SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 7
GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO
COLÉGIO ESTADUAL JACINTHO XAVIER MARTINS

LABORATÓRIO DE CIÊNCIAS
PROJETO
“DANDO VIDA À CIÊNCIA”

COORDENADORES:
PROF. MARIO LUIZ DE POLI TEIXEIRA
PROF. LISETE PIMENTEL

2013
A prática deve estar sempre apoiada na boa teoria.
(Autor: Leonardo da Vinci).
OBJETIVO GERAL:
VALORIZAR O ATO CRIADOR DO EDUCANDO, ESTIMULANDO O CONHECIMENTO
CIENTÍFICO.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
A) Desenvolver a

FEIRA DE CIÊNCIAS.

B) Estimular os professores à prática de laboratório.
C) Dar maior ênfase à criação científica.
D) Desenvolver no educando o prazer pelas ciências.
E) Desenvolver o raciocínio lógico.
F) Desenvolver o sentido estético.
JUSTIFICATIVA:
O COLÉGIO ESTADUAL JACINTHO XAVIER MARTINS desejando
desenvolver o hábito criador e o conhecimento científico dos seus alunos
de uma maneira prazerosa vem criar a primeira feira de ciências
intitulada “DANDO VIDA À CIÊNCIA” a fim de exaltar, desenvolver e
valorizar os alunos cientistas. Este projeto tem como patrono Leonardo
Da Vinci por não podermos negar a existência da arte em todos os
seguimentos do saber humano; e por ter sido ele um dos maiores gênios
da humanidade; e ter as suas obras atualizadas dentro das ciências, e
das artes.
Este projeto teve também a sua iniciativa promover e incentivar o
uso da sala de ciências pelos nossos professores e seus respectivos
alunos. Um espaço que foi conquistado por todos os professores que
passam e amam a ciência no seu dia a dia e a escola como um todo.

2
INTRODUÇÃO

Os que se encantam com a prática sem a ciência são como os timoneiros que entram no
navio sem timão nem bússola, nunca tendo certeza do seu destino.
Leonardo da Vinci

O Colégio Jacintho Xavier Martins foi premiado com a Sala de
Ciências Luiz Assad.

POR QUE USAR O LABORATÓRIO DE CIÊNCIAS?
“Para aprender matemática temos que resolver muitos problemas e
exercÍcios. O mesmo ocorre com as ciências ditas naturais. Aliás, uma das
etapas da maior importância do método científico, justamente é aquela que
distingue uma ciência exata dos demais ramos do conhecimento humano, e a
experimentação.
Quando realizamos um bom projeto cientifico, trabalhamos quase da mesma
maneira

que

os

cientistas

profissionais.

Como

eles,

observamos,

experimentamos, investigamos, vivenciamos, especulamos e comprovamos a
validade de nossas hipóteses, mediante a mais experimentos, tudo isso com o
objetivo de aprendermos mais”.
www5.uberlandia.mg.gov.br/ecp/files.do?evento...ciencias_porque...

3
DESENVOLVIMENTO

Na feira de ciências os professores de arte deverão estar
concatenados com as apresentações dos alunos dando uma forma
estética mais agradável.
Haverá uma premiação para os melhores trabalhos e também o
PRÊMIO REVELAÇÃO: “O PEQUENO CIENTISTA”; uma premiação para
estimular o jovem a ser um cientista amanhã. O Prêmio Revelação será
de um TABLET.
Assim teremos na organização da feira de ciências:
1º A escolha dos cientistas será feito através de
sorteio e os três turnos (turmas) farão o mesmo tema
escolhido.

2º Cada turma estará homenageando um cientista: Galileu,
Cesar Lattes, Robert Hooke, Charles Darwin, Dalton,
Aristóteles, Bohr, Lavoisier, Isaac Newton, Rutherford

,

Alessandro Volta, Amedeo Avogrado, Albert Einstein, Arrhenius
e Leonardo da Vinci. Com trabalhos escritos (pesquisa) –
montagem de experiências – teatro sobre a vida do cientista –
decoração das barracas e confecção de cartazes.
Cada personagem deverá estar caracterizado por um aluno
da turma.
3º Os professores das turmas deverão trabalhar o tema com
profundidade, e os professores das matérias científicas deverão
apresentar trabalhos em maquetes mostrando as experiências estudadas.

4
4º Os alunos poderão (deverão) criar novas experiências
apresentando a sua produção criativa para concorrer ao prêmio
“PEQUENO CIENTISTA”.

5º Os professores do dia da apresentação deverão preencher
uma ficha de avaliação dos alunos com a soma de pontos
equivalente (0 a 2).

6º A turma que atingir o número de pontos maior – receberá
como prêmio uma excursão ao “MUSEU DA VIDA”, FUNDAÇÃO
OSWALDO CRUZ, na cidade do Rio de Janeiro.

CRONOGRAMA:
ABERTURA: 29/08/2013(quinta-feira)
Apresentação dos Trabalhos: 10 e 11/10/2013
Dia 10/10/2013- turno da manhã e turno da noite
Dia 11/10/2013- turno da tarde

5
CONSIDERAÇÕES FINAIS

Do mesmo modo que o metal enferruja com a ociosidade e a água parada perde sua
pureza, assim a inércia esgota a energia da mente.
Leonardo da Vinci

“Que este projeto alimente a vontade dos professores em ensinar e reaprender,
e os alunos de aprender e a passar adiante o ensinamento adquirido”(Professor
Mario).

(AVALIAÇÃO)

Até 2,0 pontos na média dos alunos na apresentação do trabalho
desenvolvido.

6
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS SUGERIDAS

Leonardo da Vinci e seu Supercérebro - Coleção Mortos de
Fama
Autor: Cox, Michael
Editora: Cia das Letras

A Ciência de Leonardo da Vinci
Autor: Capra, Fritjof
Editora: Cultrix

Leonardo da Vinci
Autor: Augarde Steve
Editora: Ciranda Cultural

Quem Foi ? Leonardo da Vinci
Autor: Edwards, Roberta
Editora: DCL Difusão Cultural

* As invenções de Leonardo da Vinci

7

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Projeto do laboratório de ciências

Cinciasexperimentaisno1ciclo20122013 121028114507-phpapp01
Cinciasexperimentaisno1ciclo20122013 121028114507-phpapp01Cinciasexperimentaisno1ciclo20122013 121028114507-phpapp01
Cinciasexperimentaisno1ciclo20122013 121028114507-phpapp01
mariacarmcorreia
 
Pescmanaus2013
Pescmanaus2013Pescmanaus2013
Pescmanaus2013
PESC Semed
 
Capacitação de Ciências 2013 - 2º Parte
Capacitação de Ciências 2013 - 2º ParteCapacitação de Ciências 2013 - 2º Parte
Capacitação de Ciências 2013 - 2º Parte
anjalylopes
 
Iniciação científica um salto para a ciência
Iniciação científica um salto para a ciênciaIniciação científica um salto para a ciência
Iniciação científica um salto para a ciência
Nívia Sales
 
Mini projeto experimentos
Mini projeto experimentosMini projeto experimentos
Mini projeto experimentos
familiaestagio
 
Jornada_Cientifica_2013
Jornada_Cientifica_2013Jornada_Cientifica_2013
Jornada_Cientifica_2013
Major Ribamar
 

Semelhante a Projeto do laboratório de ciências (20)

Cinciasexperimentaisno1ciclo20122013 121028114507-phpapp01
Cinciasexperimentaisno1ciclo20122013 121028114507-phpapp01Cinciasexperimentaisno1ciclo20122013 121028114507-phpapp01
Cinciasexperimentaisno1ciclo20122013 121028114507-phpapp01
 
Projeto feira de ciências (tecnologia e vida).pptx
Projeto feira de ciências (tecnologia e vida).pptxProjeto feira de ciências (tecnologia e vida).pptx
Projeto feira de ciências (tecnologia e vida).pptx
 
Simbiontes Autismo - Programa de Fevereiro de 2012
Simbiontes Autismo - Programa de Fevereiro de 2012Simbiontes Autismo - Programa de Fevereiro de 2012
Simbiontes Autismo - Programa de Fevereiro de 2012
 
Lopes etcastineira2014
Lopes etcastineira2014Lopes etcastineira2014
Lopes etcastineira2014
 
Pescmanaus2013
Pescmanaus2013Pescmanaus2013
Pescmanaus2013
 
Capacitação de Ciências 2013 - 2º Parte
Capacitação de Ciências 2013 - 2º ParteCapacitação de Ciências 2013 - 2º Parte
Capacitação de Ciências 2013 - 2º Parte
 
2 junho - Gisele Buch (1).ppt
2 junho - Gisele Buch (1).ppt2 junho - Gisele Buch (1).ppt
2 junho - Gisele Buch (1).ppt
 
Iniciação científica um salto para a ciência
Iniciação científica um salto para a ciênciaIniciação científica um salto para a ciência
Iniciação científica um salto para a ciência
 
Communicado de-imprensa--ciencia-hoje--noticia-publico--
Communicado de-imprensa--ciencia-hoje--noticia-publico--Communicado de-imprensa--ciencia-hoje--noticia-publico--
Communicado de-imprensa--ciencia-hoje--noticia-publico--
 
Dissertação_ final_impressão_Andrea.pdf
Dissertação_ final_impressão_Andrea.pdfDissertação_ final_impressão_Andrea.pdf
Dissertação_ final_impressão_Andrea.pdf
 
1ª Mostra Ciências da Natureza e Geografia
1ª Mostra Ciências da Natureza e Geografia1ª Mostra Ciências da Natureza e Geografia
1ª Mostra Ciências da Natureza e Geografia
 
Simbiontes Autismo - Actividades CADIN
Simbiontes Autismo - Actividades CADINSimbiontes Autismo - Actividades CADIN
Simbiontes Autismo - Actividades CADIN
 
Jornal da Física - Física em Foco - 5ª edição
Jornal da Física - Física em Foco - 5ª ediçãoJornal da Física - Física em Foco - 5ª edição
Jornal da Física - Física em Foco - 5ª edição
 
Mini projeto experimentos
Mini projeto experimentosMini projeto experimentos
Mini projeto experimentos
 
Simbiontes Autismo - Programa de Janeiro de 2012
Simbiontes Autismo - Programa de Janeiro de 2012Simbiontes Autismo - Programa de Janeiro de 2012
Simbiontes Autismo - Programa de Janeiro de 2012
 
Projeto Geral I Feira de Ciências e Mostra Científica na Escola
Projeto Geral I Feira de Ciências e Mostra Científica na EscolaProjeto Geral I Feira de Ciências e Mostra Científica na Escola
Projeto Geral I Feira de Ciências e Mostra Científica na Escola
 
Projeto feira de ciências pdf correto
Projeto feira de ciências pdf corretoProjeto feira de ciências pdf correto
Projeto feira de ciências pdf correto
 
Jornada_Cientifica_2013
Jornada_Cientifica_2013Jornada_Cientifica_2013
Jornada_Cientifica_2013
 
Cinciasexperimentaisno1ciclo20122013 121028114507-phpapp01
Cinciasexperimentaisno1ciclo20122013 121028114507-phpapp01Cinciasexperimentaisno1ciclo20122013 121028114507-phpapp01
Cinciasexperimentaisno1ciclo20122013 121028114507-phpapp01
 
Cientistas dialogam com a escola básica
Cientistas dialogam com a escola básicaCientistas dialogam com a escola básica
Cientistas dialogam com a escola básica
 

Projeto do laboratório de ciências

  • 1. GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO COLÉGIO ESTADUAL JACINTHO XAVIER MARTINS LABORATÓRIO DE CIÊNCIAS PROJETO “DANDO VIDA À CIÊNCIA” COORDENADORES: PROF. MARIO LUIZ DE POLI TEIXEIRA PROF. LISETE PIMENTEL 2013
  • 2. A prática deve estar sempre apoiada na boa teoria. (Autor: Leonardo da Vinci). OBJETIVO GERAL: VALORIZAR O ATO CRIADOR DO EDUCANDO, ESTIMULANDO O CONHECIMENTO CIENTÍFICO. OBJETIVOS ESPECÍFICOS: A) Desenvolver a FEIRA DE CIÊNCIAS. B) Estimular os professores à prática de laboratório. C) Dar maior ênfase à criação científica. D) Desenvolver no educando o prazer pelas ciências. E) Desenvolver o raciocínio lógico. F) Desenvolver o sentido estético. JUSTIFICATIVA: O COLÉGIO ESTADUAL JACINTHO XAVIER MARTINS desejando desenvolver o hábito criador e o conhecimento científico dos seus alunos de uma maneira prazerosa vem criar a primeira feira de ciências intitulada “DANDO VIDA À CIÊNCIA” a fim de exaltar, desenvolver e valorizar os alunos cientistas. Este projeto tem como patrono Leonardo Da Vinci por não podermos negar a existência da arte em todos os seguimentos do saber humano; e por ter sido ele um dos maiores gênios da humanidade; e ter as suas obras atualizadas dentro das ciências, e das artes. Este projeto teve também a sua iniciativa promover e incentivar o uso da sala de ciências pelos nossos professores e seus respectivos alunos. Um espaço que foi conquistado por todos os professores que passam e amam a ciência no seu dia a dia e a escola como um todo. 2
  • 3. INTRODUÇÃO Os que se encantam com a prática sem a ciência são como os timoneiros que entram no navio sem timão nem bússola, nunca tendo certeza do seu destino. Leonardo da Vinci O Colégio Jacintho Xavier Martins foi premiado com a Sala de Ciências Luiz Assad. POR QUE USAR O LABORATÓRIO DE CIÊNCIAS? “Para aprender matemática temos que resolver muitos problemas e exercÍcios. O mesmo ocorre com as ciências ditas naturais. Aliás, uma das etapas da maior importância do método científico, justamente é aquela que distingue uma ciência exata dos demais ramos do conhecimento humano, e a experimentação. Quando realizamos um bom projeto cientifico, trabalhamos quase da mesma maneira que os cientistas profissionais. Como eles, observamos, experimentamos, investigamos, vivenciamos, especulamos e comprovamos a validade de nossas hipóteses, mediante a mais experimentos, tudo isso com o objetivo de aprendermos mais”. www5.uberlandia.mg.gov.br/ecp/files.do?evento...ciencias_porque... 3
  • 4. DESENVOLVIMENTO Na feira de ciências os professores de arte deverão estar concatenados com as apresentações dos alunos dando uma forma estética mais agradável. Haverá uma premiação para os melhores trabalhos e também o PRÊMIO REVELAÇÃO: “O PEQUENO CIENTISTA”; uma premiação para estimular o jovem a ser um cientista amanhã. O Prêmio Revelação será de um TABLET. Assim teremos na organização da feira de ciências: 1º A escolha dos cientistas será feito através de sorteio e os três turnos (turmas) farão o mesmo tema escolhido. 2º Cada turma estará homenageando um cientista: Galileu, Cesar Lattes, Robert Hooke, Charles Darwin, Dalton, Aristóteles, Bohr, Lavoisier, Isaac Newton, Rutherford , Alessandro Volta, Amedeo Avogrado, Albert Einstein, Arrhenius e Leonardo da Vinci. Com trabalhos escritos (pesquisa) – montagem de experiências – teatro sobre a vida do cientista – decoração das barracas e confecção de cartazes. Cada personagem deverá estar caracterizado por um aluno da turma. 3º Os professores das turmas deverão trabalhar o tema com profundidade, e os professores das matérias científicas deverão apresentar trabalhos em maquetes mostrando as experiências estudadas. 4
  • 5. 4º Os alunos poderão (deverão) criar novas experiências apresentando a sua produção criativa para concorrer ao prêmio “PEQUENO CIENTISTA”. 5º Os professores do dia da apresentação deverão preencher uma ficha de avaliação dos alunos com a soma de pontos equivalente (0 a 2). 6º A turma que atingir o número de pontos maior – receberá como prêmio uma excursão ao “MUSEU DA VIDA”, FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ, na cidade do Rio de Janeiro. CRONOGRAMA: ABERTURA: 29/08/2013(quinta-feira) Apresentação dos Trabalhos: 10 e 11/10/2013 Dia 10/10/2013- turno da manhã e turno da noite Dia 11/10/2013- turno da tarde 5
  • 6. CONSIDERAÇÕES FINAIS Do mesmo modo que o metal enferruja com a ociosidade e a água parada perde sua pureza, assim a inércia esgota a energia da mente. Leonardo da Vinci “Que este projeto alimente a vontade dos professores em ensinar e reaprender, e os alunos de aprender e a passar adiante o ensinamento adquirido”(Professor Mario). (AVALIAÇÃO) Até 2,0 pontos na média dos alunos na apresentação do trabalho desenvolvido. 6
  • 7. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS SUGERIDAS Leonardo da Vinci e seu Supercérebro - Coleção Mortos de Fama Autor: Cox, Michael Editora: Cia das Letras A Ciência de Leonardo da Vinci Autor: Capra, Fritjof Editora: Cultrix Leonardo da Vinci Autor: Augarde Steve Editora: Ciranda Cultural Quem Foi ? Leonardo da Vinci Autor: Edwards, Roberta Editora: DCL Difusão Cultural * As invenções de Leonardo da Vinci 7