Aula 01 e 02 avaliação

93 visualizações

Publicada em

Avaliação educacional no brasil

Publicada em: Celular
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
93
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 01 e 02 avaliação

  1. 1. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia · Pró-Reitoria de EnsinoInstituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia – Pró-Reitoria de EnsinoInstituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco - Campus Barreiros Campus Barreiros Avaliação educacional no Brasil (1960-1995) “Heraldo Marelim Vianna’’
  2. 2. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia · Pró-Reitoria de EnsinoInstituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia – Pró-Reitoria de EnsinoInstituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco - Campus Barreiros A evolução da avaliação educacional no brasil com o objetivo de verificar a eficiência de professores, currículos, programas e sistemas, além de possibilitar a identificação de diferentes tendências, sobretudo quanto ao desempenho educacional, entre outros aspectos, como seria desejado. (Vianna 1992) Introdução
  3. 3. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia · Pró-Reitoria de EnsinoInstituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia – Pró-Reitoria de EnsinoInstituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco - Campus Barreiros • A FUNBEC- fundação brasileira para o ensino de ciências. Nos anos 60 e 70. Uma organização voltada para a inovação educacional. Lançou a coleção Cientistas que consistiu em 50 kits contendo a biografia de cientistas, um manual de instrução e material para a realização de experimentos. A FUNBEC foi extinta na década de 70. Começou uma avaliação dos programas, Expertise de Hulda Grobman, na área de biologia.
  4. 4. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia · Pró-Reitoria de EnsinoInstituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia – Pró-Reitoria de EnsinoInstituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco - Campus Barreiros • Fundação Getúlio Vargas Meados da década de 60 Avaliação somativa Teste Iowa Basic Skills Com a colaboração de Anne Anastasi, Frederick Davis e Robert Ebel • EDURURAL O programa de expansão e melhorias do ensino no meio rural do nordeste brasileiro- planejado em 1977. O projeto com financiamento do Banco Mundial, coletou dados, nos anos 1981,1983 e 1985 em vários estados do nordeste por intermédios de provas de português e matemática, aplicadas a crianças de 2ª e 4ª serie do ensino fundamental, em 603 escolas rurais.
  5. 5. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia · Pró-Reitoria de EnsinoInstituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia – Pró-Reitoria de EnsinoInstituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco - Campus Barreiros • Estudos etnográficos identificaram algumas razões explicativas para o baixo rendimento das crianças nas áreas curriculares. • No final dos anos 80, foi iniciado um amplo programa de avaliação do rendimento de alunos do 1° grau da rede pública de todo país, por iniciativa do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP).
  6. 6. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia · Pró-Reitoria de EnsinoInstituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia – Pró-Reitoria de EnsinoInstituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco - Campus Barreiros • O projeto teve seus desdobramentos, com novas avaliações: As avaliações a nível estadual promovida pelo INEP; A avaliação a nível nacional foi realizado por intermédio da secretaria de Ensino do 2° grau, do Ministério da educação, com o apoio do Banco Mundial e a colaboração cientifica da Fundação Carlos Chagas. • Utilizando a competência técnica do INEP, o ministério da educação, iniciou a implantação de um Sistema Nacional de Avaliação da Educação Basica-SAEB.
  7. 7. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia · Pró-Reitoria de EnsinoInstituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia – Pró-Reitoria de EnsinoInstituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco - Campus Barreiros • 1992 – Avalição os estudante do ciclo básico de alfabetização e os da 8º série. • 1993 – Foram avaliado a 2º série do Ensino Fundamental, e a 2º série do Ensino Médio; Foram avaliados as turma da 3º/4º série da Habilitação em Magistério. • 1994 – O programa de avaliação do sistema de ensino de Minas Gerais, teve apoio financeiro do Banco Mundial. Esse sistema foram abrangido em 414 municípios. • 1991 – Um programa de avaliação foi realizado em 1991, sobre o desenvolvimento da Rede Pública Escolar do Estado de Pernambuco na área de Linguagem, em crianças de 1º a 4º série. Foram desenvolvidos três outros instrumentos: • Questionário do aluno; • Questionário da escola; • Questionário dos pais.
  8. 8. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia · Pró-Reitoria de EnsinoInstituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia – Pró-Reitoria de EnsinoInstituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco - Campus Barreiros • 1990/92 – A nível internacional, teve o integrante da International Assessment of Education Progress – (IAEP); Teve a participação de 20 países, sob a coordenação do: Educational Testing Service (Princeton, New Jersey); E o financiamento da National Science Foundation – (NSF); A parte relativo do Brasil ficou sob a responsabilidade da Fundação Carlos Chagas.
  9. 9. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia · Pró-Reitoria de EnsinoInstituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia – Pró-Reitoria de EnsinoInstituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco - Campus Barreiros Obrigado!!!

×