SlideShare uma empresa Scribd logo
Exercícios
Correcção da Questão de Aula
2Nuno Correia 10/11
 A reprodução sexuada caracteriza-se pela ocorrência de
fecundação e meiose. Relacione a ocorrência desses dois
processos no ciclo reprodutivo de qualquer espécie com a
manutenção do número de cromossomas que caracteriza
essa espécie.
A resposta deve contemplar os seguintes tópicos:
Na fecundação ocorre a união de duas células com duplicação do
número de cromossomas.
Na meiose, a redução a metade do número de cromossomas
compensa a duplicação ocorrida na fecundação, mantendo-se, em
cada geração, o número de cromossomas que caracteriza a
espécie.
3Nuno Correia 10/11
4Nuno Correia 10/11
5Nuno Correia 10/11
Explique de que modo a diminuição da utilização de cloroquina nos
últimos anos está relacionada com a diminuição da resistência dos
parasitas a este fármaco.
6Nuno Correia 10/11
A resposta contempla os seguintes tópicos:
na presença de cloroquina, sobrevivem os indivíduos que lhe resistem,
aumentando globalmente a resistência das populações (do protozoário)
aos fármacos que a contêm;
na ausência de cloroquina no meio, os parasitas não resistentes são mais
aptos do que os parasitas resistentes;
retirando-se a cloroquina do meio, a sobrevivência e reprodução
diferenciais dos parasitas com diferentes fenótipos traduzem-se no
aumento da frequência dos parasitas não resistentes.
7Nuno Correia 10/11
Fenótipo são as características observáveis ou caracteres de um
organismo como, por exemplo: morfologia, desenvolvimento,
propriedades bioquímicas ou fisiológicas e comportamento. O
fenótipo resulta da expressão dos genes do organismo, da influência
de factores ambientais e da possível interacção entre os dois.
8Nuno Correia 10/11
9Nuno Correia 10/11
1. Classifique como verdadeira (V) ou falsa (F) cada uma das seguintes
afirmações, relativas às interacções entre a planta do milho, a Mythimna convecta e a
Apanteles ruficrus, descritas nos dados apresentados no texto.
A- Apanteles ruficrus é uma espécie parasitóide da planta do milho.
B - Danificar manualmente as folhas da planta desencadeará o sinal de alarme químico.
C-As substâncias libertadas pela planta atraem Apanteles ruficrus.
D - Uma substância química presente na saliva de Mythmna convecta atrai Apanteles ruficrus.
E - As plantas do milho não parasitadas não atraem quimicamente a vespa Apanteles ruficrus.
F - A predação da planta, por Mythmna convecta, induz esta a produzir um pedido de socorro
químico.
G - Mythimna convecta só completa o seu ciclo de vida na presença de Apanteles ruficrus.
H - Apanteles ruficrus e Mythimna convecta são consumidores de diferente ordem.
10Nuno Correia 10/11
2. Analise as afirmações que se seguem, relativas ao ciclo de vida de
Mythymna convecta. Reconstitua a sequência temporal dos
acontecimentos que culminam na formação de um ovo, colocando por
ordem as letras que os identificam.
A - Formação do casulo e desenvolvimento da pupa, à custa de reservas
alimentares acumuladas.
B - Meiose das células da linha germinativa e formação de células sexuais.
C - União de gâmetas haplóides com restabelecimento da diploidia.
D - Mitoses e diferenciação celular originam um organismo pluricelular, que se
alimenta da planta.
E - Mitoses e expressão diferencial do genoma dão origem à forma com
capacidade reprodutora.
D  A  E  B  C
11Nuno Correia 10/11
3. Seleccione a alternativa que permite preencher os
espaços e obter afirmações correctas.
As fito-hormonas________________actuar em diferentes
órgãos do indivíduo. O seu efeito ________________de
factores como o estado de desenvolvimento da planta.
(A) não podem [...] é independente
(B) não podem [...] depende
(C) podem [...] é independente
(D) podem [...] depende
12Nuno Correia 10/11
4. Seleccione a alternativa que permite
preencher os espaços e obter uma
afirmação correcta.
O texto descreve uma cadeia alimentar com
um produtor_____, que obtém
a________indispensável ao seu
metabolismo a partir do carbono
atmosférico.
(A) fotossintético [...] matéria
(B) fotossintético [...] energia
(C) quimiossintético [...] matéria
(D) quimiossintético [...] energia
13Nuno Correia 10/11
5. Seleccione a alternativa que permite preencher os
espaços e obter uma afirmação correcta.
Nos insectos, o fluido circulante não apresenta
pigmentos respiratórios. Pode daí deduzir-se que
o transporte de gases respiratórios até às células
e destas para o exterior é efectuado por
difusão________________, o que implica que as
células________________, necessariamente,
próximas do meio externo.
(A) indirecta [...] estejam
(B) indirecta [...] não estejam
(C) directa [...] estejam
(D) directa [...] não estejam
14Nuno Correia 10/11
 6. Uma planta de milho atacada por uma lagarta
liberta substâncias voláteis que podem servir de
sinalizadores químicos para plantas vizinhas.
Estas substâncias desencadeiam a produção de
uma hormona vegetal que intervém nos
mecanismos de defesa de plantas,
nomeadamente a libertação de químicos que
atraem parasitóides de lagartas. Uma equipa
coordenada por Tumlinson verificou que a
exposição prévia a estes sinalizadores químicos
desencadeava mais rápida e intensamente os
mecanismos de defesa da planta, quando
atacada.
 Explique de que modo a investigação de
Tumlinson pode ter aberto uma via de controlo
de pragas (lagartas) em campos de milho.
15Nuno Correia 10/11
A resposta contempla os seguintes tópicos:
 a pulverização de culturas de milho não infestadas
com substâncias voláteis faz com que as plantas
reajam mais rápida e eficazmente a um ataque de
lagartas;
 numa possível infestação de culturas, são
libertados mais rapidamente os químicos que
atraem as vespas parasitóides (de lagartas);
 havendo uma maior atracção de vespas
parasitóides ao local, num período de tempo mais
reduzido, pode evitar-se a propagação
descontrolada das lagartas.
16Nuno Correia 10/11
17Nuno Correia 10/11
1. Classifique como verdadeira (V) ou falsa
(F) cada uma das seguintes afirmações,
relativas à interpretação do ciclo de vida
esquematizado na figura.
A - Os esporos dão origem a leveduras
haplóides.
B - A levedura assinalada com a letra X é
diplonte.
C-A levedura assinalada com a letra Y pode
dividir-se por mitose.
D - Os esporos representados resultaram de
mitoses sucessivas.
E - A célula assinalada com a letra Y pode
reproduzir-se por gemulação.
F - Os esporos de Saccharomyces cerevisae
são diplóides.
G - A gemulação da levedura X é responsável
pela alternância de fases nucleares.
H - As leveduras X e Y apresentam a mesma
informação genética.
18Nuno Correia 10/11
Explique em que medida a análise da figura permite
afirmar que, nestas leveduras, a ocorrência de
reprodução assexuada é independente do facto de
aquelas serem haplóides ou diplóides.
A resposta contempla os seguintes tópicos:
• as células X e Y têm ploidias diferentes;
• tanto a célula X como a célula Y se reproduzem por
gemulação;
• a gemulação é um processo de reprodução assexuada.
19Nuno Correia 10/11
20Nuno Correia 10/11
21Nuno Correia 10/11
Classifique como verdadeira (V) ou falsa (F) cada uma das afirmações seguintes,
referentes ao ciclo de vida de Toxoplasma gondii.
(A) Os ocistos são células diplóides que se originam por fecundação.
(B) Os gametócitos exercem a função de gâmetas.
(C) T. gondii provoca infecção no rato, por multiplicação de células diplóides.
(D) A fase sexuada do ciclo de vida é a causa da infecção aguda no rato.
(E) A parte do ciclo de vida que ocorre no gato aumenta a variabilidade genética
de T. gondii.
(F) O ciclo de vida é haplonte, apresentando meiose pré-espórica.
(G) Na ausência de gato, a propagação de T. gondii faz-se por reprodução
assexuada.
(H) Esporozoítos, taquizoítos e bradizoítos são células haplóides.
22Nuno Correia 10/11
Seleccione a alternativa que completa a frase seguinte, de modo a
obter uma afirmação correcta. Toxoplasma gondii é um ser unicelular
eucarionte, porque...
(A) … possui parede celular.
(B) … apresenta organitos membranares.
(C) … possui membrana plasmática.
(D) … apresenta ribossomas.
23Nuno Correia 10/11
Seleccione a alternativa que preenche os espaços na frase seguinte,
de modo a obter uma afirmação correcta.
A elevada capacidade de divisão de Toxoplasma gondii exige uma
grande produção de _______, o que determina o desenvolvimento
_______.
(A) proteínas (…) do retículo endoplasmático rugoso.
(B) glícidos (…) da mitocôndria.
(C) glícidos (…) do retículo endoplasmático rugoso.
(D) proteínas (…) da mitocôndria.
24Nuno Correia 10/11
Seleccione a alternativa que completa a frase seguinte, de modo a obter
uma afirmação correcta.
Os animais que servem de hospedeiros a Toxoplasma gondii são
endotérmicos. Para tal, contribui...
(A) … a troca de gases efectuada por difusão directa.
(B) … a quantidade de água e de solutos presentes no seu organismo.
(C) … um sistema circulatório em que a circulação é dupla e completa.
(D) … um processo de nutrição por heterotrofia e por ingestão.
25Nuno Correia 10/11
5. Seleccione a alternativa que completa a frase seguinte, de modo a
obter uma afirmação correcta.
Na multiplicação de taquizoítos, verifica-se...
(A) … emparelhamento de cromossomas homólogos.
(B) … colocação, ao acaso, de bivalentes na placa metafásica.
(C) … redução a metade do número de cromossomas.
(D) … manutenção do número de cromossomas das células produzidas.
26Nuno Correia 10/11
Explique, de acordo com a hipótese endossimbiótica, a presença de
mitocôndrias nos seres unicelulares eucariontes actuais.
A resposta deve contemplar os seguintes tópicos:
• Segundo a hipótese endossimbiótica, procariontes de vida livre foram
endocitados por procariontes
de maiores dimensões, com quem estabeleceram uma relação de
endossimbiose.
• As mitocôndrias actuais evoluíram a partir de procariontes de vida livre
endocitados, com capacidade de realizar a respiração aeróbia.
27Nuno Correia 10/11
28Nuno Correia 10/11
29Nuno Correia 10/11
30Nuno Correia 10/11
31Nuno Correia 10/11
32Nuno Correia 10/11
33Nuno Correia 10/11
34Nuno Correia 10/11
35Nuno Correia 10/11
A resposta deve conter os seguintes elementos:
• relação entre a existência de um ser vivo actual, onde existe uma
associação simbiótica entre um ser unicelular anaeróbio e uma bactéria
aeróbia, e a possibilidade de existência no passado de tais associações
simbióticas;
• relação entre a possibilidade de existência, no passado, de tais
associações simbióticas e a origem de mitocôndrias proposta pela hipótese
endossimbiótica.
36Nuno Correia 10/11
Datação absoluta ou radiométrica.
37Nuno Correia 10/11
38Nuno Correia 10/11
39Nuno Correia 10/11
40Nuno Correia 10/11
41Nuno Correia 10/11
42Nuno Correia 10/11
A resposta contempla as seguintes etapas:
1.ª etapa – Determinação da sequência de aminoácidos de proteínas equivalentes em Giardia e
em células procarióticas e eucarióticas actuais.
2.ª etapa – Comparação das sequências de aminoácidos determinadas.
3.ª etapa – Estabelecimento do grau de afinidade entre as espécies estudadas.
Ou
1.ª etapa – Determinação da sequência de nucleótidos das moléculas de DNA de Giardia e de
células procarióticas e eucarióticas actuais.
2.ª etapa – Comparação das sequências de nucleótidos determinadas.
3.ª etapa – Estabelecimento do grau de afinidade entre as espécies estudadas.
43Nuno Correia 10/11

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Teste de Biologia (2º Teste) - Biologia 11 (correcção)
Teste de Biologia (2º Teste) - Biologia 11 (correcção)Teste de Biologia (2º Teste) - Biologia 11 (correcção)
Teste de Biologia (2º Teste) - Biologia 11 (correcção)
Isaura Mourão
 
Teste 2 versão ii
Teste 2 versão iiTeste 2 versão ii
Teste 2 versão ii
joseeira
 
Bg 11 reprodução assexuada (exercícios)
Bg 11   reprodução assexuada (exercícios)Bg 11   reprodução assexuada (exercícios)
Bg 11 reprodução assexuada (exercícios)
Nuno Correia
 
Exercícios dna e síntese proteínas
Exercícios dna e síntese proteínasExercícios dna e síntese proteínas
Exercícios dna e síntese proteínas
Isabel Lopes
 
Teste de Biologia (2º Teste) - correcção
Teste de Biologia (2º Teste) - correcçãoTeste de Biologia (2º Teste) - correcção
Teste de Biologia (2º Teste) - correcção
Isaura Mourão
 
Teste de Avaliação nr. 1 (Biologia 10º)
Teste de Avaliação nr. 1 (Biologia 10º)Teste de Avaliação nr. 1 (Biologia 10º)
Teste de Avaliação nr. 1 (Biologia 10º)
Isaura Mourão
 
EXERCÍCIOS DE EXAMES
EXERCÍCIOS DE EXAMESEXERCÍCIOS DE EXAMES
EXERCÍCIOS DE EXAMES
sandranascimento
 
TESTES INTERMÉDIOS 11ºANO
TESTES INTERMÉDIOS 11ºANOTESTES INTERMÉDIOS 11ºANO
TESTES INTERMÉDIOS 11ºANO
sandranascimento
 
Biologia 11 preparação para exame 1
Biologia 11   preparação para exame 1Biologia 11   preparação para exame 1
Biologia 11 preparação para exame 1
Nuno Correia
 
Resumos Biologia Geologia (BIOLOGIA) 11º Ano
Resumos Biologia Geologia (BIOLOGIA) 11º AnoResumos Biologia Geologia (BIOLOGIA) 11º Ano
Resumos Biologia Geologia (BIOLOGIA) 11º Ano
Vitor Perfeito
 
EXERCÍCIOS DE BIOLOGIA 10º
EXERCÍCIOS DE BIOLOGIA 10ºEXERCÍCIOS DE BIOLOGIA 10º
EXERCÍCIOS DE BIOLOGIA 10º
sandranascimento
 
Experiência de meselson e stahl
Experiência de meselson e stahlExperiência de meselson e stahl
Experiência de meselson e stahl
Cecilferreira
 
Bg 11 síntese proteica (exercícios)
Bg 11   síntese proteica (exercícios)Bg 11   síntese proteica (exercícios)
Bg 11 síntese proteica (exercícios)
Nuno Correia
 
Ciclos de vida - exercicios
Ciclos de vida - exerciciosCiclos de vida - exercicios
Ciclos de vida - exercicios
emanuelcarvalhal765
 
ldia11_gramatica_funcoes_sintaticas_2.docx
ldia11_gramatica_funcoes_sintaticas_2.docxldia11_gramatica_funcoes_sintaticas_2.docx
ldia11_gramatica_funcoes_sintaticas_2.docx
Maria Gois
 
(8) biologia e geologia 10º ano - obtenção de energia
(8) biologia e geologia   10º ano - obtenção de energia(8) biologia e geologia   10º ano - obtenção de energia
(8) biologia e geologia 10º ano - obtenção de energia
Hugo Martins
 
Testes Intermédios 10ºano
Testes Intermédios 10ºanoTestes Intermédios 10ºano
Testes Intermédios 10ºano
sandranascimento
 
Teste de Avaliação nr. 2 (Biologia 10º)
Teste de Avaliação nr. 2  (Biologia 10º)Teste de Avaliação nr. 2  (Biologia 10º)
Teste de Avaliação nr. 2 (Biologia 10º)
Isaura Mourão
 
Bg 11 diferenciação celular (exercícios)
Bg 11   diferenciação celular (exercícios)Bg 11   diferenciação celular (exercícios)
Bg 11 diferenciação celular (exercícios)
Nuno Correia
 
Bg 11 experiências de hershey e chase
Bg 11   experiências de hershey e chaseBg 11   experiências de hershey e chase
Bg 11 experiências de hershey e chase
Nuno Correia
 

Mais procurados (20)

Teste de Biologia (2º Teste) - Biologia 11 (correcção)
Teste de Biologia (2º Teste) - Biologia 11 (correcção)Teste de Biologia (2º Teste) - Biologia 11 (correcção)
Teste de Biologia (2º Teste) - Biologia 11 (correcção)
 
Teste 2 versão ii
Teste 2 versão iiTeste 2 versão ii
Teste 2 versão ii
 
Bg 11 reprodução assexuada (exercícios)
Bg 11   reprodução assexuada (exercícios)Bg 11   reprodução assexuada (exercícios)
Bg 11 reprodução assexuada (exercícios)
 
Exercícios dna e síntese proteínas
Exercícios dna e síntese proteínasExercícios dna e síntese proteínas
Exercícios dna e síntese proteínas
 
Teste de Biologia (2º Teste) - correcção
Teste de Biologia (2º Teste) - correcçãoTeste de Biologia (2º Teste) - correcção
Teste de Biologia (2º Teste) - correcção
 
Teste de Avaliação nr. 1 (Biologia 10º)
Teste de Avaliação nr. 1 (Biologia 10º)Teste de Avaliação nr. 1 (Biologia 10º)
Teste de Avaliação nr. 1 (Biologia 10º)
 
EXERCÍCIOS DE EXAMES
EXERCÍCIOS DE EXAMESEXERCÍCIOS DE EXAMES
EXERCÍCIOS DE EXAMES
 
TESTES INTERMÉDIOS 11ºANO
TESTES INTERMÉDIOS 11ºANOTESTES INTERMÉDIOS 11ºANO
TESTES INTERMÉDIOS 11ºANO
 
Biologia 11 preparação para exame 1
Biologia 11   preparação para exame 1Biologia 11   preparação para exame 1
Biologia 11 preparação para exame 1
 
Resumos Biologia Geologia (BIOLOGIA) 11º Ano
Resumos Biologia Geologia (BIOLOGIA) 11º AnoResumos Biologia Geologia (BIOLOGIA) 11º Ano
Resumos Biologia Geologia (BIOLOGIA) 11º Ano
 
EXERCÍCIOS DE BIOLOGIA 10º
EXERCÍCIOS DE BIOLOGIA 10ºEXERCÍCIOS DE BIOLOGIA 10º
EXERCÍCIOS DE BIOLOGIA 10º
 
Experiência de meselson e stahl
Experiência de meselson e stahlExperiência de meselson e stahl
Experiência de meselson e stahl
 
Bg 11 síntese proteica (exercícios)
Bg 11   síntese proteica (exercícios)Bg 11   síntese proteica (exercícios)
Bg 11 síntese proteica (exercícios)
 
Ciclos de vida - exercicios
Ciclos de vida - exerciciosCiclos de vida - exercicios
Ciclos de vida - exercicios
 
ldia11_gramatica_funcoes_sintaticas_2.docx
ldia11_gramatica_funcoes_sintaticas_2.docxldia11_gramatica_funcoes_sintaticas_2.docx
ldia11_gramatica_funcoes_sintaticas_2.docx
 
(8) biologia e geologia 10º ano - obtenção de energia
(8) biologia e geologia   10º ano - obtenção de energia(8) biologia e geologia   10º ano - obtenção de energia
(8) biologia e geologia 10º ano - obtenção de energia
 
Testes Intermédios 10ºano
Testes Intermédios 10ºanoTestes Intermédios 10ºano
Testes Intermédios 10ºano
 
Teste de Avaliação nr. 2 (Biologia 10º)
Teste de Avaliação nr. 2  (Biologia 10º)Teste de Avaliação nr. 2  (Biologia 10º)
Teste de Avaliação nr. 2 (Biologia 10º)
 
Bg 11 diferenciação celular (exercícios)
Bg 11   diferenciação celular (exercícios)Bg 11   diferenciação celular (exercícios)
Bg 11 diferenciação celular (exercícios)
 
Bg 11 experiências de hershey e chase
Bg 11   experiências de hershey e chaseBg 11   experiências de hershey e chase
Bg 11 experiências de hershey e chase
 

Destaque

4 reprodução assexuada
4 reprodução assexuada4 reprodução assexuada
4 reprodução assexuada
Maria João Drumond
 
Extração do ADN / DNA do kiwi - Relatório biologia 11º
Extração do ADN / DNA do kiwi - Relatório biologia 11ºExtração do ADN / DNA do kiwi - Relatório biologia 11º
Extração do ADN / DNA do kiwi - Relatório biologia 11º
Francisco Palaio
 
bolores 11 ano
bolores 11 anobolores 11 ano
bolores 11 ano
Diana Carvalho
 
Biologia 11 ciclos de vida
Biologia 11   ciclos de vidaBiologia 11   ciclos de vida
Biologia 11 ciclos de vida
Nuno Correia
 
Bg 11 reprodução assexuada
Bg 11   reprodução assexuadaBg 11   reprodução assexuada
Bg 11 reprodução assexuada
Nuno Correia
 
Biologia 11 reprodução assexuada
Biologia 11   reprodução assexuadaBiologia 11   reprodução assexuada
Biologia 11 reprodução assexuada
Nuno Correia
 

Destaque (6)

4 reprodução assexuada
4 reprodução assexuada4 reprodução assexuada
4 reprodução assexuada
 
Extração do ADN / DNA do kiwi - Relatório biologia 11º
Extração do ADN / DNA do kiwi - Relatório biologia 11ºExtração do ADN / DNA do kiwi - Relatório biologia 11º
Extração do ADN / DNA do kiwi - Relatório biologia 11º
 
bolores 11 ano
bolores 11 anobolores 11 ano
bolores 11 ano
 
Biologia 11 ciclos de vida
Biologia 11   ciclos de vidaBiologia 11   ciclos de vida
Biologia 11 ciclos de vida
 
Bg 11 reprodução assexuada
Bg 11   reprodução assexuadaBg 11   reprodução assexuada
Bg 11 reprodução assexuada
 
Biologia 11 reprodução assexuada
Biologia 11   reprodução assexuadaBiologia 11   reprodução assexuada
Biologia 11 reprodução assexuada
 

Semelhante a Biologia 11 exercícios

c_ft_ciclos-de-vida-_exames-completa.pptx
c_ft_ciclos-de-vida-_exames-completa.pptxc_ft_ciclos-de-vida-_exames-completa.pptx
c_ft_ciclos-de-vida-_exames-completa.pptx
AngelaFelix13
 
Preparação para o teste intermédio (11º)
Preparação para o teste intermédio (11º)Preparação para o teste intermédio (11º)
Preparação para o teste intermédio (11º)
Nuno Correia
 
Biologia obj
Biologia objBiologia obj
Biologia obj
Marcy Gomes
 
B11 aula de revisões 1
B11   aula de revisões 1B11   aula de revisões 1
B11 aula de revisões 1
Nuno Correia
 
B11 - Aula de Revisões 1
B11 - Aula de Revisões 1B11 - Aula de Revisões 1
B11 - Aula de Revisões 1
Isaura Mourão
 
B11 aula de revisões 1
B11   aula de revisões 1B11   aula de revisões 1
B11 aula de revisões 1
Nuno Correia
 
EXERCÍCIOS DOS TESTES INTERMÉDIOS
EXERCÍCIOS DOS TESTES INTERMÉDIOSEXERCÍCIOS DOS TESTES INTERMÉDIOS
EXERCÍCIOS DOS TESTES INTERMÉDIOS
sandranascimento
 
Em atual ciencias_da_natureza_e_suas_tecnologias_final
Em atual ciencias_da_natureza_e_suas_tecnologias_finalEm atual ciencias_da_natureza_e_suas_tecnologias_final
Em atual ciencias_da_natureza_e_suas_tecnologias_final
Atividades Diversas Cláudia
 
Ciclos de vida
Ciclos de vidaCiclos de vida
Ciclos de vida
Sandra Fernandes
 
Treinamento para a AV1 - II bimestre
Treinamento para a AV1 - II  bimestreTreinamento para a AV1 - II  bimestre
Treinamento para a AV1 - II bimestre
emanuel
 
1
11
Ficha avaliação 2 11c
Ficha avaliação  2  11cFicha avaliação  2  11c
Ficha avaliação 2 11c
Estela Costa
 
AV1 - ciências humanas e naturais- II bimestre
AV1  - ciências humanas e naturais- II bimestreAV1  - ciências humanas e naturais- II bimestre
AV1 - ciências humanas e naturais- II bimestre
emanuel
 
Biologia reino monera_exercicios
Biologia reino monera_exerciciosBiologia reino monera_exercicios
Biologia reino monera_exercicios
Miguel Aquino
 
monerasprotistasfungos______________.pdf
monerasprotistasfungos______________.pdfmonerasprotistasfungos______________.pdf
monerasprotistasfungos______________.pdf
MayaraLaun1
 
Exercícios tipos de reprodução
Exercícios tipos de reproduçãoExercícios tipos de reprodução
Exercícios tipos de reprodução
Alexandre Pusaudse
 
Lista de exercícios - BIO frente 3 e 4 - 2º bim - 3º ano - prof.James COM GAB...
Lista de exercícios - BIO frente 3 e 4 - 2º bim - 3º ano - prof.James COM GAB...Lista de exercícios - BIO frente 3 e 4 - 2º bim - 3º ano - prof.James COM GAB...
Lista de exercícios - BIO frente 3 e 4 - 2º bim - 3º ano - prof.James COM GAB...
James Martins
 
Aula de correcção nr. 1
Aula de correcção nr. 1Aula de correcção nr. 1
Aula de correcção nr. 1
Nuno Correia
 
2 s exercicios_monera protista e fungi
2 s   exercicios_monera protista e fungi2 s   exercicios_monera protista e fungi
2 s exercicios_monera protista e fungi
Ionara Urrutia Moura
 
2S_Monera Protoctista e Fungi_ lista com respostas
2S_Monera Protoctista  e Fungi_ lista com respostas2S_Monera Protoctista  e Fungi_ lista com respostas
2S_Monera Protoctista e Fungi_ lista com respostas
Ionara Urrutia Moura
 

Semelhante a Biologia 11 exercícios (20)

c_ft_ciclos-de-vida-_exames-completa.pptx
c_ft_ciclos-de-vida-_exames-completa.pptxc_ft_ciclos-de-vida-_exames-completa.pptx
c_ft_ciclos-de-vida-_exames-completa.pptx
 
Preparação para o teste intermédio (11º)
Preparação para o teste intermédio (11º)Preparação para o teste intermédio (11º)
Preparação para o teste intermédio (11º)
 
Biologia obj
Biologia objBiologia obj
Biologia obj
 
B11 aula de revisões 1
B11   aula de revisões 1B11   aula de revisões 1
B11 aula de revisões 1
 
B11 - Aula de Revisões 1
B11 - Aula de Revisões 1B11 - Aula de Revisões 1
B11 - Aula de Revisões 1
 
B11 aula de revisões 1
B11   aula de revisões 1B11   aula de revisões 1
B11 aula de revisões 1
 
EXERCÍCIOS DOS TESTES INTERMÉDIOS
EXERCÍCIOS DOS TESTES INTERMÉDIOSEXERCÍCIOS DOS TESTES INTERMÉDIOS
EXERCÍCIOS DOS TESTES INTERMÉDIOS
 
Em atual ciencias_da_natureza_e_suas_tecnologias_final
Em atual ciencias_da_natureza_e_suas_tecnologias_finalEm atual ciencias_da_natureza_e_suas_tecnologias_final
Em atual ciencias_da_natureza_e_suas_tecnologias_final
 
Ciclos de vida
Ciclos de vidaCiclos de vida
Ciclos de vida
 
Treinamento para a AV1 - II bimestre
Treinamento para a AV1 - II  bimestreTreinamento para a AV1 - II  bimestre
Treinamento para a AV1 - II bimestre
 
1
11
1
 
Ficha avaliação 2 11c
Ficha avaliação  2  11cFicha avaliação  2  11c
Ficha avaliação 2 11c
 
AV1 - ciências humanas e naturais- II bimestre
AV1  - ciências humanas e naturais- II bimestreAV1  - ciências humanas e naturais- II bimestre
AV1 - ciências humanas e naturais- II bimestre
 
Biologia reino monera_exercicios
Biologia reino monera_exerciciosBiologia reino monera_exercicios
Biologia reino monera_exercicios
 
monerasprotistasfungos______________.pdf
monerasprotistasfungos______________.pdfmonerasprotistasfungos______________.pdf
monerasprotistasfungos______________.pdf
 
Exercícios tipos de reprodução
Exercícios tipos de reproduçãoExercícios tipos de reprodução
Exercícios tipos de reprodução
 
Lista de exercícios - BIO frente 3 e 4 - 2º bim - 3º ano - prof.James COM GAB...
Lista de exercícios - BIO frente 3 e 4 - 2º bim - 3º ano - prof.James COM GAB...Lista de exercícios - BIO frente 3 e 4 - 2º bim - 3º ano - prof.James COM GAB...
Lista de exercícios - BIO frente 3 e 4 - 2º bim - 3º ano - prof.James COM GAB...
 
Aula de correcção nr. 1
Aula de correcção nr. 1Aula de correcção nr. 1
Aula de correcção nr. 1
 
2 s exercicios_monera protista e fungi
2 s   exercicios_monera protista e fungi2 s   exercicios_monera protista e fungi
2 s exercicios_monera protista e fungi
 
2S_Monera Protoctista e Fungi_ lista com respostas
2S_Monera Protoctista  e Fungi_ lista com respostas2S_Monera Protoctista  e Fungi_ lista com respostas
2S_Monera Protoctista e Fungi_ lista com respostas
 

Mais de Nuno Correia

Sismologia parte 1
Sismologia   parte 1Sismologia   parte 1
Sismologia parte 1
Nuno Correia
 
Geologia - Variações Climáticas
Geologia   - Variações ClimáticasGeologia   - Variações Climáticas
Geologia - Variações Climáticas
Nuno Correia
 
Biologia 12 imunidade celular
Biologia 12   imunidade celularBiologia 12   imunidade celular
Biologia 12 imunidade celular
Nuno Correia
 
Biologia 12 imunidade humoral
Biologia 12   imunidade humoralBiologia 12   imunidade humoral
Biologia 12 imunidade humoral
Nuno Correia
 
Geologia 12 estratotipo
Geologia 12   estratotipoGeologia 12   estratotipo
Geologia 12 estratotipo
Nuno Correia
 
Geologia 12 biozonas
Geologia 12   biozonasGeologia 12   biozonas
Geologia 12 biozonas
Nuno Correia
 
Geologia 12 movimentos horizontais
Geologia 12   movimentos horizontaisGeologia 12   movimentos horizontais
Geologia 12 movimentos horizontais
Nuno Correia
 
Geologia 12 isostasia
Geologia 12   isostasiaGeologia 12   isostasia
Geologia 12 isostasia
Nuno Correia
 
Geologia 12 paleomagnetismo
Geologia 12   paleomagnetismoGeologia 12   paleomagnetismo
Geologia 12 paleomagnetismo
Nuno Correia
 
Geologia 12 deriva dos continentes
Geologia 12   deriva dos continentesGeologia 12   deriva dos continentes
Geologia 12 deriva dos continentes
Nuno Correia
 
Biologia 12 biologia e os desafios da atualidade
Biologia 12   biologia e os desafios da atualidadeBiologia 12   biologia e os desafios da atualidade
Biologia 12 biologia e os desafios da atualidade
Nuno Correia
 
Geologia 12 paleoclimas
Geologia 12   paleoclimasGeologia 12   paleoclimas
Geologia 12 paleoclimas
Nuno Correia
 
Geologia 12 arcos insulares
Geologia 12   arcos insularesGeologia 12   arcos insulares
Geologia 12 arcos insulares
Nuno Correia
 
Deriva dos continentes
Deriva dos continentesDeriva dos continentes
Deriva dos continentes
Nuno Correia
 
Zonas costeiras
Zonas costeirasZonas costeiras
Zonas costeiras
Nuno Correia
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
Nuno Correia
 
Genética (monobridismo)
Genética (monobridismo)Genética (monobridismo)
Genética (monobridismo)
Nuno Correia
 
Genética (monobridismo exercícios)
Genética (monobridismo   exercícios)Genética (monobridismo   exercícios)
Genética (monobridismo exercícios)
Nuno Correia
 
Genética (dominância incompleta)
Genética (dominância incompleta)Genética (dominância incompleta)
Genética (dominância incompleta)
Nuno Correia
 
Genética (diibridismo)
Genética (diibridismo)Genética (diibridismo)
Genética (diibridismo)
Nuno Correia
 

Mais de Nuno Correia (20)

Sismologia parte 1
Sismologia   parte 1Sismologia   parte 1
Sismologia parte 1
 
Geologia - Variações Climáticas
Geologia   - Variações ClimáticasGeologia   - Variações Climáticas
Geologia - Variações Climáticas
 
Biologia 12 imunidade celular
Biologia 12   imunidade celularBiologia 12   imunidade celular
Biologia 12 imunidade celular
 
Biologia 12 imunidade humoral
Biologia 12   imunidade humoralBiologia 12   imunidade humoral
Biologia 12 imunidade humoral
 
Geologia 12 estratotipo
Geologia 12   estratotipoGeologia 12   estratotipo
Geologia 12 estratotipo
 
Geologia 12 biozonas
Geologia 12   biozonasGeologia 12   biozonas
Geologia 12 biozonas
 
Geologia 12 movimentos horizontais
Geologia 12   movimentos horizontaisGeologia 12   movimentos horizontais
Geologia 12 movimentos horizontais
 
Geologia 12 isostasia
Geologia 12   isostasiaGeologia 12   isostasia
Geologia 12 isostasia
 
Geologia 12 paleomagnetismo
Geologia 12   paleomagnetismoGeologia 12   paleomagnetismo
Geologia 12 paleomagnetismo
 
Geologia 12 deriva dos continentes
Geologia 12   deriva dos continentesGeologia 12   deriva dos continentes
Geologia 12 deriva dos continentes
 
Biologia 12 biologia e os desafios da atualidade
Biologia 12   biologia e os desafios da atualidadeBiologia 12   biologia e os desafios da atualidade
Biologia 12 biologia e os desafios da atualidade
 
Geologia 12 paleoclimas
Geologia 12   paleoclimasGeologia 12   paleoclimas
Geologia 12 paleoclimas
 
Geologia 12 arcos insulares
Geologia 12   arcos insularesGeologia 12   arcos insulares
Geologia 12 arcos insulares
 
Deriva dos continentes
Deriva dos continentesDeriva dos continentes
Deriva dos continentes
 
Zonas costeiras
Zonas costeirasZonas costeiras
Zonas costeiras
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
 
Genética (monobridismo)
Genética (monobridismo)Genética (monobridismo)
Genética (monobridismo)
 
Genética (monobridismo exercícios)
Genética (monobridismo   exercícios)Genética (monobridismo   exercícios)
Genética (monobridismo exercícios)
 
Genética (dominância incompleta)
Genética (dominância incompleta)Genética (dominância incompleta)
Genética (dominância incompleta)
 
Genética (diibridismo)
Genética (diibridismo)Genética (diibridismo)
Genética (diibridismo)
 

Último

As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CristviaFerreira
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Falcão Brasil
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
VictorEmanoel37
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
mozalgebrista
 
Seminário de Gestão Pública e Defesa Civil
Seminário de Gestão Pública e Defesa CivilSeminário de Gestão Pública e Defesa Civil
Seminário de Gestão Pública e Defesa Civil
EduardoLealSilva
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Anesio2
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
 
Seminário de Gestão Pública e Defesa Civil
Seminário de Gestão Pública e Defesa CivilSeminário de Gestão Pública e Defesa Civil
Seminário de Gestão Pública e Defesa Civil
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 

Biologia 11 exercícios

  • 2. Correcção da Questão de Aula 2Nuno Correia 10/11
  • 3.  A reprodução sexuada caracteriza-se pela ocorrência de fecundação e meiose. Relacione a ocorrência desses dois processos no ciclo reprodutivo de qualquer espécie com a manutenção do número de cromossomas que caracteriza essa espécie. A resposta deve contemplar os seguintes tópicos: Na fecundação ocorre a união de duas células com duplicação do número de cromossomas. Na meiose, a redução a metade do número de cromossomas compensa a duplicação ocorrida na fecundação, mantendo-se, em cada geração, o número de cromossomas que caracteriza a espécie. 3Nuno Correia 10/11
  • 6. Explique de que modo a diminuição da utilização de cloroquina nos últimos anos está relacionada com a diminuição da resistência dos parasitas a este fármaco. 6Nuno Correia 10/11
  • 7. A resposta contempla os seguintes tópicos: na presença de cloroquina, sobrevivem os indivíduos que lhe resistem, aumentando globalmente a resistência das populações (do protozoário) aos fármacos que a contêm; na ausência de cloroquina no meio, os parasitas não resistentes são mais aptos do que os parasitas resistentes; retirando-se a cloroquina do meio, a sobrevivência e reprodução diferenciais dos parasitas com diferentes fenótipos traduzem-se no aumento da frequência dos parasitas não resistentes. 7Nuno Correia 10/11
  • 8. Fenótipo são as características observáveis ou caracteres de um organismo como, por exemplo: morfologia, desenvolvimento, propriedades bioquímicas ou fisiológicas e comportamento. O fenótipo resulta da expressão dos genes do organismo, da influência de factores ambientais e da possível interacção entre os dois. 8Nuno Correia 10/11
  • 10. 1. Classifique como verdadeira (V) ou falsa (F) cada uma das seguintes afirmações, relativas às interacções entre a planta do milho, a Mythimna convecta e a Apanteles ruficrus, descritas nos dados apresentados no texto. A- Apanteles ruficrus é uma espécie parasitóide da planta do milho. B - Danificar manualmente as folhas da planta desencadeará o sinal de alarme químico. C-As substâncias libertadas pela planta atraem Apanteles ruficrus. D - Uma substância química presente na saliva de Mythmna convecta atrai Apanteles ruficrus. E - As plantas do milho não parasitadas não atraem quimicamente a vespa Apanteles ruficrus. F - A predação da planta, por Mythmna convecta, induz esta a produzir um pedido de socorro químico. G - Mythimna convecta só completa o seu ciclo de vida na presença de Apanteles ruficrus. H - Apanteles ruficrus e Mythimna convecta são consumidores de diferente ordem. 10Nuno Correia 10/11
  • 11. 2. Analise as afirmações que se seguem, relativas ao ciclo de vida de Mythymna convecta. Reconstitua a sequência temporal dos acontecimentos que culminam na formação de um ovo, colocando por ordem as letras que os identificam. A - Formação do casulo e desenvolvimento da pupa, à custa de reservas alimentares acumuladas. B - Meiose das células da linha germinativa e formação de células sexuais. C - União de gâmetas haplóides com restabelecimento da diploidia. D - Mitoses e diferenciação celular originam um organismo pluricelular, que se alimenta da planta. E - Mitoses e expressão diferencial do genoma dão origem à forma com capacidade reprodutora. D  A  E  B  C 11Nuno Correia 10/11
  • 12. 3. Seleccione a alternativa que permite preencher os espaços e obter afirmações correctas. As fito-hormonas________________actuar em diferentes órgãos do indivíduo. O seu efeito ________________de factores como o estado de desenvolvimento da planta. (A) não podem [...] é independente (B) não podem [...] depende (C) podem [...] é independente (D) podem [...] depende 12Nuno Correia 10/11
  • 13. 4. Seleccione a alternativa que permite preencher os espaços e obter uma afirmação correcta. O texto descreve uma cadeia alimentar com um produtor_____, que obtém a________indispensável ao seu metabolismo a partir do carbono atmosférico. (A) fotossintético [...] matéria (B) fotossintético [...] energia (C) quimiossintético [...] matéria (D) quimiossintético [...] energia 13Nuno Correia 10/11
  • 14. 5. Seleccione a alternativa que permite preencher os espaços e obter uma afirmação correcta. Nos insectos, o fluido circulante não apresenta pigmentos respiratórios. Pode daí deduzir-se que o transporte de gases respiratórios até às células e destas para o exterior é efectuado por difusão________________, o que implica que as células________________, necessariamente, próximas do meio externo. (A) indirecta [...] estejam (B) indirecta [...] não estejam (C) directa [...] estejam (D) directa [...] não estejam 14Nuno Correia 10/11
  • 15.  6. Uma planta de milho atacada por uma lagarta liberta substâncias voláteis que podem servir de sinalizadores químicos para plantas vizinhas. Estas substâncias desencadeiam a produção de uma hormona vegetal que intervém nos mecanismos de defesa de plantas, nomeadamente a libertação de químicos que atraem parasitóides de lagartas. Uma equipa coordenada por Tumlinson verificou que a exposição prévia a estes sinalizadores químicos desencadeava mais rápida e intensamente os mecanismos de defesa da planta, quando atacada.  Explique de que modo a investigação de Tumlinson pode ter aberto uma via de controlo de pragas (lagartas) em campos de milho. 15Nuno Correia 10/11
  • 16. A resposta contempla os seguintes tópicos:  a pulverização de culturas de milho não infestadas com substâncias voláteis faz com que as plantas reajam mais rápida e eficazmente a um ataque de lagartas;  numa possível infestação de culturas, são libertados mais rapidamente os químicos que atraem as vespas parasitóides (de lagartas);  havendo uma maior atracção de vespas parasitóides ao local, num período de tempo mais reduzido, pode evitar-se a propagação descontrolada das lagartas. 16Nuno Correia 10/11
  • 18. 1. Classifique como verdadeira (V) ou falsa (F) cada uma das seguintes afirmações, relativas à interpretação do ciclo de vida esquematizado na figura. A - Os esporos dão origem a leveduras haplóides. B - A levedura assinalada com a letra X é diplonte. C-A levedura assinalada com a letra Y pode dividir-se por mitose. D - Os esporos representados resultaram de mitoses sucessivas. E - A célula assinalada com a letra Y pode reproduzir-se por gemulação. F - Os esporos de Saccharomyces cerevisae são diplóides. G - A gemulação da levedura X é responsável pela alternância de fases nucleares. H - As leveduras X e Y apresentam a mesma informação genética. 18Nuno Correia 10/11
  • 19. Explique em que medida a análise da figura permite afirmar que, nestas leveduras, a ocorrência de reprodução assexuada é independente do facto de aquelas serem haplóides ou diplóides. A resposta contempla os seguintes tópicos: • as células X e Y têm ploidias diferentes; • tanto a célula X como a célula Y se reproduzem por gemulação; • a gemulação é um processo de reprodução assexuada. 19Nuno Correia 10/11
  • 22. Classifique como verdadeira (V) ou falsa (F) cada uma das afirmações seguintes, referentes ao ciclo de vida de Toxoplasma gondii. (A) Os ocistos são células diplóides que se originam por fecundação. (B) Os gametócitos exercem a função de gâmetas. (C) T. gondii provoca infecção no rato, por multiplicação de células diplóides. (D) A fase sexuada do ciclo de vida é a causa da infecção aguda no rato. (E) A parte do ciclo de vida que ocorre no gato aumenta a variabilidade genética de T. gondii. (F) O ciclo de vida é haplonte, apresentando meiose pré-espórica. (G) Na ausência de gato, a propagação de T. gondii faz-se por reprodução assexuada. (H) Esporozoítos, taquizoítos e bradizoítos são células haplóides. 22Nuno Correia 10/11
  • 23. Seleccione a alternativa que completa a frase seguinte, de modo a obter uma afirmação correcta. Toxoplasma gondii é um ser unicelular eucarionte, porque... (A) … possui parede celular. (B) … apresenta organitos membranares. (C) … possui membrana plasmática. (D) … apresenta ribossomas. 23Nuno Correia 10/11
  • 24. Seleccione a alternativa que preenche os espaços na frase seguinte, de modo a obter uma afirmação correcta. A elevada capacidade de divisão de Toxoplasma gondii exige uma grande produção de _______, o que determina o desenvolvimento _______. (A) proteínas (…) do retículo endoplasmático rugoso. (B) glícidos (…) da mitocôndria. (C) glícidos (…) do retículo endoplasmático rugoso. (D) proteínas (…) da mitocôndria. 24Nuno Correia 10/11
  • 25. Seleccione a alternativa que completa a frase seguinte, de modo a obter uma afirmação correcta. Os animais que servem de hospedeiros a Toxoplasma gondii são endotérmicos. Para tal, contribui... (A) … a troca de gases efectuada por difusão directa. (B) … a quantidade de água e de solutos presentes no seu organismo. (C) … um sistema circulatório em que a circulação é dupla e completa. (D) … um processo de nutrição por heterotrofia e por ingestão. 25Nuno Correia 10/11
  • 26. 5. Seleccione a alternativa que completa a frase seguinte, de modo a obter uma afirmação correcta. Na multiplicação de taquizoítos, verifica-se... (A) … emparelhamento de cromossomas homólogos. (B) … colocação, ao acaso, de bivalentes na placa metafásica. (C) … redução a metade do número de cromossomas. (D) … manutenção do número de cromossomas das células produzidas. 26Nuno Correia 10/11
  • 27. Explique, de acordo com a hipótese endossimbiótica, a presença de mitocôndrias nos seres unicelulares eucariontes actuais. A resposta deve contemplar os seguintes tópicos: • Segundo a hipótese endossimbiótica, procariontes de vida livre foram endocitados por procariontes de maiores dimensões, com quem estabeleceram uma relação de endossimbiose. • As mitocôndrias actuais evoluíram a partir de procariontes de vida livre endocitados, com capacidade de realizar a respiração aeróbia. 27Nuno Correia 10/11
  • 36. A resposta deve conter os seguintes elementos: • relação entre a existência de um ser vivo actual, onde existe uma associação simbiótica entre um ser unicelular anaeróbio e uma bactéria aeróbia, e a possibilidade de existência no passado de tais associações simbióticas; • relação entre a possibilidade de existência, no passado, de tais associações simbióticas e a origem de mitocôndrias proposta pela hipótese endossimbiótica. 36Nuno Correia 10/11
  • 37. Datação absoluta ou radiométrica. 37Nuno Correia 10/11
  • 43. A resposta contempla as seguintes etapas: 1.ª etapa – Determinação da sequência de aminoácidos de proteínas equivalentes em Giardia e em células procarióticas e eucarióticas actuais. 2.ª etapa – Comparação das sequências de aminoácidos determinadas. 3.ª etapa – Estabelecimento do grau de afinidade entre as espécies estudadas. Ou 1.ª etapa – Determinação da sequência de nucleótidos das moléculas de DNA de Giardia e de células procarióticas e eucarióticas actuais. 2.ª etapa – Comparação das sequências de nucleótidos determinadas. 3.ª etapa – Estabelecimento do grau de afinidade entre as espécies estudadas. 43Nuno Correia 10/11