SlideShare uma empresa Scribd logo
As Relações Ecológicas Princípio da exclusão competitiva
“A maioria dos seres vivos depende de outras espécies para sobreviver. Uma espécie geralmente explora a outra, mas duas espécies podem, algumas vezes, juntar forças na luta pela sobrevivência... “
Podem ser classificados: INTRA-ESPECÍFICA:   Interação entre seres  da mesma espécie. INTERESPECÍFICA:     Interação entre seres de espécies diferentes.
INTERESPECÍFICA / INTRA-ESPECÍFICA HARMÔNICAS    Não há prejuízo para nenhuma das partes associadas. DESARMÔNICAS     Pelo menos um indivíduo sai prejudicado.
RELAÇÕES INTRA-ESPECÍFICAS HARMÔNICAS COLÔNIA: Agrupamento de indivíduos da mesma espécie que são estruturalmente ligados uns aos outros.
SOCIEDADE:Caracteriza-se pela cooperação entre indivíduos da mesma espécie que têm independência física uns dos outros.
RELAÇÕES INTERESPECÍFICAS HARMÔNICAS MUTUALISMO : Relação entre espécies diferentes onde ambas são beneficiadas e não podem viver separadamente.
INQUILINISMO:Associação entre indivíduos de espécies diferentes, onde um ser vivo utiliza o outro, como moradia - suporte ou abrigo.
RELAÇÕES INTRA-ESPECÍFICAS DESARMÔNICAS  COMPETIÇÃO: Relação em que indivíduos da mesma espécie lutam por algum componente do ambiente.
A competição é um dos fatores limitantes do crescimento das populações naturais e está intimamente relacionada com o processo evolutivo por seleção natural...
Ex: Animais competem pelo  território, pelo alimento e por parceiros na reprodução.  Ex:Vegetais competem pelos nutrientes do solo, luz, água, etc.
PREDATISMO: Relação em que o indivíduo predador captura e mata um indivíduo de outra espécie, a presa, que lhe servirá de alimento.
Predatismo é um fator limitante do crescimento das populações naturais. No processo evolutivo a relação PRESA-PREDADOR favoreceu, em ambos, a perpetuação de características que garantem tanto o sucesso do predador quanto o da presa. O Predatismo é fundamental também nos processos evolutivos por seleção natural.
[object Object],Algumas espécies não-venenosas apresentam certas características, preservadas por seleção natural, que lhes conferem semelhanças com espécies venenosas ou não palatáveis.  ,[object Object],Um organismo se assemelha a outro ou a um aspecto do meio ambiente, de modo que fique imperceptível pelo menos quando não está em movimento.   
PARASITISMO: Relação entre seres de espécies diferentes, em que um deles ( parasita) vive no corpo do outro ( hospedeiro) , do qual retira alimentos.
AMENSALISMO:Associação em que uma espécie libera substâncias tóxicas que inibem o crescimento ou não deixa a outra espécie se reproduzir.
COMPETIÇÃO: Ocorre quando duas populações de espécies diferentes, em uma mesma comunidade, apresentam nichos ecológicos semelhantes.
     Princípio de Gause(Princípio da exclusão competitiva) O Princípio de Gause diz respeito ao processo de competição inter-específica que acontece quando duas espécies diferentes habitam um mesmo ambiente e têm nichos muito semelhantes. Assim duas espécies não podem ocupar um mesmo nicho por muito tempo, uma delas irá sempre prevalecer, pois é mais adaptada àquele habitat.
Esse mecanismo pode determinar o controle da densidade das duas populações que estão interagindo, a extinção de uma delas ou ainda a especialização do nicho ecológico.
   ESCLAVAGISMO : um caso especial É um tipo de interação interespecífica na qual uma espécie captura e faz uso do trabalho, das atividades e até dos alimentos de outra espécie .
Fontes de consulta: Biologia: uma abordagem evolutiva e ecológica / Elias Avancini de Brito, José Arnaldo Favareto. 1 ed. Volume I-1997  Bio – volume 3 – genética, evolução, ecologia / Sônia Godoy Bueno carvalho Lopes – 1 ed. -2002  Dicionário temático de biologia / DavidBurnie -1997  http://www.herbario.com.br/cie/ecol/eco4.htm  www.cdcc.sc.usp.br /.../ art_20/colombia.html  http ://www. nucleodeaprendizagem .com. br /botanica2. htm

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Introdução à biologia 1º ano
Introdução à biologia   1º anoIntrodução à biologia   1º ano
Introdução à biologia 1º ano
Luciana Mendes
 
Ecossistema: Fatores bióticos e abióticos
Ecossistema: Fatores bióticos e abióticosEcossistema: Fatores bióticos e abióticos
Ecossistema: Fatores bióticos e abióticos
Carlos Priante
 
Ecologia
EcologiaEcologia
7 ano classificação dos seres vivos
7 ano classificação dos seres vivos7 ano classificação dos seres vivos
7 ano classificação dos seres vivos
crisbassanimedeiros
 
Aula Biologia: Bases da Ecologia [1° Ano do Ensino Médio]
Aula Biologia: Bases da Ecologia [1° Ano do Ensino Médio]Aula Biologia: Bases da Ecologia [1° Ano do Ensino Médio]
Aula Biologia: Bases da Ecologia [1° Ano do Ensino Médio]
Ronaldo Santana
 
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos. Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
Silvana Sanches
 
Teorias evolutivas
Teorias evolutivasTeorias evolutivas
Teorias evolutivas
Raphaell Garcia
 
IV. 1 Formação de novas espécies
IV. 1 Formação de novas espéciesIV. 1 Formação de novas espécies
IV. 1 Formação de novas espécies
Rebeca Vale
 
I.1 Os seres vivos e o ambiente
I.1 Os seres vivos e o ambienteI.1 Os seres vivos e o ambiente
I.1 Os seres vivos e o ambiente
Rebeca Vale
 
Relações ecológicas entre seres vivos
Relações ecológicas entre seres vivosRelações ecológicas entre seres vivos
Relações ecológicas entre seres vivos
Silvana Sanches
 
Aula de ecologia curso completo
Aula de ecologia   curso completoAula de ecologia   curso completo
Aula de ecologia curso completo
Nelson Costa
 
Evolução biológica
Evolução biológicaEvolução biológica
Evolução biológica
César Milani
 
Seleção natural e adaptação
Seleção natural e adaptaçãoSeleção natural e adaptação
Seleção natural e adaptação
Kamila Joyce
 
Fluxo de Energia
Fluxo de EnergiaFluxo de Energia
Fluxo de Energia
Turma Olímpica
 
Reino Fungi
Reino FungiReino Fungi
Reino Fungi
emanuel
 
Ecologia - Introdução
Ecologia - IntroduçãoEcologia - Introdução
Ecologia - Introdução
Killer Max
 
Relações Ecológicas
Relações EcológicasRelações Ecológicas
Relações Ecológicas
Evandro Batista
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
GMarques99
 
Fluxo de energia no ecossistema
Fluxo de energia no ecossistemaFluxo de energia no ecossistema
Fluxo de energia no ecossistema
Reinan Santos
 
Aula10 - http://ecologia.ib.usp.br/bie212/files/aula10.pdf
Aula10 - http://ecologia.ib.usp.br/bie212/files/aula10.pdfAula10 - http://ecologia.ib.usp.br/bie212/files/aula10.pdf
Aula10 - http://ecologia.ib.usp.br/bie212/files/aula10.pdf
Limnos Ufsc
 

Mais procurados (20)

Introdução à biologia 1º ano
Introdução à biologia   1º anoIntrodução à biologia   1º ano
Introdução à biologia 1º ano
 
Ecossistema: Fatores bióticos e abióticos
Ecossistema: Fatores bióticos e abióticosEcossistema: Fatores bióticos e abióticos
Ecossistema: Fatores bióticos e abióticos
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
 
7 ano classificação dos seres vivos
7 ano classificação dos seres vivos7 ano classificação dos seres vivos
7 ano classificação dos seres vivos
 
Aula Biologia: Bases da Ecologia [1° Ano do Ensino Médio]
Aula Biologia: Bases da Ecologia [1° Ano do Ensino Médio]Aula Biologia: Bases da Ecologia [1° Ano do Ensino Médio]
Aula Biologia: Bases da Ecologia [1° Ano do Ensino Médio]
 
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos. Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
 
Teorias evolutivas
Teorias evolutivasTeorias evolutivas
Teorias evolutivas
 
IV. 1 Formação de novas espécies
IV. 1 Formação de novas espéciesIV. 1 Formação de novas espécies
IV. 1 Formação de novas espécies
 
I.1 Os seres vivos e o ambiente
I.1 Os seres vivos e o ambienteI.1 Os seres vivos e o ambiente
I.1 Os seres vivos e o ambiente
 
Relações ecológicas entre seres vivos
Relações ecológicas entre seres vivosRelações ecológicas entre seres vivos
Relações ecológicas entre seres vivos
 
Aula de ecologia curso completo
Aula de ecologia   curso completoAula de ecologia   curso completo
Aula de ecologia curso completo
 
Evolução biológica
Evolução biológicaEvolução biológica
Evolução biológica
 
Seleção natural e adaptação
Seleção natural e adaptaçãoSeleção natural e adaptação
Seleção natural e adaptação
 
Fluxo de Energia
Fluxo de EnergiaFluxo de Energia
Fluxo de Energia
 
Reino Fungi
Reino FungiReino Fungi
Reino Fungi
 
Ecologia - Introdução
Ecologia - IntroduçãoEcologia - Introdução
Ecologia - Introdução
 
Relações Ecológicas
Relações EcológicasRelações Ecológicas
Relações Ecológicas
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
 
Fluxo de energia no ecossistema
Fluxo de energia no ecossistemaFluxo de energia no ecossistema
Fluxo de energia no ecossistema
 
Aula10 - http://ecologia.ib.usp.br/bie212/files/aula10.pdf
Aula10 - http://ecologia.ib.usp.br/bie212/files/aula10.pdfAula10 - http://ecologia.ib.usp.br/bie212/files/aula10.pdf
Aula10 - http://ecologia.ib.usp.br/bie212/files/aula10.pdf
 

Destaque

Aula de ecologia curso completo
Aula de ecologia   curso completoAula de ecologia   curso completo
Aula de ecologia curso completo
Marcionedes De Souza
 
Biosfera power point
Biosfera  power point Biosfera  power point
Biosfera power point
margaridabt
 
Aula 1 conceitos de ecologia
Aula 1   conceitos de ecologiaAula 1   conceitos de ecologia
Aula 1 conceitos de ecologia
Grupo UNIASSELVI
 
Instituto tindiquera
Instituto tindiqueraInstituto tindiquera
Instituto tindiquera
Pró-Saúde Araucária
 
Agroecologia - O presente de uma ciência de futuro
Agroecologia - O presente de uma ciência de futuroAgroecologia - O presente de uma ciência de futuro
Agroecologia - O presente de uma ciência de futuro
gabrielmiranda
 
Evidencias da predação
Evidencias da predaçãoEvidencias da predação
Evidencias da predação
unesp
 
Introduo agroecologia
Introduo agroecologiaIntroduo agroecologia
Introduo agroecologia
Adalto Silva
 
3 s dinâmica de populações 21_11_2012
3 s dinâmica de populações 21_11_20123 s dinâmica de populações 21_11_2012
3 s dinâmica de populações 21_11_2012
Ionara Urrutia Moura
 
Equilíbrio dinâmico
Equilíbrio dinâmicoEquilíbrio dinâmico
Equilíbrio dinâmico
Guilherme Baasch
 
Ecologia ii
Ecologia iiEcologia ii
Plantas Carnívoras
Plantas CarnívorasPlantas Carnívoras
Plantas Carnívoras
edi
 
Plantas carnívoras
Plantas carnívorasPlantas carnívoras
Plantas carnívoras
davidjpereira
 
Conceitos em ecologia
Conceitos em ecologia Conceitos em ecologia
Conceitos em ecologia
Clovis Gurski
 
Filo Arthropoda
Filo ArthropodaFilo Arthropoda
Filo Arthropoda
Diego Yamazaki Bolano
 
Anatomia folha e flor
Anatomia folha e florAnatomia folha e flor
Anatomia folha e flor
letyap
 
Ecologia: alguns conceitos básicos
Ecologia: alguns conceitos básicosEcologia: alguns conceitos básicos
Ecologia: alguns conceitos básicos
Alexandra Carneiro
 
Fundamentos em Ecologia
Fundamentos em EcologiaFundamentos em Ecologia
Fundamentos em Ecologia
Estude Mais
 
Plantas carnívoras
Plantas carnívorasPlantas carnívoras
Plantas carnívoras
Josimar Oliveira
 
Competição
CompetiçãoCompetição
Competição
unesp
 
Ecologia introdução importancia trofismo materia energia piramides
Ecologia   introdução importancia trofismo materia energia piramidesEcologia   introdução importancia trofismo materia energia piramides
Ecologia introdução importancia trofismo materia energia piramides
Thiago Manchester
 

Destaque (20)

Aula de ecologia curso completo
Aula de ecologia   curso completoAula de ecologia   curso completo
Aula de ecologia curso completo
 
Biosfera power point
Biosfera  power point Biosfera  power point
Biosfera power point
 
Aula 1 conceitos de ecologia
Aula 1   conceitos de ecologiaAula 1   conceitos de ecologia
Aula 1 conceitos de ecologia
 
Instituto tindiquera
Instituto tindiqueraInstituto tindiquera
Instituto tindiquera
 
Agroecologia - O presente de uma ciência de futuro
Agroecologia - O presente de uma ciência de futuroAgroecologia - O presente de uma ciência de futuro
Agroecologia - O presente de uma ciência de futuro
 
Evidencias da predação
Evidencias da predaçãoEvidencias da predação
Evidencias da predação
 
Introduo agroecologia
Introduo agroecologiaIntroduo agroecologia
Introduo agroecologia
 
3 s dinâmica de populações 21_11_2012
3 s dinâmica de populações 21_11_20123 s dinâmica de populações 21_11_2012
3 s dinâmica de populações 21_11_2012
 
Equilíbrio dinâmico
Equilíbrio dinâmicoEquilíbrio dinâmico
Equilíbrio dinâmico
 
Ecologia ii
Ecologia iiEcologia ii
Ecologia ii
 
Plantas Carnívoras
Plantas CarnívorasPlantas Carnívoras
Plantas Carnívoras
 
Plantas carnívoras
Plantas carnívorasPlantas carnívoras
Plantas carnívoras
 
Conceitos em ecologia
Conceitos em ecologia Conceitos em ecologia
Conceitos em ecologia
 
Filo Arthropoda
Filo ArthropodaFilo Arthropoda
Filo Arthropoda
 
Anatomia folha e flor
Anatomia folha e florAnatomia folha e flor
Anatomia folha e flor
 
Ecologia: alguns conceitos básicos
Ecologia: alguns conceitos básicosEcologia: alguns conceitos básicos
Ecologia: alguns conceitos básicos
 
Fundamentos em Ecologia
Fundamentos em EcologiaFundamentos em Ecologia
Fundamentos em Ecologia
 
Plantas carnívoras
Plantas carnívorasPlantas carnívoras
Plantas carnívoras
 
Competição
CompetiçãoCompetição
Competição
 
Ecologia introdução importancia trofismo materia energia piramides
Ecologia   introdução importancia trofismo materia energia piramidesEcologia   introdução importancia trofismo materia energia piramides
Ecologia introdução importancia trofismo materia energia piramides
 

Semelhante a As Relações Ecológicas

relacoesecologicasap.pptx
relacoesecologicasap.pptxrelacoesecologicasap.pptx
relacoesecologicasap.pptx
irenildamarquessanto
 
relações ecologicas 3.pdf
relações ecologicas 3.pdfrelações ecologicas 3.pdf
relações ecologicas 3.pdf
ANAMARIADEOLIVEIRARO2
 
Rela es ecol_gicas_alunos
Rela es ecol_gicas_alunosRela es ecol_gicas_alunos
Rela es ecol_gicas_alunos
Érika Cardozo
 
Apres RelaçõEs EcolóGicas Bioloja V2
Apres RelaçõEs EcolóGicas Bioloja V2Apres RelaçõEs EcolóGicas Bioloja V2
Apres RelaçõEs EcolóGicas Bioloja V2
Diego Yamazaki Bolano
 
Interação entre os seres vivos
Interação entre os seres vivosInteração entre os seres vivos
Interação entre os seres vivos
vvanessa
 
Resumo
ResumoResumo
Resumo
guest8823c0
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
Lilia Nascimento
 
Fatores bióticos - Biologia
Fatores bióticos - BiologiaFatores bióticos - Biologia
Fatores bióticos - Biologia
Matheus Augusto
 
Fatores bióticos
Fatores bióticos Fatores bióticos
Fatores bióticos
Vanessa Anzolin
 
Factores Bioticos
Factores BioticosFactores Bioticos
Factores Bioticos
guest43f37cf
 
população, Biologia, 4° Bimestre Professora Raquel
 população, Biologia,  4° Bimestre Professora Raquel população, Biologia,  4° Bimestre Professora Raquel
população, Biologia, 4° Bimestre Professora Raquel
Raquel Alves
 
Ecologia e Meio Ambiente_NOÇÕES GERAIS DE ECOLOGIA_aula 1.pdf
Ecologia e Meio Ambiente_NOÇÕES GERAIS DE ECOLOGIA_aula 1.pdfEcologia e Meio Ambiente_NOÇÕES GERAIS DE ECOLOGIA_aula 1.pdf
Ecologia e Meio Ambiente_NOÇÕES GERAIS DE ECOLOGIA_aula 1.pdf
GeanGomes8
 
Relações Ecológicas
Relações EcológicasRelações Ecológicas
Relações Ecológicas
Leandro A. Machado de Moura
 
Dinamica das populacoes.pptx
Dinamica das populacoes.pptxDinamica das populacoes.pptx
Dinamica das populacoes.pptx
EdvanRodrigues10
 
2 relações ecológicas
2   relações ecológicas2   relações ecológicas
2 relações ecológicas
Nataliana Cabral
 
Documentos slids.odp 2
Documentos slids.odp 2Documentos slids.odp 2
Documentos slids.odp 2
George Alex
 
Introducao-as-interacoes-ecologicas.pptx
Introducao-as-interacoes-ecologicas.pptxIntroducao-as-interacoes-ecologicas.pptx
Introducao-as-interacoes-ecologicas.pptx
MaianeJardim1
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
Ana Paula Garcia
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
Med. Veterinária 2011
 
Relações ecológicas entre seres vivos
Relações ecológicas entre seres vivos Relações ecológicas entre seres vivos
Relações ecológicas entre seres vivos
Vanessa Anzolin
 

Semelhante a As Relações Ecológicas (20)

relacoesecologicasap.pptx
relacoesecologicasap.pptxrelacoesecologicasap.pptx
relacoesecologicasap.pptx
 
relações ecologicas 3.pdf
relações ecologicas 3.pdfrelações ecologicas 3.pdf
relações ecologicas 3.pdf
 
Rela es ecol_gicas_alunos
Rela es ecol_gicas_alunosRela es ecol_gicas_alunos
Rela es ecol_gicas_alunos
 
Apres RelaçõEs EcolóGicas Bioloja V2
Apres RelaçõEs EcolóGicas Bioloja V2Apres RelaçõEs EcolóGicas Bioloja V2
Apres RelaçõEs EcolóGicas Bioloja V2
 
Interação entre os seres vivos
Interação entre os seres vivosInteração entre os seres vivos
Interação entre os seres vivos
 
Resumo
ResumoResumo
Resumo
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
 
Fatores bióticos - Biologia
Fatores bióticos - BiologiaFatores bióticos - Biologia
Fatores bióticos - Biologia
 
Fatores bióticos
Fatores bióticos Fatores bióticos
Fatores bióticos
 
Factores Bioticos
Factores BioticosFactores Bioticos
Factores Bioticos
 
população, Biologia, 4° Bimestre Professora Raquel
 população, Biologia,  4° Bimestre Professora Raquel população, Biologia,  4° Bimestre Professora Raquel
população, Biologia, 4° Bimestre Professora Raquel
 
Ecologia e Meio Ambiente_NOÇÕES GERAIS DE ECOLOGIA_aula 1.pdf
Ecologia e Meio Ambiente_NOÇÕES GERAIS DE ECOLOGIA_aula 1.pdfEcologia e Meio Ambiente_NOÇÕES GERAIS DE ECOLOGIA_aula 1.pdf
Ecologia e Meio Ambiente_NOÇÕES GERAIS DE ECOLOGIA_aula 1.pdf
 
Relações Ecológicas
Relações EcológicasRelações Ecológicas
Relações Ecológicas
 
Dinamica das populacoes.pptx
Dinamica das populacoes.pptxDinamica das populacoes.pptx
Dinamica das populacoes.pptx
 
2 relações ecológicas
2   relações ecológicas2   relações ecológicas
2 relações ecológicas
 
Documentos slids.odp 2
Documentos slids.odp 2Documentos slids.odp 2
Documentos slids.odp 2
 
Introducao-as-interacoes-ecologicas.pptx
Introducao-as-interacoes-ecologicas.pptxIntroducao-as-interacoes-ecologicas.pptx
Introducao-as-interacoes-ecologicas.pptx
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
 
Relações ecológicas entre seres vivos
Relações ecológicas entre seres vivos Relações ecológicas entre seres vivos
Relações ecológicas entre seres vivos
 

As Relações Ecológicas

  • 1. As Relações Ecológicas Princípio da exclusão competitiva
  • 2. “A maioria dos seres vivos depende de outras espécies para sobreviver. Uma espécie geralmente explora a outra, mas duas espécies podem, algumas vezes, juntar forças na luta pela sobrevivência... “
  • 3. Podem ser classificados: INTRA-ESPECÍFICA: Interação entre seres da mesma espécie. INTERESPECÍFICA: Interação entre seres de espécies diferentes.
  • 4. INTERESPECÍFICA / INTRA-ESPECÍFICA HARMÔNICAS Não há prejuízo para nenhuma das partes associadas. DESARMÔNICAS Pelo menos um indivíduo sai prejudicado.
  • 5. RELAÇÕES INTRA-ESPECÍFICAS HARMÔNICAS COLÔNIA: Agrupamento de indivíduos da mesma espécie que são estruturalmente ligados uns aos outros.
  • 6. SOCIEDADE:Caracteriza-se pela cooperação entre indivíduos da mesma espécie que têm independência física uns dos outros.
  • 7. RELAÇÕES INTERESPECÍFICAS HARMÔNICAS MUTUALISMO : Relação entre espécies diferentes onde ambas são beneficiadas e não podem viver separadamente.
  • 8. INQUILINISMO:Associação entre indivíduos de espécies diferentes, onde um ser vivo utiliza o outro, como moradia - suporte ou abrigo.
  • 9. RELAÇÕES INTRA-ESPECÍFICAS DESARMÔNICAS COMPETIÇÃO: Relação em que indivíduos da mesma espécie lutam por algum componente do ambiente.
  • 10. A competição é um dos fatores limitantes do crescimento das populações naturais e está intimamente relacionada com o processo evolutivo por seleção natural...
  • 11. Ex: Animais competem pelo território, pelo alimento e por parceiros na reprodução. Ex:Vegetais competem pelos nutrientes do solo, luz, água, etc.
  • 12. PREDATISMO: Relação em que o indivíduo predador captura e mata um indivíduo de outra espécie, a presa, que lhe servirá de alimento.
  • 13. Predatismo é um fator limitante do crescimento das populações naturais. No processo evolutivo a relação PRESA-PREDADOR favoreceu, em ambos, a perpetuação de características que garantem tanto o sucesso do predador quanto o da presa. O Predatismo é fundamental também nos processos evolutivos por seleção natural.
  • 14.
  • 15. PARASITISMO: Relação entre seres de espécies diferentes, em que um deles ( parasita) vive no corpo do outro ( hospedeiro) , do qual retira alimentos.
  • 16. AMENSALISMO:Associação em que uma espécie libera substâncias tóxicas que inibem o crescimento ou não deixa a outra espécie se reproduzir.
  • 17. COMPETIÇÃO: Ocorre quando duas populações de espécies diferentes, em uma mesma comunidade, apresentam nichos ecológicos semelhantes.
  • 18. Princípio de Gause(Princípio da exclusão competitiva) O Princípio de Gause diz respeito ao processo de competição inter-específica que acontece quando duas espécies diferentes habitam um mesmo ambiente e têm nichos muito semelhantes. Assim duas espécies não podem ocupar um mesmo nicho por muito tempo, uma delas irá sempre prevalecer, pois é mais adaptada àquele habitat.
  • 19. Esse mecanismo pode determinar o controle da densidade das duas populações que estão interagindo, a extinção de uma delas ou ainda a especialização do nicho ecológico.
  • 20. ESCLAVAGISMO : um caso especial É um tipo de interação interespecífica na qual uma espécie captura e faz uso do trabalho, das atividades e até dos alimentos de outra espécie .
  • 21.
  • 22. Fontes de consulta: Biologia: uma abordagem evolutiva e ecológica / Elias Avancini de Brito, José Arnaldo Favareto. 1 ed. Volume I-1997 Bio – volume 3 – genética, evolução, ecologia / Sônia Godoy Bueno carvalho Lopes – 1 ed. -2002 Dicionário temático de biologia / DavidBurnie -1997 http://www.herbario.com.br/cie/ecol/eco4.htm www.cdcc.sc.usp.br /.../ art_20/colombia.html http ://www. nucleodeaprendizagem .com. br /botanica2. htm