SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Baixar para ler offline
Entrevista com,



       James Clerk Maxwell
   Aqui você saberá mais sobre suas contribuições para o
                    Eletromagnetismo.


Caros leitores, dando prosseguimento a série de entrevistas com os físicos que
contribuíram para a evolução do eletromagnetismo, tudo isso depois de ter ganhado
uma viagem no tempo,       tivemos a oportunidade de entrevistar Maxwell          em uma
tarde de sexta-feira semanas antes de sua morte, na cidade de Cambridge em 1879,
onde este    nos esclareceu um pouco de suas teorias, fundamentadas principalmente
nos trabalhos de Faraday, as quais acreditamos que vá contribuir muito para os seus
conhecimentos à respeito do Eletromagnetismo. Para melhor conhecê-los vejamos
uma breve biografia desse grande físico.




                               James Clerk Maxwell nasceu em 1831 na cidade de Edimburgo,
                               proveniente de família culta da qual herdou tradições intelectuais
                               ligadas ao Direito, foi membro da Royal Society de Edimburgo,
                               onde publicou um artigo técnico pela invenção de um método
                               mecânico quando tinha apenas 14 anos. E por isso, ganhou uma
                               medalha de matemática na Royal Society, e alguns anos mais
                               tarde apresentou na mesma instituição um trabalho sobre a teoria
                               das curvas rolantes e um outro sobre o equilíbrio dos sólidos
                               elásticos. Mais tarde, em 1850, matriculou-se na Universidade de
                               Cambridge e formou-se quatro anos depois. Em 1856, passou a
                               ser um Marischal College de Aberdeen. Por fim, em 1874 voltou a
                               Cambridge como 1º Diretor do laboratório de Covendish, vindo a
            Fig.1
                               falecer de câncer aos 48 anos , mas deixou um grande legado para
                               a Física, pois desenvolveu conhecimentos em várias áreas da
                               mesma e procurou sempre integrar esses conhecimentos e acabou
                               por ter sido mais reconhecido pelas suas contribuições para o
                               eletromagnetismo.
atração    devido    a   carga,e




E         ntão vamos começar
                                              Maxwell-Minha jovem, esse

                                              dois físicos tiveram muita
                                                                                           que uma força deve atuar

                                                                                           no lado de maior potencial,

                                              influência em meu trabalho                   e o fluxo da eletricidade em
nossa entrevista:
                                              assim       também              como         um condutor é devido a

Lorayka-               boa           tarde    Ampére. Mas Thonson foi                      forças          eletromotrizes

Maxwell, esperamos muito                      com a sua analogia entre os                  internas ou externas.

por   esse      momento,             onde     fenômenos         elétricos         e    a

temos          a          honra        de     elasticidade,          e     Faraday,        Thamiris- A partir de quais

entrevistá-lo                        para     com seus estudos sobre as                    conceitos o senhor chegou

esclarecer algumas de suas                    linhas de força.                             em uma fórmula parecida

teorias        no         ramo         do                                                  com essa 4piJ=rotB ?

eletromagnetismo.                             Mariana- Sabemos que os

                                              senhor      desenvolveu             seus     Maxwell-        Depois       de

Maxwell-           É      uma       honra     trabalhos              sobre             o   explanar com mais detalhes

recebê-los          aqui,       e    bom      eletromagnetismo em três                     a   lei   de   Ampére,     para

saber que jovens como vocês                   artigos,    e     o       primeiro       a   definir o campo B, e assim

vindo de uma geração tão á                    partir das linhas de força                   desenvolver a equação de

frente         da         minha         se    de Faraday, o que o senhor                   continuidade para correntes

interessem             pelas    minhas        queria demonstrar?                           em circuitos fechados já que

teorias    e       fico     mais      feliz                                                pouco se sabia dos efeitos

ainda           por             estarem       Maxwell- Que           a velocidade          magnéticos da corrente no

utilizando-a em seu tempo.                    do fluido (imaginário) varia                 circuito aberto.

                                              com o inverso do quadrado

Laina-Sabemos                  que       o    da distância a uma fonte e                   Lorayka- Em seu segundo

senhor foi influenciado em                    sendo      esta        uma      carga        artigo onde        o senhor vai

especial pelos trabalhos de                   elétrica    a         velocidade         a   discutir Sobre as linhas de

Thomson e Faraday, mas                        partir da fonte passa a ser                  forças físicas partindo do

em que especificadamente?                     proporcional          a     força       de   princípio de comparação de
um     modelo      mecânico              de    quais elas estão sujeitas.                 ação elétrica polarizando-a

corda,     como        se       existisse                                                 sem que necessariamente as

uma tensão         ao longo da                 Laina-             O             senhor    cargas elétricas passem e

linha de força magnética                       incompreendido               em     seu    essa variação deslocamento

você       poderia              explicar       tempo,             provou             a    das      partículas     elétrica      é

melhor esse modelo?                            continuidade           de     corrente     comparado a uma corrente.

                                               elétrica     em        um      circuito

Maxwell-Sim,               no           meu    aberto, e disse que a luz                  Mariana- Em seu terceiro

modelo      haviam              o       que    consiste      em            ondulações     artigo o senhor propõe uma

podemos       comparar                  com    transversas do mesmo meio                  teoria dinâmica do campo

pequenas esferas, onde seus                    em     que              ocorrem       o    eletromagnético,           o   que    o

vértices    em         uma          dada       fenômenos              elétricos      e    senhor gostaria de destacar

região     giram           em           uma    magnéticos, como o senhor                  à respeito dessa ideia?

mesma direção mas possa                        chegou       na        corrente      de

ser        em              velocidades         deslocamento?                              Maxwell- Para começar eu

diferentes a depender do                                                                  defini            o            campo

espaço     em     que        ocorrem,          Maxwell-Acreditando                  na    eletromagnético                 como

como estão bem perto uma                       existência        do     éter,      mas    aquele          que     envolve       e

da outra a corrente elétrica                   também       é     um       fenômeno       contém os corpos estejam

é        representada                   pelo   parecido com um de um                      eles em condições elétricas

movimento         de       translação          corpo elástico que sede a                  ou magnéticas, e isso pode

dessas      partículas              e     a    pressão e volta ao normal                  ajudar a entender a ação

corrente induzida faz parte                    quando       essa        pressão      é    de       forças       atuando         a

do processo de comunicação                     retirada, assim ocorre com                 distância. Essa minha teoria

das velocidades de rotações                    as   partículas         elétricas    de    pode      ser   denominada           de

de uma parte do campo                          um dielétrico sob a ação de                Dinâmica              porque          a

para     outra,        e     a      força      uma        força       eletromotriz,       existência de matéria em

eletromotriz           é     formada           considerando             que        este   movimento             no       espaço

pela pressões tangenciais as                   permitam           a passagem da           produz fenômenos elétricos
que podem ser observados.                uma mesma substância, e                Maxwell-            Igualmente,

                                         que a luz é um distúrbio               agradeço      a     visita!    Boa

Thamiris- O senhor poderia               eletromagnético           a       se   viagem.

explicar melhor a relação                propagar        por      meio    do

entre        a      luz      e       o   campo com base nas leis                (Todas): Obrigada!

magnetismo?                              eletromagnéticas.                      Referências
                                                                                Fig.1
                                                                                http://www.unmuseum.org/
Maxwell- Posso, a partir da              Laina- Muito obrigada por              maxwell.jpg

investigação                     das     todos     os     esclarecimentos,      Pires,     Antônio        S.    T.
                                                                                Evolução      das     ideias    da
propriedades        do       campo       sairemos daqui com outra
                                                                                física- São Paulo: Editora
eletromagnético           torna-se       visão do eletromagnetismo e            Livraria da Física,2008.

possível          explicar           a   mais       animadas             para

propagação da luz em meu                 estudar        física!   Foi     um

modelo etéreo, pois a luz e              prazer conhecê-lo.

o magnetismo são efeitos de




Entrevista realizada pelas
discentes:       Laina    Pereira,
Lorayka Feitosa, Mariana
Barbosa e Thamiris Dias, do
IFBA Campus Camaçari.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Resumo de conceitos_da_mecanica_quantica
Resumo de conceitos_da_mecanica_quanticaResumo de conceitos_da_mecanica_quantica
Resumo de conceitos_da_mecanica_quanticaSebastião Pinto
 
Física - Física Quântica
Física - Física QuânticaFísica - Física Quântica
Física - Física QuânticaCarson Souza
 
Fisica moderna
Fisica modernaFisica moderna
Fisica modernadalgo
 
Introdução à Física de Partículas e à Cosmologia - do infinitamente pequeno.....
Introdução à Física de Partículas e à Cosmologia - do infinitamente pequeno.....Introdução à Física de Partículas e à Cosmologia - do infinitamente pequeno.....
Introdução à Física de Partículas e à Cosmologia - do infinitamente pequeno.....João Sousa
 
O que é física quântica?
O que é física quântica?O que é física quântica?
O que é física quântica?William Ananias
 
Física Moderna para o Vestibular e o ENEM (Word) - Conteúdo vinculado ao blog...
Física Moderna para o Vestibular e o ENEM (Word) - Conteúdo vinculado ao blog...Física Moderna para o Vestibular e o ENEM (Word) - Conteúdo vinculado ao blog...
Física Moderna para o Vestibular e o ENEM (Word) - Conteúdo vinculado ao blog...Rodrigo Penna
 
A luz: Onda ou Partícula?
A luz: Onda ou Partícula?A luz: Onda ou Partícula?
A luz: Onda ou Partícula?Marivane Biazus
 
Física 3º ano ensino médio conservação da carga
Física 3º ano ensino médio   conservação da cargaFísica 3º ano ensino médio   conservação da carga
Física 3º ano ensino médio conservação da cargaTiago Gomes da Silva
 
Aula 5 - Introdução à Quântica
Aula 5 -  Introdução à QuânticaAula 5 -  Introdução à Quântica
Aula 5 - Introdução à QuânticaNewton Silva
 
A teoria final da física
A teoria final da físicaA teoria final da física
A teoria final da físicaAlvaro Augusto
 
Aula 2: Experiências com elétrons
Aula 2: Experiências com elétronsAula 2: Experiências com elétrons
Aula 2: Experiências com elétronsAdriano Silva
 

Mais procurados (20)

Resumo de conceitos_da_mecanica_quantica
Resumo de conceitos_da_mecanica_quanticaResumo de conceitos_da_mecanica_quantica
Resumo de conceitos_da_mecanica_quantica
 
Física - Física Quântica
Física - Física QuânticaFísica - Física Quântica
Física - Física Quântica
 
Fisica moderna
Fisica modernaFisica moderna
Fisica moderna
 
Teoria Quântica © Slideshow by Jair LP
Teoria Quântica © Slideshow by Jair LPTeoria Quântica © Slideshow by Jair LP
Teoria Quântica © Slideshow by Jair LP
 
Física moderna
Física modernaFísica moderna
Física moderna
 
Física moderna
Física modernaFísica moderna
Física moderna
 
Apresentacao 01 projeto_lhc
Apresentacao 01 projeto_lhcApresentacao 01 projeto_lhc
Apresentacao 01 projeto_lhc
 
Introdução à Física de Partículas e à Cosmologia - do infinitamente pequeno.....
Introdução à Física de Partículas e à Cosmologia - do infinitamente pequeno.....Introdução à Física de Partículas e à Cosmologia - do infinitamente pequeno.....
Introdução à Física de Partículas e à Cosmologia - do infinitamente pequeno.....
 
Obrigada Sr. Maxwell
Obrigada Sr. MaxwellObrigada Sr. Maxwell
Obrigada Sr. Maxwell
 
O que é física quântica?
O que é física quântica?O que é física quântica?
O que é física quântica?
 
Física quântica
Física quânticaFísica quântica
Física quântica
 
Física Moderna para o Vestibular e o ENEM (Word) - Conteúdo vinculado ao blog...
Física Moderna para o Vestibular e o ENEM (Word) - Conteúdo vinculado ao blog...Física Moderna para o Vestibular e o ENEM (Word) - Conteúdo vinculado ao blog...
Física Moderna para o Vestibular e o ENEM (Word) - Conteúdo vinculado ao blog...
 
Física quântica gge
Física quântica ggeFísica quântica gge
Física quântica gge
 
Física nuclear
Física nuclearFísica nuclear
Física nuclear
 
Eletro relat - brett
Eletro relat - brettEletro relat - brett
Eletro relat - brett
 
A luz: Onda ou Partícula?
A luz: Onda ou Partícula?A luz: Onda ou Partícula?
A luz: Onda ou Partícula?
 
Física 3º ano ensino médio conservação da carga
Física 3º ano ensino médio   conservação da cargaFísica 3º ano ensino médio   conservação da carga
Física 3º ano ensino médio conservação da carga
 
Aula 5 - Introdução à Quântica
Aula 5 -  Introdução à QuânticaAula 5 -  Introdução à Quântica
Aula 5 - Introdução à Quântica
 
A teoria final da física
A teoria final da físicaA teoria final da física
A teoria final da física
 
Aula 2: Experiências com elétrons
Aula 2: Experiências com elétronsAula 2: Experiências com elétrons
Aula 2: Experiências com elétrons
 

Destaque

Destaque (20)

Albert ibañez, david ramirez matematiques
Albert ibañez, david ramirez matematiquesAlbert ibañez, david ramirez matematiques
Albert ibañez, david ramirez matematiques
 
arch. Ahmed Banaja Portfolio باناجه
arch. Ahmed Banaja Portfolio باناجهarch. Ahmed Banaja Portfolio باناجه
arch. Ahmed Banaja Portfolio باناجه
 
Resume
ResumeResume
Resume
 
Usos de los tiempos verbales pdf
Usos de los tiempos verbales pdfUsos de los tiempos verbales pdf
Usos de los tiempos verbales pdf
 
Career 2011 (02)
Career 2011  (02)Career 2011  (02)
Career 2011 (02)
 
Skyrim keygen
Skyrim keygenSkyrim keygen
Skyrim keygen
 
CarlaG / Si vas en moto, tu ets la carrosseria
CarlaG / Si vas en moto, tu ets la carrosseriaCarlaG / Si vas en moto, tu ets la carrosseria
CarlaG / Si vas en moto, tu ets la carrosseria
 
Mapa de paises
Mapa de paisesMapa de paises
Mapa de paises
 
Flora y fauna en La Raya
Flora y fauna en La RayaFlora y fauna en La Raya
Flora y fauna en La Raya
 
Alçado 6 sala jantar
Alçado 6   sala jantarAlçado 6   sala jantar
Alçado 6 sala jantar
 
M1 hall
M1   hallM1   hall
M1 hall
 
Desembre
DesembreDesembre
Desembre
 
Fantaros
FantarosFantaros
Fantaros
 
Apresentacao Casa de Tereza
Apresentacao Casa de TerezaApresentacao Casa de Tereza
Apresentacao Casa de Tereza
 
Trabajo de almeria
Trabajo de almeriaTrabajo de almeria
Trabajo de almeria
 
Tarea 1
Tarea 1Tarea 1
Tarea 1
 
Voluntariado empresarial x ODM - ICC
Voluntariado empresarial x ODM  - ICCVoluntariado empresarial x ODM  - ICC
Voluntariado empresarial x ODM - ICC
 
Unusual people ( inglês)
Unusual people ( inglês)Unusual people ( inglês)
Unusual people ( inglês)
 
Svanur og
Svanur ogSvanur og
Svanur og
 
Emerging markets
Emerging marketsEmerging markets
Emerging markets
 

Semelhante a Biografia 2 blog

Entrevista com hertz
Entrevista com hertzEntrevista com hertz
Entrevista com hertzeletrofisica
 
Comunicacoesaolongodotempo
ComunicacoesaolongodotempoComunicacoesaolongodotempo
ComunicacoesaolongodotempoPelo Siro
 
Ciências eletromagnetismo
Ciências eletromagnetismoCiências eletromagnetismo
Ciências eletromagnetismoMatheus Verçosa
 
Eletromagnetismo meu trabalho
Eletromagnetismo   meu trabalhoEletromagnetismo   meu trabalho
Eletromagnetismo meu trabalhoKamylla Xavier
 
Lista 28 força magnética e induçao
Lista 28 força magnética e induçaoLista 28 força magnética e induçao
Lista 28 força magnética e induçaorodrigoateneu
 
Ondas eletromagneticas seletiva
Ondas eletromagneticas seletivaOndas eletromagneticas seletiva
Ondas eletromagneticas seletivaLuan Gutyerre
 
Meu trabalho fisica
Meu trabalho fisicaMeu trabalho fisica
Meu trabalho fisicastarolive
 
DIFERENÇA ENTRE CORRENTE ALTERNADA E CORRENTE CONTÍNUA.docx
DIFERENÇA ENTRE CORRENTE ALTERNADA E CORRENTE CONTÍNUA.docxDIFERENÇA ENTRE CORRENTE ALTERNADA E CORRENTE CONTÍNUA.docx
DIFERENÇA ENTRE CORRENTE ALTERNADA E CORRENTE CONTÍNUA.docxadrianaguedesbatista
 
Eletrodinâmica computacional
Eletrodinâmica computacionalEletrodinâmica computacional
Eletrodinâmica computacionalFelipe De Almeida
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismoleirmmourao
 
Experimento corrente induzida
Experimento corrente induzidaExperimento corrente induzida
Experimento corrente induzidaMarcos Resal
 
Eletricidade
EletricidadeEletricidade
Eletricidadenaysatler
 
Modelos teóricos para a compreensão da estrutura da matéria
Modelos teóricos para a compreensão da estrutura da matériaModelos teóricos para a compreensão da estrutura da matéria
Modelos teóricos para a compreensão da estrutura da matériaManoel Barrionuevo
 
(20161112030631)Eletromagnetismo 2 (1).pdf
(20161112030631)Eletromagnetismo 2 (1).pdf(20161112030631)Eletromagnetismo 2 (1).pdf
(20161112030631)Eletromagnetismo 2 (1).pdfPatriciaDonatelli
 

Semelhante a Biografia 2 blog (20)

Biografia 2 blog
Biografia 2 blogBiografia 2 blog
Biografia 2 blog
 
Entrevista com hertz
Entrevista com hertzEntrevista com hertz
Entrevista com hertz
 
Comunicacoesaolongodotempo
ComunicacoesaolongodotempoComunicacoesaolongodotempo
Comunicacoesaolongodotempo
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismo
 
Ciências eletromagnetismo
Ciências eletromagnetismoCiências eletromagnetismo
Ciências eletromagnetismo
 
Eletromagnetismo meu trabalho
Eletromagnetismo   meu trabalhoEletromagnetismo   meu trabalho
Eletromagnetismo meu trabalho
 
Lista 28 força magnética e induçao
Lista 28 força magnética e induçaoLista 28 força magnética e induçao
Lista 28 força magnética e induçao
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismo
 
Ondas eletromagneticas seletiva
Ondas eletromagneticas seletivaOndas eletromagneticas seletiva
Ondas eletromagneticas seletiva
 
Meu trabalho fisica
Meu trabalho fisicaMeu trabalho fisica
Meu trabalho fisica
 
DIFERENÇA ENTRE CORRENTE ALTERNADA E CORRENTE CONTÍNUA.docx
DIFERENÇA ENTRE CORRENTE ALTERNADA E CORRENTE CONTÍNUA.docxDIFERENÇA ENTRE CORRENTE ALTERNADA E CORRENTE CONTÍNUA.docx
DIFERENÇA ENTRE CORRENTE ALTERNADA E CORRENTE CONTÍNUA.docx
 
Eletrodinâmica computacional
Eletrodinâmica computacionalEletrodinâmica computacional
Eletrodinâmica computacional
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismo
 
Experimento corrente induzida
Experimento corrente induzidaExperimento corrente induzida
Experimento corrente induzida
 
Eletricidade
EletricidadeEletricidade
Eletricidade
 
Modelos teóricos para a compreensão da estrutura da matéria
Modelos teóricos para a compreensão da estrutura da matériaModelos teóricos para a compreensão da estrutura da matéria
Modelos teóricos para a compreensão da estrutura da matéria
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismo
 
ELECTROTECNIAAULAS.pdf
ELECTROTECNIAAULAS.pdfELECTROTECNIAAULAS.pdf
ELECTROTECNIAAULAS.pdf
 
(20161112030631)Eletromagnetismo 2 (1).pdf
(20161112030631)Eletromagnetismo 2 (1).pdf(20161112030631)Eletromagnetismo 2 (1).pdf
(20161112030631)Eletromagnetismo 2 (1).pdf
 
3ano extra
3ano extra3ano extra
3ano extra
 

Mais de eletrofisica

Relatório luana lima, maria júlia, ramom freitas e uendeo luz
Relatório   luana lima, maria júlia, ramom freitas e uendeo luzRelatório   luana lima, maria júlia, ramom freitas e uendeo luz
Relatório luana lima, maria júlia, ramom freitas e uendeo luzeletrofisica
 
Relatório de fisica(1)
Relatório de fisica(1)Relatório de fisica(1)
Relatório de fisica(1)eletrofisica
 
Física relatório - o efeito fotoelétrico
Física   relatório - o efeito fotoelétricoFísica   relatório - o efeito fotoelétrico
Física relatório - o efeito fotoelétricoeletrofisica
 
R elatório de fisica
R elatório de fisicaR elatório de fisica
R elatório de fisicaeletrofisica
 
Entrevista com weber ofciial2
Entrevista com weber  ofciial2Entrevista com weber  ofciial2
Entrevista com weber ofciial2eletrofisica
 
Entrevista com oerested ok
Entrevista com oerested okEntrevista com oerested ok
Entrevista com oerested okeletrofisica
 

Mais de eletrofisica (6)

Relatório luana lima, maria júlia, ramom freitas e uendeo luz
Relatório   luana lima, maria júlia, ramom freitas e uendeo luzRelatório   luana lima, maria júlia, ramom freitas e uendeo luz
Relatório luana lima, maria júlia, ramom freitas e uendeo luz
 
Relatório de fisica(1)
Relatório de fisica(1)Relatório de fisica(1)
Relatório de fisica(1)
 
Física relatório - o efeito fotoelétrico
Física   relatório - o efeito fotoelétricoFísica   relatório - o efeito fotoelétrico
Física relatório - o efeito fotoelétrico
 
R elatório de fisica
R elatório de fisicaR elatório de fisica
R elatório de fisica
 
Entrevista com weber ofciial2
Entrevista com weber  ofciial2Entrevista com weber  ofciial2
Entrevista com weber ofciial2
 
Entrevista com oerested ok
Entrevista com oerested okEntrevista com oerested ok
Entrevista com oerested ok
 

Biografia 2 blog

  • 1. Entrevista com, James Clerk Maxwell Aqui você saberá mais sobre suas contribuições para o Eletromagnetismo. Caros leitores, dando prosseguimento a série de entrevistas com os físicos que contribuíram para a evolução do eletromagnetismo, tudo isso depois de ter ganhado uma viagem no tempo, tivemos a oportunidade de entrevistar Maxwell em uma tarde de sexta-feira semanas antes de sua morte, na cidade de Cambridge em 1879, onde este nos esclareceu um pouco de suas teorias, fundamentadas principalmente nos trabalhos de Faraday, as quais acreditamos que vá contribuir muito para os seus conhecimentos à respeito do Eletromagnetismo. Para melhor conhecê-los vejamos uma breve biografia desse grande físico. James Clerk Maxwell nasceu em 1831 na cidade de Edimburgo, proveniente de família culta da qual herdou tradições intelectuais ligadas ao Direito, foi membro da Royal Society de Edimburgo, onde publicou um artigo técnico pela invenção de um método mecânico quando tinha apenas 14 anos. E por isso, ganhou uma medalha de matemática na Royal Society, e alguns anos mais tarde apresentou na mesma instituição um trabalho sobre a teoria das curvas rolantes e um outro sobre o equilíbrio dos sólidos elásticos. Mais tarde, em 1850, matriculou-se na Universidade de Cambridge e formou-se quatro anos depois. Em 1856, passou a ser um Marischal College de Aberdeen. Por fim, em 1874 voltou a Cambridge como 1º Diretor do laboratório de Covendish, vindo a Fig.1 falecer de câncer aos 48 anos , mas deixou um grande legado para a Física, pois desenvolveu conhecimentos em várias áreas da mesma e procurou sempre integrar esses conhecimentos e acabou por ter sido mais reconhecido pelas suas contribuições para o eletromagnetismo.
  • 2. atração devido a carga,e E ntão vamos começar Maxwell-Minha jovem, esse dois físicos tiveram muita que uma força deve atuar no lado de maior potencial, influência em meu trabalho e o fluxo da eletricidade em nossa entrevista: assim também como um condutor é devido a Lorayka- boa tarde Ampére. Mas Thonson foi forças eletromotrizes Maxwell, esperamos muito com a sua analogia entre os internas ou externas. por esse momento, onde fenômenos elétricos e a temos a honra de elasticidade, e Faraday, Thamiris- A partir de quais entrevistá-lo para com seus estudos sobre as conceitos o senhor chegou esclarecer algumas de suas linhas de força. em uma fórmula parecida teorias no ramo do com essa 4piJ=rotB ? eletromagnetismo. Mariana- Sabemos que os senhor desenvolveu seus Maxwell- Depois de Maxwell- É uma honra trabalhos sobre o explanar com mais detalhes recebê-los aqui, e bom eletromagnetismo em três a lei de Ampére, para saber que jovens como vocês artigos, e o primeiro a definir o campo B, e assim vindo de uma geração tão á partir das linhas de força desenvolver a equação de frente da minha se de Faraday, o que o senhor continuidade para correntes interessem pelas minhas queria demonstrar? em circuitos fechados já que teorias e fico mais feliz pouco se sabia dos efeitos ainda por estarem Maxwell- Que a velocidade magnéticos da corrente no utilizando-a em seu tempo. do fluido (imaginário) varia circuito aberto. com o inverso do quadrado Laina-Sabemos que o da distância a uma fonte e Lorayka- Em seu segundo senhor foi influenciado em sendo esta uma carga artigo onde o senhor vai especial pelos trabalhos de elétrica a velocidade a discutir Sobre as linhas de Thomson e Faraday, mas partir da fonte passa a ser forças físicas partindo do em que especificadamente? proporcional a força de princípio de comparação de
  • 3. um modelo mecânico de quais elas estão sujeitas. ação elétrica polarizando-a corda, como se existisse sem que necessariamente as uma tensão ao longo da Laina- O senhor cargas elétricas passem e linha de força magnética incompreendido em seu essa variação deslocamento você poderia explicar tempo, provou a das partículas elétrica é melhor esse modelo? continuidade de corrente comparado a uma corrente. elétrica em um circuito Maxwell-Sim, no meu aberto, e disse que a luz Mariana- Em seu terceiro modelo haviam o que consiste em ondulações artigo o senhor propõe uma podemos comparar com transversas do mesmo meio teoria dinâmica do campo pequenas esferas, onde seus em que ocorrem o eletromagnético, o que o vértices em uma dada fenômenos elétricos e senhor gostaria de destacar região giram em uma magnéticos, como o senhor à respeito dessa ideia? mesma direção mas possa chegou na corrente de ser em velocidades deslocamento? Maxwell- Para começar eu diferentes a depender do defini o campo espaço em que ocorrem, Maxwell-Acreditando na eletromagnético como como estão bem perto uma existência do éter, mas aquele que envolve e da outra a corrente elétrica também é um fenômeno contém os corpos estejam é representada pelo parecido com um de um eles em condições elétricas movimento de translação corpo elástico que sede a ou magnéticas, e isso pode dessas partículas e a pressão e volta ao normal ajudar a entender a ação corrente induzida faz parte quando essa pressão é de forças atuando a do processo de comunicação retirada, assim ocorre com distância. Essa minha teoria das velocidades de rotações as partículas elétricas de pode ser denominada de de uma parte do campo um dielétrico sob a ação de Dinâmica porque a para outra, e a força uma força eletromotriz, existência de matéria em eletromotriz é formada considerando que este movimento no espaço pela pressões tangenciais as permitam a passagem da produz fenômenos elétricos
  • 4. que podem ser observados. uma mesma substância, e Maxwell- Igualmente, que a luz é um distúrbio agradeço a visita! Boa Thamiris- O senhor poderia eletromagnético a se viagem. explicar melhor a relação propagar por meio do entre a luz e o campo com base nas leis (Todas): Obrigada! magnetismo? eletromagnéticas. Referências Fig.1 http://www.unmuseum.org/ Maxwell- Posso, a partir da Laina- Muito obrigada por maxwell.jpg investigação das todos os esclarecimentos, Pires, Antônio S. T. Evolução das ideias da propriedades do campo sairemos daqui com outra física- São Paulo: Editora eletromagnético torna-se visão do eletromagnetismo e Livraria da Física,2008. possível explicar a mais animadas para propagação da luz em meu estudar física! Foi um modelo etéreo, pois a luz e prazer conhecê-lo. o magnetismo são efeitos de Entrevista realizada pelas discentes: Laina Pereira, Lorayka Feitosa, Mariana Barbosa e Thamiris Dias, do IFBA Campus Camaçari.