SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 24
TRABALHO DE GEOGRAFIA 
Nomes: 
Claudia Elisa 
Gabriele Penteado 
Mayra Jardim 
Talles Lopes
A CEI (COMUNIDADE DE 
ESTADOS INDEPENDENTES) 
O Fim da União Soviética e a 
Formação da CEI 
Parte I
OO FFiimm ddaa UUnniiããoo SSoovviiééttiiccaa ee aa 
FFoorrmmaaççããoo ddaa CCEEII 
 Na época a população não aguentava mais a 
URSS e o planejamento para a reorganização do 
governo não deram certo, então em 1991, os 
presidentes da Rússia, Belarus 
e Ucrânia divulgaram que não tinha como a União 
Soviética continuar e assinaram o Tratado de 
Misk, que tinha como objetivo criar uma 
comunidade de estados, então nasceu a CEI 
(Comunidade de Estados Independentes).
A CEI (COMUNIDADE DE 
ESTADOS INDEPENDENTES) 
 O que é a CEI? 
 Socialismo e Reforma Agrária 
Parte II
OO qquuee éé CCEEII?? 
 No dia 8 de dezembro de 1991, foi criada a 
Comunidade dos Estados Independentes 
(CEI), cujo principal objetivo era estabelecer 
um sistema econômico e de defesa entre as 
nações da extinta URSS. Os primeiros 
integrantes do bloco foram: a Rússia, a 
Bielorrússia e a Ucrânia. Os primeiros 
integrantes do bloco foram: a Rússia, a 
Bielorrússia e a Ucrânia.
SSoocciiaalliissmmoo ee RReeffoorrmmaa AAggrráárriiaa 
 A reforma agrária realizada em 1917 pelo 
regime socialista. Incluiu a coletivização das 
propriedades agrícolas colocadas sob 
controle do governo. Criaram-se, assim, 
fazendas coletivas altamente mecanizadas e 
gerenciadas diretamente pelo governo. Esse 
sistema ganhou força quando as rivalidades 
entre os blocos socialistas e capitalistas 
aumentaram. Com a degradação da União 
soviética esse sistema foi praticamente 
abolido. As propriedades agrícolas foram 
privatizadas, tal como outras áreas da 
economia.
SSoocciiaalliissmmoo ee RReeffoorrmmaa AAggrráárriiaa 
 Para o aprimoramento das relações 
comerciais, os países do bloco oriental 
haviam criado o Conselho de Assistência 
Econômica Mútua (Comecom). Ele também 
foi desfeito no começo da década de 1990, 
após a degradação da União Soviética. 
Continuação
A CEI (COMUNIDADE DE 
ESTADOS INDEPENDENTES) 
A Burocratização e a Falta de 
Competitividade 
Parte III
AA BBuurrooccrraattiizzaaççããoo ee aa FFaallttaa ddee 
CCoommppeettiittiivviiddaaddee 
 A burocracia foi criada para tornar o trabalho 
racional e sistemático, mas acabou tornando-o 
moroso (demorado demais, respostas que 
poderiam ser dadas em um dia, arrastam-se por 
meses ou anos), devido ao infindável número 
de controles e processos que cercam o 
trabalho. Quanto mais demorado o processo de 
trabalho menor é a competitividade.
A CEI (COMUNIDADE DE 
ESTADOS INDEPENDENTES) 
 O Comércio Entre os Países da CEI 
 O Separatismo Checheno na 
Federação Russa 
 A Revolução Laranja 
Parte IV
OO CCoomméérrcciioo EEnnttrree ooss PPaaíísseess ddaa 
CCEEII 
 Desde da criação, a CEI encontra muitas 
dificuldades para se manter. O controle 
rigoroso que a Rússia exercia que antes 
garantia uma unidade rígida entre as 
demandas e as ofertas do comércio regional, 
promoveu o rompimento de todos os 
vínculos existentes entre os países que 
depois vieram participar do CEI. Com o fim 
da centralização cada país passou a 
participar do comércio internacional 
centralizado que dava mais interesses a eles.
OO SSeeppaarraattiissmmoo CChheecchheennoo nnaa 
FFeeddeerraaççããoo RRuussssaa 
 O país ao qual se dá o nome de Rússia é, na 
verdade, uma federação de repúblicas, 
províncias autônomas e territórios. A 
Chechênia é uma dessas repúblicas 
autônomas. Com uma população de maioria 
muçulmana, desde 1991 ela vem lutando por 
sua independência. Em 1996, guerrilheiros 
chechenos invadiram a república autônoma 
vizinha do Daguestão com o objetivo de criar 
com ela um Estado islâmico único.
OO SSeeppaarraattiissmmoo CChheecchheennoo nnaa 
FFeeddeerraaççããoo RRuussssaa 
 O território checheno localiza-se na rota de um 
dos principais oleodutos russos até o mar Cáspio, 
pelos quais escoam importantes produtos, como 
o petróleo produzido no Azerbaijão, país que faz 
parte da CEI. Isso explica o interesse russo em 
mantê-lo sob seu domínio. 
 O separatismo da Chechênia representa também 
uma ameaça ao domínio da Rússia sobre outras 
repúblicas autônomas, que poderiam se motivar a 
seguir esse exemplo 
Continuação
AA RReevvoolluuççããoo LLaarraannjjaa 
 A Revolução Laranja foi uma série de 
protestos e eventos políticos, ocorridos 
entre 2004 e 2005, que tomou diversos 
lugares de toda a Ucrânia, em resposta às 
alegações maciças de corrupção, 
intimidação por votos e fraude eleitoral 
direta, durante a eleição presidencial 
ucraniana de 2004.
CEI 
FIM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Regionalização do espaço mundial
Regionalização do espaço mundialRegionalização do espaço mundial
Regionalização do espaço mundialLUIS ABREU
 
Rússia e Comunidade dos Estados Independentes -CEI
Rússia e Comunidade dos Estados Independentes -CEIRússia e Comunidade dos Estados Independentes -CEI
Rússia e Comunidade dos Estados Independentes -CEIPortal do Vestibulando
 
A regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasilA regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasilProfessor
 
Mundo multipolar - Geopolítica
Mundo multipolar - GeopolíticaMundo multipolar - Geopolítica
Mundo multipolar - GeopolíticaArtur Lara
 
Cei comunidade dos estados independentes
Cei comunidade dos estados independentesCei comunidade dos estados independentes
Cei comunidade dos estados independentesFernanda Lopes
 
O EspaçO Mundial Mediante A GlobalizaçãO
O EspaçO Mundial Mediante A GlobalizaçãOO EspaçO Mundial Mediante A GlobalizaçãO
O EspaçO Mundial Mediante A GlobalizaçãOMateus Silva
 
O continente americano completo
O continente americano  completoO continente americano  completo
O continente americano completoCamila Brito
 
Tigres asiáticos
Tigres asiáticos  Tigres asiáticos
Tigres asiáticos Camila Brito
 
ASPECTOS FISICOS DA RUSSIA.pptx
ASPECTOS FISICOS DA RUSSIA.pptxASPECTOS FISICOS DA RUSSIA.pptx
ASPECTOS FISICOS DA RUSSIA.pptxOsneiCecchin
 
Diferentes formas de regionalizar o mundo
Diferentes formas de regionalizar o mundoDiferentes formas de regionalizar o mundo
Diferentes formas de regionalizar o mundoLauro Corrêa
 

Mais procurados (20)

Europa 9º
Europa 9ºEuropa 9º
Europa 9º
 
Regionalização do espaço mundial
Regionalização do espaço mundialRegionalização do espaço mundial
Regionalização do espaço mundial
 
Regionalização da américa
Regionalização da américaRegionalização da américa
Regionalização da américa
 
Rússia e Comunidade dos Estados Independentes -CEI
Rússia e Comunidade dos Estados Independentes -CEIRússia e Comunidade dos Estados Independentes -CEI
Rússia e Comunidade dos Estados Independentes -CEI
 
Blocos Econômicos
Blocos EconômicosBlocos Econômicos
Blocos Econômicos
 
CEI(II): ASPECTOS REGIONAIS
CEI(II): ASPECTOS REGIONAISCEI(II): ASPECTOS REGIONAIS
CEI(II): ASPECTOS REGIONAIS
 
ORIENTE MÉDIO.
ORIENTE MÉDIO.ORIENTE MÉDIO.
ORIENTE MÉDIO.
 
A regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasilA regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasil
 
Mundo multipolar - Geopolítica
Mundo multipolar - GeopolíticaMundo multipolar - Geopolítica
Mundo multipolar - Geopolítica
 
Cei comunidade dos estados independentes
Cei comunidade dos estados independentesCei comunidade dos estados independentes
Cei comunidade dos estados independentes
 
Economia dos estados unidos
Economia dos estados unidosEconomia dos estados unidos
Economia dos estados unidos
 
O EspaçO Mundial Mediante A GlobalizaçãO
O EspaçO Mundial Mediante A GlobalizaçãOO EspaçO Mundial Mediante A GlobalizaçãO
O EspaçO Mundial Mediante A GlobalizaçãO
 
Oriente Médio
Oriente MédioOriente Médio
Oriente Médio
 
Fim da União Soviética
Fim da União SoviéticaFim da União Soviética
Fim da União Soviética
 
O continente americano completo
O continente americano  completoO continente americano  completo
O continente americano completo
 
ÁSIA O QUADRO HUMANO E SOCIAL
ÁSIA O QUADRO HUMANO E SOCIALÁSIA O QUADRO HUMANO E SOCIAL
ÁSIA O QUADRO HUMANO E SOCIAL
 
Tigres asiáticos
Tigres asiáticos  Tigres asiáticos
Tigres asiáticos
 
Cei e rússia
Cei e rússiaCei e rússia
Cei e rússia
 
ASPECTOS FISICOS DA RUSSIA.pptx
ASPECTOS FISICOS DA RUSSIA.pptxASPECTOS FISICOS DA RUSSIA.pptx
ASPECTOS FISICOS DA RUSSIA.pptx
 
Diferentes formas de regionalizar o mundo
Diferentes formas de regionalizar o mundoDiferentes formas de regionalizar o mundo
Diferentes formas de regionalizar o mundo
 

Destaque (13)

Formação do território brasileiro
Formação do território brasileiroFormação do território brasileiro
Formação do território brasileiro
 
Oceanos e mares
Oceanos e maresOceanos e mares
Oceanos e mares
 
áGua nos continentes
áGua nos continentesáGua nos continentes
áGua nos continentes
 
Imigração nos estados unidos
Imigração nos estados unidosImigração nos estados unidos
Imigração nos estados unidos
 
Estados Unidos: população e sociedade.
Estados Unidos: população e sociedade.Estados Unidos: população e sociedade.
Estados Unidos: população e sociedade.
 
Megalópole
MegalópoleMegalópole
Megalópole
 
A imigração na Europa
A imigração na EuropaA imigração na Europa
A imigração na Europa
 
Imigração e xenofobia
Imigração e xenofobiaImigração e xenofobia
Imigração e xenofobia
 
Império Russo, URSS e Rússia
Império Russo, URSS e Rússia Império Russo, URSS e Rússia
Império Russo, URSS e Rússia
 
Slide De Geografia
Slide De GeografiaSlide De Geografia
Slide De Geografia
 
Urbanização, rede urbana e metrópoles
Urbanização, rede urbana e metrópolesUrbanização, rede urbana e metrópoles
Urbanização, rede urbana e metrópoles
 
Trabalho sobre os Estados Unidos
Trabalho sobre os Estados UnidosTrabalho sobre os Estados Unidos
Trabalho sobre os Estados Unidos
 
Urbanizacao
UrbanizacaoUrbanizacao
Urbanizacao
 

Semelhante a CEI (Comunidade dos Estados Independentes) Trabalho completo

A geografia no poder mundial 1
A geografia no poder mundial 1A geografia no poder mundial 1
A geografia no poder mundial 1papathy
 
A desintegração da URSS
A desintegração da URSSA desintegração da URSS
A desintegração da URSSAlice Barros
 
O fim da urss e democratização.
O  fim da urss e democratização.O  fim da urss e democratização.
O fim da urss e democratização.Camila Brito
 
A Desintegração da URSS.ppt
A Desintegração da URSS.pptA Desintegração da URSS.ppt
A Desintegração da URSS.pptParaRaios1
 
Rumos de um mundo global
Rumos de um mundo globalRumos de um mundo global
Rumos de um mundo globalNorma Almeida
 
a_49_2_5_08102020112607 (2).doc x ATIVIDADE DE HISTORIA
a_49_2_5_08102020112607 (2).doc x ATIVIDADE DE HISTORIAa_49_2_5_08102020112607 (2).doc x ATIVIDADE DE HISTORIA
a_49_2_5_08102020112607 (2).doc x ATIVIDADE DE HISTORIAnevesnivea13
 
Revisão bimestral de prova de geografia 2º ano
Revisão bimestral de prova de geografia 2º anoRevisão bimestral de prova de geografia 2º ano
Revisão bimestral de prova de geografia 2º anoeunamahcado
 
Neoliberalismo, globalização e a Crise Socialista - Prof. Altair Aguilar
Neoliberalismo, globalização e a Crise Socialista - Prof. Altair AguilarNeoliberalismo, globalização e a Crise Socialista - Prof. Altair Aguilar
Neoliberalismo, globalização e a Crise Socialista - Prof. Altair AguilarAltair Moisés Aguilar
 
Resumos de história 5ºteste 12ºano
Resumos de história 5ºteste 12ºanoResumos de história 5ºteste 12ºano
Resumos de história 5ºteste 12ºanoMaria Rebelo
 
AS CAUSAS DO FRACASSO NA CONSTRUÇÃO DO SOCIALISMO E SEU FUTURO
AS CAUSAS DO FRACASSO NA CONSTRUÇÃO DO SOCIALISMO E SEU FUTURO AS CAUSAS DO FRACASSO NA CONSTRUÇÃO DO SOCIALISMO E SEU FUTURO
AS CAUSAS DO FRACASSO NA CONSTRUÇÃO DO SOCIALISMO E SEU FUTURO Fernando Alcoforado
 
Guerra fria - parte final
Guerra fria - parte finalGuerra fria - parte final
Guerra fria - parte finaledsonluz
 
O MUNDO DIVIDIDO ENTRE PAÍSES SOCIALISTS E CAPITALISTAS
O MUNDO DIVIDIDO ENTRE PAÍSES SOCIALISTS E CAPITALISTASO MUNDO DIVIDIDO ENTRE PAÍSES SOCIALISTS E CAPITALISTAS
O MUNDO DIVIDIDO ENTRE PAÍSES SOCIALISTS E CAPITALISTASDANUBIA ZANOTELLI
 

Semelhante a CEI (Comunidade dos Estados Independentes) Trabalho completo (20)

União soviética URSS
União soviética  URSSUnião soviética  URSS
União soviética URSS
 
A geografia no poder mundial 1
A geografia no poder mundial 1A geografia no poder mundial 1
A geografia no poder mundial 1
 
A desintegração da URSS
A desintegração da URSSA desintegração da URSS
A desintegração da URSS
 
O fim da urss e democratização.
O  fim da urss e democratização.O  fim da urss e democratização.
O fim da urss e democratização.
 
A Desintegração da URSS.ppt
A Desintegração da URSS.pptA Desintegração da URSS.ppt
A Desintegração da URSS.ppt
 
Rumos de um mundo global
Rumos de um mundo globalRumos de um mundo global
Rumos de um mundo global
 
CEI.pdf
CEI.pdfCEI.pdf
CEI.pdf
 
a_49_2_5_08102020112607 (2).doc x ATIVIDADE DE HISTORIA
a_49_2_5_08102020112607 (2).doc x ATIVIDADE DE HISTORIAa_49_2_5_08102020112607 (2).doc x ATIVIDADE DE HISTORIA
a_49_2_5_08102020112607 (2).doc x ATIVIDADE DE HISTORIA
 
FIM DO BLOCO-1.pptx
FIM DO BLOCO-1.pptxFIM DO BLOCO-1.pptx
FIM DO BLOCO-1.pptx
 
Revisão bimestral de prova de geografia 2º ano
Revisão bimestral de prova de geografia 2º anoRevisão bimestral de prova de geografia 2º ano
Revisão bimestral de prova de geografia 2º ano
 
Neoliberalismo, globalização e a Crise Socialista - Prof. Altair Aguilar
Neoliberalismo, globalização e a Crise Socialista - Prof. Altair AguilarNeoliberalismo, globalização e a Crise Socialista - Prof. Altair Aguilar
Neoliberalismo, globalização e a Crise Socialista - Prof. Altair Aguilar
 
Resumos de história 5ºteste 12ºano
Resumos de história 5ºteste 12ºanoResumos de história 5ºteste 12ºano
Resumos de história 5ºteste 12ºano
 
URSS
URSSURSS
URSS
 
AS CAUSAS DO FRACASSO NA CONSTRUÇÃO DO SOCIALISMO E SEU FUTURO
AS CAUSAS DO FRACASSO NA CONSTRUÇÃO DO SOCIALISMO E SEU FUTURO AS CAUSAS DO FRACASSO NA CONSTRUÇÃO DO SOCIALISMO E SEU FUTURO
AS CAUSAS DO FRACASSO NA CONSTRUÇÃO DO SOCIALISMO E SEU FUTURO
 
Guerra fria - parte final
Guerra fria - parte finalGuerra fria - parte final
Guerra fria - parte final
 
Leste europeu, CEI, Chechênia e Iugoslávia
Leste europeu, CEI, Chechênia e IugosláviaLeste europeu, CEI, Chechênia e Iugoslávia
Leste europeu, CEI, Chechênia e Iugoslávia
 
Leste europeu, CEI, Chechênia e Iugoslávia
Leste europeu, CEI, Chechênia e Iugoslávia Leste europeu, CEI, Chechênia e Iugoslávia
Leste europeu, CEI, Chechênia e Iugoslávia
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
 
O MUNDO DIVIDIDO ENTRE PAÍSES SOCIALISTS E CAPITALISTAS
O MUNDO DIVIDIDO ENTRE PAÍSES SOCIALISTS E CAPITALISTASO MUNDO DIVIDIDO ENTRE PAÍSES SOCIALISTS E CAPITALISTAS
O MUNDO DIVIDIDO ENTRE PAÍSES SOCIALISTS E CAPITALISTAS
 
Aula 13 cei
Aula 13   ceiAula 13   cei
Aula 13 cei
 

Último

ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfMarcianaClaudioClaud
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdfLindinhaSilva1
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAbdLuxemBourg
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfSistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfAntonio Barros
 
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.FLAVIA LEZAN
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitlerhabiwo1978
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxsfwsoficial
 
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolarMODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolarDouglasVasconcelosMa
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroBrenda Fritz
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdflbgsouza
 

Último (20)

ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfSistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
 
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
 
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolarMODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 

CEI (Comunidade dos Estados Independentes) Trabalho completo

  • 1. TRABALHO DE GEOGRAFIA Nomes: Claudia Elisa Gabriele Penteado Mayra Jardim Talles Lopes
  • 2.
  • 3.
  • 4. A CEI (COMUNIDADE DE ESTADOS INDEPENDENTES) O Fim da União Soviética e a Formação da CEI Parte I
  • 5. OO FFiimm ddaa UUnniiããoo SSoovviiééttiiccaa ee aa FFoorrmmaaççããoo ddaa CCEEII  Na época a população não aguentava mais a URSS e o planejamento para a reorganização do governo não deram certo, então em 1991, os presidentes da Rússia, Belarus e Ucrânia divulgaram que não tinha como a União Soviética continuar e assinaram o Tratado de Misk, que tinha como objetivo criar uma comunidade de estados, então nasceu a CEI (Comunidade de Estados Independentes).
  • 6.
  • 7. A CEI (COMUNIDADE DE ESTADOS INDEPENDENTES)  O que é a CEI?  Socialismo e Reforma Agrária Parte II
  • 8. OO qquuee éé CCEEII??  No dia 8 de dezembro de 1991, foi criada a Comunidade dos Estados Independentes (CEI), cujo principal objetivo era estabelecer um sistema econômico e de defesa entre as nações da extinta URSS. Os primeiros integrantes do bloco foram: a Rússia, a Bielorrússia e a Ucrânia. Os primeiros integrantes do bloco foram: a Rússia, a Bielorrússia e a Ucrânia.
  • 9.
  • 10. SSoocciiaalliissmmoo ee RReeffoorrmmaa AAggrráárriiaa  A reforma agrária realizada em 1917 pelo regime socialista. Incluiu a coletivização das propriedades agrícolas colocadas sob controle do governo. Criaram-se, assim, fazendas coletivas altamente mecanizadas e gerenciadas diretamente pelo governo. Esse sistema ganhou força quando as rivalidades entre os blocos socialistas e capitalistas aumentaram. Com a degradação da União soviética esse sistema foi praticamente abolido. As propriedades agrícolas foram privatizadas, tal como outras áreas da economia.
  • 11. SSoocciiaalliissmmoo ee RReeffoorrmmaa AAggrráárriiaa  Para o aprimoramento das relações comerciais, os países do bloco oriental haviam criado o Conselho de Assistência Econômica Mútua (Comecom). Ele também foi desfeito no começo da década de 1990, após a degradação da União Soviética. Continuação
  • 12.
  • 13. A CEI (COMUNIDADE DE ESTADOS INDEPENDENTES) A Burocratização e a Falta de Competitividade Parte III
  • 14. AA BBuurrooccrraattiizzaaççããoo ee aa FFaallttaa ddee CCoommppeettiittiivviiddaaddee  A burocracia foi criada para tornar o trabalho racional e sistemático, mas acabou tornando-o moroso (demorado demais, respostas que poderiam ser dadas em um dia, arrastam-se por meses ou anos), devido ao infindável número de controles e processos que cercam o trabalho. Quanto mais demorado o processo de trabalho menor é a competitividade.
  • 15.
  • 16. A CEI (COMUNIDADE DE ESTADOS INDEPENDENTES)  O Comércio Entre os Países da CEI  O Separatismo Checheno na Federação Russa  A Revolução Laranja Parte IV
  • 17. OO CCoomméérrcciioo EEnnttrree ooss PPaaíísseess ddaa CCEEII  Desde da criação, a CEI encontra muitas dificuldades para se manter. O controle rigoroso que a Rússia exercia que antes garantia uma unidade rígida entre as demandas e as ofertas do comércio regional, promoveu o rompimento de todos os vínculos existentes entre os países que depois vieram participar do CEI. Com o fim da centralização cada país passou a participar do comércio internacional centralizado que dava mais interesses a eles.
  • 18.
  • 19. OO SSeeppaarraattiissmmoo CChheecchheennoo nnaa FFeeddeerraaççããoo RRuussssaa  O país ao qual se dá o nome de Rússia é, na verdade, uma federação de repúblicas, províncias autônomas e territórios. A Chechênia é uma dessas repúblicas autônomas. Com uma população de maioria muçulmana, desde 1991 ela vem lutando por sua independência. Em 1996, guerrilheiros chechenos invadiram a república autônoma vizinha do Daguestão com o objetivo de criar com ela um Estado islâmico único.
  • 20. OO SSeeppaarraattiissmmoo CChheecchheennoo nnaa FFeeddeerraaççããoo RRuussssaa  O território checheno localiza-se na rota de um dos principais oleodutos russos até o mar Cáspio, pelos quais escoam importantes produtos, como o petróleo produzido no Azerbaijão, país que faz parte da CEI. Isso explica o interesse russo em mantê-lo sob seu domínio.  O separatismo da Chechênia representa também uma ameaça ao domínio da Rússia sobre outras repúblicas autônomas, que poderiam se motivar a seguir esse exemplo Continuação
  • 21.
  • 22. AA RReevvoolluuççããoo LLaarraannjjaa  A Revolução Laranja foi uma série de protestos e eventos políticos, ocorridos entre 2004 e 2005, que tomou diversos lugares de toda a Ucrânia, em resposta às alegações maciças de corrupção, intimidação por votos e fraude eleitoral direta, durante a eleição presidencial ucraniana de 2004.
  • 23.