SlideShare uma empresa Scribd logo
Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos com Ensino Secundário da Chamusca Sistemas e Estações de Tratamento (SET) e Operações de Sistemas e Estações de Tratamento Ambientais  (OSETA) Ano Lectivo 2007/2008 Prof. Rui Pires e Pedro Neves
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],Índice
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Índice
[object Object]
Índice + - Catiões Causadores da Dureza Aniões Associados mais Importantes Ca 2+ HCO 3 - Mg 2+ SO 4 2- Sr 2+ Cl - Fe 2+ NO 3 - Mn 2+ SiO 3 2-
[object Object],[object Object],Índice
[object Object],[object Object],Índice
Índice Grau de Dureza Concentração de CaCO 3  (mg/dm 3 ) Águas muito duras >300 mg/dm 3 Águas duras 150-300 mg/dm 3 Águas moderadamente duras 75-150 mg/dm 3 Águas macias e brandas Grau de Dureza
[object Object],[object Object],[object Object],Índice
[object Object],[object Object],Índice
[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Índice
[object Object],[object Object],[object Object],Processos de Amaciamento
[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Índice
Precipitação Química    O objectivo deste processo é remover a dureza cálcica e carbonatada;    Consiste em adicionar cal à água para que ocorra uma precipitação de CaCO 3  , e consequentemente uma redução do teor do ião cálcio ; Ca(HCO 3 ) 2  + Ca(OH) 2     2CaCO 3 ↓ + 2H 2 O
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Precipitação Química
 O objectivo deste processo é remover a dureza cálcica, carbonatada e não carbonatada  Consiste em adicionar cal e soda à água para que ocorra uma precipitação de CaCO 3  e consequentemente redução da dureza cálcica, carbonatada e não carbonatada. Ca(HCO 3 ) 2  + Ca(OH) 2    2CaCO 3  ↓ + 2H 2 O Na 2 CO 3  + CaSO 4    CaCO 3  ↓+ Na 2 SO 4 Na 2 CO 3  + Ca(OH) 2     CaCO 3  ↓ + 2NaOH 2NaOH + Ca(HCO 3 ) 2   CaCO 3  ↓ + NaCO 3  + 2H 2 O Precipitação Química
 O objectivo deste processo é remover a dureza cálcica, magnésica, carbonatada e não carbonatada  Inicialmente adiciona-se cal em excesso à água para que ocorra uma precipitação de CaCO 3  e Mg(OH) 2  e consequentemente redução da dureza cálcica, magnésica e carbonatada  Posteriormente, adiciona-se soda à água para que ocorra uma precipitação de CaCO 3  e consequentemente uma redução da dureza não carbonatada. Precipitação Química
[object Object],[object Object],[object Object],Tipos de Dureza
[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object]
[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Tipos de Dureza
[object Object],[object Object],Tipos de Dureza
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O resumo de Os Maias
O resumo de Os MaiasO resumo de Os Maias
O resumo de Os Maias
António Fernandes
 
Relatorio ciclos de vida 11 ano
Relatorio ciclos de vida 11 anoRelatorio ciclos de vida 11 ano
Relatorio ciclos de vida 11 ano
Mara Ferreira
 
Recursos geológicos
Recursos geológicosRecursos geológicos
Recursos geológicos
margaridabt
 
Maias - capitulo 3
Maias - capitulo 3Maias - capitulo 3
Maias - capitulo 3
Mónica Martins
 
Crítica, cartoon e crónica
Crítica, cartoon e crónicaCrítica, cartoon e crónica
Crítica, cartoon e crónica
Fernanda Monteiro
 
Bg 11 reprodução assexuada (exercícios)
Bg 11   reprodução assexuada (exercícios)Bg 11   reprodução assexuada (exercícios)
Bg 11 reprodução assexuada (exercícios)
Nuno Correia
 
Biologia 11 reprodução assexuada
Biologia 11   reprodução assexuadaBiologia 11   reprodução assexuada
Biologia 11 reprodução assexuada
Nuno Correia
 
Memorial do convento - Personagens
Memorial do convento - PersonagensMemorial do convento - Personagens
Memorial do convento - Personagens
MiguelavRodrigues
 
MicroscóPio
MicroscóPioMicroscóPio
MicroscóPio
Nuno Correia
 
Nevoeiro
Nevoeiro   Nevoeiro
Nevoeiro
aramalho340
 
Crónica de Costumes - Jantar dos Gouvarinho
Crónica de Costumes - Jantar dos Gouvarinho Crónica de Costumes - Jantar dos Gouvarinho
Crónica de Costumes - Jantar dos Gouvarinho
Marisa Ferreira
 
A.L Produção de Iogurte
A.L Produção de IogurteA.L Produção de Iogurte
A.L Produção de Iogurte
Biomap
 
Extração do ADN / DNA do kiwi - Relatório biologia 11º
Extração do ADN / DNA do kiwi - Relatório biologia 11ºExtração do ADN / DNA do kiwi - Relatório biologia 11º
Extração do ADN / DNA do kiwi - Relatório biologia 11º
Francisco Palaio
 
Estrutura do Texto de Apreciação Crítica
Estrutura do Texto de Apreciação CríticaEstrutura do Texto de Apreciação Crítica
Estrutura do Texto de Apreciação Crítica
Vanda Sousa
 
1_BG11_T3a_21_CC.pdf
1_BG11_T3a_21_CC.pdf1_BG11_T3a_21_CC.pdf
1_BG11_T3a_21_CC.pdf
José Luís Alves
 
Rochas sedimentares - minerais e formação
Rochas sedimentares  - minerais e formaçãoRochas sedimentares  - minerais e formação
Rochas sedimentares - minerais e formação
Isabel Lopes
 
Fernando Pessoa-Ortónimo
Fernando Pessoa-OrtónimoFernando Pessoa-Ortónimo
Fernando Pessoa-Ortónimo
Margarida Rodrigues
 
Estrutura mensagem
Estrutura mensagemEstrutura mensagem
Estrutura mensagem
ameliapadrao
 
AMOR DE PERDIÇÃO análise capítulo IV
AMOR DE PERDIÇÃO análise capítulo IVAMOR DE PERDIÇÃO análise capítulo IV
AMOR DE PERDIÇÃO análise capítulo IV
Emília Maij
 
Vulcoes(1)
Vulcoes(1)Vulcoes(1)
Vulcoes(1)
Ana Conceição
 

Mais procurados (20)

O resumo de Os Maias
O resumo de Os MaiasO resumo de Os Maias
O resumo de Os Maias
 
Relatorio ciclos de vida 11 ano
Relatorio ciclos de vida 11 anoRelatorio ciclos de vida 11 ano
Relatorio ciclos de vida 11 ano
 
Recursos geológicos
Recursos geológicosRecursos geológicos
Recursos geológicos
 
Maias - capitulo 3
Maias - capitulo 3Maias - capitulo 3
Maias - capitulo 3
 
Crítica, cartoon e crónica
Crítica, cartoon e crónicaCrítica, cartoon e crónica
Crítica, cartoon e crónica
 
Bg 11 reprodução assexuada (exercícios)
Bg 11   reprodução assexuada (exercícios)Bg 11   reprodução assexuada (exercícios)
Bg 11 reprodução assexuada (exercícios)
 
Biologia 11 reprodução assexuada
Biologia 11   reprodução assexuadaBiologia 11   reprodução assexuada
Biologia 11 reprodução assexuada
 
Memorial do convento - Personagens
Memorial do convento - PersonagensMemorial do convento - Personagens
Memorial do convento - Personagens
 
MicroscóPio
MicroscóPioMicroscóPio
MicroscóPio
 
Nevoeiro
Nevoeiro   Nevoeiro
Nevoeiro
 
Crónica de Costumes - Jantar dos Gouvarinho
Crónica de Costumes - Jantar dos Gouvarinho Crónica de Costumes - Jantar dos Gouvarinho
Crónica de Costumes - Jantar dos Gouvarinho
 
A.L Produção de Iogurte
A.L Produção de IogurteA.L Produção de Iogurte
A.L Produção de Iogurte
 
Extração do ADN / DNA do kiwi - Relatório biologia 11º
Extração do ADN / DNA do kiwi - Relatório biologia 11ºExtração do ADN / DNA do kiwi - Relatório biologia 11º
Extração do ADN / DNA do kiwi - Relatório biologia 11º
 
Estrutura do Texto de Apreciação Crítica
Estrutura do Texto de Apreciação CríticaEstrutura do Texto de Apreciação Crítica
Estrutura do Texto de Apreciação Crítica
 
1_BG11_T3a_21_CC.pdf
1_BG11_T3a_21_CC.pdf1_BG11_T3a_21_CC.pdf
1_BG11_T3a_21_CC.pdf
 
Rochas sedimentares - minerais e formação
Rochas sedimentares  - minerais e formaçãoRochas sedimentares  - minerais e formação
Rochas sedimentares - minerais e formação
 
Fernando Pessoa-Ortónimo
Fernando Pessoa-OrtónimoFernando Pessoa-Ortónimo
Fernando Pessoa-Ortónimo
 
Estrutura mensagem
Estrutura mensagemEstrutura mensagem
Estrutura mensagem
 
AMOR DE PERDIÇÃO análise capítulo IV
AMOR DE PERDIÇÃO análise capítulo IVAMOR DE PERDIÇÃO análise capítulo IV
AMOR DE PERDIÇÃO análise capítulo IV
 
Vulcoes(1)
Vulcoes(1)Vulcoes(1)
Vulcoes(1)
 

Destaque

Dureza agua
Dureza aguaDureza agua
Dureza agua
Daniel Cuevas S
 
Presentacion dureza de aguas
Presentacion dureza de aguasPresentacion dureza de aguas
Presentacion dureza de aguas
roxamartical
 
Reacções químicas 8ºano
Reacções químicas 8ºanoReacções químicas 8ºano
Reacções químicas 8ºano
adelinoqueiroz
 
Reacção de Precipitação
Reacção de PrecipitaçãoReacção de Precipitação
Reacção de Precipitação
LuisMagina
 
Tipos de àgua
Tipos de àguaTipos de àgua
Tipos de àgua
Leonardo Fernandes
 
Som Aula 1
Som Aula 1Som Aula 1
Som Aula 1
mlsmeireles
 
Velocidade das reações químicas
Velocidade das reações químicasVelocidade das reações químicas
Velocidade das reações químicas
Piedade Alves
 
A dureza em aquários de água doce
A dureza em aquários de água doceA dureza em aquários de água doce
A dureza em aquários de água doce
Thalita Santos
 
09 esgostos vazao dbo dqo
09   esgostos vazao dbo dqo09   esgostos vazao dbo dqo
09 esgostos vazao dbo dqo
Marlos Nogueira
 
Reflexão, absorção e refracção do som
Reflexão, absorção e refracção do somReflexão, absorção e refracção do som
Reflexão, absorção e refracção do som
Carla Mesquita
 
Física e química
Física e químicaFísica e química
Física e química
João Duarte
 
Ondas som e luz 8º ano
Ondas   som e luz 8º anoOndas   som e luz 8º ano
Ondas som e luz 8º ano
Carla Mesquita
 
Resumo Físico-Química
Resumo Físico-QuímicaResumo Físico-Química
Resumo Físico-Química
Maria Catarina Santos
 
Som e Luz
Som e LuzSom e Luz
Som e Luz
Fábio Simões
 
Microbiología del agua
Microbiología del aguaMicrobiología del agua
Microbiología del agua
Christian Gomez
 
O império holandês e inglês
O império holandês e inglêsO império holandês e inglês
O império holandês e inglês
DiogoChico8c
 
Practica#9 determinacion de dureza
Practica#9 determinacion de durezaPractica#9 determinacion de dureza
Practica#9 determinacion de dureza
iqinstrumentales3
 
O som
O somO som
O império holandês e inglês
O império holandês e inglêsO império holandês e inglês
O império holandês e inglês
DiogoChico8c
 
Poluição das Águas
Poluição das  ÁguasPoluição das  Águas
Poluição das Águas
Helena Marques
 

Destaque (20)

Dureza agua
Dureza aguaDureza agua
Dureza agua
 
Presentacion dureza de aguas
Presentacion dureza de aguasPresentacion dureza de aguas
Presentacion dureza de aguas
 
Reacções químicas 8ºano
Reacções químicas 8ºanoReacções químicas 8ºano
Reacções químicas 8ºano
 
Reacção de Precipitação
Reacção de PrecipitaçãoReacção de Precipitação
Reacção de Precipitação
 
Tipos de àgua
Tipos de àguaTipos de àgua
Tipos de àgua
 
Som Aula 1
Som Aula 1Som Aula 1
Som Aula 1
 
Velocidade das reações químicas
Velocidade das reações químicasVelocidade das reações químicas
Velocidade das reações químicas
 
A dureza em aquários de água doce
A dureza em aquários de água doceA dureza em aquários de água doce
A dureza em aquários de água doce
 
09 esgostos vazao dbo dqo
09   esgostos vazao dbo dqo09   esgostos vazao dbo dqo
09 esgostos vazao dbo dqo
 
Reflexão, absorção e refracção do som
Reflexão, absorção e refracção do somReflexão, absorção e refracção do som
Reflexão, absorção e refracção do som
 
Física e química
Física e químicaFísica e química
Física e química
 
Ondas som e luz 8º ano
Ondas   som e luz 8º anoOndas   som e luz 8º ano
Ondas som e luz 8º ano
 
Resumo Físico-Química
Resumo Físico-QuímicaResumo Físico-Química
Resumo Físico-Química
 
Som e Luz
Som e LuzSom e Luz
Som e Luz
 
Microbiología del agua
Microbiología del aguaMicrobiología del agua
Microbiología del agua
 
O império holandês e inglês
O império holandês e inglêsO império holandês e inglês
O império holandês e inglês
 
Practica#9 determinacion de dureza
Practica#9 determinacion de durezaPractica#9 determinacion de dureza
Practica#9 determinacion de dureza
 
O som
O somO som
O som
 
O império holandês e inglês
O império holandês e inglêsO império holandês e inglês
O império holandês e inglês
 
Poluição das Águas
Poluição das  ÁguasPoluição das  Águas
Poluição das Águas
 

Semelhante a Amaciamento de Águas

Agua dura e_abrandamento
Agua dura e_abrandamentoAgua dura e_abrandamento
Agua dura e_abrandamento
Caio1409
 
Abrandamento de água.ppt
Abrandamento de água.pptAbrandamento de água.ppt
Abrandamento de água.ppt
KleytonBiadola
 
O que são reações de precipitação, sua importância e como evitá-las.pptx
O que são reações de precipitação, sua importância e como evitá-las.pptxO que são reações de precipitação, sua importância e como evitá-las.pptx
O que são reações de precipitação, sua importância e como evitá-las.pptx
Sílvia Oliveira
 
A8 - Tratamento de aguas.pdf
A8 - Tratamento de aguas.pdfA8 - Tratamento de aguas.pdf
A8 - Tratamento de aguas.pdf
Fersay
 
Revisâo cimento 4
Revisâo cimento 4Revisâo cimento 4
Revisâo cimento 4
Raquel de Carvalho
 
Tratamento de água caldeira.ppt
Tratamento de água caldeira.pptTratamento de água caldeira.ppt
Tratamento de água caldeira.ppt
MarcoReisBrugnerotto
 
Tratamento de água objetivo ituverava - 2013
Tratamento de água   objetivo ituverava - 2013Tratamento de água   objetivo ituverava - 2013
Tratamento de água objetivo ituverava - 2013
José Marcelo Cangemi
 
Tecnologia tratamento de aguas (2)
Tecnologia tratamento de aguas (2)Tecnologia tratamento de aguas (2)
Tecnologia tratamento de aguas (2)
Jupira Silva
 
Tecnologia tratamento de aguas
Tecnologia tratamento de aguasTecnologia tratamento de aguas
Tecnologia tratamento de aguas
Jupira Silva
 
Matrizes Aquosas2017.pdf
Matrizes Aquosas2017.pdfMatrizes Aquosas2017.pdf
Matrizes Aquosas2017.pdf
profAlexLima1
 
Aula_2_Materiais de Construcao I-Aglomerantes (1).pdf
Aula_2_Materiais de Construcao I-Aglomerantes (1).pdfAula_2_Materiais de Construcao I-Aglomerantes (1).pdf
Aula_2_Materiais de Construcao I-Aglomerantes (1).pdf
Gabrielcarvalhodasil
 
Rochas sedimentares classificação quimiogénicas
Rochas sedimentares  classificação quimiogénicasRochas sedimentares  classificação quimiogénicas
Rochas sedimentares classificação quimiogénicas
Isabel Lopes
 

Semelhante a Amaciamento de Águas (12)

Agua dura e_abrandamento
Agua dura e_abrandamentoAgua dura e_abrandamento
Agua dura e_abrandamento
 
Abrandamento de água.ppt
Abrandamento de água.pptAbrandamento de água.ppt
Abrandamento de água.ppt
 
O que são reações de precipitação, sua importância e como evitá-las.pptx
O que são reações de precipitação, sua importância e como evitá-las.pptxO que são reações de precipitação, sua importância e como evitá-las.pptx
O que são reações de precipitação, sua importância e como evitá-las.pptx
 
A8 - Tratamento de aguas.pdf
A8 - Tratamento de aguas.pdfA8 - Tratamento de aguas.pdf
A8 - Tratamento de aguas.pdf
 
Revisâo cimento 4
Revisâo cimento 4Revisâo cimento 4
Revisâo cimento 4
 
Tratamento de água caldeira.ppt
Tratamento de água caldeira.pptTratamento de água caldeira.ppt
Tratamento de água caldeira.ppt
 
Tratamento de água objetivo ituverava - 2013
Tratamento de água   objetivo ituverava - 2013Tratamento de água   objetivo ituverava - 2013
Tratamento de água objetivo ituverava - 2013
 
Tecnologia tratamento de aguas (2)
Tecnologia tratamento de aguas (2)Tecnologia tratamento de aguas (2)
Tecnologia tratamento de aguas (2)
 
Tecnologia tratamento de aguas
Tecnologia tratamento de aguasTecnologia tratamento de aguas
Tecnologia tratamento de aguas
 
Matrizes Aquosas2017.pdf
Matrizes Aquosas2017.pdfMatrizes Aquosas2017.pdf
Matrizes Aquosas2017.pdf
 
Aula_2_Materiais de Construcao I-Aglomerantes (1).pdf
Aula_2_Materiais de Construcao I-Aglomerantes (1).pdfAula_2_Materiais de Construcao I-Aglomerantes (1).pdf
Aula_2_Materiais de Construcao I-Aglomerantes (1).pdf
 
Rochas sedimentares classificação quimiogénicas
Rochas sedimentares  classificação quimiogénicasRochas sedimentares  classificação quimiogénicas
Rochas sedimentares classificação quimiogénicas
 

Amaciamento de Águas

  • 1. Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos com Ensino Secundário da Chamusca Sistemas e Estações de Tratamento (SET) e Operações de Sistemas e Estações de Tratamento Ambientais (OSETA) Ano Lectivo 2007/2008 Prof. Rui Pires e Pedro Neves
  • 2.
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6. Índice + - Catiões Causadores da Dureza Aniões Associados mais Importantes Ca 2+ HCO 3 - Mg 2+ SO 4 2- Sr 2+ Cl - Fe 2+ NO 3 - Mn 2+ SiO 3 2-
  • 7.
  • 8.
  • 9. Índice Grau de Dureza Concentração de CaCO 3 (mg/dm 3 ) Águas muito duras >300 mg/dm 3 Águas duras 150-300 mg/dm 3 Águas moderadamente duras 75-150 mg/dm 3 Águas macias e brandas Grau de Dureza
  • 10.
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17. Precipitação Química  O objectivo deste processo é remover a dureza cálcica e carbonatada;  Consiste em adicionar cal à água para que ocorra uma precipitação de CaCO 3 , e consequentemente uma redução do teor do ião cálcio ; Ca(HCO 3 ) 2 + Ca(OH) 2  2CaCO 3 ↓ + 2H 2 O
  • 18.
  • 19.  O objectivo deste processo é remover a dureza cálcica, carbonatada e não carbonatada  Consiste em adicionar cal e soda à água para que ocorra uma precipitação de CaCO 3 e consequentemente redução da dureza cálcica, carbonatada e não carbonatada. Ca(HCO 3 ) 2 + Ca(OH) 2  2CaCO 3 ↓ + 2H 2 O Na 2 CO 3 + CaSO 4  CaCO 3 ↓+ Na 2 SO 4 Na 2 CO 3 + Ca(OH) 2  CaCO 3 ↓ + 2NaOH 2NaOH + Ca(HCO 3 ) 2  CaCO 3 ↓ + NaCO 3 + 2H 2 O Precipitação Química
  • 20.  O objectivo deste processo é remover a dureza cálcica, magnésica, carbonatada e não carbonatada  Inicialmente adiciona-se cal em excesso à água para que ocorra uma precipitação de CaCO 3 e Mg(OH) 2 e consequentemente redução da dureza cálcica, magnésica e carbonatada  Posteriormente, adiciona-se soda à água para que ocorra uma precipitação de CaCO 3 e consequentemente uma redução da dureza não carbonatada. Precipitação Química
  • 21.
  • 22.
  • 23.
  • 24.
  • 25.
  • 26.
  • 27.