Escola Municipal Prof.
Antonio Lopes Lins.
Campo Grande,11/11/13
Professora:Ana Claudia
Alunos:Leandro Daniel
Halison Henr...
Período comPosto Por
coordenação
• O período composto por coordenação
apresenta simplesmente duas ou mais
orações independ...
• No exemplo acima, as duas primeiras
orações estão ligadas por uma vírgula,
mas a terceira foi ligada à anterior com
a co...
• Tipos de conjunções:
• a)    Aditivas: e, nem, não só...mas
também, não apenas... mas ainda etc.;
• Exemplo: A tempestad...
• c)    Alternativas: ou, ou...ou, ora...ora, já...já,
• quer...quer etc.;
• Exemplo: A tempestade ora derrubava árvores,
...
• e)    Explicativas: pois, porque, que etc.
• Exemplo: Ele tem mais chances de vencer
a prova, porque é mais forte.
• obs...
• Nesse período, o e, em vez de fazer a
função de conjunção aditiva, equivale a
mas, ou seja, tem função adversativa.
Esse...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Escola municipal prof

191 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Escola municipal prof

  1. 1. Escola Municipal Prof. Antonio Lopes Lins. Campo Grande,11/11/13 Professora:Ana Claudia Alunos:Leandro Daniel Halison Henrique. Série:8º ano A
  2. 2. Período comPosto Por coordenação • O período composto por coordenação apresenta simplesmente duas ou mais orações independentes. Dito de outra forma, uma oração coordenada não exerce uma função sintática em relação à outra oração do período. • Exemplo: • Os sócios discutiram o plano econômico, votaram o orçamento e encerraram a reunião.
  3. 3. • No exemplo acima, as duas primeiras orações estão ligadas por uma vírgula, mas a terceira foi ligada à anterior com a conjunção e. As orações coordenadas que não são ligadas por conjunções são chamadas de assindéticas. • Exemplo: • A tempestade derrubou árvores, destelhou casas, alagou ruas. • As orações coordenadas iniciadas por conjunção são chamadas de sindéticas.
  4. 4. • Tipos de conjunções: • a)    Aditivas: e, nem, não só...mas também, não apenas... mas ainda etc.; • Exemplo: A tempestade derrubou árvores e alagou ruas. • b)    Adversativas: mas, porém, todavia, contudo, entretanto, no entanto etc.; • Exemplo: A tempestade derrubou árvores, mas não alagou ruas.
  5. 5. • c)    Alternativas: ou, ou...ou, ora...ora, já...já, • quer...quer etc.; • Exemplo: A tempestade ora derrubava árvores, ora alagava ruas. • d)    Conclusivas: logo, portanto, por isso, pois, de modo que etc.; • Exemplo: Ele é mais forte, portanto tem mais chances de vencer a prova.
  6. 6. • e)    Explicativas: pois, porque, que etc. • Exemplo: Ele tem mais chances de vencer a prova, porque é mais forte. • observe a seguinte frase: • Ele faz as compras e quem paga a conta sou eu.
  7. 7. • Nesse período, o e, em vez de fazer a função de conjunção aditiva, equivale a mas, ou seja, tem função adversativa. Esse tipo de mudança de função acontece também com outras palavras, como um pronome pessoal que pode exercer função de pronome possessivo (Exemplo: Roubou-me o coração). • Isso indica que para classificar uma oração coordenada não basta decorar os tipos de conjunções: é necessário analisar todo o período, percebendo as relações que ali se estabeleceram.

×