SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
Com a festa
da ASCENSÃO,
queremos celebrar:
- O Final
da Missão terrena
de Cristo,
- O Início
da Missão salvadora
da Igreja.
As Leituras
lembram o FATO,
embora narrados
com pormenores
diferentes e até
contraditórios.
Na 1ª Leitura,
Lucas, após uma introdução aos Atos dos apóstolos,
descreve a Despedida de Jesus em JERUSALÉM.
Sublinha a Vinda do Espírito Santo e o Testemunho
que os discípulos deverão dar "até os confins da terra". (At 1,1-11)
Na 2ª Leitura, Paulo vê na Ascensão a glorificação de Cristo
e o anúncio do retorno da a humanidade para Deus. (Ef 1,17-23)
O Evangelho narra a Aparição
Pascal de Jesus na GALILÉIA.
Refere a Apresentação de Jesus:
"Todo PODER me foi dado;
A Missão:
"IDE e fazei discípulos meus
todos os povos;
A Promessa:
"ESTAREI CONVOSCO até
o fim dos tempos..." (Mt 28,16-20)
* A Igreja de Cristo é,
essencialmente, uma
Comunidade MISSIONÁRIA,
cuja missão é testemunhar
no mundo a proposta
de salvação e de libertação
que Jesus veio trazer
aos homens e deixou nas mãos
e no coração dos discípulos.
- Essa MISSÃO tem duas características:
. É universal: destinada a "todas as nações".
. A Iniciação cristã tem duas fases: O Ensino e o Batismo.
Começava-se pela Catequese: as palavras e os gestos de Jesus.
Depois vinha o Batismo, que selava a vinculação do discípulo
com o Pai, o Filho e o Espírito Santo.
- Jesus garante estar com os discípulos "até ao fim dos tempos".
- Os 40 dias expressam
o "tempo de aprendizagem"
necessário para um discípulo
aprender e repetir as lições
do mestre;
- A elevação ao céu expressa
a exaltação total de Jesus;
- A nuvem é um sinal
que esconde e manifesta
a presença de Deus;
- Os homens vestidos de branco:
o testemunho vem de Deus;
- Os discípulos olhando para o céu
lembram a expectativa
da comunidade que esperava
a segunda vinda de Cristo.
+ Os detalhes da narrativa: são mais simbólicos.
+ Contradições:
quando?
Logo
ou 40 dias depois?
onde?
Em Jerusalém
ou na Galiléia?
+ Ressurreição,
Ascensão,
Pentecostes:
3 Momentos distintos?
ou momentos catequéticos
de um único Mistério de fé:
a Páscoa do Senhor:
- Na Ressurreição:
A Liturgia destaca sua VITÓRIA sobre a morte...
- Na Ascensão:
Sua EXALTAÇÃO como Senhor do céu e da terra, e a entrega
de sua missão à comunidade eclesial, através dos apóstolos...
- No Pentecostes:
A Ação do ESPÍRITO SANTO na Igreja, que começa
a sua atividade missionária de novo Povo de Deus...
A ASCENSÃO não é uma narrativa histórica,
mas uma encenação literária da exaltação de Jesus...
com muitas semelhanças da subida de Elias ao céu
no carro de fogo...
Sentido da festa:
1. A Ascensão de Cristo
reforça a ESPERANÇA
de nossa Ascensão,
um futuro inigualável
nos aguarda...
"Ele 'subiu'
para dar-nos
a esperança
de que um dia
iremos
ao seu encontro,
onde ele
nos precedeu..."
(Prefácio)
2. A Ascensão nos lembra que somos ENVIADOS de Cristo
para continuar e completar a sua obra...
Não podemos ficar parados, olhando para o céu...
Devemos ser discípulos e fazer discípulos para o Reino...
E Cristo nos garante: "Estarei convosco todos os dias,
até ao fim dos tempos mundo..."
3. Mas
esse trabalho
não dependerá só
de nossas forças...
Por isso
os envia
a Jerusalém
"para aguardar
o Espírito Santo,
reunidos
em oração,
com Maria,
mãe de Jesus".
* Como Maria
e os apóstolos
reunidos no cenáculo,
devemos REZAR
e invocar
o Espírito Santo.
Cristo já tinha
afirmado:
"Sem mim nada
podeis fazer..."
Por isso, a igreja
não começa
com a Ação...
mas com a Oração,
com Maria,
Mãe de Jesus
(e da Igreja)...
+ Cristo PARTE,
mas PERMANECE
na COMUNIDADE.
A Ascensão de Cristo
ao céu não é o fim
de sua presença
entre os homens,
mas o começo
de uma nova forma
de estar no mundo.
Sua presença
acompanha com sinais
a nossa Missão
evangelizadora.
Deus está presente
e nos envia como
seus apóstolos.
"Falar com o coração".
“Testemunhando a verdade no amor” (Ef 4, 15)»
“Falar com o coração”.
Foi o coração que nos moveu
para ir, ver e escutar,
e é o coração que nos move
para uma comunicação aberta e acolhedora.
Comunicar cordialmente
Quem assim fala, ama o outro,
pois preocupa-se com ele e
salvaguarda a sua liberdade, sem a violar.
A comunicação de coração a coração:
“Basta amar bem para dizer bem”
Falar com o coração no processo sinodal
Sonho uma comunicação eclesial
que saiba deixar-se guiar pelo Espírito Santo,
gentil e ao mesmo tempo profética.
Desarmar os ânimos promovendo
uma linguagem de paz
Do coração brotam as palavras certas
para dissipar as sombras dum mundo fechado.
Que o Senhor Jesus,
PALAVRA pura que brota do coração do Pai,
nos ajude a tornar a nossa comunicação
livre, limpa e cordial.
Que o Senhor Jesus,
PALAVRA que se fez carne, nos ajude
a colocar-nos à escuta do palpitar dos corações,
para nos reconhecermos como irmãos e irmãs
e desativarmos a hostilidade que divide.
Que o Senhor Jesus,
PALAVRA de verdade e caridade,
nos ajude a dizer a verdade no amor,
para nos sentirmos guardiões uns dos outros.
FRANCISCO
Pe. Antônio Geraldo Dalla Costa CS -
21.05.2023
MEU DOMINGO
Com a Palavra de Deus
Meditada por: Pe. Antônio Geraldo Dalla Costa CS
Ilustração: Nelso Geraldo Ferronatto
Música: O Senhor subiu ao céu
CD X Liturgia Hinário CNBB
M: Reginaldo Veloso
www.buscandonovasaguas.com

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Ascensão

A Missão.
A Missão.A Missão.
A Missão.
pr_afsalbergaria
 
p1508pentecostes-150521021951-lva1-app6891.ppt
p1508pentecostes-150521021951-lva1-app6891.pptp1508pentecostes-150521021951-lva1-app6891.ppt
p1508pentecostes-150521021951-lva1-app6891.ppt
ParoquiaSantoAntonio3
 
Ascensao
AscensaoAscensao
De onde vem, para onde vai a Igreja Cristã?
De onde vem, para onde vai a Igreja Cristã?De onde vem, para onde vai a Igreja Cristã?
De onde vem, para onde vai a Igreja Cristã?
Ramon S da Costa
 
Calendário litúrgico
Calendário litúrgicoCalendário litúrgico
Calendário litúrgico
mbsilva1971
 

Semelhante a Ascensão (20)

A Missão.
A Missão.A Missão.
A Missão.
 
Comentário: Domingo da Ascensão do Senhor - Ano C
Comentário: Domingo da Ascensão do Senhor - Ano CComentário: Domingo da Ascensão do Senhor - Ano C
Comentário: Domingo da Ascensão do Senhor - Ano C
 
Bela Mensagem
Bela MensagemBela Mensagem
Bela Mensagem
 
P1208 pentecostes
P1208 pentecostesP1208 pentecostes
P1208 pentecostes
 
ARREBATAMENTO PRÉ-TRIBULACIONISTA
ARREBATAMENTO PRÉ-TRIBULACIONISTAARREBATAMENTO PRÉ-TRIBULACIONISTA
ARREBATAMENTO PRÉ-TRIBULACIONISTA
 
p1508pentecostes-150521021951-lva1-app6891.ppt
p1508pentecostes-150521021951-lva1-app6891.pptp1508pentecostes-150521021951-lva1-app6891.ppt
p1508pentecostes-150521021951-lva1-app6891.ppt
 
Pentecostes
PentecostesPentecostes
Pentecostes
 
Ascensao
AscensaoAscensao
Ascensao
 
Pentecostes
PentecostesPentecostes
Pentecostes
 
Pentecostes
PentecostesPentecostes
Pentecostes
 
PENTECOSTES
PENTECOSTESPENTECOSTES
PENTECOSTES
 
A cruz
A cruzA cruz
A cruz
 
A cruz
A cruzA cruz
A cruz
 
A cruz
A cruzA cruz
A cruz
 
A cruz
A cruzA cruz
A cruz
 
Pentecostes
PentecostesPentecostes
Pentecostes
 
Solenidade de Pentecostes
Solenidade de PentecostesSolenidade de Pentecostes
Solenidade de Pentecostes
 
Lição 9 - O legado missionário da igreja primitiva
Lição 9 - O legado missionário da igreja primitivaLição 9 - O legado missionário da igreja primitiva
Lição 9 - O legado missionário da igreja primitiva
 
De onde vem, para onde vai a Igreja Cristã?
De onde vem, para onde vai a Igreja Cristã?De onde vem, para onde vai a Igreja Cristã?
De onde vem, para onde vai a Igreja Cristã?
 
Calendário litúrgico
Calendário litúrgicoCalendário litúrgico
Calendário litúrgico
 

Mais de pr_afsalbergaria

Tu és Pedro
Tu és PedroTu és Pedro
Tu és Pedro
pr_afsalbergaria
 
Pedro e Paulo
Pedro e PauloPedro e Paulo
Pedro e Paulo
pr_afsalbergaria
 
Caminho, Verdade e Vida
Caminho, Verdade e VidaCaminho, Verdade e Vida
Caminho, Verdade e Vida
pr_afsalbergaria
 
A Comunidade
A ComunidadeA Comunidade
A Comunidade
pr_afsalbergaria
 

Mais de pr_afsalbergaria (20)

Cesar e Deus
Cesar e DeusCesar e Deus
Cesar e Deus
 
A Vinha do Senhor
A Vinha do SenhorA Vinha do Senhor
A Vinha do Senhor
 
O Caminho da Cruz
O Caminho da CruzO Caminho da Cruz
O Caminho da Cruz
 
Tu és Pedro
Tu és PedroTu és Pedro
Tu és Pedro
 
Coragem sou Eu
Coragem sou EuCoragem sou Eu
Coragem sou Eu
 
O meu avô
O meu avôO meu avô
O meu avô
 
Joio e Trigo
Joio e TrigoJoio e Trigo
Joio e Trigo
 
O Semeador
O SemeadorO Semeador
O Semeador
 
Sim Pai
Sim PaiSim Pai
Sim Pai
 
Pedro e Paulo
Pedro e PauloPedro e Paulo
Pedro e Paulo
 
O Medo
O MedoO Medo
O Medo
 
A Messe
A MesseA Messe
A Messe
 
Solenidade da Santíssima Trindade
Solenidade da Santíssima TrindadeSolenidade da Santíssima Trindade
Solenidade da Santíssima Trindade
 
Caminho, Verdade e Vida
Caminho, Verdade e VidaCaminho, Verdade e Vida
Caminho, Verdade e Vida
 
Fica conosco
Fica conoscoFica conosco
Fica conosco
 
A Comunidade
A ComunidadeA Comunidade
A Comunidade
 
Ressuscitou
RessuscitouRessuscitou
Ressuscitou
 
Ramos
RamosRamos
Ramos
 
A Vida
A VidaA Vida
A Vida
 
A Luz
A LuzA Luz
A Luz
 

Último

Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
MilyFonceca
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
StelaWilbert
 

Último (8)

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfpdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 

Ascensão

  • 1.
  • 2. Com a festa da ASCENSÃO, queremos celebrar: - O Final da Missão terrena de Cristo, - O Início da Missão salvadora da Igreja. As Leituras lembram o FATO, embora narrados com pormenores diferentes e até contraditórios.
  • 3. Na 1ª Leitura, Lucas, após uma introdução aos Atos dos apóstolos, descreve a Despedida de Jesus em JERUSALÉM. Sublinha a Vinda do Espírito Santo e o Testemunho que os discípulos deverão dar "até os confins da terra". (At 1,1-11) Na 2ª Leitura, Paulo vê na Ascensão a glorificação de Cristo e o anúncio do retorno da a humanidade para Deus. (Ef 1,17-23)
  • 4. O Evangelho narra a Aparição Pascal de Jesus na GALILÉIA. Refere a Apresentação de Jesus: "Todo PODER me foi dado; A Missão: "IDE e fazei discípulos meus todos os povos; A Promessa: "ESTAREI CONVOSCO até o fim dos tempos..." (Mt 28,16-20) * A Igreja de Cristo é, essencialmente, uma Comunidade MISSIONÁRIA, cuja missão é testemunhar no mundo a proposta de salvação e de libertação que Jesus veio trazer aos homens e deixou nas mãos e no coração dos discípulos.
  • 5. - Essa MISSÃO tem duas características: . É universal: destinada a "todas as nações". . A Iniciação cristã tem duas fases: O Ensino e o Batismo. Começava-se pela Catequese: as palavras e os gestos de Jesus. Depois vinha o Batismo, que selava a vinculação do discípulo com o Pai, o Filho e o Espírito Santo. - Jesus garante estar com os discípulos "até ao fim dos tempos".
  • 6. - Os 40 dias expressam o "tempo de aprendizagem" necessário para um discípulo aprender e repetir as lições do mestre; - A elevação ao céu expressa a exaltação total de Jesus; - A nuvem é um sinal que esconde e manifesta a presença de Deus; - Os homens vestidos de branco: o testemunho vem de Deus; - Os discípulos olhando para o céu lembram a expectativa da comunidade que esperava a segunda vinda de Cristo. + Os detalhes da narrativa: são mais simbólicos.
  • 7. + Contradições: quando? Logo ou 40 dias depois? onde? Em Jerusalém ou na Galiléia? + Ressurreição, Ascensão, Pentecostes: 3 Momentos distintos? ou momentos catequéticos de um único Mistério de fé: a Páscoa do Senhor:
  • 8. - Na Ressurreição: A Liturgia destaca sua VITÓRIA sobre a morte... - Na Ascensão: Sua EXALTAÇÃO como Senhor do céu e da terra, e a entrega de sua missão à comunidade eclesial, através dos apóstolos... - No Pentecostes: A Ação do ESPÍRITO SANTO na Igreja, que começa a sua atividade missionária de novo Povo de Deus...
  • 9. A ASCENSÃO não é uma narrativa histórica, mas uma encenação literária da exaltação de Jesus... com muitas semelhanças da subida de Elias ao céu no carro de fogo...
  • 10. Sentido da festa: 1. A Ascensão de Cristo reforça a ESPERANÇA de nossa Ascensão, um futuro inigualável nos aguarda... "Ele 'subiu' para dar-nos a esperança de que um dia iremos ao seu encontro, onde ele nos precedeu..." (Prefácio)
  • 11. 2. A Ascensão nos lembra que somos ENVIADOS de Cristo para continuar e completar a sua obra... Não podemos ficar parados, olhando para o céu... Devemos ser discípulos e fazer discípulos para o Reino... E Cristo nos garante: "Estarei convosco todos os dias, até ao fim dos tempos mundo..."
  • 12. 3. Mas esse trabalho não dependerá só de nossas forças... Por isso os envia a Jerusalém "para aguardar o Espírito Santo, reunidos em oração, com Maria, mãe de Jesus".
  • 13. * Como Maria e os apóstolos reunidos no cenáculo, devemos REZAR e invocar o Espírito Santo. Cristo já tinha afirmado: "Sem mim nada podeis fazer..." Por isso, a igreja não começa com a Ação... mas com a Oração, com Maria, Mãe de Jesus (e da Igreja)...
  • 14. + Cristo PARTE, mas PERMANECE na COMUNIDADE. A Ascensão de Cristo ao céu não é o fim de sua presença entre os homens, mas o começo de uma nova forma de estar no mundo. Sua presença acompanha com sinais a nossa Missão evangelizadora. Deus está presente e nos envia como seus apóstolos.
  • 15. "Falar com o coração". “Testemunhando a verdade no amor” (Ef 4, 15)»
  • 16. “Falar com o coração”. Foi o coração que nos moveu para ir, ver e escutar, e é o coração que nos move para uma comunicação aberta e acolhedora. Comunicar cordialmente Quem assim fala, ama o outro, pois preocupa-se com ele e salvaguarda a sua liberdade, sem a violar. A comunicação de coração a coração: “Basta amar bem para dizer bem”
  • 17. Falar com o coração no processo sinodal Sonho uma comunicação eclesial que saiba deixar-se guiar pelo Espírito Santo, gentil e ao mesmo tempo profética. Desarmar os ânimos promovendo uma linguagem de paz Do coração brotam as palavras certas para dissipar as sombras dum mundo fechado.
  • 18. Que o Senhor Jesus, PALAVRA pura que brota do coração do Pai, nos ajude a tornar a nossa comunicação livre, limpa e cordial. Que o Senhor Jesus, PALAVRA que se fez carne, nos ajude a colocar-nos à escuta do palpitar dos corações, para nos reconhecermos como irmãos e irmãs e desativarmos a hostilidade que divide. Que o Senhor Jesus, PALAVRA de verdade e caridade, nos ajude a dizer a verdade no amor, para nos sentirmos guardiões uns dos outros. FRANCISCO Pe. Antônio Geraldo Dalla Costa CS - 21.05.2023
  • 19. MEU DOMINGO Com a Palavra de Deus Meditada por: Pe. Antônio Geraldo Dalla Costa CS Ilustração: Nelso Geraldo Ferronatto Música: O Senhor subiu ao céu CD X Liturgia Hinário CNBB M: Reginaldo Veloso www.buscandonovasaguas.com