Cartografia

101 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Cartografia

  1. 1. Trabalho de GeografiaInstituto Santa TeresinhaDiretora: Ir. Ascensão LemosProfessor: Mateus RodriguesDupla: Marcus Vinicius Ribeiro dos Reis Vanessa de Nazaré Ribeiro dos ReisSérie: 1ºE.M. Turma: ADisciplina: GeografiaBragança, 25 de setembro de 2012
  2. 2. Cartografia Localização e Representação espacialA cartografia é definida como o conjunto de estudos e operações científicas, artísticas etécnicas baseado nos resultados de observações diretas ou de análise de documentação,com vistas à elaboração e preparação de cartas, planos e outras formas de expressão,bem como sua utilização.O primeiro mapa que se tem registro é o Ga-Sur, produzidoentre 2400 a 2000 a.C., elaborado numa placa de barro cominscrições da escrita cuneiforme em uma representação do sul daMesopotâmia. Os primeiros mapas eram confeccionados emplacas de argila suméria e papiros egípcios. Ao longo dahistória, a cartografia foi evoluindo e desenvolvendo novastécnicas e, atualmente, é uma ferramenta de fundamentalimportância nas representações de áreas terrestres.Para a representação gráfica da superfície terrestre é necessário oconhecimento de sua forma. Durante muito tempo adotou-se a Terra com a forma plana,onde em qualquer momento se chegaria ao fim do oceano, em um grande abismo. Posteriormente com o surgimento das grandes navegações questionou-se a velha maneira de se pensar o planeta como um plano, pois se via que no horizonte os barcos apareciam como se emergissem do oceano aose aproximarem da costa.
  3. 3.  Tipos de representação cartográfica Mapa Mapa é a representação no plano, normalmente em escalapequena, dos aspectos geográficos, naturais, culturais eartificiais de uma área tomada na superfície de uma Figuraplanetária, delimitada por elementos físicos, político-administrativos, destinada aos mais variados usos, temáticos,culturais e ilustrativos. CartaCarta é a representação no plano, em escala média ou grande, dosaspectos artificiais e naturais de uma área tomada de uma superfícieplanetária, subdividida em folhas delimitadas por linhasconvencionais - paralelos e meridianos - com a finalidade depossibilitar a avaliação de pormenores, com grau de precisãocompatível com a escala." PlantaCarta que representa uma área de extensão suficientemente restritapara que a sua curvatura não precise ser levada em consideração, eque, em consequência, a escala possa ser considerada constante.  Elementos de um mapa  Escalas CartográficasÉ a relação matemática entre o comprimento ou a distância medida sobre um mapa e asua medida real na superfície terrestre. Esta razão é adimensional já que relacionaquantidades físicas idênticas de mesma unidade.A escala pode ser representadanumericamente e graficamente.
  4. 4. Escala gráficaÉ a representação gráfica de distâncias do terreno sobre uma linha reta graduada. Éconstituída de um segmento à direita de referência zero, conhecido como “escalaprimária”, e outro à esquerda, denominado “talão” ou “escala de fracionamento”,dividido em submúltiplos da unidade escolhida, graduados da direita para a esquerda.  Escala numérica A escala numérica, ou fracionária, é expressa por uma fraçãoordinária(denominador/numerador) ou por uma razão matemática. O numerador corresponde auma unidade no mapa, enquanto o denominador expressa a medida real da unidade noterreno. 1:10.000 1 cm no mapa equivale a 10.000 cm no terreno.  Escala grande e pequenaQuanto maior for o denominador, a escala é pequena, pois temos menos detalhes quantomenor for o denominador, a escala é grande, pois temos uma maior riqueza de detalhes.Ao contrário do que se pensa uma escala grande não é aquela que possui um númeroenorme. A escala 1:5.000 é grande pois a representação da realidade foi diminuídaapenas 5.000 vezes. Enquanto na escala 1:30.000.000 é pequena pois a representação darealidade foi diminuída 30 milhões de vezes, portanto a e =1:5.000 é maior e =1:30.000.000 é menor quanto maior a escala maior o número de detalhes representadosquanto menor a escala menor o número de detalhes representados Coordenadas geográficasPara que cada ponto da superfície terrestre possa ser localizado, existe um sistema delinhas imaginárias ao redor do globo, essas linhas são representadas nas cartas pelosmeridianos e paralelos. Cada ponto na superfície é dado em termos desua Latitude e Longitude constituindo essas as coordenadas geográficas.As coordenadas geográficas baseiam-se em 2 linhas: o Equador e o Meridiano deGreenwich.
  5. 5. Latitude: é ângulo de arco norte-sul em relação ao Equador, ou seja, é o arco contadosobre o meridiano do lugar e que vai do Equador até o local considerado. Varia de 0º a90º, sendo convencionado + (positivo) para Norte e - (negativo) para o Sul. Longitude: é ângulo de arco leste-oeste do Meridiano Principal, ou seja, é o arcocontado ao longo do paralelo do ponto, que vai do Meridiano de Greenwich até omeridiano considerado. Varia de 0º a 180º, sendo convencionado - para oeste e + paraleste de Greenwich. Fuso horárioO sistema teórico de fusos horários sistematiza a hora em todo o mundo, para issocriou-se o sistema de fusos horários.O fuso horário compreende, por definição, uma faixa situada entre 2 meridianos na qualé conservada a mesma hora. Como o círculo terrestre tem 360º e omovimento derotação da terra é executado em 24 horas, temos: 360 / 24 = 15, o que significa que cadahora do globo se acha situada numa faixa de 15º , ou seja, cada fuso horário tem 15º deamplitude no sentido da longitude.  Projeções CartográficasA maior dificuldade em cartografia é transferir tudo o que existe numa superfície curvaque é a Terra para uma superfície plana que é o mapa. Considerando-se que uma figuraesférica não se desdobra em um plano, permanece na planificação deformações. Como a esfera não se desenvolve sobre o plano, passamos a utilizar superfíciesintermediárias, ou auxiliares, que tenham a propriedade de se desenvolver. O cilindro, ocone e o plano constituem esses tipos de figuras. Projeção AzimutalTambém chamada de Projeção Plana, é um tipo deprojeção usada comumente para representação dasáreas polares pois parte sempre de um ponto paraa representação da(s) área(s), por isso é usado parapequenas áreas. Pode ser de três tipos: Polar,Equatorial e Oblíqua (chamada também dehorizontal).
  6. 6. Projeção cônicaA superfície terrestre é representada num cone envolvendo a globo terrestre. Osparalelos formam círculos concêntricos e os meridianos são linhas retas que convergempara os polos. As deformações ocorrem conforme se afastamos do paralelo padrão(paralelo de contato com o cone). A projeção é utilizada para representar áreascontinentais (como regiões e continentes). Projeção cilíndrica A superfície terrestre é representada num cilindro envolvendo o globo terrestre. Os paralelos e os meridianos são linhas retas que convergem entre si. As deformações ocorrem conforme se aumentam as latitudes, tendo a chegar ao infinito. É comumente utilizada para representações do globo, como mapas-múndi.  Geotecnologias O conceito de Geotecnologia abrange a aquisição, armazenamento,processamento, análise e integração de informações espacialmente referenciadas.Refere-se a um grupo de tecnologias de informação geograficamente referenciada,dentre as quais, podemos situar o GPS, SIG, Fotogrametria, Levantamentos Aéreos ouOrbitais, Topografia, Cartografia, Geodésia.

×