O que cura tambem mata

274 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Esportes
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
274
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O que cura tambem mata

  1. 1. 1 Curso EFA Gestão / Disciplina de STCfq Escola Secundaria de Sampaio 2009/2010 Raquel Gaspar da Silva nº8 / 2º Ano Gestão
  2. 2. A RadioactividadeO que cura também mataA radioactividade é um fenómeno natural ou artificial, pelo qual algumas substâncias ouelementos químicos, chamados radioactivos, são capazes de emitir radiações, as quaistêm a propriedade de impressionar placas fotográficas, ionizar gases, produzirfluorescência, atravessar corpos opacos à luz ordinária, etc. As radiações emitidas pelassubstâncias radioactivas são principalmente partículas alfa, partículas beta e raios gama.A radioactividade é uma forma de energia nuclear, usada na medicina (radioterapia), econsiste no fato de alguns átomos como os do urânio, rádio e tório serem “instáveis”,perdendo constantemente partículas alfa, beta e gama (raio-X). O urânio, por exemplo,tem 92 protões, porém através dos séculos vai perdendo-os na forma de radiações, atéterminar em chumbo, com 82 protões estáveis.A radioactividade pode ser:- Radioactividade natural: É a que se manifesta nos elementos radioactivos e nosisótopos que se encontram na natureza e poluem o meio ambiente.- Radioactividade artificial ou induzida: É aquela que é provocada portransformações nucleares artificiais. 2 Curso EFA Gestão / Disciplina de STCfq Escola Secundaria de Sampaio 2009/2010 Raquel Gaspar da Silva nº8 / 2º Ano Gestão
  3. 3. Classes de RadiaçãoA Radiação pode ser de três classes diferentes: Radiação AlfaSão fluxos de partículas carregadas positivamente, compostas por 2 neutrões e 2 protões(núcleo de hélio). São desviadas por campos eléctricos e magnéticos.São muito ionizantes porém pouco penetrantes. Quando um radioisótopo (que possui núcleoinstável) emite uma partícula alfa, seu número de massa (A) diminui 4 unidades e o seu nºatómico diminui 2 unidades. Radiação BetaSão fluxos de partículas originárias do núcleo, facto este que as distingue dos electrões.Estas partículas têm a mesma natureza dos electrões orbitais e são resultantes dadesintegração de neutrões do núcleo. É desviada por campos eléctricos e magnéticos émais penetrante porém menos ionizante que a radiação alfa. Quando um radioisótopoemite uma partícula beta, o valor de sua massa não muda, e seu nº atómico aumenta em1 unidade. Radiação GamaSão ondas electromagnéticas. É o tipo mais penetrante de radiação. Não apresenta cargaeléctrica e não é afectada pelos campos eléctricos e magnéticos. É uma radiação muitoperigosa aos organismos vivos. Com o recebimento da Radiação Gama, pode-se alteraro material genético da pessoa, fazendo com que seus filhos tenham alta possibilidade denascerem cegos, surdos, mudos ou com algum outro tipo de deficiência. Alguns efeitos da radiação A Dose LetalQuando atingido pela radiação é impossível perceber imediatamente já que, diferente dotiro de uma arma, por exemplo, cujo efeito é constatado na hora, a radiação não provocanenhuma dor ou lesão visível.Ela ataca as células do corpo individualmente, pode afectar os átomos que estãopresentes nas células provocando alterações na sua estrutura.Os efeitos da radiação podem ser em longo prazo, curto prazo ou somente apresentarproblemas aos seus descendentes (filhos, netos), pois uma pessoa que recebeu aradiação sofre alguma alteração genética produzida pela radioactividade. 3 Curso EFA Gestão / Disciplina de STCfq Escola Secundaria de Sampaio 2009/2010 Raquel Gaspar da Silva nº8 / 2º Ano Gestão

×