A dureza em aquários de água doce

881 visualizações

Publicada em

TRABALHO SOBRE A DUREZA DA AGUA EM AQUARIOS DE AGUA DOCE

Publicada em: Celular
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
881
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A dureza em aquários de água doce

  1. 1. A dureza em aquários de água doce
  2. 2. Dureza da água • A dureza é a medida da concentração de íons de metais como o cálcio, magnésio, ferro e o zinco. A maioria destas concentrações são adquiridas como a água da chuva que passa por rochas. • A água em sua maioria consiste principalmente de sais de cálcio e magnésio, com traços de alguns outros metais.
  3. 3. A Dureza da água possui interesse para os aquarífilos por duas razões: • Proporcionar um ambiente correto para os seres vivos; • Ajudar na estabilização do PH dentro do aquário. Existem dois tipos de Dureza:Dureza Total (GH) e Dureza Carbonata(KH)
  4. 4. Dureza Total(GH) • A Dureza Total(GH) mede, principalmente as concentrações de íons de cálcio(Ca++) e Magnésio (Mg++) na coluna de água. • A dureza total é o parâmetro mais importante para a dureza em termos de processos biológicos. • Um GH incorreto afeta a transferência de nutrientes através das membranas celulares e pode afetar a fertilidade de um ovo, o funcionamento de órgãos internos e o crescimento do peixe. • Não afeta o pH
  5. 5. Classificação da dureza da água • Obs: Não significa que toda a dureza seja proveniente do CaCO3.
  6. 6. Dureza Carbonata • Mede a concentração de íons de bicarbonato e carbonato na coluna de água. • Responsável pelo “efeito tampão”, que é a capacidade de manter o pH estável. • Representa a dureza, principalmente a dureza derivada de íons do carbonato e do bicarbonato e refletem diretamente a capacidade da água de se tornar macia. O kH pode ser facilmente removido precipitando-se a água através de fervura.
  7. 7. • O ph é dado pela concentração de íons de hidrogênio livre (H) na água. Ao adicionar, por exemplo ácido nitrico na água, este se divide em íons de hidrogênio (H) ou também na sua “base” ou “sal”(No3 ou nitrato). Os íons de hidrogênio liberados vão reduzir o valor do pH.
  8. 8. Ajustar a dureza em água doce • Se a água da rede for dura para peixes e plantas existentes no aquário, a mesma poderá ser amaciada. • Existem muitas formas para retirar a dureza da água para fins aquariofilia, como a utilização do processo de Osmose Inversa (RO), Utilizar a turfa ou resinas para amaciar a água.
  9. 9. Turfa • Material de origem vegetal. • Encontrada naturalmente em locais com pântanos ou lodos. E usada em aquário para ajuda e aumentar o nível de hidrogênio na água. • Abaixa o GH,no entanto deverá ser fervida antes de ser utilizada, pois a água possuirá uma coloração parecida ao chá.
  10. 10. Equipamento para osmose inversa • A osmose inversa ou osmose reversa é um processo de separação em que um solvente é separado de um soluto de baixa massa molecular por uma membrana permeável ao solvente e impermeável ao soluto. Isso ocorre quando se aplica uma grande pressão sobre este meio aquoso, o que contraria o fluxo natural da osmose. Por essa razão o processo é denominado osmose reversa. • A utilização do processo de Osmose Inversa (RO) reduz a dureza total(GH) da água em 0.
  11. 11. Resina • Absorvem o Cálcio e Magnésio, com sais de sódio. • Eficaz, em aquários de pequenos porte e utilizado para amaciar.

×