Estremadura

1.645 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Estremadura

  1. 1. EstremaduraA região da Estremadura ocupa uma faixa litoral nocentro do território e compreende concelhos dos distritosde Leiria, Lisboa e Setúbal. É banhada pelo oceanoAtlântico a oeste, e confina com as regiões da BeiraLitoral a norte, do Ribatejo a leste, do Alto Alentejo asudeste, e do Baixo Alentejo a sul. A Estremaduraabrange uma área de 5345 km2 e compreende 31concelhos: 8 do distrito de Leiria, 12 do distrito de Lisboae 9 do distrito de Setúbal. Sendo a faixa de terrenosituada a norte e a sul do estuário do Tejo, constitui aparte mais ocidental do território continental português.Nesta região, situa-se Lisboa, a capital do País. Distrito de Leiria: Alcobaça, Bombarral, Caldas da Rainha, Marinha Grande, Nazaré, Óbidos, Peniche, Porto de Mós. Distrito de Lisboa: Alenquer, Arruda dos Vinhos, Cadaval, Cascais, Lisboa, Loures, Lourinhã, Mafra, Oeiras, Sintra, Sobral de Monte Agraço, Torres Vedras. Distrito de Setúbal: Alcochete, Almada, Barreiro, Moita, Montijo, Palmela, Seixal, Sesimbra, Setúbal. Gastronomia A Estremadura apresenta, nos seus principais pratos típicos, a caldeirada de sardinhas, as favadas, as pataniscas de bacalhau e as amêijoas à Bulhão Pato; várias receitas de bifes e de coelho; os pastéis de Belém e de feijão, o pão de ló, entre outros. Coelho à caçadora: prato de dia de festa na Estremadura, é um refogado de coelho com cebola, tomates e presunto (ou toucinho), feito com banha e com o sangue do animal cozido com vinho. É servido com batatas cozidas.Pastéis de nata ou de Belém: a origem dos pastéisde Belém está no século XIX. Em 1834, comoconseqüência de uma revolução, os conventosportugueses foram fechados. Para sobreviver,clérigos do Mosteiro dos Jerónimos, emBelém, colocaram à venda numa refinaria de açúcarsituada próximo ao convento alguns pastéis denata, que logo foram apelidados pastéis de Belém. A imponência do Mosteiro e daTorre de Belém atraía turistas e o doce ficou famoso. Em 1837, eles começaram a serfabricados segundo a antiga receita secreta conventual, só conhecida pelos mestrespasteleiros, que se mantém até hoje. A maioria dos cafés de Portugal vende pastéis
  2. 2. de nata, mas os originais só são feitos na Casa Pasteis de Belém, onde sãoconsumidos ainda quentes, polvilhados de canela e açúcar em pó.Pataniscas de bacalhau: pataniscas de bacalhau são um petisco muito comum emtodo o litoral da Estremadura. O bacalhau, cortado em lasquinhas, é marinado em leitecom limão, depois mergulhado numa massa de farinha, ovos, cebola e salsinha, e,então, frito. Também é costume comê-las com uma salada de feijão-frade.Peixinhos da horta: tradicional da culinária portuguesa, costumam ser servidos comopetiscos ou entrada. São preparados com feijões-verdes, que são mergulhados emuma massa de farinha, água, ovo e cebola, antes de ser fritos até dourar.Queijada de Sintra: A massa (de farinha, água e sal) das queijadas é recheada comuma mistura de queijo fresco, gemas, açúcar, farinha e canela. Nesta região, encontramos o queijo de Azeitão, um dos melhores de Portugal, bemcomo alguns dos melhores vinhos da região como os de Carcavelos e Sintra ou ummoscatel de Setúbal.Traje típicoAs "sete saias"As sete saias fazem parteda tradição, do mito e daslendas desta terra tãointimamente ligada aomar. Diz o povo querepresentam as setevirtudes; os sete dias dasemana; as sete cores doarco-íris; as sete ondas domar, entre outrasatribuições bíblicas,míticas e mágicas queenvolvem o número sete.O que visitar na Estremadura?Lisboa : Alfama e as suas casas do Fado; Padrão dosDescobrimentos; Torre de Belém; Mosteiro dosJerónimos; Parque das Nações; Oceanário; MuseuNacional do Azulejo; Museu Nacional do Traje; Bairroalto; elevador da Glória; entre muitos outros pontosturísticos.
  3. 3. Sintra: é uma área muito, muito romântica situada nas redondezas de Lisboa. Refúgio para os solitários e cenário encantado para os amantes. A não perder: Castelo da Pena; Quinta da regaleira; Palácio de Seteais; Fonte Mourisca; Convento dos Capuchos... Leiria: visitar Óbidos e provar a sua bebida tradicional “a Ginginha”; Mosteiro de Alcobaça;Fortaleza de Peniche; Ilha das Berlengas; Mosteiro da Batalha; Cerâmica tradicional das Caldas da Raínha; as praias da Nazaré...Setúbal: Serra da Arrábida; Peninsula de Tróia;Convento de Jesus...

×