SlideShare uma empresa Scribd logo
Dominique Torquato/22dez2011/AAN
Árvore com problemas conhecidos há 5 anos, segundo engenheiro, atinge salão; não houve feridos
Henrique Beirangê
DA AGÊNCIA ANHANGUERA
henrique.beirange@rac.com.br
Promotor do Ministério Públi-
co do Estado de São Paulo há
25 anos e atualmente à frente
da Promotoria do Meio Am-
biente em Campinas, José Ro-
berto Carvalho Albejante pe-
diu para deixar o cargo que
ocupa há 19 anos. Albejante
solicitou ao Conselho Supe-
rior do Ministério Público
que o órgão autorize uma tro-
ca de posto com a promotora
Lúcia Maria de Figueiredo
Ferraz Pereira Leite. Caso o
MP valide a troca, ele ficará
responsável por processos de
varas cíveis e da Fazenda Pú-
blica de Campinas. Albejante
confirmou ao Correio que o
pedido se deve a razões exclu-
sivamente pessoais (alegou
motivos de saúde e cansaço).
Ele ponderou que falará pu-
blicamente quando — e se a
troca for oficializada.
Com a publicação do pedi-
do de troca no Diário Oficial,
abre-se prazo de cinco dias
para pedidos de impugnação
da troca. Esse tipo de reclama-
ção é incomum, mas outro
promotor que tenha interesse
em ocupar o cargo de um dos
dois membros do MP pode
entrar com algum questiona-
mento. A tendência é que em
duas semanas o órgão supe-
rior do MP seja ouvido e te-
nha aprovado a mudança.
A decisão de Albejante de
sair do cargo da Promotoria
do Meio Ambiente pegou de
surpresa os principais órgãos
e entidades ligadas às suas
manifestações. O presidente
do Conselho Municipal de
Defesa do Meio Ambiente
(Comdema), Rafael Moya, dis-
se que não sabia das razões
da saída, mas que em função
da sobrecarga de serviço, a
Promotoria do Meio Ambien-
te tem tido uma ação aquém
do esperado. “Por conta dos
escândalos políticos do ano
passado e dos questionamen-
tos no MP, há uma sobrecar-
ga de serviço. Mas podemos
dizer que ele teve uma boa
atuação no Meio Ambiente”,
disse.
O presidente da Associa-
ção Regional da Habitação
(Habicamp), Francisco de Oli-
veira Lima Filho, disse que o
setor sempre teve boa rela-
ção com o promotor. “Agora
que as coisas estão engrenan-
do é uma grande perda. Preci-
samos pensar no futuro e fa-
zer Campinas crescer”, disse.
O prefeito Pedro Serafim
(PDT) também lamentou a
saída. “Ele tem uma baga-
gem muito grande e é um ze-
lador da qualidade de vida na
cidade”, afirmou.
Albejante chegou a rece-
ber um convite durante a ges-
tão do prefeito cassado Hélio
de Oliveira Santos (PDT) para
assumir a pasta de Meio Am-
biente, mas em função do
Conselho Superior do Minis-
tério Público não ter autoriza-
do uma licença do cargo para
assumir o posto, o promotor
acabou não podendo assu-
mir a função. Albejante tem
49 anos, é natural de Mogi
Mirim, e se formou pela PUC-
Campinas em 1985.
Felipe Tonon
DA AGÊNCIA ANHANGUERA
felipe.tonon@rac.com.br
Um ipê-roxo de 18 metros de
altura caiu na manhã de on-
tem sobre um salão de cabe-
leireiro no Cambuí, em Cam-
pinas. De acordo com a ONG
Resgate o Cambuí, um proble-
ma já havia sido detectado na
árvore em 2007, mas nada foi
feito. Para a diretora da orga-
nização, Tereza Penteado, a
“falta de cuidado extremo”
causou o incidente. Por sorte,
ninguém ficou ferido. Ela afir-
mou, ainda, que apenas a
ONG já protocolou mais de
100 denúncias sobre árvores
com problemas no Cambuí.
“Mas ninguém responde, não
fazem nada.”
A árvore caiu por volta das
8h em cima de um salão de
beleza localizado na Rua Co-
ronel Quirino. Não houve da-
nos graves ao imóvel, mas a
queda assustou o proprietá-
rio do prédio, que afirma ter
protocolado na Prefeitura
quatro pedidos de vistoria na
árvore, o último há cerca de
seis meses, pois suspeitava
que havia risco de queda. “A
gente sabia que ela estava po-
dre, condenada. A Prefeitura
deve ter muita coisa para re-
solver. Eles não vão ligar pra
uma árvore”, disse o cabelei-
reiro José Mariano.
No momento em que a ár-
vore caiu, houve um curto cir-
cuito e um princípio de incên-
dio na rede elétrica. Alguns
prédios da região chegaram a
ficar sem telefone e energia.
Para a presidente do movi-
mento Resgate o Cambuí, a
Administração sabia do pro-
blema. “Se essas árvores tives-
sem o mínimo de acompa-
nhamento elas não cairiam.
A falta de poda correta e de
cuidado faz com que a árvore
caia”, disse.
De acordo com José Hamil-
ton de Aguirre Junior, enge-
nheiro florestal e mestre em
arborização urbana, que reali-
zou um levantamento em to-
das as árvores do Cambuí,
em 2007, o Ipê que caiu on-
tem havia sido avaliado co-
mo “péssimo” e necessitava
de cuidados. “A árvore não es-
tava condenada, mas pedia
tratamento. Como nada foi
feito, houve a queda”, afir-
mou.
Aguirre Junior lembrou
que uma árvore bem cuidada
significa benefício para a so-
ciedade e que elas devem ser
vistas com mais atenção pelo
poder público. “Por trás des-
sa queda existe um alerta. Ár-
vores não caem sem razão.”
Prefeitura
De acordo com o Departa-
mento de Parques e Jardins
(DPJ), da Secretaria de Servi-
ços Públicos, não é possível
saber se havia pedido para a
poda ou corte da árvore,
mas o departamento infor-
mou que quando os troncos
estavam sendo removidos
ontem, técnicos da pasta
perceberam que a raiz do
Ipê estava comprometida, o
que pode ter motivado a
queda. Informou, também,
que mesmo que uma visto-
ria fosse feita na árvore não
seria detectado nenhum pro-
blema, uma vez que visivel-
mente ela estava saudável.
Sobre os pedidos dos mo-
radores e da ONG não te-
rem sido atendidos, o DPJ
garantiu que todas as de-
mandas são respondidas,
mas nem todas executadas.
A Prefeitura afirmou que
uma vistoria demora de dez
a 30 dias para ser executada
e, se a poda ou a remoção
for necessária, é colocada
na programação da pasta. O
serviço pode demorar de 90
a 120 dias para ser feito. No
entanto, casos graves identi-
ficados são colocados como
prioridade, o que pode atra-
sar outros serviços já previs-
tos.
Promotor do Meio Ambiente pede para deixar cargo
Sugestões de pautas, críticas e elogios:
cidades@rac.com.br ou
pelos telefones 3772-8116 e 3772-8162
Atendimento ao assinante:
3736-3200 ou pelo
e-mail saa@rac.com.br
Editores: Adriana Villar, Claudio Liza Junior, Jorge Massarolo e Ricardo Alécio Chefe de reportagem: Guilherme Busch
Cambuí: Ipê desaba e ONG vê descaso
Defesa Civil registra mais duas quedas
A
Defesa Civil
registrou outras
três ocorrências
envolvendo árvores em
Campinas. Na Vila Costa
e Silva, uma árvore seca
ameaça cair e o DPJ foi
notificado. Na Rua
Bento de Arruda
Camargo, no Jardim
Santana, uma árvore
caiu sobre a via, mas
não houve danos. Na
região do Campo
Grande, na Rua Eudes
Batista Ribeiro, uma
outra árvore caiu na
noite de ontem, também
sem causar danos.
Na terça-feira, a chuva
forte motivou 22
ocorrências na Defesa
Civil. A mais grave foi o
deslizamento de um
barranco no Jardim das
Bandeiras 1, mas sem
vítimas.
A família que residia em
um barraco próximo à
área foi retirada do
local. Parte de um muro
de uma empresa da Vila
União também cedeu. A
Defesa Civil alerta
moradores das áreas de
risco para a
possibilidade de
ocorrência de
deslizamentos por causa
do solo encharcado e da
continuidade das
chuvas. (FT/AAN)
Alessandro Rosman/AAN
Alessandro Rosman/AAN
José Albejante alega motivos pessoais e solicita a conselho do MP sua substituição do posto ocupado há 19 anos
Cidades
ACIDENTE ||| PREVISTO
Bombeiros e agentes da Emdec mobilizados em área isolada na Rua Coronel Quirino, no Cambuí, para os trabalhos de remoção da árvore que caiu sobre o salão de beleza
Bombeiros cortam galhos do ipê-roxo de 18 metros: raiz podre
Albejante, que poderá assumir casos das varas cíveis e da Fazenda
TROCA ||| EM ANÁLISE
Entidadedizquejáfez
maisde100denúncias
deplantascomrisco
A6 CORREIO POPULAR
Campinas, quinta-feira, 7 de junho de 2012

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sentença ademar casagrande
Sentença   ademar casagrandeSentença   ademar casagrande
Sentença ademar casagrande
Luiz Fernando Góes Ulysséa
 
Pg 3
Pg 3Pg 3
Anexo 2 vila abaeté
Anexo 2  vila abaetéAnexo 2  vila abaeté
Anexo 2 vila abaeté
Resgate Cambuí
 
Clipping 26.09 a 02.10
Clipping 26.09 a 02.10 Clipping 26.09 a 02.10
Clipping 26.09 a 02.10
Florespi
 
Clipping 26.09 a 02.10 2
Clipping 26.09 a 02.10 2Clipping 26.09 a 02.10 2
Clipping 26.09 a 02.10 2
Florespi
 
Acórdão - dano moral coletivo
Acórdão - dano moral coletivoAcórdão - dano moral coletivo
Acórdão - dano moral coletivo
Luiz Fernando Góes Ulysséa
 
Jornal digital 4610_qui_19022015
Jornal digital 4610_qui_19022015Jornal digital 4610_qui_19022015
Jornal digital 4610_qui_19022015
Jornal Correio do Sul
 
Acórdão 01168689620158240000 (2)
Acórdão 01168689620158240000 (2)Acórdão 01168689620158240000 (2)
Acórdão 01168689620158240000 (2)
Luiz Fernando Góes Ulysséa
 
Clipping 12 a 18.12
Clipping 12 a 18.12Clipping 12 a 18.12
Clipping 12 a 18.12
Florespi
 
2017 polêmica construção usina rio ivai
2017 polêmica  construção usina rio ivai2017 polêmica  construção usina rio ivai
2017 polêmica construção usina rio ivai
Victor Ha-Kã Azevedo
 
Jornal Águas Lindas - Ed. 266
Jornal Águas Lindas - Ed. 266Jornal Águas Lindas - Ed. 266
Jornal Águas Lindas - Ed. 266
Fernando Soares
 
Informativo pmu ed.54
Informativo pmu ed.54Informativo pmu ed.54
Informativo pmu ed.54
prefeituradeuba
 
Jornal bairro ribeirão e adjacências
Jornal bairro ribeirão e adjacênciasJornal bairro ribeirão e adjacências
Jornal bairro ribeirão e adjacências
Rogerio Catanese
 
13ª sessão ordinária 01.04.2013
13ª sessão ordinária 01.04.201313ª sessão ordinária 01.04.2013
13ª sessão ordinária 01.04.2013
Camaramre
 
Acórdão petit pavé
Acórdão   petit pavéAcórdão   petit pavé
Acórdão petit pavé
Luiz Fernando Góes Ulysséa
 
Parecer técnico do Comdema-Campinas Negativo à barragem de Pedreira
Parecer técnico do Comdema-Campinas Negativo à barragem de PedreiraParecer técnico do Comdema-Campinas Negativo à barragem de Pedreira
Parecer técnico do Comdema-Campinas Negativo à barragem de Pedreira
Campinas Que Queremos
 
Comdema parecer negativo-barragens
Comdema parecer negativo-barragensComdema parecer negativo-barragens
Comdema parecer negativo-barragens
Laura Magalhães
 
Parecer barragens Comdema-negativo
Parecer barragens Comdema-negativoParecer barragens Comdema-negativo
Parecer barragens Comdema-negativo
Anita Rocha
 
Informativo Semanal 26
Informativo Semanal 26Informativo Semanal 26
Informativo Semanal 26
prefeituradeuba
 

Mais procurados (19)

Sentença ademar casagrande
Sentença   ademar casagrandeSentença   ademar casagrande
Sentença ademar casagrande
 
Pg 3
Pg 3Pg 3
Pg 3
 
Anexo 2 vila abaeté
Anexo 2  vila abaetéAnexo 2  vila abaeté
Anexo 2 vila abaeté
 
Clipping 26.09 a 02.10
Clipping 26.09 a 02.10 Clipping 26.09 a 02.10
Clipping 26.09 a 02.10
 
Clipping 26.09 a 02.10 2
Clipping 26.09 a 02.10 2Clipping 26.09 a 02.10 2
Clipping 26.09 a 02.10 2
 
Acórdão - dano moral coletivo
Acórdão - dano moral coletivoAcórdão - dano moral coletivo
Acórdão - dano moral coletivo
 
Jornal digital 4610_qui_19022015
Jornal digital 4610_qui_19022015Jornal digital 4610_qui_19022015
Jornal digital 4610_qui_19022015
 
Acórdão 01168689620158240000 (2)
Acórdão 01168689620158240000 (2)Acórdão 01168689620158240000 (2)
Acórdão 01168689620158240000 (2)
 
Clipping 12 a 18.12
Clipping 12 a 18.12Clipping 12 a 18.12
Clipping 12 a 18.12
 
2017 polêmica construção usina rio ivai
2017 polêmica  construção usina rio ivai2017 polêmica  construção usina rio ivai
2017 polêmica construção usina rio ivai
 
Jornal Águas Lindas - Ed. 266
Jornal Águas Lindas - Ed. 266Jornal Águas Lindas - Ed. 266
Jornal Águas Lindas - Ed. 266
 
Informativo pmu ed.54
Informativo pmu ed.54Informativo pmu ed.54
Informativo pmu ed.54
 
Jornal bairro ribeirão e adjacências
Jornal bairro ribeirão e adjacênciasJornal bairro ribeirão e adjacências
Jornal bairro ribeirão e adjacências
 
13ª sessão ordinária 01.04.2013
13ª sessão ordinária 01.04.201313ª sessão ordinária 01.04.2013
13ª sessão ordinária 01.04.2013
 
Acórdão petit pavé
Acórdão   petit pavéAcórdão   petit pavé
Acórdão petit pavé
 
Parecer técnico do Comdema-Campinas Negativo à barragem de Pedreira
Parecer técnico do Comdema-Campinas Negativo à barragem de PedreiraParecer técnico do Comdema-Campinas Negativo à barragem de Pedreira
Parecer técnico do Comdema-Campinas Negativo à barragem de Pedreira
 
Comdema parecer negativo-barragens
Comdema parecer negativo-barragensComdema parecer negativo-barragens
Comdema parecer negativo-barragens
 
Parecer barragens Comdema-negativo
Parecer barragens Comdema-negativoParecer barragens Comdema-negativo
Parecer barragens Comdema-negativo
 
Informativo Semanal 26
Informativo Semanal 26Informativo Semanal 26
Informativo Semanal 26
 

Semelhante a 1a

Ed 410
Ed 410Ed 410
Ed 410
Rafael Dias
 
Tese revela prejuízos das podas radicais à cidade
Tese revela prejuízos das podas radicais à cidadeTese revela prejuízos das podas radicais à cidade
Tese revela prejuízos das podas radicais à cidade
resgate cambui ong
 
Anexo1a
Anexo1aAnexo1a
Estação Ecológica de Arêdes pode perder sítio arqueológico_13 10-13.1
Estação Ecológica de Arêdes pode perder sítio arqueológico_13 10-13.1Estação Ecológica de Arêdes pode perder sítio arqueológico_13 10-13.1
Estação Ecológica de Arêdes pode perder sítio arqueológico_13 10-13.1
Bruno Moreno
 
10a
10a10a
Belo Monte - entenda a polêmica
Belo Monte - entenda a polêmicaBelo Monte - entenda a polêmica
Belo Monte - entenda a polêmica
ascomprpa
 
Anexo 1
Anexo 1Anexo 1

Semelhante a 1a (7)

Ed 410
Ed 410Ed 410
Ed 410
 
Tese revela prejuízos das podas radicais à cidade
Tese revela prejuízos das podas radicais à cidadeTese revela prejuízos das podas radicais à cidade
Tese revela prejuízos das podas radicais à cidade
 
Anexo1a
Anexo1aAnexo1a
Anexo1a
 
Estação Ecológica de Arêdes pode perder sítio arqueológico_13 10-13.1
Estação Ecológica de Arêdes pode perder sítio arqueológico_13 10-13.1Estação Ecológica de Arêdes pode perder sítio arqueológico_13 10-13.1
Estação Ecológica de Arêdes pode perder sítio arqueológico_13 10-13.1
 
10a
10a10a
10a
 
Belo Monte - entenda a polêmica
Belo Monte - entenda a polêmicaBelo Monte - entenda a polêmica
Belo Monte - entenda a polêmica
 
Anexo 1
Anexo 1Anexo 1
Anexo 1
 

Mais de Resgate Cambuí

MP regularização fundiária
MP regularização fundiáriaMP regularização fundiária
MP regularização fundiária
Resgate Cambuí
 
Inquérito civil Sanasa/aumento abusivo
Inquérito civil Sanasa/aumento abusivoInquérito civil Sanasa/aumento abusivo
Inquérito civil Sanasa/aumento abusivo
Resgate Cambuí
 
EMDEC/ilegalidades transp. publico
EMDEC/ilegalidades transp. publicoEMDEC/ilegalidades transp. publico
EMDEC/ilegalidades transp. publico
Resgate Cambuí
 
11a
11a11a
8a
8a8a
6a
6a6a
5a
5a5a
4a
4a4a
Concorrência 006 2017
Concorrência 006 2017Concorrência 006 2017
Concorrência 006 2017
Resgate Cambuí
 
Esclarecimento de questionamento_3_2017-12-04_14_51_42
Esclarecimento de questionamento_3_2017-12-04_14_51_42Esclarecimento de questionamento_3_2017-12-04_14_51_42
Esclarecimento de questionamento_3_2017-12-04_14_51_42
Resgate Cambuí
 
Esclarecimento de questionamento_2_2017-12-04_14_51_35
Esclarecimento de questionamento_2_2017-12-04_14_51_35Esclarecimento de questionamento_2_2017-12-04_14_51_35
Esclarecimento de questionamento_2_2017-12-04_14_51_35
Resgate Cambuí
 
Esclarecimento de questionamento_1_2017-12-04_14_51_31
Esclarecimento de questionamento_1_2017-12-04_14_51_31Esclarecimento de questionamento_1_2017-12-04_14_51_31
Esclarecimento de questionamento_1_2017-12-04_14_51_31
Resgate Cambuí
 
Comunicado de resposta_de_esclarecimento_da_concorrencia_n_062017_2017-12-04_...
Comunicado de resposta_de_esclarecimento_da_concorrencia_n_062017_2017-12-04_...Comunicado de resposta_de_esclarecimento_da_concorrencia_n_062017_2017-12-04_...
Comunicado de resposta_de_esclarecimento_da_concorrencia_n_062017_2017-12-04_...
Resgate Cambuí
 
Comunicado de resposta_de_esclarecimento_2017-12-04_14_51_40
Comunicado de resposta_de_esclarecimento_2017-12-04_14_51_40Comunicado de resposta_de_esclarecimento_2017-12-04_14_51_40
Comunicado de resposta_de_esclarecimento_2017-12-04_14_51_40
Resgate Cambuí
 
Anexo ii _projeto_basico_2017-12-04_14_50_29
Anexo ii _projeto_basico_2017-12-04_14_50_29Anexo ii _projeto_basico_2017-12-04_14_50_29
Anexo ii _projeto_basico_2017-12-04_14_50_29
Resgate Cambuí
 
Edital 2017 12-04-14_50_25
Edital 2017 12-04-14_50_25Edital 2017 12-04-14_50_25
Edital 2017 12-04-14_50_25
Resgate Cambuí
 
Diferença pl câmara e minuta 5
Diferença pl câmara e minuta 5Diferença pl câmara e minuta 5
Diferença pl câmara e minuta 5
Resgate Cambuí
 
Minuta 5
Minuta 5Minuta 5
Minuta 5
Resgate Cambuí
 
Pl câmara
Pl câmaraPl câmara
Pl câmara
Resgate Cambuí
 
Parecer final cmdu pdf.2
Parecer final cmdu pdf.2Parecer final cmdu pdf.2
Parecer final cmdu pdf.2
Resgate Cambuí
 

Mais de Resgate Cambuí (20)

MP regularização fundiária
MP regularização fundiáriaMP regularização fundiária
MP regularização fundiária
 
Inquérito civil Sanasa/aumento abusivo
Inquérito civil Sanasa/aumento abusivoInquérito civil Sanasa/aumento abusivo
Inquérito civil Sanasa/aumento abusivo
 
EMDEC/ilegalidades transp. publico
EMDEC/ilegalidades transp. publicoEMDEC/ilegalidades transp. publico
EMDEC/ilegalidades transp. publico
 
11a
11a11a
11a
 
8a
8a8a
8a
 
6a
6a6a
6a
 
5a
5a5a
5a
 
4a
4a4a
4a
 
Concorrência 006 2017
Concorrência 006 2017Concorrência 006 2017
Concorrência 006 2017
 
Esclarecimento de questionamento_3_2017-12-04_14_51_42
Esclarecimento de questionamento_3_2017-12-04_14_51_42Esclarecimento de questionamento_3_2017-12-04_14_51_42
Esclarecimento de questionamento_3_2017-12-04_14_51_42
 
Esclarecimento de questionamento_2_2017-12-04_14_51_35
Esclarecimento de questionamento_2_2017-12-04_14_51_35Esclarecimento de questionamento_2_2017-12-04_14_51_35
Esclarecimento de questionamento_2_2017-12-04_14_51_35
 
Esclarecimento de questionamento_1_2017-12-04_14_51_31
Esclarecimento de questionamento_1_2017-12-04_14_51_31Esclarecimento de questionamento_1_2017-12-04_14_51_31
Esclarecimento de questionamento_1_2017-12-04_14_51_31
 
Comunicado de resposta_de_esclarecimento_da_concorrencia_n_062017_2017-12-04_...
Comunicado de resposta_de_esclarecimento_da_concorrencia_n_062017_2017-12-04_...Comunicado de resposta_de_esclarecimento_da_concorrencia_n_062017_2017-12-04_...
Comunicado de resposta_de_esclarecimento_da_concorrencia_n_062017_2017-12-04_...
 
Comunicado de resposta_de_esclarecimento_2017-12-04_14_51_40
Comunicado de resposta_de_esclarecimento_2017-12-04_14_51_40Comunicado de resposta_de_esclarecimento_2017-12-04_14_51_40
Comunicado de resposta_de_esclarecimento_2017-12-04_14_51_40
 
Anexo ii _projeto_basico_2017-12-04_14_50_29
Anexo ii _projeto_basico_2017-12-04_14_50_29Anexo ii _projeto_basico_2017-12-04_14_50_29
Anexo ii _projeto_basico_2017-12-04_14_50_29
 
Edital 2017 12-04-14_50_25
Edital 2017 12-04-14_50_25Edital 2017 12-04-14_50_25
Edital 2017 12-04-14_50_25
 
Diferença pl câmara e minuta 5
Diferença pl câmara e minuta 5Diferença pl câmara e minuta 5
Diferença pl câmara e minuta 5
 
Minuta 5
Minuta 5Minuta 5
Minuta 5
 
Pl câmara
Pl câmaraPl câmara
Pl câmara
 
Parecer final cmdu pdf.2
Parecer final cmdu pdf.2Parecer final cmdu pdf.2
Parecer final cmdu pdf.2
 

1a

  • 1. Dominique Torquato/22dez2011/AAN Árvore com problemas conhecidos há 5 anos, segundo engenheiro, atinge salão; não houve feridos Henrique Beirangê DA AGÊNCIA ANHANGUERA henrique.beirange@rac.com.br Promotor do Ministério Públi- co do Estado de São Paulo há 25 anos e atualmente à frente da Promotoria do Meio Am- biente em Campinas, José Ro- berto Carvalho Albejante pe- diu para deixar o cargo que ocupa há 19 anos. Albejante solicitou ao Conselho Supe- rior do Ministério Público que o órgão autorize uma tro- ca de posto com a promotora Lúcia Maria de Figueiredo Ferraz Pereira Leite. Caso o MP valide a troca, ele ficará responsável por processos de varas cíveis e da Fazenda Pú- blica de Campinas. Albejante confirmou ao Correio que o pedido se deve a razões exclu- sivamente pessoais (alegou motivos de saúde e cansaço). Ele ponderou que falará pu- blicamente quando — e se a troca for oficializada. Com a publicação do pedi- do de troca no Diário Oficial, abre-se prazo de cinco dias para pedidos de impugnação da troca. Esse tipo de reclama- ção é incomum, mas outro promotor que tenha interesse em ocupar o cargo de um dos dois membros do MP pode entrar com algum questiona- mento. A tendência é que em duas semanas o órgão supe- rior do MP seja ouvido e te- nha aprovado a mudança. A decisão de Albejante de sair do cargo da Promotoria do Meio Ambiente pegou de surpresa os principais órgãos e entidades ligadas às suas manifestações. O presidente do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Comdema), Rafael Moya, dis- se que não sabia das razões da saída, mas que em função da sobrecarga de serviço, a Promotoria do Meio Ambien- te tem tido uma ação aquém do esperado. “Por conta dos escândalos políticos do ano passado e dos questionamen- tos no MP, há uma sobrecar- ga de serviço. Mas podemos dizer que ele teve uma boa atuação no Meio Ambiente”, disse. O presidente da Associa- ção Regional da Habitação (Habicamp), Francisco de Oli- veira Lima Filho, disse que o setor sempre teve boa rela- ção com o promotor. “Agora que as coisas estão engrenan- do é uma grande perda. Preci- samos pensar no futuro e fa- zer Campinas crescer”, disse. O prefeito Pedro Serafim (PDT) também lamentou a saída. “Ele tem uma baga- gem muito grande e é um ze- lador da qualidade de vida na cidade”, afirmou. Albejante chegou a rece- ber um convite durante a ges- tão do prefeito cassado Hélio de Oliveira Santos (PDT) para assumir a pasta de Meio Am- biente, mas em função do Conselho Superior do Minis- tério Público não ter autoriza- do uma licença do cargo para assumir o posto, o promotor acabou não podendo assu- mir a função. Albejante tem 49 anos, é natural de Mogi Mirim, e se formou pela PUC- Campinas em 1985. Felipe Tonon DA AGÊNCIA ANHANGUERA felipe.tonon@rac.com.br Um ipê-roxo de 18 metros de altura caiu na manhã de on- tem sobre um salão de cabe- leireiro no Cambuí, em Cam- pinas. De acordo com a ONG Resgate o Cambuí, um proble- ma já havia sido detectado na árvore em 2007, mas nada foi feito. Para a diretora da orga- nização, Tereza Penteado, a “falta de cuidado extremo” causou o incidente. Por sorte, ninguém ficou ferido. Ela afir- mou, ainda, que apenas a ONG já protocolou mais de 100 denúncias sobre árvores com problemas no Cambuí. “Mas ninguém responde, não fazem nada.” A árvore caiu por volta das 8h em cima de um salão de beleza localizado na Rua Co- ronel Quirino. Não houve da- nos graves ao imóvel, mas a queda assustou o proprietá- rio do prédio, que afirma ter protocolado na Prefeitura quatro pedidos de vistoria na árvore, o último há cerca de seis meses, pois suspeitava que havia risco de queda. “A gente sabia que ela estava po- dre, condenada. A Prefeitura deve ter muita coisa para re- solver. Eles não vão ligar pra uma árvore”, disse o cabelei- reiro José Mariano. No momento em que a ár- vore caiu, houve um curto cir- cuito e um princípio de incên- dio na rede elétrica. Alguns prédios da região chegaram a ficar sem telefone e energia. Para a presidente do movi- mento Resgate o Cambuí, a Administração sabia do pro- blema. “Se essas árvores tives- sem o mínimo de acompa- nhamento elas não cairiam. A falta de poda correta e de cuidado faz com que a árvore caia”, disse. De acordo com José Hamil- ton de Aguirre Junior, enge- nheiro florestal e mestre em arborização urbana, que reali- zou um levantamento em to- das as árvores do Cambuí, em 2007, o Ipê que caiu on- tem havia sido avaliado co- mo “péssimo” e necessitava de cuidados. “A árvore não es- tava condenada, mas pedia tratamento. Como nada foi feito, houve a queda”, afir- mou. Aguirre Junior lembrou que uma árvore bem cuidada significa benefício para a so- ciedade e que elas devem ser vistas com mais atenção pelo poder público. “Por trás des- sa queda existe um alerta. Ár- vores não caem sem razão.” Prefeitura De acordo com o Departa- mento de Parques e Jardins (DPJ), da Secretaria de Servi- ços Públicos, não é possível saber se havia pedido para a poda ou corte da árvore, mas o departamento infor- mou que quando os troncos estavam sendo removidos ontem, técnicos da pasta perceberam que a raiz do Ipê estava comprometida, o que pode ter motivado a queda. Informou, também, que mesmo que uma visto- ria fosse feita na árvore não seria detectado nenhum pro- blema, uma vez que visivel- mente ela estava saudável. Sobre os pedidos dos mo- radores e da ONG não te- rem sido atendidos, o DPJ garantiu que todas as de- mandas são respondidas, mas nem todas executadas. A Prefeitura afirmou que uma vistoria demora de dez a 30 dias para ser executada e, se a poda ou a remoção for necessária, é colocada na programação da pasta. O serviço pode demorar de 90 a 120 dias para ser feito. No entanto, casos graves identi- ficados são colocados como prioridade, o que pode atra- sar outros serviços já previs- tos. Promotor do Meio Ambiente pede para deixar cargo Sugestões de pautas, críticas e elogios: cidades@rac.com.br ou pelos telefones 3772-8116 e 3772-8162 Atendimento ao assinante: 3736-3200 ou pelo e-mail saa@rac.com.br Editores: Adriana Villar, Claudio Liza Junior, Jorge Massarolo e Ricardo Alécio Chefe de reportagem: Guilherme Busch Cambuí: Ipê desaba e ONG vê descaso Defesa Civil registra mais duas quedas A Defesa Civil registrou outras três ocorrências envolvendo árvores em Campinas. Na Vila Costa e Silva, uma árvore seca ameaça cair e o DPJ foi notificado. Na Rua Bento de Arruda Camargo, no Jardim Santana, uma árvore caiu sobre a via, mas não houve danos. Na região do Campo Grande, na Rua Eudes Batista Ribeiro, uma outra árvore caiu na noite de ontem, também sem causar danos. Na terça-feira, a chuva forte motivou 22 ocorrências na Defesa Civil. A mais grave foi o deslizamento de um barranco no Jardim das Bandeiras 1, mas sem vítimas. A família que residia em um barraco próximo à área foi retirada do local. Parte de um muro de uma empresa da Vila União também cedeu. A Defesa Civil alerta moradores das áreas de risco para a possibilidade de ocorrência de deslizamentos por causa do solo encharcado e da continuidade das chuvas. (FT/AAN) Alessandro Rosman/AAN Alessandro Rosman/AAN José Albejante alega motivos pessoais e solicita a conselho do MP sua substituição do posto ocupado há 19 anos Cidades ACIDENTE ||| PREVISTO Bombeiros e agentes da Emdec mobilizados em área isolada na Rua Coronel Quirino, no Cambuí, para os trabalhos de remoção da árvore que caiu sobre o salão de beleza Bombeiros cortam galhos do ipê-roxo de 18 metros: raiz podre Albejante, que poderá assumir casos das varas cíveis e da Fazenda TROCA ||| EM ANÁLISE Entidadedizquejáfez maisde100denúncias deplantascomrisco A6 CORREIO POPULAR Campinas, quinta-feira, 7 de junho de 2012