SlideShare uma empresa Scribd logo
UNIVERSIDADEESTACIODE SÁ
CURSO DE ADMINISTRAÇÃODE EMPRESAS
ANÁLISEESTATISTICA
PESQUISA DE CAMPO
Por
CampusNiterói –RJ
Novembro –2013
UNIVERSIDADE ESTACIO DE SÁ
CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS
ANÁLISE ESTATISTICA
PESQUISA DE CAMPO
Por
Professor:
Trabalho apresentado à Universidade Estácio de Sá como requisito parcial do grau de avaliação AV-
2 para a disciplina Análise Estatística, curso de Administração de Empresas, campus Niterói.
Niterói – RJ
Novembro – 2013
SUMÁRIO
INTRODUÇÃO...............................................................................................................04
1. ETAPA III - PESQUISA DE CAMPO............................................................................04
CONCLUSÃO.................................................................................................................08
REFERENCIA BIBLIOGRAFICA.........................................................................................09
ANEXO – ETAPA I: Exercícios Propostos e suas resoluções de Análise Estatística...........10
INTRODUÇÃO
A Atividade estruturada desenvolvida trata-se de pesquisa e breve análise estatística de preços.
Foram pesquisados alguns itens e desenvolveram-se comparativos dos mesmos.
Demonstraremos uma pesquisa de preços feita em dois supermercados denominados Extra e
Mercadorama.
Ao longo de 03 semanas foram pesquisados preços de 04 itens, os quais foram feitos uma breve
análise estatística no qual apresentam os resultados de média, moda, variância e desvio padrão.
Os resultados apresentados nos permite verificar as diferenças de preços para efetuarmos os
comparativos dos itens pesquisados.
Desta forma, consegue-se analisar claramente o preço mais atrativo e o supermercado que possui
mais variações ao longo das 03 semanas pesquisadas.
1. ETAPA III - PESQUISA DE CAMPO
- Metodologia
Foram pesquisados ao longo de 03 semanas entre os dias 18 de maio de 2013 ao 08 de junho de 2013
o preço de produtos do Setor alimentício e setor de eletrônicos de dois supermercados: O
Supermercado Extra , situado na Avenida Pres. Kennedy, 1000 - Rebouças, Curitiba - PR, Tel: (041)
3525-3600 e o Mercadorama, situado na Rua Ana Berta Roskamp 10 - Jardim das Américas , Curitiba –
PR, Tel: (041) 3901-3855;
Os produtos pesquisados no Supermercado Extra foram:
Setor Alimentício:
- Macarrão Adria 500gr;
- Arroz Tio João tipo1 5kg;
- Açúcar Refinado União 1kg;
Setor de Eletrônicos (Energia):
- Liquidificador Black e Decker IB900 3 vl.;
- Ferro de Passar Automático Black e Decker Seco.
Os produtos pesquisados no Mercadorama foram:
Setor Alimentício:
• Macarrão Adria 500gr;
• Arroz Tio João tipo1 5kg;
• Açúcar Refinado União 1kg.
Setor de Eletrônicos (Energia)
• Liquidificador Black e Decker IB900 3 vl.
• Ferro de Passar Automático Black e Deck Sec
TABELAS
SUPERMERCADO EXTRA
Alimentícios:
Alimentos Semana
1
Semana
2
Semana
3
Média Median
a
Moda Variânci
a
Desvio
Padrão
Macarrão
Adria
R$ 1,79 R$ 1,79 R$ 1,99 R$ 1,86 R$ 1,79 R$ 1,79 1% 12%
Arroz Tio
João 5Kg
R$ 9,35 R$ 8,99 R$ 8,99 R$ 9,11 R$ 8,99 R$ 8,99 4% 21%
Açúcar
União 1Kg
R$ 2,16 R$ 2,15 R$ 2,16 R$ 2,16 R$ 2,16 R$ 2,16 0% 1%
Eletrônicos:
Eletrônicos
Semana
1
Semana
2
Semana
3
Media Median
a
Moda Variânci
a
Desvio
Padrão
Liquidificador R$
85,63
R$
86,50
R$
85,63
R$
85,92
R$85,63 R$
85,63
25% 50%
Ferro de
Passar
R$
52,50
R$
53,90
R$
52,50
R$
52,97
R$
52,50
R$
52,50
65% 81%
SUPERMERCADO MERCADORAMA
Alimentícios:
Aliment
ícios
Semana
1
Semana
2
Semana
3
Media Median
a
Moda Variânci
a
Desvio
Padrão
Macarr
ão Adria
R$ 1,90 R$ 1,90 R$ 2,10 R$ 1,97 R$ 1,90 R$ 1,90 1% 12%
Arroz
Tio João
5Kg
R$ 7,99 R$ 8,50 R$ 7,99 R$ 8,16 R$ 7,99 R$ 7,99 9% 29%
Açúcar
União
1Kg
R$ 2,16 R$ 1,99 R$ 1,99 R$ 2,05 R$ 1,99 R$ 1,99 1% 10%
Eletrônicos:
VAREJO
- O varejo contempla uma Media de vendas entre os produtos dos dois mercados.
TABELAS
Alimentícios
Eletrônicos Semana
1
Semana
2
Semana
3
Media Median
a
Moda Variânci
a
Desvio
Padrão
Liquidificad
or
R$
92,55
R$
92,55
R$
90,90
R$
92,00
R$
92,55
R$
92,55
91% 95%
Ferro de
Passar
R$
59,90
R$
60,50
R$
59,90
R$
60,10
R$
59,90
R$
59,90
12% 35%
Alimentícios Semana
1
Semana
2
Semana
3
Media Median
a
Moda Variânci
a
Desvio
Padrão
Macarrão Adria R$ 1,85 R$ 1,85 R$ 2,05 R$ 1,91 R$ 1,85 R$ 1,90 1% 12%
Arroz Tio João
5Kg
R$ 8,67 R$ 8,75 R$ 8,49 R$ 8,64 R$ 8,67 R$ 7,99 2% 13%
Açúcar União
1Kg
R$ 2,16 R$ 2,07 R$ 2,08 R$ 2,10 R$ 2,08 R$ 1,99 0% 5%
Eletrônicos
Eletrônicos Semana 1 Semana
2
Semana
3
Media Median
a
Moda Variânci
a
Desvio
Padrão
Liquidificador R$ 89,09 R$
89,53
R$
88,27
R$
88,96
R$
89,09
R$
92,55
41% 64%
Ferro de
Passar
R$ 56,20 R$
57,20
R$
56,20
R$
56,53
R$
56,20
R$
59,90
33% 58%
Comparação entre a media de vendas dos mercados acima, com Varejo:
Alimentício:
Alimentícios Extra Mercadorama Mercado
Macarrão Adria R$ 1,86 R$ 1,97 R$ 1,91
Arroz Tio João
5Kg
R$ 9,11 R$ 8,16 R$ 8,64
Açúcar União
1Kg
R$ 2,16 R$ 2,05 R$ 2,10
Eletrônicos:
Eletrônicos Extra Mercadorama Mercado
Liquidificador R$85,92 R$ 92,00 R$ 88,96
Ferro de
Passar
R$ 52,97 R$ 60,10 R$ 56,53
CONCLUSÃO
Podemos concluir com o desenvolvimento do trabalho que a estatística esta em todos os lugares e
em nosso dia a dia, muitas vezes nem paramos para perceber, que até mesmo no simples ato de
comprar pão, de ir ao supermercado de abastecer o carro, usar eletrodomésticos e esses eventos do
cotidiano nos deparamos com dados estatísticos e matemáticos. Em analise e pesquisa aos
supermercados podemos perceber o variação no preço dos produtos pesquisados alguns para maior,
que é o que geralmente ocorre, mas também para preços menores como foi o caso do Arroz Tio João
5kg no supermercado Extra onde na primeira semana o arroz custava R$ 9,35 e semana seguinte o
mesmo arroz estava custando R$ 8,99.
Essas variações se dão pela alta da inflação, que reflete diretamente nos produtos finais, para
consumidor final.
Há também uma variação de preços se os produtos forem vendidos em varejo que é para pessoas
físicas que compram em menor quantidade, com isso geralmente os produtos ficam mais caros,
porque quando comprados em grandes quantidades o consumidor pode brigar por uma redução no
preço, como demonstrado nos gráficos.
Hoje a medida de tendência central mais usada e comum no dia a dia é a media, pois seu calculo é
simples e o resultado se obtém rapidamente.
REFERENCIA BIBLIOGRAFICA
- Material do Sia e conteúdo do professor.
ANEXO
ETAPA I - Exercícios Propostos e suas resoluções de Análise Estatística
1 - Defina o que é administração?
Administração é a tomada de decisão sobre recursos disponíveis, trabalhando com objetivosbem
definidos.
2 - Qual é a origem do termo estatística?
Origem do termo – latim – STATUS. Antigamente – era o governo o único capaz de levantar
estatísticas. O termo estatística surge da expressão em latim statisticum collegium (assuntos do
Estado), de onde surgiu a palavra em língua italiana statista, que significa "homem de estado". E a
palavra alemã Statistik, designando a análise de dados sobre o Estado. A palavra foi proposta pela
primeira vez no século XVII, em latim, por Schmeitzel na Universidade de Jena e adotada pelo
acadêmico alemão Godofredo Achenwall.
3 - Por que a estatística é importante?
A Estatística é importante, pois é a chave nos negócios e na industrialização como um todo. È
importante na tomada de decisão baseada em dados, nas ciências naturais, sociais e na
administração publica e privada. Sendo utilizada para entender variáveis, controlar processos, custos
financeiros e processos de qualidade.
4 - Diferencie população e amostra?
Amostra é um subconjunto finito de uma população. Redução da população à dimensões menores
sem perda das características essenciais. População ou universo é o todo do estudo.
5 - Por que é mais barato coletar dados através de amostras?
É mais barato, porque há uma aceleração no processo de levantamento de informações. E a
informação tende a ser mais apurada, já que uma quantidade menor de elementos é mais fácil para
ser analisada .
6 - Elabore um exemplo de população e de amostra (com aplicação na administração)
População = Conjunto de todas as cidades do Brasil.
Amostras = Conjunto das cidades da sul, Conjunto das cidades sudeste;
7 - Quais são os requisitos de uma amostra?
Os requisitossão:
Determinar a população a ser amostrada
Escolher o tipo de amostra
Decidir sobre o tamanho da amostra
8 - Como as amostras podem ser classificadas quanto ao seu número de constituintes?
Podem ser classificadas em qualitativas e quantitativas.
9 - Cite quais são as áreas da estatística?
As áreas são: Amostragem, Estática descritiva e Estatística Inferencial.
10 - Explique cada uma das áreas da estatística?
Estatística indutiva (inferência estatística) - são os métodos e ferramentais estatísticos utilizados para
que com parte de dados (amostras), para chegar aos resultados o mais próximo possível da realidade
da população;
Estatística Descritiva – procura somente descrever e avaliar certo grupo, sem tirar quaisquer
conclusões ou inferências sobre um grupo maior, dois métodos que podem ser usados para
representação dos dados, os métodos gráficos e numéricos. Amostragem - é a analise e coleta dos
dados encontrados de parte da população;
11 - Por que a pesquisa mercadológica é importante para uma organização?
Porque através da correta aplicação dos resultados obtidos, pode-se conhecer as necessidades dos
clientes. E isso é uma questão imprescindível para desenvolver a capacidade produtiva, ampliar o
mercado e a lucratividade.
12 - Por que uma amostra deve ser representativa da população?
Para que não aconteçam distorções e inverdades nos resultados dos estudos, ou dados errados sobre
a população, devera então escolher o melhor tipo de divisão da amostra (ou amostragem
sistemática, ou amostragem por conglomerados, amostragem simples, entre outros). Uma amostra
para ser boa tem que ser representativa, ou seja, deve conter em proporção tudo o que a população
possui.
13 - Qual é a medida de tendência central mais apropriada para dados nominais?
A medida mais apropriada é a moda.
14 - Quais são as medidas de tendência central que podem ser empregadas em dados ordinais? E
para os dados numéricos?
Podem ser utilizados a média, moda e mediana. A homogeneidade dos dados que indicara qual é a
mais adequada.
15- Tomando-se os pedidos de combustível dos postos de uma certa região (20 postos) obteve-se
os seguintes valores (em 1000 litros): 20, 20, 21, 21, 21, 21, 22, 22, 22, 22, 22, 22, 23, 23, 23, 23, 23,
24, 24, 26. Monte a distribuição de frequência e calcule a média, a moda e a mediana.
Xi Fi Fac Xi*fi
20 2 2 40
21 4 6 84
22 6 12 132
23 5 17 115
24 2 19 48
26 1 20 26
SOMA 20
|N = 20 |
|MÉDIA = 445/20 = 22,25 |
Moda = 22
Mediana =22
16 - Dados os faturamentos mensais das seguintes filiais de uma grande empresa (em milhares de
Reais)
Filial A – 20 21 21 22 22 23 23 24
Filial B – 16 18 20 22 22 24 26 28
Filial C – 15 22 23 25 23 24 24 23
Calcule o faturamento médio de cada Filial:
Filial A= 22 (20+21+21+22+22+23+23+24) / 8 = 22
Filial B= 22 (16+18+20+22+22+24+26+28) / 8 = 22
Filial C= 22,37 (15+22+23+25+23+24+24+23) / 8 = 22,37
Calcule o faturamento médio global (3 filiais):
MÉDIA = (22+22+22,37) / 3 = 22,13
Calcule a moda e a mediana para cada filial:
Moda:
Filial A= 21,22 e 23 (Trimodal)
Filial B= 22 (Modal)
Filial C= 23 (Modal)
Mediana:
Filial A= 22 - 8 elementos (22+22)/2 = 22
Filial B= 22 - 8 elementos(22+22)/2 = 22
Filial C= 23 - 8 elementos (23+23)/2 = 23
17 - Elabore a disposição em rol e calcule: a média, a moda, a mediana, o desvio padrão e o
coeficiente de variação da seguinte amostra de dados:
( 4 8 7 5 3 3 1 9 2 4 )
ROL = ( 1 2 3 3 4 4 5 7 8 9 )
Xi (xi – x)2
1 12,96
2 6,76
3 2,56
3 2,56
4 0,36
4 0,36
5 0,16
7 5,76
8 11,56
9 19,36
46 62,40
Soma = N = 46
Média = 4,6
Moda = 3 e 4
Mediana = 4
Variância = 6,24
Desvio padrão = [pic]=2,50
Coeficiente de Variação = 0,54
18 - Classifique o coeficiente de variação do exercício anterior e conclua se os
dados são homogêneos ou heterogêneos?
CV = Desvio Padrão / Média
CV = 2,50 / 4,6 = 0,543478
CV = 54,35 % - Heterogêneo.
19- Uma máquina industrial (A) produziu 21 peças com os seguintes pesos: 100g;
101g; 99g; 98g; 101g; 102g; 100g; 97g; 100g; 100g; 101g; 100g; 100g; 101g; 102g;
98g; 103g; 100g; 102g; 99g; 100g;
Calcule o peso médio das peças produzidas, o desvio padrão e o coeficiente de variação:
Xi (xi-x)2
97 10,17914
98 4,798186
98 4,798186
99 1,417234
99 1,417234
100 0,036281
100 0,036281
100 0,036281
100 0,036281
100 0,036281
100 0,036281
100 0,036281
101 0,655329
101 0,655329
101 0,655329
101 0,655329
102 3,274376
102 3,274376
102 3,274376
103 7,893424
2104 43,23810
|N |21 |21 |
|Média/Variância |100,1905 |2,058957 |
Peso médio = 100,19
Variância = 2,06
Desvio padrão = [pic]= 1,44
Coeficiente de variação = 1,44 / 100,19 = 0,014 = 1,4%
20 - Outra máquina industrial (B) que produz o mesmo tipo de peças das do
exercício anterior apresentou média = 100,8g e desvio padrão = 1,2g. Pergunta-se:
Qual das duas máquinas produz peças mais homogêneas?
Máquina A CV = 1,44 / 100,19 = 0,014 = 1,4%
Máquina B CV = 1,2 / 100,80 = 0,011 = 1,1 %
A máquina B produz peças mais homogêneas.
21 - Desenhe a curva normal no diagrama cartesiano indicando a localização da média.
22 - Sabendo-se que a média é 170g e o desvio padrão é 10g, encontre os valores
padronizados (Z) para os seguintes valores de x (adote a distribuição normal):
a) x = 190g - (170 � 190)/ 10 = -2
b) x = 185g - (170 � 185)/ 10 = -1,5
c) x = 170g - (170 � 170)/ 10 = 0
d) x = 165g - (170 � 165)/ 10 = 0,5

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

LIBRAS Calendario
LIBRAS CalendarioLIBRAS Calendario
LIBRAS Calendario
Manaceias Martins dos Santos
 
Judaísmo - EREM
Judaísmo - EREMJudaísmo - EREM
Judaísmo - EREM
Nayra Benvenuto
 
Capa resenha
Capa resenhaCapa resenha
Capa resenha
Antonio Paulo
 
Gabarito instrutor de libras
Gabarito   instrutor de librasGabarito   instrutor de libras
Gabarito instrutor de libras
secseduc
 
Sistema solar em libras
Sistema solar em librasSistema solar em libras
Sistema solar em libras
DharaAvelino1
 
7 exemplo-3-de-relatorio-de-estagio
7 exemplo-3-de-relatorio-de-estagio7 exemplo-3-de-relatorio-de-estagio
7 exemplo-3-de-relatorio-de-estagio
Uelque Aguiar
 
Relatório de Regências Ensino Fundamental
Relatório de Regências Ensino Fundamental Relatório de Regências Ensino Fundamental
Relatório de Regências Ensino Fundamental
URCA - Universidade Regional do Cariri
 
Tcc completo e A INCLUSÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHOrev...
Tcc completo e A INCLUSÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHOrev...Tcc completo e A INCLUSÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHOrev...
Tcc completo e A INCLUSÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHOrev...
GlauciaAS
 
Oficio modelo convite
Oficio modelo   conviteOficio modelo   convite
Oficio modelo convite
Josete Sampaio
 
modelo plano de aula
  modelo plano de aula   modelo plano de aula
modelo plano de aula
wanessa wieser
 
Relatorio de estágio do ensino médio
Relatorio de estágio do ensino médio Relatorio de estágio do ensino médio
Relatorio de estágio do ensino médio
Giselle Coutinho
 
Modelo trabalho Acadêmico Estácio de Sá
Modelo trabalho Acadêmico Estácio de SáModelo trabalho Acadêmico Estácio de Sá
Modelo trabalho Acadêmico Estácio de Sá
Rogerio Sena
 
Projeto Permanente de Extensão em Pdf
Projeto Permanente de Extensão em PdfProjeto Permanente de Extensão em Pdf
Projeto Permanente de Extensão em Pdf
GPSPSM
 
Relatório definitivo da polícia civil sobre o incêndio na boate kiss, em sant...
Relatório definitivo da polícia civil sobre o incêndio na boate kiss, em sant...Relatório definitivo da polícia civil sobre o incêndio na boate kiss, em sant...
Relatório definitivo da polícia civil sobre o incêndio na boate kiss, em sant...
José Ripardo
 
Modelo projeto-mestrado
Modelo projeto-mestradoModelo projeto-mestrado
Modelo projeto-mestrado
pery-ap
 
Modelo portfolio uninter
Modelo portfolio uninterModelo portfolio uninter
Modelo portfolio uninter
Rogerio Sena
 
Certificado de Palestrante
Certificado de PalestranteCertificado de Palestrante
Certificado de Palestrante
ElvisSantos65
 
Plano de aula o escravo negro no brasil colonia - tráfico e cotidiano
Plano de aula   o escravo negro no brasil colonia - tráfico e cotidianoPlano de aula   o escravo negro no brasil colonia - tráfico e cotidiano
Plano de aula o escravo negro no brasil colonia - tráfico e cotidiano
PIBID - Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência
 
Modelo de Como preencher a Plataforma Brasil
Modelo de Como preencher a Plataforma BrasilModelo de Como preencher a Plataforma Brasil
Modelo de Como preencher a Plataforma Brasil
Zara Hoffmann
 
Exemplo de um artigo cientifico ( modelo paper)
Exemplo de um artigo cientifico ( modelo paper)Exemplo de um artigo cientifico ( modelo paper)
Exemplo de um artigo cientifico ( modelo paper)
Cleidilene Lima
 

Mais procurados (20)

LIBRAS Calendario
LIBRAS CalendarioLIBRAS Calendario
LIBRAS Calendario
 
Judaísmo - EREM
Judaísmo - EREMJudaísmo - EREM
Judaísmo - EREM
 
Capa resenha
Capa resenhaCapa resenha
Capa resenha
 
Gabarito instrutor de libras
Gabarito   instrutor de librasGabarito   instrutor de libras
Gabarito instrutor de libras
 
Sistema solar em libras
Sistema solar em librasSistema solar em libras
Sistema solar em libras
 
7 exemplo-3-de-relatorio-de-estagio
7 exemplo-3-de-relatorio-de-estagio7 exemplo-3-de-relatorio-de-estagio
7 exemplo-3-de-relatorio-de-estagio
 
Relatório de Regências Ensino Fundamental
Relatório de Regências Ensino Fundamental Relatório de Regências Ensino Fundamental
Relatório de Regências Ensino Fundamental
 
Tcc completo e A INCLUSÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHOrev...
Tcc completo e A INCLUSÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHOrev...Tcc completo e A INCLUSÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHOrev...
Tcc completo e A INCLUSÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHOrev...
 
Oficio modelo convite
Oficio modelo   conviteOficio modelo   convite
Oficio modelo convite
 
modelo plano de aula
  modelo plano de aula   modelo plano de aula
modelo plano de aula
 
Relatorio de estágio do ensino médio
Relatorio de estágio do ensino médio Relatorio de estágio do ensino médio
Relatorio de estágio do ensino médio
 
Modelo trabalho Acadêmico Estácio de Sá
Modelo trabalho Acadêmico Estácio de SáModelo trabalho Acadêmico Estácio de Sá
Modelo trabalho Acadêmico Estácio de Sá
 
Projeto Permanente de Extensão em Pdf
Projeto Permanente de Extensão em PdfProjeto Permanente de Extensão em Pdf
Projeto Permanente de Extensão em Pdf
 
Relatório definitivo da polícia civil sobre o incêndio na boate kiss, em sant...
Relatório definitivo da polícia civil sobre o incêndio na boate kiss, em sant...Relatório definitivo da polícia civil sobre o incêndio na boate kiss, em sant...
Relatório definitivo da polícia civil sobre o incêndio na boate kiss, em sant...
 
Modelo projeto-mestrado
Modelo projeto-mestradoModelo projeto-mestrado
Modelo projeto-mestrado
 
Modelo portfolio uninter
Modelo portfolio uninterModelo portfolio uninter
Modelo portfolio uninter
 
Certificado de Palestrante
Certificado de PalestranteCertificado de Palestrante
Certificado de Palestrante
 
Plano de aula o escravo negro no brasil colonia - tráfico e cotidiano
Plano de aula   o escravo negro no brasil colonia - tráfico e cotidianoPlano de aula   o escravo negro no brasil colonia - tráfico e cotidiano
Plano de aula o escravo negro no brasil colonia - tráfico e cotidiano
 
Modelo de Como preencher a Plataforma Brasil
Modelo de Como preencher a Plataforma BrasilModelo de Como preencher a Plataforma Brasil
Modelo de Como preencher a Plataforma Brasil
 
Exemplo de um artigo cientifico ( modelo paper)
Exemplo de um artigo cientifico ( modelo paper)Exemplo de um artigo cientifico ( modelo paper)
Exemplo de um artigo cientifico ( modelo paper)
 

Semelhante a Atividade estruturada Universidade Estácio de Sá

Atps estatatistica
Atps estatatisticaAtps estatatistica
Atps estatatistica
TalineKarnopp
 
Trabalho de estatística
Trabalho de estatísticaTrabalho de estatística
Trabalho de estatística
1721lab
 
Atps estatistica
Atps estatisticaAtps estatistica
Atps estatistica
Anny Recalde
 
Atps contabilidade de custo finalizada
Atps contabilidade de custo finalizadaAtps contabilidade de custo finalizada
Atps contabilidade de custo finalizada
Neiry Barboza
 
Atps estatistica 2
Atps estatistica 2Atps estatistica 2
Atps estatistica 2
Marco Antonio Rosa
 
Introdução à estatística 01 alunos
Introdução à estatística 01 alunosIntrodução à estatística 01 alunos
Introdução à estatística 01 alunos
Cézar Guerra
 
Apostila de pesquisa operacional
Apostila de pesquisa operacionalApostila de pesquisa operacional
Apostila de pesquisa operacional
Felipe Lazari
 
Respostas Mankiw - Capítulo 24 (superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 24 (superior)Respostas Mankiw - Capítulo 24 (superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 24 (superior)
Luciano Pires
 
Projeção Da Empresa
Projeção Da EmpresaProjeção Da Empresa
Projeção Da Empresa
guest7f39eb9
 
Atps de direito empresarial e tributario pronta
Atps de direito empresarial e tributario prontaAtps de direito empresarial e tributario pronta
Atps de direito empresarial e tributario pronta
André Braga Barros
 
Atps estatistica
Atps estatisticaAtps estatistica
Atps estatistica
Luana Queiroz
 
Estatistica descritiva i
Estatistica descritiva iEstatistica descritiva i
Estatistica descritiva i
simuladocontabil
 
RESUMO - GEOMARKETING - Estudo de Caso
RESUMO - GEOMARKETING - Estudo de CasoRESUMO - GEOMARKETING - Estudo de Caso
RESUMO - GEOMARKETING - Estudo de Caso
Igor Alves
 
Apresentação Institucional - Setembro 2009
Apresentação Institucional - Setembro 2009Apresentação Institucional - Setembro 2009
Apresentação Institucional - Setembro 2009
generalshoppingriweb
 
Sebrae politicas publicas apoio para micro e pequenas empresas
Sebrae politicas publicas apoio para micro e pequenas empresasSebrae politicas publicas apoio para micro e pequenas empresas
Sebrae politicas publicas apoio para micro e pequenas empresas
Albani de Aquino
 
Conferência E-Commerce Brasil NORDESTE 2016 - Comércio eletrônico: vendas e p...
Conferência E-Commerce Brasil NORDESTE 2016 - Comércio eletrônico: vendas e p...Conferência E-Commerce Brasil NORDESTE 2016 - Comércio eletrônico: vendas e p...
Conferência E-Commerce Brasil NORDESTE 2016 - Comércio eletrônico: vendas e p...
E-Commerce Brasil
 
Apostila de estatística
Apostila de  estatística Apostila de  estatística
Apostila de estatística
Cidinha Santos
 
Gestão Comercial no Setor da Ótica Ocular
Gestão Comercial no Setor da Ótica OcularGestão Comercial no Setor da Ótica Ocular
Gestão Comercial no Setor da Ótica Ocular
Bruno Pinto
 
Plano de Projecto de Investimento
Plano de Projecto de InvestimentoPlano de Projecto de Investimento
Plano de Projecto de Investimento
Wadiley Nascimento
 
Apostila de estatística descritiva
Apostila de estatística descritivaApostila de estatística descritiva
Apostila de estatística descritiva
Fabiano Oliveira
 

Semelhante a Atividade estruturada Universidade Estácio de Sá (20)

Atps estatatistica
Atps estatatisticaAtps estatatistica
Atps estatatistica
 
Trabalho de estatística
Trabalho de estatísticaTrabalho de estatística
Trabalho de estatística
 
Atps estatistica
Atps estatisticaAtps estatistica
Atps estatistica
 
Atps contabilidade de custo finalizada
Atps contabilidade de custo finalizadaAtps contabilidade de custo finalizada
Atps contabilidade de custo finalizada
 
Atps estatistica 2
Atps estatistica 2Atps estatistica 2
Atps estatistica 2
 
Introdução à estatística 01 alunos
Introdução à estatística 01 alunosIntrodução à estatística 01 alunos
Introdução à estatística 01 alunos
 
Apostila de pesquisa operacional
Apostila de pesquisa operacionalApostila de pesquisa operacional
Apostila de pesquisa operacional
 
Respostas Mankiw - Capítulo 24 (superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 24 (superior)Respostas Mankiw - Capítulo 24 (superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 24 (superior)
 
Projeção Da Empresa
Projeção Da EmpresaProjeção Da Empresa
Projeção Da Empresa
 
Atps de direito empresarial e tributario pronta
Atps de direito empresarial e tributario prontaAtps de direito empresarial e tributario pronta
Atps de direito empresarial e tributario pronta
 
Atps estatistica
Atps estatisticaAtps estatistica
Atps estatistica
 
Estatistica descritiva i
Estatistica descritiva iEstatistica descritiva i
Estatistica descritiva i
 
RESUMO - GEOMARKETING - Estudo de Caso
RESUMO - GEOMARKETING - Estudo de CasoRESUMO - GEOMARKETING - Estudo de Caso
RESUMO - GEOMARKETING - Estudo de Caso
 
Apresentação Institucional - Setembro 2009
Apresentação Institucional - Setembro 2009Apresentação Institucional - Setembro 2009
Apresentação Institucional - Setembro 2009
 
Sebrae politicas publicas apoio para micro e pequenas empresas
Sebrae politicas publicas apoio para micro e pequenas empresasSebrae politicas publicas apoio para micro e pequenas empresas
Sebrae politicas publicas apoio para micro e pequenas empresas
 
Conferência E-Commerce Brasil NORDESTE 2016 - Comércio eletrônico: vendas e p...
Conferência E-Commerce Brasil NORDESTE 2016 - Comércio eletrônico: vendas e p...Conferência E-Commerce Brasil NORDESTE 2016 - Comércio eletrônico: vendas e p...
Conferência E-Commerce Brasil NORDESTE 2016 - Comércio eletrônico: vendas e p...
 
Apostila de estatística
Apostila de  estatística Apostila de  estatística
Apostila de estatística
 
Gestão Comercial no Setor da Ótica Ocular
Gestão Comercial no Setor da Ótica OcularGestão Comercial no Setor da Ótica Ocular
Gestão Comercial no Setor da Ótica Ocular
 
Plano de Projecto de Investimento
Plano de Projecto de InvestimentoPlano de Projecto de Investimento
Plano de Projecto de Investimento
 
Apostila de estatística descritiva
Apostila de estatística descritivaApostila de estatística descritiva
Apostila de estatística descritiva
 

Mais de Esdras Arthur Lopes Pessoa

Novo código de processo civil rompe resistências de juízes à conciliação po...
Novo código de processo civil rompe resistências de juízes à conciliação   po...Novo código de processo civil rompe resistências de juízes à conciliação   po...
Novo código de processo civil rompe resistências de juízes à conciliação po...
Esdras Arthur Lopes Pessoa
 
Con jur tj-sp quer dobrar orçamento para r$ 22 bi e remunerar conciliador
Con jur   tj-sp quer dobrar orçamento para r$ 22 bi e remunerar conciliadorCon jur   tj-sp quer dobrar orçamento para r$ 22 bi e remunerar conciliador
Con jur tj-sp quer dobrar orçamento para r$ 22 bi e remunerar conciliador
Esdras Arthur Lopes Pessoa
 
REVISÃO CIVIL AV2
REVISÃO CIVIL AV2REVISÃO CIVIL AV2
REVISÃO CIVIL AV2
Esdras Arthur Lopes Pessoa
 
SOCIDIVAPLU - A REVANCHE
SOCIDIVAPLU - A REVANCHESOCIDIVAPLU - A REVANCHE
SOCIDIVAPLU - A REVANCHE
Esdras Arthur Lopes Pessoa
 
Coletanea aulas_etica_profissional_exame_xxiii_ano_2017
Coletanea aulas_etica_profissional_exame_xxiii_ano_2017Coletanea aulas_etica_profissional_exame_xxiii_ano_2017
Coletanea aulas_etica_profissional_exame_xxiii_ano_2017
Esdras Arthur Lopes Pessoa
 
Caderno de questσes oab tributário
Caderno de questσes oab tributárioCaderno de questσes oab tributário
Caderno de questσes oab tributário
Esdras Arthur Lopes Pessoa
 
Caderno de questσes oab trabalho
Caderno de questσes oab trabalhoCaderno de questσes oab trabalho
Caderno de questσes oab trabalho
Esdras Arthur Lopes Pessoa
 
Caderno de questσes oab processo penal
Caderno de questσes oab processo penalCaderno de questσes oab processo penal
Caderno de questσes oab processo penal
Esdras Arthur Lopes Pessoa
 
Caderno de questσes oab civil
Caderno de questσes oab civilCaderno de questσes oab civil
Caderno de questσes oab civil
Esdras Arthur Lopes Pessoa
 
Atos administrativos
Atos administrativosAtos administrativos
Atos administrativos
Esdras Arthur Lopes Pessoa
 
Adm simulado i ii e iii
Adm simulado i ii e iiiAdm simulado i ii e iii
Adm simulado i ii e iii
Esdras Arthur Lopes Pessoa
 
20 fichas de Direito Administrativo
20 fichas  de Direito  Administrativo20 fichas  de Direito  Administrativo
20 fichas de Direito Administrativo
Esdras Arthur Lopes Pessoa
 
Carta testemunhc3a1vel-e-agravo-regimental-aula-05
Carta testemunhc3a1vel-e-agravo-regimental-aula-05Carta testemunhc3a1vel-e-agravo-regimental-aula-05
Carta testemunhc3a1vel-e-agravo-regimental-aula-05
Esdras Arthur Lopes Pessoa
 
Aula 12 prisões
Aula 12   prisõesAula 12   prisões
Aula 12 prisões
Esdras Arthur Lopes Pessoa
 
Aula 12 parte ii - prisões
Aula 12   parte ii - prisõesAula 12   parte ii - prisões
Aula 12 parte ii - prisões
Esdras Arthur Lopes Pessoa
 
Aula 11 parte 1 - prisões
Aula 11   parte 1 - prisõesAula 11   parte 1 - prisões
Aula 11 parte 1 - prisões
Esdras Arthur Lopes Pessoa
 
Aula 09 e aula 10 provas em espécie
Aula 09 e aula 10   provas em espécieAula 09 e aula 10   provas em espécie
Aula 09 e aula 10 provas em espécie
Esdras Arthur Lopes Pessoa
 
Apelação aula 12- 2015 enunciado e peça
Apelação   aula 12- 2015  enunciado e peçaApelação   aula 12- 2015  enunciado e peça
Apelação aula 12- 2015 enunciado e peça
Esdras Arthur Lopes Pessoa
 
200 dicas de processo penal oab Flávio Martins
200 dicas de processo penal oab   Flávio Martins200 dicas de processo penal oab   Flávio Martins
200 dicas de processo penal oab Flávio Martins
Esdras Arthur Lopes Pessoa
 
Teoria Geral dos Recursos Processo Penal
Teoria Geral dos Recursos Processo Penal Teoria Geral dos Recursos Processo Penal
Teoria Geral dos Recursos Processo Penal
Esdras Arthur Lopes Pessoa
 

Mais de Esdras Arthur Lopes Pessoa (20)

Novo código de processo civil rompe resistências de juízes à conciliação po...
Novo código de processo civil rompe resistências de juízes à conciliação   po...Novo código de processo civil rompe resistências de juízes à conciliação   po...
Novo código de processo civil rompe resistências de juízes à conciliação po...
 
Con jur tj-sp quer dobrar orçamento para r$ 22 bi e remunerar conciliador
Con jur   tj-sp quer dobrar orçamento para r$ 22 bi e remunerar conciliadorCon jur   tj-sp quer dobrar orçamento para r$ 22 bi e remunerar conciliador
Con jur tj-sp quer dobrar orçamento para r$ 22 bi e remunerar conciliador
 
REVISÃO CIVIL AV2
REVISÃO CIVIL AV2REVISÃO CIVIL AV2
REVISÃO CIVIL AV2
 
SOCIDIVAPLU - A REVANCHE
SOCIDIVAPLU - A REVANCHESOCIDIVAPLU - A REVANCHE
SOCIDIVAPLU - A REVANCHE
 
Coletanea aulas_etica_profissional_exame_xxiii_ano_2017
Coletanea aulas_etica_profissional_exame_xxiii_ano_2017Coletanea aulas_etica_profissional_exame_xxiii_ano_2017
Coletanea aulas_etica_profissional_exame_xxiii_ano_2017
 
Caderno de questσes oab tributário
Caderno de questσes oab tributárioCaderno de questσes oab tributário
Caderno de questσes oab tributário
 
Caderno de questσes oab trabalho
Caderno de questσes oab trabalhoCaderno de questσes oab trabalho
Caderno de questσes oab trabalho
 
Caderno de questσes oab processo penal
Caderno de questσes oab processo penalCaderno de questσes oab processo penal
Caderno de questσes oab processo penal
 
Caderno de questσes oab civil
Caderno de questσes oab civilCaderno de questσes oab civil
Caderno de questσes oab civil
 
Atos administrativos
Atos administrativosAtos administrativos
Atos administrativos
 
Adm simulado i ii e iii
Adm simulado i ii e iiiAdm simulado i ii e iii
Adm simulado i ii e iii
 
20 fichas de Direito Administrativo
20 fichas  de Direito  Administrativo20 fichas  de Direito  Administrativo
20 fichas de Direito Administrativo
 
Carta testemunhc3a1vel-e-agravo-regimental-aula-05
Carta testemunhc3a1vel-e-agravo-regimental-aula-05Carta testemunhc3a1vel-e-agravo-regimental-aula-05
Carta testemunhc3a1vel-e-agravo-regimental-aula-05
 
Aula 12 prisões
Aula 12   prisõesAula 12   prisões
Aula 12 prisões
 
Aula 12 parte ii - prisões
Aula 12   parte ii - prisõesAula 12   parte ii - prisões
Aula 12 parte ii - prisões
 
Aula 11 parte 1 - prisões
Aula 11   parte 1 - prisõesAula 11   parte 1 - prisões
Aula 11 parte 1 - prisões
 
Aula 09 e aula 10 provas em espécie
Aula 09 e aula 10   provas em espécieAula 09 e aula 10   provas em espécie
Aula 09 e aula 10 provas em espécie
 
Apelação aula 12- 2015 enunciado e peça
Apelação   aula 12- 2015  enunciado e peçaApelação   aula 12- 2015  enunciado e peça
Apelação aula 12- 2015 enunciado e peça
 
200 dicas de processo penal oab Flávio Martins
200 dicas de processo penal oab   Flávio Martins200 dicas de processo penal oab   Flávio Martins
200 dicas de processo penal oab Flávio Martins
 
Teoria Geral dos Recursos Processo Penal
Teoria Geral dos Recursos Processo Penal Teoria Geral dos Recursos Processo Penal
Teoria Geral dos Recursos Processo Penal
 

Atividade estruturada Universidade Estácio de Sá

  • 1. UNIVERSIDADEESTACIODE SÁ CURSO DE ADMINISTRAÇÃODE EMPRESAS ANÁLISEESTATISTICA PESQUISA DE CAMPO Por CampusNiterói –RJ Novembro –2013
  • 2. UNIVERSIDADE ESTACIO DE SÁ CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS ANÁLISE ESTATISTICA PESQUISA DE CAMPO Por Professor: Trabalho apresentado à Universidade Estácio de Sá como requisito parcial do grau de avaliação AV- 2 para a disciplina Análise Estatística, curso de Administração de Empresas, campus Niterói. Niterói – RJ Novembro – 2013
  • 3. SUMÁRIO INTRODUÇÃO...............................................................................................................04 1. ETAPA III - PESQUISA DE CAMPO............................................................................04 CONCLUSÃO.................................................................................................................08 REFERENCIA BIBLIOGRAFICA.........................................................................................09 ANEXO – ETAPA I: Exercícios Propostos e suas resoluções de Análise Estatística...........10
  • 4. INTRODUÇÃO A Atividade estruturada desenvolvida trata-se de pesquisa e breve análise estatística de preços. Foram pesquisados alguns itens e desenvolveram-se comparativos dos mesmos. Demonstraremos uma pesquisa de preços feita em dois supermercados denominados Extra e Mercadorama. Ao longo de 03 semanas foram pesquisados preços de 04 itens, os quais foram feitos uma breve análise estatística no qual apresentam os resultados de média, moda, variância e desvio padrão. Os resultados apresentados nos permite verificar as diferenças de preços para efetuarmos os comparativos dos itens pesquisados. Desta forma, consegue-se analisar claramente o preço mais atrativo e o supermercado que possui mais variações ao longo das 03 semanas pesquisadas. 1. ETAPA III - PESQUISA DE CAMPO - Metodologia Foram pesquisados ao longo de 03 semanas entre os dias 18 de maio de 2013 ao 08 de junho de 2013 o preço de produtos do Setor alimentício e setor de eletrônicos de dois supermercados: O Supermercado Extra , situado na Avenida Pres. Kennedy, 1000 - Rebouças, Curitiba - PR, Tel: (041) 3525-3600 e o Mercadorama, situado na Rua Ana Berta Roskamp 10 - Jardim das Américas , Curitiba – PR, Tel: (041) 3901-3855; Os produtos pesquisados no Supermercado Extra foram: Setor Alimentício: - Macarrão Adria 500gr; - Arroz Tio João tipo1 5kg; - Açúcar Refinado União 1kg; Setor de Eletrônicos (Energia): - Liquidificador Black e Decker IB900 3 vl.; - Ferro de Passar Automático Black e Decker Seco.
  • 5. Os produtos pesquisados no Mercadorama foram: Setor Alimentício: • Macarrão Adria 500gr; • Arroz Tio João tipo1 5kg; • Açúcar Refinado União 1kg. Setor de Eletrônicos (Energia) • Liquidificador Black e Decker IB900 3 vl. • Ferro de Passar Automático Black e Deck Sec TABELAS SUPERMERCADO EXTRA Alimentícios: Alimentos Semana 1 Semana 2 Semana 3 Média Median a Moda Variânci a Desvio Padrão Macarrão Adria R$ 1,79 R$ 1,79 R$ 1,99 R$ 1,86 R$ 1,79 R$ 1,79 1% 12% Arroz Tio João 5Kg R$ 9,35 R$ 8,99 R$ 8,99 R$ 9,11 R$ 8,99 R$ 8,99 4% 21% Açúcar União 1Kg R$ 2,16 R$ 2,15 R$ 2,16 R$ 2,16 R$ 2,16 R$ 2,16 0% 1% Eletrônicos: Eletrônicos Semana 1 Semana 2 Semana 3 Media Median a Moda Variânci a Desvio Padrão Liquidificador R$ 85,63 R$ 86,50 R$ 85,63 R$ 85,92 R$85,63 R$ 85,63 25% 50% Ferro de Passar R$ 52,50 R$ 53,90 R$ 52,50 R$ 52,97 R$ 52,50 R$ 52,50 65% 81%
  • 6. SUPERMERCADO MERCADORAMA Alimentícios: Aliment ícios Semana 1 Semana 2 Semana 3 Media Median a Moda Variânci a Desvio Padrão Macarr ão Adria R$ 1,90 R$ 1,90 R$ 2,10 R$ 1,97 R$ 1,90 R$ 1,90 1% 12% Arroz Tio João 5Kg R$ 7,99 R$ 8,50 R$ 7,99 R$ 8,16 R$ 7,99 R$ 7,99 9% 29% Açúcar União 1Kg R$ 2,16 R$ 1,99 R$ 1,99 R$ 2,05 R$ 1,99 R$ 1,99 1% 10% Eletrônicos: VAREJO - O varejo contempla uma Media de vendas entre os produtos dos dois mercados. TABELAS Alimentícios Eletrônicos Semana 1 Semana 2 Semana 3 Media Median a Moda Variânci a Desvio Padrão Liquidificad or R$ 92,55 R$ 92,55 R$ 90,90 R$ 92,00 R$ 92,55 R$ 92,55 91% 95% Ferro de Passar R$ 59,90 R$ 60,50 R$ 59,90 R$ 60,10 R$ 59,90 R$ 59,90 12% 35% Alimentícios Semana 1 Semana 2 Semana 3 Media Median a Moda Variânci a Desvio Padrão Macarrão Adria R$ 1,85 R$ 1,85 R$ 2,05 R$ 1,91 R$ 1,85 R$ 1,90 1% 12% Arroz Tio João 5Kg R$ 8,67 R$ 8,75 R$ 8,49 R$ 8,64 R$ 8,67 R$ 7,99 2% 13% Açúcar União 1Kg R$ 2,16 R$ 2,07 R$ 2,08 R$ 2,10 R$ 2,08 R$ 1,99 0% 5%
  • 7. Eletrônicos Eletrônicos Semana 1 Semana 2 Semana 3 Media Median a Moda Variânci a Desvio Padrão Liquidificador R$ 89,09 R$ 89,53 R$ 88,27 R$ 88,96 R$ 89,09 R$ 92,55 41% 64% Ferro de Passar R$ 56,20 R$ 57,20 R$ 56,20 R$ 56,53 R$ 56,20 R$ 59,90 33% 58% Comparação entre a media de vendas dos mercados acima, com Varejo: Alimentício: Alimentícios Extra Mercadorama Mercado Macarrão Adria R$ 1,86 R$ 1,97 R$ 1,91 Arroz Tio João 5Kg R$ 9,11 R$ 8,16 R$ 8,64 Açúcar União 1Kg R$ 2,16 R$ 2,05 R$ 2,10 Eletrônicos: Eletrônicos Extra Mercadorama Mercado Liquidificador R$85,92 R$ 92,00 R$ 88,96 Ferro de Passar R$ 52,97 R$ 60,10 R$ 56,53
  • 8. CONCLUSÃO Podemos concluir com o desenvolvimento do trabalho que a estatística esta em todos os lugares e em nosso dia a dia, muitas vezes nem paramos para perceber, que até mesmo no simples ato de comprar pão, de ir ao supermercado de abastecer o carro, usar eletrodomésticos e esses eventos do cotidiano nos deparamos com dados estatísticos e matemáticos. Em analise e pesquisa aos supermercados podemos perceber o variação no preço dos produtos pesquisados alguns para maior, que é o que geralmente ocorre, mas também para preços menores como foi o caso do Arroz Tio João 5kg no supermercado Extra onde na primeira semana o arroz custava R$ 9,35 e semana seguinte o mesmo arroz estava custando R$ 8,99. Essas variações se dão pela alta da inflação, que reflete diretamente nos produtos finais, para consumidor final. Há também uma variação de preços se os produtos forem vendidos em varejo que é para pessoas físicas que compram em menor quantidade, com isso geralmente os produtos ficam mais caros, porque quando comprados em grandes quantidades o consumidor pode brigar por uma redução no preço, como demonstrado nos gráficos. Hoje a medida de tendência central mais usada e comum no dia a dia é a media, pois seu calculo é simples e o resultado se obtém rapidamente.
  • 9. REFERENCIA BIBLIOGRAFICA - Material do Sia e conteúdo do professor.
  • 10. ANEXO ETAPA I - Exercícios Propostos e suas resoluções de Análise Estatística 1 - Defina o que é administração? Administração é a tomada de decisão sobre recursos disponíveis, trabalhando com objetivosbem definidos. 2 - Qual é a origem do termo estatística? Origem do termo – latim – STATUS. Antigamente – era o governo o único capaz de levantar estatísticas. O termo estatística surge da expressão em latim statisticum collegium (assuntos do Estado), de onde surgiu a palavra em língua italiana statista, que significa "homem de estado". E a palavra alemã Statistik, designando a análise de dados sobre o Estado. A palavra foi proposta pela primeira vez no século XVII, em latim, por Schmeitzel na Universidade de Jena e adotada pelo acadêmico alemão Godofredo Achenwall. 3 - Por que a estatística é importante? A Estatística é importante, pois é a chave nos negócios e na industrialização como um todo. È importante na tomada de decisão baseada em dados, nas ciências naturais, sociais e na administração publica e privada. Sendo utilizada para entender variáveis, controlar processos, custos financeiros e processos de qualidade. 4 - Diferencie população e amostra? Amostra é um subconjunto finito de uma população. Redução da população à dimensões menores sem perda das características essenciais. População ou universo é o todo do estudo. 5 - Por que é mais barato coletar dados através de amostras? É mais barato, porque há uma aceleração no processo de levantamento de informações. E a informação tende a ser mais apurada, já que uma quantidade menor de elementos é mais fácil para ser analisada . 6 - Elabore um exemplo de população e de amostra (com aplicação na administração) População = Conjunto de todas as cidades do Brasil. Amostras = Conjunto das cidades da sul, Conjunto das cidades sudeste; 7 - Quais são os requisitos de uma amostra? Os requisitossão: Determinar a população a ser amostrada Escolher o tipo de amostra Decidir sobre o tamanho da amostra
  • 11. 8 - Como as amostras podem ser classificadas quanto ao seu número de constituintes? Podem ser classificadas em qualitativas e quantitativas. 9 - Cite quais são as áreas da estatística? As áreas são: Amostragem, Estática descritiva e Estatística Inferencial. 10 - Explique cada uma das áreas da estatística? Estatística indutiva (inferência estatística) - são os métodos e ferramentais estatísticos utilizados para que com parte de dados (amostras), para chegar aos resultados o mais próximo possível da realidade da população; Estatística Descritiva – procura somente descrever e avaliar certo grupo, sem tirar quaisquer conclusões ou inferências sobre um grupo maior, dois métodos que podem ser usados para representação dos dados, os métodos gráficos e numéricos. Amostragem - é a analise e coleta dos dados encontrados de parte da população; 11 - Por que a pesquisa mercadológica é importante para uma organização? Porque através da correta aplicação dos resultados obtidos, pode-se conhecer as necessidades dos clientes. E isso é uma questão imprescindível para desenvolver a capacidade produtiva, ampliar o mercado e a lucratividade. 12 - Por que uma amostra deve ser representativa da população? Para que não aconteçam distorções e inverdades nos resultados dos estudos, ou dados errados sobre a população, devera então escolher o melhor tipo de divisão da amostra (ou amostragem sistemática, ou amostragem por conglomerados, amostragem simples, entre outros). Uma amostra para ser boa tem que ser representativa, ou seja, deve conter em proporção tudo o que a população possui. 13 - Qual é a medida de tendência central mais apropriada para dados nominais? A medida mais apropriada é a moda. 14 - Quais são as medidas de tendência central que podem ser empregadas em dados ordinais? E para os dados numéricos? Podem ser utilizados a média, moda e mediana. A homogeneidade dos dados que indicara qual é a mais adequada.
  • 12. 15- Tomando-se os pedidos de combustível dos postos de uma certa região (20 postos) obteve-se os seguintes valores (em 1000 litros): 20, 20, 21, 21, 21, 21, 22, 22, 22, 22, 22, 22, 23, 23, 23, 23, 23, 24, 24, 26. Monte a distribuição de frequência e calcule a média, a moda e a mediana. Xi Fi Fac Xi*fi 20 2 2 40 21 4 6 84 22 6 12 132 23 5 17 115 24 2 19 48 26 1 20 26 SOMA 20 |N = 20 | |MÉDIA = 445/20 = 22,25 | Moda = 22 Mediana =22 16 - Dados os faturamentos mensais das seguintes filiais de uma grande empresa (em milhares de Reais) Filial A – 20 21 21 22 22 23 23 24 Filial B – 16 18 20 22 22 24 26 28 Filial C – 15 22 23 25 23 24 24 23 Calcule o faturamento médio de cada Filial: Filial A= 22 (20+21+21+22+22+23+23+24) / 8 = 22 Filial B= 22 (16+18+20+22+22+24+26+28) / 8 = 22 Filial C= 22,37 (15+22+23+25+23+24+24+23) / 8 = 22,37 Calcule o faturamento médio global (3 filiais): MÉDIA = (22+22+22,37) / 3 = 22,13
  • 13. Calcule a moda e a mediana para cada filial: Moda: Filial A= 21,22 e 23 (Trimodal) Filial B= 22 (Modal) Filial C= 23 (Modal) Mediana: Filial A= 22 - 8 elementos (22+22)/2 = 22 Filial B= 22 - 8 elementos(22+22)/2 = 22 Filial C= 23 - 8 elementos (23+23)/2 = 23 17 - Elabore a disposição em rol e calcule: a média, a moda, a mediana, o desvio padrão e o coeficiente de variação da seguinte amostra de dados: ( 4 8 7 5 3 3 1 9 2 4 ) ROL = ( 1 2 3 3 4 4 5 7 8 9 ) Xi (xi – x)2 1 12,96 2 6,76 3 2,56 3 2,56 4 0,36 4 0,36 5 0,16 7 5,76 8 11,56 9 19,36 46 62,40 Soma = N = 46 Média = 4,6 Moda = 3 e 4 Mediana = 4
  • 14. Variância = 6,24 Desvio padrão = [pic]=2,50 Coeficiente de Variação = 0,54 18 - Classifique o coeficiente de variação do exercício anterior e conclua se os dados são homogêneos ou heterogêneos? CV = Desvio Padrão / Média CV = 2,50 / 4,6 = 0,543478 CV = 54,35 % - Heterogêneo. 19- Uma máquina industrial (A) produziu 21 peças com os seguintes pesos: 100g; 101g; 99g; 98g; 101g; 102g; 100g; 97g; 100g; 100g; 101g; 100g; 100g; 101g; 102g; 98g; 103g; 100g; 102g; 99g; 100g; Calcule o peso médio das peças produzidas, o desvio padrão e o coeficiente de variação: Xi (xi-x)2 97 10,17914 98 4,798186 98 4,798186 99 1,417234 99 1,417234 100 0,036281 100 0,036281 100 0,036281 100 0,036281 100 0,036281 100 0,036281 100 0,036281
  • 15. 101 0,655329 101 0,655329 101 0,655329 101 0,655329 102 3,274376 102 3,274376 102 3,274376 103 7,893424 2104 43,23810
  • 16. |N |21 |21 | |Média/Variância |100,1905 |2,058957 | Peso médio = 100,19 Variância = 2,06 Desvio padrão = [pic]= 1,44 Coeficiente de variação = 1,44 / 100,19 = 0,014 = 1,4% 20 - Outra máquina industrial (B) que produz o mesmo tipo de peças das do exercício anterior apresentou média = 100,8g e desvio padrão = 1,2g. Pergunta-se: Qual das duas máquinas produz peças mais homogêneas? Máquina A CV = 1,44 / 100,19 = 0,014 = 1,4% Máquina B CV = 1,2 / 100,80 = 0,011 = 1,1 % A máquina B produz peças mais homogêneas. 21 - Desenhe a curva normal no diagrama cartesiano indicando a localização da média. 22 - Sabendo-se que a média é 170g e o desvio padrão é 10g, encontre os valores padronizados (Z) para os seguintes valores de x (adote a distribuição normal): a) x = 190g - (170 � 190)/ 10 = -2 b) x = 185g - (170 � 185)/ 10 = -1,5 c) x = 170g - (170 � 170)/ 10 = 0 d) x = 165g - (170 � 165)/ 10 = 0,5