Tema 7 a_dicionario_de_dados_arvore_e_ta

448 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
448
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tema 7 a_dicionario_de_dados_arvore_e_ta

  1. 1. 1 1 TEMA 7TEMA 7 DICIONÁRIO DE DADOS (DD), ÁRVORE DE DECISÃO (AD) E TABELA DE DECISÃO (TD) 2 TÓPICOS – AULA ___ • Definição de Dicionário de Dados (DD), Árvore de Decisão (AD) e Tabela de Decisão (TD); • Componentes de Dicionário de Dados (DD), Árvore de Decisão (AD) e Tabela de Decisão (TD); • Exemplos 3 Dicionário de Dados (DD) • Lista organizada de todos os dados existentes no sistema, com definições precisas e únicas, para que, tanto o Utilizador como o Analista percebam do que se está a falar. • Proporciona um local centralizado para documentar todas as informa ções referentes à fase de análise. • Deve: – Descrever o significado dos Fluxos e Arquivos deDadosdo DFD; – Descrever a composição dos dados que fluem no diagrama; – Descrevera composição dos registo dos arquivos; – Descrever os detalhes das relacções entre entidades no DEA. 4 Notação Separador de alternativas em [ ].| Identificador de chave num arquivo;@ Comentário;** Alternativa;[ ] Limite Inferior Iteração Limite Superior;A { } B Opcional;( ) Significa E;+ é Equivalente a ou é Composto de ou Composto por; = 5 •Uso de = (Equivalente a ou Composto de) e + (E) : A = B + C •Uso de ** (Comentário): Peso = ** * peso do paciente * * unidades : quilogramas * * intervalo : 1-200 * EXEMPLOS DE USO DE NOTAÇÕES (01) 6 •Uso de ( ) (opcional) : endereço_cliente= (endereço-de-remessa) + (endereço-de-cobrança) •Uso de {} (iterações de (qualquer -ou)): pedido = nome-cliente + 1{ item }8 pedido = nome_cliente + 1{item} pedido = nome_cliente + {item} EXEMPLOS DE USO DE NOTAÇÕES (02)
  2. 2. 2 7 •Uso de [ ] (Selecção) e | (Separador) : avaliação_cr édito = [ O | B | P ] * O - óptimo * * B - bom * * P - protestado * avaliação_cr édito = [O * óptimo* | B * bom * | P * protestado * ] EXEMPLOS DE USO DE NOTAÇÕES (03) 8 Aluno = @Nome + Idade + Morada + (Apelido) + Sexo Sexo = [Masculino | Femenino] Endereço = (End_Entrega) + (End_Cobrança) Pedido_Aluguer = Cod_Sócio + data + 1 {Num_Filmes} 6 Título = [ Sr. | Sra. | Prof. | Dr. | Eng. ] EXEMPLOS DE USO DE NOTAÇÕES (04) 9 Nome de Entidade CLIENTE Descrição: Pessoa física que utiliza os serviços de locação da Locadora. Fluxo entrada Fluxo saída MODELO DE DD Entidade Lista com o nome de todos os fluxos que chegam na entidade Lista com o nome de todos os fluxos que saem da entidade. 10 MODELO DE DD Fluxo de Dados. Nome do Fluxo de Dados Fluxo1 Cognome Composição Lista de todas as estruturas e elementos que compõem o fluxo de dados. origem Nome do processo, depósito ou entidade externa de onde o fluxo de dados se originou destino Nome do processo, depósito ou entidade externa aonde o fluxo de dados está chegando 11 MODELO DE DD Processo. Nome do Processo No do Processo 1 Descrição do Processo Uma explicação resumida detalhando o que faz o processo, a necessidade de sua existência, etc. Fluxo de entrada Lista de todos os fluxos que chegam ao processo. Fluxo de saída Lista de todos os fluxos que saem do processo Processo_A 12 Depósitos de Dados . Nome do Depósito de Dados DEPOSITO_A Número de depósito Composi ção : Lista de todas as estruturas e elementos que compõem o fluxo de dados Processos com os quais se relacionam : • Processo1 • Processo2 Fluxo de entrada Lista com o nome de todos os fluxos que chegam ao dep ósito Fluxo de saída Lista com o nome de todos os fluxos que saem do dep ósito. 1 Cognome MODELO DE DD
  3. 3. 3 13 Elementos de Dados. Nome do Elemento de Dados status_cliente Cognome Valores de Significados [ OK * conta em dia * | E * encerrada * | MODELO DE DD 14 Fluxo de Dados. Nome do Fluxo de Dados Composição Origem Destino Elementos de Dados Nome do Elemento de Dados Valores e Significados Observa ção Depósitos de Dados Nome do Depósito de Dados Processos com os quais se relacionam Composição Fluxo de entrada Fluxo de saída Processo Nome do Processo No do Processo Descrição do Processo Fluxo de entrada Fluxo de saída Entidades Nome de Entidade Descrição Fluxo de entrada Fluxo de saída 15 ENTIDADE NOME DESCRIÇÃO FLUXO DE ENTRADA FLUXO DE SAÍDA CLIENTE Pessoa Física que utiliza os serviços de locação da Locadora nota_fiscal dados_cliente duplicatas pedido_cliente pagam_cliente DICIONÁRIO DE DADOS - Exemplo FLUXO DE DADOS Nome Composição Origem Destino detalhe_cliente nome+tel+ender +CPF CLIENTE Atender Cliente 16 ÁÁRVORE E TABELA DE DECISÃORVORE E TABELA DE DECISÃO • Introdução a árvore e tabela de decisão; • Definição de árvore de decisão e de tabela de decisão; • Regras para a construção de árvore e tabela de decisão e exemplos. 17 ESPECIFICAÇÕES DE PROCESSO (01) • Descrever as regras de transformação de Fluxos de Dados de Entrada associado ao Fluxo de Dados de Saída. • Descrever o programa de ação , mas não um método para implementar este programa. • O método para descrever miniespecificação deveria ser altamente ortogonal. 18 • Português Estruturado : Técnica de projeto procedimental que limita os algoritmos a um pequeno número de construções previsíveis: seqüência, condição e repetição. •Tabelas de Decisão: é a ferramenta mais utilizada quando o processo deve produzir alguma saída ou executar acções com base em decisões complementares. (Muitas acções) • Árvore de Decisão: é a representação gráfica de uma Tabela de Decisão. (nº de decisões for pequeno) ESPECIFICAÇÃO DE PROCESSOS (02)
  4. 4. 4 19 Português Estruturado • Verbos no imperativo; • Algumas palavras reservadas para formulação lógica; • Sublinhar as palavras que estão no DD; • Comentários delimitadoS com asterisco ¨*¨ ; • Usar parênteses para evitar ambigüidades Se A e B e C Se A e ( B ou C ) ou Se ( A e B ) ou C 20 D1 CLIENTE 1.1 VALIDAR CLIENTE pedido_aceito pedido_ cliente ident_cliente 1.4 CADASTRAR CLIENTE cliente_novo Processo 1.1 - Validar Cliente PARA cada pedido_cliente ENCONTRAR ident_cliente em CLIENTE SE (ident_cliente existe) ENTÃO ENVIAR pedido_aceito para Verificar Fita SENÃO ENVIAR cliente_novo para Cadastrar Cliente FIM_SE Português Estruturado (Exemplo) 21 Processo 1.1 - Validar Cliente 1. Para cada pedido_cliente 1.1 Acesse o CLIENTE, usando ident_cliente 1.2 Se o no _nome_cliente existe Execute Verificar Fita Senão Execute Cadastrar Cliente Português Estruturado (Exemplo) 22 Introdução a árvore e tabela de decisão • Árvores de decisão e Tabelas de decisão são técnicas usadas para representar a lógica de um problema. A utilização destas técnicas oferece algumas vantagens importantes aos analistas, principalmente: – são fáceis e práticas de elaborar e utilizar; – oferecem uma fácil visão e compreensão do sistema, principalmente para os elementos menos familiarizados . 23 Tabela de Decisão (01) • Ferramenta utilizada para definir as acções executadas para cada combinação possível de valores resultantes de condições atreladas. • É composta por 3 elementos: – Condições: Cada condição é descrita numa linha da tabela. – Acções: Também são descritas nas linhas da tabela e indicam declarações do que é realizado. – Regras ou normas: são descritas nas colunas da tabela e devem esgotar as possibilidades de combinações de valores resultantes das condições da Tabela de Decisão. 24 • Utilizada quando o processo deve produzir alguma saída ou executar acções com base em decisões complementares. • Fornece uma maneira objetiva de identificar todas as combinações possíveis. • Deve ser usada quando a selecção de subprograma de acção depende de combinações de condições. Tabela de Decisão (02)
  5. 5. 5 25 Regras para a construção de tabela de decisão (01) 1. Todas as condições devemser identificadas no primeiro quadranteda tabela, descritas numa linha. 2. Todos os possíveis valores das condições devemser descritos em frente da variável da condição, no primeiro quadrante. 3. Todas as possíveis acções devem ser identificadas e descritas no terceiro quadrante (uma por linha). 26 Regras para a construção de tabela de decisão (02) quadrante de condição entrada de condição quadrante de acção entrada de acção 27 Regras para a construção de tabela de decisão (03) 4. O número de regras deve ser calculado, conforme as possíveis combinações. O cálculo é feito multiplicando-se os números de valores possíveis. Por ex: Se todas condições puderem assumir apenas dois valores (binárias), V ou F, o número de regras será 2n ( 2, possível valor, e n, número de condições) 5. Para cada regra, uma coluna é desenhada no segundo quadrante e numerada na parte superior para identificar a regra. 28 Regras para a construção de tabela de decisão (04) 6. O cruzamento entre linhas e colunas do segundo quadrante deve ser preenchido por todas as combinações de valores possíveis das condições que formamcada regra. 7. As combinações impossíveis de acontecer devemser preenchidas com “-” 8. As omissões, contradições e ambiguidades devemser discutidas com os usuários. 29 Exemplo de tabela de Decisão • Suponha que pretendemos aconselhar uma pessoa, com relaçãoa qualroupaa vestir, quandosair. Uma primeira tentativa pode ser aseguinte: Obs. c-condições, A-Acções, R-Reacções Xusar pulover de lãA3 Xusar capa sem forroA2 Xusar capa forradaA1 N Y Y N Y Y chovendo frio C1 C2 R3R2R1TABELA-CASACO 30 Exemplo de tabela de Decisão 1 2 3 4 Idade > 21 V F V F Altura > 1,60 V V F F Fiel armazem X X Operador X X Limpeza X X X X Ocupações Empresa XYZ
  6. 6. 6 31 Arvore de Decisão • A Árvore de Decisão é uma ferramenta para especificação de processos semelhante a Tabela de Decisão, mas que descreve as acções a serem executadas através de ramificações de combinações • A Árvore de Decisão é desenhada na horizontal, definindo-se um nó (um ponto) na extremidade externa de onde parte o desenho da árvore. • As ações são os ramos finais. • É orientada para problemas com poucas entradas. 32 Árvore de Decisão • Exemplo – Ocupações Empresa XYZ Idade <21 Altura = > 1,60 Idade = >21 Altura < 1,60 Altura < 1,60 Altura = > 1,60 Fiel Armazém Limpeza Fiel Armazém Operador Limpeza Limpeza Operador Limpeza 33 Exemplo de uso de tabela e árvore de decisão (01) Considere o seguinte problema: Um gerente de crédito de um banco recebe as normas para aprova ção ou não de empréstimos a clientes e resolve, para facilitar a sua actividade, construir uma Árvore e consequente Tabela de decisões para essa l ógica, de modo que quando atender um cliente que solicite um empréstimo bastará consultar a Tabela ou a Árvore em vez de ler todas as normas nesse momento. "Normas para a concessão de crédito: Quando algum cliente solicitar a abertura de crédito para empréstimo pessoal, deverá ser obedecido o seguinte critério: Se o saldo médio do cliente for satisfatório então pode ser aprovado o pedido de empréstimo. Se o saldo médio do cliente não for satisfatório, mas esse cliente tem uma experiência anterior de pagamentos favorável então o pedido poderá ser aprovado. Se o saldo médio do cliente não for satisfatório e se também não tem uma experiência anterior de pagamentos favorável, mas se for o caso de uma concessão especial então o pedido pode se aprovado. Se o saldo médio do cliente não for satisfatório, se não tem uma experiência anterior de pagamentos favorável e se também não for o caso de uma concessão especial então o pedido deve ser rejeitado. " 34 Resolução: Condições: 3 1. Saldo médio satisfatório? 2. Experiência anterior de pagamentos favorável? 3. Concessão especial? Respostas possíveis às condições: 2 1. Sim (S) 2. Não (N) Acções: 2 1. Pedido de empréstimo aprovado. 2. Pedido de empréstimo rejeitado. Exemplo de uso de tabela e árvore de decisão (02) 35 Resolução: Árvore de Decisão Exemplo de uso de tabela e árvore de decisão (03) 36 Resolução: Tabela de Decisão XPedido de empréstimo rejeitado.A2 XXXPedido de empréstimo aprovado.A1 NS——Concessão especial?C3 NNS—Experiência anterior de pagamentos favorável?C2 NNNSSaldo médio satisfatório?C1 Tabela de Crédito Exemplo de uso de tabela e árvore de decisão (04)
  7. 7. 7 37 Exercicios Implementação – DD Fluxos 38 Exercicios Implementação – DD Arquivos 39 Exercicios Implementação – DD Processos 40 Exercicios Implementação – DD Entidades 41 Exercicios Exercício 1: Elabore a Árvore de decisão e a respectiva Tabela de decisão que represente o sistema de preços de alugueres de filmes de um videoclube, sabendo que: serão grátis as 10ª, 20ª, etc.. requisições de um sócio; um filme novidade custa 300$00 por dia; um filme novidade quando requisitado "acompanhado" ( com outro(s) ) custa 250$00 não novidade custa 250$00; 42 Exercicios Exercício 2: Elabore a Árvore e Tabela de decisão. Uma empresa de formação profissional, na área de informática, decidiu criar uma política de preços para os seus cursos, conforme o texto seguinte: "(...) No curso de Iniciação à Informática, os estudantes pagarão 1.000, 00MTn. Se pretenderem liquidar a dívida no início do curso, pagarão 800,00MTn. Outros interessados, não sendo estudantes, pagarão 1500,00MTn ou, se optarem pelo pagamento no início do curso, 1200MTn. Para gruposde seiselementos, o valordo curso será de 1.000, 00MTn, por cada elemento."
  8. 8. 8 43 Exercicios Exercício 3: Suponha que numa determinada empresa existia uma lei de precedência em relação ao atendimento de encomendas, conforme o texto seguinte: "Deverão ter prioridade no atendimentoos clientes que gerem mais de um milhão de MTn em negócios por ano e os que trabalhem connosco há mais de 20 anos. Clientes que não movimentem mais de um milhão de MTn em negócios por ano nem trabalhem connosco há mais de 20 anos mas que tenham bom histórico de pagamentos, têm também prioridade no atendimento." Elabore a Árvore e Tabela de decisão.

×