SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 23
Baixar para ler offline
História
Ensino Fundamental: Anos Finais
A Revolução Haitiana
1o bimestre – Aula 22
● A colonização haitiana pela
França;
● A rebelião de pessoas
escravizadas;
● Os líderes da Revolução
Haitiana.
● Identificar o processo de
independência do Haiti e o
protagonismo dos
escravizados
afrodescendentes como
principais “atores” dessa
independência.
Leia a fonte a seguir e, em sequência,
responda com suas palavras ao
questionamento em seu caderno.
Hino do Haiti
Pelo país, pelos antepassados
Vamos caminhar juntos, vamos caminhar juntos
Em nossas fileiras não há traidores
Sejamos senhores do solo [...]
[...] Pelo país e por nossos pais
Vamos formar os Filhos, vamos formar os Filhos
Livre, forte e próspero
Seremos sempre irmãos [...]
[...] Pela bandeira, pela pátria
Morrer é lindo, morrer é lindo
Nosso passado grita:
A alma suportou
Morrer é lindo, morrer é lindo
[...]
La Dessalinienne (Letra de Justin
Lhérisson – Música de Nicolas
Geffrard).
Hino Nacional do Haiti.
Tradução livre elaborada
especialmente para este material.
a) Que elementos relacionados à independência do Haiti podem ser
identificados na fonte? Dê exemplos.
a) Que elementos relacionados à independência do Haiti podem ser
identificados na fonte? Dê exemplos.
Correção
Todo o texto possui elementos que se relacionam com a luta pela
independência do Haiti, tais como: “Pela bandeira, pela pátria; Morrer
é lindo, morrer é lindo; Nosso passado grita: A alma suportou; Morrer é
lindo, morrer é lindo”. No trecho identificado há a exaltação da morte
pela pátria, símbolo presente em hinos de diversos países que remete
ao processo de independência.
A colonização do Haiti teve
início no final do século XV,
quando Cristóvão Colombo
chegou à ilha Hispaniola em
sua primeira viagem à
América, em 1492.
A colonização do Haiti
Hispaniola é a segunda maior ilha do Caribe, e atualmente é dividida
entre o Haiti e a República Dominicana. Os espanhóis inicialmente
estabeleceram colônias na ilha, processo esse que sofreu resistência
pela população indígena local, os caraíbas, que, reprimidos, foram
dizimados. Em consequência disso, foi implementada a mão de obra de
escravizados vindos do continente africano.
No início do século XVII, os franceses começaram a se interessar pela
região e, em 1697, foi assinado o Tratado de Ryswick, concedendo à
França o controle do terço ocidental da ilha, que mais tarde se tornou o
Haiti. A colônia francesa no Haiti, conhecida como São Domingos,
tornou-se uma das mais prósperas colônias das Américas durante os
séculos XVIII e XIX.
O Haiti, em fins do século XVIII,
com uma revolta escrava, revelou
à minoria branca e dona de
propriedades que os ideais de
liberdade do iluminismo estavam
presentes na colônia francesa. Em
1791, sob a liderança do negro
liberto Toussaint L’Ouverture,
uma rebelião de escravizados
tomou o governo da colônia. Em
1801, foi decretado o fim da
escravidão e uma constituição,
sem ainda declarar
independência.
É importante destacar que quando Napoleão toma o poder, em 1799, há um
revés no processo de independência do Haiti, já que tropas francesas foram
mandadas à ilha, e anularam a lei abolicionista.
Neste momento, o líder L’Ouverture é
preso e morto, na França. Apenas em
1804, sob a liderança do ex-escravizado
Jean Jacques Dessalines, o Haiti tornou-
se independente. O lema do hino do Haiti,
“Liberdade ou morte”, provocou o temor
de levantes de escravizados entre as elites
escravocratas por toda a América. O
reconhecimento da independência pela
França só ocorreu vinte e um anos depois.
No entanto, o Haiti foi a segunda nação a
tornar-se independente na América e a
primeira a abolir a escravidão.
Currículo em Ação – 8o ano
Assista ao vídeo:
Para saber mais
https://www.youtube.com/watch?v=I
-4ufwgjT0s&ab_channel=Nerdologia
O anúncio publicitário é um gênero textual que chama a atenção para
determinado produto que será vendido. Neste caso, você deverá utilizar
a sua criatividade para divulgar uma ideia!
Para tanto, imagine que você deseja compartilhar com a sua comunidade
os ideais de independência e liberdade que foram utilizados em prol da
emancipação do Haiti.
Estudante, você está sendo desafiado a produzir um
anúncio publicitário a respeito do que você estudou.
Faça agora!
Passo a passo:
1o) Escolha um dos temas a seguir: liberdade, igualdade,
fraternidade, República, independência, território, nação.
2o) Escolha a forma de exposição. Você poderá usar cartolina, folha
sulfite ou elaborar pequenos bilhetes. Lembre-se de que quanto mais
criativo você for, mais pessoas serão atingidas por sua propaganda.
3o) Elabore o documento, priorizando frases de impacto e imagens. Não
se esqueça do contexto em que seu anúncio está inserido e lembre-se de
que é preciso respeitar os Direitos Humanos.
4o) Exponha seu trabalho aos demais colegas, explicando oralmente os
elementos que constituem seu anúncio.
5o) Escolha um local da escola onde sua propaganda ficará visível para o
maior número de pessoas.
Assista ao vídeo:
Para saber mais
https://www.youtube.com/watch?v=S
QFtLCDvCIU
Na aula de hoje, estudamos sobre o processo de independência do Haiti
e o protagonismo dos escravizados afrodescendentes como principais
“atores” dessa independência. A partir desses dados, você será desafiado
a resolver os desafios abaixo:
a) Com base nas informações apresentadas na aula, pode-se afirmar que
a independência do Haiti e as das colônias espanholas na América foram
lideradas por pessoas do mesmo grupo social? Justifique.
b) Liste em forma de texto ou tópicos a trajetória da independência do
Haiti.
a) Com base nas informações apresentadas na aula, pode-se afirmar que
a independência do Haiti e as das colônias espanholas na América foram
lideradas por pessoas do mesmo grupo social? Justifique.
Não. Nas colônias espanholas, o processo de independência foi
liderado pela elite criolla, um grupo social que detinha parte do poder
econômico. No caso do Haiti, a insurreição que pôs fim à colonização
foi liderada por negros escravizados, que em nome dos ideais de
liberdade, igualdade e fraternidade, se rebelaram contra a França e
proclamaram a independência.
Correção
b) Liste em forma de tópicos a trajetória da independência do Haiti.
• Em 1791, sob a liderança do negro liberto Toussaint L’Ouverture,
uma rebelião de escravizados tomou o governo da colônia;
• Em 1801, decretou o fim da escravidão e uma constituição, sem
ainda declarar independência;
• Em 1799, há um revés no processo de independência do Haiti, já
que tropas francesas são mandadas à ilha e anularem a lei
abolicionista. Nesse momento, o líder L’Ouverture foi preso e
morto, na França;
Correção
• Em 1804, sob a liderança do ex-escravizado Jean Jacques
Dessalines, o Haiti tornou-se independente;
• O lema do hino do Haiti, “Liberdade ou morte”, provocou temor de
levantes escravizados entre as elites escravocratas por toda a
América;
• O reconhecimento da independência pela França só ocorreu vinte e
um anos depois;
• O Haiti foi a segunda nação a tornar-se independente na América e
a primeira a abolir a escravidão.
● Identificamos o processo de independência
do Haiti e o protagonismo dos escravizados
afrodescendentes nesse momento histórico.
Referências
JAMES, C. L. R. Os jacobinos negros: Toussaint L'Ouverture e a revolução de São Domingos. Perdizes:
Boitempo, 2000.
LEMOV, D. Aula nota 10 2.0: 62 técnicas para melhorar a gestão da sala de aula. Porto Alegre: Penso,
2018.
SÃO PAULO (Estado). Secretaria da Educação. Currículo Paulista: Etapas Educação Infantil e Ensino
Fundamental. São Paulo, 2019.
SÃO PAULO (Estado). Secretaria da Educação. Currículo em Ação. Coordenadoria Pedagógica –
COPED. São Paulo, 2023.
Referências
Lista de imagens e vídeos
Slide 6 – https://cadorim.files.wordpress.com/2010/05/ilha-hispaniola.png. Acesso em: 28 dez. 2023.
Slide 8 – https://commons.wikimedia.org/wiki/File:G%C3%A9n%C3%A9ral_Toussaint_Louverture.jpg.
Acesso em: 28 dez. 2023.
https://fr.wikipedia.org/wiki/Fichier:Toussaint_Louverture,_chef_des_insurg%C3%A9s_de_Saint-
Domingue.jpg. Acesso em: 28 dez. 2023.
Slide 09 – https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Dessalines_emperor_haiti.jpg. Acesso em: 28 dez.
2023.
https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Dessalines_Stamp.jpg. Acesso em: 28 dez. 2023.
https://commons.wikimedia.org/wiki/File:250G.png. Acesso em: 28 dez. 2023.
https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Jean-Jacques_Dessalines_Death_and_Legacy_statue.jpg.
Acesso em: 28 dez. 2023.
Referências
Lista de imagens e vídeos
Slide 11 – https://www.youtube.com/watch?v=I-4ufwgjT0s&ab_channel=Nerdologia. Acesso em: 28
dez. 2023.
Slide 14 – https://www.youtube.com/watch?v=SQFtLCDvCIU. Acesso em: 28 dez. 2023.
655444444444444444444444444444444265.pdf

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a 655444444444444444444444444444444265.pdf

Negros na américa latina
Negros na américa latinaNegros na américa latina
Negros na américa latinaJguiler
 
Independencias
IndependenciasIndependencias
Independenciasdinicmax
 
Independência das Colônias Espanholas
Independência das Colônias EspanholasIndependência das Colônias Espanholas
Independência das Colônias EspanholasGmsantos23
 
revolução haitiana. Apresentação em powerpoint
revolução haitiana. Apresentação em powerpointrevolução haitiana. Apresentação em powerpoint
revolução haitiana. Apresentação em powerpointEdmarVictorGuaraniKa
 
Processo de Independência da América
Processo de Independência da AméricaProcesso de Independência da América
Processo de Independência da AméricaLú Carvalho
 
Resenha origens da independencia da américa espanhola-bethel
Resenha origens da independencia da américa espanhola-bethelResenha origens da independencia da américa espanhola-bethel
Resenha origens da independencia da américa espanhola-bethelSandra Kroetz
 
Slide Independência_da_América_Latina.pdf
Slide Independência_da_América_Latina.pdfSlide Independência_da_América_Latina.pdf
Slide Independência_da_América_Latina.pdfMAYKON89
 
Independência da América Latina – Formação dos Estados Nacionais.ppt
Independência da América Latina – Formação dos Estados Nacionais.pptIndependência da América Latina – Formação dos Estados Nacionais.ppt
Independência da América Latina – Formação dos Estados Nacionais.pptNayaraSales13
 
Resenha origens da independencia da américa espanhola-bethel
Resenha origens da independencia da américa espanhola-bethelResenha origens da independencia da américa espanhola-bethel
Resenha origens da independencia da américa espanhola-bethelSandra Kroetz
 
independencia da america latina slide de aula
independencia da america latina slide de aulaindependencia da america latina slide de aula
independencia da america latina slide de aulaMatheusMendona57
 
O Período da Mineração no Brasil Colonial.pptx
O Período da Mineração no Brasil Colonial.pptxO Período da Mineração no Brasil Colonial.pptx
O Período da Mineração no Brasil Colonial.pptxLeonardoFeitosa17
 
Sa ce 2o's anos tx t cmplt (crise do a s c regência) 2a 3aetp's 2011
Sa  ce 2o's anos tx t cmplt (crise do a s c  regência) 2a  3aetp's 2011Sa  ce 2o's anos tx t cmplt (crise do a s c  regência) 2a  3aetp's 2011
Sa ce 2o's anos tx t cmplt (crise do a s c regência) 2a 3aetp's 2011GabrielaMansur
 
Sa ce 2o's anos tx t cmplt (crise do a s c regência) 2a 3aetp's 2011
Sa  ce 2o's anos tx t cmplt (crise do a s c  regência) 2a  3aetp's 2011Sa  ce 2o's anos tx t cmplt (crise do a s c  regência) 2a  3aetp's 2011
Sa ce 2o's anos tx t cmplt (crise do a s c regência) 2a 3aetp's 2011GabrielaMansur
 

Semelhante a 655444444444444444444444444444444265.pdf (20)

Negros na américa latina
Negros na américa latinaNegros na américa latina
Negros na américa latina
 
Haiti
HaitiHaiti
Haiti
 
Haiti
HaitiHaiti
Haiti
 
Independencias
IndependenciasIndependencias
Independencias
 
Td 1 história i
Td 1   história iTd 1   história i
Td 1 história i
 
Independência das Colônias Espanholas
Independência das Colônias EspanholasIndependência das Colônias Espanholas
Independência das Colônias Espanholas
 
revolução haitiana. Apresentação em powerpoint
revolução haitiana. Apresentação em powerpointrevolução haitiana. Apresentação em powerpoint
revolução haitiana. Apresentação em powerpoint
 
Independencia America espanhola
Independencia America espanholaIndependencia America espanhola
Independencia America espanhola
 
Processo de Independência da América
Processo de Independência da AméricaProcesso de Independência da América
Processo de Independência da América
 
A independência do haiti
A independência do haitiA independência do haiti
A independência do haiti
 
Resenha origens da independencia da américa espanhola-bethel
Resenha origens da independencia da américa espanhola-bethelResenha origens da independencia da américa espanhola-bethel
Resenha origens da independencia da américa espanhola-bethel
 
Slide Independência_da_América_Latina.pdf
Slide Independência_da_América_Latina.pdfSlide Independência_da_América_Latina.pdf
Slide Independência_da_América_Latina.pdf
 
Independência da América Latina – Formação dos Estados Nacionais.ppt
Independência da América Latina – Formação dos Estados Nacionais.pptIndependência da América Latina – Formação dos Estados Nacionais.ppt
Independência da América Latina – Formação dos Estados Nacionais.ppt
 
Resenha origens da independencia da américa espanhola-bethel
Resenha origens da independencia da américa espanhola-bethelResenha origens da independencia da américa espanhola-bethel
Resenha origens da independencia da américa espanhola-bethel
 
independencia da america latina slide de aula
independencia da america latina slide de aulaindependencia da america latina slide de aula
independencia da america latina slide de aula
 
O Período da Mineração no Brasil Colonial.pptx
O Período da Mineração no Brasil Colonial.pptxO Período da Mineração no Brasil Colonial.pptx
O Período da Mineração no Brasil Colonial.pptx
 
Haiti
HaitiHaiti
Haiti
 
Independencia américa espanhola
Independencia américa espanholaIndependencia américa espanhola
Independencia américa espanhola
 
Sa ce 2o's anos tx t cmplt (crise do a s c regência) 2a 3aetp's 2011
Sa  ce 2o's anos tx t cmplt (crise do a s c  regência) 2a  3aetp's 2011Sa  ce 2o's anos tx t cmplt (crise do a s c  regência) 2a  3aetp's 2011
Sa ce 2o's anos tx t cmplt (crise do a s c regência) 2a 3aetp's 2011
 
Sa ce 2o's anos tx t cmplt (crise do a s c regência) 2a 3aetp's 2011
Sa  ce 2o's anos tx t cmplt (crise do a s c  regência) 2a  3aetp's 2011Sa  ce 2o's anos tx t cmplt (crise do a s c  regência) 2a  3aetp's 2011
Sa ce 2o's anos tx t cmplt (crise do a s c regência) 2a 3aetp's 2011
 

Mais de LEANDROSPANHOL1

1401555555555555555555555555556 (2).pptx
1401555555555555555555555555556 (2).pptx1401555555555555555555555555556 (2).pptx
1401555555555555555555555555556 (2).pptxLEANDROSPANHOL1
 
66hhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh6649.pdf
66hhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh6649.pdf66hhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh6649.pdf
66hhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh6649.pdfLEANDROSPANHOL1
 
70nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn6946.pptx
70nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn6946.pptx70nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn6946.pptx
70nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn6946.pptxLEANDROSPANHOL1
 
67575555555555555555555555555555569.pptx
67575555555555555555555555555555569.pptx67575555555555555555555555555555569.pptx
67575555555555555555555555555555569.pptxLEANDROSPANHOL1
 
70mmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm7367.pptx
70mmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm7367.pptx70mmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm7367.pptx
70mmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm7367.pptxLEANDROSPANHOL1
 
88888888888888888888888888888663342.pptx
88888888888888888888888888888663342.pptx88888888888888888888888888888663342.pptx
88888888888888888888888888888663342.pptxLEANDROSPANHOL1
 
70920jjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjj2.pptx
70920jjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjj2.pptx70920jjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjj2.pptx
70920jjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjj2.pptxLEANDROSPANHOL1
 
66ssssssssssssssssssssssssssssss4434.pptx
66ssssssssssssssssssssssssssssss4434.pptx66ssssssssssssssssssssssssssssss4434.pptx
66ssssssssssssssssssssssssssssss4434.pptxLEANDROSPANHOL1
 
709255555555555555555555555555555501.pdf
709255555555555555555555555555555501.pdf709255555555555555555555555555555501.pdf
709255555555555555555555555555555501.pdfLEANDROSPANHOL1
 
63mmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm7769.pdf
63mmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm7769.pdf63mmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm7769.pdf
63mmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm7769.pdfLEANDROSPANHOL1
 
752HHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH01.pptx
752HHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH01.pptx752HHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH01.pptx
752HHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH01.pptxLEANDROSPANHOL1
 
634066666666666666666666666666666666666666637.pdf
634066666666666666666666666666666666666666637.pdf634066666666666666666666666666666666666666637.pdf
634066666666666666666666666666666666666666637.pdfLEANDROSPANHOL1
 
624583333333333333333333333333333330.pdf
624583333333333333333333333333333330.pdf624583333333333333333333333333333330.pdf
624583333333333333333333333333333330.pdfLEANDROSPANHOL1
 
640ppppppppppppppppppppppppppppppp08.pdf
640ppppppppppppppppppppppppppppppp08.pdf640ppppppppppppppppppppppppppppppp08.pdf
640ppppppppppppppppppppppppppppppp08.pdfLEANDROSPANHOL1
 
647777777777777777777777777777770583.pdf
647777777777777777777777777777770583.pdf647777777777777777777777777777770583.pdf
647777777777777777777777777777770583.pdfLEANDROSPANHOL1
 
618944444444444444444444444444444444444444437.pptx
618944444444444444444444444444444444444444437.pptx618944444444444444444444444444444444444444437.pptx
618944444444444444444444444444444444444444437.pptxLEANDROSPANHOL1
 
6227166666666666666666666666666666666666666667.pptx
6227166666666666666666666666666666666666666667.pptx6227166666666666666666666666666666666666666667.pptx
6227166666666666666666666666666666666666666667.pptxLEANDROSPANHOL1
 
6208éeeeee3333333333333eeeeeeeeeeee96.pdf
6208éeeeee3333333333333eeeeeeeeeeee96.pdf6208éeeeee3333333333333eeeeeeeeeeee96.pdf
6208éeeeee3333333333333eeeeeeeeeeee96.pdfLEANDROSPANHOL1
 
6182bnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn24 (1).pptx
6182bnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn24 (1).pptx6182bnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn24 (1).pptx
6182bnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn24 (1).pptxLEANDROSPANHOL1
 
6dssssssssdsfggsgssggsdsggdsgf17184.pptx
6dssssssssdsfggsgssggsdsggdsgf17184.pptx6dssssssssdsfggsgssggsdsggdsgf17184.pptx
6dssssssssdsfggsgssggsdsggdsgf17184.pptxLEANDROSPANHOL1
 

Mais de LEANDROSPANHOL1 (20)

1401555555555555555555555555556 (2).pptx
1401555555555555555555555555556 (2).pptx1401555555555555555555555555556 (2).pptx
1401555555555555555555555555556 (2).pptx
 
66hhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh6649.pdf
66hhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh6649.pdf66hhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh6649.pdf
66hhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh6649.pdf
 
70nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn6946.pptx
70nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn6946.pptx70nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn6946.pptx
70nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn6946.pptx
 
67575555555555555555555555555555569.pptx
67575555555555555555555555555555569.pptx67575555555555555555555555555555569.pptx
67575555555555555555555555555555569.pptx
 
70mmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm7367.pptx
70mmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm7367.pptx70mmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm7367.pptx
70mmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm7367.pptx
 
88888888888888888888888888888663342.pptx
88888888888888888888888888888663342.pptx88888888888888888888888888888663342.pptx
88888888888888888888888888888663342.pptx
 
70920jjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjj2.pptx
70920jjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjj2.pptx70920jjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjj2.pptx
70920jjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjj2.pptx
 
66ssssssssssssssssssssssssssssss4434.pptx
66ssssssssssssssssssssssssssssss4434.pptx66ssssssssssssssssssssssssssssss4434.pptx
66ssssssssssssssssssssssssssssss4434.pptx
 
709255555555555555555555555555555501.pdf
709255555555555555555555555555555501.pdf709255555555555555555555555555555501.pdf
709255555555555555555555555555555501.pdf
 
63mmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm7769.pdf
63mmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm7769.pdf63mmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm7769.pdf
63mmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm7769.pdf
 
752HHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH01.pptx
752HHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH01.pptx752HHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH01.pptx
752HHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH01.pptx
 
634066666666666666666666666666666666666666637.pdf
634066666666666666666666666666666666666666637.pdf634066666666666666666666666666666666666666637.pdf
634066666666666666666666666666666666666666637.pdf
 
624583333333333333333333333333333330.pdf
624583333333333333333333333333333330.pdf624583333333333333333333333333333330.pdf
624583333333333333333333333333333330.pdf
 
640ppppppppppppppppppppppppppppppp08.pdf
640ppppppppppppppppppppppppppppppp08.pdf640ppppppppppppppppppppppppppppppp08.pdf
640ppppppppppppppppppppppppppppppp08.pdf
 
647777777777777777777777777777770583.pdf
647777777777777777777777777777770583.pdf647777777777777777777777777777770583.pdf
647777777777777777777777777777770583.pdf
 
618944444444444444444444444444444444444444437.pptx
618944444444444444444444444444444444444444437.pptx618944444444444444444444444444444444444444437.pptx
618944444444444444444444444444444444444444437.pptx
 
6227166666666666666666666666666666666666666667.pptx
6227166666666666666666666666666666666666666667.pptx6227166666666666666666666666666666666666666667.pptx
6227166666666666666666666666666666666666666667.pptx
 
6208éeeeee3333333333333eeeeeeeeeeee96.pdf
6208éeeeee3333333333333eeeeeeeeeeee96.pdf6208éeeeee3333333333333eeeeeeeeeeee96.pdf
6208éeeeee3333333333333eeeeeeeeeeee96.pdf
 
6182bnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn24 (1).pptx
6182bnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn24 (1).pptx6182bnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn24 (1).pptx
6182bnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn24 (1).pptx
 
6dssssssssdsfggsgssggsdsggdsgf17184.pptx
6dssssssssdsfggsgssggsdsggdsgf17184.pptx6dssssssssdsfggsgssggsdsggdsgf17184.pptx
6dssssssssdsfggsgssggsdsggdsgf17184.pptx
 

Último

Pablo Ortellado - Jornal O Globo, Rede Globo e GloboNews
Pablo Ortellado - Jornal O Globo, Rede Globo e GloboNewsPablo Ortellado - Jornal O Globo, Rede Globo e GloboNews
Pablo Ortellado - Jornal O Globo, Rede Globo e GloboNewsfacir18053
 
Documento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo Rodrigues
Documento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo RodriguesDocumento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo Rodrigues
Documento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo Rodriguesfebiris841
 
tabela com a lista de mortos e desaparecidos
tabela com a lista de mortos e desaparecidostabela com a lista de mortos e desaparecidos
tabela com a lista de mortos e desaparecidosvnunes5k
 
Questionário sobre a Lei Orgânica de Nova Iguacu
Questionário sobre a Lei Orgânica de Nova IguacuQuestionário sobre a Lei Orgânica de Nova Iguacu
Questionário sobre a Lei Orgânica de Nova IguacuIvesdaSilvaPires
 
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdfRELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdfHELLEN CRISTINA
 
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfHELLEN CRISTINA
 
DIP - Organizações Internacionais - resolução de questões (8).pdf
DIP - Organizações Internacionais - resolução de questões (8).pdfDIP - Organizações Internacionais - resolução de questões (8).pdf
DIP - Organizações Internacionais - resolução de questões (8).pdfssuser1dab35
 
Viagens do general Tomás Miguel Miné 2023 e 2024 até maio.pdf
Viagens do general Tomás Miguel Miné 2023 e 2024 até maio.pdfViagens do general Tomás Miguel Miné 2023 e 2024 até maio.pdf
Viagens do general Tomás Miguel Miné 2023 e 2024 até maio.pdfRevista Sociedade Militar
 
relatorio para alun o.pdf
relatorio para alun                         o.pdfrelatorio para alun                         o.pdf
relatorio para alun o.pdfHELLEN CRISTINA
 
Documento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo Rodrigues
Documento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo RodriguesDocumento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo Rodrigues
Documento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo Rodriguesfebiris841
 
Militares Brasileiros em festa da Embaixada da República Islâmica do Irã - Br...
Militares Brasileiros em festa da Embaixada da República Islâmica do Irã - Br...Militares Brasileiros em festa da Embaixada da República Islâmica do Irã - Br...
Militares Brasileiros em festa da Embaixada da República Islâmica do Irã - Br...Revista Sociedade Militar
 

Último (11)

Pablo Ortellado - Jornal O Globo, Rede Globo e GloboNews
Pablo Ortellado - Jornal O Globo, Rede Globo e GloboNewsPablo Ortellado - Jornal O Globo, Rede Globo e GloboNews
Pablo Ortellado - Jornal O Globo, Rede Globo e GloboNews
 
Documento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo Rodrigues
Documento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo RodriguesDocumento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo Rodrigues
Documento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo Rodrigues
 
tabela com a lista de mortos e desaparecidos
tabela com a lista de mortos e desaparecidostabela com a lista de mortos e desaparecidos
tabela com a lista de mortos e desaparecidos
 
Questionário sobre a Lei Orgânica de Nova Iguacu
Questionário sobre a Lei Orgânica de Nova IguacuQuestionário sobre a Lei Orgânica de Nova Iguacu
Questionário sobre a Lei Orgânica de Nova Iguacu
 
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdfRELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
 
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
 
DIP - Organizações Internacionais - resolução de questões (8).pdf
DIP - Organizações Internacionais - resolução de questões (8).pdfDIP - Organizações Internacionais - resolução de questões (8).pdf
DIP - Organizações Internacionais - resolução de questões (8).pdf
 
Viagens do general Tomás Miguel Miné 2023 e 2024 até maio.pdf
Viagens do general Tomás Miguel Miné 2023 e 2024 até maio.pdfViagens do general Tomás Miguel Miné 2023 e 2024 até maio.pdf
Viagens do general Tomás Miguel Miné 2023 e 2024 até maio.pdf
 
relatorio para alun o.pdf
relatorio para alun                         o.pdfrelatorio para alun                         o.pdf
relatorio para alun o.pdf
 
Documento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo Rodrigues
Documento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo RodriguesDocumento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo Rodrigues
Documento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo Rodrigues
 
Militares Brasileiros em festa da Embaixada da República Islâmica do Irã - Br...
Militares Brasileiros em festa da Embaixada da República Islâmica do Irã - Br...Militares Brasileiros em festa da Embaixada da República Islâmica do Irã - Br...
Militares Brasileiros em festa da Embaixada da República Islâmica do Irã - Br...
 

655444444444444444444444444444444265.pdf

  • 1. História Ensino Fundamental: Anos Finais A Revolução Haitiana 1o bimestre – Aula 22
  • 2. ● A colonização haitiana pela França; ● A rebelião de pessoas escravizadas; ● Os líderes da Revolução Haitiana. ● Identificar o processo de independência do Haiti e o protagonismo dos escravizados afrodescendentes como principais “atores” dessa independência.
  • 3. Leia a fonte a seguir e, em sequência, responda com suas palavras ao questionamento em seu caderno. Hino do Haiti Pelo país, pelos antepassados Vamos caminhar juntos, vamos caminhar juntos Em nossas fileiras não há traidores Sejamos senhores do solo [...] [...] Pelo país e por nossos pais Vamos formar os Filhos, vamos formar os Filhos Livre, forte e próspero Seremos sempre irmãos [...] [...] Pela bandeira, pela pátria Morrer é lindo, morrer é lindo Nosso passado grita: A alma suportou Morrer é lindo, morrer é lindo [...] La Dessalinienne (Letra de Justin Lhérisson – Música de Nicolas Geffrard). Hino Nacional do Haiti. Tradução livre elaborada especialmente para este material.
  • 4. a) Que elementos relacionados à independência do Haiti podem ser identificados na fonte? Dê exemplos.
  • 5. a) Que elementos relacionados à independência do Haiti podem ser identificados na fonte? Dê exemplos. Correção Todo o texto possui elementos que se relacionam com a luta pela independência do Haiti, tais como: “Pela bandeira, pela pátria; Morrer é lindo, morrer é lindo; Nosso passado grita: A alma suportou; Morrer é lindo, morrer é lindo”. No trecho identificado há a exaltação da morte pela pátria, símbolo presente em hinos de diversos países que remete ao processo de independência.
  • 6. A colonização do Haiti teve início no final do século XV, quando Cristóvão Colombo chegou à ilha Hispaniola em sua primeira viagem à América, em 1492. A colonização do Haiti
  • 7. Hispaniola é a segunda maior ilha do Caribe, e atualmente é dividida entre o Haiti e a República Dominicana. Os espanhóis inicialmente estabeleceram colônias na ilha, processo esse que sofreu resistência pela população indígena local, os caraíbas, que, reprimidos, foram dizimados. Em consequência disso, foi implementada a mão de obra de escravizados vindos do continente africano. No início do século XVII, os franceses começaram a se interessar pela região e, em 1697, foi assinado o Tratado de Ryswick, concedendo à França o controle do terço ocidental da ilha, que mais tarde se tornou o Haiti. A colônia francesa no Haiti, conhecida como São Domingos, tornou-se uma das mais prósperas colônias das Américas durante os séculos XVIII e XIX.
  • 8. O Haiti, em fins do século XVIII, com uma revolta escrava, revelou à minoria branca e dona de propriedades que os ideais de liberdade do iluminismo estavam presentes na colônia francesa. Em 1791, sob a liderança do negro liberto Toussaint L’Ouverture, uma rebelião de escravizados tomou o governo da colônia. Em 1801, foi decretado o fim da escravidão e uma constituição, sem ainda declarar independência.
  • 9. É importante destacar que quando Napoleão toma o poder, em 1799, há um revés no processo de independência do Haiti, já que tropas francesas foram mandadas à ilha, e anularam a lei abolicionista.
  • 10. Neste momento, o líder L’Ouverture é preso e morto, na França. Apenas em 1804, sob a liderança do ex-escravizado Jean Jacques Dessalines, o Haiti tornou- se independente. O lema do hino do Haiti, “Liberdade ou morte”, provocou o temor de levantes de escravizados entre as elites escravocratas por toda a América. O reconhecimento da independência pela França só ocorreu vinte e um anos depois. No entanto, o Haiti foi a segunda nação a tornar-se independente na América e a primeira a abolir a escravidão. Currículo em Ação – 8o ano
  • 11. Assista ao vídeo: Para saber mais https://www.youtube.com/watch?v=I -4ufwgjT0s&ab_channel=Nerdologia
  • 12. O anúncio publicitário é um gênero textual que chama a atenção para determinado produto que será vendido. Neste caso, você deverá utilizar a sua criatividade para divulgar uma ideia! Para tanto, imagine que você deseja compartilhar com a sua comunidade os ideais de independência e liberdade que foram utilizados em prol da emancipação do Haiti. Estudante, você está sendo desafiado a produzir um anúncio publicitário a respeito do que você estudou. Faça agora! Passo a passo: 1o) Escolha um dos temas a seguir: liberdade, igualdade, fraternidade, República, independência, território, nação.
  • 13. 2o) Escolha a forma de exposição. Você poderá usar cartolina, folha sulfite ou elaborar pequenos bilhetes. Lembre-se de que quanto mais criativo você for, mais pessoas serão atingidas por sua propaganda. 3o) Elabore o documento, priorizando frases de impacto e imagens. Não se esqueça do contexto em que seu anúncio está inserido e lembre-se de que é preciso respeitar os Direitos Humanos. 4o) Exponha seu trabalho aos demais colegas, explicando oralmente os elementos que constituem seu anúncio. 5o) Escolha um local da escola onde sua propaganda ficará visível para o maior número de pessoas.
  • 14. Assista ao vídeo: Para saber mais https://www.youtube.com/watch?v=S QFtLCDvCIU
  • 15. Na aula de hoje, estudamos sobre o processo de independência do Haiti e o protagonismo dos escravizados afrodescendentes como principais “atores” dessa independência. A partir desses dados, você será desafiado a resolver os desafios abaixo: a) Com base nas informações apresentadas na aula, pode-se afirmar que a independência do Haiti e as das colônias espanholas na América foram lideradas por pessoas do mesmo grupo social? Justifique. b) Liste em forma de texto ou tópicos a trajetória da independência do Haiti.
  • 16. a) Com base nas informações apresentadas na aula, pode-se afirmar que a independência do Haiti e as das colônias espanholas na América foram lideradas por pessoas do mesmo grupo social? Justifique. Não. Nas colônias espanholas, o processo de independência foi liderado pela elite criolla, um grupo social que detinha parte do poder econômico. No caso do Haiti, a insurreição que pôs fim à colonização foi liderada por negros escravizados, que em nome dos ideais de liberdade, igualdade e fraternidade, se rebelaram contra a França e proclamaram a independência. Correção
  • 17. b) Liste em forma de tópicos a trajetória da independência do Haiti. • Em 1791, sob a liderança do negro liberto Toussaint L’Ouverture, uma rebelião de escravizados tomou o governo da colônia; • Em 1801, decretou o fim da escravidão e uma constituição, sem ainda declarar independência; • Em 1799, há um revés no processo de independência do Haiti, já que tropas francesas são mandadas à ilha e anularem a lei abolicionista. Nesse momento, o líder L’Ouverture foi preso e morto, na França; Correção
  • 18. • Em 1804, sob a liderança do ex-escravizado Jean Jacques Dessalines, o Haiti tornou-se independente; • O lema do hino do Haiti, “Liberdade ou morte”, provocou temor de levantes escravizados entre as elites escravocratas por toda a América; • O reconhecimento da independência pela França só ocorreu vinte e um anos depois; • O Haiti foi a segunda nação a tornar-se independente na América e a primeira a abolir a escravidão.
  • 19. ● Identificamos o processo de independência do Haiti e o protagonismo dos escravizados afrodescendentes nesse momento histórico.
  • 20. Referências JAMES, C. L. R. Os jacobinos negros: Toussaint L'Ouverture e a revolução de São Domingos. Perdizes: Boitempo, 2000. LEMOV, D. Aula nota 10 2.0: 62 técnicas para melhorar a gestão da sala de aula. Porto Alegre: Penso, 2018. SÃO PAULO (Estado). Secretaria da Educação. Currículo Paulista: Etapas Educação Infantil e Ensino Fundamental. São Paulo, 2019. SÃO PAULO (Estado). Secretaria da Educação. Currículo em Ação. Coordenadoria Pedagógica – COPED. São Paulo, 2023.
  • 21. Referências Lista de imagens e vídeos Slide 6 – https://cadorim.files.wordpress.com/2010/05/ilha-hispaniola.png. Acesso em: 28 dez. 2023. Slide 8 – https://commons.wikimedia.org/wiki/File:G%C3%A9n%C3%A9ral_Toussaint_Louverture.jpg. Acesso em: 28 dez. 2023. https://fr.wikipedia.org/wiki/Fichier:Toussaint_Louverture,_chef_des_insurg%C3%A9s_de_Saint- Domingue.jpg. Acesso em: 28 dez. 2023. Slide 09 – https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Dessalines_emperor_haiti.jpg. Acesso em: 28 dez. 2023. https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Dessalines_Stamp.jpg. Acesso em: 28 dez. 2023. https://commons.wikimedia.org/wiki/File:250G.png. Acesso em: 28 dez. 2023. https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Jean-Jacques_Dessalines_Death_and_Legacy_statue.jpg. Acesso em: 28 dez. 2023.
  • 22. Referências Lista de imagens e vídeos Slide 11 – https://www.youtube.com/watch?v=I-4ufwgjT0s&ab_channel=Nerdologia. Acesso em: 28 dez. 2023. Slide 14 – https://www.youtube.com/watch?v=SQFtLCDvCIU. Acesso em: 28 dez. 2023.