SlideShare uma empresa Scribd logo
BAHIA – O coração
histórico do Brasil
Orientador: José Rogério Arruda
Gestão de Turismo – 2º Período – Manhã
Alunos: Anderson
Bruna Simões
Emille Luz
Fernanda Neves
Jesrayne Nascimento
José Manoel
Yasmim Figueiredo
História
Dados Gerais
 Capital: Salvador
 Região: Nordeste
 Sigla: BA
 Gentílico: baiano
 População: 14.021.432 (Censo 2010)
 Área (em km²): 564 692,669
 Densidade Demográfica (habitantes por km²):
24,83
 Quantidade de municípios: 417
Dados Econômicos e Sociais
 Produto Interno Bruto (PIB)*: R$ 137,1 bilhões (2009)
 Renda Per Capita*:R$ 9.365 (2009)
 Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,742 (2005)
 Principais Atividades Econômicas: agricultura, pecuária, comércio, indústria e
mineração.
 Mortalidade Infantil (antes de completar 1 ano): 31,4 por mil (2009)
 Analfabetismo: 16,6% (2010)
 Expectativa de vida (anos): 71,2 (2003)
Aspectos Geográficos
 Relevo:
 Planaltos - rios vindos da Chapada Diamantina e Serra do Espinhaço;
 Planícies – altitude não ultrapassa 200 metros;
 Depressões;
Aspectos Geográficos
 Clima:
 Quente e úmido; quente e úmido com estação seca no inverno; semiárido;
 Índices pluviométricos de cerca de 500 mm;
 Vegetação:
 Caatinga – 64%, floreta tropical úmida – 18%, cerrado – 16% e campos – 2%;
Aspectos Geográficos
 O principal rio é o São Francisco, que corta o estado na direção sul-norte.
Com importância sinônima, os rios Paraguaçu, o maior rio genuinamente
baiano, e o de Contas, que somam-se aos rios Jequitinhonha, Itapicuru,
Capivari, Rio Grande, entre outros;
 Os rios da Bahia pertencem a dois grupos:
 Integrado pelo Rio São Francisco e seus afluentes (Carinhanha, Correntes,
Grande e seu afluente Preto);
 Rios que correm diretamente para o Oceano Atlântico (Mucuri,
Jequitinhonha, Pardo, Contas, Paraguaçu, Itapicuru, Real e Vaza-Barris);
 Maior litoral brasileiro – famosas e belas praias como Itapuã.
Economia
 Agropecuária, indústria, mineração, turismo e
serviços – 36%;
 Agropecuária:
 Algodão, milho, arroz, cana de açúcar e feijão,
fumo, mamona, mandioca, milho e soja;
 Café, cacau, laranja, (fruticultura) uva e manga,
sisal (agave), coco da Baía, mamão e banana;
Economia
 Mineração:
 Petróleo, ouro, cobre, Magnesita,
cromita, sal-gema, barita, manganês,
chumbo e talco;
Economia
 Indústrias:
 Descoberta do petróleo na Bahia em 1939;
 A CHESF (Compainha Hidro Elétrica do São Francisco) – Barragem de
Sobradinho – Antônio Carlos Magalhães;
 Distrito Industrial de Alagoinhas – Schincariol, Distrito Industrial de Ilhéus –
Bahiatec; Distrito Industrial de Itabuna – Nestlé; Distrito Industrial de Jequié;
Distrito Industrial de Vitória da Conquista; Distrito Industrial de Juazeiro;
Economia
 Turismo e Serviços:
 88.000 pessoas – Turismo;
 Passeios urbanos;
 Lugares naturais: ilhas, praias, chapadas entre outros.
Cultura
A cultura baiana se destaca pela
diversidade cultural, representada
pelos cultos, credos, expressões
folclóricas, rodas de samba, puxadas
de mastro, capoeira, afoxé, entre
outros.
FOLCLORE
Afoxé:
 Significado: “Adivinhação”, profecia ou
predição de futuro.
 Simboliza os cultos a entidades nobres da
cultura africana.
 Culto à Oxum
 Destaque: blocos carnavalescos: Afoxés
Filho de Gandhy.
Afoxés Filhos de Gandhi
FOLCLORE
Puxada de Mastro:
 Cerimônia em louvação à São Sebastião
 Remonta ao período colonial –
cristianização dos índios pelos jesuítas.
 Consiste na reunião de pessoas ao redor de
um tronco de madeira, onde é erguido o
estandarte de São Sebastião.
PUXADA DE MASTRO
FOLCLORE
Capoeira:
 Origem africana
 Desenvolve – se nos quilombos
 Mistura de dança com luta que representou
uma forma de defesa dos escravos.
 Prática proibida até 1930
 No governo Vargas – esporte nacional
FOLCLORE
Samba de Roda:
 Herança dos negros escravizados no Brasil.
 Conhecida como “umbigada” .
 Influência portuguesa: pandeiro e viola.
Samba de roda
MÚSICA
Axé Music:
 Denominações: Axé ou música baiana.
 Reúne uma mistura de ritmos: rock,
reggae, salsa e samba.
CANTORES
MÚSICA
Samba Reggae:
 Surge na década de 80.
 Junção do samba com o reggae jamaicano
de Bob Marley e Jimmy Cliff.
MÚSICA
Samba:
 Remete ao período colonial: introdução de
palmas e instrumentos como viola, cuíca,
pandeiro e violão.
 Desenvolve-se nos engenhos de açúcar –
Recôncavo Baiano.
FESTAS POPULARES
 O ciclo de comemorações inicia com a festa
de Santa Bárbara. Destaque para a
procissão do Bom Jesus dos Navegantes, a
Lavagem do Bonfim, a Festa de Iemanjá e o
Carnaval.
FESTAS POPULARES
Festa de Santa Bárbara:
 Local: Salvador – Centro Histórico
 Reúne seguidores do candomblé e catolicismo.
 Comemora o dia da santa e a divindade da
religião de matriz africana – Iansã
 Madrinha do Corpo de Bombeiros, Padroeira
dos Mercados.
Caruru:Prato típico da culinária baiana.
Origem africana.
Distribuído durante a festa.
FESTAS POPULARES
Procissão de Bom Jesus dos Navegantes:
 Local: Salvador – Baía de Todos os Santos
 Procissão marítima: A imagem de Bom Jesus
é levada da Basílica de Nossa Senhora da
Conceição da Praia até a Igreja de Boa
Viagem
FESTAS POPULARES
Lavagem do Bonfim:
 Local: Basílica da Conceição da Praia – Igreja do
Bonfim.
 Celebração do Senhor Bom Jesus do Bonfim e
Oxalá.
 Marca a presença do catolicismo e candomblé.
 As escadarias são lavadas pelas baianas com
vassouras e água de cheiro.
FESTAS POPULARES
Festa de Iemanjá:
 Local: Salvador – Rio Vermelho
 Iemanjá: divindade de candomblé
 Procissão Marítima: Os fiéis entregam
presentes à rainha do mar.
 Acredita-se que a rainha leva para o mar todos
os problemas e confidências, e traz de volta a
esperança de um mundo melhor.
CARNAVAL
 Marca : blocos guiados pelos trios
elétricos.
 Blocos Afros.
 As brincadeiras dos travestidos.
 Micaretas : carnaval fora de época.
 Carnaoeste: opção mais tranquila no
interior do Estado.
GASTRONOMIA
 Inspirada na culinária africana
 Temperos fortes: Azeite de Dendê, Leite de Coco,
Gengibre, Pimenta etc.
 Culinária Portuguesa
 Duas maneiras de preparar os pratos típicos
Alguns pratos típicos
 Acarajé
 Aimpim Cozido na Manteiga
 Arroz de Com e Mela Hauçá
 Arroz de Hauçá
 Arrumadinho
 Banana Real
 Beiju
 Bobó de Camarão
 Bolinho de estudante
 Caldinho de Sururu
 Caranguejo
 Caruru
RELIGIOSIDADE
 Sincretismo religioso
Pontos Turísticos
Chapada Diamantina
 É uma região composta por rochas sedimentares que se depositaram entre 1,7
e 0,7 bilhões de anos atrás. Sua vegetação predominante é conhecida como
campo rupestre, que em geral é mais rasteira, porém é considerada um dos
ecossistemas mais ricos do mundo, comparável à Mata Atlântica e à região do
Cabo na África do Sul.
Vale do São Francisco
 Juazeiro da Bahia, principal ponto de divisa entre os estados da Bahia e
Pernambuco, mantém-se com um próspero comércio às margens do Rio São
Francisco e um moderno polo agroindustrial, com intensa atividade de
exportação.
Fundação Casa de Jorge Amado
 O casarão azul guarda pequeno acervo sobre a obra do autor baiano, como o
fardão da Academia Brasileira de Letras, textos originais datilografados e
prêmios recebidos em vida. Todo mundo para aqui pra tomar um café.
Salvador
 Fundada por Tomé de Souza em 1549;
 Possui três ilhas paradisíacas: Ilha da Maré, Ilha dos Frades e Ilha de Bom
Jesus dos Passos;
 Centro histórico de Salvador.
Santo Amaro
 Localizado à 71 km de Salvador;
 Casa e Câmara;
 Igreja de Nossa Senhora da Purificação;
 Museu do Reconhecimento dos Humildes.
Cachoeira
 Cidade Heroica;
 Um dos principais destinos do turismo étnico-afro na Bahia;
 Atrações: São João e Festa da Boa Morte.
São Félix
 Localizada à 109 km de Salvador;
 Igreja Matriz de Deus Menino;
 Fábrica de charutos Dannenmann, que oferece um centro cultural (Casa de
Cultura Américo Simas);
 Fundação Hansen, com obras do alemão xilógrafo Karl Heinz Hansen.
Maragojipe
 Está localizado no ponto de encontro entre os rios Paraguaçu e Guaí;
 Cerca de 30 km de manguezais;
 Ponto de chegada do evento Regata Aratu – Maragojipe;
 Carnaval e Máscaras e Festa de São Bartolomeu.
Itaparica
 Principal ilha da Baía de Todos-os-Santos;
 Era um importante centro produtor de cana-de-açúcar, aguardente e cal;
 Forte de São Lourenço;
 Fonte da Bica.
Nazaré
 Localizada à 239 km de Salvador;
 Recebe muitos visitantes na época de Páscoa;
 Feira de Caxixis;
 Conhecida como Nazaré das Farinhas;
 O craque de futebol Vampeta presenteou a comunidade com a recuperação do
Cinema Rio Branco, uma joia arquitetônica.
São Francisco do Conde
 Localizada entre ilhas e manguezais, costa litorânea e mata atlântica;
 A ilha é separada do continente por um canal e tem extensão de oito
quilômetros;
 Engenho D’Água.
Morro de São Paulo
 Localizado à 272 km de Salvador;
 Farol do Morro de São Paulo;
 Fonte Grande;
 Igreja de Nossa Senhora da Luz;
 Duas praias agitadas e duas praias calmas.
Cairu
 Uma ilha do arquipélago fluvial do Rio Una;
 Vem do tupi-guarani Acajuru, que significa Casa do Sol;
 Oferece a prática de Mergulho;
 Igreja e o Convento de Santo Antônio;
 Igreja de Nossa Senhora da Luz.
Boipeba
 20 km de praias quase desertas;
 Ganhou destaque no jornal norte-americano The New York Times, em 2001;
 Igreja Matriz do Divino Espírito Santo;
 Igreja de São Sebastião.
Maraú
 Um dos principais cartões-postais da Costa do Dendê;
 40 km de praias exuberantes e paisagem cercada de restingas, cachoeiras e
manguezais;
 Atrações: Terno de Almas, o Mandu e Mascarado;
 Praias: Taipú de Fora e Barra Grande.
Camamu
 Localizada à margem do Rio Acaraí, este município está a 330 km de Salvador;
 Possui prédios coloniais, a maior igreja do interior do estado – Matriz de Nossa
Senhora da Assunção – e antigos casarões;
 A Baía de Camamu é a terceira maior baía do Brasil;
 Camamu é dividida em parte alta e baixa.
Valença
 Localizado à 256 km de Salvador, às margens do Rio Una;
 Possui um valioso patrimônio cultural e arquitetônico, como por exemplo as
igrejas Nossa Senhora do Amparo e a Matriz do sagrado Coração de Jesus;
 Praia de Guaibim;
 Praia de Ponta do Curral.
Costa
do
Cacau
Costa do Cacau
 Na Costa do Cacau se concentra grandes áreas
de lavoura cacaueira e de mata atlântica
preservada, tudo isso contornado por belas
praias.
 Localizada ao sul da Bahia, compreende uma
faixa litorânea de 180 km, entre os municípios
de Itacaré e Canavieiras e tem em sua
história, a marca da colonização portuguesa.
Costa do Cacau
 Chegando para substituir a Cana de Açúcar, vieram da
Amazônia as primeiras sementes de cacau por volta
de 1746, dando início a uma sangrenta batalha pela
ocupação dessas terras, voltadas para o
desenvolvimento da cultura do cacau.
 As famosas figuras dos coronéis do Cacau, foram
imortalizadas pelo romancista Jorge Amado, na
trilogia Cacau (1933), Terras do Sem Fim (1941) e São
Jorge do Ilhéus (1944).
 Também retratou a época de ouro, de grande
ascendência econômica dessa região através do
romance de Nacib e Gabriela, na famosa obra
Gabriela, Cravo e Canela.
Costa do Cacau
 Além da parte histórica, de
casarões ainda preservados,
uma das característica desse
roteiro exuberante, são as
trilhas que conduzem a
verdadeiros santuários de
preservação da fauna e flora
da mata atlântica e suas
cachoeiras, lagoas, grutas e
praias muitas vezes quase
desertas.
 A infraestrutura turística é
bem desenvolvida e dispõe
de hotéis, bares,
restaurantes prontos para
receber o turista mais
exigente.
Costa do Cacau
 O esporte de aventura
também tem bastante
espaço nessa rota baiana,
além do surf, já citado, a
canoagem, a pesca
esportiva, o arvorismo,
mergulho, dentre outros,
são praticados pelos
visitantes e locais,
aproveitando da melhor
forma o patrimônio
natural exuberante que
há nessa região.
 As principais cidades da
rota do Cacau são Ilhéus,
Itacaré, Una e
Canavieiras.
Costa do Cacau
 A princesa do Sul, como também é conhecida a cidade
de Ilhéus, imortalizada pelo grande escritor baiano
Jorge Amado em seu romance Gabriela Cravo e
Canela, é considerada a capital do cacau e tem o
mais extenso litoral dos municípios do estado da
Bahia.
 Sua população é de 184 616 mil habitantes, segundo
IBGE de 2013.
 Como a maioria das cidades do litoral sul-baiano,
possui clima tropical úmido.
 Seus casarões e igrejas remanescentes do período de
ouro do cacau, são um convite ao passeio pela
história desse lugar.
Costa do Cacau
Bar
vesúvio Bataclan
 Casa de Cultura
Jorge Amado
Teatro Municipal de Ilhéus
Lagoa Encantada
Itacaré
Una
Canavieiras

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a BAHIA_O_coracao_historico_do_Brasil.pptx

Barra
BarraBarra
Barra do Sul . 5.02- 2018
Barra do Sul . 5.02- 2018Barra do Sul . 5.02- 2018
Barra do Sul . 5.02- 2018
Adrinic
 
seminario reconcavo.pptx
seminario reconcavo.pptxseminario reconcavo.pptx
seminario reconcavo.pptx
UNOPAR, UNEB
 
Cuba
CubaCuba
Históriadejoãopesso1 rodrigo
Históriadejoãopesso1  rodrigoHistóriadejoãopesso1  rodrigo
Históriadejoãopesso1 rodrigo
nilmarfgalvao
 
Araguaia Tocantins
Araguaia TocantinsAraguaia Tocantins
Araguaia Tocantins
Patrícia Ventura
 
CONTRIBUIÇÃO DO 3º ANO - JASIEL
CONTRIBUIÇÃO DO 3º ANO - JASIELCONTRIBUIÇÃO DO 3º ANO - JASIEL
CONTRIBUIÇÃO DO 3º ANO - JASIEL
CETEP RECÔNCAVO SAJ/BAHIA
 
Ser arcoverdense é massa
Ser arcoverdense é massaSer arcoverdense é massa
Ser arcoverdense é massa
Orlando Limeira
 
Ser arcoverdense é massa
Ser arcoverdense é massaSer arcoverdense é massa
Ser arcoverdense é massa
Orlando Limeira
 
Ser arcoverdense é massa
Ser arcoverdense é massaSer arcoverdense é massa
Ser arcoverdense é massa
Orlando Limeira
 
Espirito Santo Atrativos
Espirito Santo AtrativosEspirito Santo Atrativos
Espirito Santo Atrativos
Caliman do Brasil
 
Guia de praias em ilhabela praias fotos e vídeos de ilhabela.
Guia de praias em ilhabela  praias  fotos e vídeos de ilhabela.Guia de praias em ilhabela  praias  fotos e vídeos de ilhabela.
Guia de praias em ilhabela praias fotos e vídeos de ilhabela.
Marcos Paiva
 
Sul da Bahia - Brasil
Sul da Bahia - BrasilSul da Bahia - Brasil
Sul da Bahia - Brasil
José Antonio Cardoso
 
Samburá 59
Samburá 59Samburá 59
Samburá 59
barradecaravelas
 
Mapa interativo de santa catarina
Mapa interativo de santa catarinaMapa interativo de santa catarina
Mapa interativo de santa catarina
escolamaxcolin
 
CST TRAVEL apresentação do serviços
CST TRAVEL apresentação do serviçosCST TRAVEL apresentação do serviços
CST TRAVEL apresentação do serviços
Veronica Esparza
 
Bahia história geografia e Literatura
Bahia história geografia e LiteraturaBahia história geografia e Literatura
Bahia história geografia e Literatura
encontroamigos
 
Região nordeste 2009
Região nordeste 2009Região nordeste 2009
Região nordeste 2009
Manuel de Abreu
 
salvador
salvadorsalvador
salvador
kamilaale
 
Guiamochileiro.com cunha escondida entre são paulo e rio de janeiro
Guiamochileiro.com   cunha  escondida entre são paulo e rio de janeiroGuiamochileiro.com   cunha  escondida entre são paulo e rio de janeiro
Guiamochileiro.com cunha escondida entre são paulo e rio de janeiro
Joe Pinheiro
 

Semelhante a BAHIA_O_coracao_historico_do_Brasil.pptx (20)

Barra
BarraBarra
Barra
 
Barra do Sul . 5.02- 2018
Barra do Sul . 5.02- 2018Barra do Sul . 5.02- 2018
Barra do Sul . 5.02- 2018
 
seminario reconcavo.pptx
seminario reconcavo.pptxseminario reconcavo.pptx
seminario reconcavo.pptx
 
Cuba
CubaCuba
Cuba
 
Históriadejoãopesso1 rodrigo
Históriadejoãopesso1  rodrigoHistóriadejoãopesso1  rodrigo
Históriadejoãopesso1 rodrigo
 
Araguaia Tocantins
Araguaia TocantinsAraguaia Tocantins
Araguaia Tocantins
 
CONTRIBUIÇÃO DO 3º ANO - JASIEL
CONTRIBUIÇÃO DO 3º ANO - JASIELCONTRIBUIÇÃO DO 3º ANO - JASIEL
CONTRIBUIÇÃO DO 3º ANO - JASIEL
 
Ser arcoverdense é massa
Ser arcoverdense é massaSer arcoverdense é massa
Ser arcoverdense é massa
 
Ser arcoverdense é massa
Ser arcoverdense é massaSer arcoverdense é massa
Ser arcoverdense é massa
 
Ser arcoverdense é massa
Ser arcoverdense é massaSer arcoverdense é massa
Ser arcoverdense é massa
 
Espirito Santo Atrativos
Espirito Santo AtrativosEspirito Santo Atrativos
Espirito Santo Atrativos
 
Guia de praias em ilhabela praias fotos e vídeos de ilhabela.
Guia de praias em ilhabela  praias  fotos e vídeos de ilhabela.Guia de praias em ilhabela  praias  fotos e vídeos de ilhabela.
Guia de praias em ilhabela praias fotos e vídeos de ilhabela.
 
Sul da Bahia - Brasil
Sul da Bahia - BrasilSul da Bahia - Brasil
Sul da Bahia - Brasil
 
Samburá 59
Samburá 59Samburá 59
Samburá 59
 
Mapa interativo de santa catarina
Mapa interativo de santa catarinaMapa interativo de santa catarina
Mapa interativo de santa catarina
 
CST TRAVEL apresentação do serviços
CST TRAVEL apresentação do serviçosCST TRAVEL apresentação do serviços
CST TRAVEL apresentação do serviços
 
Bahia história geografia e Literatura
Bahia história geografia e LiteraturaBahia história geografia e Literatura
Bahia história geografia e Literatura
 
Região nordeste 2009
Região nordeste 2009Região nordeste 2009
Região nordeste 2009
 
salvador
salvadorsalvador
salvador
 
Guiamochileiro.com cunha escondida entre são paulo e rio de janeiro
Guiamochileiro.com   cunha  escondida entre são paulo e rio de janeiroGuiamochileiro.com   cunha  escondida entre são paulo e rio de janeiro
Guiamochileiro.com cunha escondida entre são paulo e rio de janeiro
 

Último

759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
JuliaMachado73
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
Giovana Gomes da Silva
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
enpfilosofiaufu
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 

Último (20)

759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 

BAHIA_O_coracao_historico_do_Brasil.pptx

  • 1. BAHIA – O coração histórico do Brasil Orientador: José Rogério Arruda Gestão de Turismo – 2º Período – Manhã Alunos: Anderson Bruna Simões Emille Luz Fernanda Neves Jesrayne Nascimento José Manoel Yasmim Figueiredo
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6. Dados Gerais  Capital: Salvador  Região: Nordeste  Sigla: BA  Gentílico: baiano  População: 14.021.432 (Censo 2010)  Área (em km²): 564 692,669  Densidade Demográfica (habitantes por km²): 24,83  Quantidade de municípios: 417
  • 7. Dados Econômicos e Sociais  Produto Interno Bruto (PIB)*: R$ 137,1 bilhões (2009)  Renda Per Capita*:R$ 9.365 (2009)  Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,742 (2005)  Principais Atividades Econômicas: agricultura, pecuária, comércio, indústria e mineração.  Mortalidade Infantil (antes de completar 1 ano): 31,4 por mil (2009)  Analfabetismo: 16,6% (2010)  Expectativa de vida (anos): 71,2 (2003)
  • 8. Aspectos Geográficos  Relevo:  Planaltos - rios vindos da Chapada Diamantina e Serra do Espinhaço;  Planícies – altitude não ultrapassa 200 metros;  Depressões;
  • 9. Aspectos Geográficos  Clima:  Quente e úmido; quente e úmido com estação seca no inverno; semiárido;  Índices pluviométricos de cerca de 500 mm;  Vegetação:  Caatinga – 64%, floreta tropical úmida – 18%, cerrado – 16% e campos – 2%;
  • 10. Aspectos Geográficos  O principal rio é o São Francisco, que corta o estado na direção sul-norte. Com importância sinônima, os rios Paraguaçu, o maior rio genuinamente baiano, e o de Contas, que somam-se aos rios Jequitinhonha, Itapicuru, Capivari, Rio Grande, entre outros;  Os rios da Bahia pertencem a dois grupos:  Integrado pelo Rio São Francisco e seus afluentes (Carinhanha, Correntes, Grande e seu afluente Preto);  Rios que correm diretamente para o Oceano Atlântico (Mucuri, Jequitinhonha, Pardo, Contas, Paraguaçu, Itapicuru, Real e Vaza-Barris);  Maior litoral brasileiro – famosas e belas praias como Itapuã.
  • 11. Economia  Agropecuária, indústria, mineração, turismo e serviços – 36%;  Agropecuária:  Algodão, milho, arroz, cana de açúcar e feijão, fumo, mamona, mandioca, milho e soja;  Café, cacau, laranja, (fruticultura) uva e manga, sisal (agave), coco da Baía, mamão e banana;
  • 12. Economia  Mineração:  Petróleo, ouro, cobre, Magnesita, cromita, sal-gema, barita, manganês, chumbo e talco;
  • 13. Economia  Indústrias:  Descoberta do petróleo na Bahia em 1939;  A CHESF (Compainha Hidro Elétrica do São Francisco) – Barragem de Sobradinho – Antônio Carlos Magalhães;  Distrito Industrial de Alagoinhas – Schincariol, Distrito Industrial de Ilhéus – Bahiatec; Distrito Industrial de Itabuna – Nestlé; Distrito Industrial de Jequié; Distrito Industrial de Vitória da Conquista; Distrito Industrial de Juazeiro;
  • 14. Economia  Turismo e Serviços:  88.000 pessoas – Turismo;  Passeios urbanos;  Lugares naturais: ilhas, praias, chapadas entre outros.
  • 15. Cultura A cultura baiana se destaca pela diversidade cultural, representada pelos cultos, credos, expressões folclóricas, rodas de samba, puxadas de mastro, capoeira, afoxé, entre outros.
  • 16. FOLCLORE Afoxé:  Significado: “Adivinhação”, profecia ou predição de futuro.  Simboliza os cultos a entidades nobres da cultura africana.  Culto à Oxum  Destaque: blocos carnavalescos: Afoxés Filho de Gandhy.
  • 18. FOLCLORE Puxada de Mastro:  Cerimônia em louvação à São Sebastião  Remonta ao período colonial – cristianização dos índios pelos jesuítas.  Consiste na reunião de pessoas ao redor de um tronco de madeira, onde é erguido o estandarte de São Sebastião.
  • 20. FOLCLORE Capoeira:  Origem africana  Desenvolve – se nos quilombos  Mistura de dança com luta que representou uma forma de defesa dos escravos.  Prática proibida até 1930  No governo Vargas – esporte nacional
  • 21.
  • 22. FOLCLORE Samba de Roda:  Herança dos negros escravizados no Brasil.  Conhecida como “umbigada” .  Influência portuguesa: pandeiro e viola.
  • 24. MÚSICA Axé Music:  Denominações: Axé ou música baiana.  Reúne uma mistura de ritmos: rock, reggae, salsa e samba.
  • 26. MÚSICA Samba Reggae:  Surge na década de 80.  Junção do samba com o reggae jamaicano de Bob Marley e Jimmy Cliff.
  • 27. MÚSICA Samba:  Remete ao período colonial: introdução de palmas e instrumentos como viola, cuíca, pandeiro e violão.  Desenvolve-se nos engenhos de açúcar – Recôncavo Baiano.
  • 28. FESTAS POPULARES  O ciclo de comemorações inicia com a festa de Santa Bárbara. Destaque para a procissão do Bom Jesus dos Navegantes, a Lavagem do Bonfim, a Festa de Iemanjá e o Carnaval.
  • 29. FESTAS POPULARES Festa de Santa Bárbara:  Local: Salvador – Centro Histórico  Reúne seguidores do candomblé e catolicismo.  Comemora o dia da santa e a divindade da religião de matriz africana – Iansã  Madrinha do Corpo de Bombeiros, Padroeira dos Mercados.
  • 30. Caruru:Prato típico da culinária baiana. Origem africana. Distribuído durante a festa.
  • 31. FESTAS POPULARES Procissão de Bom Jesus dos Navegantes:  Local: Salvador – Baía de Todos os Santos  Procissão marítima: A imagem de Bom Jesus é levada da Basílica de Nossa Senhora da Conceição da Praia até a Igreja de Boa Viagem
  • 32.
  • 33. FESTAS POPULARES Lavagem do Bonfim:  Local: Basílica da Conceição da Praia – Igreja do Bonfim.  Celebração do Senhor Bom Jesus do Bonfim e Oxalá.  Marca a presença do catolicismo e candomblé.  As escadarias são lavadas pelas baianas com vassouras e água de cheiro.
  • 34. FESTAS POPULARES Festa de Iemanjá:  Local: Salvador – Rio Vermelho  Iemanjá: divindade de candomblé  Procissão Marítima: Os fiéis entregam presentes à rainha do mar.  Acredita-se que a rainha leva para o mar todos os problemas e confidências, e traz de volta a esperança de um mundo melhor.
  • 35.
  • 36. CARNAVAL  Marca : blocos guiados pelos trios elétricos.  Blocos Afros.  As brincadeiras dos travestidos.  Micaretas : carnaval fora de época.  Carnaoeste: opção mais tranquila no interior do Estado.
  • 37.
  • 38. GASTRONOMIA  Inspirada na culinária africana  Temperos fortes: Azeite de Dendê, Leite de Coco, Gengibre, Pimenta etc.  Culinária Portuguesa  Duas maneiras de preparar os pratos típicos
  • 39.
  • 40. Alguns pratos típicos  Acarajé  Aimpim Cozido na Manteiga  Arroz de Com e Mela Hauçá  Arroz de Hauçá  Arrumadinho  Banana Real  Beiju  Bobó de Camarão  Bolinho de estudante  Caldinho de Sururu  Caranguejo  Caruru
  • 43. Chapada Diamantina  É uma região composta por rochas sedimentares que se depositaram entre 1,7 e 0,7 bilhões de anos atrás. Sua vegetação predominante é conhecida como campo rupestre, que em geral é mais rasteira, porém é considerada um dos ecossistemas mais ricos do mundo, comparável à Mata Atlântica e à região do Cabo na África do Sul.
  • 44. Vale do São Francisco  Juazeiro da Bahia, principal ponto de divisa entre os estados da Bahia e Pernambuco, mantém-se com um próspero comércio às margens do Rio São Francisco e um moderno polo agroindustrial, com intensa atividade de exportação.
  • 45. Fundação Casa de Jorge Amado  O casarão azul guarda pequeno acervo sobre a obra do autor baiano, como o fardão da Academia Brasileira de Letras, textos originais datilografados e prêmios recebidos em vida. Todo mundo para aqui pra tomar um café.
  • 46.
  • 47. Salvador  Fundada por Tomé de Souza em 1549;  Possui três ilhas paradisíacas: Ilha da Maré, Ilha dos Frades e Ilha de Bom Jesus dos Passos;  Centro histórico de Salvador.
  • 48. Santo Amaro  Localizado à 71 km de Salvador;  Casa e Câmara;  Igreja de Nossa Senhora da Purificação;  Museu do Reconhecimento dos Humildes.
  • 49. Cachoeira  Cidade Heroica;  Um dos principais destinos do turismo étnico-afro na Bahia;  Atrações: São João e Festa da Boa Morte.
  • 50. São Félix  Localizada à 109 km de Salvador;  Igreja Matriz de Deus Menino;  Fábrica de charutos Dannenmann, que oferece um centro cultural (Casa de Cultura Américo Simas);  Fundação Hansen, com obras do alemão xilógrafo Karl Heinz Hansen.
  • 51. Maragojipe  Está localizado no ponto de encontro entre os rios Paraguaçu e Guaí;  Cerca de 30 km de manguezais;  Ponto de chegada do evento Regata Aratu – Maragojipe;  Carnaval e Máscaras e Festa de São Bartolomeu.
  • 52. Itaparica  Principal ilha da Baía de Todos-os-Santos;  Era um importante centro produtor de cana-de-açúcar, aguardente e cal;  Forte de São Lourenço;  Fonte da Bica.
  • 53. Nazaré  Localizada à 239 km de Salvador;  Recebe muitos visitantes na época de Páscoa;  Feira de Caxixis;  Conhecida como Nazaré das Farinhas;  O craque de futebol Vampeta presenteou a comunidade com a recuperação do Cinema Rio Branco, uma joia arquitetônica.
  • 54. São Francisco do Conde  Localizada entre ilhas e manguezais, costa litorânea e mata atlântica;  A ilha é separada do continente por um canal e tem extensão de oito quilômetros;  Engenho D’Água.
  • 55.
  • 56. Morro de São Paulo  Localizado à 272 km de Salvador;  Farol do Morro de São Paulo;  Fonte Grande;  Igreja de Nossa Senhora da Luz;  Duas praias agitadas e duas praias calmas.
  • 57. Cairu  Uma ilha do arquipélago fluvial do Rio Una;  Vem do tupi-guarani Acajuru, que significa Casa do Sol;  Oferece a prática de Mergulho;  Igreja e o Convento de Santo Antônio;  Igreja de Nossa Senhora da Luz.
  • 58. Boipeba  20 km de praias quase desertas;  Ganhou destaque no jornal norte-americano The New York Times, em 2001;  Igreja Matriz do Divino Espírito Santo;  Igreja de São Sebastião.
  • 59. Maraú  Um dos principais cartões-postais da Costa do Dendê;  40 km de praias exuberantes e paisagem cercada de restingas, cachoeiras e manguezais;  Atrações: Terno de Almas, o Mandu e Mascarado;  Praias: Taipú de Fora e Barra Grande.
  • 60. Camamu  Localizada à margem do Rio Acaraí, este município está a 330 km de Salvador;  Possui prédios coloniais, a maior igreja do interior do estado – Matriz de Nossa Senhora da Assunção – e antigos casarões;  A Baía de Camamu é a terceira maior baía do Brasil;  Camamu é dividida em parte alta e baixa.
  • 61. Valença  Localizado à 256 km de Salvador, às margens do Rio Una;  Possui um valioso patrimônio cultural e arquitetônico, como por exemplo as igrejas Nossa Senhora do Amparo e a Matriz do sagrado Coração de Jesus;  Praia de Guaibim;  Praia de Ponta do Curral.
  • 63. Costa do Cacau  Na Costa do Cacau se concentra grandes áreas de lavoura cacaueira e de mata atlântica preservada, tudo isso contornado por belas praias.  Localizada ao sul da Bahia, compreende uma faixa litorânea de 180 km, entre os municípios de Itacaré e Canavieiras e tem em sua história, a marca da colonização portuguesa.
  • 64. Costa do Cacau  Chegando para substituir a Cana de Açúcar, vieram da Amazônia as primeiras sementes de cacau por volta de 1746, dando início a uma sangrenta batalha pela ocupação dessas terras, voltadas para o desenvolvimento da cultura do cacau.  As famosas figuras dos coronéis do Cacau, foram imortalizadas pelo romancista Jorge Amado, na trilogia Cacau (1933), Terras do Sem Fim (1941) e São Jorge do Ilhéus (1944).  Também retratou a época de ouro, de grande ascendência econômica dessa região através do romance de Nacib e Gabriela, na famosa obra Gabriela, Cravo e Canela.
  • 65. Costa do Cacau  Além da parte histórica, de casarões ainda preservados, uma das característica desse roteiro exuberante, são as trilhas que conduzem a verdadeiros santuários de preservação da fauna e flora da mata atlântica e suas cachoeiras, lagoas, grutas e praias muitas vezes quase desertas.  A infraestrutura turística é bem desenvolvida e dispõe de hotéis, bares, restaurantes prontos para receber o turista mais exigente.
  • 66. Costa do Cacau  O esporte de aventura também tem bastante espaço nessa rota baiana, além do surf, já citado, a canoagem, a pesca esportiva, o arvorismo, mergulho, dentre outros, são praticados pelos visitantes e locais, aproveitando da melhor forma o patrimônio natural exuberante que há nessa região.  As principais cidades da rota do Cacau são Ilhéus, Itacaré, Una e Canavieiras.
  • 67. Costa do Cacau  A princesa do Sul, como também é conhecida a cidade de Ilhéus, imortalizada pelo grande escritor baiano Jorge Amado em seu romance Gabriela Cravo e Canela, é considerada a capital do cacau e tem o mais extenso litoral dos municípios do estado da Bahia.  Sua população é de 184 616 mil habitantes, segundo IBGE de 2013.  Como a maioria das cidades do litoral sul-baiano, possui clima tropical úmido.  Seus casarões e igrejas remanescentes do período de ouro do cacau, são um convite ao passeio pela história desse lugar.
  • 70.  Casa de Cultura Jorge Amado
  • 74. Una