C omunidade ampliar briefing

404 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
404
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

C omunidade ampliar briefing

  1. 1. Teia de Executivos e Empreendedores de Impacto em Ações Sustentáveis REDE COMUNIDADE AMPLIARNEGÓCIOS COMO AGENTE DE MUDANÇA Iniciativa: INOVARTE Negócios Sustentáveis www.comunidadeampliar.ning.com comunidadeampliar@gmail.com
  2. 2. OBJETIVOS Criar uma plataforma de mídia social, capaz de organizar,coordenar, compartilhar, cooperar, construir e divulgar ascapacitações de uma rede inovadora e impactante de estudantes deMBA, estudantes graduandos, profissionais, executivos eempreendedores socialmente responsáveis, empregando avançadasferramentas da WEB 2.0 inseridos na nova “Economia Digital”. O Projeto Comunidade Ampliar visa facilitar as oportunidades decompartilhamento (networking) e colaboração no segmento dasustentabilidade. Essas oportunidades consistem docompartilhamento e construção do conhecimento, de eventos deencontro, banco de projetos disponibilizados na comunicação on-line(news-letter, portal, blog) e oportunidades de trabalho relacionadasa sustentabilidade e entrecruzamento de oportunidades entre osGrupos, a nível nacional e internacional O OBJETIVO PRINCIPAL É SER UMA FERRAMENTA DE INTEGRAÇÃO E COLABORAÇÃO DOS MEMBROS DA COMUNIDADE AMPLIAR
  3. 3. METASCOLABORAÇÃO:Compartilhamento transversal de conhecimentos e práticas,Oportunidades de negócio em rede da nova economia digital – WEB 2.0Oportunidades de aprendizagem e colaboração entre os membrosOportunidades de investimentos em projetos e empresas socialmente eambientalmente responsáveis.DESENVOLVIMENTO PROFISSIONALCriando oportunidades para seus membros:Divulgar Eventos no setorDivulgar abertura de posto de trabalho e consultoria em projetospertinentes ao ramo por meio de comunicação on-lineDivulgar Resumes nas páginas pessoais de perfil com mecanismo de buscaDivulgar projetos e oportunidades e “matching” com capacitações
  4. 4. CONCEITOSTEIAS consiste em uma teia de líderes, empreendedores e executivos de negócio, comprometidos a usar o poder e asferramentas empresariais para melhorar as condições sociais eambientais.TEIAS acredita que negócios combinam com lucro, mudanças sociaispositivas, equidade, ética e respeito aos ecosistemas em que estãoinseridos em sua transformação.PARTICIPANTES DA TEIAS : Líderes em RCS (Responsabilidade Corporativa Social) Empreendedores sociais Especialistas em meio ambiente e energia renovável Diretores e executivos de organizações sem fins lucrativos Agentes e fomentadores de desenvolvimento sustentável Investidores e fundos de investimento socialmente responsáveis Executivos em administração de negócios Redes locais de negócios, conhecimento e colaboração
  5. 5. Estreitar a relação negócio/sociedade, criando e fortalecendo uma teia de líderes empreendedores eMISSÃO executivos que usam o poder e as ferramentas empresariais, com equidade e pragmatismo, para provocar impacto social, ambiental e econômico. ACIONA INSPIRA E UMA TEIA DIVULGA DE IDÉIAS E COMPETÊN- PROJETOSTEORIA DA CIAS MEMBROSMUDANÇA TEIAS EQUIPA E FORMA REDES PARA O IMPACTO 5
  6. 6. MOTIVAÇÕES DOS MEMBROSDOS ESTUDANTES E PROFISSIONAIS:Unir-se a uma teia nacional e internacional de relacionamentos profissionais com afinidadesAcessar recursos a carreiras, setores, projetos e empresas sócio-ambientalmente responsáveisParticipar em programas que permitam usar capacitações empresariais para o bem-estar dasociedade, ganhando experiência e enriquecendo o currículoDAS ESCOLAS DE ADMINISTRAÇÃO/NEGÓCIO E CORPO DOCENTE DE MBAOrientar seus alunos a recursos profissionais e de carreira que complementem seus conteúdosprogramáticos; disponibilização de CGC (Centro de Gestão de Carreira)Utilizar os recursos dos centros associados de pesquisa e atualização em RCSInteirar-se de práticas e avanços de outros centros de ensino e programas neste setor.Capacitação de alunos e empresas em negócios e investimentos sustentáveisDAS EMPRESASBeneficiar-se de serviços de recrutamento para estagiários e funcionários de talentoTer acesso a uma rede abrangente, ao mesmo tempo em que demonstra comprometimentocom negócios sustentáveis ao tornar-se um Patrocinador CorporativoTer acesso a oportunidades de investimentos sustentáveisRetenção de empregados com a visão e aspiração em empreendimentos sustentáveis
  7. 7. FORÇA DA REDE: PRAGMATISMO A Visão é conscientizar, mobilizar, equipar e motivar empreendedores, executivos e investidores sócio-ambientalmente responsáveis da força da aplicação do conhecimento e do negócio como agente de mudança na sociedade. A visão estratégica da Rede é provocar um efeito viral construtivista e pragmático do conhecimento e práticas da sustentabilidade, conscientizando, equipando e motivando os estudantes, empreendedores, executivos e investidores socialmente responsáveis da força da aplicação do conhecimento e do negócio como agente de mudança“ A força do pragmatismo empresarial, agilidade, capacidade de inovação e espírito empreendedor, seu alcance e tecnologia de interatividade, sua mentalidade de melhoria contínua, seus potenciais de mecanismos e soluções de mercado podem fazer toda a diferença na criação de um mundo próspero, inspirado e capaz de produzir as sociedades sustentáveis que trabalham para todos.”David Cooperrider- Fundador do Centro de Negócios como Agente para um Mundo Melhor,Weatherhead School of Management, EUA“ Muita alta e sincera é a devoção, mas o exato das praxes impõe é outrascoisas: impõe é o duro legal...” Guimarães Rosa“ Todo conhecimento genuíno origina-se da experiência direta. “ Mao Zedong
  8. 8. VISÃOA visão da rede é servir de plataforma de comunicação, integração ecolaboração com vistas a desenvolver líderes para uma sociedadeglobal sustentável.Combinando insumos acadêmicos e pragmáticos, a Rede tem pormeta transformar idéias e projetos em soluções para problemascomplexos da sociedade sem perder de vista a lucratividade ecompetitividade a longo-prazo inerente ao empreendimento comsustentabilidade.Os negócios SAR (socialmente e ambientalmente responsáveis) sãoliderados por executivos e empreendedores que possuem ascapacidades, valores e visão a longo-prazo exigidos nas decisões deimpacto social e ambiental e que empregam a inovação radicalcomo elemento de estratégia empresarialAs ações da Rede são voltadas a criar oportunidades para interaçõese parcerias inter-setoriais com executivos, empresários eeducadores para explorar novas trilhas para a sustentabilidade, comfoco específico em treinamento e desenvolvimento de líderes.
  9. 9. PARCERIAS ESTRATÉGICAS – NET IMPACTEstrutura: Escritório central em São Francisco gerenciandoos grupos locais ( chapters) em todo o mundo e formatando programaspara incentivar e equipar os membros a usarem o poder empresarial para melhorar ascondições sociais e ambientais do mundo. Net Impact é uma organização sem fins lucrativosDimensão: Rede de mais de 125 Grupos - 10.000 membros Grupos nos top programas de MBA dos EUA 23 principais cidades americanas com Grupos profissionais 24 Grupos internacionaisO Que Fazem: Facilitam a rede por meio de ferramentas na Internet, estruturam e equipam os Grupos Oferecem recursos de busca de carreiras que combinam negócio com impacto social Oferecem educação em matérias afins e renovação de currículo de MBA Disponibilizam oportunidades de serviços que utilizam as capacitações em negócio para assessorar programas e projetos à comunidade Promovem conferência anual como mais de 1.200 participantes Respaldam os grupos na realização de eventos e oportunidades de trabalho em rede 9
  10. 10. GRUPOS INTERNACIONAIS DA REDE Manchester Nottingham Rotterdam Trondheim Toronto Helsinki Edmonton London Copenhagen Montreal Paris Berlin Geneva Seoul TokyoVancouver Fontainebleau Lausanne Barcelona Bangladesh Madrid Athens Bangkok Alajuela Hyderabad Accra Lagos Belo Horizonte Brazil Johannesburg Melbourne=estudante=profissional 10
  11. 11. NOSSAS CRENÇAS SONHAR COM RESPONSABILIDADE: “ Tudo corre e chega tão ligeiro;será que se há lume de responsabilidade? Se sonha; já se fez...”UNIÃO DE CONHECIMENTO: “ Por que é que todos não se reúnem, para sofrer e vencer juntos, deuma vez?”OUSADIA : “ O que ninguém ainda não tinha feito, a gente se sentia no poder fazer.” “ O melhornão sou, oxente, mas porfio no que quero e prezo...”PLANEJAMENTO: “ Versar viagem a cavalo sem ter estradas – só doido é quem faz, ou jagunz.” G.RosaMUDANÇA A PARTIR DE DENTRO: “ A gente tem de sair do sertão! Mas só se sai do sertão étomando conta dele a dentro...”TENACIDADE: “ Agora que já principiamos e já andamos um caminho tão grande, ninguémnos faz virar e nem andar de fasto.”REALISMO: “ Uma coisa é por idéias arranjadas, outra é lidar com país de pessoas, de carnee sangue, de mil-e-tantas misérias...” Jagunço Riobaldo, Guimarães Rosa
  12. 12. CRENÇAS E VALORES DA TEIASINCLUSIVIDADE E INOVAÇÃO: “ Mire, veja: o mais importantee bonito, do mundo é isto: que as pessoas não estão sempre iguais, aindanão foram terminadas – mas que elas vão sempre mudando.” G.RosaSIMPLICIDADE: “ Um homem consegue intrujar de tudo; só de serinteligente e valente é que muito não pode.” G.RosaINSTRUÇÃO A SERVIÇO DA SOCIEDADE: “ Ah quanta coisa limpa verdadeirauma pessoa de alta instrução não concebe! Aí podem encher este mundode outros movimentos, sem os erros e volteios da vida em sua lerdeza desarrafaçar”. G. RosaDIVERSIDADE: “ No real da vida, as coisas acabam com menos formato,nem acabam. Melhor assim. Pelejar por exato, dá erro contra a gente.Não se queira.”VISÃO DE FUTURO: “ Eu atravesso as coisas – e no meio da travessia nãovejo! – só estava era entretido nas idéias do lugares de saída e de chega.”EXPERIMENTAÇÃO: “ O real não está na saída nem na chegada: ele sedispõe para a gente é no meio da travessia.”
  13. 13. PRINCÍPIOS DO PACTO GLOBALOs membros da Rede Comunidade Ampliar aderem e divulgam, dentro de sua esfera de influência,os Dez Princípios do Pacto Global das Nações Unidas, uma série de valores intrínsecos que abrangemos seguintes campos:DIREITOS HUMANOSPrincípio 1 - Os negócios devem defender e respeitar a proteção de direitos humanosinternacionalmente reconhecidos e,Princípio 2 - Observar que eles não são cúmplices em abusos humanos.CONDIÇÕES DE TRABALHOPrincípio 3 – Os negócios devem defender a liberdade de associação e o reconhecimento legítimo dodireito às reivindicações coletivas;Princípio 4 – Eliminação de todas as formas de trabalho forçado e compulsórioPrincípio 5 - Efetiva abolição do trabalho infantil; ePrincípio 6 – Eliminação de discriminação relativa ao emprego e à ocupação.MEIO AMBIENTEPrincípio 7 – Os negócios devem defender uma abordagem preventiva aos desafios ambientais;Princípio 8 – Assumir iniciativas para promover uma maior responsabilidade ambiental; ePrincípio 9 - Estimular o desenvolvimento e difusão de tecnologias ambientalmente amigáveisANTI-CORRUPCÃOPrincípio 10 - Os negócios devem trabalhar contra todas as formas de corrupção, incluindo extorsãoe propinas.
  14. 14. PEGRE PRINCÍPIOS PELA EDUCAÇÃO GERENCIAL RESPONSÁVEL Os membros da Rede Comunidade Ampliar aderem ao PREGRE, lançado naConferência dos líderes do Global Compact em julho/2007 em Genebra. O PEGRE oferece um arcabouço para que as instituições acadêmicasdesenvolvam a responsabilidade social corporativa incorporando valoresuniversais no currículo e na pesquisa. Os princípios abordam o impacto das escolas de administração/negócios egraduandos no futuro da responsabilidade corporativa social. “ A globalização não apenas precisa de empresas que contribuamdecisivamente aos mercados mais sustentáveis e inclusivos; precisa igualmenteuma nova geração de executivos e líderes em dia com a evolução. A iniciativaPEGRE, como uma convoção global, será firmada por um número crescente deinstituições”, disse Dr Manuel Escudero, Líder das Iniciativas Acadêmicas doPacto Global das Nações Unidas, ao referir-se ao significado do PEGRE

×