SlideShare uma empresa Scribd logo
A Abóbora Gigante
Autor: Erica Silverman
Ilustrador: S.D. Schindler
Adaptação de Helena Gonçalves
A velha bruxa semeou uma abóbora no quintal, numa noite de luar e não se
esqueceu de a regar. Juntou uns pózinhos de perlim pim pim e foi só esperar.
Quando lá voltou nem queria acreditar na abóbora gigante que foi encontrar.
Puxou e puxou e voltou a puxar, mas tamanha abóbora nem conseguia abanar!
Chegou o fantasma e disse:
- Eu sou capaz de apanhar essa abóbora.
Ele puxou... , puxou... e puxou mas o pé da abóbora não rebentou!
-Eu consigo eu consigo- disse o Drácula- pondo-se logo a puxar,
puxou... puxou... ,puxou.... mas do pé a abóbora não rebentou!
-Ora deixem isso por minha conta – disse a Múmia.
- Já vos mostro como se faz...
Puxou..., puxou..., puxou..., mas e pé da abóbora não rebentou!
Um morcego que passava dispôs-se a ajudar:
- Eu consigo a abóbora arrancar.
Todos se riram dele e puseram-se a troçar...
-Ora já viram o lingrinhas, coitadinho não
pode nem com uma pevide, vamos rir até
rebentar!
Mesmo assim dispuseram-se a experimentar. Seguindo as instruções do morcego
a bruxa agarrou-se à abóbora, o fantasma agarrou-se à bruxa, o vampiro
agarrou-se ao fantasma, a múmia agarrou-se ao vampiro e o morcego agarrou-se
à múmia, contaram juntos até dez e com toda a força puxaram , puxaram,
puxaram ... e finalmente a abóbora do pé rebentaram!
Com a habilidade e ajuda de todos
fizeram um bolo de abóbora, delicioso,
que partilharam e assim o
HALLOWEEN festejaram.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A Aranha E O Ouriço
A Aranha E O OuriçoA Aranha E O Ouriço
A Aranha E O Ouriço
guest6d0832f24
 
Avaliação tipo e forma de frases
Avaliação tipo e forma de frasesAvaliação tipo e forma de frases
Avaliação tipo e forma de frases
sibelems
 
O ouriço e a lebre som cópia
O ouriço e a lebre som   cópiaO ouriço e a lebre som   cópia
O ouriço e a lebre som cópia
peixinhos
 
O ouriço e a lebre
O ouriço e a lebreO ouriço e a lebre
O ouriço e a lebre
peixinhos
 
Batom de Sangue - TCC Dir. de Arte
Batom de Sangue - TCC Dir. de ArteBatom de Sangue - TCC Dir. de Arte
Batom de Sangue - TCC Dir. de Arte
Roberta Mucci
 
Mulher naotrai vinga
Mulher naotrai vingaMulher naotrai vinga
Mulher naotrai vinga
Armin Caldas
 
O elefante sem tromba
O elefante sem trombaO elefante sem tromba
O elefante sem tromba
Emef Madalena
 
A ovelhinha que veio para o jantar
A ovelhinha que veio para o jantarA ovelhinha que veio para o jantar
A ovelhinha que veio para o jantar
Eliete Lopes Matricardi
 
A ovelhinha que veio para jantar
A ovelhinha que veio para jantarA ovelhinha que veio para jantar
A ovelhinha que veio para jantar
Paty Nunes
 
Se o lobo fosse mau...alunos
Se o lobo fosse mau...alunosSe o lobo fosse mau...alunos
Se o lobo fosse mau...alunos
Ana Passos
 
A lebre e a tartaruga
A lebre e a tartarugaA lebre e a tartaruga
A lebre e a tartaruga
Bruno Diel
 
A ovelha
A ovelhaA ovelha
A ovelha
Isabel Oliveira
 
A ovelhinha q veio para o jantar
A ovelhinha q veio para o jantarA ovelhinha q veio para o jantar
A ovelhinha q veio para o jantar
smlcarvalho
 
História do 2º ano de Lage
História do 2º ano de LageHistória do 2º ano de Lage
História do 2º ano de Lage
filomenabarbosa
 
O sérgio
O sérgioO sérgio
Aovelhinha 091102045213-phpapp01
Aovelhinha 091102045213-phpapp01Aovelhinha 091102045213-phpapp01
Aovelhinha 091102045213-phpapp01
maru090902
 

Mais procurados (16)

A Aranha E O Ouriço
A Aranha E O OuriçoA Aranha E O Ouriço
A Aranha E O Ouriço
 
Avaliação tipo e forma de frases
Avaliação tipo e forma de frasesAvaliação tipo e forma de frases
Avaliação tipo e forma de frases
 
O ouriço e a lebre som cópia
O ouriço e a lebre som   cópiaO ouriço e a lebre som   cópia
O ouriço e a lebre som cópia
 
O ouriço e a lebre
O ouriço e a lebreO ouriço e a lebre
O ouriço e a lebre
 
Batom de Sangue - TCC Dir. de Arte
Batom de Sangue - TCC Dir. de ArteBatom de Sangue - TCC Dir. de Arte
Batom de Sangue - TCC Dir. de Arte
 
Mulher naotrai vinga
Mulher naotrai vingaMulher naotrai vinga
Mulher naotrai vinga
 
O elefante sem tromba
O elefante sem trombaO elefante sem tromba
O elefante sem tromba
 
A ovelhinha que veio para o jantar
A ovelhinha que veio para o jantarA ovelhinha que veio para o jantar
A ovelhinha que veio para o jantar
 
A ovelhinha que veio para jantar
A ovelhinha que veio para jantarA ovelhinha que veio para jantar
A ovelhinha que veio para jantar
 
Se o lobo fosse mau...alunos
Se o lobo fosse mau...alunosSe o lobo fosse mau...alunos
Se o lobo fosse mau...alunos
 
A lebre e a tartaruga
A lebre e a tartarugaA lebre e a tartaruga
A lebre e a tartaruga
 
A ovelha
A ovelhaA ovelha
A ovelha
 
A ovelhinha q veio para o jantar
A ovelhinha q veio para o jantarA ovelhinha q veio para o jantar
A ovelhinha q veio para o jantar
 
História do 2º ano de Lage
História do 2º ano de LageHistória do 2º ano de Lage
História do 2º ano de Lage
 
O sérgio
O sérgioO sérgio
O sérgio
 
Aovelhinha 091102045213-phpapp01
Aovelhinha 091102045213-phpapp01Aovelhinha 091102045213-phpapp01
Aovelhinha 091102045213-phpapp01
 

Destaque

A ÁFRICA
A ÁFRICAA ÁFRICA
Taller 10 De Agosto
Taller 10 De AgostoTaller 10 De Agosto
Taller 10 De Agosto
abarbado
 
Abrasar Grasas
Abrasar Grasas
Abrasar Grasas
Abrasar Grasas
preciousempathy21
 
Dossier Capitans intrèpids de Rudyard Kipling
Dossier Capitans intrèpids de Rudyard KiplingDossier Capitans intrèpids de Rudyard Kipling
Dossier Capitans intrèpids de Rudyard Kipling
Biblioteca. Museu Marítim
 
III Café Social - Gestão Contábil
III Café Social - Gestão ContábilIII Café Social - Gestão Contábil
III Café Social - Gestão Contábil
ICom - Instituto Comunitário Grande Florianópolis
 
Beasain eta Ordiziako taldeak
Beasain eta Ordiziako taldeakBeasain eta Ordiziako taldeak
Beasain eta Ordiziako taldeak
Goiztiri AEK euskaltegia
 
Abilio diniz
Abilio dinizAbilio diniz
Abilio diniz
allurerc
 
Abismos submarinos
Abismos submarinosAbismos submarinos
Abismos submarinos
Cristina Hernandez
 
04.03 o lobo e o mocho
04.03   o lobo e o mocho04.03   o lobo e o mocho
04.03 o lobo e o mocho
Masterliduina Moreira
 
Ministério da educação
Ministério da educaçãoMinistério da educação
Ministério da educação
Educador João Lima
 
História da Literatura Brasileira
História da Literatura BrasileiraHistória da Literatura Brasileira
História da Literatura Brasileira
Sérgio Amaral
 
Group project 2
Group project 2Group project 2
Group project 2
Okita Lopez
 
Arte Barroca EPAPU
Arte Barroca EPAPUArte Barroca EPAPU
Arte Barroca EPAPU
Ana Arias Santiago
 
Cartilha acordo ortográfico
Cartilha acordo ortográficoCartilha acordo ortográfico
Cartilha acordo ortográfico
Katiuscia Freitas
 
Presença e ausenciua do divino
Presença e ausenciua do divinoPresença e ausenciua do divino
Presença e ausenciua do divino
Januário Esteves
 
Tipo Carioca Outubro 2012
Tipo Carioca Outubro 2012Tipo Carioca Outubro 2012
Tipo Carioca Outubro 2012
Jornal Tipo Carioca
 
Abate humanitario
Abate humanitarioAbate humanitario
Abraços
AbraçosAbraços
Cozinheira das cozinheiras
Cozinheira das cozinheirasCozinheira das cozinheiras
Cozinheira das cozinheiras
tsunamidaiquiri
 

Destaque (20)

A ÁFRICA
A ÁFRICAA ÁFRICA
A ÁFRICA
 
Taller 10 De Agosto
Taller 10 De AgostoTaller 10 De Agosto
Taller 10 De Agosto
 
Abrasar Grasas
Abrasar Grasas
Abrasar Grasas
Abrasar Grasas
 
Dossier Capitans intrèpids de Rudyard Kipling
Dossier Capitans intrèpids de Rudyard KiplingDossier Capitans intrèpids de Rudyard Kipling
Dossier Capitans intrèpids de Rudyard Kipling
 
III Café Social - Gestão Contábil
III Café Social - Gestão ContábilIII Café Social - Gestão Contábil
III Café Social - Gestão Contábil
 
Beasain eta Ordiziako taldeak
Beasain eta Ordiziako taldeakBeasain eta Ordiziako taldeak
Beasain eta Ordiziako taldeak
 
Abilio diniz
Abilio dinizAbilio diniz
Abilio diniz
 
Abismos submarinos
Abismos submarinosAbismos submarinos
Abismos submarinos
 
04.03 o lobo e o mocho
04.03   o lobo e o mocho04.03   o lobo e o mocho
04.03 o lobo e o mocho
 
Ministério da educação
Ministério da educaçãoMinistério da educação
Ministério da educação
 
História da Literatura Brasileira
História da Literatura BrasileiraHistória da Literatura Brasileira
História da Literatura Brasileira
 
Group project 2
Group project 2Group project 2
Group project 2
 
Arte Barroca EPAPU
Arte Barroca EPAPUArte Barroca EPAPU
Arte Barroca EPAPU
 
Cartilha acordo ortográfico
Cartilha acordo ortográficoCartilha acordo ortográfico
Cartilha acordo ortográfico
 
Presença e ausenciua do divino
Presença e ausenciua do divinoPresença e ausenciua do divino
Presença e ausenciua do divino
 
Solidarieta
SolidarietaSolidarieta
Solidarieta
 
Tipo Carioca Outubro 2012
Tipo Carioca Outubro 2012Tipo Carioca Outubro 2012
Tipo Carioca Outubro 2012
 
Abate humanitario
Abate humanitarioAbate humanitario
Abate humanitario
 
Abraços
AbraçosAbraços
Abraços
 
Cozinheira das cozinheiras
Cozinheira das cozinheirasCozinheira das cozinheiras
Cozinheira das cozinheiras
 

Mais de fprc

Calendários Mensais
Calendários MensaisCalendários Mensais
Calendários Mensais
fprc
 
Capas avaliação trimestral
Capas avaliação trimestralCapas avaliação trimestral
Capas avaliação trimestral
fprc
 
Dia da Alimentação
Dia da AlimentaçãoDia da Alimentação
Dia da Alimentação
fprc
 
Ficha de Português- Caso que qui
Ficha de Português- Caso que quiFicha de Português- Caso que qui
Ficha de Português- Caso que qui
fprc
 
Ficha de casos de leitura am, em....
Ficha de casos de leitura am, em....Ficha de casos de leitura am, em....
Ficha de casos de leitura am, em....
fprc
 
Ficha de caso de leitura al,el,il, ol...
Ficha de caso de leitura  al,el,il, ol...Ficha de caso de leitura  al,el,il, ol...
Ficha de caso de leitura al,el,il, ol...
fprc
 
ficha de casos de leitura ...al...
ficha de casos de leitura ...al...ficha de casos de leitura ...al...
ficha de casos de leitura ...al...
fprc
 
Meses do ano comportamento
Meses do ano comportamentoMeses do ano comportamento
Meses do ano comportamento
fprc
 
Ortografia acordo 2_
Ortografia acordo 2_Ortografia acordo 2_
Ortografia acordo 2_
fprc
 
Natureza Colorida
Natureza ColoridaNatureza Colorida
Natureza Colorida
fprc
 
Aprendizagens e metas no ensino basico
Aprendizagens e metas no ensino basicoAprendizagens e metas no ensino basico
Aprendizagens e metas no ensino basico
fprc
 
Ficha de matemática 1º ano
Ficha de matemática 1º anoFicha de matemática 1º ano
Ficha de matemática 1º ano
fprc
 
Ficha de matematica 1º ano
Ficha de matematica 1º anoFicha de matematica 1º ano
Ficha de matematica 1º ano
fprc
 
Puzzle de Cesta com frutos
Puzzle de Cesta com frutos Puzzle de Cesta com frutos
Puzzle de Cesta com frutos
fprc
 
Desenho do Inicio de aulas
Desenho do Inicio de aulasDesenho do Inicio de aulas
Desenho do Inicio de aulas
fprc
 
Recortar 1
Recortar 1Recortar 1
Recortar 1
fprc
 
Ficha de leitura 2
Ficha de leitura   2Ficha de leitura   2
Ficha de leitura 2
fprc
 

Mais de fprc (17)

Calendários Mensais
Calendários MensaisCalendários Mensais
Calendários Mensais
 
Capas avaliação trimestral
Capas avaliação trimestralCapas avaliação trimestral
Capas avaliação trimestral
 
Dia da Alimentação
Dia da AlimentaçãoDia da Alimentação
Dia da Alimentação
 
Ficha de Português- Caso que qui
Ficha de Português- Caso que quiFicha de Português- Caso que qui
Ficha de Português- Caso que qui
 
Ficha de casos de leitura am, em....
Ficha de casos de leitura am, em....Ficha de casos de leitura am, em....
Ficha de casos de leitura am, em....
 
Ficha de caso de leitura al,el,il, ol...
Ficha de caso de leitura  al,el,il, ol...Ficha de caso de leitura  al,el,il, ol...
Ficha de caso de leitura al,el,il, ol...
 
ficha de casos de leitura ...al...
ficha de casos de leitura ...al...ficha de casos de leitura ...al...
ficha de casos de leitura ...al...
 
Meses do ano comportamento
Meses do ano comportamentoMeses do ano comportamento
Meses do ano comportamento
 
Ortografia acordo 2_
Ortografia acordo 2_Ortografia acordo 2_
Ortografia acordo 2_
 
Natureza Colorida
Natureza ColoridaNatureza Colorida
Natureza Colorida
 
Aprendizagens e metas no ensino basico
Aprendizagens e metas no ensino basicoAprendizagens e metas no ensino basico
Aprendizagens e metas no ensino basico
 
Ficha de matemática 1º ano
Ficha de matemática 1º anoFicha de matemática 1º ano
Ficha de matemática 1º ano
 
Ficha de matematica 1º ano
Ficha de matematica 1º anoFicha de matematica 1º ano
Ficha de matematica 1º ano
 
Puzzle de Cesta com frutos
Puzzle de Cesta com frutos Puzzle de Cesta com frutos
Puzzle de Cesta com frutos
 
Desenho do Inicio de aulas
Desenho do Inicio de aulasDesenho do Inicio de aulas
Desenho do Inicio de aulas
 
Recortar 1
Recortar 1Recortar 1
Recortar 1
 
Ficha de leitura 2
Ficha de leitura   2Ficha de leitura   2
Ficha de leitura 2
 

Último

gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
Maria das Graças Machado Rodrigues
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
ProfessoraSilmaraArg
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptxAdministração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
helenawaya9
 

Último (20)

gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Festa dos Finalistas .
Festa dos Finalistas                    .Festa dos Finalistas                    .
Festa dos Finalistas .
 
VIAGEM AO PASSADO -
VIAGEM AO PASSADO                        -VIAGEM AO PASSADO                        -
VIAGEM AO PASSADO -
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptxAdministração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
 

A abóbora gigante do halloween

  • 1. A Abóbora Gigante Autor: Erica Silverman Ilustrador: S.D. Schindler Adaptação de Helena Gonçalves
  • 2. A velha bruxa semeou uma abóbora no quintal, numa noite de luar e não se esqueceu de a regar. Juntou uns pózinhos de perlim pim pim e foi só esperar.
  • 3. Quando lá voltou nem queria acreditar na abóbora gigante que foi encontrar.
  • 4. Puxou e puxou e voltou a puxar, mas tamanha abóbora nem conseguia abanar!
  • 5. Chegou o fantasma e disse: - Eu sou capaz de apanhar essa abóbora. Ele puxou... , puxou... e puxou mas o pé da abóbora não rebentou!
  • 6. -Eu consigo eu consigo- disse o Drácula- pondo-se logo a puxar, puxou... puxou... ,puxou.... mas do pé a abóbora não rebentou!
  • 7. -Ora deixem isso por minha conta – disse a Múmia. - Já vos mostro como se faz... Puxou..., puxou..., puxou..., mas e pé da abóbora não rebentou!
  • 8. Um morcego que passava dispôs-se a ajudar: - Eu consigo a abóbora arrancar. Todos se riram dele e puseram-se a troçar... -Ora já viram o lingrinhas, coitadinho não pode nem com uma pevide, vamos rir até rebentar!
  • 9. Mesmo assim dispuseram-se a experimentar. Seguindo as instruções do morcego a bruxa agarrou-se à abóbora, o fantasma agarrou-se à bruxa, o vampiro agarrou-se ao fantasma, a múmia agarrou-se ao vampiro e o morcego agarrou-se à múmia, contaram juntos até dez e com toda a força puxaram , puxaram, puxaram ... e finalmente a abóbora do pé rebentaram!
  • 10. Com a habilidade e ajuda de todos fizeram um bolo de abóbora, delicioso, que partilharam e assim o HALLOWEEN festejaram.