O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
Processos de Fabricação Introdução Metais 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
Processos de fabricação <ul><li>Porque tantas formas? </li></ul><ul><li>Todas as formas são possíveis em todos os materiai...
Projeto de produtos Disponibilidade do material Custo do Material e processo Processo de  fabricação Propriedades  requeri...
Tabela de uso e procesos de materiais
Processos de fabricação
Divisão simples dos Materiais 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
O Que são Metais? 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
Propriedades Físicas <ul><li>Mecânicas </li></ul><ul><ul><li>Resistência mecânica </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Tração, c...
Propriedades Mecânicas <ul><li>Propriedades mais importantes do ponto de vista da indústria mecânicas  </li></ul><ul><li>Q...
Resistência Mecânica <ul><li>Propriedade que permite que o material seja capaz de resistir à ação de tipos de esforços: </...
Elasticidade <ul><li>Capacidade do material em se deformar quando submetido a um esforço, e voltar à forma original quando...
Plasticidade <ul><li>Capacidade do material se deformar quando submetido a um esforço, e manter uma parcela da deformação ...
Ductibilidade <ul><li>Ductibilidade:  </li></ul><ul><ul><li>Ser conformado,  </li></ul></ul><ul><ul><li>Capacidade do mate...
Maleabilidade <ul><li>Maleabilidade: Ser dobrado </li></ul>28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
Dureza <ul><li>Resistência do material à penetração, à deformação plástica e ao desgaste.  </li></ul>agosto de 2010 [email...
Propriedades dos Materiais - Dureza 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
Propriedades dos Materiais - Dureza 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
Dureza x Fragilidade 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
Fragilidade <ul><li>Baixa resistência aos choques.  </li></ul><ul><li>Ex.: Vidro, cerâmicas </li></ul>agosto de 2010 [emai...
Tenacidade <ul><li>Quantidade de energia necessária para romper um material.  </li></ul>agosto de 2010 [email_address]
Densidade <ul><li>Quantidade de matéria alocada dentro de um volume específico.  </li></ul>agosto de 2010 [email_address]
Rede cristalina 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
Redes Cristalinas <ul><li>CFC, CCC, HEXAGONAL COMPACTA. </li></ul><ul><li>CFC – Alumínio </li></ul>fabiosimoes@me.com  pub...
Grãos em metais 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
Tratamentos Térmicos <ul><li>Uniformização dos grãos </li></ul><ul><ul><li>Recozimento </li></ul></ul><ul><ul><li>Normaliz...
Fabricação do Aço e FoFo <ul><li>28 usinas no Brasil </li></ul><ul><ul><li>13 Integradas </li></ul></ul><ul><ul><li>15 Sem...
Fabricação do Aço - Reciclagem 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
Trabalho em sala <ul><li>Elaborar o diagrama de blocos para o processo de fabricação do aço </li></ul>28/02/12 Prof. Fabio...
28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
Fabricação do aço – Matérias Primas 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
Fabricação do aço – Coqueria 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
Fabricação do aço – Auto-Forno 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
Fabricação do aço  -Aciaria 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
Fabricação do aço – Auto-Forno 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
Fabricação do aço – Laminação 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
Próxima aula: Fundicão <ul><li>Ler (Livro do Lesko) Página 31 a 50 </li></ul><ul><li>Acessar o site do CIMM e navegar pelo...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Introdução processos de fabricação - metais

5.456 visualizações

Publicada em

Introdução aos processos de fabricação

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Introdução processos de fabricação - metais

  1. 1. Processos de Fabricação Introdução Metais 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
  2. 2. Processos de fabricação <ul><li>Porque tantas formas? </li></ul><ul><li>Todas as formas são possíveis em todos os materiais? </li></ul><ul><li>Quantas maneiras existem para fabricar peças? </li></ul>28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
  3. 3. Projeto de produtos Disponibilidade do material Custo do Material e processo Processo de fabricação Propriedades requeridas
  4. 4. Tabela de uso e procesos de materiais
  5. 5. Processos de fabricação
  6. 6. Divisão simples dos Materiais 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
  7. 7. O Que são Metais? 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
  8. 8. Propriedades Físicas <ul><li>Mecânicas </li></ul><ul><ul><li>Resistência mecânica </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Tração, compressão, Torção, Flexão </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Elasticidade </li></ul></ul><ul><ul><li>Plasticidade </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Maleabilidade </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Ductibilidade </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Tenacidade </li></ul></ul><ul><ul><li>Dureza </li></ul></ul><ul><ul><li>Fragilidade </li></ul></ul><ul><ul><li>Densidade </li></ul></ul><ul><li>Térmicas </li></ul><ul><ul><li>Ponto de fusão </li></ul></ul><ul><ul><li>Ponto de ebulíção </li></ul></ul><ul><li>Elétricas </li></ul><ul><ul><li>Resistividade </li></ul></ul><ul><ul><li>Condutividade </li></ul></ul><ul><li>Magnéticas </li></ul><ul><li>Óticas </li></ul><ul><ul><li>Transparência </li></ul></ul><ul><ul><li>Reflexão </li></ul></ul><ul><ul><li>Radiação e absorção </li></ul></ul>agosto de 2010 [email_address]
  9. 9. Propriedades Mecânicas <ul><li>Propriedades mais importantes do ponto de vista da indústria mecânicas </li></ul><ul><li>Quando o material está sujeito a esforços mecânicos. </li></ul><ul><li>Importância </li></ul><ul><ul><li>Processos de fabricação </li></ul></ul><ul><ul><li>Utilização do material </li></ul></ul>agosto de 2010 [email_address]
  10. 10. Resistência Mecânica <ul><li>Propriedade que permite que o material seja capaz de resistir à ação de tipos de esforços: </li></ul><ul><ul><li>Tração </li></ul></ul><ul><ul><li>Compressão </li></ul></ul><ul><ul><li>Torção </li></ul></ul><ul><ul><li>flexão. </li></ul></ul>agosto de 2010 [email_address]
  11. 11. Elasticidade <ul><li>Capacidade do material em se deformar quando submetido a um esforço, e voltar à forma original quando retirado este esforço. </li></ul>agosto de 2010 [email_address]
  12. 12. Plasticidade <ul><li>Capacidade do material se deformar quando submetido a um esforço, e manter uma parcela da deformação quando retirado o esforço. </li></ul>agosto de 2010 [email_address]
  13. 13. Ductibilidade <ul><li>Ductibilidade: </li></ul><ul><ul><li>Ser conformado, </li></ul></ul><ul><ul><li>Capacidade do material deformar-se plasticamente sem romper-se. </li></ul></ul>28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
  14. 14. Maleabilidade <ul><li>Maleabilidade: Ser dobrado </li></ul>28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
  15. 15. Dureza <ul><li>Resistência do material à penetração, à deformação plástica e ao desgaste. </li></ul>agosto de 2010 [email_address]
  16. 16. Propriedades dos Materiais - Dureza 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
  17. 17. Propriedades dos Materiais - Dureza 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
  18. 18. Dureza x Fragilidade 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
  19. 19. 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
  20. 20. 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
  21. 21. Fragilidade <ul><li>Baixa resistência aos choques. </li></ul><ul><li>Ex.: Vidro, cerâmicas </li></ul>agosto de 2010 [email_address]
  22. 22. Tenacidade <ul><li>Quantidade de energia necessária para romper um material. </li></ul>agosto de 2010 [email_address]
  23. 23. Densidade <ul><li>Quantidade de matéria alocada dentro de um volume específico. </li></ul>agosto de 2010 [email_address]
  24. 24. Rede cristalina 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
  25. 25. Redes Cristalinas <ul><li>CFC, CCC, HEXAGONAL COMPACTA. </li></ul><ul><li>CFC – Alumínio </li></ul>fabiosimoes@me.com public.me.com/fabiosimoes
  26. 26. Grãos em metais 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
  27. 27. Tratamentos Térmicos <ul><li>Uniformização dos grãos </li></ul><ul><ul><li>Recozimento </li></ul></ul><ul><ul><li>Normalização </li></ul></ul><ul><ul><li>Redução de tensão </li></ul></ul><ul><li>Endurecimento por Têmpera </li></ul><ul><ul><li>Revenimento </li></ul></ul><ul><ul><li>Austêmpera </li></ul></ul><ul><ul><li>Martêmpera </li></ul></ul><ul><li>Endurecimento Superficial </li></ul><ul><ul><li>Cementação </li></ul></ul><ul><ul><li>Carbonitretação </li></ul></ul><ul><ul><li>Nitretação </li></ul></ul>28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
  28. 28. Fabricação do Aço e FoFo <ul><li>28 usinas no Brasil </li></ul><ul><ul><li>13 Integradas </li></ul></ul><ul><ul><li>15 Semi-integradas </li></ul></ul><ul><li>44,6 Milhoes de toneladas/Ano </li></ul><ul><li>Fonte: Instituto Aço Brasil www.acobrasil.org.br </li></ul>28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
  29. 29. Fabricação do Aço - Reciclagem 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
  30. 30. Trabalho em sala <ul><li>Elaborar o diagrama de blocos para o processo de fabricação do aço </li></ul>28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
  31. 31. 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
  32. 32. Fabricação do aço – Matérias Primas 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
  33. 33. Fabricação do aço – Coqueria 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
  34. 34. Fabricação do aço – Auto-Forno 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
  35. 35. Fabricação do aço -Aciaria 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
  36. 36. Fabricação do aço – Auto-Forno 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
  37. 37. Fabricação do aço – Laminação 28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões
  38. 38. Próxima aula: Fundicão <ul><li>Ler (Livro do Lesko) Página 31 a 50 </li></ul><ul><li>Acessar o site do CIMM e navegar pelo conteúdo de Fundição. </li></ul><ul><li>Elaborar duas questões que deverão ser entregues no início da aula. (VALE PONTO). </li></ul><ul><li>Imprimir slides para a próxima aula (VALE PONTO). </li></ul>28/02/12 Prof. Fabio Manoel Sá Simões

×