SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Baixar para ler offline
Quando anunciei minha decisão de
concorrer, pela quarta vez, à Prefeitura
de Bagé, depois de três tentativas sem
sucesso, muitos me chamavam de “louco”. Meu amigo
Luiz Alberto Vargas, que já tinha sido prefeito duas
vezes, era um dos maiores críticos da minha posição.
Ele questionava o meu projeto
de, uma vez sendo eleito, deixar
o mandato de deputado federal,
em que vinha realizado um bom
trabalho, para assumir uma
prefeitura “quebrada, que não
tinha jeito”.
Realmente, o município
passava por uma grave crise.
Dívidas com fornecedores,
salários atrasados – em alguns
casos o atraso chegava a dois
anos – precatórios para serem
p a g o s e u m a d e m a n d a
represada por obras, ampliação e melhoria dos
serviços públicos. O comentário geral era de que
vivíamos no reino do “faz de conta”. A Prefeitura fazia
de conta que atendia aos interesses da população; os
funcionários que, para receber os salários, se
submetiam a situações humilhantes, faziam que
trabalhavam; e os contribuintes, faziam que
pagavam. A inadimplência era de aproximadamente
53%.
Estava determinado. Esse era o meu sonho.
Queria ter a oportunidade de governar Bagé.
Conseguimos.
Para vencer o desafio, era preciso, em primeiro
lugar, organizar as finanças. Por isso, decidi exercer,
paralelamente com a função de prefeito, o papel de
secretário da Fazenda. Constituímos uma equipe,
formada por técnicos da mais alta qualificação e
reputação. Chamamos o Alan Delabary e a Maria
Dorcelina Giordani, os dois com origem na Secretaria
Estadual da Fazenda, e o João Carlos Ramos, que
trabalhava com cooperativas.
Trouxemos, também, a Edithe Pilon para
compor a equipe no Setor de Compras. Optamos por
correr o risco de um eventual desgaste político pelo
fato dela ser minha sogra. O que não houve, porque
todos que conhecem a Edithe sabem da sua
seriedade, honestidade, comprometimento. Prova
disso é que, ao longo dos dois mandatos, não tivemos
nenhum problema neste setor tão sensível da
administração pública. Pelo contrário.
Nos primeiros três meses de governo, eu era
secretário da Fazenda num turno e prefeito nos outros
dois. Monitorei, pessoalmente, o fluxo de caixa todos
os dias. Nos primeiros seis anos, assinei todos os
cheques juntamente com o
secretário da Fazenda e com o
Tesoureiro. Decretamos moratória
de seis meses. Precisávamos
conhecer o perfil da dívida. Ver a
legalidade dos débitos. As dívidas
de menor valor, não incluídas na
moratória, pagamos todas. Só
contratávamos com dinheiro em
caixa. Desde o primeiro até o último
mês dos dois mandatos que
estivemos na Prefeitura pagamos
os funcionários religiosamente em
dia, nunca depois do último dia do
mês trabalhado.
O plano de recuperação das finanças
municipais estava em curso. Fizemos um empréstimo
junto ao BNDES para implantar o Programa de
Modernização da Administração Tributária (Pmat).
Apresentamos aos devedores um programa de
pagamento dos impostos em atraso, concedendo até
100 meses de prazo. Com a autorização da Câmara,
que aprovou projeto nosso, extinguimos os débitos
dos mais pobres. Mas, aqueles que não renegociaram
foram cobrados na Justiça, conforme determinava a
Lei. O dinheiro não era nosso, era do povo de Bagé. E a
Lei nos obrigava a cobrar. Conseguimos elevar o
percentual de adimplência em 50%.
Criávamos, desta forma, as condições para
recuperar as finanças municipais, o que nos permitiu
buscar recursos em outras esferas de Governo,
especialmente junto ao Governo Federal, pois
tínhamos como cobrir as contrapartidas. As obras e
projetos que beneficiavam a nossa comunidade
começaram a acontecer. Fazíamos prestação de
contas daquilo em que investíamos o dinheiro dos
impostos.
Recuperamos a credibilidade da Prefeitura
junto a opinião pública. Cada um fazia a sua parte. O
povo pagava os impostos, que devolvíamos em obras,
programas e projetos que atendiam as necessidades
de todos.
Resgate da Credibilidade - Parte 1
*Esse texto faz parte de Memórias de Um Tempo, uma série publicada no Jornal Minuano de Bagé,
em que procurei resgatar fatos de nossa gestão de oito anos na Prefeitura Municipal.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Recuperação das finanças de Bagé

O estado não tem o direito de pagar a uns e não a outros in verbis crealçe
O estado não tem o direito de pagar a uns e não a outros   in verbis   crealçeO estado não tem o direito de pagar a uns e não a outros   in verbis   crealçe
O estado não tem o direito de pagar a uns e não a outros in verbis crealçepr_afsalbergaria
 
O Estado não tem o direito de pagar a uns e não a outros!!!!
O Estado não tem o direito de pagar a uns e não a outros!!!!O Estado não tem o direito de pagar a uns e não a outros!!!!
O Estado não tem o direito de pagar a uns e não a outros!!!!SoproLeve
 
Jornal Cidade - Ano I - Nº 18
Jornal Cidade - Ano I - Nº 18Jornal Cidade - Ano I - Nº 18
Jornal Cidade - Ano I - Nº 18Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Ano I - Nº 05
Jornal Cidade - Ano I - Nº 05Jornal Cidade - Ano I - Nº 05
Jornal Cidade - Ano I - Nº 05Jornal Cidade
 
Aula 2 o dever social das empresas
Aula 2  o dever social das empresasAula 2  o dever social das empresas
Aula 2 o dever social das empresasAdemir Staub
 
Trabalho ii de administração autárquica a lei dos compromissos do poder local...
Trabalho ii de administração autárquica a lei dos compromissos do poder local...Trabalho ii de administração autárquica a lei dos compromissos do poder local...
Trabalho ii de administração autárquica a lei dos compromissos do poder local...isa879
 
Impostos e cidadania
Impostos e cidadaniaImpostos e cidadania
Impostos e cidadaniaJamyle Braga
 
Jornal Cidade - Ano I - Nº 09
Jornal Cidade - Ano I - Nº 09Jornal Cidade - Ano I - Nº 09
Jornal Cidade - Ano I - Nº 09Jornal Cidade
 
Entrevista darcy carvalho dos santos
Entrevista darcy carvalho dos santosEntrevista darcy carvalho dos santos
Entrevista darcy carvalho dos santosPolibio Braga
 
Comunicado Urgente Vistoria
Comunicado Urgente Vistoria Comunicado Urgente Vistoria
Comunicado Urgente Vistoria Schultz54Castro
 
Jornal Cidade - Ano I - Nº 10
Jornal Cidade - Ano I - Nº 10Jornal Cidade - Ano I - Nº 10
Jornal Cidade - Ano I - Nº 10Jornal Cidade
 
Muitos pensavam que eu não deixaria cargo importante para ser autarca
Muitos pensavam que eu não deixaria cargo importante para ser autarcaMuitos pensavam que eu não deixaria cargo importante para ser autarca
Muitos pensavam que eu não deixaria cargo importante para ser autarcaDo outro lado da barricada
 
Modulo 4 atividade 5-2
Modulo 4   atividade 5-2Modulo 4   atividade 5-2
Modulo 4 atividade 5-2Edson Teixeira
 

Semelhante a Recuperação das finanças de Bagé (20)

O estado não tem o direito de pagar a uns e não a outros in verbis crealçe
O estado não tem o direito de pagar a uns e não a outros   in verbis   crealçeO estado não tem o direito de pagar a uns e não a outros   in verbis   crealçe
O estado não tem o direito de pagar a uns e não a outros in verbis crealçe
 
Verbo juridico
Verbo juridicoVerbo juridico
Verbo juridico
 
O Estado não tem o direito de pagar a uns e não a outros!!!!
O Estado não tem o direito de pagar a uns e não a outros!!!!O Estado não tem o direito de pagar a uns e não a outros!!!!
O Estado não tem o direito de pagar a uns e não a outros!!!!
 
Artigo publicado em O Popular
Artigo publicado em O PopularArtigo publicado em O Popular
Artigo publicado em O Popular
 
Mensagem do governador 2013
Mensagem do governador 2013Mensagem do governador 2013
Mensagem do governador 2013
 
Jornal Cidade - Ano I - Nº 18
Jornal Cidade - Ano I - Nº 18Jornal Cidade - Ano I - Nº 18
Jornal Cidade - Ano I - Nº 18
 
Jornal Cidade - Ano I - Nº 05
Jornal Cidade - Ano I - Nº 05Jornal Cidade - Ano I - Nº 05
Jornal Cidade - Ano I - Nº 05
 
Aula 2 o dever social das empresas
Aula 2  o dever social das empresasAula 2  o dever social das empresas
Aula 2 o dever social das empresas
 
Assim começou o SAMU
Assim começou o SAMUAssim começou o SAMU
Assim começou o SAMU
 
Trabalho ii de administração autárquica a lei dos compromissos do poder local...
Trabalho ii de administração autárquica a lei dos compromissos do poder local...Trabalho ii de administração autárquica a lei dos compromissos do poder local...
Trabalho ii de administração autárquica a lei dos compromissos do poder local...
 
Compra de Precatórios
Compra de PrecatóriosCompra de Precatórios
Compra de Precatórios
 
O Valor das Boas Ideias
O Valor das Boas IdeiasO Valor das Boas Ideias
O Valor das Boas Ideias
 
Jabes ribeiro
Jabes ribeiroJabes ribeiro
Jabes ribeiro
 
Impostos e cidadania
Impostos e cidadaniaImpostos e cidadania
Impostos e cidadania
 
Jornal Cidade - Ano I - Nº 09
Jornal Cidade - Ano I - Nº 09Jornal Cidade - Ano I - Nº 09
Jornal Cidade - Ano I - Nº 09
 
Entrevista darcy carvalho dos santos
Entrevista darcy carvalho dos santosEntrevista darcy carvalho dos santos
Entrevista darcy carvalho dos santos
 
Comunicado Urgente Vistoria
Comunicado Urgente Vistoria Comunicado Urgente Vistoria
Comunicado Urgente Vistoria
 
Jornal Cidade - Ano I - Nº 10
Jornal Cidade - Ano I - Nº 10Jornal Cidade - Ano I - Nº 10
Jornal Cidade - Ano I - Nº 10
 
Muitos pensavam que eu não deixaria cargo importante para ser autarca
Muitos pensavam que eu não deixaria cargo importante para ser autarcaMuitos pensavam que eu não deixaria cargo importante para ser autarca
Muitos pensavam que eu não deixaria cargo importante para ser autarca
 
Modulo 4 atividade 5-2
Modulo 4   atividade 5-2Modulo 4   atividade 5-2
Modulo 4 atividade 5-2
 

Mais de Luiz Fernando Mainardi

Revista Unipampa_Transforma Uruguaiana_Revolução no Pampa_Mainardi_Pimenta
Revista Unipampa_Transforma Uruguaiana_Revolução no Pampa_Mainardi_PimentaRevista Unipampa_Transforma Uruguaiana_Revolução no Pampa_Mainardi_Pimenta
Revista Unipampa_Transforma Uruguaiana_Revolução no Pampa_Mainardi_PimentaLuiz Fernando Mainardi
 
Revista Unipampa_Transforma São Gabriel_Revolução no Pampa_Pimenta_Mainardi
Revista Unipampa_Transforma São Gabriel_Revolução no Pampa_Pimenta_MainardiRevista Unipampa_Transforma São Gabriel_Revolução no Pampa_Pimenta_Mainardi
Revista Unipampa_Transforma São Gabriel_Revolução no Pampa_Pimenta_MainardiLuiz Fernando Mainardi
 
Revista Unipampa_ Revolução em São Borja_Transforma o Pampa_Pimenta_Mainardi
Revista Unipampa_ Revolução em São Borja_Transforma o Pampa_Pimenta_MainardiRevista Unipampa_ Revolução em São Borja_Transforma o Pampa_Pimenta_Mainardi
Revista Unipampa_ Revolução em São Borja_Transforma o Pampa_Pimenta_MainardiLuiz Fernando Mainardi
 
Revista Unipampa _Transforma Livramento_Revolução no Pampa_Pìmenta_Mainardi
Revista Unipampa _Transforma Livramento_Revolução no Pampa_Pìmenta_MainardiRevista Unipampa _Transforma Livramento_Revolução no Pampa_Pìmenta_Mainardi
Revista Unipampa _Transforma Livramento_Revolução no Pampa_Pìmenta_MainardiLuiz Fernando Mainardi
 
Revista Unipampa _ Transforma Jaguarao_Revolução no Pampa_Mainardi_Pimenta
Revista Unipampa _ Transforma Jaguarao_Revolução no Pampa_Mainardi_PimentaRevista Unipampa _ Transforma Jaguarao_Revolução no Pampa_Mainardi_Pimenta
Revista Unipampa _ Transforma Jaguarao_Revolução no Pampa_Mainardi_PimentaLuiz Fernando Mainardi
 
Revista Unipampa_Dom Pedrito_Transforma_Pimenta_Mainardi
Revista Unipampa_Dom Pedrito_Transforma_Pimenta_MainardiRevista Unipampa_Dom Pedrito_Transforma_Pimenta_Mainardi
Revista Unipampa_Dom Pedrito_Transforma_Pimenta_MainardiLuiz Fernando Mainardi
 
Revista Unipampa_Transforma Caçapava_Revolução_Pimenta_Mainardi
Revista Unipampa_Transforma Caçapava_Revolução_Pimenta_MainardiRevista Unipampa_Transforma Caçapava_Revolução_Pimenta_Mainardi
Revista Unipampa_Transforma Caçapava_Revolução_Pimenta_MainardiLuiz Fernando Mainardi
 
Revista Unipampa Caçapava_ Revolução no Pampa_Transfprmaçao_Mainardi e Pimenta
Revista Unipampa Caçapava_ Revolução no Pampa_Transfprmaçao_Mainardi e PimentaRevista Unipampa Caçapava_ Revolução no Pampa_Transfprmaçao_Mainardi e Pimenta
Revista Unipampa Caçapava_ Revolução no Pampa_Transfprmaçao_Mainardi e PimentaLuiz Fernando Mainardi
 
Revista Unipampa_Revolução_Alegrete_Paulo Pimenta_Mainardi
Revista Unipampa_Revolução_Alegrete_Paulo Pimenta_MainardiRevista Unipampa_Revolução_Alegrete_Paulo Pimenta_Mainardi
Revista Unipampa_Revolução_Alegrete_Paulo Pimenta_MainardiLuiz Fernando Mainardi
 
Revista Bagé_Unipampa_Revolução no Pampa_Transforma Bagé
Revista Bagé_Unipampa_Revolução no Pampa_Transforma BagéRevista Bagé_Unipampa_Revolução no Pampa_Transforma Bagé
Revista Bagé_Unipampa_Revolução no Pampa_Transforma BagéLuiz Fernando Mainardi
 
Memórias de um Tempo_ Festa do Churrasco_Maior churrascada do mundo
Memórias de um Tempo_ Festa do Churrasco_Maior churrascada do mundoMemórias de um Tempo_ Festa do Churrasco_Maior churrascada do mundo
Memórias de um Tempo_ Festa do Churrasco_Maior churrascada do mundoLuiz Fernando Mainardi
 
Memórias de um Tempo_Esporte e Lazer_Bagé_Programas Sociais
Memórias de um Tempo_Esporte e Lazer_Bagé_Programas SociaisMemórias de um Tempo_Esporte e Lazer_Bagé_Programas Sociais
Memórias de um Tempo_Esporte e Lazer_Bagé_Programas SociaisLuiz Fernando Mainardi
 
Memórias de um Tempo_ Política de Assistência Social em Bagé_Governo Municipa...
Memórias de um Tempo_ Política de Assistência Social em Bagé_Governo Municipa...Memórias de um Tempo_ Política de Assistência Social em Bagé_Governo Municipa...
Memórias de um Tempo_ Política de Assistência Social em Bagé_Governo Municipa...Luiz Fernando Mainardi
 
Memórias de um Tempo_Saneamento Básico_Tratamento do Esgoto_Bagé
Memórias de um Tempo_Saneamento Básico_Tratamento do Esgoto_BagéMemórias de um Tempo_Saneamento Básico_Tratamento do Esgoto_Bagé
Memórias de um Tempo_Saneamento Básico_Tratamento do Esgoto_BagéLuiz Fernando Mainardi
 
Memórias de um Tempo_Meio Ambiente_Saneamento Básico em Bagé
Memórias de um Tempo_Meio Ambiente_Saneamento Básico em BagéMemórias de um Tempo_Meio Ambiente_Saneamento Básico em Bagé
Memórias de um Tempo_Meio Ambiente_Saneamento Básico em BagéLuiz Fernando Mainardi
 
Memórias de um Tempo_PSF_ Saúde em Bagé
Memórias de um Tempo_PSF_ Saúde em BagéMemórias de um Tempo_PSF_ Saúde em Bagé
Memórias de um Tempo_PSF_ Saúde em BagéLuiz Fernando Mainardi
 
Memórias de um_tempo_Festa Intercional do Churrasco_ Parque do Gaúcho
Memórias de um_tempo_Festa Intercional do Churrasco_ Parque do GaúchoMemórias de um_tempo_Festa Intercional do Churrasco_ Parque do Gaúcho
Memórias de um_tempo_Festa Intercional do Churrasco_ Parque do GaúchoLuiz Fernando Mainardi
 
Memórias de um Tempo_Parque do Gaúcho de Bagé_ tradicionalismo
Memórias de um Tempo_Parque do Gaúcho de Bagé_ tradicionalismoMemórias de um Tempo_Parque do Gaúcho de Bagé_ tradicionalismo
Memórias de um Tempo_Parque do Gaúcho de Bagé_ tradicionalismoLuiz Fernando Mainardi
 
Memórias de um Tempo_Palmas _ Bagé_ Obras no interior do município
Memórias de um Tempo_Palmas _ Bagé_ Obras no interior do municípioMemórias de um Tempo_Palmas _ Bagé_ Obras no interior do município
Memórias de um Tempo_Palmas _ Bagé_ Obras no interior do municípioLuiz Fernando Mainardi
 
Memórias de um Tempo_Restauro do Patrimônio Histórico de Bagé_ Casa de Cultur...
Memórias de um Tempo_Restauro do Patrimônio Histórico de Bagé_ Casa de Cultur...Memórias de um Tempo_Restauro do Patrimônio Histórico de Bagé_ Casa de Cultur...
Memórias de um Tempo_Restauro do Patrimônio Histórico de Bagé_ Casa de Cultur...Luiz Fernando Mainardi
 

Mais de Luiz Fernando Mainardi (20)

Revista Unipampa_Transforma Uruguaiana_Revolução no Pampa_Mainardi_Pimenta
Revista Unipampa_Transforma Uruguaiana_Revolução no Pampa_Mainardi_PimentaRevista Unipampa_Transforma Uruguaiana_Revolução no Pampa_Mainardi_Pimenta
Revista Unipampa_Transforma Uruguaiana_Revolução no Pampa_Mainardi_Pimenta
 
Revista Unipampa_Transforma São Gabriel_Revolução no Pampa_Pimenta_Mainardi
Revista Unipampa_Transforma São Gabriel_Revolução no Pampa_Pimenta_MainardiRevista Unipampa_Transforma São Gabriel_Revolução no Pampa_Pimenta_Mainardi
Revista Unipampa_Transforma São Gabriel_Revolução no Pampa_Pimenta_Mainardi
 
Revista Unipampa_ Revolução em São Borja_Transforma o Pampa_Pimenta_Mainardi
Revista Unipampa_ Revolução em São Borja_Transforma o Pampa_Pimenta_MainardiRevista Unipampa_ Revolução em São Borja_Transforma o Pampa_Pimenta_Mainardi
Revista Unipampa_ Revolução em São Borja_Transforma o Pampa_Pimenta_Mainardi
 
Revista Unipampa _Transforma Livramento_Revolução no Pampa_Pìmenta_Mainardi
Revista Unipampa _Transforma Livramento_Revolução no Pampa_Pìmenta_MainardiRevista Unipampa _Transforma Livramento_Revolução no Pampa_Pìmenta_Mainardi
Revista Unipampa _Transforma Livramento_Revolução no Pampa_Pìmenta_Mainardi
 
Revista Unipampa _ Transforma Jaguarao_Revolução no Pampa_Mainardi_Pimenta
Revista Unipampa _ Transforma Jaguarao_Revolução no Pampa_Mainardi_PimentaRevista Unipampa _ Transforma Jaguarao_Revolução no Pampa_Mainardi_Pimenta
Revista Unipampa _ Transforma Jaguarao_Revolução no Pampa_Mainardi_Pimenta
 
Revista Unipampa_Dom Pedrito_Transforma_Pimenta_Mainardi
Revista Unipampa_Dom Pedrito_Transforma_Pimenta_MainardiRevista Unipampa_Dom Pedrito_Transforma_Pimenta_Mainardi
Revista Unipampa_Dom Pedrito_Transforma_Pimenta_Mainardi
 
Revista Unipampa_Transforma Caçapava_Revolução_Pimenta_Mainardi
Revista Unipampa_Transforma Caçapava_Revolução_Pimenta_MainardiRevista Unipampa_Transforma Caçapava_Revolução_Pimenta_Mainardi
Revista Unipampa_Transforma Caçapava_Revolução_Pimenta_Mainardi
 
Revista Unipampa Caçapava_ Revolução no Pampa_Transfprmaçao_Mainardi e Pimenta
Revista Unipampa Caçapava_ Revolução no Pampa_Transfprmaçao_Mainardi e PimentaRevista Unipampa Caçapava_ Revolução no Pampa_Transfprmaçao_Mainardi e Pimenta
Revista Unipampa Caçapava_ Revolução no Pampa_Transfprmaçao_Mainardi e Pimenta
 
Revista Unipampa_Revolução_Alegrete_Paulo Pimenta_Mainardi
Revista Unipampa_Revolução_Alegrete_Paulo Pimenta_MainardiRevista Unipampa_Revolução_Alegrete_Paulo Pimenta_Mainardi
Revista Unipampa_Revolução_Alegrete_Paulo Pimenta_Mainardi
 
Revista Bagé_Unipampa_Revolução no Pampa_Transforma Bagé
Revista Bagé_Unipampa_Revolução no Pampa_Transforma BagéRevista Bagé_Unipampa_Revolução no Pampa_Transforma Bagé
Revista Bagé_Unipampa_Revolução no Pampa_Transforma Bagé
 
Memórias de um Tempo_ Festa do Churrasco_Maior churrascada do mundo
Memórias de um Tempo_ Festa do Churrasco_Maior churrascada do mundoMemórias de um Tempo_ Festa do Churrasco_Maior churrascada do mundo
Memórias de um Tempo_ Festa do Churrasco_Maior churrascada do mundo
 
Memórias de um Tempo_Esporte e Lazer_Bagé_Programas Sociais
Memórias de um Tempo_Esporte e Lazer_Bagé_Programas SociaisMemórias de um Tempo_Esporte e Lazer_Bagé_Programas Sociais
Memórias de um Tempo_Esporte e Lazer_Bagé_Programas Sociais
 
Memórias de um Tempo_ Política de Assistência Social em Bagé_Governo Municipa...
Memórias de um Tempo_ Política de Assistência Social em Bagé_Governo Municipa...Memórias de um Tempo_ Política de Assistência Social em Bagé_Governo Municipa...
Memórias de um Tempo_ Política de Assistência Social em Bagé_Governo Municipa...
 
Memórias de um Tempo_Saneamento Básico_Tratamento do Esgoto_Bagé
Memórias de um Tempo_Saneamento Básico_Tratamento do Esgoto_BagéMemórias de um Tempo_Saneamento Básico_Tratamento do Esgoto_Bagé
Memórias de um Tempo_Saneamento Básico_Tratamento do Esgoto_Bagé
 
Memórias de um Tempo_Meio Ambiente_Saneamento Básico em Bagé
Memórias de um Tempo_Meio Ambiente_Saneamento Básico em BagéMemórias de um Tempo_Meio Ambiente_Saneamento Básico em Bagé
Memórias de um Tempo_Meio Ambiente_Saneamento Básico em Bagé
 
Memórias de um Tempo_PSF_ Saúde em Bagé
Memórias de um Tempo_PSF_ Saúde em BagéMemórias de um Tempo_PSF_ Saúde em Bagé
Memórias de um Tempo_PSF_ Saúde em Bagé
 
Memórias de um_tempo_Festa Intercional do Churrasco_ Parque do Gaúcho
Memórias de um_tempo_Festa Intercional do Churrasco_ Parque do GaúchoMemórias de um_tempo_Festa Intercional do Churrasco_ Parque do Gaúcho
Memórias de um_tempo_Festa Intercional do Churrasco_ Parque do Gaúcho
 
Memórias de um Tempo_Parque do Gaúcho de Bagé_ tradicionalismo
Memórias de um Tempo_Parque do Gaúcho de Bagé_ tradicionalismoMemórias de um Tempo_Parque do Gaúcho de Bagé_ tradicionalismo
Memórias de um Tempo_Parque do Gaúcho de Bagé_ tradicionalismo
 
Memórias de um Tempo_Palmas _ Bagé_ Obras no interior do município
Memórias de um Tempo_Palmas _ Bagé_ Obras no interior do municípioMemórias de um Tempo_Palmas _ Bagé_ Obras no interior do município
Memórias de um Tempo_Palmas _ Bagé_ Obras no interior do município
 
Memórias de um Tempo_Restauro do Patrimônio Histórico de Bagé_ Casa de Cultur...
Memórias de um Tempo_Restauro do Patrimônio Histórico de Bagé_ Casa de Cultur...Memórias de um Tempo_Restauro do Patrimônio Histórico de Bagé_ Casa de Cultur...
Memórias de um Tempo_Restauro do Patrimônio Histórico de Bagé_ Casa de Cultur...
 

Recuperação das finanças de Bagé

  • 1. Quando anunciei minha decisão de concorrer, pela quarta vez, à Prefeitura de Bagé, depois de três tentativas sem sucesso, muitos me chamavam de “louco”. Meu amigo Luiz Alberto Vargas, que já tinha sido prefeito duas vezes, era um dos maiores críticos da minha posição. Ele questionava o meu projeto de, uma vez sendo eleito, deixar o mandato de deputado federal, em que vinha realizado um bom trabalho, para assumir uma prefeitura “quebrada, que não tinha jeito”. Realmente, o município passava por uma grave crise. Dívidas com fornecedores, salários atrasados – em alguns casos o atraso chegava a dois anos – precatórios para serem p a g o s e u m a d e m a n d a represada por obras, ampliação e melhoria dos serviços públicos. O comentário geral era de que vivíamos no reino do “faz de conta”. A Prefeitura fazia de conta que atendia aos interesses da população; os funcionários que, para receber os salários, se submetiam a situações humilhantes, faziam que trabalhavam; e os contribuintes, faziam que pagavam. A inadimplência era de aproximadamente 53%. Estava determinado. Esse era o meu sonho. Queria ter a oportunidade de governar Bagé. Conseguimos. Para vencer o desafio, era preciso, em primeiro lugar, organizar as finanças. Por isso, decidi exercer, paralelamente com a função de prefeito, o papel de secretário da Fazenda. Constituímos uma equipe, formada por técnicos da mais alta qualificação e reputação. Chamamos o Alan Delabary e a Maria Dorcelina Giordani, os dois com origem na Secretaria Estadual da Fazenda, e o João Carlos Ramos, que trabalhava com cooperativas. Trouxemos, também, a Edithe Pilon para compor a equipe no Setor de Compras. Optamos por correr o risco de um eventual desgaste político pelo fato dela ser minha sogra. O que não houve, porque todos que conhecem a Edithe sabem da sua seriedade, honestidade, comprometimento. Prova disso é que, ao longo dos dois mandatos, não tivemos nenhum problema neste setor tão sensível da administração pública. Pelo contrário. Nos primeiros três meses de governo, eu era secretário da Fazenda num turno e prefeito nos outros dois. Monitorei, pessoalmente, o fluxo de caixa todos os dias. Nos primeiros seis anos, assinei todos os cheques juntamente com o secretário da Fazenda e com o Tesoureiro. Decretamos moratória de seis meses. Precisávamos conhecer o perfil da dívida. Ver a legalidade dos débitos. As dívidas de menor valor, não incluídas na moratória, pagamos todas. Só contratávamos com dinheiro em caixa. Desde o primeiro até o último mês dos dois mandatos que estivemos na Prefeitura pagamos os funcionários religiosamente em dia, nunca depois do último dia do mês trabalhado. O plano de recuperação das finanças municipais estava em curso. Fizemos um empréstimo junto ao BNDES para implantar o Programa de Modernização da Administração Tributária (Pmat). Apresentamos aos devedores um programa de pagamento dos impostos em atraso, concedendo até 100 meses de prazo. Com a autorização da Câmara, que aprovou projeto nosso, extinguimos os débitos dos mais pobres. Mas, aqueles que não renegociaram foram cobrados na Justiça, conforme determinava a Lei. O dinheiro não era nosso, era do povo de Bagé. E a Lei nos obrigava a cobrar. Conseguimos elevar o percentual de adimplência em 50%. Criávamos, desta forma, as condições para recuperar as finanças municipais, o que nos permitiu buscar recursos em outras esferas de Governo, especialmente junto ao Governo Federal, pois tínhamos como cobrir as contrapartidas. As obras e projetos que beneficiavam a nossa comunidade começaram a acontecer. Fazíamos prestação de contas daquilo em que investíamos o dinheiro dos impostos. Recuperamos a credibilidade da Prefeitura junto a opinião pública. Cada um fazia a sua parte. O povo pagava os impostos, que devolvíamos em obras, programas e projetos que atendiam as necessidades de todos. Resgate da Credibilidade - Parte 1 *Esse texto faz parte de Memórias de Um Tempo, uma série publicada no Jornal Minuano de Bagé, em que procurei resgatar fatos de nossa gestão de oito anos na Prefeitura Municipal.