Introdução Águas Subterrâneas - Parte I

1.006 visualizações

Publicada em

...

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Introdução Águas Subterrâneas - Parte I

  1. 1. ÁGUAS SUBTERRÂNEAS Compreende toda a água que ocorre abaixo da superfície de uma determinada área-água do solo, água da zona não saturada, água da zona saturada, água de camadas aflorantes muito permeáveis (aqüífero livre), água de camadas enceradas entre outras relativamente menos permeáveis (aqüífero confinado), água de camadas relativamente argilosas (aquitardes), água de camadas muito argilosas (aquicludes).
  2. 2. Origem das águas subterrâneas • Meteórica – são águas naturalmente recarregadas pela infiltração de uma fração das precipitações – chuvas, neves, neblinas principalmente – que caem nas superfícies emersas do globo. Essa fonte representa 97% do volume de água doce líquida dos continentes, acessível aos meios tecnológicos e econômicos disponíveis, para abastecimento seguro de populações, industrias e atividades agro-pecuárias, desde que captadas de forma adequada.
  3. 3. • Águas conatas – estas águas são retidas ou conatas nos sedimentos desde as épocas de formação dos depósitos são por isso, também chamadas de “água de formação”. As águas de formação representam um volume de água subterrânea estimado em 53 milhões de Km3, que estão estocados na litosfera, em geral a profundidades superiores aos 4.000 metros
  4. 4. • Água juvenil – é gerada pelos processos magmáticos da terra e está estimada em cerca de 0,3 km3 por ano. Esta parcela integra-se ao ciclo hidrológico por meio dos mecanismos geológicos de circulação de massas e energias relacionadas com a Tectônica de Placas.
  5. 5. Definição de Aquífero • Um aquífero é toda formação geológica subterrânea capaz de armazenar água e que possua permeabilidade suficiente para permitir que esta se movimente. São verdadeiros reservatórios subterrâneos de água formados por rochas com características porosas e permeáveis que retém a água das chuvas, que se infiltra pelo solo, e a transmitem, sob a ação de um diferencial de pressão hidrostática, para que, aos poucos, abasteça rios e poços artesianos. • http://www.oeco.org.br/dicionario-ambiental/28001-o-que-e-um-aquifero
  6. 6. TIPOS DE AQUÍFEROS • Aqüífero Livre (freático ou não confinado) – é aquele cujo topo é demarcado pelo nível freático, estando em contato com a atmosfera. • Aqüífero Confinado – é o aqüífero no qual a pressão da água no topo é maior do que a pressão atmosférica. Ocorre quando um estrato permeável (aqüífero) está confinado entre duas unidades pouco permeáveis (aquítardes). • Aqüífero confinado não drenante – é um aqüífero cujas camadas limítrofes, superior e inferior, são impermeáveis. • Aqüífero confinado drenante – é um aqüífero no qual pelo menos uma das camadas limítrofes é semipermeável
  7. 7. Condições para Formação de Aqüífero • Distribuição e intensidade das precipitações • História paleogeográfica do seu quadro geológico • Características de porosidade e permeabilidade e formas de ocorrência das formações aqüíferas • Formas de uso e ocupação do meio físico.
  8. 8. Fluxo de Água Subterrânea. Nível Freático X Drenagem superficial • Rios efluentes - rios cuja vazão aumenta para jusante alimentados pela água subterrânea (regiões úmidas) • Rios influentes – rios cuja vazão diminui a jusante em conseqüência da recarga da água subterrânea pelo escoamento superficial (regiões semi-áridas ou áridas)
  9. 9. Porosidade e Permeabilidade • Porosidade – é uma propriedade física definida pela relação entre o volume de poros e o volume total de um certo material. • Permeabilidade – é a propriedade dos materiais conduzirem água, depende do tamanho dos poros e da conexão entre eles.
  10. 10. Volume de poros e tamanho de partículas em sedimentos. Material Tamanho das partículas (mm) Porosidade (%) Permeabilidade Cascalho 7 a 10 mm 35,2 Muito alta Areia Grossa 1 a 2 37,4 Alta Areia Fina 0,3 42 Alta a media Silte e Argila 0,04 a 0,06 50 a 80 Baixa a muito baixa Fonte: Decifrando a terra, 2003
  11. 11. POROSIDADE E PERMEABILIDADE
  12. 12. SAGA

×