Exemplo Negócios Sustentáveis - Prof. Luis Lobão

2.881 visualizações

Publicada em

Anexo a minha apresentação com vários exemplos de negócios sustentáveis.

Publicada em: Negócios
0 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.881
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Exemplo Negócios Sustentáveis - Prof. Luis Lobão

  1. 1. A fórmula do Crescimento Cemex, Nestlê até você, Nano, ênfases Casas Bahia (década 90), Amanco, Philips INCLUSÃO SOCIAL Magalhões, Anhanguera E COMBATE Educacional, Heagles A POBREZA UTILIZAÇÃO E EDP, Siemens, 3M, AGREGAR VALOR A PRODUÇÃO GE (ecoimagination), EDUCAÇÃO DE ENERGIAS Toyota Prius, New RENOVÁVEIS Water, Coca-Cola Nespresso, Natura, Carrefour TRANSPARÊNCIA, CADEIA DE ÉTICA E SUPRIMENTOS PRÁTICAS DE RENOVÁVEL GOVERNANÇA Bovespa IES e Novo Mercado, Banco Real, HSBC REDES E ARRANJOS PRODUTIVOS, PROCESSOS COOPERAÇÃO LIMPOS E AUMENTO DE SEM IMPACTO Lipor, Inpev, Saint- Suzano, APDL RENDA E EMPREGO AMBIENTAL Gobain, Butzke, CMF, (Comunidade Alcoa, Basf portuária) PROMOÇÃO DA SAÚDE E BEM ESTAR Becel, PepsiCo (Topicana e Quaker Oats)Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  2. 2. Chotukool A equipe da Godrej projetou e “geladinha” criou do zero, uma unidade de refrigeração, vendida a US$ 69. Uma “caixa” com capacidade para 43 litros e espaço suficiente para os poucos itens que a pessoa quer conservar por um dia ou dois. A população semi-urbana e rural que essa equipe observou normalmente ganha 5 a 8 mil rúpias por mês (cerca de US$ 125 a 200), vivia num único cômodo com mais quatro ou cinco membros da família e trocava sempre de moradia. Sem condições de ter geladeira só sua em casa, tinha de se contentar com um refrigerador coletivo, em geral de segunda mão.Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  3. 3. Iniciativa da Vodafone e Safaricom. Telefones celulares baratos, que dão acesso a serviços bancários via internet., estão ajudando pobre a poupar com segurança e transformando a capacidade de pequenos agricultores de plantar e comercializar o que colhem. Atraiu 10 milhões de clientes em três anos, inicialmente no Quênia; os fundos que administra hoje representam 11% do PIB do pais. First, Safaricom is lauding 78% growth in data revenue as the main engine behind the overall 37 percent growth in company profits (to USD 261.9 mil). And M-PESA now accounts for 48% of all data revenues, and 70% of the total growth in data revenue last year. In other words, this year M-PESA was M-PESA as percentage of Safaricoms data revenue. ©CGAP analysis the single biggest driver of new profits for SafaricomMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  4. 4. Empreendimento comercial em rápido crescimento que usa técnicas inovadoras de purificação para levar água potável a custo mínimo a mais de 1 milhão de pessoas na zona rural da Índia, Gana e Filipinas.Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  5. 5. A Americana Revolution Foods, criada a 4 anos com capital de risco, serve todo dia 60 mil refeições frescas, saudáveis e nutritivas a estudantes – e com uma margem bruta maior do que a de concorrentes tradicionais.Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  6. 6. Um empreendimento hibrido (comercial/social) Um empreendimento hibrido (comercial/social) criado em Bangladesh em 1995, tem hoje capacidade para converter 700 toneladas de lixo coletadas diariamente nas favelas da região em adubo orgânico, aumentando assim a produtividade de culturas e reduzindo a emissão de CO2. A empresa melhora as condições sanitárias ao mesmo tempo que tira uma margem bruta considerável da venda de fertilizantes e créditos de carbono.Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  7. 7. Ésta es nuestra contribución para atacar el déficit habitacional de 4 millones de viviendas que afecta a más de 20 millones de mexicanos. Através de esta iniciativa de CEMEX que promueve la autoconstrucción, reducimos en más de un 60% el período de edificación, al tiempo que posibilitamos ahorros hasta de un 35%, y aseguramos el abasto oportuno de materiales. Con Patrimonio Hoy hemos beneficiado a más de 200,000 familias, en 22 Desde hace más de estados de la República Mexicana y 10 años, muchos estamos operando también en otros mexicanos de bajos países de Latinoamérica como ingresos se están Colombia, Venezuela, Nicaragua y beneficiando con Costa Rica. Patrimonio Hoy, un Este proyecto ha despertado interés en proyecto en el que brindamos instituciones académicas de prestigio asesoría, internacional como la Universidad de materiales de Harvard, la Universidad de Michigan, el construcción y Tecnológico de Monterrey y el Instituto acceso a crédito. Panamericano de Alta Dirección de Empresa (IPADE).Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  8. 8. Mudanças na indústria As principais iniciativas de Junk Food politicamente corretas adotadas pela Interfaceflor nos últimos tempos SAL DE BATATINHAS SACOLAS ECOGARRAFA DESIGNER MAGRAS ECOLÓGICAS A empresa A Pepsico Em parceria com a Em 2009, a desenvolveu um começou a usar Envirosax, Pepsico lançou a sal com cristais óleo de girassol empresa linha de garrafas absorvidos mais na fritura das especializada em Ecofina, que usa facilmente pela batatas Lays, o sacolas 50% menos boca, garantindo que diminuiu em reutilizáveis, a plástico que os o mesmo gosto 50% a Pepsico passou a vasilhames com menos sal quantidade de fabricar o produto normais na fórmula gordura saturada com garrafas PET usadas Fontes: Revista Exame http://portalexame.abril.com.br/revista/exame/edicoes/0966/negocios/verdadeira-pepsi-light-548327.html?page=2Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  9. 9. A Nike vira o Substituição do gás Hexafluoreto de jogos Enxofre, um gás muito danoso ao meio ambiente, pelo Nitrogênio para uso em amortecedores de tênis. As principais Criação de índices para avaliação do iniciativas Impacto Ambiental dos seus produtos desde a primeira idéia dos designers. politicamente Redução de produtos químicos tóxicos corretas adotadas e aumento do uso de matérias-primas pela Nike nos últimos mais verdes (como aumento do uso de algodão orgânico). tempos A parte posterior é feita de retalhos de couro e resíduos de couro sintético, provenientes do chão da própria fábrica, que são costurados em zig-zag para a minimização de resíduos. A sola e meia sola também utilizam materiais residuais da fábrica, e borracha mais ambientalmente correta com a presença de menos materiais tóxicos do que as Fontes: Revista Exame http://portalexame.abril.com.br/revista/exame/edi comuns coes/0969/meio-ambiente-e-energia/nike-vira- jogo-562673.htmlMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  10. 10. As principais iniciativas Ser verde é bom politicamente corretas para o bolso adotadas pela Interfaceflor nos últimos tempos A empresa, líder mundial na fabricação de carpetes, decidiu zerar seu impacto ambiental até 2020. Metade da meta já foi alcançada, o que já gerou uma economia de 475 milhões de dólares. Para dispensar o uso de água no tingimento dos carpetes, houve mudança no processo produtivo, resultando em uma redução de 67% de água e energia 66% do carpete produzido pela empresa é reciclado depois do uso. Fontes: Revista ExameMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  11. 11. A mineradora que planta As principais iniciativas seu futuro politicamente corretas adotadas pela Vale nos últimos tempos A mineradora está cultivando 130.000 hectares de palma, uma espécie de palmeira para extrair desta um óleo que será usado como biocombustível que movimentarão as máquinas de grande porte usadas para extrair minério na Região Norte e para abastecer as locomotivas que transportam a produção. O projeto está gerando empregos e movimentando a economia local. Na Indonésia, a Vale está construindo uma usina hidrelétrica para substituir toda a geração de energia térmica, obtida principalmente a partir de óleo diesel. Fontes: Revista Época http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI172718-15228,00-A+MINERADORA+QUE+PLANTA+SEU+FUTURO.htmlMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  12. 12. A mineradora que planta As principais iniciativas seu futuro politicamente corretas adotadas pela Vale nos últimos tempos Mas medidas para reduzir emissões não precisam ser tão grandiosas – e caras – quanto construir uma hidrelétrica. A Vale pediu para que empresas terceirizadas que fazem o transporte de seus funcionários usem nos carros o etanol, em vez da gasolina. Na unidade produtora de alumínio em Santa Cruz, no Rio de Janeiro, a empresa calibrou o programa que controla os queimadores de seus fornos e conseguiu reduzir o consumo de gás combustível. Fontes: Revista Época http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI172718-15228,00-A+MINERADORA+QUE+PLANTA+SEU+FUTURO.htmlMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  13. 13. A mineradora que planta As principais iniciativas politicamente corretas seu futuro adotadas pelo Bradesco nos últimos tempos A fim de reduzir emissões, o banco adotou equipamentos eletrônicos que consomem menos energia e reorganizou sua área de transporte. Em 2009, construiu em São Paulo uma agência-modelo (foto), com mobiliário de madeira certificada (a ser adotado em outras agências), reúso de água, aproveitamento de luz natural, isolamento térmico e luzes automáticas. Na matriz, uma estação de tratamento permitirá o reúso de água em torres de ar-condicionado e rega de jardins. Fontes: Revista Época http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI172790-15228,00-EMPRESAS+LIDERES.htmlMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  14. 14. As principais iniciativas Energia politicamente corretas renovável adotadas pela Bunge nos últimos tempos A Bunge Brasil gera eletricidade a partir de bagaço de cana, casca de arroz e lenha de eucalipto. A empresa dá orientação a produtores sobre práticas agrícolas de menor impacto (foto), como o plantio direto (que aproveita massa orgânica resultante da colheita, preserva o solo e reduz o uso de tratores). No ano passado, lançou para a margarina Cyclus a primeira embalagem biodegradável, cujo plástico é feito de amido do milho. Ela emite menos gases responsáveis pelo efeito estufa no processo de fabricação e se decompõe sem deixar resíduos. Fontes: Revista Época http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI172790-15228,00-EMPRESAS+LIDERES.htmlMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  15. 15. As principais iniciativas Precisão nas politicamente corretas adotadas reduções pela CNEC WorleyParsons nos últimos tempos Para as viagens, a empresa faz simulações que comparam viagens por ar e por terra, incluindo na equação tempo total de viagem, conforto do funcionário, escalas e tempo de permanência no aeroporto. Parte das reuniões internacionais é feita por videoconferência Um programa de caronas agrupou funcionários por CEP da residência e horário de trabalho. Entre 2007 e 2009, a redução das emissões foi de 13,41% A empresa avalia os aspectos ambientais das obras de seus clientes e oferece um serviço de redução de energia e gestão de carbono. E sugere formas de compensação das emissões. Fontes: Revista Época http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI172790-15228,00-EMPRESAS+LIDERES.htmlMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  16. 16. Trabalho de campo no banco As principais iniciativas politicamente corretas Funcionários voluntários do HSBC e adotadas pelo HSBC nos ONG’s em trabalho que tenta identificar efeito das mudanças últimos tempos climáticas nas florestas. Por duas semanas, funcionários voluntários acompanham o trabalho de ONGs no Brasil como forma de conscientização ambiental dos participantes. O banco também traçou metas no edifício sede, em Curitiba, para a redução de consumo de energia e do uso de transportes. Investiu no desligamento automático de computadores e terminais de atendimento, além de lâmpadas e ar-condicionado mais eficientes. Além disso, incentiva conferências pela internet e uso de telepresença. Também foram instalados bicicletários em cinco prédios administrativos, para incentivar quem prefere deixar o carro na garagem. Fontes: Revista Época http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI172790-15228,00-EMPRESAS+LIDERES.htmlMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  17. 17. O lixo a favor da atmosfera As principais iniciativas politicamente corretas adotadas pelo Itaú- Unibanco nos últimos tempos Usina Termoelétrica Bandeirantes A energia necessária para abastecer seis prédios administrativos do Itaú Unibanco vem da Usina Termoelétrica Bandeirantes (foto), que usa gás produzido pela decomposição de resíduos no Aterro Bandeirantes. Em 2008, o banco criou o Comitê de TI Verde, que mudou os processos de computação para reduzir o consumo de energia e trocou os monitores de tubo por LCD (menos 92 toneladas de carbono na atmosfera) Além disso, o banco repassa 30% da taxa do fundo Ecomudança para projetos de redução da emissão de gases do efeito estufa. Fontes: Revista Época http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI172790-15228,00-EMPRESAS+LIDERES.htmlMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  18. 18. As principais iniciativas Metas mais e mais politicamente corretas ambiciosas adotadas pela Natura nos últimos tempos Com o objetivo de reduzir 10% da emissão de gases poluentes entre 2008 e 2010, a Natura passou a usar nas embalagens (foto) matérias-primas de origem vegetal, em vez de derivadas de petróleo, assim como PET reciclado. Elas são responsáveis por menos emissões no processo de fabricação. A fábrica de Cajamar trocou gás natural por álcool nas caldeiras. Além disso, nas operações no México e no Peru, a empresa substituiu transporte aéreo por marítimo, que polui 9% menos para cada quilo transportado Fontes: Revista Época http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI172790-15228,00-EMPRESAS+LIDERES.html .Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  19. 19. A descoberta de uma nova fonte As principais iniciativas politicamente corretas adotadas pela Votorantim nos últimos tempos A redução de 12,94% das emissões de gás carbônico entre 1990 e 2009 só foi possível devido a troca de parte da matéria-prima de clínquer (que exige queima de calcário e libera carbono) por uma substância chamada pozolana (que queima uma argila). Em Nobres, mais da metade da energia vem de fontes renováveis, como serragem e casca de arroz. Em Salto, São Paulo, foi instalado um equipamento que faz queima controlada de pneus e restos de outras indústrias para gerar energia. Fontes: Revista Época http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI172790-15228,00-EMPRESAS+LIDERES.htmlMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  20. 20. De olho no transporte As principais iniciativas politicamente corretas adotadas pela Souza Cruz nos últimos tempos O inventário de emissões da Souza Cruz considera da plantação da muda de fumo à distribuição de cigarros nos pontos de venda. Em 2009, transferiu seu parque gráfico, onde são produzidas as embalagens, do Rio de Janeiro para Cachoeirinha, no Rio Grande do Sul (foto), e eliminou viagens de caminhões, que lançavam fumaça na atmosfera. Ao mesmo tempo, diminuiu o consumo de gás natural na unidade carioca e passou a usar lenha de reflorestamento em Cachoeirinha. A empresa também economizou no transporte de pó de fumo, que antes era encaminhado para uso como adubo. Agora, ele fica nas fábricas e é queimado para gerar energia. A frota movida a gás natural está adotando veículos flex. Fontes: Revista Época http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI172790-15228,00-EMPRESAS+LIDERES.htmlMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  21. 21. A partilha da economia As principais iniciativas politicamente corretas adotadas pela Telefônica nos últimos tempos As empresas que prestam serviço de manutenção nas centrais da Telefônica se beneficiam com uma remuneração variável ambiental. Desde o começo do ano, a companhia divide com as fornecedoras o ganho que obteve com a redução de consumo de energia nesse trabalho. Metade do que a Telefônica repassa à contratada deve ir para os funcionários terceirizados (foto). Até 2015, a Telefônica quer consumir, por telefone fixo, 30% a menos de energia do que consumia em 2007. No ano passado, começou a testar energia solar em um prédio administrativo, antes de usá-la em centrais telefônicas. Um jardim no telhado de uma das centrais reduz o uso de ar- condicionado no prédio. Fontes: Revista Época http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI172790-15228,00-EMPRESAS+LIDERES.htmlMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  22. 22. Uso inteligente da luz e equipamento As principais iniciativas politicamente corretas adotadas pela Honda nos últimos tempos Em 2010, a fábrica de motocicletas em Manaus (foto) adotou quatro medidas: o sistema de refrigeração passou a funcionar de acordo com a demanda; os novos equipamentos de ar comprimido têm sensores para se tornar mais eficientes; o teto ganhou telhas transparentes com prismas, que deixam passar mais luz e menos calor; e, em um domingo por mês, a fábrica é totalmente desligada. Com as ações, além de reduzir emissões, a Honda estima uma economia de R$ 1 milhão até o fim do ano. A Moto Honda já contava com uma cerca eletrônica alimentada por energia solar e luzes automáticas. Fontes: Revista Época http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI172790-15228,00-EMPRESAS+LIDERES.htmlMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  23. 23. As principais iniciativas O ar que vale politicamente corretas 1 bilhão de reais adotadas pela Rhodia nos últimos tempos A empresa é dona de dois dos cinco maiores projetos de crédito de carbono no Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL) do Protocolo de Kyoto do mundo. Localizadas nas fábricas de ácido adípico em Paulínia, no interior de São Paulo, e na Coréia do Sul, as unidades começaram a reduzir a emissão de poluentes em dezembro de 2006. As duas têm potencial de gerar crédito superior a 100 milhões de toneladas de carbono até 2013. Atualmente, a Rhodia já atua como consultora para dez clientes brasileiros, desenvolvendo projetos de crédito de carbono. Fontes:Revista Exame http://planetasustentavel.abril.com.br/noticia/desenvolvimento/conteudo_238437.shtmlMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  24. 24. A dama verde As principais iniciativas da GE politicamente corretas adotadas pela GE nos últimos tempos A GE conta com o Ecomagination - programa da empresa que tem como meta transformá-la numa máquina de venda de produtos e de tecnologias ecologicamente corretos. Para criar locomotivas movidas a energia solar, sistemas de purificação de água sofisticados e turbinas com baixa emissão de gases, a GE deverá investir 1,5 bilhão de dólares em pesquisa em 2010. Uma das próximas fronteiras de negócios "limpos" a ser explorada pela empresa deve ser o etanol. Fontes:Revista Exame http://planetasustentavel.abril.com.br/noticia/desenvolvimento/conteudo_222007.shtmlMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  25. 25. As principais iniciativas Filantropia de politicamente corretas resultados adotadas pela Coca-Cola nos últimos tempos A Coca-Cola criou um programa inédito no mundo. Batizado de Coletivo, o programa é voltado para a educação de jovens na faixa de 17 a 25 anos e conta com a participação de organizações não governamentais e associações de moradores. Com a participação de organizações não governamentais e associações de moradores, a empresa instala salas de aula em favelas e em bairros pobres de grandes cidades brasileiras. Nelas, são ministrados cursos de técnicas de vendas em varejo. Caso desejem abrir seu próprio negócio, os participantes do programa também terão acesso a uma linha de microcrédito, no valor de 1500 reais. Fontes: Revista ExameMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  26. 26. Olhe bem para esta cana Por que a Native é considerada sustentável? No contexto de mudanças climáticas, é um caso raro de grande propriedade agrícola que combate o aquecimento global. Anualmente, sorve da atmosfera 30 mil toneladas de gás carbônico. Isso é possível porque baniu as queimadas e os fertilizantes químicos, grandes emissores de gases do efeito estufa. O grupo é ainda um sucesso comercial, com vendas que crescem, em média, 30% ao ano desde o lançamento, há uma década. Em 2000, uma planta piloto do qual são parceiros produziu as primeiras peças brasileiras com plástico biodegradável. Em 2005 lançaram, com a Unicamp, uma cera à base de cana-de- açúcar. Fontes: Época Negócios http://epocanegocios.globo.com/Revista/Common/0,,EMI85999-16380,00-NATUREZA+INOVADORA.htmlMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  27. 27. Impressora sem papel Quem disse que uma e sem tinta impressora precisa de tinta ou papel para existir? Conheça a Impressora PrePean. Diferente das convencionais, ela utiliza uma peça térmica para fazer as impressões em folhas plásticas feitas especialmente para isso. Além de serem à prova d’água, elas podem ser facilmente apagadas. É só colocá-las novamente na impressora que, através de outra temperatura, a próxima impressão ficará no lugar da anterior. A mágica faz com que apenas uma dessas folhas possa ser utilizada mil vezes.Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  28. 28. Bar capta energia produzida pela dança de seus frequentadores Todas as luzes e os sons de uma balada gastam uma quantia considerável de eletricidade. Pensando nisso, o dono do Bar Surya, em Londres, refez o chão da pista de dança de seu estabelecimento e o revestiu com placas que, ao serem pressionadas pelos frequentadores do lugar, produzem corrente elétrica. Essa energia é então usada para ajudar na carga elétrica necessária à casa. Andrew Charalambous, o visionário dono do bar, diz que a eletricidade produzida pela pista modificada representa 60% da necessidade energética do lugar.Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  29. 29. Caixa Supermercado Festval ecológico Barigüi – Curitiba No Supermercado Festval Barigüi, em Curitiba, a idéia do projeto de mestrado da designer Dulce Albach, funciona como um caixa comum, com a diferença de que possui um contêiner para a pessoa já deixar ali mesmo as embalagens que jogaria no lixo ao chegar em casa. Depois, o material é encaminhado para reciclagem e a receita doada para uma organização. Fontes: Revista Vida Simples – Embalado para o futuro http://www.superfestval.com.br/cia/resp_social/resp_social_caixas.htmlMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  30. 30. Sacola oxi-biodegradável Todas as sacolas fornecidas nas lojas são feitas de material Oxi-biodegradável, plástico que se decompõe 18 meses Fonte: http://www.superfestval.com.br/cia/resp_social/resp_social_caixas.html, Acesso em 06 Abr 2009Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  31. 31. Embalagens sustentáveis • Plástico feito cana-de-açúcar – Brasken • Isopor feito de fécula de mandioca e de milho, e casca de laranja com CO2 Revista Dinheiro Rural de julho de 2007Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  32. 32. Plásticos sustentáveis Nat-Ur: empresa dos Estados Unidos que desenvolve produtos à base de polímeros criados a partir do milho, como sacolas, sacos, embalagem para comida e bebida, que são biodegradáveis. Nat-Ur: www.nat-urstore.comMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  33. 33. Embalagens sustentáveis Resina Ecobrás feita de milho – Basf. Garrafas feitas de milho, substituindo o plástico – BeluMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  34. 34. Tabela produtos • Tesco Carbon Free – impactos ambientais de emissão de carbono em 70 mil produtos; • Tabela Ambiental Natura que traz informações de embalagens e produto;Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  35. 35. Alternativas para as sacolas Sacola multifuncional para ser usada no carrinho de compras e no transporte para casa – Bag Market – Gatto de RuaMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  36. 36. Reciclagem de orgânicos Esgoto de residências se Gás metano do esterco de Casca do Cupuaçu no transformam em energia: porco gera energia em Amazonas abastece uma biodiesel e biogás (Rio comunidades (Sadia no Sul do comunidade de energia de Janeiro) país) elétrica Ceagesp recicla lixo orgânico Governo e iniciativa privada Geração de biogás do transformando em ração líquida para implantaram sistema de animais, com restos de peixe fazem Aterro Sanitário Nova farinha para alimentar animais, composto geração de biogás a partir do Iguaçu orgânico para agricultura, reutilização da esgoto doméstico madeira como combustível para caldeira.Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  37. 37. Reutilização Coleta e do óleo Reciclagem de óleo Ação Triângulo – Coleta e Bio bras – ONG que recicla óleo e recicla óleo para a fabricação de transforma em produtos de limpeza sabão. Fabricação doméstica de em conjunto com a comunidade, em sabão a partir de óleo. Mogi das Cruzes.Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  38. 38. Construções Aproveitamento de luz sustentáveis natural e água da chuva Ecohouse Urca – laje verde, Sede do Serasa em São Paulo é ventilação cruzada, janelas ecoeficiente – sistema de ar-condicionado redimensionadas para aproveitamento de inteligente, sensores nas torneiras, energia natural, água reciclada e aproveitamento de luz natural, reuso de aproveitamento da água da chuva, água, sistema de reciclagem. aquecimento da água da casa é feito por energia solar, uso de madeira certificada na construção.Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  39. 39. Construções Eficiência energética e sustentáveis redução do consumo de água A antiga sede do Bank Boston, atual Banco Itaú, instalada na avenida Engenheiro Luiz Carlos Berrini foi totalmente projetada para ter eficiência energética e redução do consumo de água. Os vidros usados na construção fazem com que as salas não sejam aquecidas e a claridade seja difundida para o interior. Além de persianas especiais que têm a mesma função. A construção também disponibiliza geradores de energia, os elevadores são inteligentes, ar- condicionado ecológico, reutilização de água, entre outros.Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  40. 40. Cadeia Rastreamento produtiva da cadeia produtiva Azeite Borges – Possibilita ao Dole - Produtos orgânicos que também consumidor saber da cadeia produtiva do têm um número de registro e possibilita ao produto desde o plantio da azeitona a consumidor o rastreamento da cadeia partir da data de produção que consta no produtiva desde o plantio cartão de identificação do produto.Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  41. 41. Redistribuição dos Doe o que não serve para você excedentes a entidades assistenciais A ABRE- Associação Brasileira de Redistribuição de Excedentes é uma ONG, de São Paulo, que identifica empresas e pessoas físicas que possuem excedentes - sobras de produção a roupas e embalagens usadas - e faz a redistribuição a entidades assistenciais que aproveitam ou transformam o material em renda. www.abre-excedente.org.brMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  42. 42. Usando a As contribuições que não criatividade encontraram dono são doadas a instituições de caridade. O Swap-O-Rama-Rama é um bazar onde todo mundo pode extravasar seu lado criativo e dar cara nova para o que estava só ocupando espaço no guarda-roupa. O evento de trocas e customização teve início nos EUA e já conquistou adeptos pelo mundo todo, como em Israel e no Canadá. Cada participante contribui com uma sacola de roupas e acessórios que não usa mais. As peças ficam expostas para seleção de todos. Depois, o material é levado para estilistas, costureiras e outros colaboradores do mundo fashion. O resultado são peças únicas e elaboradas. www.swaporamarama.orgMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  43. 43. Eletrolux Eletroeletrônicos TurboEconomia A Electrolux lançou o modelo LT60, também conhecida como TurboEconomia. A máquina de lavar suporta até 6kg de roupas, tem 3 níveis de água e conta com um sistema de reaproveitamento da água do último enxágüe, que você pode usar para regar as plantas, dar a descarga ou lavar o quintal.Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  44. 44. Eletroeletrônicos Torneira inteligente O dispositivo acoplado na torneira é um sensor para medir a temperatura e quanto você gastou a cada vez que abriu a torneira. Fonte: UOL Tecnologia 21-01-2008Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  45. 45. Celulares Celular Verde – Motorola (MOTOTM W233 Eco) -25% da estrutura externa feita com plástico reciclado de garrafas - kit do aparelho é 100% reciclável; embalagem e manual com papel reciclado -Bateria com maior vida útil e com até nove horas de conversação - 1º do mundo com certificado CarbonFree (parceria com a Carbonfund.org, o carbono emitido na fabricação e na distribuição e uso do celular será compensado com investimentos em projetos de preservação, reflorestamento e energia renovável -No Brasil, os recursos serão destinados para um programa de tratamento de água, localizado em Vargem Bonita (SC). Fonte: www.clicrbs.com.br Acesso 25 Março 2009.Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  46. 46. moda A Góoc trabalha com calçados e acessórios 70% feitos de produtos reciclados. Mais de 1 milhão de pneus já foram reutilizados na produção de solados.Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  47. 47. Natural Fashion: “O Nosso moda Algodão já Nasce Colorido” Consórcio Natural Fashion, que trabalha com algodão orgânico tingido naturalmente, foi fundado em abril de 2000, na cidade de Campina Grande, Paraíba, gerando cerca de 850 empregos diretos e indiretos. www.naturalfashion.com.brMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  48. 48. moda A AmazonLife, empresa carioca de acessórios, desenvolveu bolsas, pastas, necessaires, malas e mochilas à base de látex natural extraído de seringueiras nativas da Amazônia. Os produtos são feito por índios e seringueiros. A produção sustentável ajuda a proteger mais de 900 mil hectares de mata da exploração irregular. AmazonLife: www.amazonlife.comMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  49. 49. moda Suzana Rodrigues é a típica empreendedora consciente. Desempregada, a designer procurou a Penitenciária Feminina do Distrito Federal para contribuir na recuperação de detentas oferecendo capacitação e oportunidade de trabalho. As detentas aprenderam a fazer biojóias. Hoje conta com 30 operárias internas. O trabalho da Arte Brasil recebeu o selo do Consórcio de Tutela do Trabalho Justo, Ético e Solidário de Milão – um selo dado por uma instituição italiana que comprova que o produto é feito com trabalho justo e solidário. http://www.suzanarodrigues.com.br/Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  50. 50. moda Roupa “ecológica” Pesquisadores chineses conseguiram desenvolver uma nova tecnologia para confeccionar uma roupa “ecológica” por meio da mistura de fibra de milho com bambu. Com o material, é possível tecer roupas cômodas e suaves.Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  51. 51. Móveis emborrachados Reaproveitando pneus O designer Daniel Beato retira pneus do meio ambiente e produz móveis emborrachados. O trabalho envolve jovens e adolescentes, colocando-os em contato com a arte. Além de pneus, o designer reutiliza sucatas automotivas, retardando sua disposição e decomposição no meio ambiente http://www.arteempneus.com.br/Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  52. 52. Reaproveitando pneus Cadeira confortável e durável feita de pneusMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  53. 53. Decoração Produtos orgânicos, em fibra de coco O Xaxim, nativo da Mata Atlântica, leva até 100 anos para atingir a maturidade e está seriamente ameaçado de extinção pelo corte indiscriminado e comércio indevido. Pensando nesse desafio ecológico, a Coquim criou uma linha de vasos, placas, estacas e mantas, em vários tamanhos, a partir da fibra do coco. Os produtos são naturais, orgânicos, renováveis, biodegradáveis e recicláveis. A fibra é ideal para orquídeas. www.coquim.com.brMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  54. 54. Decoração Xaxim Ecológico, feito com fibra de Piaçava  Buscando alcançar novos mercados a empresa Moinho de Vento (Divinópolis-MG) desenvolveu o Xaxim Ecológico, feito com fibra de Piaçava (Attalea funifera).  A Moinho de Vento é fabricante de vassouras e, com o novo produto, aproveita a sobra da matéria prima na fabricação do Xaxim Ecológico.  O produto utiliza matéria 100% natural e renovável. Sua experiência demonstra sucesso no cultivo de samambaias, orquídeas e outras espécies. http://divinopolis.olx.com.br/vaso-de-xaxim-ecologico-de-piacava-iid-18762386Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  55. 55. computadores A ASUS, empresa do ramo de informática, criou a EcoBook. Em vez de alumínio, policarbonato e magnésio, entram produtos naturais, biodegradáveis e abundantes, como a fibra de bambu e papel reciclado. O plástico utilizado provém de matéria-prima reciclada, que é numerada para facilitar a reciclagem quando o produto for descartado. www.asus.comMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  56. 56. computadores A empresa japonesa Evergreen desenvolveu uma linha de teclado, mouse e monitor feitos de bambu. http://www.everg.co.jp/Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  57. 57. Revolutionair: produção de energia eólica em casa Depois de revolucionar o mundo com projetos inovadores, o designer Philippe Starck resolveu usar sua criatividade para desenvolver objetos funcionais capazes de transformar nossa vida. É o caso desta turbina eólica para uso doméstico, que transforma a força do vento em energia elétrica. Basta você instalá-la no jardim, no telhado ou na frente de casa para ter mais de 1600 kWh por ano. A Revolutionair é uma boa opção para ter em casa energia totalmente limpa, acessível (o valor varia de 2500 a 3500 euros) e fácil de usar.Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  58. 58. Não utilização de metais computadores como chumbo e cádmio A brasileira Itautec desenvolveu computadores compatíveis com a diretriz européia RoHS, que prevê a não utilização de metais como chumbo e cádmio na fabricação. A USP decidiu adotar critérios de sustentabilidade na substituição de seus equipamentos e comprou da Itautec, concedendo um selo verde aos produtos. Fonte: http://www.itautec.com.brMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  59. 59. Nova Yorque descarta por ano 23 Freegans milhões de quilos de alimentos. Na tentativa de minimizar este desperdício, surge o freeganismo. Trata-se de um grupo de pessoas que resolvem mudar de vida e buscar seu sustento no lixo. O movimento começou nos EUA, Austrália e Inglaterra. Além de minimizar o desperdício, o movimento também tem o objetivo de divulgar o problema do desperdício de alimentos. http://freegan.info/ ou http://freegankitchen.com/Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  60. 60. Novas Economia de energia ideias Um chuveiro que avisa a hora de É só girar a manivela durante 3 desligar. Você programa o tempo de minutos e este carregador gera energia banho, em no máximo 12 minutos, e para se conversar no celular por 10 quando o tempo acabar o chuveiro minutos. O equipamento é compatível desliga sozinho. O equipamento só liga com diversas marcas de celular. novamente depois de dois minutos. www.iwantoneofthose.com www.showertimer.com.auMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  61. 61. novidades Energia sustentável O relógio-vaso funciona com água. A Um velocípede que parece um carro. Feito água usada para manter a planta viva é de fibra de carbono (que é muito leve) o transformada em energia. Isso ocorre velocípede pode chegar a 60 quilômetros porque um conversor interno tira por hora, dependendo da força de quem elétrons das moléculas de água e os estiver pedalando. Além de leve e estável, transforma em energia. porque tem duas rodas na frente, o www.thinkgeek.com equipamento é fechado, protegendo o passageiro da chuva e vento. www.hammacher.comMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  62. 62. Cerca e porteira Pneus para cercas, sustentáveis tubulação de água... O proprietário da Fazenda Vitória, em Bragança Paulista, interior de São Paulo, Reynaldo Teixeira Amaral Júnior, usou os pneus que são indevidamente jogados em seus tanques de produção de tilápias para fazer mourões para cercas e ripas para as porteiras. O produtor usa ainda as abas laterais do pneu para fazer tubulação de água pluvial ou bueiros.Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  63. 63. 1 10 9 8 Sistema de Energia Paisagismo Prédio Eficiente Treinamento e Renovável 10.1 Construção de elevações 8.1 Paisagem com árvores adultas 1.1 Turbina eólica Educação progressivas 8.2 Vagas especiais para 1.2 Fonte de energia fotovoltaica 10.2 Redução da altura das lojas 9.1 Treinamento para os responsáveis e para a equipe "carpooling" 10.3 Uso de vidros reflexivos operacional 8.3 Vagas especiais para 10.4 redução do uso de vidros 2 10.5 Iluminação zenital mais eficiente 9.2 Workshops para os clientes 9.3 Comunicação visual das bicicletas Eficiência em Energia 8.4 Plantar árvores para ajudar a 2.1 Sensores de movimento nos escritórios 10.6 Teto verde iniciativas neutralizar as emissões de CO2 administrativos 8.5 Pavimento de concreto/grama 2.2 Sistema completo de gerenciamento de 8.6 Manutenção das árvores energia existentes 2.3 Aquecedores solares (painéis) 2.4 Cabos de baixa emissão de gases Loja Ecoeficiente 2.5 Iluminação T5 no estacionamento e 7 subsolo. 2.6 Iuminação T5 Lighting at administratives wal-mart Gerenciamento de Resíduos e Reciclagem Areas (offices) 7.1 Gerenciamento de resíduos 2.7 7% de redução do nivel de iluminação 2.8 Iluminação LED nos “backlights” durante a construção 2.9 Iluminação LED nas portas de 7.2 Estações de Coleta e Central de refrigeradores Resíduos 2.10 Ceras especiais no piso de vendas 7.3 Uso de madeira certificada para refletir iluminação 7.4 Gerenciamento de resíduos - clientes 7.5 Gerenciamento de resíduos -3 operacional Sistema de Refrigeração 3.1 Painéis de espuma 3.2 Piso isolante 4 5 6 3.3 Portas dos refirgeradores e freezers Seleção de materiais Armazenamento Conservação de Água com fechamento automático orgânicos e reciclados de Água da 6.1 Reuso de água da chuva nos 3.4 Reaproveimento da água quente do 4.1 Madeira certificada banheiros e nos jardins Chuva Rack House 4.2 Tinta á base de água 6.2 Faucets com sensores de 3.5 RTUs mais eficientes 5.1 Concreto poroso nas 4.3 Chão de concreto exposto movimento 3.6 Sistema paralelo com Glicolpropileno 4.4 Portas flexíveis feitas de material áreas de circulação e 6.3 Fluxo de água com ar pressurizado 3.7 Sistema de protocolo reciclado calçadas para minimizar o volume de água 3.8 redução de espaço nos refrigeradores, 4.5 Uso de gabião 5.2 Área de retenção 6.4 Menor utilização de água nos freezers e salas de preparação 4.6 Vidros reciclados 5.2 Tanque de retenção Mictórios 3.9 Sistema de refrigeração CO2 4.7 Drywall reciclado 6.5 Mictórios secosMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  64. 64. Wal-Mart Supercenter Iluminação Natural Granja Viana Redução da altura do teto “Parede verde” Vidro espelhado Muro de contenção com gabião Área de preservação (170 novas árvores Piso de concregrama nativas de Mata Atlântica).Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  65. 65. Embalagens Wal Mart Água de 5L - reduziu 8g de plástico por garrafa. - Economia de 39,94 kg de pet por caminhão; - Economia de 27.164 garrafas de pet por ano. 4t a menos de C02 equivalente Embalagem impressa em sistema Cyrel@FAST (reduz o consumo de energia e elimina o uso de solventes – evitando o efeito estufa) Embalagens com certificado FSC (Forest Stewardship Council). Impressão feita em gráfica certificada.Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  66. 66. Walmart lança marca própria sentir bem Pensando no consumidor que se preocupa com a saúde, qualidade alimentar e, por que não, com um mundo melhor, a Walmart acaba de lançar a linha de produtos marca própria, Sentir Bem. Desenvolvidos especialmente para levar saúde e bem-estar para os consumidores a preços acessíveis, os itens chegam as lojas Walmart Brasil (Walmart, Bompreço, Nacional, Big e Mercadorama) em cinco grupos: Sentir Bem Light, Sentir Bem Integral, Sentir Bem Soja, Sentir Bem Zero e Sentir Bem OrgânicoMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  67. 67. Sony lança Notebook Sustentável Autor slides: Vanio Moraes CorreaMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  68. 68.  O Sony Vaio W foi projetado para ser o mais sustentável e menos consumista em termos de matéria prima desde sua fabricação até sua as embalagens;  80% das partes plásticas são feitas de materiais reciclados, a tela é livre de mercúrio e tem lâmpadas LED;  As embalagens associadas com o transporte do produto em cada passo, desde a saída da fábrica até chegar ao consumidor, e conseguiu uma redução de 10% nas emissões de CO2 da fábrica às lojas.Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  69. 69.  Para reduzir as embalagens, os laptops foram armazenados em caixas contendo 4 notebooks cada, e sendo entregue ao varejista apenas embalagens finais para o consumidor. Aumentando o número de produtos que podem ser armazenados em containers e diminuindo as emissões de carbono e gastos logísticos e combustível.  A Sony reconhece que a maioria das pessoas não lê o manual a fundo, então reduziram o número de páginas impressas ao mínimo possível. O resto das informações é disponibilizado em um manual eletrônico em PDF.Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  70. 70. Ciclo do processoMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  71. 71. Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  72. 72. Disposição dos produtos São arrumados de acordo com as afinidades, e não mais como iscas para atrair os consumidores. Também são ofertados produtos a granel, sem embalagens. É sugerido ao cliente retirar toda a possível embalagem do produto, levando somente a mercadoria em sacos de papel Kraft certificado, caixas de papelão ou sacolas retornáveis (à venda na loja).Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  73. 73. Todo o mobiliário é feito de madeira certificada (selo FSC) e os carrinhos, de PET recicladas (250 por cada carrinho grande). São 750produtos considerados orgânicos, naturais e sustentáveis, o que inclui a farinha orgânica do pão que sai a cada meia hora da padaria. As carnes são certificadas, demonstrando garantia de que os animais não receberam alimentação com hormônios.Material produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  74. 74. GRAMEEN BANK Banco de microcrédito orientado para mulheres de baixa renda em Blangadesh • Público alvo: mulheres de baixa renda. • 94% do banco pertencem aos seus clientes, a grande maioria mulheres pobres da zona rural e 6% ao governo.Fonte: Comitê de Sustentabilidade da FDCMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  75. 75. BANCO PÉROLA Banco de microcrédito orientado para classes C, D, E • Oferece microcrédito orientado para os jovens que não possuem renda comprovada.Fonte: Comitê de Sustentabilidade da FDCMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  76. 76. GRAMEEN DANONE BANGLADESH Fábrica de iogurte que contribui para a erradicação da desnutrição infantil • Inovação: Iogurte “Shoktidoi” produzido localmente – fornece 30% das necessidades diárias de uma criança em vitamina A, ferro, zinco e iodo. • Pequenas fábricas com tecnologia apropriada e mão de obra local. • Rede local de fornecedores e distribuidores.Fonte: Comitê de Sustentabilidade da FDCMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  77. 77. AURORA • Treina pessoas com problemas de audição na manufatura desses equipamentos, promovendo, assim, a sua inclusão social. • Organizou em São Paulo/SP uma cadeia de produção de 4.000 aparelhos auditivos, 10.000 baterias e 6.000 carregadores por mês.Fonte: Comitê de Sustentabilidade da FDCMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  78. 78. TEKOHA Comercializa brindes e produtos que promovem a reconexão das comunidades. • Cria canais de comercialização para produtos feitos a mão e conecta comunidades e consumidores numa grande rede.Fonte: Comitê de Sustentabilidade da FDCMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  79. 79. EMBRACE ÍNDIA A Embrace desenvolveu um projeto para redução da mortalidade infantil. • Bolsa de cera que mantêm o bebê a 37º por 4 horas, proporcionado o mesmo resultado de uma incubadora tradicional. • A bolsa de cera custa 0,1% do preço de uma incubadora (25 dólares). • Bolsas são vendidas para as parteiras que alugam para as mães. • Lavável, reutilizável e não precisa de energia.Fonte: Comitê de Sustentabilidade da FDCMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  80. 80. CLINICA CIDADÃ UBERLÂNDIA MG Atendimento médico-odontológico multidisciplinar com a prestação de serviços de qualidade a preços acessíveis para Uberlândia e região do Triângulo Mineiro. • R$60,00 pela consulta - preço único para todas as especialidades.Fonte: Comitê de Sustentabilidade da FDCMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  81. 81. PLAY PUMPS – PAÍSES DA ÁFRICA Empresa de água engarrafada: garante que as comunidades africanas tenham acesso a água potável. • Bombas d’água movidas por moinho. Para as crianças, o modelo funciona como um gira-gira, e conforme elas brincam com ele, a água é bombeada para um reservatório.Fonte: Comitê de Sustentabilidade da FDCMaterial produzido pelo Prof. Luis Augusto Lobão Mendes
  82. 82. Conheça também o livro doProf. Luis Lobãolobao@fdc.org.br Obrigado!!!

×