IGUARACI-PE




                                       MARCELO TADEU MELO




                                           1...
TRANSPONDO O RIO




1                                    16
Pra falar do Velho Chico             Tudo bem eu acredito!
Pa...
Sem ter água pra beber.

13                             4
É por isso que defendo         A gente só escutou:
Já disse, sou...
Transpondo o rio.doc folheto modificado
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Transpondo o rio.doc folheto modificado

610 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
610
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Transpondo o rio.doc folheto modificado

  1. 1. IGUARACI-PE MARCELO TADEU MELO 12/05/2010 TRANSPONDO O RIO. Tanta água desaguando lá no mar, Tanto rio sufocando no seu leito A promessa de transpor vai vigorar, Já tem vala escavada mais de eito. Tendo água para os rios inundar E o povo se banhar bem satisfeito Com certeza essa fonte há de vingar Não mais será esse líquido rarefeito Só espero do projeto o sucesso Contrariando o olho gordo do regresso Que há tempos desidrata o meu torrão Vamos sentir o sabor da liberdade Dum processo que era feito com maldade Desses carros pipa de eleição. Autoria: Marcelo T. Melo
  2. 2. TRANSPONDO O RIO 1 16 Pra falar do Velho Chico Tudo bem eu acredito! Para mim foi um presente Tem seu ponto negativo Com um passado de glória Não haverá compromisso Um rio forte e valente. Talvez não tenha incentivo Foi um político de ação Vão cultivar a maconha, Fazendo a transposição Mas um homem de vergonha Mudou a história pra gente. (Cat.) Fará por bem o cultivo. 2 17 Está sendo uma vitória Teve até padre que fez Para o povo do Sertão Promessa pra não comer Todos vão ser beneficiados Se não comesse morria, Sem ter discriminação Pois nada podia fazer Vai ter trabalho e lazer Não quero que o Pe. Morra, Vai ter fruto pra colher Mas quero a água jorra Devido a transposição. (Cat.) Para o meu Sertão viver. 3 18 Pra saciar essa gente Com o projeto aprovado Que da seca já sofreu, Teve contra e a favor Só quem pode é o Deus Meu Uns por ter conhecimento Que nada de ruim consente... De um povo consciente Outros porque escutou, Da malícia do poder Mas venha aqui pro sol quente Querendo só ver sofrer Passar sede com a gente O matuto ribeirinho Pra o senhor dar valor. (Cat.) Deixando o pobre sozinho
  3. 3. Sem ter água pra beber. 13 4 É por isso que defendo A gente só escutou: Já disse, sou a favor! “O Sertão vai melhorar” De molhar o meu Sertão Mas precisava ganhar... Esverdear meu setor Um filho da minha gente. Através de alguns canais Hoje já tá diferente Fazer vingar milharais O povo se vê contente Na roça do agricultor. Co’a água que vai chegar. (Cat.) 14 5 Cá pra nossa região No Sertão do Ceará Virá lá do eixo Leste Com o seu sol escaldante Passando lá por Monteiro Rios ficarão perenes Voltando para o Oeste Revigorando nascentes, Se encontrando na nascente Amenizando o mormaço Onde o Pajeú consente Que o sol faz sem cansaço O leito que sempre cresce. Do nascer ao poente. 15 6 Acredito não haver... Eu sei que tem gente contra, Mais seca aqui na região Mas é normal o processo Vai ter água em abundância Envolve muita polêmica Vai ficar verde o quinhão. Há quem critique o sucesso... Umedecendo os canais, Da obra que vai em frente E alimentando os quintais... Desejando tão somente Vai ser bom pro meu Sertão. Pra todos nós o regresso 7 10 Há quem diga em todo tom No eixo leste também Que o rio vai se acabar Tem a subdivisão Sem a tal revitalização... Interligando riachos Adeus mata ciliar!!! Promovendo irrigação Mas já consta no projeto Saindo lá de Belém Não transpor nada em excesso Fará o que lhe convém Somente o que vai pro mar. A tal da transposição. 8 11 O projeto enfim terá Mas pensando direitinho Dois eixos bem divididos: É comum a discussão Eixo norte e eixo leste Falar do leito do rio Que serão distribuídos Que envolve assoreação Alimentando os rios Como é que fica a nascente? Que se encontravam vazios Será que os “home” consente Em leitos estarrecidos. A revitalização? 9 12 No sentido eixo norte Mesmo sem transpor o rio Tudo de bom lá terá Tem que ter mais atenção Partindo do São Francisco Eliminar certas dunas A água irá jorrar. Que causam assoreação Tem início em Cabrobó É perigoso embarcar Fluindo num eito só E no Velho Chico passar Com sentido ao Ceará. Dentro d’uma embarcação.

×