SlideShare uma empresa Scribd logo
A Explosão das Lan Houses
      ANÁLISE ABCID – MERCADO
            OUTUBRO DE 2009
Objetivo geral



Esforço conjunto entre a Fundação Padre Anchieta e a ABCID
(Associação Brasileira de Centros de Inclusão Digital) para

compreensão do mercado de Lan Houses no Brasil,
considerando sua dimensão, a qualificação de seu acesso e a
situação legal de seus estabelecimentos.
Roteiro da análise




OBJETIVO
Conhecer melhor o mercado de Lan Houses no Brasil, suas tendências e
seu potencial de crescimento e de democratização do acesso a
tecnologias de informação e comunicação.
1. Mercado           Lan House é lugar de inclusão digital

  •   O termo lan house, em sua origem, não remete a nada relacionado a jogo, como
      muitos pensam.
  •   Lan é a junção das iniciais da expressão em inglês “Local Area Network”, ou seja,
      área local para trabalho em rede.
  •   A lan house é muito mais do que isso. É tudo o que a internet é:

                                                           •   local de compra,
                                                           •   de aprendizado,
                                                           •   de relacionamento,
                                                           •   de entretenimento
                                                           •   que também oferece
                                                               jogos
1. Mercado                     Lan House e a legislação brasileira

                                                        CNAD – IBGE
                                        (Classificação Nacional de Atividades Econômicas)




             Lan Houses ilegais ou irregulares
             Ex: cadastrada como lanchonete, loja,                            Lan House = “Casa de Jogo”
                   curso de informática, etc.




                                        Restrições a novos empreendedores
                                          Ex: autorização dos pais para menores
1. Mercado                                                                           Grandes números


                                                         31milhões
                                                        de pessoas acessam
                                                             A internet




                          108 mil
                               Lan House
                                                          24           milhões
                                                                 classes CDE




Fonte: NIC.br - set/nov 2008, CETIC.BR / Ibope Nielsen Online – 2º tri / 2009 / PC
World, notícia de 06-08-2008 / 20ª Pesquisa Anual do Uso de TI, 2009, FGV GVCia
/ Inferências e cruzamento de dados realizados por Mario Brandão.
1. Mercado                                 Conclusão - Mercado




     Lan Houses são centros de inclusão digital privados, com grande
     representatividade no acesso da população brasileira à internet, porém
     com algumas divergências regulatórias.
2. Acesso                                        Quem frequenta Lan Houses?




                                                          48%                dos brasileiros
                                                          acessam à internet em lan houses

                                                          + de 31 milhões de pessoas




Fonte: NIC.br - set/nov 2008, CETIC.BR / Ibope Nielsen Online – 2º tri / 2009
2. Acesso                                     Quem freqüenta Lan Houses?
                     Classe Social
   • 79% do total da classe DE acessa
         internet em Lan Houses.                                               Grau de instrução
   • 55% da classe C
   •     26% da classe B                                               •   63% das pessoas com nível
                                                                           fundamental acessam internet em Lan
   •     8% da classe A
                                                                           Houses.
          Espaço altamente freqüentado                                 •   51% das com ensino médio
                pelas classes CDE.                                     •   26% das com ensino superior




                                                                           Espaço acessado pela população
                                                                            com nível educacional básico.




Fonte: NIC.br - set/nov 2008, CETIC.BR (LOCAL DE ACESSO INDIVIDUAL À
INTERNET
2. Acesso                                     Quem freqüenta Lan Houses?

                                 Idade
      • 63% dos adolescentes de 10 a 15 anos                               Situação do emprego
           acessam internet em Lan Houses
      • 60% dos jovens de 16 a 24 anos                                 • 64% dos desempregados
      •    38% das pessoas de 25 a 34 anos
                                                                           acessam internet em Lan Houses.
                Espaço altamente acessado
                     pela juventude.                                   •   57% dos estudantes
                                                                       •   43% dos trabalhadores

                                                                             Acesso significativo de
                                                                             pessoas com situação
                                                                              econômica instável.




Fonte: NIC.br - set/nov 2008, CETIC.BR (LOCAL DE ACESSO INDIVIDUAL À
INTERNET
2. Acesso                                    Conclusão - Acesso




     Lan Houses são espaços de grande importância para a democratização
     do acesso de públicos menos favorecidos às tecnologias de informação,
     freqüentados por um número significativo de brasileiros.
3. Inferências                                                                      ABCID

                             Associação Brasileira de Centros de Inclusão Digital




      Associação de direito privado, sem fins lucrativos, que tem por objetivo
      incentivar a inclusão digital, como ferramenta para inclusão social e melhora da
      qualidade de vida dos cidadãos. Realiza atividades diversas, como:
             produção, disseminação e intercâmbio de conteúdos
             elaboração e divulgação de projetos de inclusão digital
             Fortalecer parcerias e articulações nacionais e internacionais
             Conscientizar a comunidade e parceiros sobre a temática
3. Inferências           Situação legal das Lan Houses no Brasil



                                                                          Totalmente Informais    85,64%
                                                                               Com CNPJ           14,36%
                                                                          Com Alvará Prefeitura   3,30%
                                                                           Com Alvará Juizado     0,99%




        + de 250 mil pessoas trabalhando
              sem carteira assinada.

 Fonte: Inferências e cruzamento de dados realizados por Mario Brandão.
3. Inferências                                   Possível impacto da autuação

          72% das Lan Houses fechariam suas portas se fossem autuadas por
           irregularidade pela Lei Azeredo. Em um cenário realista, isso pode significar:



                     39 mil
                     espaços
                     fechados                101 mil
                                             desempregados


                                                   11 milhões de usuários
                                                   com dificuldade de acesso
                                                   (sendo 9 mi das classes CDE)




 Fontes: Pesquisa ABCID / Inferências e cruzamento de dados realizados por
 Mario Brandão.
3. Inferências                            Conclusão - Inferências




       Atualmente grande parte das Lan Houses possuem dificuldade em
       atender à legislação brasileira em sua plenitude, e atuam de maneira
       irregular. Porém, há um grande potencial de impacto social positivo
       com o fomento e a regularização deste mercado.
Opinião – Cláudio Prado


Há três movimentos distintos em direção ao “futuro” das lan houses:

    1.   Um movimento reacionário que vê as lans como “antro da
         perdição”, numa confusão histórica de rejeição do novo.

    2.   O movimento de legalizar as lan houses para explorar o comércio
         da conexão.

    3.   O movimento que vê nas lan houses espaços potenciais de
         formação de cidadania cultural do século 21.
Opinião – Cláudio Prado


Estas três instâncias terão que ser levadas em consideração pelos órgãos
regulatórios do governo, todas elas importantes para o bem e/ou para o mal.
    – O grupo 1 é um perigo. Reacionários de todas as estirpes que vêem na Internet a
      encarnação de todos os males. Clássica reação ao novo.
    – O grupo 2 são os neo-empresários da conexão, potenciais criadores de franquias e
      impérios que lidam com o digital como se o século 21 fosse uma continuação do
      analógico século 20, sem se questionar, me parece, que estão em curso, no Brasil e no
      mundo, inexoráveis políticas públicas de Banda Larga.
    – O grupo 3, no qual me incluo, enxerga um horizonte onde a Cultura Digital nas lan
      houses pode ser um atalho para criação de bolsões de alegria e de perspectivas de
      oxigênio para todos. As lan houses Culturais podem vir a ser os campinhos de várzea
      da Cultura e assim sendo se tornar a quarta geração de uma cultura digital
      revolucionária.
A Explosão das Lan Houses
      ANÁLISE ABCID – MERCADO
            OUTUBRO DE 2009

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a A Explosão das Lan Houses

Inclusão Digital Web 2.0
Inclusão Digital Web 2.0Inclusão Digital Web 2.0
Inclusão Digital Web 2.0
marlisecruz
 
3º Seminário sobre Informação na Internet e da 3ª Conferência Internacional s...
3º Seminário sobre Informação na Internet e da 3ª Conferência Internacional s...3º Seminário sobre Informação na Internet e da 3ª Conferência Internacional s...
3º Seminário sobre Informação na Internet e da 3ª Conferência Internacional s...
Michelangelo Mazzardo Marques Viana
 
Apresentação Conexão Cultura
Apresentação Conexão CulturaApresentação Conexão Cultura
Apresentação Conexão Cultura
Conexão Cultura
 
Highlights: manual para os novos tempos
Highlights: manual para os novos temposHighlights: manual para os novos tempos
Highlights: manual para os novos tempos
Bia Quadros
 
Ligar Portugal? A rede de espaços internet entre os paradoxos das políticas p...
Ligar Portugal? A rede de espaços internet entre os paradoxos das políticas p...Ligar Portugal? A rede de espaços internet entre os paradoxos das políticas p...
Ligar Portugal? A rede de espaços internet entre os paradoxos das políticas p...
Joana Tadeu
 
Social Commerce - Quando as conversas potencializam as vendas.
Social Commerce - Quando as conversas potencializam as vendas.Social Commerce - Quando as conversas potencializam as vendas.
Social Commerce - Quando as conversas potencializam as vendas.
Editora Generale
 
Varejo 2.0 - TerraForum
Varejo 2.0  - TerraForumVarejo 2.0  - TerraForum
Varejo 2.0 - TerraForum
Jose Claudio Terra
 
Palestra Uninove Bauru - O impacto das novas mídias digitais no comportamento...
Palestra Uninove Bauru - O impacto das novas mídias digitais no comportamento...Palestra Uninove Bauru - O impacto das novas mídias digitais no comportamento...
Palestra Uninove Bauru - O impacto das novas mídias digitais no comportamento...
Paulo Milreu
 
Implantação da política de GC&I
Implantação da política de GC&IImplantação da política de GC&I
Implantação da política de GC&I
inovaDay .
 
Trabalho final cibercultura
Trabalho final   ciberculturaTrabalho final   cibercultura
Trabalho final cibercultura
Nathália Rodrigues
 
Relatorio ea lan house 11 2009
Relatorio ea lan house 11 2009Relatorio ea lan house 11 2009
Relatorio ea lan house 11 2009
raiobrasil
 
Como atrair a classe C
Como atrair a classe CComo atrair a classe C
Como atrair a classe C
Alexandre Crivellaro
 
Palestra de Inovação Digital - Gil Giardelli
Palestra de Inovação Digital - Gil GiardelliPalestra de Inovação Digital - Gil Giardelli
Palestra de Inovação Digital - Gil Giardelli
Rodrigo Vassari
 
Redes Socais para Empreendedoras
Redes Socais para EmpreendedorasRedes Socais para Empreendedoras
Redes Socais para Empreendedoras
Ana Maria Magni Coelho
 
Redes sociais e seu impacto na economia
Redes sociais e seu impacto na economiaRedes sociais e seu impacto na economia
Redes sociais e seu impacto na economia
Ismael Paulo Santos
 
A Midia Que Mais Cresce
A Midia Que Mais CresceA Midia Que Mais Cresce
A Midia Que Mais Cresce
UOL
 
A Midia Que Mais Cresce
A Midia Que Mais CresceA Midia Que Mais Cresce
A Midia Que Mais Cresce
Ideavertising
 
Escola de Propaganda e Marketing - Belem - Curso Gestão de Rede Sociais - Int...
Escola de Propaganda e Marketing - Belem - Curso Gestão de Rede Sociais - Int...Escola de Propaganda e Marketing - Belem - Curso Gestão de Rede Sociais - Int...
Escola de Propaganda e Marketing - Belem - Curso Gestão de Rede Sociais - Int...
Fernando Souza
 
Workshop Gol Virtual: Gerir e Curtir
Workshop Gol Virtual: Gerir e CurtirWorkshop Gol Virtual: Gerir e Curtir
Workshop Gol Virtual: Gerir e Curtir
Sebrae-SaoPaulo
 
Mídias Sociais nas Empresas
Mídias Sociais nas EmpresasMídias Sociais nas Empresas
Mídias Sociais nas Empresas
Editora Generale
 

Semelhante a A Explosão das Lan Houses (20)

Inclusão Digital Web 2.0
Inclusão Digital Web 2.0Inclusão Digital Web 2.0
Inclusão Digital Web 2.0
 
3º Seminário sobre Informação na Internet e da 3ª Conferência Internacional s...
3º Seminário sobre Informação na Internet e da 3ª Conferência Internacional s...3º Seminário sobre Informação na Internet e da 3ª Conferência Internacional s...
3º Seminário sobre Informação na Internet e da 3ª Conferência Internacional s...
 
Apresentação Conexão Cultura
Apresentação Conexão CulturaApresentação Conexão Cultura
Apresentação Conexão Cultura
 
Highlights: manual para os novos tempos
Highlights: manual para os novos temposHighlights: manual para os novos tempos
Highlights: manual para os novos tempos
 
Ligar Portugal? A rede de espaços internet entre os paradoxos das políticas p...
Ligar Portugal? A rede de espaços internet entre os paradoxos das políticas p...Ligar Portugal? A rede de espaços internet entre os paradoxos das políticas p...
Ligar Portugal? A rede de espaços internet entre os paradoxos das políticas p...
 
Social Commerce - Quando as conversas potencializam as vendas.
Social Commerce - Quando as conversas potencializam as vendas.Social Commerce - Quando as conversas potencializam as vendas.
Social Commerce - Quando as conversas potencializam as vendas.
 
Varejo 2.0 - TerraForum
Varejo 2.0  - TerraForumVarejo 2.0  - TerraForum
Varejo 2.0 - TerraForum
 
Palestra Uninove Bauru - O impacto das novas mídias digitais no comportamento...
Palestra Uninove Bauru - O impacto das novas mídias digitais no comportamento...Palestra Uninove Bauru - O impacto das novas mídias digitais no comportamento...
Palestra Uninove Bauru - O impacto das novas mídias digitais no comportamento...
 
Implantação da política de GC&I
Implantação da política de GC&IImplantação da política de GC&I
Implantação da política de GC&I
 
Trabalho final cibercultura
Trabalho final   ciberculturaTrabalho final   cibercultura
Trabalho final cibercultura
 
Relatorio ea lan house 11 2009
Relatorio ea lan house 11 2009Relatorio ea lan house 11 2009
Relatorio ea lan house 11 2009
 
Como atrair a classe C
Como atrair a classe CComo atrair a classe C
Como atrair a classe C
 
Palestra de Inovação Digital - Gil Giardelli
Palestra de Inovação Digital - Gil GiardelliPalestra de Inovação Digital - Gil Giardelli
Palestra de Inovação Digital - Gil Giardelli
 
Redes Socais para Empreendedoras
Redes Socais para EmpreendedorasRedes Socais para Empreendedoras
Redes Socais para Empreendedoras
 
Redes sociais e seu impacto na economia
Redes sociais e seu impacto na economiaRedes sociais e seu impacto na economia
Redes sociais e seu impacto na economia
 
A Midia Que Mais Cresce
A Midia Que Mais CresceA Midia Que Mais Cresce
A Midia Que Mais Cresce
 
A Midia Que Mais Cresce
A Midia Que Mais CresceA Midia Que Mais Cresce
A Midia Que Mais Cresce
 
Escola de Propaganda e Marketing - Belem - Curso Gestão de Rede Sociais - Int...
Escola de Propaganda e Marketing - Belem - Curso Gestão de Rede Sociais - Int...Escola de Propaganda e Marketing - Belem - Curso Gestão de Rede Sociais - Int...
Escola de Propaganda e Marketing - Belem - Curso Gestão de Rede Sociais - Int...
 
Workshop Gol Virtual: Gerir e Curtir
Workshop Gol Virtual: Gerir e CurtirWorkshop Gol Virtual: Gerir e Curtir
Workshop Gol Virtual: Gerir e Curtir
 
Mídias Sociais nas Empresas
Mídias Sociais nas EmpresasMídias Sociais nas Empresas
Mídias Sociais nas Empresas
 

Mais de Rodrigo Mesquita

Ouvir, Pensar e Agir. O Agronegócio nas Mídias Sociais.
Ouvir, Pensar e Agir. O Agronegócio nas Mídias Sociais.Ouvir, Pensar e Agir. O Agronegócio nas Mídias Sociais.
Ouvir, Pensar e Agir. O Agronegócio nas Mídias Sociais.
Rodrigo Mesquita
 
Os turbulentos próximos 10 anos da nossa história
Os turbulentos próximos 10 anos da nossa históriaOs turbulentos próximos 10 anos da nossa história
Os turbulentos próximos 10 anos da nossa história
Rodrigo Mesquita
 
Aliança para Inovação Agropecuária no Brasil
Aliança para Inovação Agropecuária no Brasil   Aliança para Inovação Agropecuária no Brasil
Aliança para Inovação Agropecuária no Brasil
Rodrigo Mesquita
 
NetNexus Eventos
NetNexus EventosNetNexus Eventos
NetNexus Eventos
Rodrigo Mesquita
 
SERVIÇO DE MONITORAMENTO, INFORMAÇÃO E AÇÃO NAS MÍDIAS SOCIAIS EXCLUSIVO PARA...
SERVIÇO DE MONITORAMENTO, INFORMAÇÃO E AÇÃO NAS MÍDIAS SOCIAIS EXCLUSIVO PARA...SERVIÇO DE MONITORAMENTO, INFORMAÇÃO E AÇÃO NAS MÍDIAS SOCIAIS EXCLUSIVO PARA...
SERVIÇO DE MONITORAMENTO, INFORMAÇÃO E AÇÃO NAS MÍDIAS SOCIAIS EXCLUSIVO PARA...
Rodrigo Mesquita
 
Redes versus Hierarquias, no tempo da História
Redes versus Hierarquias, no tempo da HistóriaRedes versus Hierarquias, no tempo da História
Redes versus Hierarquias, no tempo da História
Rodrigo Mesquita
 
O diálogo do agronegócio com a sociedade em rede
O diálogo do agronegócio com a sociedade em redeO diálogo do agronegócio com a sociedade em rede
O diálogo do agronegócio com a sociedade em rede
Rodrigo Mesquita
 
O Novo Ecossistema da Informação, Comunicação e Articulação da Sociedade
O Novo Ecossistema da Informação, Comunicação e Articulação da SociedadeO Novo Ecossistema da Informação, Comunicação e Articulação da Sociedade
O Novo Ecossistema da Informação, Comunicação e Articulação da Sociedade
Rodrigo Mesquita
 
Giro rápido no meu Flipboard num início de tarde
Giro rápido no meu Flipboard num início de tardeGiro rápido no meu Flipboard num início de tarde
Giro rápido no meu Flipboard num início de tarde
Rodrigo Mesquita
 
Informação, comunicação e articulação no século 21
Informação, comunicação e articulação no século 21Informação, comunicação e articulação no século 21
Informação, comunicação e articulação no século 21
Rodrigo Mesquita
 
SOCIAL GAME e NEGÓCIOS EM REDE: jogo é coisa séria.
SOCIAL GAME e NEGÓCIOS EM REDE: jogo é coisa séria.SOCIAL GAME e NEGÓCIOS EM REDE: jogo é coisa séria.
SOCIAL GAME e NEGÓCIOS EM REDE: jogo é coisa séria.
Rodrigo Mesquita
 
#ojogo do Brasil Inclusivo
#ojogo do Brasil Inclusivo#ojogo do Brasil Inclusivo
#ojogo do Brasil Inclusivo
Rodrigo Mesquita
 
No Caminho do Plano Ceibal, uma revolução na educação.
No Caminho do Plano Ceibal, uma revolução na educação.No Caminho do Plano Ceibal, uma revolução na educação.
No Caminho do Plano Ceibal, uma revolução na educação.
Rodrigo Mesquita
 
Da Mata Atlântica à Era do Conhecimento
Da Mata Atlântica à Era do ConhecimentoDa Mata Atlântica à Era do Conhecimento
Da Mata Atlântica à Era do Conhecimento
Rodrigo Mesquita
 
Resultson
ResultsonResultson
Resultson
Rodrigo Mesquita
 
A Saga Do Viajante
A Saga Do ViajanteA Saga Do Viajante
A Saga Do Viajante
Rodrigo Mesquita
 
Menino Da Porteira
Menino Da PorteiraMenino Da Porteira
Menino Da Porteira
Rodrigo Mesquita
 
Tempos de aprender, desaprender, reaprender.
Tempos de aprender, desaprender, reaprender.Tempos de aprender, desaprender, reaprender.
Tempos de aprender, desaprender, reaprender.
Rodrigo Mesquita
 
Ecossistema, uma transposição para a rede.
Ecossistema, uma transposição para a rede.Ecossistema, uma transposição para a rede.
Ecossistema, uma transposição para a rede.
Rodrigo Mesquita
 
Apresentaçao Usando A Web 2.0
Apresentaçao Usando A Web 2.0Apresentaçao Usando A Web 2.0
Apresentaçao Usando A Web 2.0
Rodrigo Mesquita
 

Mais de Rodrigo Mesquita (20)

Ouvir, Pensar e Agir. O Agronegócio nas Mídias Sociais.
Ouvir, Pensar e Agir. O Agronegócio nas Mídias Sociais.Ouvir, Pensar e Agir. O Agronegócio nas Mídias Sociais.
Ouvir, Pensar e Agir. O Agronegócio nas Mídias Sociais.
 
Os turbulentos próximos 10 anos da nossa história
Os turbulentos próximos 10 anos da nossa históriaOs turbulentos próximos 10 anos da nossa história
Os turbulentos próximos 10 anos da nossa história
 
Aliança para Inovação Agropecuária no Brasil
Aliança para Inovação Agropecuária no Brasil   Aliança para Inovação Agropecuária no Brasil
Aliança para Inovação Agropecuária no Brasil
 
NetNexus Eventos
NetNexus EventosNetNexus Eventos
NetNexus Eventos
 
SERVIÇO DE MONITORAMENTO, INFORMAÇÃO E AÇÃO NAS MÍDIAS SOCIAIS EXCLUSIVO PARA...
SERVIÇO DE MONITORAMENTO, INFORMAÇÃO E AÇÃO NAS MÍDIAS SOCIAIS EXCLUSIVO PARA...SERVIÇO DE MONITORAMENTO, INFORMAÇÃO E AÇÃO NAS MÍDIAS SOCIAIS EXCLUSIVO PARA...
SERVIÇO DE MONITORAMENTO, INFORMAÇÃO E AÇÃO NAS MÍDIAS SOCIAIS EXCLUSIVO PARA...
 
Redes versus Hierarquias, no tempo da História
Redes versus Hierarquias, no tempo da HistóriaRedes versus Hierarquias, no tempo da História
Redes versus Hierarquias, no tempo da História
 
O diálogo do agronegócio com a sociedade em rede
O diálogo do agronegócio com a sociedade em redeO diálogo do agronegócio com a sociedade em rede
O diálogo do agronegócio com a sociedade em rede
 
O Novo Ecossistema da Informação, Comunicação e Articulação da Sociedade
O Novo Ecossistema da Informação, Comunicação e Articulação da SociedadeO Novo Ecossistema da Informação, Comunicação e Articulação da Sociedade
O Novo Ecossistema da Informação, Comunicação e Articulação da Sociedade
 
Giro rápido no meu Flipboard num início de tarde
Giro rápido no meu Flipboard num início de tardeGiro rápido no meu Flipboard num início de tarde
Giro rápido no meu Flipboard num início de tarde
 
Informação, comunicação e articulação no século 21
Informação, comunicação e articulação no século 21Informação, comunicação e articulação no século 21
Informação, comunicação e articulação no século 21
 
SOCIAL GAME e NEGÓCIOS EM REDE: jogo é coisa séria.
SOCIAL GAME e NEGÓCIOS EM REDE: jogo é coisa séria.SOCIAL GAME e NEGÓCIOS EM REDE: jogo é coisa séria.
SOCIAL GAME e NEGÓCIOS EM REDE: jogo é coisa séria.
 
#ojogo do Brasil Inclusivo
#ojogo do Brasil Inclusivo#ojogo do Brasil Inclusivo
#ojogo do Brasil Inclusivo
 
No Caminho do Plano Ceibal, uma revolução na educação.
No Caminho do Plano Ceibal, uma revolução na educação.No Caminho do Plano Ceibal, uma revolução na educação.
No Caminho do Plano Ceibal, uma revolução na educação.
 
Da Mata Atlântica à Era do Conhecimento
Da Mata Atlântica à Era do ConhecimentoDa Mata Atlântica à Era do Conhecimento
Da Mata Atlântica à Era do Conhecimento
 
Resultson
ResultsonResultson
Resultson
 
A Saga Do Viajante
A Saga Do ViajanteA Saga Do Viajante
A Saga Do Viajante
 
Menino Da Porteira
Menino Da PorteiraMenino Da Porteira
Menino Da Porteira
 
Tempos de aprender, desaprender, reaprender.
Tempos de aprender, desaprender, reaprender.Tempos de aprender, desaprender, reaprender.
Tempos de aprender, desaprender, reaprender.
 
Ecossistema, uma transposição para a rede.
Ecossistema, uma transposição para a rede.Ecossistema, uma transposição para a rede.
Ecossistema, uma transposição para a rede.
 
Apresentaçao Usando A Web 2.0
Apresentaçao Usando A Web 2.0Apresentaçao Usando A Web 2.0
Apresentaçao Usando A Web 2.0
 

Último

Gestão de dados: sua importância e benefícios
Gestão de dados: sua importância e benefíciosGestão de dados: sua importância e benefícios
Gestão de dados: sua importância e benefícios
Rafael Santos
 
Por que escolhi o Flutter - Campus Party Piauí.pdf
Por que escolhi o Flutter - Campus Party Piauí.pdfPor que escolhi o Flutter - Campus Party Piauí.pdf
Por que escolhi o Flutter - Campus Party Piauí.pdf
Ian Oliveira
 
Orientações para utilizar Drone no espaço Brasil
Orientações para utilizar Drone no espaço BrasilOrientações para utilizar Drone no espaço Brasil
Orientações para utilizar Drone no espaço Brasil
EliakimArajo2
 
Teoria de redes de computadores redes .doc
Teoria de redes de computadores redes .docTeoria de redes de computadores redes .doc
Teoria de redes de computadores redes .doc
anpproferick
 
Ferramentas e Técnicas para aplicar no seu dia a dia numa Transformação Digital!
Ferramentas e Técnicas para aplicar no seu dia a dia numa Transformação Digital!Ferramentas e Técnicas para aplicar no seu dia a dia numa Transformação Digital!
Ferramentas e Técnicas para aplicar no seu dia a dia numa Transformação Digital!
Annelise Gripp
 
Como fui de 0 a lead na gringa em 3 anos.pptx
Como fui de 0 a lead na gringa em 3 anos.pptxComo fui de 0 a lead na gringa em 3 anos.pptx
Como fui de 0 a lead na gringa em 3 anos.pptx
tnrlucas
 
PRATICANDO O SCRUM Scrum team, product owner
PRATICANDO O SCRUM Scrum team, product ownerPRATICANDO O SCRUM Scrum team, product owner
PRATICANDO O SCRUM Scrum team, product owner
anpproferick
 

Último (7)

Gestão de dados: sua importância e benefícios
Gestão de dados: sua importância e benefíciosGestão de dados: sua importância e benefícios
Gestão de dados: sua importância e benefícios
 
Por que escolhi o Flutter - Campus Party Piauí.pdf
Por que escolhi o Flutter - Campus Party Piauí.pdfPor que escolhi o Flutter - Campus Party Piauí.pdf
Por que escolhi o Flutter - Campus Party Piauí.pdf
 
Orientações para utilizar Drone no espaço Brasil
Orientações para utilizar Drone no espaço BrasilOrientações para utilizar Drone no espaço Brasil
Orientações para utilizar Drone no espaço Brasil
 
Teoria de redes de computadores redes .doc
Teoria de redes de computadores redes .docTeoria de redes de computadores redes .doc
Teoria de redes de computadores redes .doc
 
Ferramentas e Técnicas para aplicar no seu dia a dia numa Transformação Digital!
Ferramentas e Técnicas para aplicar no seu dia a dia numa Transformação Digital!Ferramentas e Técnicas para aplicar no seu dia a dia numa Transformação Digital!
Ferramentas e Técnicas para aplicar no seu dia a dia numa Transformação Digital!
 
Como fui de 0 a lead na gringa em 3 anos.pptx
Como fui de 0 a lead na gringa em 3 anos.pptxComo fui de 0 a lead na gringa em 3 anos.pptx
Como fui de 0 a lead na gringa em 3 anos.pptx
 
PRATICANDO O SCRUM Scrum team, product owner
PRATICANDO O SCRUM Scrum team, product ownerPRATICANDO O SCRUM Scrum team, product owner
PRATICANDO O SCRUM Scrum team, product owner
 

A Explosão das Lan Houses

  • 1. A Explosão das Lan Houses ANÁLISE ABCID – MERCADO OUTUBRO DE 2009
  • 2. Objetivo geral Esforço conjunto entre a Fundação Padre Anchieta e a ABCID (Associação Brasileira de Centros de Inclusão Digital) para compreensão do mercado de Lan Houses no Brasil, considerando sua dimensão, a qualificação de seu acesso e a situação legal de seus estabelecimentos.
  • 3. Roteiro da análise OBJETIVO Conhecer melhor o mercado de Lan Houses no Brasil, suas tendências e seu potencial de crescimento e de democratização do acesso a tecnologias de informação e comunicação.
  • 4. 1. Mercado Lan House é lugar de inclusão digital • O termo lan house, em sua origem, não remete a nada relacionado a jogo, como muitos pensam. • Lan é a junção das iniciais da expressão em inglês “Local Area Network”, ou seja, área local para trabalho em rede. • A lan house é muito mais do que isso. É tudo o que a internet é: • local de compra, • de aprendizado, • de relacionamento, • de entretenimento • que também oferece jogos
  • 5. 1. Mercado Lan House e a legislação brasileira CNAD – IBGE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas) Lan Houses ilegais ou irregulares Ex: cadastrada como lanchonete, loja, Lan House = “Casa de Jogo” curso de informática, etc. Restrições a novos empreendedores Ex: autorização dos pais para menores
  • 6. 1. Mercado Grandes números 31milhões de pessoas acessam A internet 108 mil Lan House 24 milhões classes CDE Fonte: NIC.br - set/nov 2008, CETIC.BR / Ibope Nielsen Online – 2º tri / 2009 / PC World, notícia de 06-08-2008 / 20ª Pesquisa Anual do Uso de TI, 2009, FGV GVCia / Inferências e cruzamento de dados realizados por Mario Brandão.
  • 7. 1. Mercado Conclusão - Mercado Lan Houses são centros de inclusão digital privados, com grande representatividade no acesso da população brasileira à internet, porém com algumas divergências regulatórias.
  • 8. 2. Acesso Quem frequenta Lan Houses? 48% dos brasileiros acessam à internet em lan houses + de 31 milhões de pessoas Fonte: NIC.br - set/nov 2008, CETIC.BR / Ibope Nielsen Online – 2º tri / 2009
  • 9. 2. Acesso Quem freqüenta Lan Houses? Classe Social • 79% do total da classe DE acessa internet em Lan Houses. Grau de instrução • 55% da classe C • 26% da classe B • 63% das pessoas com nível fundamental acessam internet em Lan • 8% da classe A Houses. Espaço altamente freqüentado • 51% das com ensino médio pelas classes CDE. • 26% das com ensino superior Espaço acessado pela população com nível educacional básico. Fonte: NIC.br - set/nov 2008, CETIC.BR (LOCAL DE ACESSO INDIVIDUAL À INTERNET
  • 10. 2. Acesso Quem freqüenta Lan Houses? Idade • 63% dos adolescentes de 10 a 15 anos Situação do emprego acessam internet em Lan Houses • 60% dos jovens de 16 a 24 anos • 64% dos desempregados • 38% das pessoas de 25 a 34 anos acessam internet em Lan Houses. Espaço altamente acessado pela juventude. • 57% dos estudantes • 43% dos trabalhadores Acesso significativo de pessoas com situação econômica instável. Fonte: NIC.br - set/nov 2008, CETIC.BR (LOCAL DE ACESSO INDIVIDUAL À INTERNET
  • 11. 2. Acesso Conclusão - Acesso Lan Houses são espaços de grande importância para a democratização do acesso de públicos menos favorecidos às tecnologias de informação, freqüentados por um número significativo de brasileiros.
  • 12. 3. Inferências ABCID Associação Brasileira de Centros de Inclusão Digital Associação de direito privado, sem fins lucrativos, que tem por objetivo incentivar a inclusão digital, como ferramenta para inclusão social e melhora da qualidade de vida dos cidadãos. Realiza atividades diversas, como:  produção, disseminação e intercâmbio de conteúdos  elaboração e divulgação de projetos de inclusão digital  Fortalecer parcerias e articulações nacionais e internacionais  Conscientizar a comunidade e parceiros sobre a temática
  • 13. 3. Inferências Situação legal das Lan Houses no Brasil Totalmente Informais 85,64% Com CNPJ 14,36% Com Alvará Prefeitura 3,30% Com Alvará Juizado 0,99% + de 250 mil pessoas trabalhando sem carteira assinada. Fonte: Inferências e cruzamento de dados realizados por Mario Brandão.
  • 14. 3. Inferências Possível impacto da autuação 72% das Lan Houses fechariam suas portas se fossem autuadas por irregularidade pela Lei Azeredo. Em um cenário realista, isso pode significar: 39 mil espaços fechados 101 mil desempregados 11 milhões de usuários com dificuldade de acesso (sendo 9 mi das classes CDE) Fontes: Pesquisa ABCID / Inferências e cruzamento de dados realizados por Mario Brandão.
  • 15. 3. Inferências Conclusão - Inferências Atualmente grande parte das Lan Houses possuem dificuldade em atender à legislação brasileira em sua plenitude, e atuam de maneira irregular. Porém, há um grande potencial de impacto social positivo com o fomento e a regularização deste mercado.
  • 16. Opinião – Cláudio Prado Há três movimentos distintos em direção ao “futuro” das lan houses: 1. Um movimento reacionário que vê as lans como “antro da perdição”, numa confusão histórica de rejeição do novo. 2. O movimento de legalizar as lan houses para explorar o comércio da conexão. 3. O movimento que vê nas lan houses espaços potenciais de formação de cidadania cultural do século 21.
  • 17. Opinião – Cláudio Prado Estas três instâncias terão que ser levadas em consideração pelos órgãos regulatórios do governo, todas elas importantes para o bem e/ou para o mal. – O grupo 1 é um perigo. Reacionários de todas as estirpes que vêem na Internet a encarnação de todos os males. Clássica reação ao novo. – O grupo 2 são os neo-empresários da conexão, potenciais criadores de franquias e impérios que lidam com o digital como se o século 21 fosse uma continuação do analógico século 20, sem se questionar, me parece, que estão em curso, no Brasil e no mundo, inexoráveis políticas públicas de Banda Larga. – O grupo 3, no qual me incluo, enxerga um horizonte onde a Cultura Digital nas lan houses pode ser um atalho para criação de bolsões de alegria e de perspectivas de oxigênio para todos. As lan houses Culturais podem vir a ser os campinhos de várzea da Cultura e assim sendo se tornar a quarta geração de uma cultura digital revolucionária.
  • 18. A Explosão das Lan Houses ANÁLISE ABCID – MERCADO OUTUBRO DE 2009