Cidade de Gaia
Vila de Gaia
Durante muitos séculos, aqui se localizou um porto fluvial de onde eram exportadas diversas mercadorias, com especial rele...
Teleférico de Gaia
 O teleférico liga a cota alta e baixa da cidade de Gaia,
numa viagem de 5 minutos. O terminal à cota baixa
está localiza...
Caves do vinho do Porto
 O vinho é do Porto, as quintas estão no Douro Vinhateiro e as
caves em Vila Nova de Gaia. Desde o início da sua
comercia...
Barcos Rabelo
 História dos Barcos Rabelos
 Há séculos que os Barcos Rabelos navegam nas águas do Rio
Douro, outrora bem mais agitadas...
 Os Rabelos e o Turismo
 Com a conclusão, em 1887, da linha de caminho-de-ferro do
Douro e o desenvolvimento das comunic...
 Nuno Lameira
 7º B Nº 22
 2014/15
Visita a Vila Nova de Gaia
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Visita a Vila Nova de Gaia

400 visualizações

Publicada em

Descrição de uma visita a Vila Nova de Gaia pelos Alunos com NEE da Escola EB 2,3 de Vila d'Este (28.05.2015).

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
400
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
154
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Visita a Vila Nova de Gaia

  1. 1. Cidade de Gaia
  2. 2. Vila de Gaia
  3. 3. Durante muitos séculos, aqui se localizou um porto fluvial de onde eram exportadas diversas mercadorias, com especial relevo para o vinho do Porto. O assoreamento da barra do Douro e a construção do porto de Leixões levaram a uma sucessiva decadência do cais acostável e de toda a zona envolvente. A construção do actual empreendimento do Cais de Gaia, uma obra do arquitecto Tasso de Sousa, em parceria com Eduardo Cabral dos Santos, visou à renovação e valorização desta zona, onde se localizam as caves de vinho do Porto, tirando o melhor partido da frente fluvial e de um enquadramento paisagístico único. A obra do Cais de Gaia foi iniciada em 2000 e concluída três anos depois. O projecto, orçado em 15 milhões de euros, foi distinguido com o "Prémio Turismo - Valorização do Espaço Público", organizado pelo Instituto do Turismo de Portugal. Este prémio pretende distinguir projectos inovadores, em termos de qualidade, de respeito e intervenção no espaço público e de integração no meio envolvente. Restaurante no Cais de Gaia com o Porto ao fundo Do renovado Cais de Gaia, partem, actualmente, numerosas excursões fluviais com destino à Região Vinhateira do Alto Douro. Logo no ano da inauguração, em 2003, cerca de 2,4 milhões de pessoas visitaram o Cais de Gaia. No ano seguinte, este foi o primeiro espaço público ao ar livre em Portugal a dispor de uma rede wireless de acesso à Internet. O Cais de Gaia é gerido pela empresa Douro Cais e conta com 28 concessionários, 23 dos quais ligados à restauração. No espaço, existe, ainda, uma praça acústica, onde se realizam frequentes actuações musicais, especialmente nas noites de verão.
  4. 4. Teleférico de Gaia
  5. 5.  O teleférico liga a cota alta e baixa da cidade de Gaia, numa viagem de 5 minutos. O terminal à cota baixa está localizado no Cais de Gaia, na cota alta o terminal está implantado junto ao Jardim do Morro e à estação do Metro Jardim do Morro, posicionando-se também como meio de acesso para a visita ao Mosteiro da Serra do Pilar. Esta viagem proporciona uma vista magnífica do Porto, do rio Douro e das suas pontes e das caves do Vinho do Porto.
  6. 6. Caves do vinho do Porto
  7. 7.  O vinho é do Porto, as quintas estão no Douro Vinhateiro e as caves em Vila Nova de Gaia. Desde o início da sua comercialização, o vinho descia, pelo rio, da região Douro, nos barcos rabelos, e ficava nas barricas nestas caves.  As caves estiveram sempre maioritariamente ligadas a famílias inglesas que eram, aliás, quem levava o vinho do Porto, pelos mares, até ao Reino Unido e outras paragens.  Escolher qual a cave de vinho do Porto que deve visitar – se só quiser visitar uma – não é tarefa fácil, porque têm todas histórias diferentes para contar. As visitas guiadas nas caves incluem provas de vinho do Porto no final.  Se desejar, também pode visitar o Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto que está do lado do rio, ou seja, na cidade do Porto.
  8. 8. Barcos Rabelo
  9. 9.  História dos Barcos Rabelos  Há séculos que os Barcos Rabelos navegam nas águas do Rio Douro, outrora bem mais agitadas do que nos dias de hoje. Esta embarcação, de fundo chato, foi propositadamente construída para navegar em águas turbulentas e tinha capacidade para transportar até 100 barris de Vinho do Porto.  Os Rabelos fizeram, durante décadas, o transporte do famoso Vinho do Porto, entre a remota região vinhateira, e as caves, em Vila Nova de Gaia. Uma vez que não existiam ainda estradas nem caminho-de-ferro, as quintas produtoras tinham apenas o rio como forma de transportar os barris.  Nesta altura ainda não tinham sido também construídas barragens, pelo que o Rio Douro era muito traiçoeiro, com correntes rápidas que se tornavam mais perigosas nos estreitos e desfiladeiros. A tarefa de navegar exigia, assim, marinheiros experientes, que fizessem o precioso néctar chegar a bom porto.
  10. 10.  Os Rabelos e o Turismo  Com a conclusão, em 1887, da linha de caminho-de-ferro do Douro e o desenvolvimento das comunicações rodoviárias durante o século XX, o tráfego fluvial assegurado pelos Barcos Rabelos entrou em declínio. Acredita-se que a última viagem destas embarcações, com vista ao transporte do Vinho do Porto, tenha ocorrido em 1964.  Nos dias de hoje, os mesmos Barcos Rabelos, com as devidas adaptações, transportam todos os anos milhões de turistas que visitam a região. A Douro Acima tem uma frota de seis Barcos Rabelos, todos em madeira e construídos manualmente com o propósito de dar a conhecer as margens do Douro, quer entre as cidades do Porto e Vila Nova de Gaia, quer na região vinhateira, até Barca D'Alva.
  11. 11.  Nuno Lameira  7º B Nº 22  2014/15

×