“Somos Humanos Chamados aAltos Voos”
Era uma vez um camponês que foi a floresta vizinhaapanhar um pássaro para mantê-lo em sua casa.Conseguiu pegar um filhote ...
- Não – retrucou o naturalista. Ela é e será sempre umaáguia. Pois tem um coração de águia. Este coração a faráum dia voar...
No dia seguinte, o naturalista subiu com a águia no teto dacasa. Sussurrou-lhe:- Águia, já que você é uma águia, abra as s...
Águia, já que você é uma águia, já que você pertence aocéu e não à terra, abra suas asas e voe!A águia olhou ao redor. Tre...
Como será queDeus noscriou? Somoságuias ougalinhas? Ousomos as dasjuntas?
Leitura bíblica: Salmo                              8Como sesentiram ao                    “O ser humano nasaber que      ...
• Reflexão• Observando as duas condições (águia e a galinha) o que  concluímos? Agimos, somos apenas como uma delas? Ou as...
Art. 1º A República Federativa do Brasil, tem comofundamentos:• a cidadania;• a dignidade da pessoa humana;E garante ( Art...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Dignidade humana e cidadania a galinha e aguia

3.500 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.500
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dignidade humana e cidadania a galinha e aguia

  1. 1. “Somos Humanos Chamados aAltos Voos”
  2. 2. Era uma vez um camponês que foi a floresta vizinhaapanhar um pássaro para mantê-lo em sua casa.Conseguiu pegar um filhote de águia. Coloco-o nogalinheiro junto com as galinhas. Comia milho e raçãoprópria para galinhas. Embora a águia fosse o rei/rainha detodos os pássaros. Depois de cinco anos, este homemrecebeu em sua casa a visita de um naturalista. Enquantopasseavam pelo jardim, disse o naturalista: - Esse pássaro aí não é galinha. É uma águia. - De fato – disse o camponês. É águia. Mas eu criei comogalinha.Ela não é mais uma águia. Transformou-se em galinhacomo as outras, apesar das asas de quase três metros de
  3. 3. - Não – retrucou o naturalista. Ela é e será sempre umaáguia. Pois tem um coração de águia. Este coração a faráum dia voar ás alturas. - Não, não – insistiu o camponês.Ela virou galinha e jamais voará como águia. Entãodecidiram fazer uma prova. O naturalista tomou a águia,ergueu-a bem alto e desafiando-a disse: - já que você defato é uma águia, já que você pertence ao céu e não aterra, então abra suas asas e voe! A águia pousou sobre obraço estendido do naturalista. Olhava distraidamente aoredor. Viu as galinhas lá embaixo, ciscando grãos. E puloupara junto delas. O camponês comentou:- Eu lhe disse, ela virou uma simples galinha!- Não – tornou a insistir o naturalista. Ela é uma águia.E uma águia será sempre uma águia. Vamos experimentarnovamente amanhã.
  4. 4. No dia seguinte, o naturalista subiu com a águia no teto dacasa. Sussurrou-lhe:- Águia, já que você é uma águia, abra as suas asas e voe!Mas quando a águia viu lá embaixo as galinhas, ciscandoo chão, pulou e foi para junto delas.O camponês sorriu e voltou à carga:- Eu lhe havia dito, ela virou galinha!-Não – respondeu firmemente o naturalista. Ela é águia,possuirá sempre um coração de águia. Vamosexperimentar ainda uma ultima vez. Amanhã a farei voar.No dia seguinte, o naturalista e o camponês levantarambem cedo. Pegaram a águia, levaram para fora da cidade,longe das casas dos homens, no alto de uma montanha. Osol nascente dourava os picos das montanhas. Onaturalista ergueu a águia para o alto e ordenou-lhe:
  5. 5. Águia, já que você é uma águia, já que você pertence aocéu e não à terra, abra suas asas e voe!A águia olhou ao redor. Tremia como se experimentassenova vida. Mas não voou. Então o naturalista segurou-afirmemente, bem na direção do sol, para que seus olhospudessem encher-se da claridade solar e da vastidão dohorizonte.Nesse momento, ela abriu suas potentes asas, grasnoucom o típico kau-kau das águias e ergue-se, soberana,sobre se mesma. E começou a voar, a voar para o alto, avoar cada vez mais para o alto. Voou... voou... até Autor: Leonardo Boff)confundir-se com o azul do firmamento...
  6. 6. Como será queDeus noscriou? Somoságuias ougalinhas? Ousomos as dasjuntas?
  7. 7. Leitura bíblica: Salmo 8Como sesentiram ao “O ser humano nasaber que criação”foram criados“coroados degloria e honra”?
  8. 8. • Reflexão• Observando as duas condições (águia e a galinha) o que concluímos? Agimos, somos apenas como uma delas? Ou as duas condições são essenciais para a realização humana?• Conclusão cada pessoa tem dentro de si uma águia. Busca as alturas, osol; foi feita para as grandes ideias os grandes sentimentos.Muitas vezes, porém, fica presa a coisas como uma galinhaciscando no galinheiro. Não nascemos só pra cuidar de comida,roupa... As duas condições são essenciais para a realizaçãohumana. Criados à imagem e semelhança de Deus temos quebuscar sempre a perfeição, a nossa conversão, mas sempresabedores da nossa pequenez.
  9. 9. Art. 1º A República Federativa do Brasil, tem comofundamentos:• a cidadania;• a dignidade da pessoa humana;E garante ( Art. 5º) que Todos são iguais perante a lei; Elaafirma que São direitos sociais a educação, a saúde, aalimentação, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, aprevidência social, a proteção à maternidade e à infância,a assistência aos desamparados. (Art6º).• É possível viver a condição “galinha”, satisfatoriamente nos dias de hoje?• Como a condição “águia” pode ajudar para termos mais qualidades de vida?

×