SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL
Densidade populacional no Mundo (estimativa para 2015)
A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL
Densidade populacional no Mundo (estimativa para 2015)
Em latitude, o hemisfério
norte é o mais
densamente povoado,
sobretudo entre os 20º e
os 60º de latitude norte.
A Europa é o continente
mais densamente
povoado, seguido da
Ásia, apesar deste ser o
continente mais
populoso.
Nos continentes, as
faixas costeiras,
geralmente apresentam
uma maior densidade
populacional do que o
interior.
A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL
A POPULAÇÃO MUNDIAL REVELA UMA DISTRIBUIÇÃO DESIGUAL
Áreas de grande densidade
populacional
FOCOS POPULACIONAIS
- Ásia Oriental.
- Ásia Meridional.
- Europa Central e Ocidental.
- Nordeste dos Estados Unidos
da América.
Áreas de fraca densidade
populacional
VAZIOS HUMANOS
- Desertos Quentes.
- Regiões Polares e Subpolares.
- Florestas Equatoriais.
- Cadeias montanhosas.
Densidade Populacional – número de habitantes
por unidade de superfície (km2).
2Pop. Absoluta
DP / km
Superfície
hab 
A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL
FOCOS POPULACIONAIS
FOCOS PRINCIPAIS
Ásia
Oriental
Ásia
Meridional
Europa
Ocidental e
Central
Nordeste dos
E. U. A.
FOCOS SECUNDÁRIOS
África
Vale do
Nilo
Golfo da
Guiné
Litoral do
Magreb
América
do Sul
Sudeste
do Brasil
Nordeste
da
Argentina
FOCOS POPULACIONAIS E VAZIOS HUMANOS
A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL
Fatores naturais
Clima
Relevo
Solos
Fatores humanos
Atividades
económicas
Mobilidade
da população
Acessibilidade
Fatores
históricos
FATORES QUE CONDICIONAM A DENSIDADE POPULACIONAL
A repartição da população mundial está associada à inter-relação de
um conjunto de fatores de ordem natural e humana.
A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL
I – Focos Populacionais no globo
1
2
3
4
1 – Ásia Oriental
2 – Ásia Meridional
3 – Europa Ocidental e Central
4 – Nordeste dos EUA
A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL
• Clima favorável: temperaturas elevados e precipitações
abundantes, o que favorece o desenvolvimento da
rizicultura (o arroz é a base da alimentação).
• Elevada fertilidade dos solos.
• Prática de uma agricultura tradicional.
• Elevadas taxas de crescimento natural.
• Presença de antigas civilizações.
1 - ÁSIA ORIENTAL
2 - ÁSIA MERIDIONAL
1
2
3
4
I – Focos Populacionais: fatores atrativos
1 – Ásia Oriental
2 – Ásia Meridional
3 – Europa Ocidental
e Central
4 – Nordeste dos
EUA
A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL
1
2
3
4
• Elevada industrialização e terciarização.
• Elevada urbanização.
• Existência de uma densa rede de transportes.
• Predomínio de climas temperados.
3 – Europa
Ocidental e
Central.
I – Focos Populacionais: fatores atrativos
A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL
• Elevada urbanização e industriaçização, que remonta aos
séc. XIX e XX, associada ao facto de ter sido a primeira
região a ser colonizada.
• Elevada imigração, resultante da elevada oferta de
emprego na indústria e serviços.
4 – Nordeste
dos E. U. A.
1
2
3
4
I – Focos Populacionais: fatores atrativos
A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL
1
2
3
4
I – Focos Populacionais: fatores atrativos
• Aumento da taxa bruta de natalidade devido à emigração
o que atenua a baixa taxa de crescimento natural.
• Existência de uma densa rede de transportes.
• Predomínio de climas temperados.
• Existência de solos férteis e de vastas áreas de planície
que favorecem a agricultura moderna.
• Grande riqueza do subsolo.
4 – Nordeste
dos E. U. A.
A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL
II – Vazios Humanos no globo
A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL
II – Vazios Humanos: fatores repulsivos
• Clima frio e seco, com temperaturas médias anuais muito
baixas e escassa precipitação. Nas regiões subpolares,
onde a precipitação é algo mais elevada, esta ocorre sob a
forma de neve.
1 – Regiões
Polares e
Subpolares
(Latitudes elevadas)
A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL
II – Vazios Humanos: fatores repulsivos
• Solo gelado durante todo ou quase todo o ano, o que não
favorece o desenvolvimento da vegetação e a prática
agrícola.
• Inverno longo e ausência de iluminação solar, durante
parte do ano.
1 – Regiões
Polares e
Subpolares
(Latitudes elevadas)
A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL
II – Vazios Humanos: fatores repulsivos
• Clima quente e seco, caraterizado por elevadas
temperaturas médias anuais.
• Elevada amplitude térmica diurna e escassa precipitação.
• Solos muito pobres, pedregosos, com afloramentos de
rocha nua ou de areia.
2 – Desertos
Quentes
(Latitudes dos Trópicos)
A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL
II – Vazios Humanos: fatores repulsivos
• Clima quente e húmido, caracterizado por elevadas
temperaturas médias anuais, fracas amplitudes térmicas.
• Precipitações abundantes, o que favorece o
desenvolvimento de vegetação muito densa.
3 – Florestas
Equatoriais
(Latitudes próximas do
equador)
A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL
II – Vazios Humanos: fatores repulsivos
• Fraca iluminação solar junto ao solo.
• Ambiente muito quente e húmido, propício à proliferação
de insetos e bactérias, responsáveis pela propagação de
doenças como a malária ou a febre amarela.
• Elevada erosão dos solos nas áreas vítimas da
desflorestação.
3 – Florestas
Equatoriais
(Latitudes próximas do
equador)
A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL
II – Vazios Humanos: fatores repulsivos
• Clima rigoroso, caracterizado por baixas temperaturas
médias anuais e queda de neve frequente.
• Diminuição do oxigénio em altitude.
• Solos pobres e pedregosos e elevados declives, que
dificultam a agricultura e a construção de vias de
comunicação.
4 – Cordilheiras
montanhosas
Distribuição Mundial da População

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Politicas Demográficas em Portugal
Politicas Demográficas em PortugalPoliticas Demográficas em Portugal
Politicas Demográficas em PortugalGeografia .
 
5 indicadores demográficos
5  indicadores demográficos5  indicadores demográficos
5 indicadores demográficosMayjö .
 
Evolução da população mundial
Evolução da população mundialEvolução da população mundial
Evolução da população mundialANAMSIGOT
 
Formas do litoral
Formas do litoralFormas do litoral
Formas do litoralTiago Lobao
 
Concentraç vazios humanos_2esrp
Concentraç vazios humanos_2esrpConcentraç vazios humanos_2esrp
Concentraç vazios humanos_2esrpGeografias Geo
 
Envelhecimento em Portugal
Envelhecimento em PortugalEnvelhecimento em Portugal
Envelhecimento em PortugalIdalina Leite
 
Conceitos subsolo 10ºse
Conceitos subsolo 10ºseConceitos subsolo 10ºse
Conceitos subsolo 10ºsemariajosantos
 
A Crise do Séc. XIV
A Crise do Séc. XIVA Crise do Séc. XIV
A Crise do Séc. XIVCarlos Vieira
 
Distribuição mundial da população
Distribuição mundial da população Distribuição mundial da população
Distribuição mundial da população Paula Melo
 
Geografia A - 10º/11º Ano
Geografia A - 10º/11º AnoGeografia A - 10º/11º Ano
Geografia A - 10º/11º AnoHneves
 
Power point a união europeia passo a passo
Power point a  união europeia passo a passoPower point a  união europeia passo a passo
Power point a união europeia passo a passogeostuart7
 

Mais procurados (20)

A Pesca
A PescaA Pesca
A Pesca
 
Politicas Demográficas em Portugal
Politicas Demográficas em PortugalPoliticas Demográficas em Portugal
Politicas Demográficas em Portugal
 
Resumos 8 ano
Resumos 8 anoResumos 8 ano
Resumos 8 ano
 
5 indicadores demográficos
5  indicadores demográficos5  indicadores demográficos
5 indicadores demográficos
 
A rede hidrográfica
A rede hidrográficaA rede hidrográfica
A rede hidrográfica
 
A Agricultura
A AgriculturaA Agricultura
A Agricultura
 
Evolução da população mundial
Evolução da população mundialEvolução da população mundial
Evolução da população mundial
 
Aula 3 - fluxos migratórios
Aula 3 -  fluxos migratóriosAula 3 -  fluxos migratórios
Aula 3 - fluxos migratórios
 
Migrações
MigraçõesMigrações
Migrações
 
Formas do litoral
Formas do litoralFormas do litoral
Formas do litoral
 
Concentraç vazios humanos_2esrp
Concentraç vazios humanos_2esrpConcentraç vazios humanos_2esrp
Concentraç vazios humanos_2esrp
 
Envelhecimento em Portugal
Envelhecimento em PortugalEnvelhecimento em Portugal
Envelhecimento em Portugal
 
Conceitos subsolo 10ºse
Conceitos subsolo 10ºseConceitos subsolo 10ºse
Conceitos subsolo 10ºse
 
A Crise do Séc. XIV
A Crise do Séc. XIVA Crise do Séc. XIV
A Crise do Séc. XIV
 
Distribuição mundial da população
Distribuição mundial da população Distribuição mundial da população
Distribuição mundial da população
 
Europa
EuropaEuropa
Europa
 
Características da agricultura portuguesa
Características da agricultura portuguesaCaracterísticas da agricultura portuguesa
Características da agricultura portuguesa
 
Geografia A - 10º/11º Ano
Geografia A - 10º/11º AnoGeografia A - 10º/11º Ano
Geografia A - 10º/11º Ano
 
Clima Em Portugal
Clima Em PortugalClima Em Portugal
Clima Em Portugal
 
Power point a união europeia passo a passo
Power point a  união europeia passo a passoPower point a  união europeia passo a passo
Power point a união europeia passo a passo
 

Destaque

DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO
DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO
DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO abarros
 
Slides população (1)
Slides população (1)Slides população (1)
Slides população (1)terceirob
 
Desigualdades Sociais
Desigualdades SociaisDesigualdades Sociais
Desigualdades Sociaismauriciotimm
 
18 03 estrutura geologica do brasil
18 03 estrutura geologica do brasil18 03 estrutura geologica do brasil
18 03 estrutura geologica do brasilFernanda Lopes
 
Clima, tempo e vegetação 6º ano, Ensino Fundamental II
Clima, tempo e vegetação 6º ano, Ensino Fundamental IIClima, tempo e vegetação 6º ano, Ensino Fundamental II
Clima, tempo e vegetação 6º ano, Ensino Fundamental IIJaciane Anizio
 
A População Portuguesa 2º Ano
A População Portuguesa   2º AnoA População Portuguesa   2º Ano
A População Portuguesa 2º Anoabarros
 
Modelo DemográFico Dos PaíSes Em Desenvolvidos E Em Desenvolvimento
Modelo DemográFico Dos PaíSes Em Desenvolvidos E Em DesenvolvimentoModelo DemográFico Dos PaíSes Em Desenvolvidos E Em Desenvolvimento
Modelo DemográFico Dos PaíSes Em Desenvolvidos E Em Desenvolvimento8ºC
 
Os contrastes demográficos entre paises desenvolvidos em desenvolvimento
Os contrastes demográficos entre paises desenvolvidos em desenvolvimentoOs contrastes demográficos entre paises desenvolvidos em desenvolvimento
Os contrastes demográficos entre paises desenvolvidos em desenvolvimentoGabriel Cristiano
 
Grandes concentrações e grandes vazios humanos trabalho de geografia, iva l...
Grandes concentrações e grandes vazios humanos   trabalho de geografia, iva l...Grandes concentrações e grandes vazios humanos   trabalho de geografia, iva l...
Grandes concentrações e grandes vazios humanos trabalho de geografia, iva l...Iva Leão
 
Distribuição população
Distribuição populaçãoDistribuição população
Distribuição populaçãoPocarolas
 
Transição demográfica
Transição demográficaTransição demográfica
Transição demográficaunesp
 
O Aquecimento Global e o Efeito estufa
O Aquecimento Global e o Efeito estufaO Aquecimento Global e o Efeito estufa
O Aquecimento Global e o Efeito estufatiagofl
 
Evolução da população portuguesa
Evolução da população portuguesaEvolução da população portuguesa
Evolução da população portuguesaIlda Bicacro
 
Aquecimento Global
Aquecimento  GlobalAquecimento  Global
Aquecimento GlobalPdrs
 

Destaque (20)

DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO
DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO
DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO
 
Slides população (1)
Slides população (1)Slides população (1)
Slides população (1)
 
Desigualdades Sociais
Desigualdades SociaisDesigualdades Sociais
Desigualdades Sociais
 
Ventanas De Austria Proverbios
Ventanas De Austria ProverbiosVentanas De Austria Proverbios
Ventanas De Austria Proverbios
 
Geo populaçao
Geo populaçaoGeo populaçao
Geo populaçao
 
18 03 estrutura geologica do brasil
18 03 estrutura geologica do brasil18 03 estrutura geologica do brasil
18 03 estrutura geologica do brasil
 
Tipos de clima
Tipos de climaTipos de clima
Tipos de clima
 
Clima, tempo e vegetação 6º ano, Ensino Fundamental II
Clima, tempo e vegetação 6º ano, Ensino Fundamental IIClima, tempo e vegetação 6º ano, Ensino Fundamental II
Clima, tempo e vegetação 6º ano, Ensino Fundamental II
 
Aula 2. populacao e povoamento
Aula 2. populacao e povoamentoAula 2. populacao e povoamento
Aula 2. populacao e povoamento
 
A População Portuguesa 2º Ano
A População Portuguesa   2º AnoA População Portuguesa   2º Ano
A População Portuguesa 2º Ano
 
Modelo Demográfico - GEOGRAFIA
Modelo Demográfico - GEOGRAFIAModelo Demográfico - GEOGRAFIA
Modelo Demográfico - GEOGRAFIA
 
Modelo DemográFico Dos PaíSes Em Desenvolvidos E Em Desenvolvimento
Modelo DemográFico Dos PaíSes Em Desenvolvidos E Em DesenvolvimentoModelo DemográFico Dos PaíSes Em Desenvolvidos E Em Desenvolvimento
Modelo DemográFico Dos PaíSes Em Desenvolvidos E Em Desenvolvimento
 
Os contrastes demográficos entre paises desenvolvidos em desenvolvimento
Os contrastes demográficos entre paises desenvolvidos em desenvolvimentoOs contrastes demográficos entre paises desenvolvidos em desenvolvimento
Os contrastes demográficos entre paises desenvolvidos em desenvolvimento
 
Grandes concentrações e grandes vazios humanos trabalho de geografia, iva l...
Grandes concentrações e grandes vazios humanos   trabalho de geografia, iva l...Grandes concentrações e grandes vazios humanos   trabalho de geografia, iva l...
Grandes concentrações e grandes vazios humanos trabalho de geografia, iva l...
 
Distribuição população
Distribuição populaçãoDistribuição população
Distribuição população
 
Transição demográfica
Transição demográficaTransição demográfica
Transição demográfica
 
O Aquecimento Global e o Efeito estufa
O Aquecimento Global e o Efeito estufaO Aquecimento Global e o Efeito estufa
O Aquecimento Global e o Efeito estufa
 
Geografia brasil população
Geografia   brasil populaçãoGeografia   brasil população
Geografia brasil população
 
Evolução da população portuguesa
Evolução da população portuguesaEvolução da população portuguesa
Evolução da população portuguesa
 
Aquecimento Global
Aquecimento  GlobalAquecimento  Global
Aquecimento Global
 

Semelhante a Distribuição Mundial da População

Distribuição da Pop. Mundial.pdf
Distribuição da Pop. Mundial.pdfDistribuição da Pop. Mundial.pdf
Distribuição da Pop. Mundial.pdfLeonorEstevesFarinha
 
13 distribuição da população.ppt trabalho geografia
13 distribuição da população.ppt trabalho geografia13 distribuição da população.ppt trabalho geografia
13 distribuição da população.ppt trabalho geografiaGuida Luis
 
1 distribuição da população e factores . 8º ano
1  distribuição da população e factores . 8º ano1  distribuição da população e factores . 8º ano
1 distribuição da população e factores . 8º anoEscola
 
Distribuição população
Distribuição populaçãoDistribuição população
Distribuição populaçãoPocarolas
 
Distribuicao da populacao no mundo
Distribuicao da populacao no mundoDistribuicao da populacao no mundo
Distribuicao da populacao no mundoFlavio Mendes
 
Distribuição da população mundial
Distribuição da população mundialDistribuição da população mundial
Distribuição da população mundialPedro Damião
 
4-a-distribuic3a7c3a3o-da-populac3a7c3a3o-a-nc3advel-mundial.pptx
4-a-distribuic3a7c3a3o-da-populac3a7c3a3o-a-nc3advel-mundial.pptx4-a-distribuic3a7c3a3o-da-populac3a7c3a3o-a-nc3advel-mundial.pptx
4-a-distribuic3a7c3a3o-da-populac3a7c3a3o-a-nc3advel-mundial.pptxssuser660acd
 
1 distribuição da população
1  distribuição da população1  distribuição da população
1 distribuição da populaçãoMayjö .
 
Resumo norte
Resumo norteResumo norte
Resumo norteCBM
 
Oceania E Antartida
Oceania E AntartidaOceania E Antartida
Oceania E Antartidaaroudus
 
Geografia - Europa, Estados Unidos, Canadá e América Latina
Geografia -  Europa, Estados Unidos, Canadá e América LatinaGeografia -  Europa, Estados Unidos, Canadá e América Latina
Geografia - Europa, Estados Unidos, Canadá e América LatinaThais Rodrigues
 
America anglo saxonica
America anglo saxonicaAmerica anglo saxonica
America anglo saxonicaArone Marrão
 
Os continentes e ilhas - Copia.pptx
Os  continentes e ilhas - Copia.pptxOs  continentes e ilhas - Copia.pptx
Os continentes e ilhas - Copia.pptxRicardo Diniz campos
 
ÁFrica Resumo
ÁFrica ResumoÁFrica Resumo
ÁFrica Resumoaroudus
 

Semelhante a Distribuição Mundial da População (20)

Distribuição da Pop. Mundial.pdf
Distribuição da Pop. Mundial.pdfDistribuição da Pop. Mundial.pdf
Distribuição da Pop. Mundial.pdf
 
13 distribuição da população.ppt trabalho geografia
13 distribuição da população.ppt trabalho geografia13 distribuição da população.ppt trabalho geografia
13 distribuição da população.ppt trabalho geografia
 
1 distribuição da população e factores . 8º ano
1  distribuição da população e factores . 8º ano1  distribuição da população e factores . 8º ano
1 distribuição da população e factores . 8º ano
 
Distribuição população
Distribuição populaçãoDistribuição população
Distribuição população
 
Distribuicao da populacao no mundo
Distribuicao da populacao no mundoDistribuicao da populacao no mundo
Distribuicao da populacao no mundo
 
Distribuição da população mundial
Distribuição da população mundialDistribuição da população mundial
Distribuição da população mundial
 
Geografia registos
Geografia registosGeografia registos
Geografia registos
 
4-a-distribuic3a7c3a3o-da-populac3a7c3a3o-a-nc3advel-mundial.pptx
4-a-distribuic3a7c3a3o-da-populac3a7c3a3o-a-nc3advel-mundial.pptx4-a-distribuic3a7c3a3o-da-populac3a7c3a3o-a-nc3advel-mundial.pptx
4-a-distribuic3a7c3a3o-da-populac3a7c3a3o-a-nc3advel-mundial.pptx
 
1 distribuição da população
1  distribuição da população1  distribuição da população
1 distribuição da população
 
1317 24 10_2012_arquivo
1317 24 10_2012_arquivo1317 24 10_2012_arquivo
1317 24 10_2012_arquivo
 
Resumo norte
Resumo norteResumo norte
Resumo norte
 
Oceania E Antartida
Oceania E AntartidaOceania E Antartida
Oceania E Antartida
 
Geografia
GeografiaGeografia
Geografia
 
Terras emersas
Terras emersasTerras emersas
Terras emersas
 
Geografia - Europa, Estados Unidos, Canadá e América Latina
Geografia -  Europa, Estados Unidos, Canadá e América LatinaGeografia -  Europa, Estados Unidos, Canadá e América Latina
Geografia - Europa, Estados Unidos, Canadá e América Latina
 
OCEANIA.pdf
OCEANIA.pdfOCEANIA.pdf
OCEANIA.pdf
 
America anglo saxonica
America anglo saxonicaAmerica anglo saxonica
America anglo saxonica
 
Região Sudeste do Brasil
Região Sudeste do BrasilRegião Sudeste do Brasil
Região Sudeste do Brasil
 
Os continentes e ilhas - Copia.pptx
Os  continentes e ilhas - Copia.pptxOs  continentes e ilhas - Copia.pptx
Os continentes e ilhas - Copia.pptx
 
ÁFrica Resumo
ÁFrica ResumoÁFrica Resumo
ÁFrica Resumo
 

Mais de Geografia .

Contrastes de Desenvolvimento e Soluções
Contrastes de Desenvolvimento e SoluçõesContrastes de Desenvolvimento e Soluções
Contrastes de Desenvolvimento e SoluçõesGeografia .
 
Tipos de Turismo
Tipos de TurismoTipos de Turismo
Tipos de TurismoGeografia .
 
Indicadores de Desenvolvimento
Indicadores de DesenvolvimentoIndicadores de Desenvolvimento
Indicadores de DesenvolvimentoGeografia .
 
Impactes do Turismo
Impactes do TurismoImpactes do Turismo
Impactes do TurismoGeografia .
 
Fatores de Localização Industrial
Fatores de Localização IndustrialFatores de Localização Industrial
Fatores de Localização IndustrialGeografia .
 
Transportes e Telecomunicações
Transportes e TelecomunicaçõesTransportes e Telecomunicações
Transportes e TelecomunicaçõesGeografia .
 
Serviços e Turismo
Serviços e TurismoServiços e Turismo
Serviços e TurismoGeografia .
 
Medir o Desenvolvimento Humano
Medir o Desenvolvimento HumanoMedir o Desenvolvimento Humano
Medir o Desenvolvimento HumanoGeografia .
 
Fatores de Localização Industrial
Fatores de Localização IndustrialFatores de Localização Industrial
Fatores de Localização IndustrialGeografia .
 
Estrutura Etária da População
Estrutura Etária da PopulaçãoEstrutura Etária da População
Estrutura Etária da PopulaçãoGeografia .
 

Mais de Geografia . (16)

Contrastes de Desenvolvimento e Soluções
Contrastes de Desenvolvimento e SoluçõesContrastes de Desenvolvimento e Soluções
Contrastes de Desenvolvimento e Soluções
 
Tipos de Turismo
Tipos de TurismoTipos de Turismo
Tipos de Turismo
 
Indicadores de Desenvolvimento
Indicadores de DesenvolvimentoIndicadores de Desenvolvimento
Indicadores de Desenvolvimento
 
Impactes do Turismo
Impactes do TurismoImpactes do Turismo
Impactes do Turismo
 
Fatores de Localização Industrial
Fatores de Localização IndustrialFatores de Localização Industrial
Fatores de Localização Industrial
 
Migrações
MigraçõesMigrações
Migrações
 
Transportes
TransportesTransportes
Transportes
 
Indústria
IndústriaIndústria
Indústria
 
Transportes e Telecomunicações
Transportes e TelecomunicaçõesTransportes e Telecomunicações
Transportes e Telecomunicações
 
Serviços e Turismo
Serviços e TurismoServiços e Turismo
Serviços e Turismo
 
Medir o Desenvolvimento Humano
Medir o Desenvolvimento HumanoMedir o Desenvolvimento Humano
Medir o Desenvolvimento Humano
 
Indústria
IndústriaIndústria
Indústria
 
Fatores de Localização Industrial
Fatores de Localização IndustrialFatores de Localização Industrial
Fatores de Localização Industrial
 
Tipos de Pesca
Tipos de PescaTipos de Pesca
Tipos de Pesca
 
Pesca
PescaPesca
Pesca
 
Estrutura Etária da População
Estrutura Etária da PopulaçãoEstrutura Etária da População
Estrutura Etária da População
 

Último

prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdfDiálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdfEversonFerreira20
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e SenegalTrabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e SenegalErikOliveira40
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaanapsuls
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptParticular
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfmaria794949
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroBrenda Fritz
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfssuserbb4ac2
 

Último (20)

prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdfDiálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e SenegalTrabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 

Distribuição Mundial da População

  • 1.
  • 2. A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL Densidade populacional no Mundo (estimativa para 2015)
  • 3. A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL Densidade populacional no Mundo (estimativa para 2015) Em latitude, o hemisfério norte é o mais densamente povoado, sobretudo entre os 20º e os 60º de latitude norte. A Europa é o continente mais densamente povoado, seguido da Ásia, apesar deste ser o continente mais populoso. Nos continentes, as faixas costeiras, geralmente apresentam uma maior densidade populacional do que o interior.
  • 4. A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL A POPULAÇÃO MUNDIAL REVELA UMA DISTRIBUIÇÃO DESIGUAL Áreas de grande densidade populacional FOCOS POPULACIONAIS - Ásia Oriental. - Ásia Meridional. - Europa Central e Ocidental. - Nordeste dos Estados Unidos da América. Áreas de fraca densidade populacional VAZIOS HUMANOS - Desertos Quentes. - Regiões Polares e Subpolares. - Florestas Equatoriais. - Cadeias montanhosas. Densidade Populacional – número de habitantes por unidade de superfície (km2). 2Pop. Absoluta DP / km Superfície hab 
  • 5. A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL FOCOS POPULACIONAIS FOCOS PRINCIPAIS Ásia Oriental Ásia Meridional Europa Ocidental e Central Nordeste dos E. U. A. FOCOS SECUNDÁRIOS África Vale do Nilo Golfo da Guiné Litoral do Magreb América do Sul Sudeste do Brasil Nordeste da Argentina FOCOS POPULACIONAIS E VAZIOS HUMANOS
  • 6. A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL Fatores naturais Clima Relevo Solos Fatores humanos Atividades económicas Mobilidade da população Acessibilidade Fatores históricos FATORES QUE CONDICIONAM A DENSIDADE POPULACIONAL A repartição da população mundial está associada à inter-relação de um conjunto de fatores de ordem natural e humana.
  • 7. A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL I – Focos Populacionais no globo 1 2 3 4 1 – Ásia Oriental 2 – Ásia Meridional 3 – Europa Ocidental e Central 4 – Nordeste dos EUA
  • 8. A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL • Clima favorável: temperaturas elevados e precipitações abundantes, o que favorece o desenvolvimento da rizicultura (o arroz é a base da alimentação). • Elevada fertilidade dos solos. • Prática de uma agricultura tradicional. • Elevadas taxas de crescimento natural. • Presença de antigas civilizações. 1 - ÁSIA ORIENTAL 2 - ÁSIA MERIDIONAL 1 2 3 4 I – Focos Populacionais: fatores atrativos 1 – Ásia Oriental 2 – Ásia Meridional 3 – Europa Ocidental e Central 4 – Nordeste dos EUA
  • 9. A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL 1 2 3 4 • Elevada industrialização e terciarização. • Elevada urbanização. • Existência de uma densa rede de transportes. • Predomínio de climas temperados. 3 – Europa Ocidental e Central. I – Focos Populacionais: fatores atrativos
  • 10. A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL • Elevada urbanização e industriaçização, que remonta aos séc. XIX e XX, associada ao facto de ter sido a primeira região a ser colonizada. • Elevada imigração, resultante da elevada oferta de emprego na indústria e serviços. 4 – Nordeste dos E. U. A. 1 2 3 4 I – Focos Populacionais: fatores atrativos
  • 11. A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL 1 2 3 4 I – Focos Populacionais: fatores atrativos • Aumento da taxa bruta de natalidade devido à emigração o que atenua a baixa taxa de crescimento natural. • Existência de uma densa rede de transportes. • Predomínio de climas temperados. • Existência de solos férteis e de vastas áreas de planície que favorecem a agricultura moderna. • Grande riqueza do subsolo. 4 – Nordeste dos E. U. A.
  • 12. A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL II – Vazios Humanos no globo
  • 13. A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL II – Vazios Humanos: fatores repulsivos • Clima frio e seco, com temperaturas médias anuais muito baixas e escassa precipitação. Nas regiões subpolares, onde a precipitação é algo mais elevada, esta ocorre sob a forma de neve. 1 – Regiões Polares e Subpolares (Latitudes elevadas)
  • 14. A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL II – Vazios Humanos: fatores repulsivos • Solo gelado durante todo ou quase todo o ano, o que não favorece o desenvolvimento da vegetação e a prática agrícola. • Inverno longo e ausência de iluminação solar, durante parte do ano. 1 – Regiões Polares e Subpolares (Latitudes elevadas)
  • 15. A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL II – Vazios Humanos: fatores repulsivos • Clima quente e seco, caraterizado por elevadas temperaturas médias anuais. • Elevada amplitude térmica diurna e escassa precipitação. • Solos muito pobres, pedregosos, com afloramentos de rocha nua ou de areia. 2 – Desertos Quentes (Latitudes dos Trópicos)
  • 16. A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL II – Vazios Humanos: fatores repulsivos • Clima quente e húmido, caracterizado por elevadas temperaturas médias anuais, fracas amplitudes térmicas. • Precipitações abundantes, o que favorece o desenvolvimento de vegetação muito densa. 3 – Florestas Equatoriais (Latitudes próximas do equador)
  • 17. A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL II – Vazios Humanos: fatores repulsivos • Fraca iluminação solar junto ao solo. • Ambiente muito quente e húmido, propício à proliferação de insetos e bactérias, responsáveis pela propagação de doenças como a malária ou a febre amarela. • Elevada erosão dos solos nas áreas vítimas da desflorestação. 3 – Florestas Equatoriais (Latitudes próximas do equador)
  • 18. A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL II – Vazios Humanos: fatores repulsivos • Clima rigoroso, caracterizado por baixas temperaturas médias anuais e queda de neve frequente. • Diminuição do oxigénio em altitude. • Solos pobres e pedregosos e elevados declives, que dificultam a agricultura e a construção de vias de comunicação. 4 – Cordilheiras montanhosas