1<br />1.1-Região da Estremadura<br />Regiões que circulam Sesimbra<br />
Distrito de Setúbal<br />Concelho de Sesimbra<br />
1.2<br />Relevo    O relevo da Península é pouco montanhoso e é essencialmente dominado pelos acidentes orográficos atrás ...
Flora<br />Nesta área protegida subsiste vegetação natural de grande importância conservacionista, não só do ponto de vist...
Fauna<br />A Serra da Arrábida é o único ponto da costa portuguesa onde faz ninho a rara Águia de Bonelli.<br />Estão regi...
    Parque marinho<br />O Parque Marinho Prof. Luís Saldanha, estabelecido em 1998, é a área de reserva marinha do Parque ...
2<br />Castelo<br />Fortaleza de Santiago<br />Cabo Espichel<br />Capela do Espírito<br />Santo dos Mariantes<br />O Santu...
3<br />O Cabo Espichel é um dos lugares mais impressionantes da Costa Azul graças à paisagem que o rodeia. Nas suas origen...
4<br />No Cabo Espichel há dois percursos pedestres devidamente delimitados: “Chã dos Navegantes” e as “Maravilhas do Cabo...
5<br />A Pesca<br />A proximidade do mar  tornou Sesimbra uma terra de pescadores e um importante centro de pesca; os barc...
6<br />A tradição molda o comportamento. Será que impede a renovação?<br />A tradição  molda de facto o comportamento, mas...
7<br />Quanto a mim, o factor de maior inovação  foi o aparecimento das grandes superfícies comerciais  que desde há 9 ano...
7.1<br />Nova Marginal de Sesimbra<br />A nova marginal nascente que cerca quase toda a baia de Sesimbra é hoje considerad...
7.2<br />Os últimos anos têm sido devastadores para Sesimbra no que respeita à adequação do espaço urbanizado, devido à  s...
António  Manuel Soares<br />Curso EFA1INF<br />Aluno Nº1<br />Enviei No Dia 30-10.2010<br />
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Região da estremadura

3.820 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.820
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
31
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Região da estremadura

  1. 1. 1<br />1.1-Região da Estremadura<br />Regiões que circulam Sesimbra<br />
  2. 2. Distrito de Setúbal<br />Concelho de Sesimbra<br />
  3. 3. 1.2<br />Relevo    O relevo da Península é pouco montanhoso e é essencialmente dominado pelos acidentes orográficos atrás descritos, contudo destacam-se em altitude:- O Maciço Arrábico, desde o Cabo Espichel (100 m), prolonga-se até às serras do Risco (380 m), Arrábida (500 m, no Alto do Formosinho), S. Luís (395 m), S. Paulo (215 m), S. Francisco (275 m), Louro(22m)ePalmela(232m);- A serra de Bombel atinge um máximo de 135 m, nos limites entre o Montijo e Vendas Novas.<br />O relevo do distrito de Setúbal é maioritariamente planícies, as principais serras do distrito de Setúbal são a Serra daArrábida e a Serra de Grândola.<br />
  4. 4. Flora<br />Nesta área protegida subsiste vegetação natural de grande importância conservacionista, não só do ponto de vista nacional como internacional.<br />Destacam-se os carvalhais de Quercus faaineafrequentes um pouco por toda a Arrábida, nas encostas setentrionais e vales; as formações nas linhas de água torrenciais com Crataegusmonogyna e a notável Acermonspessulanum; as perenifólias de cariz mediterrânico como a oliveira (Oleaeuropaea)e alfarrobeira (ceratoniasiliqua)nos vales orientados a Sul; as escarpas calcáreas interiores que incluem Orysopsiscoerulescens, Catapodiumsalzmanii, Narcissuscalcicola (narciso calcícola), Cheilanthescatanensis, Convolvulussiculus, Linariamelanantha, Chaenortrinumoriganifolium, etc.; as perenifólias de possível transição durisilvae-laurisilvae com portes que atingem 15 m e nos estádios mais equilibrados por Quercoscoccifera, Phillyrealatifolia e incluindo a Smilaxaspera; as formações de hemi-fruticeta muito localizadas nas arribas marítimas entre os Cabos EspicheleD'Ares caracterizadas pela presença de Euphorbiaobtusifolia e Withniafrutescens; as estruturas vestigiais de laurisilvae nas arribas marítimas junto do Cabo Espichel (caracterizado pela presença de Convolvulusfernandesii).<br />Cephalantheralongifolia<br />Quercuscoccifera<br />Ceratoniasiliqua<br />Ophrysfusca<br />
  5. 5. Fauna<br />A Serra da Arrábida é o único ponto da costa portuguesa onde faz ninho a rara Águia de Bonelli.<br />Estão registadas no Parque Natural da Arrábida cerca de 213 espécies de vertebrados: 8 anfíbios, 16 répteis, 154 aves e 35 mamíferos<br />Entre os mamíferos destacam-se a raposa , a doninha o toirão a geneta, coelho-bravo, o texugo e a provável ocorrência de gato-bravo, a doninha e a fuínha. As grutas, principalmente nas arribas têm associada uma fauna muito particular de morcegos: morcego-de-peluche , morcego-de-ferradura-mediterrânico , morcego-de-ferradura-grande e morcego-de-ferradura-mourisco .<br />Entre as aves destacam-se a águia de Bonelli - com o único casal a nidificar na costa portuguesa, o falcão-peregrino , o bufo-real , a coruja-das-torres , o andorinhão-real , o melro-azul e o rabirruivo-preto , o rouxinol , o pisco-de-peito-ruivo e a carriça , o bico-grossudo , a poupa , a perdiz-comum, a cotovia-de-poupa , o noitibó-de-nuca-vermelha e o guarda-rios, o pica-pau-malhado-grande, os chapins, a trepadeira-comum , e o cuco-canoro .<br />Nos anfíbios e répteis, a lagartixa, a cobra-de-pernas-pentadáctila , a cobra-de-escada, a cobra-rateira , a víbora-cornuda e a cobra-de-ferradura . Os recursos aquáticos proporcionam abrigo ao cágado e a cobras-de-água .<br />
  6. 6. Parque marinho<br />O Parque Marinho Prof. Luís Saldanha, estabelecido em 1998, é a área de reserva marinha do Parque Natural da Arrábida, tem cerca de 53 Km2, compreendido entre a praia da Figueirinha e o Cabo Espichel. É uma área com uma riqueza natural única a nível nacional e europeu, com mais de 1000 espécies de animais e plantas marinhas.<br />O Parque apresenta fundos diversificados, rochosos e arenosos, com profundidades até aos 100 metros. Com zonas abrigadas , como várias enseadas na base das escarpas costeiras, até zonas de forte ondulação, como no Espichel. A elevada diversidade animal pode ser facilmente observada junto às rochas, onde são frequentes as anémonas, as estrelas-do-mar, ouriços-do-mar e crustáceos. A variabilidade de peixes é também surpreendente, com espécies menos conhecidas, por não serem alvo de pesca, que tornam este ecossistema marinho dos mais ricos a nível nacional e europeu. De especial relevo a fauna marinha na Pedra da Anicha, com a baía costeira a ser uma zona importante para criação e manutenção da fauna marítima do Atlântico Norte. <br />O Parque Marinho inclui uma área de totalmente protegida de 4 Km2, onde não é permitida qualquer pesca e quatro áreas protegidas parcialmente, com restrições à pesca com armadilhas e linhas (entre o Portinho da Arrábida e a Figueirinha, e as restantes três áreas nas quais só as embarcações licenciadas poderão operar.<br />
  7. 7. 2<br />Castelo<br />Fortaleza de Santiago<br />Cabo Espichel<br />Capela do Espírito<br />Santo dos Mariantes<br />O Santuário da Nossa Senhora do Cabo<br />
  8. 8. 3<br />O Cabo Espichel é um dos lugares mais impressionantes da Costa Azul graças à paisagem que o rodeia. Nas suas origens serviu de lugar defensivo do território. No século XVIII ergueu-se nos seus arredores um santuário dedicado a Nossa Senhora do Cabo, que conta a lenda apareceu a um casal de idosos neste lugar no ano de 1410. Foi o primeiro lugar onde se instalou um farol para iluminar a costa conhecida pelos ingleses como 'Costas Negras' no ano de 1790.<br />
  9. 9. 4<br />No Cabo Espichel há dois percursos pedestres devidamente delimitados: “Chã dos Navegantes” e as “Maravilhas do Cabo”, que permitem o cruzamento de uma diversidade de realidades com características de grande interesse cultural e paisagístico, que poderia, caso fosse suficientemente divulgado, constituir um centro de atracção turístico. <br />
  10. 10. 5<br />A Pesca<br />A proximidade do mar tornou Sesimbra uma terra de pescadores e um importante centro de pesca; os barcos continuam a trazer diariamente algumas variedades de pescado como a sardinha, o carapau e o peixe-espada preto. O porto, onde se continua a presenciar o fervilhar da faina diária, mantém o característico colorido das embarcações tradicionais. <br />A gastronomia <br />Agastronomia reflecte os aromas marinhos nos pratos confeccionados à base de peixe e marisco como a caldeirada, os bifes de espadarte, o ensopado de lulas, a açorda e arroz de marisco, os choquinhos “à pé descalço” ou os vários pratos de peixes grelhados.<br />Mas a tradição gastronómica também inclui alguns doces, como as broas de Alfarim, os zimbros, as brisas do mar ou outros doces confeccionados à base de mel. Em matéria de queijos, temos o queijo fresco e seco da Azóia, e o famoso “pão caseiro”. O licor “Pescador”, vinho licoroso que se deve beber bem fresco com uma casca de limão.<br />
  11. 11. 6<br />A tradição molda o comportamento. Será que impede a renovação?<br />A tradição molda de facto o comportamento, mas o comportamento vai evoluindo e modificando-se ao longo dos tempos, e é por esse motivo que muitas das tradições vão desaparecendo ou deixando de ter o valor que tinham. A evolução a que temos assistido nas últimas décadas leva-nos a concluir que é impossível impedir a renovação, mesmo que à custa da neutralização da tradição.<br />
  12. 12. 7<br />Quanto a mim, o factor de maior inovação foi o aparecimento das grandes superfícies comerciais que desde há 9 anos a esta parte se instalaram no concelho. Mudei-me para a Almoinha há 9 anos atrás e era obrigado a fazer as compras num minimercado em Santana. Não tinha grande escolha, porque só haviam dois muito parecidos, a oferta de produtos não era diversificada, contava com 1 marca por cada produto e pouco mais, e nem tínhamos hipótese de comparar preços. <br />Passado pouco tempo, de um momento para o outro apareceu, o Pingo Doce e o Lidl, o Sol e o mini preço, que entretanto fechou e deu lugar a outro Pingo doce. Mais tarde, instala-se o Modelo. Neste momento contamos com uma diversidade enorme de marcas, de preços, de promoções , de produtos que há 9 anos atrás era inimaginável.<br />
  13. 13. 7.1<br />Nova Marginal de Sesimbra<br />A nova marginal nascente que cerca quase toda a baia de Sesimbra é hoje considerada por muitos a nova grande praça central de Sesimbra. Um grande passeio urbano valoriza o desenvolvimento equilibrado dos múltiplos usos instalados, constituído por uma plataforma de nível, que se alonga junto da amurada e viabiliza a circulação viária lenta, proveniente do centro, balizada por pequenas bolsas de estacionamento, geridas através de pinos retrácteis e caminho pedonal adjacente ao limite edificado.<br />Também para o sucesso desta área contribuiu a qualidade da sua pavimentação, do mobiliário e da iluminação. A intervenção teve em conta as sugestões apresentadas no âmbito da discussão pública de um conjunto de ideias para a marginal de Sesimbra, feita em 2002 e consubstanciada numa grande exposição que decorreu no Auditório Municipal Conde de Ferreira e culminou numa sessão de debate público muito participada.<br />
  14. 14. 7.2<br />Os últimos anos têm sido devastadores para Sesimbra no que respeita à adequação do espaço urbanizado, devido à sua construção excessiva de apartamentos com a justificação do aumento do “turismo” no concelho. O alargamento da oferta residencial de primeiras e segundas habitações tem alterado completamente a calma vila piscatória onde se gostava de viver e de visitar. O aumento do porto e a construção dos pontões para além de ter extinguido a praia das pedrinhas, também vieram a reduzir o areal das praias da Fortaleza e do Espadarte. <br />
  15. 15. António Manuel Soares<br />Curso EFA1INF<br />Aluno Nº1<br />Enviei No Dia 30-10.2010<br />

×