Co incineraçâo

309 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia, Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
309
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Co incineraçâo

  1. 1. CO-INCINERAÇÃO Maria José Valente Maio 2010
  2. 2. Das denominadas «soluções de fim-de-linha» temos a INCINERAÇÃO E A CO-INCINERAÇÃO , que são duas das várias soluções existentes para o tratamento e eliminação de resíduos, devendo estas ser efectuadas, sempre que possível, com o máximo de aproveitamento energético. SOLUÇÕES DE FIM-DE-LINHA Maria José Valente Maio 2010
  3. 3. Consiste no tratamento de resíduos por via térmica, com ou sem recuperação de calor, produzido por combustão. Define-se como sendo um processo de queima de resíduos contaminados a alta temperatura.” CO-INCINERAÇÃO Maria José Valente Maio 2010
  4. 4. ETAPAS DA CO-INCINERAÇÃO Maio 2010 Maria José Valente
  5. 5. Maio 2010 Maria José Valente Altas temperaturas e longos tempos de residência: mais de 5" > 1800 °C Elevado índice de destruição: Orgânicos totalmente destruídos Processo com auto-lavagem de gases: A cal representa > 60% em massa Dupla valorização de produtos orgânicos e minerais Alta eficiência e Recuperação Redução das emissões globais: CO2 global é reduzido VANTAGENS
  6. 6. Prejudica o meio ambiente e a saúde pública. A sua construção e manutenção são dispendiosas. As chaminés emitem fumos tóxicos, principalmente quando se oxidam e vaporizam metais, plásticos e materiais perigosos, causando assim odores desagradáveis. As cinzas, podem ter metais e outras substâncias perigosas, pelo que têm de ser depositadas em aterros sanitários seguros. Para produzirem electricidade é necessária matéria e energia, o que leva algumas incineradoras a competirem por materiais como o papel, representando um impedimento à reciclagem. DESVANTAGENS Maria José Valente Maio 2010
  7. 7. Maria José Valente Maio 2010 Será a co-incineração a melhor opção?
  8. 8. BIBLIOGRAFIA Maria José Valente Maio 2010 http://www4.fe.uc.pt http://campus.fct.unl.pt http://dererummundi.blogspot.com

×