“Se	eu	tiver	a	felicidade	de	governar	este	estado,	jamais	irei	ligar	para	qualquer	que	seja	a	empresa	de	comunicaçã o	par...
Página 02 / Fevereiro de 2014

www.carlosferreira47.blogspot.com

Prefeito Magnaldo define seus pré‐candidatos a deputados...
Página 03 / Fevereiro de 2014

www.carlosferreira47.blogspot.com

Polícia Militar em São Francisco do Brejão tem novo Coma...
Página 04 / Fevereiro de 2014

www.carlosferreira47.blogspot.com

Por que criminosos e outros infratores são libertos com ...
Página 05 / Fevereiro de 2014

e

el

as
e

R

www.carlosferreira47.blogspot.com

Projeto do deputado Léo Cunha garante in...
Página 06 / Fevereiro de 2014

www.carlosferreira47.blogspot.com

Passagens chegam a custar 15 reais do Trecho Seco à Impe...
Página 07 / Fevereiro de 2014

www.carlosferreira47.blogspot.com

INTERNET

A força e importância da Internet nas estratég...
Página 08 / Fevereiro de 2014

www.carlosferreira47.blogspot.com

Mundo Fashion
DIVERSÃO
}
Passagens chegam a custar 20 re...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jornal a hora (73) fevereiro 2014 - São Francisco do Brejão - MA

167 visualizações

Publicada em

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
167
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal a hora (73) fevereiro 2014 - São Francisco do Brejão - MA

  1. 1. “Se eu tiver a felicidade de governar este estado, jamais irei ligar para qualquer que seja a empresa de comunicaçã o para pedir cabeça de jornalista, radialista. Eu acredito de verdade na liberdade de expressã o e de imprensa”, Palavras de Flávio Dino, em entrevista à Rádio Capital AM, de São Luís, na noite da segunda feira, 24, no programa Comando da Noite, do radialista Gilberto Lima. São Francisco do Brejão (MA) / Ano X / Edição nº. 73 / Circulando desde julho de 2005 / Fevereiro de 2014 Informe público Valor R$ 2,00 - Prefeito Magnaldo define seus candidatos a deputados (Pág 02) - Prefeito Magnaldo prestigia posse do novo comando da PM em Brejão Jornal A Hora entrevista Cabo Arilson Pág 03 Mulher é presa com 25 cabeças de crack Pág 04 A espada Mágica ‘Por Carlos Hilsdorf Pág 05 Câmara começa os trabalhos legislativos de 2014 (Pág 07) Ex‐prefeito Franciscano prepara roça comunitária ‐ Pág 07 ‐ A força e importância da Internet nas estratégias de gestão e comunicação oficiais (pág 07) Passagens chegam a custar 20 reais do Brejão para Imperatriz; só de ida Não se sabe ao certo se estão aproveitando uma grande oportunidade ou se estão se aproveitando da oportunidade. O certo é que as passagens neste mês de fevereiro, devido à cratera – na BR‐010, criada pelas fortes chuvas, nas imediações da 1.700, – inflacionou – por demais – os preços das passagens neste perímetro. Pág 08 CONVÊNIOS Brejão será beneficiado com mais de 2 milhões em convênios, segundo secretário Hildo Rocha e deputado Léo Cunha - Pág 02 Os convênios foram anunciados no dia 01, em reunião no auditório da Escola Raimundo de Moraes Barros. ‘Nunca se apegue a cargos. Procure se especializar, sempre, em sua profissão. É o profissionalismo que lhe conduz aos cargos, e não o inverso’. Francisco do Robertão e o futebol É inegável que dos atuais vereadores, o mais visto no Estádio Cruzadão é o Francisco do Robertão. Além de está nos jogos oficiais, o parlamentar prestigia até os jogos de compadres aos domingos pela manhã. Ainda foi um dos colaboradores do Campeonato de Máster de 2013. Francisco do Robertão costuma ir aos campos nos povoados com uma bola nas mãos para doar aos atletas. E, no Domingo, 22, o vereador ainda acompanhou a Ponte Preta no jogo em Cidelândia. (Assessoria)
  2. 2. Página 02 / Fevereiro de 2014 www.carlosferreira47.blogspot.com Prefeito Magnaldo define seus pré‐candidatos a deputados e governador Léo Cunha, Hildo Rocha e Luís Fernando Silva contarão com o gestor EDITORIAL O Sentido do Existir da Mídia: publicar A Imprensa surgiu, e continuará existindo, com/pela a missão de informar. Os espaços dedicados ao Jornalismo, seja no rádio, TV, revista, internet e no jornal (impresso) tem o dever de levar a notícia à opinião pública (população). O princípio desta profissão requer que os Dois (ou vários) lados de um determinado fato (acontecimento) merecem (e tem o direito) de serem ouvidos – e destacados. Por isso mesmo, uma das principais “Leis” do 'bom' Jornalismo é a “apuração”. No entanto é imprescindível deixar claro que paralelo ao espectro – espaço – do Jornalismo dentro de um determinado veículo de Comunicação, há, também, os espaços destinados à publicidade – a propaganda. Pois todos os veículos têm seus custos e despesas (e necessidade de investimentos). E nada é de graça. Tudo tem seu preço. O que o veículo não pode permitir é perder o seu valor. ‐‐ O PREÇO é o que a empresa de comunicação paga de impostos, salários e a fornecedores; e também o que ela (empresa) recebe dos seus clientes pela divulgação de propaganda. ‐‐ O VALOR é a credibilidade do veículo – programa – junto aos clientes, fornecedores e especialmente junto à comunidade. ‐‐‐ O FATO – Acontecimento – citado no segundo parágrafo pode ser entendido, também, como todos os acontecimentos em uma comunidade, e até mesmo todas as pessoas de uma comunidade (como cita o mestre Marcelo Rodrigues) “as pessoas são notícias”. E para ser notícia, essas pessoas podem ser ícones mundiais, famosos em um país, políticos ou empresários de um estado, pessoas comuns de uma cidade ou o vaqueiro, o roceiro, lá na zona rural... “MAS NÃO CONFUNDA. NUNCA VENDA A LINHA EDITORIAL” Toda empresa jornalística tem (ou pelo menos deve ter) sua linha Editorial (seus valores, crenças, ética, zelo pelo que acredita; sempre em consonância com as boas práticas do jornalismo), que deve balizar‐se pela imparcialidade. Zelar pelo ouvir. Dá voz às pessoas, em especial às menos privilegiadas. Por fim, JAMAIS PERMITIR QUE NADA E NEM NINGUÉM INTERFIRA NA LINHA EDITORIAL. AINDA QUE SEJA PELA FORÇA DO CAPITAL FINANCEIRO PRIVADO OU PELO GRANDE PODER POLÍTICO. No popular: Não permita a alguém dizer o que deve ser noticiado e nem impeça que algo seja noticiado. Até porque essa ferramenta (dizer o que podia, ou não podia ser publicado) de Censura foi amplamente utilizada pela Ditadura Militar. E ela [Ditadura] não foi, nem é boa para a humanidade. ‐ DOIS EXEMPLOS E1: A Rede Globo de Televisão, a maior e mais poderosa empresa de comunicação do País, pautou insistentemente em seus telejornais a morte do Cinegrafista Santiago (morto numa manifestação), da TV Band. Isso mesmo, pautou e 'chorou' a morte do simples cinegrafista da concorrente. E2: A mesma Globo, que tem a TV Mirante como afiliada no Maranhão (Mirante esta que é de propriedade, também, da governadora do Estado, e maior emissora maranhense) noticiou por vários dias, do primeiro ao último telejornal do dia, a crise do Sistema Prisional (Pedrinhas) no Estado, indo de encontro à cotista da afiliada. A NOTÍCIA, O FATO, O ACONTECIMENTO ESTÁ ACIMA DOS DEMAIS PONTOS – CONCORRÊNCIA E AFILIADA (ALIADA) “O Jornal A Hora – fundado como Jornal Brejão Impresso, em 2005 – alvo de críticas e elogios (democracia é isso) – continua circulando. Atravessou gestos e gestões. Já foi intitulado ser de A, B, C... Mas a notícia tem sido sua base, as leis do jornalismo tem sido seus pilares, ele continua existindo, e com fé em Deus existirá por mais muitos anos ainda, porque sua existência é por e para você leitor. Obrigado. Hildo Rocha, Prefeito Magnaldo, deputado Léo Cunha São Francisco do Brejão – O prefeito Magnaldo Fernandes (PSDB) começou o mês quebrando o silêncio sobre quem apoiará para a Assembleia Legislativa (deputado estadual) e Câmara Federal (deputado federal). As declarações foram feitas no sábado, dia 01 de fevereiro. Sobre o candidato ao governo, o gestor já havia declarado no palco da virada. O p r e f e i t o aproveitou a reunião de trabalho, onde foram anunciados vários convênios para o município, no auditório da Escola Raimundo de Moraes Barros, e disse: “Eu sempre disse que apoiaria quem apoiasse o município. O deputado Léo Cunha tem sido um grande parceiro nosso. Em São Luís é o Léo quem nos acompanha nas secretarias, e já chegou a ficar várias vezes até à noite lutando por recursos, ao nosso lado. O secretário das Cidades Hildo Rocha tem sido um amigo. Atendendo-nos em nossos pleitos administrativos, e viabilizando até junto outras secretarias para que nosso município seja comtemplado. Portanto, quero dizer que apoiarei o Léo Cunha (PSC) para estadual e o Hildo Rocha (PMDB) para federal. Para governador, repto, nosso apoio será para o candidato da nossa governadora Roseana Sarney, será para o companheiro Luís Fernando (PMDB)”, declarou. Com a exposição oral do gestor brejaoense acaba-se as especulações sobre quem, como o prefeito costumar dizer, contará com o seu apoio e verá o suor do chefe do executivo municipal pedindo votos no pleito deste ano. Brejão será beneficiado com mais de 2 milhões em convênios, segundo secretário Hildo Rocha e deputado Léo Cunha Durante a reunião administrativa, do sábado, 01 de fevereiro, no auditório da escola Raimundo de Moraes Barros, foram anunciados convênios que ultrapassam a ordem dos 2 milhões de reais, entre os recursos repassados pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado das Cidades e as contra partidas do município. Segundo o prefeito, o deputado Léo Cunha foi um grande parceiro para a conquista deste montante, articulando junto ao governo. 01-EXTRATO DO CONVÊNIO Nº 343/2013 - ASSJUR/SECID. REF: PROCESSO N.º 261046/2013-SECID. PARTES: Pavimentação de Vias Urbanas: R$ 525.000,00 (quinhentos e vinte e cinco mil reais); 02-EXTRATO DO CONVÊNIO Nº 344/2013 - ASSJUR/SECID. REF: PROCESSO N.º 169172/2013-SECID. Sistema de Abastecimento de Água: R$ 236.157,89 (duzentos e trinta e seis mil, cento e cinquenta e sete reais e oitenta e nove centavos); 03-EXTRATO DO CONVÊNIO Nº 345/2013 - ASSJUR/SECID. REF: PROCESSO N.º 261042/2013-SECID. Reforma e Adequação do Parque de Vaquejada: R$ 210.000,00 (duzentos e dez mil reais); 04-EXTRATO DO CONVÊNIO Nº 356/2013 - ASSJUR/SECID. REF: PROCESSO N.º 268061/2013-SECID. Saneamento Ambiental no Município de S ã o F r a n c i s c o d o Brejão/MA: R$ 168.000,00 (cento e s e s s e n t a e oito mil reais); 05-EXTRATO DO CONVÊNIO Nº 470/2013-ASSJUR/SECID. REF: PROCESSO N.º 236477/2013-SECID. Pavimentação de vias urbanas: R$ 578.947,37 (quinhentos e setenta e oito mil, novecentos e quarenta e sete reais e trinta e sete centavos); 06-EXTRATO DO CONVÊNIO Nº 471/2013 - ASSJUR/SECID. REF: PROCESSO N.º 201038/2013-SECID. Reforma da Praça Principal, no Município de São Francisco do Brejão: R$ 157.500,00 (cento e cinquenta e sete mil e quinhentos reais); 07-EXTRATO DO CONVÊNIO Nº 473/2013 - ASSJUR/SECID. REF: PROCESSO N.º 201041/2013-SECID. Fabricação e Implantação do Portal da C i d a d e : R $ 1 5 7 . 5 0 0 , 0 0 (cento e cinquenta e sete mil e quinhentos r e a i s ) ; EXPEDIENTE NC PRODUÇÃO DE EVENTOS CULTURAIS LTDA CF PRODUÇÕES CNPJ: 09.493.810/0001-00 RUA SÃO RAIMUNDO, 104, CENTRO, 65.929-000 SÃO FRANCISCO DO BREJÃO - MARANHÃO Jornal A Hora (hora.redacao@hotmail.com) Rua Maranhão, 78, Centro, CEP: 65.929-000 São Francisco do Brejão - Maranhão DIREÇÃO Neidjane Vieira EDITOR-CHEFE Wener Moraes DTR/MA: 651 ASSESSORIA JURÍDICA Dr. Lula Almeída OAB/MA: 4665 l, do ma er s venc m o bem’ ixe o te de o mal co ‘Nã 1 ça as ven manos 12:2 M Ro Edição Fechada em: 24 de fevereiro de 2014
  3. 3. Página 03 / Fevereiro de 2014 www.carlosferreira47.blogspot.com Polícia Militar em São Francisco do Brejão tem novo Comando Cabo Arilson concede entrevista ao Jornal A Hora e fala sobre a filosofia de trabalho do novo comando da PM Efetivo da Polícia Militar em Brejão é atualmente formado pelo Soldado Cristiano, Soldado Orlan, Cabo Odeon, Cabo Arilson e Sargento A. Costa noite, enquanto estivermos aqui, em nome da tranquilidade dos brejaoenses de paz. Jornal A Hora: Você abordou uma questão preocupante na cidade, que é o consumo e tráfico de drogas, em especial o crack. A Polícia tem planejado alguma estratégia diferenciada para combater esse mal? Cabo Arilson: Como te falei Carlos, vai muito das denúncias, da cooperação da comunidade. Mas garantimos que a ação da Polícia será dura' no combate a esse mal. Porém só conseguiremos êxito se houve a colaboração da sociedade. Jornal A Hora: Como será o tratamento da PM em relação ao abuso no trânsito no que diz respeito à alta velocidade, e mesmo outras infrações, bem como menores ao volante? Cabo Arilson: Infelizmente ainda existe um alto índice de reclamação em relação a motociclistas: tipo, o uso de cadron, fazendo muito barulho, “dando tiros”. E, isso são reclamações simples, mas adianto que vamos coibir essas e outras infrações, severamente. E vamos conduzi-los ao Ciretran. Em relação a menores na condução de veículos nossa tolerância será zero. Jornal A Hora: Qual a atual relação entre o poder público municipal, especialmente a prefeitura, e à PM, representada neste momento por você e pelo Sargento A. Costa? Cabo Arilson: Veja bem, a prefeitura tem dado todo o apoio necessário. A parceria tem acontecido e está dando certo, e vai dar certo. O prefeito Magnaldo está contribuindo conosco, em todos os sentidos, necessidades. Esperamos que essa parceria continue, e da nossa parte só nos resta retribuir com o nosso serviço. Agora mesmo, essa reforma que já se iniciou no prédio do Destacamento é fruto dessa parceria. Tanto a reforma externa, quanto interna, que serão feitas foram autorizadas pelo prefeito. Jornal A Hora: Cabo Arilson, boa parte da população comentava, num tom de desejo, que você voltasse a trabalhar aqui. E você retornou. Como você está se sentindo em voltar a trabalhar no Brejão? Cabo Arilson: Primeiro digo que é muito gratificante perceber que muitos queriam nosso retorno. Sempre que passeávamos aqui éramos questionados porque eu não voltava. Então, graças a Deus e ao prefeito estamos aqui. Agora é pagar com meu serviço e dedicação o crédito que o gestor e a população credenciam a mim. Jornal A Hora: A população brejaoense pode ficar tranquila que a PM, no conjunto dos seus cabos, soldados e sargento, não medirá esforços para dar tranquilidade às pessoas de bem do município? Cabo Arilson: Sem dúvida. No que depender de nós, do nosso esforço, vamos fazer todo o possível para manter a ordem em São Francisco do Brejão. Jornal A Hora: Cabo Arilson, muito obrigado pela entrevista. Algo a acrescentar? Fique à vontade para suas considerações, e parabéns pelo retorno. Cabo Arilson: Nada. Eu é que agradeço a vocês da imprensa, e só tenho que acrescentar que a população seja realmente parceira. Não precisa se identificar. Qualquer hora que alguém perceber algo errado pode ligar, seja dia ou noite, estaremos prontos para cumprir nosso trabalho. (Fone PM: 9643-2804) AdM 8 dicas para abrir seu primeiro negócio Por Vinicius Roveda / administradores.com Embora o índice de mortalidade das empresas nascentes esteja caindo no Brasil, boa parte das microempresas não consegue superar os primeiros anos de vida. Entre os motivos, estão a falta de planejamento e de experiência, pouco capital para investir e má gestão. Confira 8 pontos que merecem a atenção dos novos empreendedores antes de abrir o primeiro negócio: 1. Aposte na experiência Se o empreendedor não tem experiência na área em que deseja iniciar uma empresa, uma boa dica é procurar um sócio, funcionário ou até mesmo uma consultoria que já tenha certa experiência no ramo em questão. Jornal A Hora: Cabo 2. Adquira capacitação e conhecimento Arilson, Você retorna junto com o novo comando da PM no A busca pelo conhecimento sobre a área em que se município, na pessoa do quer atuar é fundamental. Cursos de capacitação são Sargento A. Costa, qual será a importantes para entender melhor os problemas metodologia de trabalho da cotidianos, desenvolver a capacidade de identificá‐los Segurança Pública no e solucioná‐los de maneira rápida, eficaz e mais município a partir deste econômica possível. momento? 3. Elabore um plano de negócios Cabo Arilson: Primeiro; Começar uma empresa sem um bom plano de obrigado Carlos. Nossa filosofia negócios é o primeiro passo para o fracasso. Defina a de trabalho será de parceria com a estrutura operacional da empresa, crie um plano comunidade. A comunidade nos ajudando, através de denúncias, financeiro detalhado com o total do investimento, de informações, e nós ajudando a capital de giro, custos e previsão de rentabilidade da comunidade, trabalhando pela paz empresa no 1º, 2º e 3º ano. É aconselhável também pública. Pois só com essa parceria criar um plano de marketing para identificar o público‐ poderemos fazer um bom alvo, mercado e estratégias de venda. trabalho. No mais, iremos manter 4. Gere valor para o cliente o trabalho de abordagem, Para se destacar em um mercado com tantos combater o tráfico de drogas, além concorrentes é preciso levar em conta a importância dos demais serviços de rotina. de ter um diferencial e gerar valor para o cliente. Jornal A Hora: O Responder a perguntas do tipo: “Como mostrar que a Sargento A. Costa assumiu o Destacamento. Mas, já estando minha empresa existe? Por que o cliente me daria a de férias. Portanto você acabou preferência? Qual é o meu diferencial?” ajudam a assumindo o trabalho neste mês. identificar e implementar novas estratégias. Como tem sido estes primeiros 5. Faça investimentos assertivos dias para a PM, neste seu Geralmente o empresário possui o capital necessário retorno? para o investimento, mas não consegue identificar de Cabo Arilson: Olha, forma correta onde deve investir o dinheiro. Áreas nestas duas semanas que estamos como marketing, capacitação de funcionários e aqui, temos feito um trabalho estruturais devem ser priorizadas, pois estão ligadas diuturno, e já conseguimos êxito. Prendemos quatro armas brancas, diretamente ao cliente e ao funcionamento da uma arma tipo garrucha – caseira empresa. –. Além de uma apreensão, em 6. Mantenha capital de giro suficiente flagrante, de uma traficante de Antes de iniciar as atividades, tenha em mãos pelo drogas. E garantimos que vamos menos o montante suficiente para manter as despesas continuar assim, trabalhando dia e gerais da empresa por um ano. Os primeiros meses são de adaptação ao mercado e não geram grande entrada de dinheiro no caixa, o que pode não ser o suficiente para pagar despesas essenciais da empresa. 7. Separe as finanças pessoais das finanças da empresa Uma dica é estipular um salário para o proprietário, que deverá ser retirado juntamente como o pagamento dos funcionários. Evitar retirar dinheiro fora das datas pré‐fixadas para o pagamento e manter bem estruturado o controle financeiro da empresa também são tarefas importantes. 8. Controle a ansiedade A ansiedade pode causar grande frustação antes mesmo que clientes importantes tenham conhecimento de que sua empresa existe. Inúmeros fatores podem atrasar o reconhecimento da empresa, Tenente Sanches, Sargento A. Costa, Prefeito Magnaldo, Cabo Arilson por isso os esforços devem ser direcionados A posse do Sargento A. Costa e do Cabo Arilson aconteceu na manhã do dia 07 de fevereiro. Coube corretamente, na busca por conhecimento e ao Tenente Sanches, representando o Comando Regional, Açailândia, cumprir o momento solene. O prefeito Magnaldo prestigiou o ato, e se comprometeu dar todo o apoio possível, começando pela reforma capacitação, vontade de trabalhar e incentivos para inovar. total do prédio da Delegacia. Prefeito Magnaldo prestigia posse do novo comando da PM em Brejão
  4. 4. Página 04 / Fevereiro de 2014 www.carlosferreira47.blogspot.com Por que criminosos e outros infratores são libertos com tanta rapidez? Você sabe de quem é a culpa? É da Justiça? É da Polícia? É dos Políticos? É Nossa? H á algum tempo esse tema é lembrando na discussão de pauta deste informativo. Mas as circunstancias e outros assuntos acabavam por sobressair‐se, e ganhar destaque no roteiro final. Porém, em virtude dos acontecimentos atuais o tema está sendo colocado à discussão, nesta edição. Assistindo o programa dominical 'Domingo Espetacular', de 16/02, pela TV Record, com Paulo Henrique Amorim, uma matéria tratava de um assalto seguido de morte (latrocínio). Uma irmã da vítima culpava o Judiciário por o acusado está em liberdade. Mas será que a culpa é (só) da Justiça? O desdobramento da matéria reforçou a tese deste comunicador: a verdadeira – ou maior – culpa é daqueles que nunca levam a culpa: o cidadão (inclui‐se ai, homens, mulheres e jovens). Vamos ao roteiro teórico [tese] defendido. => A Polícia (PM) se arrisca, captura e prende. A Polícia (Civil) averigua, apura, prepara o inquérito e manda o preso para a Justiça. A JUSTIÇA (juízes) trabalha baseada nas Leis, e são pelas 'brechas' das Leis que os Advogados defendem seus clientes – acusados de crimes, tráficos, e etc. As Leis são sancionadas pelo Poder Executivo (prefeitos, governadores, presidente). No entanto, as Leis são aprovadas (e propostas) pelo Poder Legislativo (vereadores, deputados, senadores). Porém, o P O D E R LEGISLATIVO é eleito pelo povo (através do voto). E a história prova que as Leis – em sua maioria – são falhas. Bem como, a história prova que o Congresso (Senado e Câmara Federal) é pouco renovado. A maioria dos parlamentares sempre volta. E voltam através do voto. E quem vota somos nós. Moral da história <=> este ciclo começa e termina no voto. Será que a culpa é da Justiça ou é NOSSA? <= Por Carlos Ferreira MAIOR IDADE PENAL Galeria de diversão, sabores e criatividade - HDIV Congresso volta a discutir sobre redução da maior idade penal Brigadeiro PM do Brejão prende mulher com 25 cabeças de crack  chocolate granulado para fazer bolinhas Modo de Preparo 1. Coloque em uma panela funda o leite condensado, a margarina e o chocolate em pó 2. Cozinhe em fogo médio e mexa sem parar com uma colher de pau 3. Cozinhe até que o brigadeiro comece a desgrudar da panela 4. Deixe esfriar bem, então unte as mãos com margarina, faça as bolinhas e envolva-as em chocolate granulado Sd. Orlan e Cb Odeon São óFranciscoc e r u m a b a– b a r i d a d ea É s a c o n t e do Brejão r Durante tradicional ronda de trabalho, [com idade entre 15 envolvendo menores de idade no final da tarde da quarta feira, 19, o Cabo Odeon e o Soldado Orlan a 17 anos] que os nobres congressistas começam a pegaram em flagrante, com quatro cabeças de crack, ecoar [discutir] a questão da redução da maior a jovem Maria Samara Sousa, de 20 anos. A mesma idade penal. estava acompanhada de umassuntode idade. pois Sem dúvidas é um menor polêmico, divide Os dois foram levados à Delegacia. Momento boa parte das opiniões. Esse é um dos em que a Polícia comunicou aautoridades policiais; assuntos em que religiosos; presença do menor ao Conselho Tutelar. Em seguida os policiais foram à ONGs; Direitos Humanos... E uma infinidade de casa da jovem, onde fizeram o pene fino sendo organismos sociais, públicos e privados se encontradas mais 21e alma'. da droga. envolvem de 'corpo cabeças Os dois foram conduzidos à Delegacia Mas, e você, acha que uma pessoa com 16 Regional ( D Pqueem Açailândia, para serem anos de idade, ), tem o direito de votar, escolher apresentados ao delegado de plantão. O menor foi os representantes de uma nação (imagina‐se com liberado, e entregue à mãe, e a jovem ficou no DP isso que este detenha convicção do bem e mal), ondetenha também o dever de pagar pelos erros não aguarda pronunciamento da Justiça. cometidos? É complicado tratar sobre esse assunto. (FONTE: Antonio Marcos/FOTOS Júlio César/PUBLICAÇÃO: Blog Rei dos Bastidores). CAÇA - PALAVRAS 5. As forminhas você encontra em qualquer supermercado Informações Adicionais Ingredientes  1 lata de leite condensado  1 colher de sopa de margarina sem sal  7 colheres rasas das de sopa de Nescau ou 4 colheres de sopa de chocolate em pó  Você pode usar também como cobertura de bolos. O brigadeiro é doce brasileiro, criado na década de 1940 em homenagem ao Brigadeiro Eduardo Gomes, candidato à presidência da república. Foram feitas festas para promover a candidatura, onde foram servidos os docinhos do Brigadeiro. Assim foi adotado o nome brigadeiro para o docinho.
  5. 5. Página 05 / Fevereiro de 2014 e el as e R www.carlosferreira47.blogspot.com Projeto do deputado Léo Cunha garante instalação de pontos de ônibus com abrigo ao longo das MA's A exposição ao sol e a chuva enfrentada diariamente pelos usuários de ônibus intermunicipais e interestaduais ao longo das rodovias maranhenses está com os dias contados. Graças a um projeto de indicação de autoria do deputado Léo Cunha (PSC) o governo do Estado deverá instalar pontos de paradas de ônibus com abrigo ao longo das MA's. Pelo projeto os pontos com abrigos deverão ser colocados em todas as rodovias maranhenses que sejam asfaltadas e que estejam localizadas nas proximidades dos municípios, distritos ou povoados, onde há uma maior concentração de usuários do transporte rodoviário. O parlamentar explica que sua iniciativa pretende acabar com o transtorno causado pela falta de local adequado para a espera desse tipo de transporte. “É comum ver essa cena ao longo das nossas rodovias: várias pessoas, inclusive crianças e idosos, expostos ao sol e a chuva, é um grande transtorno que precisa de solucionado, para que esses usuários possam contar com um mínimo de conforto e segurança enquanto esperam pelo transporte,” explicou o deputado. O Maranhão possui uma extensa malha rodoviária, que é composta por mais de 7 mil quilômetros de rodovias estaduais que interligam as sedes municipais aos troncos federais e as estradas vicinais responsáveis pelo transporte inter e intra-municipais, possibilitando que o transporte rodoviário ainda seja o mais utilizado pela população no deslocamento entre os 217 municípios maranhenses. Todas essas particularidades fazem com que o número de usuários aumente a cada dia e em consequência disso a necessidade de que a infraestrutura adequada para atendêlos. “Temos que trabalhar em projetos que adequem a infraestrutura as necessidades da nossa população, que garantam as condições mínimas no uso do transporte rodoviário,” frisa Léo Cunha. O parlamentar ressalta ainda que as obras de recuperação e pavimentação asfáltica nas MA's tem sido prioridade para o governo do Estado, e que isso vem contribuindo bastante para o aumento do uso do transporte rodoviário, já que com essas melhorias acesso está mais fácil. “A governadora Roseana Sarney junto com o secretário de Infraestrutura, Luís Fernando está mandando recuperar e asfaltar toda a malha viária maranhense e é graças a isso tem aumentado o acesso rodoviário a várias localidades,” ressalta, e conclui, “E essa, é mais uma razão para que esse projeto seja executado, pois ele está em consonância com as preocupações da governadora que é de melhorar toda a infraestrutura viária para que nossa população tenha o acesso garantido e seguro ao se deslocar por nossas estradas,” afirmou. (Assessoria) “Expectativas para 2014 são as melhores possíveis”, destacam Suzana Aderaldo e Mirian Brandão, secretárias de Assistência Social A Espada Mágica Por Carlos Hilsdorf Existe uma história muito, muito antiga, do tempo dos cavaleiros em brilhantes armaduras, sobre um jovem comum que tinha medo de testar sua habilidade com as armas, no torneio local. Certo dia, seus amigos quiseram fazer uma brincadeira com ele e lhe deram de presente uma espada, dizendo que tinha um poder mágico muito antigo. O homem que a empunhasse jamais seria derrotado em combate. Para surpresa deles, o jovem correu para o torneio e pôs em uso o presente, ganhando todos os embates. Ninguém jamais vira tanta velocidade e ousadia na espada. A cada torneio, a notícia de sua maestria se espalhava, e não tardou a ser ovacionado como o primeiro cavaleiro do reino. Por fim, achando que não faria mal nenhum, um dos seus amigos revelou a brincadeira, confessando que o instrumento não tinha nada de mágico, era só uma espada comum. Imediatamente o jovem cavaleiro foi dominado pelo terror. De pé na extremidade da área de combate, as pernas tremeram, a respiração ficou presa na garganta e os dedos perderam a força. Incapaz de continuar acreditando na espada, ele já não acreditava mais em si mesmo. E nunca mais competiu... Esta pequena história mostra como é importante manter a confiança em nós mesmos. Isto faz toda a diferença. Nunca deixe de acreditar em si mesmo. A magia está em nós, não em algo externo...Não faça como aquele jovem cavaleiro... Acredite em você e em seu potencial! Sempre! Paz e Alegria, www.facebook.com/carloshilsdorf São Francisco do Brejão – Na última segunda feira (24), a reportagem esteve na Secretaria de Assistência Social conversando com a secretária-adjunta, Suzana Aderaldo, e a titular pasta, secretária, Dra. Mirian Brandão. “2013 não foi fácil devido às complicações encontradas. Ainda assim conseguimos avançar, e para este ano, sem dúvidas, conseguiremos atingir as metas planejadas”, disse Suzana Aderaldo. Segunda as gestoras, a Secretaria já esteve reunida com a coordenação do CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) e os técnicos da pasta, e elaboraram o Plano de Ação deste ano. Sendo que foram traçadas as metas e estratégias a serem alcançadas. No momento, a coordenação do Bolsa Família está realizando a 'averiguação' cadastral. Atividade esta que visa confrontar os dados fornecidos pelos beneficiários, com os dados de cada família no Governo Federal. Sendo que esse procedimento é uma exigência do Programa Bolsa Família em nível de Brasil. Os programas ligados ao “Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Familiares e Sociais”, que compreende o PETI (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil), o Projovem e o Programa do Idoso, iniciarão suas atividades no próximo dia 10 de março. Estas atividades vislumbram ações voltadas aos públicos de 6 a 11 anos (PETI), 12 a 17 anos (Projovem) e os idosos. Porém, nos dias 06 e 07 de março, das 08 às 12 horas e das 02 às 06 horas da tarde, acontecerá uma capacitação para os funcionários da Secretaria e membros do CMAS (Conselho Municipal de Assistência Social). “Essa capacitação tem por objetivo fazer com que os nossos servidores e os membros do Conselho compreendam as Portarias que criaram o Serviço de Convivência, além dos novos métodos de trabalho. É nosso objetivo qualificar e dar ciência daquilo que faz parte de nossas políticas de ações”; esclareceram. Também informaram à reportagem que o Trecho Seco dispõe de um CRAS – que está sendo trabalhado com recursos do município. “Esse Centro de Referência (CRAS) do Trecho Seco foi comtemplado ainda na gestão passada. No entanto vieram os recursos e não prestaram contas, e para não perdê-lo, o prefeito Magnaldo decidiu mantê-lo com recursos do fundo municipal, até que o governo faça nova vistoria. Pois só a partir de então, o CRAS do Trecho Seco passará a receber o auxilio federal”, disse Suzana. O CRAS do Trecho Seco atende às famílias do referido povoado, e as famílias da Derradeira Aguada e Vila João Palmeira. Os demais povoados e a sede são atendidos pelo CRAS do Brejão. Ainda fomos informados que a Secretaria de Assistência Social, através do CRAS, está disponibilizando aos brejaoenses o atendimento jurídico, às terças feiras (com Dra. Radige) e as sexta feiras (com Dr. Edmilson Franco). Ainda disponibiliza os serviços de uma Psicóloga, às quartas feiras, e conta, também, com três Assistentes Sociais: uma no Trecho Seco, uma no Brejão, e uma técnica na Secretaria. [Assessoria de Comunicação]
  6. 6. Página 06 / Fevereiro de 2014 www.carlosferreira47.blogspot.com Passagens chegam a custar 15 reais do Trecho Seco à Imperatriz O Jornal recebeu o texto via E‐mail enviado pelo irmão da vítima, Sr. Rivelino. Texto sem correção da redação do JORNAL, igual, fiel, ao E‐mail recebido. Em contato com a redação deste Jornal, o Sr. Rivelino solicitou um espaço no noticioso, por considerar que a matéria publicada, na edição passada, sobre o acontecido não trouxe riquesa de detalhes, conforme o mesmo acredita que deveria ter tido. Por outro lado, o Jornal esclarece que enquanto mídia sp deveria por alguma versão oficial pelos órgãos competentes, ou seja, da Polícia. A mesma, naquela momento ainda não dispunha deste termo oficial, uma vez que a publicação se deu em seguida ao ocorrido. “Como o texto cita nomes. Caso algum citado creia merecer 'direito de resposta', o Jornal disponibiliza o E‐mail – hora.redacao@hotmail.com”. Íntegra abaixo, conforme E‐mail recebido. São Francisco do Brejão – MA, 18 de janeiro de 2014, sábado, Por volta de 7:00 horas da manhã, nosso querido e companheiro RONDINELLY PEREIRA SANTOS vinha da Fazenda SÃO JOSE do proprietário JOSE TAVARES DE MORAIS, conhecido por ZE MORAIS, para a cidade de São Francisco do Brejão, pois o mesmo fazia um curso técnico (T E C N I C O E M EDIFICAÇÕES/CONSTRUÇÃO CIVIL) na cidade de Açailandia‐Ma distante 40 km de são Francisco do brejão, porem no trecho entre as Propriedades Rurais do Sr, Naldo e de Dona Creuza viúva de ANTONIO FRANCO LIMA, que era conhecido como Antonio Sendeiro, um trágico acidente aconteceu onde a vitima foi nosso Querido e Irmão RONDINELLY. Segundo testemunhas que viram o fato e outras que chegaram no local no momento do acidente, afirmam que RONDINELLY estava certo e vinha na mão dele, o Sr. SERGIO ROBERTO PEIXOTO proprietário do carro FIAT UNO de PLACA HGA 2275 ao tentar desviar de umas grotas que cortam a estrada, pegou a contra mão, foi quando se deparou com RONDINELLY que vinha da Fazenda e pilotava uma MOTO BROS NXR 150 de PLACA NXE 3433, com o impacto da batida, o corpo foi arremessado cerca de 30 metros. Minutos depois chegou no local do acidente o Sr. LUIS ANTONIO BRAS, CONHECIDO por Luis genro de ALICIO, por se tratar de ser primo da esposa do Motorista do carro FIAT UNO, envolvido no acidente, o Sr. LUIS ANTONIO BRAS, não pensou duas vezes e com a vítima ainda no local do acidente agonizando no chão, foi ate a sua propriedade que fica 2 km depois do local do acidente e trouxe um trator e colocou o CARRO (FIAT UNO) do outro lado da estrada antes da policia chegr ao local do acidente, incriminando um acidentado que não tinha como se defender, ainda criou a versão de que o rapaz vinha embriagado. Um falso testemunho, porque a vítima estava bom e vinha para brejão, porque tinha aula naquela manhã em AÇAILANDIA NA ESCOLA RUI BARBOSA, onde fazia o Curso Técnico em Edificações. A VÍTIMA RONDINELLY não bateu no carro, na verdade o carro bateu na MOTO, acidentando nosso companheiro que veio a ÓBITO minutos depois antes mesmo de chegar à cidade de imperatriz. A vítima ficou no local do acidente cerca de 40 a 50 minutos até a chegada da AMBULÂNCIA. Segundo relatos das Enfermeiras e da Dra ADIMAR que atendeu a vitima no HOSPITAL MUNICIPAL SANTA ROSA, RONDINELLY não apresentava nenhum sintoma de embriagues e nem exalava cheiro de álcool. Segundo médica do IML que conversou com os familiares da vitima, RONDINELLY morreu de POLITRAUMATISMO e HEMORRAGIA INTERNA devido à demora no atendimento. RONDINELLY não deixou filhos e nem esposa, apenas os pais como únicos herdeiros. Um jovem com um futuro inteiro pela frente e muitos sonhos em mente, em 5 meses estaria concluindo o curso Técnico, um passo para ingressar na carreira dos Profissionais da Construção Civil. RONDINELLY foi mais uma vítima da IRRESPONSABILIDADE no transito em nossas estradas vicinais. WWW.CARLOSFERREIRA47.BLOGSPOT.COM
  7. 7. Página 07 / Fevereiro de 2014 www.carlosferreira47.blogspot.com INTERNET A força e importância da Internet nas estratégias de gestão e comunicação oficiais Por Carlos Ferreira Câmara começa os trabalhos legislativos de 2014 São Francisco do Brejão – A Câmara municipal de vereadores deu início às Sessões ordinárias deste ano na sexta feira, 21 de fevereiro. A primeira sessão de 2014, após o recesso de final/início de ano, contou com a presença dos nove vereadores: Lucimary Freires (Preta/PMDB), Francisco do Robertão (PSB), Robson Canela (PSC), Pascoal Branco (DEM), Aroldo Lira (SDD), Ana Quitéria (PV), Deusinha da Saúde (PT), Claudian (PT) e Tiago do Zé Jacó (PSDB). Na sessão foi aprovada a Indicação de número 001/2014, de autoria do vereador Pascoal Branco, que solicita do poder executivo que seja feita a reparação do alambrado do Estádio e a instalação de refletores. “Não tenho dúvidas que onde está uma bola rolando a droga está ausente. O esporte é vida. E se o nosso estádio estiver com refletores, para que possa abrigar jogos à noite, será mais tempo para uma prática saudável, e menos tempo para que nossos jovens estejam expostos às artimanhas dos traficantes”, destacou Pascoal. Dentre os pronunciamentos na tribuna, destacam‐se as intervenções feitas pelo vereador Aroldo Lira, cobrando mais atenção aos agricultores no que diz respeito à concessão de auxilio técnico e de máquinas. Já a vereadora Preta fez uma retrospectiva das ações do legislativo em 2013, e disse que o posicionamento da Parlamento, neste ano, deve ser diferente do ano passado. “Não permitiremos, jamais, que seja usurpado o poder de legislar, pois esse é o nosso papel, e faremos independente dos meios necessários”, disse Preta. (Assessoria) Ex‐prefeito Franciscano prepara roça comunitária famílias”, destacou. Quando o ex‐prefeito se refere ás amigas é que só mulheres podem participar da colheita do arroz. Esse é o único critério: que só mulheres podem participar do projeto social. Já a parte dos maridos e filhos é ajudar na condução do legume até suas residências. Ainda de acordo com Franciscano, a Roça estará pronta para a colheita já no mês de abril. O arado foi concluído, e o plantio começou na terça feira, 18 de fevereiro. “Agora é só esperar o tempo certo para que nossas amigas possam fazer a colheita do arroz”, finalizou. Para 2014 O ex‐prefeito de São Francisco do Brejão, Francisco Santos Soares (Franciscano) mandou fazer o arado de uma área de vinte linhas para o plantio de arroz para a exploração de uma roça comunitária. O terreno fica ao lado da Escola de Ensino Médio, na Vila Franciscano II. Assim como aconteceu em 2013, também neste ano de 2014 a expectativa é que mais de 120 famílias sejam beneficiadas com a colheita do legume. “Nosso objetivo é poder contribuir com essas amigas que gostam do trabalho, gostam de lidar com a lavoura, e nosso retorno é saber que de alguma forma estamos contribuindo com essas (Assessoria) Em 2013 É inegável a importância e a força da internet para a implementação de estratégias comunicacionais das empresas públicas (governos e parlamentos) e privadas. Os mecanismos, as ferramentas disponíveis no a m b i e nte v i r t u a l podem, e muito, agregar valor à imagem das empresas (e mesmo das personalidades sociais, políticas...). Tem mais: se má utilizada (ou não utilizada) gera desgastes. A mídia digital, virtual, é importantíssima para o relacionamento com o público interno e externo, e não querer aceitar essa realidade é sinal de ignorância. Governo Federal Atualmente, a presidência da república aproveita muito bem este espaço (cibernético). Todos, sem exceção, todos os Ministérios, e Secretarias equivalentes, tem seus próprios sites oficiais. Afora estes, o governo utiliza‐se do Blog do Planalto (www.blog.planalto.gov.br), do Portal do Planalto (www2.planalto.gov.br), do Portal Brasil (www.brasil.gov.br), e a presidente ainda utiliza‐se de uma página pessoal administrada pela direção do PT, que é o Site da Dilma (www.dilma.com.br/site). Destacamos ainda, dentre os ministérios e secretarias equivalentes os endereços dos sites do Ministério das Comunicações (www.mc.gov.br) e da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (www.secom.gov.br). Assembleia Legislativa do Maranhão A Assembleia Legislativa do MA (ALEMA), onde os deputados estaduais desenvolvem seus mandatos, tem tido uma atuação invejável no aproveitamento desta matéria. E, neste mandato do presidente deputado Arnaldo Melo (que inaugurou neste mês o Complexo de Comunicação da Assembleia) a mídia oficial da Casa tem se fortalecido. Na Internet, a ALEMA tem disponível a Rádio Assembleia, o Blog da AL, a Agência da Assembleia, a TV Assembleia. Tudo conectado ao site oficial do parlamento maranhense (www.al.ma.gov.br). A ALEMA também dispõe de mídias sociais no Youtube, no Facebook, no Twitter e no Flickr. Prova da importância recebida pelo conglomerado de mídia da Assembleia Legislativa é que cada órgão de imprensa da Casa conta com seus próprios quadros de pessoas: repórteres, fotógrafos, cinegrafistas, produtores, redatores, editores, másters, operadores, âncoras... Os únicos nomes que se repetem nos organogramas de cada unidade de mídia são somente os de Jacqueline Heluy, diretora‐adjunta de Comunicação, e Dulce Brito, Diretora (geral) de Comunicação da Assembleia. WWW.CARLOSFERREIRA47.BLOGSPOT.COM WWW.FACEBOOK.COM/JORNALAHORABREJAO
  8. 8. Página 08 / Fevereiro de 2014 www.carlosferreira47.blogspot.com Mundo Fashion DIVERSÃO } Passagens chegam a custar 20 reais S o c i a l{ do Brejão para Imperatriz; só de ida Bueiros Bar - sob nova direção Vitória comemora seus 15 anos em alto estilo Não se sabe ao certo se estão aproveitando u m a g ra n d e o p o r t u n i d a d e o u s e e stã o s e aproveitando da oportunidade. O certo é que as passagens neste mês de fevereiro, devido à cratera – na BR‐010, criada pelas fortes chuvas, nas imediações da 1.700, – inflacionou – por demais – os preços das passagens neste perímetro. Véi da Ponte Preta DR. Ferreira Vamos aos custos: de São Francisco do Brejão para o Trecho Seco paga‐se 5 reais, nos taxis. Do Trecho Seco até o “buraco”, a erosão, no povoado 1.700 paga‐se mais 5 reais, taxis ou vans. Da erosão na 1.700 para Imperatriz caso seja de taxi paga‐se 10 reais. Porém, caso pegue uma van – esta para na Polícia Rodoviária Federal (pois não estava sendo permitida a passagens de carros 'grandes' na ponte do Barra Grande) paga‐se 5 reais. E da Polícia Rodoviária Federal à Imperatriz lá se vão mais outros 5 reais. Ainda tem mais um detalhe, se descer do taxi às margens da BR‐010 até o Ponto das Vans, ao lado do Mix Mateus, próximo de onde ficava a rodoviária velha, é só os 5 reais, mesmo. No entanto se adentrar para a cidade, em pontos próximos, como o Banco do Brasil, o taxi cobra 5 reais a mais, 'mesmo valor do moto‐taxi'. Neste caso você chega ao destino final – centro da cidade – pagando 25 reais (Brejão à Imperatriz). Em tempos normais, paga‐se 5 reais do Brejão para o Trecho Seco e 6 reais do Trecho Seco para Imperatriz. Ou seja, 11 reais. E se for para o centro, mesmo pagando os 5 reais a mais (preço do moto‐ taxi), a passagem tem um custo total de 16 reais. Muito diferente deste período de “oportunidades”. “Essa narrativa se refere especificamente ao dia 17 de fevereiro. Dia em que este comunicador viveu essa experiência”. (Carlos Ferreira) A jovem Vitória (filha do casal Ruta, taxista, e Ivone, servidora da secretária de saúde) comemorou os 15 anos de vida no último dia 08, na casa dos pais, na Vila União. Aos convidados foi oferecido churrasco, um delicioso bolo, regado a muito refrigerante. Além dos familiares e amigos, dela e da família, outras caras conhecidíssimas do município prestigiaram o niver da moça: Zé Balinha, exsecretário de Infraestrutura, Dr. Ferreira, médico e exvereador, e as vereadoras Deusinha e Lucimary Freires (Preta), presidente da Câmara. O Jornal A Hora tem o prazer de destacar o profissionalismo e a marca social do médico e ex-vereador Dr. Waldeci Ferreira. Encontramos o Dr. Ferreira no Aniversário da Vitória, na União, e pudemos conversar sobre vários assuntos com o mesmo. Em nome dos brejaoenses queremos agradecê-lo DR, pelo investimento na Saúde no município, quando da instalação do hospital, e por ainda hoje prestar serviços à essa gente. Classificados Açougue J.B. - João Brito Av. Castelo Branco - Centro SÃO FRANCISCO DO BREJÃO MERCANTIL KELLEN Av. Castelo Branco - 119 - (99) 3587 1052 Centro Brejão - Maranhão Avenida Castelo Branco, em frente o Bradesco Fone 3587 1303 São Francisco do Brejão - Maranhão Você encontra também na Avenida Castelo Branco ‘KELLEN MATERIAIS PARA CONSTRUÇÕES’

×