Guia história engenho

373 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
373
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Guia história engenho

  1. 1. Guia do Professor Engenho CanavieirasIntrodução: No decorrer do século XVI, a Colônia Portuguesa do Brasil passou a sera maior produtora de açúcar do mundo colonial. Com centenas de fazendasespalhadas pelo litoral nordestino, principalmente nos territórios hojecorrespondentes à Bahia e Pernambuco, o cultivo da cana-de-açúcar eravoltada à exportação e durante boa parte do período colonial no Brasil foi amaior riqueza e o principal produto brasileiro. Do plantio de cana ao preparo do açúcar havia uma gama detrabalhadores envolvidos em diversas etapas de sua preparação. A grandemaioria era de escravos negros que foram aprisionados e trazidos da Áfricapara o trabalho nas plantações e no Engenho. Porém, também existiam nessasáreas trabalhadores livres, em sua maioria de brancos e mestiços. A inclusão do objeto proposto, na prática docente, pretende auxiliar odiscente na compreensão das relações sociais e de trabalho no mundo colonialdo açúcar, focalizando a economia, além de abordar a hierarquia edesigualdade social, bem como explicar os mecanismos de seu funcionamento.Objetivo: Demonstrar de forma virtual as relações econômicas do sistemaaçucareiro do Brasil colonial do século XVII.Pré-Requisitos: O aluno deverá ter conhecimentos básicos de mercantilismo, do sistemacolonial e escravidão.
  2. 2. Tempo previsto para a atividade: Para este objeto sugere-se duas horas/aula. Porém acreditamos que oprofessor, por conhecer melhor a realidade de seus alunos, o explore demaneira a melhor contemplar as competências de seu grupo/turma.Na sala de aula: O professor deve conduzir o tema abordado de forma a instigar acuriosidade dos alunos acerca do assunto, usando o objeto de formaadaptativa a suas necessidades (e as de seu plano de ensino/currículo). Assimilustrará e simulará o mundo colonial açucareiro para melhor reflexão eentendimento do assunto.Questões para discussão:-Escravidão X Trabalho Livre;-Desigualdade Social;-Produção Agroexportadora.Na sala dos computadores:Preparação Preparar os alunos com uma introdução do assunto, desafiando-os a vera realidade da época com a visão do passado, sem anacronismos. Pode ser feito em duplas ou em pequenos grupos, se não for possívelter um microcomputador para cada aluno. No caso de grupos, incentive-os apensar em conjunto a respeito das possíveis soluções, aproveitando aatividade não só pela proposta da disciplina, mas também desenvolvendocompetências como a cooperação, partilhando de suas experiências equestionamentos.Material necessário Depende da escolha do professor quanto à forma de utilização doobjeto. Seria adequado que os alunos tivessem onde escrever as dúvidas quesurgirem durante a atividade, bem como os questionamentos para um possíveldebate.
  3. 3. Requerimentos técnicos: Computadores com internet que possibilitem a utilização do flash.Durante a atividade: Este objeto de aprendizagem caracteriza-se pela atividade interativa dosalunos com o Engenho virtual e seus trabalhadores, de forma a ilustrar suasrelações sociais no contexto dos conteúdos abordados pelo professor na salade aula. Sua utilização fica a cargo do professor, dos objetivos que estepretende contemplar a partir do uso do objeto.Durante a atividade: O professor deve retomar o assunto, sanando, na medida do possível,as dúvidas dos alunos e abrindo espaço para um debate a respeito dosquestionamentos gerados durante a atividade. Os alunos digitarão um textoacerca das relações de trabalho observadas.Questões para discussão: Qual a situação dos negros no mercado de trabalho hoje? Como osalunos acham que a escravidão contribuiu para essa situação? Como eram ascondições dos trabalhadores em um Engenho? De onde vinha a alimentaçãodos trabalhadores, se só se plantava cana-de-açúcar nessas fazendas? Peça aos alunos descreverem sobre as impressões que tiveram arespeito do objeto, as diferenças entre os personagens e faça um esboço dahierarquia social.Dica: Peça para que os alunos façam um pequeno texto acerca da visita queeles fizeram ao Engenho e, que eles escolham um dos personagens e façamum desenho dele fazendo seu trabalho, abordando aí os objetivospsicomotores de uma aula.Avaliação: Acreditamos que a partir do debate e de uma atividade como a sugeridaacima seja, possível que o professor tenha meios suficientes para avaliar o
  4. 4. entendimento de seus alunos quanto a importância do conteúdo abordado paraa realidade atual. Porém, somente o professor pode decidir qual a melhorforma de avaliar a validade das atividades nas quais o objeto foi utilizado.Atividades complementares:Após o uso do objeto, promova a integração de duas ou mais turmas para atroca de experiências a respeito do tema, dividindo-as em grupos queproponham questões para um debate.Pesquisar o assunto em livros, sites e documentários.Para saber mais:http://www.suapesquisa.com/colonia/http://paginas.terra.com.br/arte/mundoantigo/colonial/engenhos.htmhttp://educaterra.terra.com.br/voltaire/500br/br_100anos5.htmEquipe História UNIFRAConteúdo Pedagógico:Paula Simone Bolzan JardinDílson Vargas PeixotoFabiula S. MartinsEquipe de Apoio TécnicoAlex MarinFabrício BohrerRafael DielHenrique Telles NetoVitor Bertoncelo

×