SlideShare uma empresa Scribd logo

Questões IDECAN Prof. Margos Girão

Marcos Girão
Marcos Girão
Marcos GirãoCentral Bank of Brazil

Apresentação do modelo IDECAN de questões recentes.

Questões IDECAN Prof. Margos Girão

1 de 11
Baixar para ler offline
QUESTÕES IDECAN 2015/2016
LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO
01. [IDECAN - ENG. CIVIL ESPECIAL. TRÂNSITO - SUPERIOR -
DETRAN/RO - 2016] O Código de Trânsito Brasileiro (CTB)
apresenta limites de velocidade conforme a tabela
apresentada.
Assinale a alternativa que apresenta as velocidades faltantes
da tabela: vias de trânsito rápido, via arterial e rodovia –
ônibus e micro‐ônibus, respectivamente.
(A) 80 m/s; 60 m/s; e, 90 m/min.
(B) 40 km/h; 30 km/h; e, 30 km/h.
(C) 60 km/h; 80 km/h; e, 90 km/h.
(D) 80 km/h; 60 km/h; e, 90 km/h.
(E) 70 km/h; 40 km/h; e, 100 km/h.
02. [IDECAN - AGENTE DE TRÂNSITO - MÉDIO - PREF.
UBATUBA/SP - 2015] “Sr. João, 50 anos, motorista da
ambulância SAMU, recebe uma diligência em que uma senhora
de 75 anos foi atropelada no centro da cidade e se encontra
em estado grave. Ao sair de seu posto, imediatamente liga seu
dispositivo de alarme sonoro e iluminação vermelha quando,
ao transitar pelas avenidas da cidade, se depara na área de
prioridade de passagem na via e no cruzamento.” De acordo
com as informações, qual a conduta que João deverá utilizar
para manter o devido cuidado de segurança estabelecido no
Código de Trânsito Brasileiro?
(A) Trafegar em velocidade incompatível com segurança nas
proximidades de cruzamento.
(B) Reduzir a velocidade, dirigindo normalmente ou parar o veículo
com vistas à segurança dos pedestres.
(C) Manter a velocidade reduzida e com os devidos cuidados de
segurança, obedecidas as demais normas do Código de Trânsito.
(D) Demonstrar prudência especial, transitando em velocidade
moderada, de forma que possa deter seu veículo com segurança para
dar passagem a pedestre e a veículos maiores, conforme previsto no
Código de Trânsito.
03. [IDECAN - AGENTE DE TRÂNSITO - MÉDIO - PREF.
UBATUBA/SP - 2015] Conforme art. 5º da Lei Federal nº
9.503/1997 (Código de Trânsito Brasileiro), o Sistema
Nacional de Trânsito é o conjunto de órgãos e entidades da
União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios que
tem por finalidade o exercício das atividades de planejamento,
administração, normatização, pesquisa, registro e
licenciamento de veículos, formação, habilitação e reciclagem
de condutores, educação, engenharia, operação do sistema
viário, policiamento, fiscalização, julgamento de infrações e de
recursos e aplicação de penalidades. Em relação aos objetivos
básicos do Sistema Nacional de Trânsito, analise as
afirmativas.
I. Fixar, mediante normas e procedimentos, a padronização de
critérios técnicos, financeiros e administrativos para a execução das
atividades de trânsito.
II. Estabelecer a sistemática de fluxos permanentes de informações
entre os seus diversos órgãos e entidades, a fim de facilitar o
processo decisório e a integração do sistema.
III. Estabelecer diretrizes da Política Nacional de Trânsito, com vistas
à segurança, à fluidez, ao conforto, à defesa ambiental e à educação
para o trânsito e fiscalizar seu cumprimento.
Está(ão) correta(s) a(s) afirmativa(s)
(A) I, II e III.
(B) I, apenas.
(C) I e II, apenas.
(D) II e III, apenas.
04. [IDECAN - AGENTE DE TRÂNSITO - MÉDIO - PREF.
UBATUBA/SP - 2015] De acordo com o Código de Trânsito
Brasileiro, as infrações de trânsito são classificadas em quatro
categorias. Relacione adequadamente as infrações com o tipo
de conduta infracionária.
1. Leve.
2. Média.
3. Grave.
4. Gravíssima.
( ) Transportar crianças em veículo automotor sem observância das
normas de segurança especiais estabelecidas no Código de Trânsito.
( ) Dirigir ameaçando os pedestres que estejam atravessando a via
pública ou os demais veículos.
( ) Dirigir sem atenção ou sem os cuidados indispensáveis à
segurança.
( ) Deixar o condutor de prestar socorro à vítima de acidente de
trânsito quando solicitado pela autoridade e seus agentes.
( ) Deixar o condutor, envolvido em acidente sem vítima, de adotar
providências para remover o veículo do local, quando necessária tal
medida para assegurar a segurança e a fluidez do trânsito.
A sequência está correta em
(A) 2, 1, 4, 2, 3.
(B) 4, 3, 2, 1, 1.
(C) 4, 4, 1, 3, 2.
(D) 2, 3, 4, 4, 1.
05. [IDECAN - AGENTE DE TRÂNSITO - MÉDIO - PREF.
UBATUBA/SP - 2015] A educação para o trânsito é direito de
todos e constitui dever prioritário para os componentes do
Sistema Nacional de Trânsito. Sobre a educação para o
trânsito, conforme exposto na Lei Federal nº 9.503/1997
(Código de Trânsito Brasileiro), é correto afirmar que
(A) toda peça publicitária destinada à divulgação ou promoção, nos
meios de comunicação social, de produto oriundo da indústria
automobilística ou afim, não será obrigatório mensagem educativa de
trânsito a ser conjuntamente veiculada.
(B) no âmbito da educação para o trânsito caberá ao Ministério da
Educação e Fazenda, mediante proposta do CONTRAN, estabelecer
campanha nacional, esclarecendo condutas a serem seguidas nos
primeiros socorros em caso de acidente de trânsito.
(C) a educação para o trânsito será promovida nas escolas de 2º e 3º
graus, por meio de planejamento e ações coordenadas entre os
órgãos e entidades do Sistema Nacional de Trânsito e de Educação,
da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, nas
respectivas áreas de atuação.
(D) o CONTRAN estabelecerá, anualmente, os temas e os
cronogramas das campanhas de âmbito nacional que deverão ser
promovidas por todos os órgãos ou entidades do Sistema Nacional de
Trânsito, em especial, nos períodos referentes às férias escolares,
feriados prolongados e à Semana Nacional de Trânsito.
LEGISLAÇÃO ESPECÍFICA
(semelhante ao conteúdo da Legislação Pertinente ao CBMDF)
06. [IDECAN - FISCAL - SUPERIOR - PREF. ALÉM PARAÍBA/MG
- 2016] Meio ambiente é o conjunto de condições, leis,
influências e interações de ordem física, química e biológica,
que permite, abriga e rege a vida em todas as suas formas.
Com base na Política Nacional do Meio Ambiente – Lei nº
6.938/1981, o meio ambiente pode sofrer alterações e
degradações. No Art. 4º, a Política Nacional do Meio Ambiente
visa alguns objetivos, EXCETO:
(A) Desenvolvimento de pesquisas e de tecnologias nacionais
orientadas para o uso racional de recursos ambientais.
(B) Compatibilização do desenvolvimento econômico-social com a
preservação da qualidade do meio ambiente e do equilíbrio ecológico.
(C) Definição de áreas prioritárias de ação governamental relativa à
qualidade e ao equilíbrio ecológico, atendendo aos interesses
reservados à União, aos Estados e dos Municípios.
(D) Imposição, ao poluidor e ao predador, da obrigação de recuperar
e/ou indenizar os danos causados e, ao usuário, da contribuição pela
utilização de recursos ambientais com fins econômicos.
07. [IDECAN - FISCAL - SUPERIOR - PREF. ALÉM PARAÍBA/MG
- 2016] São instrumentos da Política Nacional do Meio
Ambiente – Lei nº 6.938/1981, EXCETO:
(A) Estabelecimento de padrões de qualidade ambiental.
(B) Cadastro Técnico Federal de Atividades e Instrumentos de Defesa
Ambiental.
(C) Competência supletiva de delegação aos Estados, o licenciamento
de atividade com significativo impacto ambiental de âmbito regional.
(D) Incentivos à produção e instalação de equipamentos e a criação
ou absorção de tecnologia, voltados para a melhoria da qualidade
ambiental.
08. [IDECAN - FISCAL - SUPERIOR - PREF. ALÉM PARAÍBA/MG
- 2016] A Lei da Política Nacional do Meio Ambiente
estruturou o Sistema Nacional do Meio Ambiente com os
órgãos formadores. Constituído por órgãos e entidades da
União, dos Estados, do Distrito Federal, dos Municípios e pelas
fundações instituídas pelo Poder Público, o Sistema Nacional
do Meio Ambiente (Sisnama) tem como responsabilidade que
esses órgãos protejam e proporcionem a melhoria da
qualidade ambiental, EXCETO:
(A) Órgão Consultivo e Deliberativo: o Conselho Nacional do Meio
Ambiente (CONAMA).
(B) Órgão Superior: a Secretaria do Meio Ambiente da Presidência da
República (SEMAM/PR).
(C) Órgão Executor: o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos
Recursos Naturais Renováveis (IBAMA).
(D) Órgãos Locais: os órgãos ou entidades municipais responsáveis
pelo controle e fiscalização das atividades referidas no inciso anterior,
nas suas respectivas jurisdições.
09. [IDECAN - PROCURADOR - SUPERIOR - PREF. RIO
POMBA/MG - 2015] Em relação à ética profissional do
advogado, nos termos da Lei nº 8.906/1994, há
incompatibilidade de atividades ou são impedidos de exercer a
advocacia, EXCETO:
(A) Os docentes de cursos jurídicos de instituições de ensino
públicas.
(B) Os servidores da administração direta contra a Fazenda Pública
que os remunere.
(C) Os membros do Poder Legislativo contra ou a favor da pessoa
jurídica de direito público.
(D) Os ocupantes de cargos ou funções que tenham competência de
arrecadação de tributos.
10. [IDECAN - AGENTE FISCAL AMBIENTAL - SUPERIOR -
PREF. RIO NOVO DO SUL/ES - 2015] De acordo com a
Resolução nº 237 de 19 de dezembro de 1997, são licenças
ambientais, EXCETO:
(A) Licença prévia.
(B) Licença de operação.
(C) Licença de instalação.
(D) Licença de recuperação.
FÍSICA
11. [IDECAN - PROFESSOR FÍSICA - SUPERIOR - SEARH-
SEEC/RN - 2016] Um veículo para ir de um ponto A até um
ponto B efetuou a trajetória representada a seguir mantendo
um movimento uniforme durante todo esse trajeto.
A aceleração resultante nesse movimento é:
(A) Nula.
(B) Crescente.
(C) Decrescente.
(D) Constante e diferente de zero.
12. [IDECAN - PROFESSOR FÍSICA - SUPERIOR - SEARH-
SEEC/RN - 2016] Em uma residência, durante um intervalo de
30 dias, o forno de micro‐ondas não foi utilizado, porém foi
mantido ligado na tomada, operando em ‘stand‐by’ com uma
potência de 5 W. O consumo de energia desse micro‐ondas no
Anúncio

Recomendados

Registro e Licenciamento de Veículos
Registro e Licenciamento de VeículosRegistro e Licenciamento de Veículos
Registro e Licenciamento de VeículosMarcos Girão
 
CTB Esquematizado - Motoristas Profissionais
CTB Esquematizado - Motoristas ProfissionaisCTB Esquematizado - Motoristas Profissionais
CTB Esquematizado - Motoristas ProfissionaisMarcos Girão
 
CTB Esquematizado - Pedestres, Cidadãos e Eng. Tráfego
CTB Esquematizado - Pedestres, Cidadãos e Eng. TráfegoCTB Esquematizado - Pedestres, Cidadãos e Eng. Tráfego
CTB Esquematizado - Pedestres, Cidadãos e Eng. TráfegoMarcos Girão
 
CTB Esquematizado - Veículos
CTB Esquematizado - VeículosCTB Esquematizado - Veículos
CTB Esquematizado - VeículosMarcos Girão
 
CTB Esquematizado - Normas de Circulação e Conduta
CTB Esquematizado - Normas de Circulação e CondutaCTB Esquematizado - Normas de Circulação e Conduta
CTB Esquematizado - Normas de Circulação e CondutaMarcos Girão
 
CTB Esquematizado - Penalidades e Medidas Administrativas
CTB Esquematizado - Penalidades e Medidas AdministrativasCTB Esquematizado - Penalidades e Medidas Administrativas
CTB Esquematizado - Penalidades e Medidas AdministrativasMarcos Girão
 
Ctb esquematizado snt
Ctb esquematizado sntCtb esquematizado snt
Ctb esquematizado sntMarcos Girão
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Legislação de trânsito primeira habilitação -atualizado
Legislação de trânsito   primeira habilitação -atualizadoLegislação de trânsito   primeira habilitação -atualizado
Legislação de trânsito primeira habilitação -atualizadoDAVID NOVAES
 
CTB Esquematizado - Condução de Escolares e Motofrete
CTB Esquematizado - Condução de Escolares e MotofreteCTB Esquematizado - Condução de Escolares e Motofrete
CTB Esquematizado - Condução de Escolares e MotofreteMarcos Girão
 
Crimes de Trânsito - CTB
Crimes de Trânsito - CTBCrimes de Trânsito - CTB
Crimes de Trânsito - CTBMarcos Girão
 
CTB Esquematizado - Dicas de Infração de Trânsito
CTB Esquematizado - Dicas de Infração de TrânsitoCTB Esquematizado - Dicas de Infração de Trânsito
CTB Esquematizado - Dicas de Infração de TrânsitoMarcos Girão
 
Infrações de trânsito: penalidades e medidas administrativas
Infrações de trânsito: penalidades e medidas administrativasInfrações de trânsito: penalidades e medidas administrativas
Infrações de trânsito: penalidades e medidas administrativasWolneir Brizola
 
CTB Esquematizado - Habilitação de Condutores
CTB Esquematizado - Habilitação de CondutoresCTB Esquematizado - Habilitação de Condutores
CTB Esquematizado - Habilitação de CondutoresMarcos Girão
 
Código de Trânsito Brasileiro
Código de Trânsito BrasileiroCódigo de Trânsito Brasileiro
Código de Trânsito Brasileirocrisdupret
 
Infrações penalidades e medidas administrativas
Infrações penalidades e medidas administrativasInfrações penalidades e medidas administrativas
Infrações penalidades e medidas administrativasSara Jéssica
 
Código de Transito Brasileiro e Legislacao Complementar
Código de Transito Brasileiro e Legislacao ComplementarCódigo de Transito Brasileiro e Legislacao Complementar
Código de Transito Brasileiro e Legislacao ComplementarChristianno Cohin
 
Conceitos em Sinalização de Trânsito
Conceitos em Sinalização de TrânsitoConceitos em Sinalização de Trânsito
Conceitos em Sinalização de TrânsitoCleber Luiz Dos Santos
 
Aula ctb
Aula ctbAula ctb
Aula ctb919720
 
A mecânica básica de veículos
A mecânica básica de veículosA mecânica básica de veículos
A mecânica básica de veículosmarcoaureliosargi
 
Do sistema nacional de transito
Do sistema nacional de transitoDo sistema nacional de transito
Do sistema nacional de transitoizaias pedro
 
CTB e Principais Resoluções do Contran – Esquematizad II.pdf
CTB e Principais Resoluções do Contran – Esquematizad II.pdfCTB e Principais Resoluções do Contran – Esquematizad II.pdf
CTB e Principais Resoluções do Contran – Esquematizad II.pdfCarlaVeiga17
 
Legislaodetrnsito 140315123914-phpapp01
Legislaodetrnsito 140315123914-phpapp01Legislaodetrnsito 140315123914-phpapp01
Legislaodetrnsito 140315123914-phpapp01Laura Fernanda Nunes
 
Legislação - Primeira habilitação
Legislação - Primeira habilitaçãoLegislação - Primeira habilitação
Legislação - Primeira habilitaçãoGabrielly Campos
 

Mais procurados (20)

Legislação de trânsito primeira habilitação -atualizado
Legislação de trânsito   primeira habilitação -atualizadoLegislação de trânsito   primeira habilitação -atualizado
Legislação de trânsito primeira habilitação -atualizado
 
SNT- Sistema Nacional de Trânsito
SNT- Sistema Nacional de TrânsitoSNT- Sistema Nacional de Trânsito
SNT- Sistema Nacional de Trânsito
 
CTB Esquematizado I
CTB Esquematizado ICTB Esquematizado I
CTB Esquematizado I
 
CTB Esquematizado - Condução de Escolares e Motofrete
CTB Esquematizado - Condução de Escolares e MotofreteCTB Esquematizado - Condução de Escolares e Motofrete
CTB Esquematizado - Condução de Escolares e Motofrete
 
Crimes de Trânsito - CTB
Crimes de Trânsito - CTBCrimes de Trânsito - CTB
Crimes de Trânsito - CTB
 
Legislação de trânsito
Legislação de trânsitoLegislação de trânsito
Legislação de trânsito
 
CTB Esquematizado - Dicas de Infração de Trânsito
CTB Esquematizado - Dicas de Infração de TrânsitoCTB Esquematizado - Dicas de Infração de Trânsito
CTB Esquematizado - Dicas de Infração de Trânsito
 
Infrações de trânsito: penalidades e medidas administrativas
Infrações de trânsito: penalidades e medidas administrativasInfrações de trânsito: penalidades e medidas administrativas
Infrações de trânsito: penalidades e medidas administrativas
 
CTB Esquematizado - Habilitação de Condutores
CTB Esquematizado - Habilitação de CondutoresCTB Esquematizado - Habilitação de Condutores
CTB Esquematizado - Habilitação de Condutores
 
Código de Trânsito Brasileiro
Código de Trânsito BrasileiroCódigo de Trânsito Brasileiro
Código de Trânsito Brasileiro
 
Infrações penalidades e medidas administrativas
Infrações penalidades e medidas administrativasInfrações penalidades e medidas administrativas
Infrações penalidades e medidas administrativas
 
Código de Transito Brasileiro e Legislacao Complementar
Código de Transito Brasileiro e Legislacao ComplementarCódigo de Transito Brasileiro e Legislacao Complementar
Código de Transito Brasileiro e Legislacao Complementar
 
Conceitos em Sinalização de Trânsito
Conceitos em Sinalização de TrânsitoConceitos em Sinalização de Trânsito
Conceitos em Sinalização de Trânsito
 
Aula ctb
Aula ctbAula ctb
Aula ctb
 
A mecânica básica de veículos
A mecânica básica de veículosA mecânica básica de veículos
A mecânica básica de veículos
 
Do sistema nacional de transito
Do sistema nacional de transitoDo sistema nacional de transito
Do sistema nacional de transito
 
CTB e Principais Resoluções do Contran – Esquematizad II.pdf
CTB e Principais Resoluções do Contran – Esquematizad II.pdfCTB e Principais Resoluções do Contran – Esquematizad II.pdf
CTB e Principais Resoluções do Contran – Esquematizad II.pdf
 
Legislaodetrnsito 140315123914-phpapp01
Legislaodetrnsito 140315123914-phpapp01Legislaodetrnsito 140315123914-phpapp01
Legislaodetrnsito 140315123914-phpapp01
 
Legislação de trânsito - Conteúdo Geral
Legislação de trânsito - Conteúdo GeralLegislação de trânsito - Conteúdo Geral
Legislação de trânsito - Conteúdo Geral
 
Legislação - Primeira habilitação
Legislação - Primeira habilitaçãoLegislação - Primeira habilitação
Legislação - Primeira habilitação
 

Destaque

1000 questões ctb gabarito
1000 questões   ctb gabarito1000 questões   ctb gabarito
1000 questões ctb gabaritoAugusto Serejo
 
2034 código de trânsito apostila amostra
2034 código de trânsito   apostila amostra2034 código de trânsito   apostila amostra
2034 código de trânsito apostila amostra300801
 
Livro 650 questões de português
Livro 650 questões de portuguêsLivro 650 questões de português
Livro 650 questões de portuguêsRafael Vieira
 
351 questoes de_portugues_fcc 2014 atual.
351 questoes de_portugues_fcc 2014 atual.351 questoes de_portugues_fcc 2014 atual.
351 questoes de_portugues_fcc 2014 atual.Ueslei Santos
 
Código de trânsito brasileiro EX
Código de trânsito brasileiro EXCódigo de trânsito brasileiro EX
Código de trânsito brasileiro EXGlauber Rodrigues
 

Destaque (6)

1000.questões.polícia.rodoviária.federal
1000.questões.polícia.rodoviária.federal1000.questões.polícia.rodoviária.federal
1000.questões.polícia.rodoviária.federal
 
1000 questões ctb gabarito
1000 questões   ctb gabarito1000 questões   ctb gabarito
1000 questões ctb gabarito
 
2034 código de trânsito apostila amostra
2034 código de trânsito   apostila amostra2034 código de trânsito   apostila amostra
2034 código de trânsito apostila amostra
 
Livro 650 questões de português
Livro 650 questões de portuguêsLivro 650 questões de português
Livro 650 questões de português
 
351 questoes de_portugues_fcc 2014 atual.
351 questoes de_portugues_fcc 2014 atual.351 questoes de_portugues_fcc 2014 atual.
351 questoes de_portugues_fcc 2014 atual.
 
Código de trânsito brasileiro EX
Código de trânsito brasileiro EXCódigo de trânsito brasileiro EX
Código de trânsito brasileiro EX
 

Semelhante a Questões IDECAN Prof. Margos Girão

Orientações quanto a aplicação da receita arrecadada com a cobrança das multa...
Orientações quanto a aplicação da receita arrecadada com a cobrança das multa...Orientações quanto a aplicação da receita arrecadada com a cobrança das multa...
Orientações quanto a aplicação da receita arrecadada com a cobrança das multa...Gabriella Ribeiro
 
Código de transito brasileiro
Código de transito brasileiroCódigo de transito brasileiro
Código de transito brasileiroACS PM RN
 
ANEXO V - PLANO NACIONAL DE REDUÇÃO DE ACIDENTES
ANEXO V - PLANO NACIONAL DE REDUÇÃO DE ACIDENTESANEXO V - PLANO NACIONAL DE REDUÇÃO DE ACIDENTES
ANEXO V - PLANO NACIONAL DE REDUÇÃO DE ACIDENTEStrans_smt
 
Código de transito brasileiro
Código de transito brasileiroCódigo de transito brasileiro
Código de transito brasileiroEliane Silva
 
Apostila Transporte Emergencia (Detran)
Apostila Transporte Emergencia (Detran)Apostila Transporte Emergencia (Detran)
Apostila Transporte Emergencia (Detran)Vanessa Nunes
 
Direção Defensiva Satélite.pptx
Direção Defensiva Satélite.pptxDireção Defensiva Satélite.pptx
Direção Defensiva Satélite.pptxRafaelYFernandaSilva
 
Lei nº 9.503 97 - Código de Trânsito Brasileiro
Lei nº 9.503 97 - Código de Trânsito BrasileiroLei nº 9.503 97 - Código de Trânsito Brasileiro
Lei nº 9.503 97 - Código de Trânsito BrasileiroEstado de Goiás
 
Competicoes obras-e-eventos-na-via-publica-e-suas-infracoes-de-transito
Competicoes obras-e-eventos-na-via-publica-e-suas-infracoes-de-transitoCompeticoes obras-e-eventos-na-via-publica-e-suas-infracoes-de-transito
Competicoes obras-e-eventos-na-via-publica-e-suas-infracoes-de-transitoRoberto Oliveira
 
Parecer restrição de veículos
Parecer restrição de veículosParecer restrição de veículos
Parecer restrição de veículosJornal do Commercio
 
parecer_restriçãoveiculos_recife_camara
parecer_restriçãoveiculos_recife_camaraparecer_restriçãoveiculos_recife_camara
parecer_restriçãoveiculos_recife_camaraVinícius Sobreira
 
Apresentação1 regulamentação profissão
Apresentação1   regulamentação profissãoApresentação1   regulamentação profissão
Apresentação1 regulamentação profissãoLuiz Silva
 
Apresentação1 regulamentação profissão
Apresentação1   regulamentação profissãoApresentação1   regulamentação profissão
Apresentação1 regulamentação profissãoLuiz Silva
 

Semelhante a Questões IDECAN Prof. Margos Girão (20)

IDECAN Exercícios
IDECAN ExercíciosIDECAN Exercícios
IDECAN Exercícios
 
CONASS Debate – Dia 26/04: Jerry A. Dias
CONASS Debate – Dia 26/04: Jerry A. DiasCONASS Debate – Dia 26/04: Jerry A. Dias
CONASS Debate – Dia 26/04: Jerry A. Dias
 
Orientações quanto a aplicação da receita arrecadada com a cobrança das multa...
Orientações quanto a aplicação da receita arrecadada com a cobrança das multa...Orientações quanto a aplicação da receita arrecadada com a cobrança das multa...
Orientações quanto a aplicação da receita arrecadada com a cobrança das multa...
 
Código de transito brasileiro
Código de transito brasileiroCódigo de transito brasileiro
Código de transito brasileiro
 
ANEXO V - PLANO NACIONAL DE REDUÇÃO DE ACIDENTES
ANEXO V - PLANO NACIONAL DE REDUÇÃO DE ACIDENTESANEXO V - PLANO NACIONAL DE REDUÇÃO DE ACIDENTES
ANEXO V - PLANO NACIONAL DE REDUÇÃO DE ACIDENTES
 
Código de transito brasileiro
Código de transito brasileiroCódigo de transito brasileiro
Código de transito brasileiro
 
Apostila Transporte Emergencia (Detran)
Apostila Transporte Emergencia (Detran)Apostila Transporte Emergencia (Detran)
Apostila Transporte Emergencia (Detran)
 
Resolução do Contran
Resolução do ContranResolução do Contran
Resolução do Contran
 
código de trânsito brasileiro
código de trânsito brasileiro código de trânsito brasileiro
código de trânsito brasileiro
 
Resolucao166 04
Resolucao166 04Resolucao166 04
Resolucao166 04
 
Direção Defensiva Satélite.pptx
Direção Defensiva Satélite.pptxDireção Defensiva Satélite.pptx
Direção Defensiva Satélite.pptx
 
Mod iv perfil6_slides-no_vf
Mod iv perfil6_slides-no_vfMod iv perfil6_slides-no_vf
Mod iv perfil6_slides-no_vf
 
Mod IVperfil6_slides
Mod IVperfil6_slidesMod IVperfil6_slides
Mod IVperfil6_slides
 
Lei nº 9.503 97 - Código de Trânsito Brasileiro
Lei nº 9.503 97 - Código de Trânsito BrasileiroLei nº 9.503 97 - Código de Trânsito Brasileiro
Lei nº 9.503 97 - Código de Trânsito Brasileiro
 
Competicoes obras-e-eventos-na-via-publica-e-suas-infracoes-de-transito
Competicoes obras-e-eventos-na-via-publica-e-suas-infracoes-de-transitoCompeticoes obras-e-eventos-na-via-publica-e-suas-infracoes-de-transito
Competicoes obras-e-eventos-na-via-publica-e-suas-infracoes-de-transito
 
Parecer restrição de veículos
Parecer restrição de veículosParecer restrição de veículos
Parecer restrição de veículos
 
parecer_restriçãoveiculos_recife_camara
parecer_restriçãoveiculos_recife_camaraparecer_restriçãoveiculos_recife_camara
parecer_restriçãoveiculos_recife_camara
 
Apresentação1 regulamentação profissão
Apresentação1   regulamentação profissãoApresentação1   regulamentação profissão
Apresentação1 regulamentação profissão
 
Apresentação1 regulamentação profissão
Apresentação1   regulamentação profissãoApresentação1   regulamentação profissão
Apresentação1 regulamentação profissão
 
Ctb 2013
Ctb 2013Ctb 2013
Ctb 2013
 

Mais de Marcos Girão

Regimento Interno Câmara Municipal Fortaleza - Parte 1
Regimento Interno Câmara Municipal Fortaleza - Parte 1Regimento Interno Câmara Municipal Fortaleza - Parte 1
Regimento Interno Câmara Municipal Fortaleza - Parte 1Marcos Girão
 
Estatuto do Desarmamento Esquematizado
Estatuto do Desarmamento EsquematizadoEstatuto do Desarmamento Esquematizado
Estatuto do Desarmamento EsquematizadoMarcos Girão
 
Lei 9.654 carreira prf
Lei 9.654 carreira prfLei 9.654 carreira prf
Lei 9.654 carreira prfMarcos Girão
 
Lei Maria da Penha - Esquematizada
Lei Maria da Penha  - EsquematizadaLei Maria da Penha  - Esquematizada
Lei Maria da Penha - EsquematizadaMarcos Girão
 
Lei de Crimes Hediondos Esquematizada
Lei de Crimes Hediondos EsquematizadaLei de Crimes Hediondos Esquematizada
Lei de Crimes Hediondos EsquematizadaMarcos Girão
 
Legislação Penal Especial Esquematizada para PF
Legislação Penal Especial Esquematizada para PFLegislação Penal Especial Esquematizada para PF
Legislação Penal Especial Esquematizada para PFMarcos Girão
 
10 Anos de Lei Seca e o crime do art. 306 do CTB
10 Anos de Lei Seca e o crime do art. 306 do CTB10 Anos de Lei Seca e o crime do art. 306 do CTB
10 Anos de Lei Seca e o crime do art. 306 do CTBMarcos Girão
 
Estatuto da PC PI Esquematizado
Estatuto da PC PI EsquematizadoEstatuto da PC PI Esquematizado
Estatuto da PC PI EsquematizadoMarcos Girão
 
Lei ba Nº 11370 pc ba
Lei ba Nº 11370 pc baLei ba Nº 11370 pc ba
Lei ba Nº 11370 pc baMarcos Girão
 
Lei nº 13.546/2017 e o CTB
Lei nº 13.546/2017 e o CTBLei nº 13.546/2017 e o CTB
Lei nº 13.546/2017 e o CTBMarcos Girão
 
Lce 87 2008 - ORGANIZAÇÃO bÁSICA PMPB
Lce 87 2008  - ORGANIZAÇÃO bÁSICA PMPBLce 87 2008  - ORGANIZAÇÃO bÁSICA PMPB
Lce 87 2008 - ORGANIZAÇÃO bÁSICA PMPBMarcos Girão
 
Estatuto da pmdf 2018 Esquematizado (Parte I)
Estatuto da pmdf 2018 Esquematizado (Parte I)Estatuto da pmdf 2018 Esquematizado (Parte I)
Estatuto da pmdf 2018 Esquematizado (Parte I)Marcos Girão
 
Lei ce nº 13094 01 esquematizada_full
Lei ce nº 13094 01  esquematizada_fullLei ce nº 13094 01  esquematizada_full
Lei ce nº 13094 01 esquematizada_fullMarcos Girão
 
Lei ce nº 13094 01 esquematizada_parte ii
Lei ce nº 13094 01  esquematizada_parte iiLei ce nº 13094 01  esquematizada_parte ii
Lei ce nº 13094 01 esquematizada_parte iiMarcos Girão
 
Lei ce nº 13094 01 esquematizada_parte i
Lei ce nº 13094 01  esquematizada_parte iLei ce nº 13094 01  esquematizada_parte i
Lei ce nº 13094 01 esquematizada_parte iMarcos Girão
 
Decreto CE 25.050 98 esquematizado
Decreto CE 25.050 98   esquematizadoDecreto CE 25.050 98   esquematizado
Decreto CE 25.050 98 esquematizadoMarcos Girão
 

Mais de Marcos Girão (18)

Regimento Interno Câmara Municipal Fortaleza - Parte 1
Regimento Interno Câmara Municipal Fortaleza - Parte 1Regimento Interno Câmara Municipal Fortaleza - Parte 1
Regimento Interno Câmara Municipal Fortaleza - Parte 1
 
Estatuto do Desarmamento Esquematizado
Estatuto do Desarmamento EsquematizadoEstatuto do Desarmamento Esquematizado
Estatuto do Desarmamento Esquematizado
 
Lei 9.654 carreira prf
Lei 9.654 carreira prfLei 9.654 carreira prf
Lei 9.654 carreira prf
 
Lei Maria da Penha - Esquematizada
Lei Maria da Penha  - EsquematizadaLei Maria da Penha  - Esquematizada
Lei Maria da Penha - Esquematizada
 
Lei de Crimes Hediondos Esquematizada
Lei de Crimes Hediondos EsquematizadaLei de Crimes Hediondos Esquematizada
Lei de Crimes Hediondos Esquematizada
 
Legislação Penal Especial Esquematizada para PF
Legislação Penal Especial Esquematizada para PFLegislação Penal Especial Esquematizada para PF
Legislação Penal Especial Esquematizada para PF
 
10 Anos de Lei Seca e o crime do art. 306 do CTB
10 Anos de Lei Seca e o crime do art. 306 do CTB10 Anos de Lei Seca e o crime do art. 306 do CTB
10 Anos de Lei Seca e o crime do art. 306 do CTB
 
Estatuto da PC PI Esquematizado
Estatuto da PC PI EsquematizadoEstatuto da PC PI Esquematizado
Estatuto da PC PI Esquematizado
 
Lei 11370 pc ba 2
Lei 11370 pc ba 2Lei 11370 pc ba 2
Lei 11370 pc ba 2
 
Lei ba Nº 11370 pc ba
Lei ba Nº 11370 pc baLei ba Nº 11370 pc ba
Lei ba Nº 11370 pc ba
 
Lei nº 13.546/2017 e o CTB
Lei nº 13.546/2017 e o CTBLei nº 13.546/2017 e o CTB
Lei nº 13.546/2017 e o CTB
 
Lce 87 2008 - ORGANIZAÇÃO bÁSICA PMPB
Lce 87 2008  - ORGANIZAÇÃO bÁSICA PMPBLce 87 2008  - ORGANIZAÇÃO bÁSICA PMPB
Lce 87 2008 - ORGANIZAÇÃO bÁSICA PMPB
 
Lei 11343
Lei 11343Lei 11343
Lei 11343
 
Estatuto da pmdf 2018 Esquematizado (Parte I)
Estatuto da pmdf 2018 Esquematizado (Parte I)Estatuto da pmdf 2018 Esquematizado (Parte I)
Estatuto da pmdf 2018 Esquematizado (Parte I)
 
Lei ce nº 13094 01 esquematizada_full
Lei ce nº 13094 01  esquematizada_fullLei ce nº 13094 01  esquematizada_full
Lei ce nº 13094 01 esquematizada_full
 
Lei ce nº 13094 01 esquematizada_parte ii
Lei ce nº 13094 01  esquematizada_parte iiLei ce nº 13094 01  esquematizada_parte ii
Lei ce nº 13094 01 esquematizada_parte ii
 
Lei ce nº 13094 01 esquematizada_parte i
Lei ce nº 13094 01  esquematizada_parte iLei ce nº 13094 01  esquematizada_parte i
Lei ce nº 13094 01 esquematizada_parte i
 
Decreto CE 25.050 98 esquematizado
Decreto CE 25.050 98   esquematizadoDecreto CE 25.050 98   esquematizado
Decreto CE 25.050 98 esquematizado
 

Último

COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfalexandrerodriguespk
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...manoelaarmani
 
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdfIntrodução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdfssuser2af87a
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdfalexandrerodriguespk
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdfkeiciany
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...manoelaarmani
 
LDB atualizada 2024 - o que mais cai em concursos da educação
LDB atualizada 2024 - o que mais cai em concursos da educaçãoLDB atualizada 2024 - o que mais cai em concursos da educação
LDB atualizada 2024 - o que mais cai em concursos da educaçãoLucineideDosSantos2
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
SLIDES Lição 6, Recabitas, Exemplo de Obediência, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA ...
SLIDES Lição 6, Recabitas, Exemplo de Obediência, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA ...SLIDES Lição 6, Recabitas, Exemplo de Obediência, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA ...
SLIDES Lição 6, Recabitas, Exemplo de Obediência, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA ...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 7, BETEL, Família, os cuidados com a era digital a com os idosos...
Slides Lição 7, BETEL, Família, os cuidados com a era digital a com os idosos...Slides Lição 7, BETEL, Família, os cuidados com a era digital a com os idosos...
Slides Lição 7, BETEL, Família, os cuidados com a era digital a com os idosos...LuizHenriquedeAlmeid6
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIAHisrelBlog
 
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
LITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 3.ppsx
LITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 3.ppsxLITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 3.ppsx
LITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 3.ppsxrafabebum
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfkeiciany
 
Livro de Português- Santillana.pdf
Livro de Português- Santillana.pdfLivro de Português- Santillana.pdf
Livro de Português- Santillana.pdfDinisOliveira30
 
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...manoelaarmani
 
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docxPLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docxfran50171
 
CURRICULO ed integral.pdf
CURRICULO ed integral.pdfCURRICULO ed integral.pdf
CURRICULO ed integral.pdfdaniele690933
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfkeiciany
 
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...Colaborar Educacional
 

Último (20)

COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
 
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdfIntrodução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
 
LDB atualizada 2024 - o que mais cai em concursos da educação
LDB atualizada 2024 - o que mais cai em concursos da educaçãoLDB atualizada 2024 - o que mais cai em concursos da educação
LDB atualizada 2024 - o que mais cai em concursos da educação
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
SLIDES Lição 6, Recabitas, Exemplo de Obediência, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA ...
SLIDES Lição 6, Recabitas, Exemplo de Obediência, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA ...SLIDES Lição 6, Recabitas, Exemplo de Obediência, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA ...
SLIDES Lição 6, Recabitas, Exemplo de Obediência, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA ...
 
Slides Lição 7, BETEL, Família, os cuidados com a era digital a com os idosos...
Slides Lição 7, BETEL, Família, os cuidados com a era digital a com os idosos...Slides Lição 7, BETEL, Família, os cuidados com a era digital a com os idosos...
Slides Lição 7, BETEL, Família, os cuidados com a era digital a com os idosos...
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
 
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
 
LITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 3.ppsx
LITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 3.ppsxLITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 3.ppsx
LITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 3.ppsx
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
 
Livro de Português- Santillana.pdf
Livro de Português- Santillana.pdfLivro de Português- Santillana.pdf
Livro de Português- Santillana.pdf
 
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
 
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docxPLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
 
CURRICULO ed integral.pdf
CURRICULO ed integral.pdfCURRICULO ed integral.pdf
CURRICULO ed integral.pdf
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
 
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...
 

Questões IDECAN Prof. Margos Girão

  • 1. QUESTÕES IDECAN 2015/2016 LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO 01. [IDECAN - ENG. CIVIL ESPECIAL. TRÂNSITO - SUPERIOR - DETRAN/RO - 2016] O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) apresenta limites de velocidade conforme a tabela apresentada. Assinale a alternativa que apresenta as velocidades faltantes da tabela: vias de trânsito rápido, via arterial e rodovia – ônibus e micro‐ônibus, respectivamente. (A) 80 m/s; 60 m/s; e, 90 m/min. (B) 40 km/h; 30 km/h; e, 30 km/h. (C) 60 km/h; 80 km/h; e, 90 km/h. (D) 80 km/h; 60 km/h; e, 90 km/h. (E) 70 km/h; 40 km/h; e, 100 km/h. 02. [IDECAN - AGENTE DE TRÂNSITO - MÉDIO - PREF. UBATUBA/SP - 2015] “Sr. João, 50 anos, motorista da ambulância SAMU, recebe uma diligência em que uma senhora de 75 anos foi atropelada no centro da cidade e se encontra em estado grave. Ao sair de seu posto, imediatamente liga seu dispositivo de alarme sonoro e iluminação vermelha quando, ao transitar pelas avenidas da cidade, se depara na área de prioridade de passagem na via e no cruzamento.” De acordo com as informações, qual a conduta que João deverá utilizar para manter o devido cuidado de segurança estabelecido no Código de Trânsito Brasileiro?
  • 2. (A) Trafegar em velocidade incompatível com segurança nas proximidades de cruzamento. (B) Reduzir a velocidade, dirigindo normalmente ou parar o veículo com vistas à segurança dos pedestres. (C) Manter a velocidade reduzida e com os devidos cuidados de segurança, obedecidas as demais normas do Código de Trânsito. (D) Demonstrar prudência especial, transitando em velocidade moderada, de forma que possa deter seu veículo com segurança para dar passagem a pedestre e a veículos maiores, conforme previsto no Código de Trânsito. 03. [IDECAN - AGENTE DE TRÂNSITO - MÉDIO - PREF. UBATUBA/SP - 2015] Conforme art. 5º da Lei Federal nº 9.503/1997 (Código de Trânsito Brasileiro), o Sistema Nacional de Trânsito é o conjunto de órgãos e entidades da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios que tem por finalidade o exercício das atividades de planejamento, administração, normatização, pesquisa, registro e licenciamento de veículos, formação, habilitação e reciclagem de condutores, educação, engenharia, operação do sistema viário, policiamento, fiscalização, julgamento de infrações e de recursos e aplicação de penalidades. Em relação aos objetivos básicos do Sistema Nacional de Trânsito, analise as afirmativas. I. Fixar, mediante normas e procedimentos, a padronização de critérios técnicos, financeiros e administrativos para a execução das atividades de trânsito. II. Estabelecer a sistemática de fluxos permanentes de informações entre os seus diversos órgãos e entidades, a fim de facilitar o processo decisório e a integração do sistema. III. Estabelecer diretrizes da Política Nacional de Trânsito, com vistas à segurança, à fluidez, ao conforto, à defesa ambiental e à educação para o trânsito e fiscalizar seu cumprimento. Está(ão) correta(s) a(s) afirmativa(s) (A) I, II e III. (B) I, apenas. (C) I e II, apenas. (D) II e III, apenas.
  • 3. 04. [IDECAN - AGENTE DE TRÂNSITO - MÉDIO - PREF. UBATUBA/SP - 2015] De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, as infrações de trânsito são classificadas em quatro categorias. Relacione adequadamente as infrações com o tipo de conduta infracionária. 1. Leve. 2. Média. 3. Grave. 4. Gravíssima. ( ) Transportar crianças em veículo automotor sem observância das normas de segurança especiais estabelecidas no Código de Trânsito. ( ) Dirigir ameaçando os pedestres que estejam atravessando a via pública ou os demais veículos. ( ) Dirigir sem atenção ou sem os cuidados indispensáveis à segurança. ( ) Deixar o condutor de prestar socorro à vítima de acidente de trânsito quando solicitado pela autoridade e seus agentes. ( ) Deixar o condutor, envolvido em acidente sem vítima, de adotar providências para remover o veículo do local, quando necessária tal medida para assegurar a segurança e a fluidez do trânsito. A sequência está correta em (A) 2, 1, 4, 2, 3. (B) 4, 3, 2, 1, 1. (C) 4, 4, 1, 3, 2. (D) 2, 3, 4, 4, 1. 05. [IDECAN - AGENTE DE TRÂNSITO - MÉDIO - PREF. UBATUBA/SP - 2015] A educação para o trânsito é direito de todos e constitui dever prioritário para os componentes do Sistema Nacional de Trânsito. Sobre a educação para o trânsito, conforme exposto na Lei Federal nº 9.503/1997 (Código de Trânsito Brasileiro), é correto afirmar que (A) toda peça publicitária destinada à divulgação ou promoção, nos meios de comunicação social, de produto oriundo da indústria automobilística ou afim, não será obrigatório mensagem educativa de trânsito a ser conjuntamente veiculada. (B) no âmbito da educação para o trânsito caberá ao Ministério da Educação e Fazenda, mediante proposta do CONTRAN, estabelecer campanha nacional, esclarecendo condutas a serem seguidas nos primeiros socorros em caso de acidente de trânsito.
  • 4. (C) a educação para o trânsito será promovida nas escolas de 2º e 3º graus, por meio de planejamento e ações coordenadas entre os órgãos e entidades do Sistema Nacional de Trânsito e de Educação, da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, nas respectivas áreas de atuação. (D) o CONTRAN estabelecerá, anualmente, os temas e os cronogramas das campanhas de âmbito nacional que deverão ser promovidas por todos os órgãos ou entidades do Sistema Nacional de Trânsito, em especial, nos períodos referentes às férias escolares, feriados prolongados e à Semana Nacional de Trânsito. LEGISLAÇÃO ESPECÍFICA (semelhante ao conteúdo da Legislação Pertinente ao CBMDF) 06. [IDECAN - FISCAL - SUPERIOR - PREF. ALÉM PARAÍBA/MG - 2016] Meio ambiente é o conjunto de condições, leis, influências e interações de ordem física, química e biológica, que permite, abriga e rege a vida em todas as suas formas. Com base na Política Nacional do Meio Ambiente – Lei nº 6.938/1981, o meio ambiente pode sofrer alterações e degradações. No Art. 4º, a Política Nacional do Meio Ambiente visa alguns objetivos, EXCETO: (A) Desenvolvimento de pesquisas e de tecnologias nacionais orientadas para o uso racional de recursos ambientais. (B) Compatibilização do desenvolvimento econômico-social com a preservação da qualidade do meio ambiente e do equilíbrio ecológico. (C) Definição de áreas prioritárias de ação governamental relativa à qualidade e ao equilíbrio ecológico, atendendo aos interesses reservados à União, aos Estados e dos Municípios. (D) Imposição, ao poluidor e ao predador, da obrigação de recuperar e/ou indenizar os danos causados e, ao usuário, da contribuição pela utilização de recursos ambientais com fins econômicos. 07. [IDECAN - FISCAL - SUPERIOR - PREF. ALÉM PARAÍBA/MG - 2016] São instrumentos da Política Nacional do Meio Ambiente – Lei nº 6.938/1981, EXCETO: (A) Estabelecimento de padrões de qualidade ambiental. (B) Cadastro Técnico Federal de Atividades e Instrumentos de Defesa Ambiental. (C) Competência supletiva de delegação aos Estados, o licenciamento de atividade com significativo impacto ambiental de âmbito regional.
  • 5. (D) Incentivos à produção e instalação de equipamentos e a criação ou absorção de tecnologia, voltados para a melhoria da qualidade ambiental. 08. [IDECAN - FISCAL - SUPERIOR - PREF. ALÉM PARAÍBA/MG - 2016] A Lei da Política Nacional do Meio Ambiente estruturou o Sistema Nacional do Meio Ambiente com os órgãos formadores. Constituído por órgãos e entidades da União, dos Estados, do Distrito Federal, dos Municípios e pelas fundações instituídas pelo Poder Público, o Sistema Nacional do Meio Ambiente (Sisnama) tem como responsabilidade que esses órgãos protejam e proporcionem a melhoria da qualidade ambiental, EXCETO: (A) Órgão Consultivo e Deliberativo: o Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA). (B) Órgão Superior: a Secretaria do Meio Ambiente da Presidência da República (SEMAM/PR). (C) Órgão Executor: o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA). (D) Órgãos Locais: os órgãos ou entidades municipais responsáveis pelo controle e fiscalização das atividades referidas no inciso anterior, nas suas respectivas jurisdições. 09. [IDECAN - PROCURADOR - SUPERIOR - PREF. RIO POMBA/MG - 2015] Em relação à ética profissional do advogado, nos termos da Lei nº 8.906/1994, há incompatibilidade de atividades ou são impedidos de exercer a advocacia, EXCETO: (A) Os docentes de cursos jurídicos de instituições de ensino públicas. (B) Os servidores da administração direta contra a Fazenda Pública que os remunere. (C) Os membros do Poder Legislativo contra ou a favor da pessoa jurídica de direito público. (D) Os ocupantes de cargos ou funções que tenham competência de arrecadação de tributos. 10. [IDECAN - AGENTE FISCAL AMBIENTAL - SUPERIOR - PREF. RIO NOVO DO SUL/ES - 2015] De acordo com a Resolução nº 237 de 19 de dezembro de 1997, são licenças ambientais, EXCETO:
  • 6. (A) Licença prévia. (B) Licença de operação. (C) Licença de instalação. (D) Licença de recuperação. FÍSICA 11. [IDECAN - PROFESSOR FÍSICA - SUPERIOR - SEARH- SEEC/RN - 2016] Um veículo para ir de um ponto A até um ponto B efetuou a trajetória representada a seguir mantendo um movimento uniforme durante todo esse trajeto. A aceleração resultante nesse movimento é: (A) Nula. (B) Crescente. (C) Decrescente. (D) Constante e diferente de zero. 12. [IDECAN - PROFESSOR FÍSICA - SUPERIOR - SEARH- SEEC/RN - 2016] Em uma residência, durante um intervalo de 30 dias, o forno de micro‐ondas não foi utilizado, porém foi mantido ligado na tomada, operando em ‘stand‐by’ com uma potência de 5 W. O consumo de energia desse micro‐ondas no
  • 7. período considerado é equivalente ao consumo de uma lâmpada de 60 W que permanece ligada sem interrupção por: (A) 9 horas. (B) 27 horas. (C) 48 horas. (D) 60 horas. 13. [IDECAN - PROFESSOR FÍSICA - SUPERIOR - SEARH- SEEC/RN - 2016] Um carrinho desce do repouso do ponto A em direção ao ponto C em uma montanha russa conforme indicado na figura a seguir. Se a velocidade do carrinho ao passar pelo ponto C é de 8 m/s e entre os pontos A e C há uma perda de 4,5 . 103J em sua energia mecânica, então a massa desse carrinho é de: (A) 200 kg. (B) 250 kg. (C) 350 kg. (D) 400 kg. QUIMICA 14. [IDECAN - PROFESSOR QUÍMICA - SUPERIOR - COLÉGIO PEDRO II - 2016] “O alvaiade é um pó branco usado pelos palhaços para deixar o rosto bem branco. Esse pó é o óxido de zinco, que é quimicamente classificado como um óxido ______________ porque, ao reagir com solução de ácido sulfúrico forma o sal __________________ e, ao reagir com soda cáustica aquosa, produz o _______________.” Assinale a alternativa que apresentam os termos e/ou fórmulas que preenchem corretamente afirmativa anterior. (A) anfótero / sulfato de zinco / Na2ZnO2 (B) anfótero / sulfato de zinco II / Na2ZnO2
  • 8. (C) básico / hidróxido de zinco / Na2Zn(OH)2 (D) básico / sulfato de zinco II / Na2Zn(OH)2 15. [IDECAN - PROFESSOR QUÍMICA - SUPERIOR - COLÉGIO PEDRO II - 2016] Uma indústria metalúrgica, para analisar o teor de ferro em uma de suas peças, procedeu da seguinte forma: Pesou uma amostra de 0,6 g desta peça, converteu todo o ferro presente em íons Fe2+ (aq) e titulou com uma solução de permanganato de potássio de concentração 0,01 mol.L–1, consumindo 22 mL dessa solução. Qual o teor de ferro, aproximadamente, em % massa, presente na peça analisada? (A) 0,4. (B) 2,1. (C) 10,0. (D) 12,3. 16. [IDECAN - PROFESSOR QUÍMICA - SUPERIOR - COLÉGIO PEDRO II - 2016] Quando se estudam as diferentes classes de compostos inorgânicos mais comuns, percebe‐se que podem ser obtidas em um laboratório de química sem necessidade de aparatos complexos. Como exemplos, abaixo seguem propostas de algumas reações de obtenção de óxidos, ácidos, bases e sais:
  • 9. Das possibilidades de reações químicas apresentadas anteriormente, estão quimicamente corretas, de acordo com os processos de síntese e reatividade dos compostos inorgânicos, apenas (A) II, IV, V. (B) II, III, V. (C) I, V, VI. (D) I, II, VI. MATEMÁTICA 17. [IDECAN - FISCAL - SUPERIOR - PREF. ALÉM PARAÍBA/MG - 2016] Numa certa tarde Rodrigo foi a uma biblioteca estudar. Considere que ele chegou à biblioteca às 14 horas e do tempo que lá passou gastou um quarto estudando português, dois terços estudando matemática e um terço do tempo restante gastou efetuando uma pesquisa na internet, sendo que antes de sair da biblioteca ainda ficou 12 minutos lendo algumas revistas. Que horas Rodrigo saiu da biblioteca? (A) 16 horas e 42 minutos. (B) 17 horas e 36 minutos. (C) 17 horas e 48 minutos. (D) 17 horas e 54 minutos. 18. [IDECAN - FISCAL - SUPERIOR - PREF. ALÉM PARAÍBA/MG - 2016] Numa vídeolocadora estão disponíveis nove lançamentos de filmes nacionais sendo cinco comédias e quatro dramas. Quantas opções tem um cliente dessa locadora que deseja alugar três desses lançamentos sendo que pelo menos um deles seja uma comédia? (A) 30. (B) 35. (C) 42. (D) 48.
  • 10. 19. [IDECAN - FISCAL - SUPERIOR - PREF. ALÉM PARAÍBA/MG - 2016] Um carro para percorrer uma distância 192 km consumiu 16 litros de combustível. Quantos litros de combustível esse carro teria consumido a mais se o percurso tivesse 288 km? (A) 6. (B) 8. (C) 10. (D) 12. INFORMÁTICA 20. [IDECAN - FISCAL DE TRIBUSTOS MUNICIPAIS - SUPERIOR - PREF. MARILÂNDIA/ES - 2016] Considere a seguinte descrição sobre determinado componente de hardware ofertado no mercado. Baseado nas informações expostas no anúncio anterior, é correto afirmar que o componente de hardware em questão é: (A) Disco Rígido. (B) Processador. (C) Memória RAM. (D) Memória ROM. 21. [IDECAN - FISCAL DE TRIBUSTOS MUNICIPAIS - SUPERIOR - PREF. MARILÂNDIA/ES - 2016] Considere a imagem a seguir obtida do editor de texto Microsoft Office Word 2007 (configuração padrão).
  • 11. Esta opção está contida na guia Início do aplicativo em questão e é utilizada para: (A) Alterar o estilo do texto. (B) Alterar as margens do texto. (C) Adicionar comentários a um texto. (D) Localizar uma palavra em um texto.