SlideShare uma empresa Scribd logo
Aula 1: Virtualização
CONCEITOS 
 VIRTUALIZAÇÃO É UMA PRÁTICA 
QUE PERMITE QUE UM ÚNICO 
COMPUTADOR HOSPEDE VÁRIAS 
MÁQUINAS VIRTUAIS, CADA UMA 
COM SEU PRÓPRIO SISTEMA 
OPERACIONAL.
Aula 1: Virtualização
JUSTIFICATIVA 
 SEGUNDO TANENBAUM “A RAZÃO 
PARA A EXISTENCIA DA 
VIRTUALIZAÇÃO É QUE A MAIORIA 
DAS INTERRUPÇOES NO SERVIÇO 
NÃO É CAUSADO POR FALHAS NO 
HARDWARE E SIM PELO CONJUNTO 
DE SOFTWARE INCHADO, NÃO 
CONFIÁVEL E CHEIO DE ERROS, EM 
ESPECIAL OS SISTEMAS 
OPERACIONAIS. ”
VANTAGENS 
 A falha de uma das máquinas 
virtuais não faz com que as outras 
falhem também. 
 Economia de dinheiro em hardware, 
eletricidade e menos espaço 
ocupado. 
 O Sistema hospedeiro fica protegido 
e isolado das máquinas virtuais.
DESVANTAGENS 
 A falha da máquina/sistema principal pode 
trazer problema a todas as máquinas virtuais 
armazenadas. 
 Grande uso de espaço em disco, já que é 
preciso armazenamento de todos os arquivos, 
de cada sistema operacional instalado em cada 
máquina virtual. 
 Grande consumo de memória RAM dado que 
cada máquina virtual vai ocupar uma área 
separada da mesma
APLICABILIDADE 
 Para desenvolvimento de software. 
 Armazenamento de aplicações 
antigas que não possuem mais 
suporte ou não funcionam no 
hardware atual. 
 Testes e Experimentações de redes e 
sistemas.
Aula 1: Virtualização
 Ao contrário das máquinas físicas, as 
máquinas virtuais não são máquinas 
estendidas. 
 São cópias exatas do hardware, inclusive 
com núcleo, E/S, interrupções e tudo que 
uma máquina real tem.
Para virtualizar ou simular roteadores, switches 
e demais equipamentos de rede utiliza-se: 
 Packet Tracer 
Para virtualização de máquinas, servidores 
voltados para testes em sistemas desktop: 
 VirtualBox 
 VmWare 
 Microsoft Virtual PC 
Para virtualização de servidores em ambiente 
de produção: 
 Xen 
 VMWare
Aula 1: Virtualização
FUNÇÕES DO HYPERVISOR 
 Gerencia a distribuição dos recursos 
de hardware para cada SO convidado. 
 Garante a independência das 
máquinas virtuais. 
 Realoca dinamicamente os recursos 
das máquinas virtuais.
REFERÊNCIAS 
WEBGRÁFICAS 
 SILBERCHATZK, Abraham. Fundamentos 
de Sistemas Operacionais. 8° ed. Rio de 
Janeiro: LTC, 2010. 
 TORRES, Gabriel. Hardware. Rio de 
Janeiro: Nova Terra, 2013.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Redes de computadores
Redes de computadoresRedes de computadores
Redes de computadores
Jakson Silva
 
Tipos de Servidores
Tipos de ServidoresTipos de Servidores
Tipos de Servidores
Aricelio Souza
 
Sistemas operacionais
Sistemas operacionaisSistemas operacionais
Sistemas operacionais
vini_campos
 
Sistemas Operacionais para Servidores
Sistemas Operacionais para ServidoresSistemas Operacionais para Servidores
Endereçamento IP
Endereçamento IPEndereçamento IP
Endereçamento IP
Pjpilin
 
Virtualização - O Futuro é na NUVEM
Virtualização - O Futuro é na NUVEMVirtualização - O Futuro é na NUVEM
Virtualização - O Futuro é na NUVEM
Rodrigo Felipe Betussi
 
Módulo 3-Sistema Operativo Servidor - V3.pdf
Módulo 3-Sistema Operativo Servidor - V3.pdfMódulo 3-Sistema Operativo Servidor - V3.pdf
Módulo 3-Sistema Operativo Servidor - V3.pdf
FChico2
 
Aula 10 semana
Aula 10 semanaAula 10 semana
Aula 10 semana
Jorge Ávila Miranda
 
sistemas operativos.ppt
sistemas operativos.pptsistemas operativos.ppt
sistemas operativos.ppt
ssuserb52d9e
 
Manutenção de Computadores - Aula 1
Manutenção de Computadores - Aula 1Manutenção de Computadores - Aula 1
Manutenção de Computadores - Aula 1
Guilherme Nonino Rosa
 
Sistema Operativo Open Source
Sistema Operativo Open SourceSistema Operativo Open Source
Sistema Operativo Open Source
Diogo Silva
 
Aula 1 sistema operacional linux
Aula 1 sistema operacional linuxAula 1 sistema operacional linux
Aula 1 sistema operacional linux
Rogério Cardoso
 
Conceitos iniciais de Active Directory
Conceitos iniciais de Active DirectoryConceitos iniciais de Active Directory
Conceitos iniciais de Active Directory
Joeldson Costa Damasceno
 
Arquitetura cliente servidor
Arquitetura cliente servidorArquitetura cliente servidor
Arquitetura cliente servidor
Marcia Abrahim
 
PROJETO DE REDE
PROJETO DE REDEPROJETO DE REDE
PROJETO DE REDE
WELLINGTON MARTINS
 
Redes de Computadores
Redes de ComputadoresRedes de Computadores
Redes de Computadores
Elaine Cecília Gatto
 
Aula 1 fundamentos de redes de computadores
Aula 1   fundamentos de redes de computadoresAula 1   fundamentos de redes de computadores
Aula 1 fundamentos de redes de computadores
wab030
 
Aula 09 - Memórias do Computador
Aula 09 - Memórias do ComputadorAula 09 - Memórias do Computador
Aula 09 - Memórias do Computador
Suzana Viana Mota
 
Sistemas Operacionais
Sistemas OperacionaisSistemas Operacionais
Sistemas Operacionais
Newarney da Costa
 
História dos Sistemas Operativos
História dos Sistemas OperativosHistória dos Sistemas Operativos
História dos Sistemas Operativos
TROLITO LALALAL
 

Mais procurados (20)

Redes de computadores
Redes de computadoresRedes de computadores
Redes de computadores
 
Tipos de Servidores
Tipos de ServidoresTipos de Servidores
Tipos de Servidores
 
Sistemas operacionais
Sistemas operacionaisSistemas operacionais
Sistemas operacionais
 
Sistemas Operacionais para Servidores
Sistemas Operacionais para ServidoresSistemas Operacionais para Servidores
Sistemas Operacionais para Servidores
 
Endereçamento IP
Endereçamento IPEndereçamento IP
Endereçamento IP
 
Virtualização - O Futuro é na NUVEM
Virtualização - O Futuro é na NUVEMVirtualização - O Futuro é na NUVEM
Virtualização - O Futuro é na NUVEM
 
Módulo 3-Sistema Operativo Servidor - V3.pdf
Módulo 3-Sistema Operativo Servidor - V3.pdfMódulo 3-Sistema Operativo Servidor - V3.pdf
Módulo 3-Sistema Operativo Servidor - V3.pdf
 
Aula 10 semana
Aula 10 semanaAula 10 semana
Aula 10 semana
 
sistemas operativos.ppt
sistemas operativos.pptsistemas operativos.ppt
sistemas operativos.ppt
 
Manutenção de Computadores - Aula 1
Manutenção de Computadores - Aula 1Manutenção de Computadores - Aula 1
Manutenção de Computadores - Aula 1
 
Sistema Operativo Open Source
Sistema Operativo Open SourceSistema Operativo Open Source
Sistema Operativo Open Source
 
Aula 1 sistema operacional linux
Aula 1 sistema operacional linuxAula 1 sistema operacional linux
Aula 1 sistema operacional linux
 
Conceitos iniciais de Active Directory
Conceitos iniciais de Active DirectoryConceitos iniciais de Active Directory
Conceitos iniciais de Active Directory
 
Arquitetura cliente servidor
Arquitetura cliente servidorArquitetura cliente servidor
Arquitetura cliente servidor
 
PROJETO DE REDE
PROJETO DE REDEPROJETO DE REDE
PROJETO DE REDE
 
Redes de Computadores
Redes de ComputadoresRedes de Computadores
Redes de Computadores
 
Aula 1 fundamentos de redes de computadores
Aula 1   fundamentos de redes de computadoresAula 1   fundamentos de redes de computadores
Aula 1 fundamentos de redes de computadores
 
Aula 09 - Memórias do Computador
Aula 09 - Memórias do ComputadorAula 09 - Memórias do Computador
Aula 09 - Memórias do Computador
 
Sistemas Operacionais
Sistemas OperacionaisSistemas Operacionais
Sistemas Operacionais
 
História dos Sistemas Operativos
História dos Sistemas OperativosHistória dos Sistemas Operativos
História dos Sistemas Operativos
 

Destaque

Virtualização
VirtualizaçãoVirtualização
Virtualização
Impacta Eventos
 
Conceitos De Virtual
Conceitos De VirtualConceitos De Virtual
Conceitos De Virtual
Cadu Souza Aguiar
 
O que é o virtual? Pierre levy
O que é o virtual? Pierre levyO que é o virtual? Pierre levy
O que é o virtual? Pierre levy
shaianebandeira
 
Cibercultura e a Inteligência Coletiva - Leandro Wanderley
Cibercultura e a Inteligência Coletiva - Leandro WanderleyCibercultura e a Inteligência Coletiva - Leandro Wanderley
Cibercultura e a Inteligência Coletiva - Leandro Wanderley
Leandro Couto
 
O que é virtualização
O que é virtualizaçãoO que é virtualização
O que é virtualização
WILSON GOMES
 
Virtualizacao
VirtualizacaoVirtualizacao
Virtualizacao
home
 
2008S2 - Aula 01 - Introdução ao ERP
2008S2 - Aula 01 - Introdução ao ERP2008S2 - Aula 01 - Introdução ao ERP
2008S2 - Aula 01 - Introdução ao ERP
Paulo Felix Jr.
 
O QUE É VIRTUAL?
O QUE É VIRTUAL? O QUE É VIRTUAL?
O QUE É VIRTUAL?
DricaSantiago
 
O que é virtual? (Pierre Lévy) (Capitúlos 7 e 8)
O que é virtual? (Pierre Lévy)  (Capitúlos 7 e 8)O que é virtual? (Pierre Lévy)  (Capitúlos 7 e 8)
O que é virtual? (Pierre Lévy) (Capitúlos 7 e 8)
Edenilton Santos
 
Pierre Lévy - O que é o virtual?
Pierre Lévy - O que é o virtual?Pierre Lévy - O que é o virtual?
Pierre Lévy - O que é o virtual?
Beto Rando
 
The Next Big Thing is Web 3.0. Catch It If You Can
The Next Big Thing is Web 3.0. Catch It If You Can The Next Big Thing is Web 3.0. Catch It If You Can
The Next Big Thing is Web 3.0. Catch It If You Can
Judy O'Connell
 

Destaque (11)

Virtualização
VirtualizaçãoVirtualização
Virtualização
 
Conceitos De Virtual
Conceitos De VirtualConceitos De Virtual
Conceitos De Virtual
 
O que é o virtual? Pierre levy
O que é o virtual? Pierre levyO que é o virtual? Pierre levy
O que é o virtual? Pierre levy
 
Cibercultura e a Inteligência Coletiva - Leandro Wanderley
Cibercultura e a Inteligência Coletiva - Leandro WanderleyCibercultura e a Inteligência Coletiva - Leandro Wanderley
Cibercultura e a Inteligência Coletiva - Leandro Wanderley
 
O que é virtualização
O que é virtualizaçãoO que é virtualização
O que é virtualização
 
Virtualizacao
VirtualizacaoVirtualizacao
Virtualizacao
 
2008S2 - Aula 01 - Introdução ao ERP
2008S2 - Aula 01 - Introdução ao ERP2008S2 - Aula 01 - Introdução ao ERP
2008S2 - Aula 01 - Introdução ao ERP
 
O QUE É VIRTUAL?
O QUE É VIRTUAL? O QUE É VIRTUAL?
O QUE É VIRTUAL?
 
O que é virtual? (Pierre Lévy) (Capitúlos 7 e 8)
O que é virtual? (Pierre Lévy)  (Capitúlos 7 e 8)O que é virtual? (Pierre Lévy)  (Capitúlos 7 e 8)
O que é virtual? (Pierre Lévy) (Capitúlos 7 e 8)
 
Pierre Lévy - O que é o virtual?
Pierre Lévy - O que é o virtual?Pierre Lévy - O que é o virtual?
Pierre Lévy - O que é o virtual?
 
The Next Big Thing is Web 3.0. Catch It If You Can
The Next Big Thing is Web 3.0. Catch It If You Can The Next Big Thing is Web 3.0. Catch It If You Can
The Next Big Thing is Web 3.0. Catch It If You Can
 

Semelhante a Aula 1: Virtualização

Aula01
Aula01Aula01
Introdução à Virtualização
Introdução à VirtualizaçãoIntrodução à Virtualização
Introdução à Virtualização
Lucas Miranda
 
Virtualização
VirtualizaçãoVirtualização
Virtualização
Márcio Palmeira
 
Virtualização
VirtualizaçãoVirtualização
Virtualização
Flávio Schuindt
 
Virtualizacao e o uso de Software Livre
Virtualizacao e o uso de Software LivreVirtualizacao e o uso de Software Livre
Virtualizacao e o uso de Software Livre
JUAREZ DE OLIVEIRA
 
Virtualiza%e7%e3o(3)
Virtualiza%e7%e3o(3)Virtualiza%e7%e3o(3)
Virtualiza%e7%e3o(3)
Paulo Henrique Henrique
 
Virtualização Teste
Virtualização TesteVirtualização Teste
Virtualização Teste
gabrielca200
 
Usando vitual box parte 1
Usando vitual box   parte 1Usando vitual box   parte 1
Usando vitual box parte 1
Carlos Torres Homem
 
Apresentação HyperCloud GT8
Apresentação HyperCloud GT8Apresentação HyperCloud GT8
Apresentação HyperCloud GT8
HyperCloud UFS
 
Apresentação TCC Risco na comunicação entre máquinas virtuais - Vinícius Lima
Apresentação TCC Risco na comunicação entre máquinas virtuais - Vinícius LimaApresentação TCC Risco na comunicação entre máquinas virtuais - Vinícius Lima
Apresentação TCC Risco na comunicação entre máquinas virtuais - Vinícius Lima
Governo do Estado de São Paulo
 
Cap4 v2
Cap4 v2Cap4 v2
Pres clusterpdf
Pres clusterpdfPres clusterpdf
Pres clusterpdf
Roberto Nou
 
Virtualização apresentação ultra rápida
Virtualização   apresentação ultra rápidaVirtualização   apresentação ultra rápida
Virtualização apresentação ultra rápida
Anderson Zardo
 
Apresentação Monografia Virtualização
Apresentação Monografia VirtualizaçãoApresentação Monografia Virtualização
Apresentação Monografia Virtualização
Kleber Lyra
 
Servidores Virtualizados
Servidores VirtualizadosServidores Virtualizados
Servidores Virtualizados
fabianosilvadesenhis Gonçalves
 
E essa tal Virtualização?
E essa tal Virtualização?E essa tal Virtualização?
E essa tal Virtualização?
Fabio Spanhol
 
Virtualização de servidores com tecnologia Linux
Virtualização de servidores com tecnologia LinuxVirtualização de servidores com tecnologia Linux
Virtualização de servidores com tecnologia Linux
Fernando Costa
 
Apresentando Virtualização de computadores (vmware)
Apresentando Virtualização de computadores (vmware)Apresentando Virtualização de computadores (vmware)
Apresentando Virtualização de computadores (vmware)
PEDRO DELFINO
 
Arquitetura de Computadores e Sistemas Operacionais Etapa 08.pdf
Arquitetura de Computadores e Sistemas Operacionais Etapa 08.pdfArquitetura de Computadores e Sistemas Operacionais Etapa 08.pdf
Arquitetura de Computadores e Sistemas Operacionais Etapa 08.pdf
FabianoGisbert1
 
Desempenho de um Servidor Web em Ambientes de Computação Isolados
Desempenho de um Servidor Web em Ambientes de Computação IsoladosDesempenho de um Servidor Web em Ambientes de Computação Isolados
Desempenho de um Servidor Web em Ambientes de Computação Isolados
Andre Danelon
 

Semelhante a Aula 1: Virtualização (20)

Aula01
Aula01Aula01
Aula01
 
Introdução à Virtualização
Introdução à VirtualizaçãoIntrodução à Virtualização
Introdução à Virtualização
 
Virtualização
VirtualizaçãoVirtualização
Virtualização
 
Virtualização
VirtualizaçãoVirtualização
Virtualização
 
Virtualizacao e o uso de Software Livre
Virtualizacao e o uso de Software LivreVirtualizacao e o uso de Software Livre
Virtualizacao e o uso de Software Livre
 
Virtualiza%e7%e3o(3)
Virtualiza%e7%e3o(3)Virtualiza%e7%e3o(3)
Virtualiza%e7%e3o(3)
 
Virtualização Teste
Virtualização TesteVirtualização Teste
Virtualização Teste
 
Usando vitual box parte 1
Usando vitual box   parte 1Usando vitual box   parte 1
Usando vitual box parte 1
 
Apresentação HyperCloud GT8
Apresentação HyperCloud GT8Apresentação HyperCloud GT8
Apresentação HyperCloud GT8
 
Apresentação TCC Risco na comunicação entre máquinas virtuais - Vinícius Lima
Apresentação TCC Risco na comunicação entre máquinas virtuais - Vinícius LimaApresentação TCC Risco na comunicação entre máquinas virtuais - Vinícius Lima
Apresentação TCC Risco na comunicação entre máquinas virtuais - Vinícius Lima
 
Cap4 v2
Cap4 v2Cap4 v2
Cap4 v2
 
Pres clusterpdf
Pres clusterpdfPres clusterpdf
Pres clusterpdf
 
Virtualização apresentação ultra rápida
Virtualização   apresentação ultra rápidaVirtualização   apresentação ultra rápida
Virtualização apresentação ultra rápida
 
Apresentação Monografia Virtualização
Apresentação Monografia VirtualizaçãoApresentação Monografia Virtualização
Apresentação Monografia Virtualização
 
Servidores Virtualizados
Servidores VirtualizadosServidores Virtualizados
Servidores Virtualizados
 
E essa tal Virtualização?
E essa tal Virtualização?E essa tal Virtualização?
E essa tal Virtualização?
 
Virtualização de servidores com tecnologia Linux
Virtualização de servidores com tecnologia LinuxVirtualização de servidores com tecnologia Linux
Virtualização de servidores com tecnologia Linux
 
Apresentando Virtualização de computadores (vmware)
Apresentando Virtualização de computadores (vmware)Apresentando Virtualização de computadores (vmware)
Apresentando Virtualização de computadores (vmware)
 
Arquitetura de Computadores e Sistemas Operacionais Etapa 08.pdf
Arquitetura de Computadores e Sistemas Operacionais Etapa 08.pdfArquitetura de Computadores e Sistemas Operacionais Etapa 08.pdf
Arquitetura de Computadores e Sistemas Operacionais Etapa 08.pdf
 
Desempenho de um Servidor Web em Ambientes de Computação Isolados
Desempenho de um Servidor Web em Ambientes de Computação IsoladosDesempenho de um Servidor Web em Ambientes de Computação Isolados
Desempenho de um Servidor Web em Ambientes de Computação Isolados
 

Mais de camila_seixas

Aula 3: Introdução a sistema de arquivos
Aula 3: Introdução a sistema de arquivosAula 3: Introdução a sistema de arquivos
Aula 3: Introdução a sistema de arquivos
camila_seixas
 
Aula 3: Infraestrutura e redes ad-hoc
Aula 3: Infraestrutura e redes ad-hocAula 3: Infraestrutura e redes ad-hoc
Aula 3: Infraestrutura e redes ad-hoc
camila_seixas
 
Aula 2: Fundamentos e canais de redes sem fio
Aula 2: Fundamentos e canais de redes sem fioAula 2: Fundamentos e canais de redes sem fio
Aula 2: Fundamentos e canais de redes sem fio
camila_seixas
 
Aula 1: Conceitos de redes sem fio
Aula 1: Conceitos de redes sem fioAula 1: Conceitos de redes sem fio
Aula 1: Conceitos de redes sem fio
camila_seixas
 
Aula 14 - Deadlocks
Aula 14 - DeadlocksAula 14 - Deadlocks
Aula 14 - Deadlocks
camila_seixas
 
Aula 12 - Escalonamento
Aula 12 - EscalonamentoAula 12 - Escalonamento
Aula 12 - Escalonamento
camila_seixas
 
Aula 11 - Unidades Métricas
Aula 11 - Unidades MétricasAula 11 - Unidades Métricas
Aula 11 - Unidades Métricas
camila_seixas
 
Aula 10 - Exclusão Mútua e Região Crítica
Aula 10 - Exclusão Mútua e Região CríticaAula 10 - Exclusão Mútua e Região Crítica
Aula 10 - Exclusão Mútua e Região Crítica
camila_seixas
 
Aula 13 - Algoritmos de Escalonamento
Aula 13 - Algoritmos de Escalonamento Aula 13 - Algoritmos de Escalonamento
Aula 13 - Algoritmos de Escalonamento
camila_seixas
 
Aula 11 protocolos e comunicação
Aula 11   protocolos e comunicaçãoAula 11   protocolos e comunicação
Aula 11 protocolos e comunicação
camila_seixas
 
Aula 13 sistemas de detecção de intrusão
Aula 13   sistemas de detecção de intrusãoAula 13   sistemas de detecção de intrusão
Aula 13 sistemas de detecção de intrusão
camila_seixas
 
Aula 11 protocolos e comunicação
Aula 11   protocolos e comunicaçãoAula 11   protocolos e comunicação
Aula 11 protocolos e comunicação
camila_seixas
 

Mais de camila_seixas (12)

Aula 3: Introdução a sistema de arquivos
Aula 3: Introdução a sistema de arquivosAula 3: Introdução a sistema de arquivos
Aula 3: Introdução a sistema de arquivos
 
Aula 3: Infraestrutura e redes ad-hoc
Aula 3: Infraestrutura e redes ad-hocAula 3: Infraestrutura e redes ad-hoc
Aula 3: Infraestrutura e redes ad-hoc
 
Aula 2: Fundamentos e canais de redes sem fio
Aula 2: Fundamentos e canais de redes sem fioAula 2: Fundamentos e canais de redes sem fio
Aula 2: Fundamentos e canais de redes sem fio
 
Aula 1: Conceitos de redes sem fio
Aula 1: Conceitos de redes sem fioAula 1: Conceitos de redes sem fio
Aula 1: Conceitos de redes sem fio
 
Aula 14 - Deadlocks
Aula 14 - DeadlocksAula 14 - Deadlocks
Aula 14 - Deadlocks
 
Aula 12 - Escalonamento
Aula 12 - EscalonamentoAula 12 - Escalonamento
Aula 12 - Escalonamento
 
Aula 11 - Unidades Métricas
Aula 11 - Unidades MétricasAula 11 - Unidades Métricas
Aula 11 - Unidades Métricas
 
Aula 10 - Exclusão Mútua e Região Crítica
Aula 10 - Exclusão Mútua e Região CríticaAula 10 - Exclusão Mútua e Região Crítica
Aula 10 - Exclusão Mútua e Região Crítica
 
Aula 13 - Algoritmos de Escalonamento
Aula 13 - Algoritmos de Escalonamento Aula 13 - Algoritmos de Escalonamento
Aula 13 - Algoritmos de Escalonamento
 
Aula 11 protocolos e comunicação
Aula 11   protocolos e comunicaçãoAula 11   protocolos e comunicação
Aula 11 protocolos e comunicação
 
Aula 13 sistemas de detecção de intrusão
Aula 13   sistemas de detecção de intrusãoAula 13   sistemas de detecção de intrusão
Aula 13 sistemas de detecção de intrusão
 
Aula 11 protocolos e comunicação
Aula 11   protocolos e comunicaçãoAula 11   protocolos e comunicação
Aula 11 protocolos e comunicação
 

Último

Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de DevOps/CLoud
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de   DevOps/CLoudFerramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de   DevOps/CLoud
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de DevOps/CLoud
Ismael Ash
 
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWSSubindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Ismael Ash
 
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
Faga1939
 
ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebuliçãoExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
ExpoGestão
 
ExpoGestão 2024 - Inteligência Artificial – A revolução no mundo dos negócios
ExpoGestão 2024 - Inteligência Artificial – A revolução no mundo dos negóciosExpoGestão 2024 - Inteligência Artificial – A revolução no mundo dos negócios
ExpoGestão 2024 - Inteligência Artificial – A revolução no mundo dos negócios
ExpoGestão
 
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docxse38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
ronaldos10
 

Último (6)

Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de DevOps/CLoud
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de   DevOps/CLoudFerramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de   DevOps/CLoud
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de DevOps/CLoud
 
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWSSubindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
 
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
 
ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebuliçãoExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
 
ExpoGestão 2024 - Inteligência Artificial – A revolução no mundo dos negócios
ExpoGestão 2024 - Inteligência Artificial – A revolução no mundo dos negóciosExpoGestão 2024 - Inteligência Artificial – A revolução no mundo dos negócios
ExpoGestão 2024 - Inteligência Artificial – A revolução no mundo dos negócios
 
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docxse38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
 

Aula 1: Virtualização

  • 2. CONCEITOS  VIRTUALIZAÇÃO É UMA PRÁTICA QUE PERMITE QUE UM ÚNICO COMPUTADOR HOSPEDE VÁRIAS MÁQUINAS VIRTUAIS, CADA UMA COM SEU PRÓPRIO SISTEMA OPERACIONAL.
  • 4. JUSTIFICATIVA  SEGUNDO TANENBAUM “A RAZÃO PARA A EXISTENCIA DA VIRTUALIZAÇÃO É QUE A MAIORIA DAS INTERRUPÇOES NO SERVIÇO NÃO É CAUSADO POR FALHAS NO HARDWARE E SIM PELO CONJUNTO DE SOFTWARE INCHADO, NÃO CONFIÁVEL E CHEIO DE ERROS, EM ESPECIAL OS SISTEMAS OPERACIONAIS. ”
  • 5. VANTAGENS  A falha de uma das máquinas virtuais não faz com que as outras falhem também.  Economia de dinheiro em hardware, eletricidade e menos espaço ocupado.  O Sistema hospedeiro fica protegido e isolado das máquinas virtuais.
  • 6. DESVANTAGENS  A falha da máquina/sistema principal pode trazer problema a todas as máquinas virtuais armazenadas.  Grande uso de espaço em disco, já que é preciso armazenamento de todos os arquivos, de cada sistema operacional instalado em cada máquina virtual.  Grande consumo de memória RAM dado que cada máquina virtual vai ocupar uma área separada da mesma
  • 7. APLICABILIDADE  Para desenvolvimento de software.  Armazenamento de aplicações antigas que não possuem mais suporte ou não funcionam no hardware atual.  Testes e Experimentações de redes e sistemas.
  • 9.  Ao contrário das máquinas físicas, as máquinas virtuais não são máquinas estendidas.  São cópias exatas do hardware, inclusive com núcleo, E/S, interrupções e tudo que uma máquina real tem.
  • 10. Para virtualizar ou simular roteadores, switches e demais equipamentos de rede utiliza-se:  Packet Tracer Para virtualização de máquinas, servidores voltados para testes em sistemas desktop:  VirtualBox  VmWare  Microsoft Virtual PC Para virtualização de servidores em ambiente de produção:  Xen  VMWare
  • 12. FUNÇÕES DO HYPERVISOR  Gerencia a distribuição dos recursos de hardware para cada SO convidado.  Garante a independência das máquinas virtuais.  Realoca dinamicamente os recursos das máquinas virtuais.
  • 13. REFERÊNCIAS WEBGRÁFICAS  SILBERCHATZK, Abraham. Fundamentos de Sistemas Operacionais. 8° ed. Rio de Janeiro: LTC, 2010.  TORRES, Gabriel. Hardware. Rio de Janeiro: Nova Terra, 2013.