRAmir 2012 Catalog
SPIRAmir 2012 CatalogSPIRAmir 2012 Catalog
SPIRAmir 2012 Catalog
 
Roasted cafe
Roasted cafeRoasted cafe
Roasted cafe
 
Construccion vivienda
Construccion viviendaConstruccion vivienda
Construccion vivienda
 
Semangat 45
Semangat 45Semangat 45
Semangat 45
 
Capitulo2
Capitulo2Capitulo2
Capitulo2
 
Coeficientes de Abertura Comercial | 2º Trimestre 2013
Coeficientes de Abertura Comercial | 2º Trimestre 2013Coeficientes de Abertura Comercial | 2º Trimestre 2013
Coeficientes de Abertura Comercial | 2º Trimestre 2013
 
Ratio pmr
Ratio pmrRatio pmr
Ratio pmr
 
bahçeşehir
bahçeşehirbahçeşehir
bahçeşehir
 
Gestão tecnológica e provisão de serviços através da Telemedicina
Gestão tecnológica e provisão de serviços através da TelemedicinaGestão tecnológica e provisão de serviços através da Telemedicina
Gestão tecnológica e provisão de serviços através da Telemedicina
 
Festas e Romarias do Minho
Festas e Romarias do MinhoFestas e Romarias do Minho
Festas e Romarias do Minho
 
A Turma Do Cef1
A Turma Do Cef1A Turma Do Cef1
A Turma Do Cef1
 
Practica 28
Practica 28Practica 28
Practica 28
 
今後の韓国語e-learningのあるべき姿は? -電子紙芝居を超えて-
今後の韓国語e-learningのあるべき姿は? -電子紙芝居を超えて-今後の韓国語e-learningのあるべき姿は? -電子紙芝居を超えて-
今後の韓国語e-learningのあるべき姿は? -電子紙芝居を超えて-
 
Разработка игр с помощью Cocos2d
Разработка игр с помощью Cocos2dРазработка игр с помощью Cocos2d
Разработка игр с помощью Cocos2d
 
Pich Against The Machine
Pich Against The MachinePich Against The Machine
Pich Against The Machine
 
Jjjjjjj
JjjjjjjJjjjjjj
Jjjjjjj
 
Twitter list by_nggodress_v2
Twitter list by_nggodress_v2Twitter list by_nggodress_v2
Twitter list by_nggodress_v2
 
Brief ppt
Brief pptBrief ppt
Brief ppt
 

Semelhante a Competitividade e Inovação - Clayton Campanhola - Diretor da Associação Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) - 2009

Projeto Estruturador - RIT
Projeto Estruturador - RITProjeto Estruturador - RIT
Projeto Estruturador - RIT
6478769879685
 
Projeto Estruturador - RIT
Projeto Estruturador - RITProjeto Estruturador - RIT
Projeto Estruturador - RIT
6478769879685
 
Dra. eliane bahruth
Dra. eliane bahruthDra. eliane bahruth
2019-12-03-16-00 IncoDay 2019 - Apresentacao BSRIA 2020 Draft .pdf
2019-12-03-16-00 IncoDay 2019 - Apresentacao BSRIA 2020 Draft .pdf2019-12-03-16-00 IncoDay 2019 - Apresentacao BSRIA 2020 Draft .pdf
2019-12-03-16-00 IncoDay 2019 - Apresentacao BSRIA 2020 Draft .pdf
DanielSieses
 
Embrapa: Empreededorismo e Inovação
Embrapa: Empreededorismo e InovaçãoEmbrapa: Empreededorismo e Inovação
Embrapa: Empreededorismo e Inovação
BRAIN Brasil Inovação
 
Pdp ps evento xii fimai
Pdp ps evento xii fimaiPdp ps evento xii fimai
Pdp ps evento xii fimai
Instituto IDEIAS
 
INOVA UPS 2011_Carlos Alberto
INOVA UPS 2011_Carlos AlbertoINOVA UPS 2011_Carlos Alberto
INOVA UPS 2011_Carlos Alberto
NIT Rio
 
A Inserção da Energia na Política de C&T&I
A Inserção da Energia na Política de C&T&IA Inserção da Energia na Política de C&T&I
A Inserção da Energia na Política de C&T&I
CTBE - Brazilian Bioethanol Sci&Tech Laboratory
 
Bioeconomia e o Setor Sucroenergético
Bioeconomia e o Setor SucroenergéticoBioeconomia e o Setor Sucroenergético
Bioeconomia e o Setor Sucroenergético
Wilson A. Araujo
 
Iniciativa brasileira de nanotecnologia
Iniciativa brasileira de nanotecnologiaIniciativa brasileira de nanotecnologia
Iniciativa brasileira de nanotecnologia
Confap
 
O conhecimento tecnológico e a gestão do conhecimento
O conhecimento tecnológico e a gestão do conhecimentoO conhecimento tecnológico e a gestão do conhecimento
O conhecimento tecnológico e a gestão do conhecimento
Roberto C. S. Pacheco
 
Seminario Projeto Estruturador Dez 09 V7
Seminario Projeto Estruturador Dez 09 V7Seminario Projeto Estruturador Dez 09 V7
Seminario Projeto Estruturador Dez 09 V7
Fabricio Martins
 
Brasiltec out/2005
Brasiltec out/2005Brasiltec out/2005
Brasiltec out/2005
kleber.torres
 
Brasiltec 10 05
Brasiltec 10 05Brasiltec 10 05
Brasiltec 10 05
kleber.torres
 
Balanço Final do Governo Lula - livro 1 (cap. 5)
Balanço Final do Governo Lula - livro 1 (cap. 5)Balanço Final do Governo Lula - livro 1 (cap. 5)
Balanço Final do Governo Lula - livro 1 (cap. 5)
Edinho Silva
 
Palestra Básica - Agosto de 2009
Palestra Básica - Agosto de 2009Palestra Básica - Agosto de 2009
Palestra Básica - Agosto de 2009
Matheus Parreira Machado
 
Relatório Caminhos para a produtividade - Indústria 4.0
Relatório Caminhos para a produtividade - Indústria 4.0Relatório Caminhos para a produtividade - Indústria 4.0
Relatório Caminhos para a produtividade - Indústria 4.0
Fundação Dom Cabral - FDC
 
Secretaria de Ciencia, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais
Secretaria de Ciencia, Tecnologia e Ensino Superior de Minas GeraisSecretaria de Ciencia, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais
Secretaria de Ciencia, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais
Fabricio Martins
 
Palestra Básica. Secretaria De Ciencia, Tecnologia E Ensino Superior De Minas...
Palestra Básica. Secretaria De Ciencia, Tecnologia E Ensino Superior De Minas...Palestra Básica. Secretaria De Ciencia, Tecnologia E Ensino Superior De Minas...
Palestra Básica. Secretaria De Ciencia, Tecnologia E Ensino Superior De Minas...
Fabricio Martins
 
Palestra BáSica 21 07 09
Palestra BáSica 21 07 09Palestra BáSica 21 07 09
Palestra BáSica 21 07 09
Matheus Parreira Machado
 

Semelhante a Competitividade e Inovação - Clayton Campanhola - Diretor da Associação Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) - 2009 (20)

Projeto Estruturador - RIT
Projeto Estruturador - RITProjeto Estruturador - RIT
Projeto Estruturador - RIT
 
Projeto Estruturador - RIT
Projeto Estruturador - RITProjeto Estruturador - RIT
Projeto Estruturador - RIT
 
Dra. eliane bahruth
Dra. eliane bahruthDra. eliane bahruth
Dra. eliane bahruth
 
2019-12-03-16-00 IncoDay 2019 - Apresentacao BSRIA 2020 Draft .pdf
2019-12-03-16-00 IncoDay 2019 - Apresentacao BSRIA 2020 Draft .pdf2019-12-03-16-00 IncoDay 2019 - Apresentacao BSRIA 2020 Draft .pdf
2019-12-03-16-00 IncoDay 2019 - Apresentacao BSRIA 2020 Draft .pdf
 
Embrapa: Empreededorismo e Inovação
Embrapa: Empreededorismo e InovaçãoEmbrapa: Empreededorismo e Inovação
Embrapa: Empreededorismo e Inovação
 
Pdp ps evento xii fimai
Pdp ps evento xii fimaiPdp ps evento xii fimai
Pdp ps evento xii fimai
 
INOVA UPS 2011_Carlos Alberto
INOVA UPS 2011_Carlos AlbertoINOVA UPS 2011_Carlos Alberto
INOVA UPS 2011_Carlos Alberto
 
A Inserção da Energia na Política de C&T&I
A Inserção da Energia na Política de C&T&IA Inserção da Energia na Política de C&T&I
A Inserção da Energia na Política de C&T&I
 
Bioeconomia e o Setor Sucroenergético
Bioeconomia e o Setor SucroenergéticoBioeconomia e o Setor Sucroenergético
Bioeconomia e o Setor Sucroenergético
 
Iniciativa brasileira de nanotecnologia
Iniciativa brasileira de nanotecnologiaIniciativa brasileira de nanotecnologia
Iniciativa brasileira de nanotecnologia
 
O conhecimento tecnológico e a gestão do conhecimento
O conhecimento tecnológico e a gestão do conhecimentoO conhecimento tecnológico e a gestão do conhecimento
O conhecimento tecnológico e a gestão do conhecimento
 
Seminario Projeto Estruturador Dez 09 V7
Seminario Projeto Estruturador Dez 09 V7Seminario Projeto Estruturador Dez 09 V7
Seminario Projeto Estruturador Dez 09 V7
 
Brasiltec out/2005
Brasiltec out/2005Brasiltec out/2005
Brasiltec out/2005
 
Brasiltec 10 05
Brasiltec 10 05Brasiltec 10 05
Brasiltec 10 05
 
Balanço Final do Governo Lula - livro 1 (cap. 5)
Balanço Final do Governo Lula - livro 1 (cap. 5)Balanço Final do Governo Lula - livro 1 (cap. 5)
Balanço Final do Governo Lula - livro 1 (cap. 5)
 
Palestra Básica - Agosto de 2009
Palestra Básica - Agosto de 2009Palestra Básica - Agosto de 2009
Palestra Básica - Agosto de 2009
 
Relatório Caminhos para a produtividade - Indústria 4.0
Relatório Caminhos para a produtividade - Indústria 4.0Relatório Caminhos para a produtividade - Indústria 4.0
Relatório Caminhos para a produtividade - Indústria 4.0
 
Secretaria de Ciencia, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais
Secretaria de Ciencia, Tecnologia e Ensino Superior de Minas GeraisSecretaria de Ciencia, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais
Secretaria de Ciencia, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais
 
Palestra Básica. Secretaria De Ciencia, Tecnologia E Ensino Superior De Minas...
Palestra Básica. Secretaria De Ciencia, Tecnologia E Ensino Superior De Minas...Palestra Básica. Secretaria De Ciencia, Tecnologia E Ensino Superior De Minas...
Palestra Básica. Secretaria De Ciencia, Tecnologia E Ensino Superior De Minas...
 
Palestra BáSica 21 07 09
Palestra BáSica 21 07 09Palestra BáSica 21 07 09
Palestra BáSica 21 07 09
 

Mais de Confederação Nacional da Indústria

Apresentação Lee - Etapa nacional
Apresentação Lee - Etapa nacionalApresentação Lee - Etapa nacional
Apresentação Lee - Etapa nacional
Confederação Nacional da Indústria
 
Medo do Desemprego e Satisfação com a Vida - Janeiro 2015 | Divulgação 08/01/...
Medo do Desemprego e Satisfação com a Vida - Janeiro 2015 | Divulgação 08/01/...Medo do Desemprego e Satisfação com a Vida - Janeiro 2015 | Divulgação 08/01/...
Medo do Desemprego e Satisfação com a Vida - Janeiro 2015 | Divulgação 08/01/...
Confederação Nacional da Indústria
 
Retratos da Sociedade Brasileira - Educação Básica - Dezembro 2014 | Divulgaç...
Retratos da Sociedade Brasileira - Educação Básica - Dezembro 2014 | Divulgaç...Retratos da Sociedade Brasileira - Educação Básica - Dezembro 2014 | Divulgaç...
Retratos da Sociedade Brasileira - Educação Básica - Dezembro 2014 | Divulgaç...
Confederação Nacional da Indústria
 
INEC | Novembro 2014 | Divulgação 28/11
INEC | Novembro 2014 | Divulgação 28/11INEC | Novembro 2014 | Divulgação 28/11
INEC | Novembro 2014 | Divulgação 28/11
Confederação Nacional da Indústria
 
Sondagem Indústria da Construção | Setembro 2014 | Divulgação 27/10/2014
Sondagem Indústria da Construção | Setembro 2014 | Divulgação 27/10/2014Sondagem Indústria da Construção | Setembro 2014 | Divulgação 27/10/2014
Sondagem Indústria da Construção | Setembro 2014 | Divulgação 27/10/2014
Confederação Nacional da Indústria
 
Sondagem industrial | Setembro 2014 | Divulgação 23/10/2014
Sondagem industrial | Setembro 2014 | Divulgação 23/10/2014Sondagem industrial | Setembro 2014 | Divulgação 23/10/2014
Sondagem industrial | Setembro 2014 | Divulgação 23/10/2014
Confederação Nacional da Indústria
 
ICEI | Outubro 2014 | Divulgação 15/10/2014
ICEI | Outubro 2014 | Divulgação 15/10/2014ICEI | Outubro 2014 | Divulgação 15/10/2014
ICEI | Outubro 2014 | Divulgação 15/10/2014
Confederação Nacional da Indústria
 
Indicadores Industriais | Agosto 2014 | Divulgação 01/10/2014
 Indicadores Industriais | Agosto 2014 | Divulgação 01/10/2014 Indicadores Industriais | Agosto 2014 | Divulgação 01/10/2014
Indicadores Industriais | Agosto 2014 | Divulgação 01/10/2014
Confederação Nacional da Indústria
 
INEC | Setembro 2014 | Divulgação 29/9/2014
INEC | Setembro 2014 | Divulgação 29/9/2014INEC | Setembro 2014 | Divulgação 29/9/2014
INEC | Setembro 2014 | Divulgação 29/9/2014
Confederação Nacional da Indústria
 
Sondagem Industrial | Agosto 2014 | Divulgação 18/09/2014
 Sondagem Industrial | Agosto 2014 | Divulgação 18/09/2014 Sondagem Industrial | Agosto 2014 | Divulgação 18/09/2014
Sondagem Industrial | Agosto 2014 | Divulgação 18/09/2014
Confederação Nacional da Indústria
 
CNI-Ibope | Setembro 2014 | Divulgação 12/09/2014
CNI-Ibope | Setembro 2014 | Divulgação 12/09/2014CNI-Ibope | Setembro 2014 | Divulgação 12/09/2014
CNI-Ibope | Setembro 2014 | Divulgação 12/09/2014
Confederação Nacional da Indústria
 
Indicadores Industriais | Julho 2014 | Divulgação 04/09/2014
Indicadores Industriais | Julho 2014 | Divulgação 04/09/2014Indicadores Industriais | Julho 2014 | Divulgação 04/09/2014
Indicadores Industriais | Julho 2014 | Divulgação 04/09/2014
Confederação Nacional da Indústria
 
Cartilha - Escolha Profissões da Indústria
Cartilha - Escolha Profissões da Indústria Cartilha - Escolha Profissões da Indústria
Cartilha - Escolha Profissões da Indústria
Confederação Nacional da Indústria
 
Pesquisa sobre Resíduos Sólidos | Junho/Julho 2014 | Divulgação 20/08/2014
Pesquisa sobre Resíduos Sólidos | Junho/Julho 2014 | Divulgação 20/08/2014Pesquisa sobre Resíduos Sólidos | Junho/Julho 2014 | Divulgação 20/08/2014
Pesquisa sobre Resíduos Sólidos | Junho/Julho 2014 | Divulgação 20/08/2014
Confederação Nacional da Indústria
 
ICEI | Agosto 2014 | Divulgação 18/08/2014
ICEI | Agosto 2014 | Divulgação 18/08/2014ICEI | Agosto 2014 | Divulgação 18/08/2014
ICEI | Agosto 2014 | Divulgação 18/08/2014
Confederação Nacional da Indústria
 
Sondagem Especial Terceirização | Julho de 2014 | Divulgação 14/08/2014
Sondagem Especial Terceirização | Julho de 2014 | Divulgação 14/08/2014Sondagem Especial Terceirização | Julho de 2014 | Divulgação 14/08/2014
Sondagem Especial Terceirização | Julho de 2014 | Divulgação 14/08/2014
Confederação Nacional da Indústria
 
Coeficientes de Abertura Comercial | Abril/ Junho 2014 | Divulgação 14/08/2014
Coeficientes de Abertura Comercial | Abril/ Junho 2014 | Divulgação 14/08/2014Coeficientes de Abertura Comercial | Abril/ Junho 2014 | Divulgação 14/08/2014
Coeficientes de Abertura Comercial | Abril/ Junho 2014 | Divulgação 14/08/2014
Confederação Nacional da Indústria
 
Indicadores Industriais | Junho 2014 | Divulgação 05/08/2014
Indicadores Industriais | Junho 2014 | Divulgação 05/08/2014Indicadores Industriais | Junho 2014 | Divulgação 05/08/2014
Indicadores Industriais | Junho 2014 | Divulgação 05/08/2014
Confederação Nacional da Indústria
 
INEC | Julho 2014 | Divulgação 31/07/2014
INEC | Julho 2014 | Divulgação 31/07/2014INEC | Julho 2014 | Divulgação 31/07/2014
INEC | Julho 2014 | Divulgação 31/07/2014
Confederação Nacional da Indústria
 
Apresentação | Propostas da Indústria para as Eleições 2014
Apresentação | Propostas da Indústria para as Eleições 2014Apresentação | Propostas da Indústria para as Eleições 2014
Apresentação | Propostas da Indústria para as Eleições 2014
Confederação Nacional da Indústria
 

Mais de Confederação Nacional da Indústria (20)

Apresentação Lee - Etapa nacional
Apresentação Lee - Etapa nacionalApresentação Lee - Etapa nacional
Apresentação Lee - Etapa nacional
 
Medo do Desemprego e Satisfação com a Vida - Janeiro 2015 | Divulgação 08/01/...
Medo do Desemprego e Satisfação com a Vida - Janeiro 2015 | Divulgação 08/01/...Medo do Desemprego e Satisfação com a Vida - Janeiro 2015 | Divulgação 08/01/...
Medo do Desemprego e Satisfação com a Vida - Janeiro 2015 | Divulgação 08/01/...
 
Retratos da Sociedade Brasileira - Educação Básica - Dezembro 2014 | Divulgaç...
Retratos da Sociedade Brasileira - Educação Básica - Dezembro 2014 | Divulgaç...Retratos da Sociedade Brasileira - Educação Básica - Dezembro 2014 | Divulgaç...
Retratos da Sociedade Brasileira - Educação Básica - Dezembro 2014 | Divulgaç...
 
INEC | Novembro 2014 | Divulgação 28/11
INEC | Novembro 2014 | Divulgação 28/11INEC | Novembro 2014 | Divulgação 28/11
INEC | Novembro 2014 | Divulgação 28/11
 
Sondagem Indústria da Construção | Setembro 2014 | Divulgação 27/10/2014
Sondagem Indústria da Construção | Setembro 2014 | Divulgação 27/10/2014Sondagem Indústria da Construção | Setembro 2014 | Divulgação 27/10/2014
Sondagem Indústria da Construção | Setembro 2014 | Divulgação 27/10/2014
 
Sondagem industrial | Setembro 2014 | Divulgação 23/10/2014
Sondagem industrial | Setembro 2014 | Divulgação 23/10/2014Sondagem industrial | Setembro 2014 | Divulgação 23/10/2014
Sondagem industrial | Setembro 2014 | Divulgação 23/10/2014
 
ICEI | Outubro 2014 | Divulgação 15/10/2014
ICEI | Outubro 2014 | Divulgação 15/10/2014ICEI | Outubro 2014 | Divulgação 15/10/2014
ICEI | Outubro 2014 | Divulgação 15/10/2014
 
Indicadores Industriais | Agosto 2014 | Divulgação 01/10/2014
 Indicadores Industriais | Agosto 2014 | Divulgação 01/10/2014 Indicadores Industriais | Agosto 2014 | Divulgação 01/10/2014
Indicadores Industriais | Agosto 2014 | Divulgação 01/10/2014
 
INEC | Setembro 2014 | Divulgação 29/9/2014
INEC | Setembro 2014 | Divulgação 29/9/2014INEC | Setembro 2014 | Divulgação 29/9/2014
INEC | Setembro 2014 | Divulgação 29/9/2014
 
Sondagem Industrial | Agosto 2014 | Divulgação 18/09/2014
 Sondagem Industrial | Agosto 2014 | Divulgação 18/09/2014 Sondagem Industrial | Agosto 2014 | Divulgação 18/09/2014
Sondagem Industrial | Agosto 2014 | Divulgação 18/09/2014
 
CNI-Ibope | Setembro 2014 | Divulgação 12/09/2014
CNI-Ibope | Setembro 2014 | Divulgação 12/09/2014CNI-Ibope | Setembro 2014 | Divulgação 12/09/2014
CNI-Ibope | Setembro 2014 | Divulgação 12/09/2014
 
Indicadores Industriais | Julho 2014 | Divulgação 04/09/2014
Indicadores Industriais | Julho 2014 | Divulgação 04/09/2014Indicadores Industriais | Julho 2014 | Divulgação 04/09/2014
Indicadores Industriais | Julho 2014 | Divulgação 04/09/2014
 
Cartilha - Escolha Profissões da Indústria
Cartilha - Escolha Profissões da Indústria Cartilha - Escolha Profissões da Indústria
Cartilha - Escolha Profissões da Indústria
 
Pesquisa sobre Resíduos Sólidos | Junho/Julho 2014 | Divulgação 20/08/2014
Pesquisa sobre Resíduos Sólidos | Junho/Julho 2014 | Divulgação 20/08/2014Pesquisa sobre Resíduos Sólidos | Junho/Julho 2014 | Divulgação 20/08/2014
Pesquisa sobre Resíduos Sólidos | Junho/Julho 2014 | Divulgação 20/08/2014
 
ICEI | Agosto 2014 | Divulgação 18/08/2014
ICEI | Agosto 2014 | Divulgação 18/08/2014ICEI | Agosto 2014 | Divulgação 18/08/2014
ICEI | Agosto 2014 | Divulgação 18/08/2014
 
Sondagem Especial Terceirização | Julho de 2014 | Divulgação 14/08/2014
Sondagem Especial Terceirização | Julho de 2014 | Divulgação 14/08/2014Sondagem Especial Terceirização | Julho de 2014 | Divulgação 14/08/2014
Sondagem Especial Terceirização | Julho de 2014 | Divulgação 14/08/2014
 
Coeficientes de Abertura Comercial | Abril/ Junho 2014 | Divulgação 14/08/2014
Coeficientes de Abertura Comercial | Abril/ Junho 2014 | Divulgação 14/08/2014Coeficientes de Abertura Comercial | Abril/ Junho 2014 | Divulgação 14/08/2014
Coeficientes de Abertura Comercial | Abril/ Junho 2014 | Divulgação 14/08/2014
 
Indicadores Industriais | Junho 2014 | Divulgação 05/08/2014
Indicadores Industriais | Junho 2014 | Divulgação 05/08/2014Indicadores Industriais | Junho 2014 | Divulgação 05/08/2014
Indicadores Industriais | Junho 2014 | Divulgação 05/08/2014
 
INEC | Julho 2014 | Divulgação 31/07/2014
INEC | Julho 2014 | Divulgação 31/07/2014INEC | Julho 2014 | Divulgação 31/07/2014
INEC | Julho 2014 | Divulgação 31/07/2014
 
Apresentação | Propostas da Indústria para as Eleições 2014
Apresentação | Propostas da Indústria para as Eleições 2014Apresentação | Propostas da Indústria para as Eleições 2014
Apresentação | Propostas da Indústria para as Eleições 2014
 

Competitividade e Inovação - Clayton Campanhola - Diretor da Associação Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) - 2009

  • 1. 1
  • 2. 2
  • 3. Cenário  Atual   O  que  está     sendo  feito   Conclusão   Macrometa  PDP:     ELEVAÇÃO  DO  GASTO  PRIVADO  EM  P&D   EVOLUÇÃO  DO  GASTO  EM  P&D   P&D  Privado/  PIB   Fonte:  PINTEC   *  Não  foi  realizada  PINTEC  em  2007  e  2008   **  Obs.:  Considerando  crescimento  anual  de  5%  do  PIB   Essencial   Elevar  a  capacidade  de  inovação  das  empresas  brasileiras     Cenário  de  construção   da  Macrometa   Unidade     %   0,51  %   -­‐  *   0,65  %   R$   11,9  bilhões   -­‐  *   18,2  bilhões  **   Variação   Crescimento  médio   anual  requerido   2007-­‐2010  para  aEngir   a  meta:    9,8  %  **   -­‐   -­‐   Posição  2005   Resultado  2008   Meta  2010  
  • 4. O  que  está     sendo  feito   Conclusão  Cenário  de  construção   da  Macrometa   Macrometa  PDP:   ELEVAÇÃO  DO  GASTO  PRIVADO  EM  P&D   Possibilidade  de   que  o  setor  privado   deixe  de  ampliar   seus  esforços   tecnológicos   Curto  prazo:   conjuntura  de  crise   internacional  e  de   redução  do   invesmento  fixo   Necessidade  de  compromemento  maior  do   setor  público  em  duas  ações  principais:   Cenário  Atual   Maior  arculação   público  x  privada   Mais  linhas  de   financiamento  para   o  setor  privado  
  • 5. Cenário  Atual  Cenário  de  construção   da  Macrometa   Conclusão   Macrometa  PDP:   ELEVAÇÃO  DO  GASTO  PRIVADO  EM  P&D   O  que  está     sendo  feito   Ampliação  dos  desembolsos  para  inovação    Aumento  de  45%  dos  desembolsos  do  BNDES  à  inovação    Aumento  de  27%,  em  2008,  no  volume  executado  dos  fundos  setoriais  (MCT)    Aumento  de  17%,  em  2008,  no  volume  de  recursos  para  bolsas  de  pós-­‐graduação   (Capes  e  CNPQ)   Arculação  entre  PDP  e  PACTI    Finep:  subvenção  focada  em  programas  mobilizadores  estratégicos    MCT/Finep/BNDES:  Grupo  de  Trabalho  permanente  para  definição  de  ações  conjuntas   e  complementares   Engajamento  crescente  do  setor  privado    Mobilização  Empresarial  para  a  Inovação  
  • 6. Cenário  Atual   O  que  está     sendo  feito   Cenário  de  construção   da  Macrometa   Macrometa  PDP:   ELEVAÇÃO  DO  GASTO  PRIVADO  EM  P&D   Manutenção  da  Macrometa   Conclusão   Manutenção  da  Macrometa   Segmentos  mais  duramente  afetados  pela  crise  tendem     a  reduzir  esforço  tecnológico  no  curto  prazo   Mas  a  consolidação  de  polícas  estruturantes   como  o  PACTI  e  a  PDP,   ...a  crescente  percepção  do  setor  privado  em  relação  ao  caráter  estratégico  das   avidades  de  inovação,       ...  a  idenficação  de  oportunidades  para  inserção  compeva  de  longo  prazo  no   mercado  mundial,     ...  e  o  objevo  de  consolidar  expectavas  posivas,  recomendam  
  • 7. ABDI  Areas  Estratégicas   7   Áreas   Estratégicas   Inserção   Internacional   CompeEEvidade   Setorial   Promoção  da   PDP   Inteligência   CompeEEva   Promoção  da   Inovação  
  • 8. 8 ABDI  –  Ações  para  Promoção  da  Inovação   MOBIT  -­‐  Mobilização  Brasileira  pela  Inovação  Tecnológica   • Idenficar  metodologias  em  sete  países  (EUA,   Canadá,  França,  Inglaterra,  Irlanda,  Finlândia  e   Japão)  para  conceber  e  executar  um  plano  de   mobilização  brasileira  pela  inovação  tecnológica   ABDI  e  CEBRAP   Objevo  central   Realização   •  Aprofundar  diálogo  e  fóruns  permanentes  com  lideranças  empresariais   para  o  desenvolvimento  da  Iniciava  Nacional  de  Inovação   •  Criar  malha  de  pesquisadores  brasileiros  no  exterior  para  obtenção  de   informações,  captar  tendências  e  organizar  prospecções   •  Organizar  campanha  para  divulgar  leis  e  instrumentos  de  apoio  à   inovação   Ações  sugeridas   Clique  para  abrir:  Documento  Final   Ações  ABDI   Programa   Promoção  da   Inovação  e  RENAPI   RENAPI   Portal  Inovação  
  • 9. 9 PARQUES  TECNOLÓGICOS  NO  BRASIL   ABDI  –  Ações  para  Promoção  da  Inovação   • Levantar  a  situação  brasileira  e  a  experiência   mundial  para  a  ulização  de  Parques  Tecnológicos   como  instrumento  de  políca  para  a  promoção  do   desenvolvimento  econômico  e  social     ABDI,  ANPROTEC  e   MCT   Objevo  central   Realização   • Programas  de  Apoio  a  PqTs  (linhas  de  apoio  para  o  desenvolvimento  e  inovação  de  PqTs,   para  a  implantação  dsica  de  PqTs  e  para  projetos  mobilizadores  “Âncoras”  de  C&T&I  )   • Programas  de  Apoio  às  Empresas  Instaladas  em  PqTs  (linhas  de  apoio  para  a   pesquisa,  desenvolvimento  e  inovação  ,  para  infra-­‐estrutura  predial  e  laboratorial  de  empresas  de   PqTs  e  para  esimulo  ao  invesEmento  privado).   Ações  sugeridas   Clique  para  abrir:  Documento  Final  
  • 10. 10 TALENTOS  PARA  A  INOVAÇÃO   ABDI  –  Ações  para  Promoção  da  Inovação   • Construir  uma  agenda  estratégica  para  a  diversificação   no  processo  de  organização  da  pesquisa  e  formação  de   recursos  humanos,  para  atender  a  necessidade  de   inovação  da  indústria   ABDI,  Sociedade  Brasileira  de   Física,  Sociedade  Brasileira  de   Matemáca,  Sociedade   Brasileira  de  Química,   ABENGE,  COPPE/UFRJ,  UFMG,   UFBA,  UFSC,  UFRGS,  CGEE,   CNI,  CGEE,  ANPEI  e  IBQP   Objevo  central   Realização   •  Coleção  Primeiros  Passos  na  Inovação   •  Estruturar  núcleos  de  inovação  tecnológica   •  Fortalecer  o  ensino  básico  e  médio   •  Ajustar  o  foco  dos  programas  de  pesquisa  às  necessidades  regionais   •  EsEmular  ferramentas  e  programas  de  ensino  à  distância   •  Promover  os  Parques  Tecnológicos   •  Esmular  a  integração  entre  ofertas  e  demandas  por  competências   •  Apoiar  a  ampliação  de  centros  de  P&D  nas  empresas   •  Cooperação  entre  governo  e  endades  setoriais  para  capacitação  de  RH   Ações  sugeridas   Clique  para  abrir:  Documento  Final   Ações  ABDI   Portal  Inovação   RENAPI  (Cursos  de   elaboração  de  projetos)   Carlha  Eletrônica  
  • 11. Clique  para  abrir   Documento   11 OPORTUNIDADES  DE  INVESTIMENTOS  EM  P&D     POR  EMPRESAS  TRANSNACIONAIS  NO  BRASIL   ABDI  –  Ações  para  Promoção  da  Inovação   • Idenficar  os  fatores  determinantes  para  a  escolha   dos  países-­‐desno  dos  invesmentos  em  P&D  e   condições  existentes  no  Brasil  para  atender  a  esses   requisitos  (48  empresas  transnacionais  entrevistadas)   ABDI  e  ANPEI   Objevo  central   Realização   •  Qualidade  do  RH/Pesquisador  brasileiro   •  Qualidade  e  flexibilidade  na  relação  com  as  universidades   •  Ambiente  insEtucional  favorável  comparado  com  outros  países,  tais   como  China  e  Índia   •  Existência  de  centros  de  excelência  de  P&D  da  transnacional  no  Brasil   considerados  pela  corporação   Pontos  favoráveis  do  Brasil  
  • 12. 12 OPORTUNIDADES  DE  INVESTIMENTOS  EM  P&D     POR  EMPRESAS  TRANSNACIONAIS  NO  BRASIL   ABDI  –  Ações  para  Promoção  da  Inovação   •  Ampliar  disponibilidade  de  profissionais  (especificamente   nos  setores  de  soqware,  automovo  e  alimentos)   •  Reduzir  custos  e  burocracia  na  importação  e  exportação   de  materiais  e  equipamentos  para  P&D   •  Agilizar  procedimentos  nas  ICTs   •  Comparlhar  patentes  com  o  setor  acadêmico   •  Agilizar  processos  relacionados  à  políca  de  propriedade   industrial   •  Aperfeiçoar  o  marco  regulatório  do  setor  farmacêuco   •  Fortalecer  e  esmular  domínio  da  língua  inglesa  pelos   profissionais   •  Reduzir  a  insegurança  jurídica  quanto  ao  uso  de   instrumentos  fiscais  de  incenvo  (Lei  do  Bem  e  Lei  de   Inovação)   •  Ampliar  a  divulgação  das  competências  disponíveis  nas   instuições  acadêmicas   Ações  sugeridas   Ações  ABDI   Ambiente  Jurídico  –  Invesmento  e   Inovação   Ambiente  Jurídico  –  Invesmento  e   Inovação   Portal  Inovação  
  • 13. hrp://www.portalinovacao.mct.gov.br     ABDI  –  Ações  para  Promoção  da  Inovação   PORTAL  INOVAÇÃO   • Esmular  a  cooperação  para  inovação     • Divulgar  as  competências,  ofertas  e  demandas   tecnológicas  do  País  nos  diversos  setores   econômicos  e  áreas  do  conhecimento   • Mapear  o  Sistema  Brasileiro  de  Inovação   MCT,  ABDI  E  CGEE   Objevos  centrais   Realização  
  • 14. 14 ESTUDOS  PROSPECTIVOS  SETORIAIS   ABDI  –  Ações  para  Promoção  da  Inovação   • Desenvolver  planos  estratégicos  e  tecnológicos   para  10  setores  industriais  e  3  áreas  estratégicas   selecionadas,  para  um  horizonte  de  15  anos   ABDI  e  CGEE   Objevo  central   Realização   •  2008:  7  estudos  prospecvos  concluídos  (plásEcos,   cadeia  coureiro-­‐calçadista  e  de  artefatos,  cosméEcos,   têxEl  e  confecções,  moveleiro,  aeronáuEco  e   equipamento  médico-­‐hospitalar  e  odontológico)     •  2009:  serão  concluídos  mais  6  estudos  (construção  civil,   automação,  automoEvo,  nanotecnologia,  biotecnologia  e   TICs)   Principais  resultados   Clique  para  abrir:  Documentos  publicados   Ações  ABDI   Programa  de   Compevidade  Setorial   e  Programa  em  Áreas   Estratégicas  
  • 15. 15 AGENDAS  TECNOLÓGICAS  SETORIAIS   ABDI  –  Ações  para  Promoção  da  Inovação   • Elaborar  agendas  tecnológicas  para  8  setores   industriais  e  2  áreas  estratégicas  selecionadas,   arculadas  com  as  ações  apontadas  nos  Estudos   Prospecvos  e  com  a  PDP  e  o  PACTI   ABDI  e  CGEE   Objevo  central   Realização   • Ação  em  andamento,  com  conclusão  prevista  para  2009   Situação  atual  
  • 16. 16 ESTUDOS  SETORIAIS  DE  INOVAÇÃO   ABDI  –  Ações  para  Promoção  da  Inovação   • Estudar  como  as  empresas  brasileiras  nos   diferentes  setores  industriais  acumulam   conhecimento  para  realizar  inovação  tecnológica   ABDI,  CEDEPLAR  e   IPEA   Objevo  central   Realização   • 2008/2009:  4  setores  produvos  (automoEvo,   transformados  plásEcos,  madeira  e  móveis  e  couro,  calçados  e  artefatos)   • 2009/2010:  serão  publicados  resultados  de  outros   10  setores  (higiene  pessoal,  perfumaria  e  cosméEcos,  têxEl  e   confecção,  bens  de  capital,  aeronáuEco,  indústria  maríEma,  TICs,   complexo  industrial  da  saúde,  complexo  de  energia,  sistema   agroindustrial,  indústria  de  defesa)   Principais  resultados   Ações  ABDI   Programa  de   Compevidade  Setorial,   Inteligência  Compeva,   Promoção  da  Inovação  e   Programa  em  Áreas   Estratégicas   Clique  para  abrir:     Documentos  publicados  
  • 17. 17 ESTUDOS  SETORIAIS  DE  INOVAÇÃO   ABDI  –  Ações  para  Promoção  da  Inovação   • As  empresas  foram  classificadas  de  acordo  com  a   seguinte  pologia:   Metodologia   • Empresas  Líderes:     i)  Inovadora  de  produto  novo  para  o  mercado  e  que  exporta  com   preço  prêmio    ou,     ii)  Inovadora  de  processo  novo  para  o  mercado,  exportadora  e  de   menor  relação  custo/faturamento  no  seu  setor  industrial   • Empresas  Seguidoras:     i)  demais  exportadoras  não  líderes  ou,     ii)  empresas  que  tem  produEvidade  igual  ou  superior  às  exportadoras   não  líderes  no  seu  setor  industrial   • Empresas  Emergentes:       Empresas  não  classificadas  como  líderes  e  seguidoras,  logo  não   exportadoras,  mas  que  investem  conEnuamente  em  P&D  ou  inovam   produto  novo  para  o  mercado  mundial  ou  possuem  laboratórios  de   P&D  (departamentos  de  P&D  e  que  tem  mestres/doutores  ocupados   em  P&D).   Ações  ABDI   RENAPI  (Levantamento   de  demandas  das   Empresas  Emergentes)  
  • 18. 18 RENAPI  –  Rede  Nacional  de  Políca  Industrial   ABDI  –  Ações  para  Promoção  da  Inovação   • Rede  de  colaboração  entre  os  setores    público  e  privado  voltada  ao   desenvolvimento  industrial   Objevo  central   •  Núcleos  RENAPI   Ações   •  8  núcleos  instalados  (AC,  AL,CE,GO,RO,RR,RS  e  SE)   •  5  núcleos  em  negociação  (MA,  MG,  PB,  PE  e  RN  )   •  Encontros  RENAPI   •  24  encontros  realizados  com  3.914  parcipantes   •  5  encontros  de  divulgação  da  PDP  com  486  part.   •  RENAPI  Capacitação  –  Curso  de   Elaboração  de  Projetos  para   Captação  de  Recursos  para  Inovação   Tecnológica   -­‐ 25  cursos  realizados  em  18  cidades  de  14  estados   -­‐   654  parcipantes  de  383  empresas   -­‐   Em  implantação  do  ambiente  virtual  •  RENAPI  Digital   Resultados  
  • 19. ABDI  –  Ações  para  Promoção  da  Inovação   PROMOÇÃO  DO  EMPREENDEDORISMO,     INOVAÇÃO  E  VENTURE  CAPITAL   • Ampliar  o  acesso  das  PMEs  brasileiras  ao  mercado   de  capitais,  para  a  realização  de  invesmentos  de   longo  prazo  que  proporcionem  o  crescimento  de   empreendedores  e  empresas  inovadoras   ABDI,  ABVCAP,  FGV  e   endades  setoriais,   em  arculação  com   FINEP  e  BNDES   Objevo  central   Realização   •  Censo  PE/VC  no  Brasil   Ações   •  Em  andamento   •  Programa  de  Capacitação  em   Empreendedorismo  e  PE/VC   •  Em  construção   •  Encontros  entre  Invesdores  e  Empresas   -­‐   11  realizados  com  1.200  parcipantes   -­‐   A  realizar:  Petróleo  &  Gás  (junho/2009),   Equipamentos  Médico-­‐Hospitalares  e   Odontológicos  (julho/2009),  Energias  Alternavas   (2º  sem/2009)   -­‐   2008:  400  parcipantes   -­‐   2009:  480  parcipantes  •  Congresso  Internacional  de  PE/VC   Resultados   Clique  para  abrir:   Documentos  publicados  
  • 20. ABDI  –  Ações  para  Promoção  da  Inovação   MOBILIZAÇÃO  EMPRESARIAL  PELA  INOVAÇÃO  BRASIL-­‐EUA   •  Mobilizar  os  setores  público  e  privado  dos  dois  países  e  das   Américas  acerca  do  tema  do  crescimento  econômico  com  base   na  inovação   •  Promover  estratégias  para  reforçar  a  inovação  de  forma   sustentável  nas  Américas   •  Construir  uma  agenda  -­‐  “Chamada  para  Ação”  -­‐  onde  os  líderes   dos  dois  países  se  comprometem  a  trabalhar  juntos  para  um   futuro  fundamentado  na  inovação   ABDI,  MBC  e  CoC/EUA   (Council  on   Compe22veness)   Objevos  centrais   Realização   •  US-­‐Brazil  Innovaon  Summit   Ações   •  Brasília/DF,  julho/2007  -­‐  250  parcipantes   Resultados   •  Innovaon  Labs   •  Realizados:     •  Brasília,  July  2008  (60  pessoas)   •  Washignton,  D.C.,  August  2008  (60  pessoas)       •  Porto  Alegre,  Abril  2009  (60  pessoas)     •  Chicago,  Maio  2009  (60  pessoas)     •  São  Paulo,  julho  2009  (60  pessoas)     •  Silicion  Valley,  agosto  2009  (60  pessoas)     •  Rio  de  Janeiro,  agosto  2009  (60  pessoas)     •  A  realizar  (2009):   •  BH,  novembro     •  US-­‐Brazil  Innovaon  Summit  2010   •  Washington  D.C.,  março/2010  
  • 21. Resultados dos Laboratórios Outras iniciativas Parceria entre a empresa brasileira Choice - Inteligência em Energia e NREL Prospecção entre ABDI e MIT para: (i) estágio de estudantes do MIT em empresas brasileiras; e (ii) treinamento e imersão de empreendedores brasileiros no MIT e na área de Cambridge, Massachusetts. Clean Tech Open Brazil Responsáveis brasileiros: FIERGS Responsáveis EUA: California Clean Tech Open e DoE  Identificar, financiar e promover planos de negócios em tecnologias limpas por meio de competições anuais, oferecendo recursos, treinamentos e apoio aos vencedores. Colaboração em Smart Grids – Projeto de Demonstração Energias Renováveis e Redes Inteligentes Responsável BR: Cemig Implantar sistema inteligente de fornecimento de energia elétrica em região com ≈ 60.000 consumidores, a partir de geração por fontes renováveis distribuídas e com Inteligência de Rede, Smart Metering, Telecomunicações e TICs. Colaboração em Co-Incubação Responsável BR: ANPROTEC Responsáveis EUA: Universidade do Estado do Arizona (SkySong) e Incubadora de San José, Califórnia Incubar start-ups selecionadas em incubadora do país parceiro, que oferecerá apoio sem custos por seis meses, dentre outras possibilidades. 21 ABDI  –  Ações  para  Promoção  da  Inovação   MOBILIZAÇÃO  EMPRESARIAL  PELA  INOVAÇÃO  BRASIL-­‐EUA  
  • 22. CLAYTON  CAMPANHOLA   Diretor  -­‐  ABDI   gabinete@abdi.com.br   +55  61  3962  8700   www.abdi.com.br