SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Baixar para ler offline
Na tua Biblioteca Escolar                           Regras de Funcionamento
      encontrarás diferentes áreas:                          Regras de Funcionamento                  Organização da documentação
                                              Gerais:
A- Atendimento – onde podes obter
                                              - Neste espaçoGerais:
                                                              não podes ter comportamentos       Toda a documentação está arrumada por
informações sobre o funcionamento da
                                              que perturbem Neste espaço não se pode
                                                               o seu funcionamento (correr,      assuntos,     segundo     a    tabela   de
biblioteca, fazer requisições ou pedir
                                              saltar, falar alto, comer, música que
                                                             comer, ouvir beber, falar ao        Classificação Decimal Universal (CDU) e
esclarecimentos/tirar dúvidas;
                                                             não insultar os utilizadores…).
                                              telemóvel, agredir ouseja a existente no           identificada pelo seguinte código de cores:
                                              - Também não podes entrar com boné ou
B- Leitura informal – local para leitura de                  Centro de Recursos, usar
                                              mochila (coloca-a nas estantes para o efeito).
revistas, jornais e outros documentos;        - Para leitura telemóveis, chapéu, correr,
                                                               domiciliária, podes requisitar
                                                                                                 0-Generalidades.Obras de Referência.
                                              apenas um livro (da barulho. por um período
                                                             fazer classe 8,
C- Consulta e produção multimédia –                                                              Enciclopédias
                                              máximo de 8 dias). ser mantido o silêncio.
                                                             Deve
destinada à consulta e produção de                                                               1– Filosofia. Psicologia
                                              - Em caso de dano ou extravio, o utilizador fica
trabalhos    em      forma    electrónica,    obrigado à reposição do documento.e leitura
                                                             Consulta, estudo                    2– Religião. Teologia
recorrendo à utilização de computadores,                     informal:                           3– Ciências Sociais. Sociologia
com acesso à Internet;                                                                           4 - (não utilizada)
                                                              Os livros retirados das
                                              Consulta, estudo e leitura informal:
                                              - Todos os livros são de livre acesso. ser
                                                              estantes não devem                 5– Ciências Puras.Matemática. Ciências
D- Leitura e trabalho autónomo -                                                                 Naturais
                                              - Quando forem retirados mas sim
                                                              arrumados, das estantes não
destinada à leitura e produção de                                                                6– Ciências Aplicadas. Tecnologia
                                              devem ser arrumados, mas sim colocados no
                                                              colocados no carrinho
trabalhos em grupo ou individuais.                                                               7– Belas Artes. Divertimentos.Desporto
                                              espaço indicado paraesse efeito.
                                                              para o efeito.
                                                                                                 8– Linguística. Literatura
E- Audiovisuais - destinada a consulta de
                                              Multimédia e produção de trabalhos:                9– Arqueologia. Geografia. Biografia.
documentos áudio e vídeo.
                                              - Os computadores só podem ser utilizados para     História
                                                              Multimédia e produção de
                                              pesquisar e realizar trabalhos.
                                              - Deves pedirtrabalhos:
F- Espaço dos mais novos - destinado à
                                                                autorização para utilizar os
utilização da biblioteca pelo público mais    computadores, -explicando ser pedida vai ser
                                                                  Tem de que tarefa
novo da escola, juntando-se aí diferentes                                                              Contribui com as tuas
                                              realizada.          autorização para utilizar
áreas da biblioteca, não se excluindo o                                                                críticas e sugestões para
                                                                  os computadores;
                                              - Cada computador só pode ser utilizado por
acesso às restantes áreas.                                                                             enriquecer e melhorar o
                                                                  explicando que tarefa
                                              dois alunos de cada vez.
                                                                                                       funcionamento da Biblioteca
                                                                 vai ser realizada.
                                              Audiovisuais: - cada computador só                       Escolar.
                                              - A utilização dos equipamentos e documentos é
                                                                  pode ser utilizado por
                                              feita após requisição. aluno de cada vez;
                                                                  um
                                              - Cada posto de visionamento pode ser utilizado
                                                               - os computadores só
                                                                                                                Este espaço é teu!
                                              por dois alunos de cada vez.
                                                                  podem ser utilizados
                                              - Ao terminar a utilização, devem informar os
                                              elementos da equipa ou o responsável pelo
                                              atendimento.
                                              - A consulta de documentos que não pertençam
                                              ao fundo documental da biblioteca requer
                                              autorização prévia.
EQUIPA EDUCATIVA
 Ler faz-nos
                                                             Professores bibliotecários:
 crescer...                                                        Luís Contente
                                                                    Carla Valente                  Agrupamento de Escolas nº 1 de
                                                                                                               Beja
                                                                   Colaboradores:
As árvores e os livros
                                                                  Mª Carolina Pereira                   EBI de Santa Maria

As árvores como os livros têm folhas                               Assessores (as):
                                                                   Mª Palmira Matos
e margens lisas ou recortadas,
                                                                    Mª Luísa Cruz                     Biblioteca Escolar
e capas (isto é copas) e capítulos
de flores e letras de ouro nas lombadas.                                                                Paulo Estevens

E são histórias de reis, histórias de fadas,
                                                                     Letras e Literacias
as mais fantásticas aventuras,
                                                                   O nosso blogue em:
que se podem ler nas suas páginas,                        http://letraseliteracias.blogspot.com
no pecíolo, no limbo, nas nervuras.
                                                                       M@yBIBLIO
                                                                                                           GUIA
As florestas são imensas bibliotecas,
                                                             A nossa Biblioteca Digital em:
                                                         http://sites.google.com/site/maybiblio/
                                                                                                             DO
e até há florestas especializadas,
com faias, bétulas e um letreiro
                                                                                                        UTILIZADOR
                                                                              Horário:
a dizer: “Floresta das zonas temperadas”.
                                                                           8h15-13h15
                                                                          14h00-17h00
É evidente que não podes plantar
no teu quarto, plátanos ou azinheiras.
Para começar a construir uma biblioteca,
basta um vaso de sardinheiras.                              Há      sempre     alguém
                                                            disponível para te ajudar
                                  Jorge Sousa Braga         a utilizar este espaço da
                                                            melhor maneira!
                         Herbário, Ed. Assírio e Alvim

                                                                               Aparece!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cópia de guia do utilizador biblioteca
Cópia de guia do utilizador bibliotecaCópia de guia do utilizador biblioteca
Cópia de guia do utilizador biblioteca
Beco
 
Pesquisar be da esp 2012 13
Pesquisar be da esp 2012 13Pesquisar be da esp 2012 13
Pesquisar be da esp 2012 13
fermagoster
 
Manual do utilizador
Manual do utilizadorManual do utilizador
Manual do utilizador
Sandra Alves
 
Guia utilizador be
Guia utilizador beGuia utilizador be
Guia utilizador be
Anaigreja
 
Guia uilizador ceprb
Guia uilizador ceprbGuia uilizador ceprb
Guia uilizador ceprb
Sandra Pratas
 
Guia de utilizador 2010 2011
Guia de utilizador 2010 2011Guia de utilizador 2010 2011
Guia de utilizador 2010 2011
carlaspimentas
 
Formação de monitores 2012 módulo 1
Formação de monitores 2012   módulo 1Formação de monitores 2012   módulo 1
Formação de monitores 2012 módulo 1
Fátima Rocha
 
Guia do utilizador 2012 13
Guia do utilizador 2012 13 Guia do utilizador 2012 13
Guia do utilizador 2012 13
BELidiaJorge
 
Boletim cre 2009-alunoeb23
Boletim   cre 2009-alunoeb23Boletim   cre 2009-alunoeb23
Boletim cre 2009-alunoeb23
MARIA NOGUE
 
Visita guiada à BE
Visita guiada à BEVisita guiada à BE
Visita guiada à BE
subutterfly
 

Mais procurados (19)

Cópia de guia do utilizador biblioteca
Cópia de guia do utilizador bibliotecaCópia de guia do utilizador biblioteca
Cópia de guia do utilizador biblioteca
 
Pesquisar be da esp 2012 13
Pesquisar be da esp 2012 13Pesquisar be da esp 2012 13
Pesquisar be da esp 2012 13
 
Desdobrável1
Desdobrável1Desdobrável1
Desdobrável1
 
Manual do utilizador
Manual do utilizadorManual do utilizador
Manual do utilizador
 
Guia do Utilizador da Biblioteca da Escola Secundária António Sérgio - V. N. ...
Guia do Utilizador da Biblioteca da Escola Secundária António Sérgio - V. N. ...Guia do Utilizador da Biblioteca da Escola Secundária António Sérgio - V. N. ...
Guia do Utilizador da Biblioteca da Escola Secundária António Sérgio - V. N. ...
 
Guia utilizador be
Guia utilizador beGuia utilizador be
Guia utilizador be
 
Guia de Utilizador da BE - CE
Guia de Utilizador da BE - CEGuia de Utilizador da BE - CE
Guia de Utilizador da BE - CE
 
Guia uilizador ceprb
Guia uilizador ceprbGuia uilizador ceprb
Guia uilizador ceprb
 
Guia do utilizador da BE - CE
Guia do utilizador da BE - CEGuia do utilizador da BE - CE
Guia do utilizador da BE - CE
 
Guia de utilizador 2010 2011
Guia de utilizador 2010 2011Guia de utilizador 2010 2011
Guia de utilizador 2010 2011
 
Formação de monitores 2012 módulo 1
Formação de monitores 2012   módulo 1Formação de monitores 2012   módulo 1
Formação de monitores 2012 módulo 1
 
Guia do utilizador 2012 13
Guia do utilizador 2012 13 Guia do utilizador 2012 13
Guia do utilizador 2012 13
 
Boletim cre 2009-alunoeb23
Boletim   cre 2009-alunoeb23Boletim   cre 2009-alunoeb23
Boletim cre 2009-alunoeb23
 
Guia de utilizador - Profs
Guia de utilizador - ProfsGuia de utilizador - Profs
Guia de utilizador - Profs
 
Visita guiada à BE
Visita guiada à BEVisita guiada à BE
Visita guiada à BE
 
Guia do Utilizador da BE/CRE
Guia do Utilizador da BE/CREGuia do Utilizador da BE/CRE
Guia do Utilizador da BE/CRE
 
Guia do utilizador
Guia  do  utilizadorGuia  do  utilizador
Guia do utilizador
 
Guia do utilizador be 2014 15
Guia do utilizador be 2014 15 Guia do utilizador be 2014 15
Guia do utilizador be 2014 15
 
Guiadoutilizador2
Guiadoutilizador2Guiadoutilizador2
Guiadoutilizador2
 

Destaque

Declaracao 1 Emp. Individual
Declaracao 1   Emp. IndividualDeclaracao 1   Emp. Individual
Declaracao 1 Emp. Individual
rogersil66
 
Tecnologia Digital
Tecnologia DigitalTecnologia Digital
Tecnologia Digital
guesta52b7c
 
Registro Digital Tatiana
Registro Digital TatianaRegistro Digital Tatiana
Registro Digital Tatiana
tattyana
 
Poster28 Elisangela Srp
Poster28 Elisangela SrpPoster28 Elisangela Srp
Poster28 Elisangela Srp
eligraziela
 
C R O N O G R A M A
C R O N O G R A M AC R O N O G R A M A
C R O N O G R A M A
guest6223332
 
NR 18 Anexo 02
NR 18 Anexo 02NR 18 Anexo 02
NR 18 Anexo 02
shasha00
 
Refexao segurança e hegiene
Refexao segurança e hegieneRefexao segurança e hegiene
Refexao segurança e hegiene
mega
 

Destaque (18)

protectos escolares
protectos escolaresprotectos escolares
protectos escolares
 
Libro1
Libro1Libro1
Libro1
 
Declaracao 1 Emp. Individual
Declaracao 1   Emp. IndividualDeclaracao 1   Emp. Individual
Declaracao 1 Emp. Individual
 
EleiçãO 2
EleiçãO 2EleiçãO 2
EleiçãO 2
 
Apresentação "A robótica como ferramenta coadjuvante na formação e reabilitaç...
Apresentação "A robótica como ferramenta coadjuvante na formação e reabilitaç...Apresentação "A robótica como ferramenta coadjuvante na formação e reabilitaç...
Apresentação "A robótica como ferramenta coadjuvante na formação e reabilitaç...
 
Xequemate
XequemateXequemate
Xequemate
 
Evangelismo - Engenheiro Neiva 27-06-09
Evangelismo - Engenheiro Neiva  27-06-09Evangelismo - Engenheiro Neiva  27-06-09
Evangelismo - Engenheiro Neiva 27-06-09
 
Grupo H
Grupo HGrupo H
Grupo H
 
Tecnologia Digital
Tecnologia DigitalTecnologia Digital
Tecnologia Digital
 
Ficha
FichaFicha
Ficha
 
001
001001
001
 
Registro Digital Tatiana
Registro Digital TatianaRegistro Digital Tatiana
Registro Digital Tatiana
 
Poster28 Elisangela Srp
Poster28 Elisangela SrpPoster28 Elisangela Srp
Poster28 Elisangela Srp
 
C R O N O G R A M A
C R O N O G R A M AC R O N O G R A M A
C R O N O G R A M A
 
Análisis de campaña publicitaria
Análisis de campaña publicitariaAnálisis de campaña publicitaria
Análisis de campaña publicitaria
 
NR 18 Anexo 02
NR 18 Anexo 02NR 18 Anexo 02
NR 18 Anexo 02
 
Refexao segurança e hegiene
Refexao segurança e hegieneRefexao segurança e hegiene
Refexao segurança e hegiene
 
Presentacion para slideshare por primera vez
Presentacion para slideshare por primera vezPresentacion para slideshare por primera vez
Presentacion para slideshare por primera vez
 

Semelhante a Guia do utilizador do aluno

Guia do utilizador espamol
Guia do utilizador espamolGuia do utilizador espamol
Guia do utilizador espamol
Susana Frikh
 
Guia do utilizador_ebia
Guia do utilizador_ebiaGuia do utilizador_ebia
Guia do utilizador_ebia
beapelacao
 
Guia de utilizador be ae pal 11 12
Guia de utilizador be ae pal 11 12Guia de utilizador be ae pal 11 12
Guia de utilizador be ae pal 11 12
Filipa Julião
 
Guia de utilizador das BE AEPAL 11 12
Guia de utilizador das BE AEPAL 11 12Guia de utilizador das BE AEPAL 11 12
Guia de utilizador das BE AEPAL 11 12
Filipa Julião
 
Formação de utilizador BE da eb 2,3 moinhos da arroja
Formação de utilizador BE da eb 2,3 moinhos da arrojaFormação de utilizador BE da eb 2,3 moinhos da arroja
Formação de utilizador BE da eb 2,3 moinhos da arroja
paulafernandadiogo
 
Folheto recepção alunos
Folheto  recepção alunosFolheto  recepção alunos
Folheto recepção alunos
BibliotecaAroes
 
Guia utilizador celc
Guia utilizador celcGuia utilizador celc
Guia utilizador celc
BBEBJB
 
Formação do utilizador espaços da biblioteca
Formação do utilizador espaços da bibliotecaFormação do utilizador espaços da biblioteca
Formação do utilizador espaços da biblioteca
Maria José Ramalho
 
Recepoaosalunos2010 11-100920104829-phpapp02
Recepoaosalunos2010 11-100920104829-phpapp02Recepoaosalunos2010 11-100920104829-phpapp02
Recepoaosalunos2010 11-100920104829-phpapp02
Susana Frikh
 

Semelhante a Guia do utilizador do aluno (18)

Guia do utilizador espamol
Guia do utilizador espamolGuia do utilizador espamol
Guia do utilizador espamol
 
Guia do utilizador_ebia
Guia do utilizador_ebiaGuia do utilizador_ebia
Guia do utilizador_ebia
 
Guia do utilizador_ebia
Guia do utilizador_ebiaGuia do utilizador_ebia
Guia do utilizador_ebia
 
Guia de utilizador be ae pal 11 12
Guia de utilizador be ae pal 11 12Guia de utilizador be ae pal 11 12
Guia de utilizador be ae pal 11 12
 
Guia de utilizador das BE AEPAL 11 12
Guia de utilizador das BE AEPAL 11 12Guia de utilizador das BE AEPAL 11 12
Guia de utilizador das BE AEPAL 11 12
 
Guiadeutilizador1112
Guiadeutilizador1112Guiadeutilizador1112
Guiadeutilizador1112
 
Formação de utilizador BE da eb 2,3 moinhos da arroja
Formação de utilizador BE da eb 2,3 moinhos da arrojaFormação de utilizador BE da eb 2,3 moinhos da arroja
Formação de utilizador BE da eb 2,3 moinhos da arroja
 
Folheto recepção alunos
Folheto  recepção alunosFolheto  recepção alunos
Folheto recepção alunos
 
Guia utilizador celc
Guia utilizador celcGuia utilizador celc
Guia utilizador celc
 
Formação de utilizadores
Formação de utilizadoresFormação de utilizadores
Formação de utilizadores
 
Biblioteca escolar ae resende.formação utilizadores.minervina dias
Biblioteca escolar ae resende.formação utilizadores.minervina diasBiblioteca escolar ae resende.formação utilizadores.minervina dias
Biblioteca escolar ae resende.formação utilizadores.minervina dias
 
Formação do utilizador espaços da biblioteca
Formação do utilizador espaços da bibliotecaFormação do utilizador espaços da biblioteca
Formação do utilizador espaços da biblioteca
 
Formação de utilizador BE 1ºciclo
Formação de utilizador BE 1ºcicloFormação de utilizador BE 1ºciclo
Formação de utilizador BE 1ºciclo
 
Folheto professores
Folheto professoresFolheto professores
Folheto professores
 
Guia do Utilizador
Guia do UtilizadorGuia do Utilizador
Guia do Utilizador
 
Recepoaosalunos2010 11-100920104829-phpapp02
Recepoaosalunos2010 11-100920104829-phpapp02Recepoaosalunos2010 11-100920104829-phpapp02
Recepoaosalunos2010 11-100920104829-phpapp02
 
Guia de pesquisa_info
Guia de pesquisa_infoGuia de pesquisa_info
Guia de pesquisa_info
 
Bem vindos à be-cre
Bem vindos à be-cre Bem vindos à be-cre
Bem vindos à be-cre
 

Mais de luiscontente

Mais de luiscontente (20)

Romanos na Europa
Romanos na EuropaRomanos na Europa
Romanos na Europa
 
Revolução Liberal
Revolução LiberalRevolução Liberal
Revolução Liberal
 
Kamishibai 1º ciclo
Kamishibai 1º cicloKamishibai 1º ciclo
Kamishibai 1º ciclo
 
Bullying formas
Bullying formasBullying formas
Bullying formas
 
Muçulmanos na peninsula
Muçulmanos na peninsulaMuçulmanos na peninsula
Muçulmanos na peninsula
 
Kamishibai
KamishibaiKamishibai
Kamishibai
 
Os Deuses do Egito Antigo
Os Deuses do Egito AntigoOs Deuses do Egito Antigo
Os Deuses do Egito Antigo
 
A magia das lendas
A magia das lendas A magia das lendas
A magia das lendas
 
A inaudita guerra
A inaudita guerraA inaudita guerra
A inaudita guerra
 
História de uma gaivota . . .
História de uma gaivota . . .História de uma gaivota . . .
História de uma gaivota . . .
 
Auto da Barca do Inferno -9ºB
Auto da Barca do Inferno -9ºBAuto da Barca do Inferno -9ºB
Auto da Barca do Inferno -9ºB
 
Auto da Barca Andre e Henrique
Auto da Barca Andre e HenriqueAuto da Barca Andre e Henrique
Auto da Barca Andre e Henrique
 
Sagui de cara branca
Sagui de cara brancaSagui de cara branca
Sagui de cara branca
 
Pandas vermelhos
Pandas vermelhosPandas vermelhos
Pandas vermelhos
 
Sagui de cara branca
Sagui de cara brancaSagui de cara branca
Sagui de cara branca
 
Ratinho 1
Ratinho 1Ratinho 1
Ratinho 1
 
Os deuses na mitologia romana
Os deuses na mitologia romana Os deuses na mitologia romana
Os deuses na mitologia romana
 
A expansão romana
A expansão romanaA expansão romana
A expansão romana
 
Romanização da península ibérica
Romanização da península ibéricaRomanização da península ibérica
Romanização da península ibérica
 
Auto da barca do inferno em banda desenhada
Auto da barca do inferno em banda desenhadaAuto da barca do inferno em banda desenhada
Auto da barca do inferno em banda desenhada
 

Último

Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
andreaLisboa7
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
sfwsoficial
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
aulasgege
 
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
azulassessoria9
 

Último (20)

Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 

Guia do utilizador do aluno

  • 1. Na tua Biblioteca Escolar Regras de Funcionamento encontrarás diferentes áreas: Regras de Funcionamento Organização da documentação Gerais: A- Atendimento – onde podes obter - Neste espaçoGerais: não podes ter comportamentos Toda a documentação está arrumada por informações sobre o funcionamento da que perturbem Neste espaço não se pode o seu funcionamento (correr, assuntos, segundo a tabela de biblioteca, fazer requisições ou pedir saltar, falar alto, comer, música que comer, ouvir beber, falar ao Classificação Decimal Universal (CDU) e esclarecimentos/tirar dúvidas; não insultar os utilizadores…). telemóvel, agredir ouseja a existente no identificada pelo seguinte código de cores: - Também não podes entrar com boné ou B- Leitura informal – local para leitura de Centro de Recursos, usar mochila (coloca-a nas estantes para o efeito). revistas, jornais e outros documentos; - Para leitura telemóveis, chapéu, correr, domiciliária, podes requisitar 0-Generalidades.Obras de Referência. apenas um livro (da barulho. por um período fazer classe 8, C- Consulta e produção multimédia – Enciclopédias máximo de 8 dias). ser mantido o silêncio. Deve destinada à consulta e produção de 1– Filosofia. Psicologia - Em caso de dano ou extravio, o utilizador fica trabalhos em forma electrónica, obrigado à reposição do documento.e leitura Consulta, estudo 2– Religião. Teologia recorrendo à utilização de computadores, informal: 3– Ciências Sociais. Sociologia com acesso à Internet; 4 - (não utilizada) Os livros retirados das Consulta, estudo e leitura informal: - Todos os livros são de livre acesso. ser estantes não devem 5– Ciências Puras.Matemática. Ciências D- Leitura e trabalho autónomo - Naturais - Quando forem retirados mas sim arrumados, das estantes não destinada à leitura e produção de 6– Ciências Aplicadas. Tecnologia devem ser arrumados, mas sim colocados no colocados no carrinho trabalhos em grupo ou individuais. 7– Belas Artes. Divertimentos.Desporto espaço indicado paraesse efeito. para o efeito. 8– Linguística. Literatura E- Audiovisuais - destinada a consulta de Multimédia e produção de trabalhos: 9– Arqueologia. Geografia. Biografia. documentos áudio e vídeo. - Os computadores só podem ser utilizados para História Multimédia e produção de pesquisar e realizar trabalhos. - Deves pedirtrabalhos: F- Espaço dos mais novos - destinado à autorização para utilizar os utilização da biblioteca pelo público mais computadores, -explicando ser pedida vai ser Tem de que tarefa novo da escola, juntando-se aí diferentes Contribui com as tuas realizada. autorização para utilizar áreas da biblioteca, não se excluindo o críticas e sugestões para os computadores; - Cada computador só pode ser utilizado por acesso às restantes áreas. enriquecer e melhorar o explicando que tarefa dois alunos de cada vez. funcionamento da Biblioteca vai ser realizada. Audiovisuais: - cada computador só Escolar. - A utilização dos equipamentos e documentos é pode ser utilizado por feita após requisição. aluno de cada vez; um - Cada posto de visionamento pode ser utilizado - os computadores só Este espaço é teu! por dois alunos de cada vez. podem ser utilizados - Ao terminar a utilização, devem informar os elementos da equipa ou o responsável pelo atendimento. - A consulta de documentos que não pertençam ao fundo documental da biblioteca requer autorização prévia.
  • 2. EQUIPA EDUCATIVA Ler faz-nos Professores bibliotecários: crescer... Luís Contente Carla Valente Agrupamento de Escolas nº 1 de Beja Colaboradores: As árvores e os livros Mª Carolina Pereira EBI de Santa Maria As árvores como os livros têm folhas Assessores (as): Mª Palmira Matos e margens lisas ou recortadas, Mª Luísa Cruz Biblioteca Escolar e capas (isto é copas) e capítulos de flores e letras de ouro nas lombadas. Paulo Estevens E são histórias de reis, histórias de fadas, Letras e Literacias as mais fantásticas aventuras, O nosso blogue em: que se podem ler nas suas páginas, http://letraseliteracias.blogspot.com no pecíolo, no limbo, nas nervuras. M@yBIBLIO GUIA As florestas são imensas bibliotecas, A nossa Biblioteca Digital em: http://sites.google.com/site/maybiblio/ DO e até há florestas especializadas, com faias, bétulas e um letreiro UTILIZADOR Horário: a dizer: “Floresta das zonas temperadas”. 8h15-13h15 14h00-17h00 É evidente que não podes plantar no teu quarto, plátanos ou azinheiras. Para começar a construir uma biblioteca, basta um vaso de sardinheiras. Há sempre alguém disponível para te ajudar Jorge Sousa Braga a utilizar este espaço da melhor maneira! Herbário, Ed. Assírio e Alvim Aparece!