ARREBATAMENTO I Ts 4:17 (II Ts 2:3-10)[       O substantivo arrebatamento, em si, não encontramos na Bíblia, tão-somente ...
"o arcanjo", no original grego de 1 Ts 4:16.        A trombeta de Deus terá duas finalidades: a primeira para chamar os mo...
experiências semelhantes, como no caso de Enoque e Elias. Paulo chamou de mistérioesta transladação da vida na terra para ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Arrebatamento

643 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
643
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Arrebatamento

  1. 1. ARREBATAMENTO I Ts 4:17 (II Ts 2:3-10)[ O substantivo arrebatamento, em si, não encontramos na Bíblia, tão-somente overbo arrebatar. O dicionário Michaelis tem as seguintes definições: Tirar com violência,levar para longe e de súbito, levar para o outro mundo. Raptar. Arrancar,arrastar ou transportar com ímpeto. Atrair com força irresistível; encantar.Levar ou deixar-se levar pela ira ou outra paixão violenta; enfurecer(-se).Entusiasmar-se, extasiar-se. “É um termo que descreve um estado ou experiência de ficar extasiado, comoalguém que fica extasiado ao contemplar a beleza de um pôr-sol-sol, ou alguém quesentiu-se arrebatado ouvindo certa peça musical”1. O arrebatamento PRÉ-TRIBULACIONAL ensina que, antes do período de sete anosconhecido como Tribulação, todos os membros do corpo de Cristo (tanto os vivos quantoos mortos) serão arrebatados nos ares para o encontro com Jesus Cristo e depois serãolevados ao céu. A princípio o termo arrebatamento vem do latim rapio Kcapturar ou ser removido noespírito”, ou seja, ser transportado de um lugar para outro. Simplificando, é remoção sejano espírito ou no corpo. Portanto, no sentido escatológico, o arrebatamento é a remoçãoda Igreja da terra para o céu. Como lemos antes, é em I Ts 4:17 que podemos confirmar isto. É daqui que vem otermo arrebatamento, onde encontramos a expressão “...seremos arrebatados...” No latimencontramos a palavra rapturo, de onde se deriva a nossa palavra rapto. Portanto, é umtermo bíblico que originou-se, na verdade, da tradução latina de 1 Ts 4:17. Conforme o v.16, haverá uma volta de Cristo O próprio Senhor virá para o Seupovo, acompanhado por todo o esplendor. Haverá um grito, um comando como de umde um oficial dando ordens às suas tropas. Não fica claro no texto quem irá gritar (v.16)2, se o Senhor ou um arcanjo, aindaque seja dito que será ouvida a voz de um arcanjo. Miguel é o único arcanjo cujo nomeaparece na Bíblia (Jd 9). Entretanto, a Bíblia menciona outros arcanjos: “O anjo protetor do Reino da Pérsia3 lutou contra mim durante vinte e um dias. MasMiguel, um dos anjos-chefes, veio me ajudar, pois eu estava lutando sozinho contra os reis daPérsia”  Dn 10:13 (NTLH). Em outras passagens, Miguel é retratado como comandante dos santos anjos (Ap12:7; 2 Rs 6:15-17)4. Também é interessante observar que Paulo escreveu "um arcanjo", e não1 Charles C. Ryrie, Vem Depressa Senhor Jesus, Ed. Chamada da Meia-Noite, 90001-970, Porto Alegre, RS, edição 1997.Charles C.Ryrie é autor dos comentários da Bíblia Anotada..2 No grego, kéleusma, “comando”, “sonido”, era usada de vários modos: o grito dado pelo mestre do navio paraseus remadores, ou por um oficial para seus soldados, ou por um caçador para seus cães, ou por um cocheiro paracavalos. Quando usada para pessoal militar ou naval, era um grito de batalha. Na maior parte das vezes, indica umgrito alto e autoritário, freqüentemente dado num momento de grande agitação” (Chave Lingüística do NT, FritzRienecker, p. 444).3 Este anjo, “príncipe”. É um ser espiritual mau e poderoso (cf. Is 24:21; Lc 11:14-26) que afetava o governoimperial da Pérsia (Bíblia De Estudo Genebra, Dn 10:13).4 Bíblia De Estudo Genebra, Dn 10:13.
  2. 2. "o arcanjo", no original grego de 1 Ts 4:16. A trombeta de Deus terá duas finalidades: a primeira para chamar os mortos emCristo para a sua ressurreição e, em segundo lugar, ela será um aviso para aqueles querejeitaram a Cristo de que agora é tarde demais para participar do arrebatamento. Tendoem vista que haverá um grande som de chamamento ( 1 Ts 4:16), pode-se concluir que oarrebatamento não será um evento silencioso. Quando verificamos o termo original grego para arrebatamento K “harpazo”, comotambém na tradução latina, arrebatamento também significa "arrancar" ou "levar embora", eaparece 13 vezes no NT. Ela descreve como o Espírito arrancou Filipe de perto de Gaza e olevou para Cesaréia (At 8:39). Paulo usava este termo para descrever a experiência de ter sido levado ao terceirocéu, seja dentro ou fora de seu próprio corpo: “Conheço um cristão que há catorze anos foi levado, de repente, até o mais alto céu. Não seise isso, de fato, aconteceu ou se ele teve uma visão; somente Deus sabe. Repito: sei que essehomem foi levado, de repente, ao paraíso. Não sei se isso, de fato, aconteceu ou se foi umavisão; somente Deus sabe. E ali ele ouviu coisas que palavras humanas não conseguem contar”K 2 Co 12:2-4 (NTLH). Diante deste texto, fica claro que arrebatamento descreve uma verdadeira remoçãode pessoas da terra para o céu quando se referindo ao arrebatamento da Igreja. Há ainda outras traduções do termo “harpazo”  "dominar por meio de força" ou"capturar". Vez ou outra, o NT usa este termo no sentido de "carregar para longe" K Jo10:12. Mas o sentido mais significativo é o Espírito Santo levando alguém de um lugarpara outro, como já mencionamos antes quando o oficial etíope é "arrebatado" edivinamente transportado do deserto até a cidade costeira de Azoto assim que Felipetermina de batizá-lo. Do mesmo modo, ocorrerá com a Igreja que, num dado momento,será levada da terra ao céu. Um certo autor contemporâneo deu um nome muitopeculiar para esse evento K "O Grande Seqüestro"[...]5. Portanto, haverá uma ressurreição K vs 16. Nessa primeira ressurreição somente osmortos em Cristo subirão (ou seja, somente os salvos). Ainda que tenha havido muitoscrentes desde Adão, nenhum crente foi colocado "em Cristo" até o dia de Pentecostes,quando o batismo do Espírito Santo aconteceu pela primeira vez (At 2). Portanto, somente os crentes desde o dia de Pentecostes até o arrebatamento é queserão levados. Será dada prioridade aos mortos, que subirão logo antes dos vivos seremtransformados. Mesmo assim tanto os mortos quanto os vivos experimentarão suastransformações “num abrir e fechar de olhos, quando tocar a última trombeta...” K 1Co 15:52. Como, na verdade, acontecerá isso tudo? Em I Ts 4:13-18 Paulo descreve como será.Todo o acontecimento será instantâneo, num momento, e não gradual. A palavra gregapara "momento" vem da palavra átomo6. Originalmente o átomo era indivisível. Mesmodepois de ter sido dividido, a palavra ainda significa "indivisível". O arrebatamentoacontecerá em um instante indivisível de tempo, ou seja, como um piscar de olhos. Os crentes vivos não passarão pela experiência de morte física. Já no AT houve5 Thomas Ice e Timothy Demy, “A Verdade Sobre o Arrebatamento. Ele cita as seguintes bibliografias: Jeffrey L. Sheler,“The Christmas Covenant”. U.S. News & World Report, 19 de dezembro de 1994, pp. 62, 64. Dicionário Internacional deTeologia do Novo Testamento, “harpazo”, editado por Colin Brown. Vida Nova, São Paulo, 1982. Volume 1, p. 239-243. Ibid.,pp. 127-128. Walvoord, The Rapture Question, p. 2736 Parcela de um corpo simples... formando a menor quantidade de um elemento que possa entrar em combinação .Coisa excessivamente pequena; partícula mínima: um átomo de pó; espaço breve de tempo( Dicionários Michaellis eAurélio) 2
  3. 3. experiências semelhantes, como no caso de Enoque e Elias. Paulo chamou de mistérioesta transladação da vida na terra para a vida no céu, sem experimentar a morte K 1 Co15:51. Quando Paulo usa o termo mistério é que ele quer nos dizer sobre alguma coisaque está preste a acontecer que nunca foi revelada antes. O AT já mencionava aressurreição dos mortos (Jó 19:25; Is 26:19; Dn 12:2). Is 26:19, por exemplo, diz: “Os mortos do nosso povo voltarão a viver; os seus corpos ressuscitarão. Os que estão nomundo dos mortos acordarão e cantarão de alegria. Como o orvalho que tu envias dá vida àterra, assim de dentro da terra os mortos sairão vivos”. Só que em nenhum outro lugar Deus tinha revelado que um grande grupo depessoas não passaria pela morte, mas iria diretamente desta vida para a presença d’Ele.As experiências de Enoque e Elias foram apenas ilustração disso. Assim, é no momento do arrebatamento, quando acontece a primeira ressurreição,que os mortos receberão a incorrupção na hora, ao passo que os crentes vivos serãorevestidos de imortalidade de alguma forma inexplicável que substituirá corpos mortaispor corpos que jamais morrerão (imortais). Portanto, o termo arrebatamento, num sentido mais restrito, refere-se apenas àexperiência de crentes vivos que são levados à presença do Senhor. E num sentido maisamplo, teologicamente falando, arrebatamento é usado para indicar todo esse evento,incluindo a ressurreição dos crentes que já tenham morrido assim como a trasladaçãodos crentes que estiverem vivos. Segundo o autor Charles Ryrie, em cujo livro baseio esta pregação 7, “haverá umencontro primeiro com pessoas queridas e depois com o Senhor”. Para tal afirmação, elese baseia no v.17 de I Ts 4. Ainda conforme Charles, “no instante da ressurreição etrasladação, haverá incontáveis encontros com pessoas queridas e que o entusiasmodesses encontros será ofuscado pelo brilho do que será ver o próprio Senhor”. Aqui entra a promessa de Jo 14:2-3. A visão pré-tribulacionista, defende a posição deque “a Igreja será julgada e recompensada (caso dos galardões) no céu enquanto estarãoacontecendo os sete anos de Tribulação na terra; então Cristo e Sua Igreja retornarão emgrande glória para a terra no final da Tribulação para executar outros juízos e paraestabelecer o Seu reino milenar”. No v.18 temos a expressão verbal "Consolai-vos...”, cuja palavra também significa"encorajar". O arrebatamento fortalece a esperança daqueles que perderam entesqueridos crentes, porque terão o consolo de revê-los. Há outros posicionamentos, como o arrebatamento parcial que defende a teoria devários arrebatamentos, e todos eles são recompensas para os vencedores. Só que estaposição cria um grave problema: “a Grande Tribulação se torna uma espécie depurgatório, e os arrebatamentos se tornam tempos de libertação do purgatório”, afirmaCharles. A teoria do arrebatamento parcial, no entanto, esbarra nas descrições de Paulosobre o arrebatamento em 1 Co 15, e em 1 Ts 4, uma vez que ele disse que seria nummomento, e não durante sete anos ou mais. Paulo usa a expressão: "transformadosseremos todos" K 1 Co 15:51.Bibliografia:Ryrie, C. Charles, Vem Depressa, Senhor Jesus, O Que Você Precisa Saber Sobre O Arrebatamento, Chamada daMeia-Noite, 90001-970 Porto Alegre/RS, Edição 1997.7 Vem Depressa, Senhor Jesus. 3

×