Filipe Neves1NAT2012
Zona Nome Inserções Acção
Anca Grande Glúteo
Glúteo Máximo
-Fossa ilíaca externa, sacro - Linha ásper...
Filipe Neves1NAT2012
Médio ou Primeiro Adutor
(Adutor Longo)
Superfície anterior do púbis e sínfise
púbica
Linha áspera
Pe...
Filipe Neves1NAT2012
Perna Posteriores Tricípete Sural
músculos:
gastrocnémios
-Gémeo Interno - Côndilo interno do
fémur
-...
Filipe Neves1NAT2012
Pé Plantares Externos Abdutor do Pequeno Dedo Calcâneo Zona externa da Falange proximal
do 5º dedo li...
Filipe Neves1NAT2012
-Músculos Intercostais
Internos
Ocupam o espaço intercostal
– por dentro dos intercostais
médios
e pa...
Filipe Neves1NAT2012
Músculo Diafragma
Separa a cavidade
torácica da cavidade
abdominal
Constituído:
-aponevrótica
(centro...
Filipe Neves1NAT2012
Músculo transverso do
abdómen
pequeno oblíquo
Face interna das últimas 5 cartilagens
costais, crista ...
Filipe Neves1NAT2012
Músculo Grande Rombóide
(inferior)
Músculo Pequeno
Rombóide (superior)
Inserção Medial: Processos
esp...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Miologia - quadro com imagens

643 visualizações

Publicada em

Anatomia
Miologia
Quadro dos músculos
Origens, inserções e ações

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
643
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Miologia - quadro com imagens

  1. 1. Filipe Neves1NAT2012 Zona Nome Inserções Acção Anca Grande Glúteo Glúteo Máximo -Fossa ilíaca externa, sacro - Linha áspera, grande trocânter Extensão e rotação externa da coxa Médio Glúteo Glúteo Médio Fossa ilíaca externa (zona lateral) Grande trocânter -Abduçãoda coxa -Rotação interna(feixes anteriores) -Rotação externa(feixes posteriores) Pequeno Glúteo Glúteo Mínimo Ilíaca externa (zona anterior) Grande trocânter -Flexão da coxa -Rotação interna da coxa Piramidal da Bacia/Piriforme Sacro Grande trocânter -Rotação Externa da Coxa Obturador Externo Contorno Externo do Buraco Obturado Grande trocânter -Rotação Externa da Coxa Obturador Interno Contorno Interno do Buraco Obturado Grande trocânter -Rotação Interna da Coxa Gémeo Pélvico Superior Espinha Ciática ou Isquiática Grande trocânter -Rotação Externa da Coxa Gémeo Pélvico Inferior Tuberosidade Isquiática Grande trocânter -Rotação Externa da Coxa Quadrado Crural Tuberosidade Isquiática Grande trocânter -Rotação Externa da Coxa -Adução da Coxa Coxa Ântero-Externos Costureiro ou Sartório EIAS Sup. Int. Tuberosidade da Tíbia -Flexão da perna -Flexor da coxa -Abdutor da coxa -Rotação externa do membro inferior Tensor da Fáscia Lata EIAS Tuberosidade Externa da Tíbia -Abdução da Coxa Quadricípete Crural Quadricípete Femoral Recto Anterior Recto Femorar: Espinha ilíaca ântero-inferior: -Vasto Externo: corpo do fémur -Vasto Interno: corpo do fémur -Crural / Vasto Intermédio: corpo do fémur Tuberosidade anterior da tíbia, através do ligamento patelar – flexor da coxa Coxa Internos Pectíneo Eminência Ílio-pectínia Zona posterior do corpo do Fémur Recto Interno da Coxa ou Grácil Zona inferior da Sínfise púbica Tuberosidade da tíbia (zona interna)
  2. 2. Filipe Neves1NAT2012 Médio ou Primeiro Adutor (Adutor Longo) Superfície anterior do púbis e sínfise púbica Linha áspera Pequeno ou Segundo Adutor (Adutor Curto) Zona inferior do púbis Linha áspera Grande ou Terceiro Adutor (Adutor Magno) Tuberosidade isquiática Linha áspera Coxa Posteriores Bicípete Crural Bicípete Femoral isquiática Cabeça do perónio e côndilo externo da tíbia Semitendinoso Tuberosidade isquiática Superfície interna da tuberosidade da tíbia Semimembranoso Tuberosidade isquiática Côndilo interno da tíbia Perna Anteriores Tibial Anterior Côndilo externo da tíbia 1º Cuneiforme 1º metatárso Extensor Próprio do Grande Dedo Corpo do perónio Falange distal do grande dedo Extensor Comum dos Dedos Côndilo externo e corpo do perónio Falange média e distal do 2º ao 5º dedos Peroneal Anterior Terceiro fibular 1/3 distal do corpo do perónio Face posterior do 5º metatársico dorsal Perna Externos Longo Peroneal Lateral Zona externa do corpo perónio Extremidade posterior do I metatársico Curto Peroneal Lateral zona distal do corpo do peróneo Base posterior do 5º metatarso
  3. 3. Filipe Neves1NAT2012 Perna Posteriores Tricípete Sural músculos: gastrocnémios -Gémeo Interno - Côndilo interno do fémur -Gémeo Externo - Côndilo externo do fémur -Solhar - corpo da tíbia e cabeça do perónio -Gémeo Interno - calcâneo -Gémeo Externo – calcâneo - Solhar - calcâneo - gémeos Plantar Delgado Côndilo externo do fémur Calcâneo Auxilia o tricípete sural Longo Flexor Comum dos Dedos corpo da tíbia Falanges distais do 2º ao 5º dedo Tibial Posterior Face posterior da tíbia e do perónio Contorna o maleolo interno e insere no escafóide Popliteu Côndilo externo do fémur Face posterior da tíbia Flexão da perna Longo Flexor Próprio do Grande Dedo Face posterior do perónio Falange distal do grande dedo Pé Dorsais Pedioso ou Curto Extensor dos Dedos Face superior do calcâneo Falange proximal do grande dedo e falanges distais do 2º ao 4 dedo nsor dos quatro primeiros dedos Pé Plantares Internos Adutor do Grande Dedo zona interna do calcâneo Zona externa da Falange proximal do dedo grande média do corpo) Curto Flexor de Grande Dedo Cubóide e 3º cuneiforme Falange proximal do grande dedo grande dedo do pé Abdutor do Grande Dedo Cubóide, III cuneiforme e 1 metatárso 3, 4 e 5 metatarso (linha médio do corpo)
  4. 4. Filipe Neves1NAT2012 Pé Plantares Externos Abdutor do Pequeno Dedo Calcâneo Zona externa da Falange proximal do 5º dedo linha média do corpo) Curto Flexor do Pequeno Dedo zona externa do V metatárso Falange proximal do 5º dedo Oponente do Pequeno Dedo Cubóide 5º metatársico (bordo externo) Pé Plantares Médios Curto Flexor Plantar calcâneo Falange média do 2º ao 5º dedos Quadrado de Sylvius ou acessório do longo flexor comum dos dedos calcâneo Falange distal do 2 ao 5 dedo dedos Pé Interósseos Interósseos Plantares Bordo interno do 3º ao 5º metatárso (face virada para o eixo médio do pé) Bordo interno das falanges proximais do 3º ao 5º dedos Interósseos Dorsais Entre os ossos metatársicos Bases das falanges proximais do 2º ao 4º dedos em relação ao eixo do pé -MIOLOGIA TORÁX -Músculos Costais -Músculos Intercostais Externos Ocupam o espaço intercostal Feixes: oblíquos, para baixo e para diante Inserção – lábio externo da costela (bordo inferior) suprajacente lábio externo (bordo superior) da costela infrajacente Estende-se desde a articulação costo-transversa até á articulação condro-costal contraem durante a inspiração (elevam as costelas) Muitos autores não consideram os intercostais inspiratórios -Músculos Intercostais Médios Ocupam o espaço intercostal – por dentro dos intercostais externos e para trás Inserção – lábio externo da costela suprajacente (bordo inferior) lábio externo (bordo superior) da costela infrajacente Estende-se desde a linha média da costela até ao bordo do esterno
  5. 5. Filipe Neves1NAT2012 -Músculos Intercostais Internos Ocupam o espaço intercostal – por dentro dos intercostais médios e para trás Inserção – lábio externo da costela suprajacente (bordo inferior) lábio externo (bordo superior) da costela infrajacente Estende-se desde o ângulos posterior da costela até 5 cm do bordo do esterno Contraem durante a expiração (deprimem as costelas) Músculos Supracostais ou levantadores das costelas Suprecostais curtos Suprecostais longos Inserção Superior: Apófise transversa da 7ª vértebra cervical à 11ª torácica Pertencem aos 4 últimos supracostais curtos – estes dividem –se em dois feixes um curto um longo, este longo vai-se inserir duas costelas abaixo do ponto de inserção Inserção Inferior: Bordo superior e face externa da 1ª à 12ª costela Elevação das costelas - acção inspiratória Estabilização intercostal Músculos Infracostais ou subcostais Encontram-se nos ângulos costais posteriores Inserção Superior: Face interna da costela suprajacente Inserção Inferior: Face interna da costela infrajacente Estabilização intercostal Músculo Triangular do Esterno ou transverso do tórax Inserção Superior: Face interna do esterno Inserção Inferior: Face interna da 3ª á 6ª cartilagem costais Baixa as cartilagens costais Estabilização da parte antero-inferior do tórax
  6. 6. Filipe Neves1NAT2012 Músculo Diafragma Separa a cavidade torácica da cavidade abdominal Constituído: -aponevrótica (centro frénico) Centro frénico – ocupa toda a porção central do diafragma Porção muscular: – inserem-se no quadrado dos lombos, psoas-ilíaco e coluna vertebral (lombar) – formam pois pilares uma direito e um esquerdo, que ajudam a formar os orifícios do diafragma Orifício esofágico - situado na linha mediana (10 dorsal), dá passagem: Orifício aórtico – (mais posterior), dá passagem: Orifício da veia cava inferior – situado no centro frénico (zona direita), dá passagem: Inspiração: achatado) pelo tendão central -caudal posterior Músculos Abdómen Linha alba ou branca – linha fibrosa formada pelo cruzamento de aponevroses Apêndice xifóide Fase anterior do púbis Músculo Grande Recto do Abdómen Face externa e inferior da 5ª à 7ª cartilagens costais e apendice xifóide Corpo do púbis e sínfise púbica Baixa as costelas , favorecendo a micção, a defecação e vómito Músculo Piramidal do Abdómen Situado adiante do grande recto Linha alba ou linha branca, entre o umbigo e o púbis Corpo do púbis e e fase anterior da sínfise púbica Praticamente nula Tencionar a linha alba Músculo Grande Oblíquo do Abdómen Face externa e bordo inferior das 8 últimas costelas Crista ilíaca, púbis e linha alba (branca), EIAS Contracção Unilateral: Rotação com tórax girando para o lado oposto. Contracção Bilateral: - abdominal – comprime as vísceras Músculo pequeno oblíquo do abdómen -se dentro do grande oblíquo Bordo inferior das 3 últimas cartilagens costais, púbis e linha alba Crista ilíaca, EIAS e ligamento inguinal Idem ao Oblíquo Externo, porém realiza rotação do tórax para o mesmo lado
  7. 7. Filipe Neves1NAT2012 Músculo transverso do abdómen pequeno oblíquo Face interna das últimas 5 cartilagens costais, crista ilíaca e ligamento inguinal Linha alba e crista do púbis Aumento da pressão intra-abdominal – comprime as vísceras contra a coluna vertebral defecação, parto Músculos Posteriores Músculo Quadrado dos Lombos Bordo inferior da 12ª costela Apófises transversas de 1ª a 4ª vértebra lombar Crista ilíaca e ligamento ílio-lombar Inclinação homolateral do tronco e baixa a 12ª costela Músculo Psoas-Ilíaco Músculo Psoas Maior Músculo Ilíaco Apófises transversas, corpos, e discos intervertebrais das 12ª dorsal e 4ª lombares fossa ilíaca, crista ilíaca e base do sacro Face posterior do pequeno trocanter Pequeno trocanter Flexão da coxa sobre a bacia Flexão da coxa sobre a bacia Miologia do Dorso Superficiais Músculo trapézio Inserção Medial: Linha occipital (nucal) superior, e apófises espinhosas da C7 a T10 Inserção Lateral: Bordo posterior da clavícula, acrómio e espinha da escápula superiores) inferiores) ça Músculo Grande Dorsal Inserção Medial: apofises espinhosas da 6ª últimas vértebras dorsais e todas lombares, crista do sacro, crista ilíaca e face externa da 2 últimas costelas Inserção Lateral: Goteira bicipital
  8. 8. Filipe Neves1NAT2012 Músculo Grande Rombóide (inferior) Músculo Pequeno Rombóide (superior) Inserção Medial: Processos espinhosos da C7 á T5 Inserção Lateral: Bordo medial da escápula Aproximam a omoplata da linha mediana Músculo Angular da Omoplata Inserção Inferior: Ângulo superior da escápula Inserção Superior: Processos transversos do atlas até à C4 Elevação da escápula. (mesmo lado) da coluna cervical Músculo Pequeno Dentado Posterior e superior (serrátil) Inserção Medial: Apófises espinhosas da C7 à T3 Inserção Lateral: Bordo superior e face externa das 4 primeiras costelas Elevação das primeiras costelas (acção inspiratória) Músculo Pequeno Dentado Posterior e inferior Inserção Medial: Apófises espinhosas da T11 à L3 Inserção Lateral: Bordo inferior e face externa da 4 últimas costelas Depressão (baixa) das últimas costelas (acção expiratória) Nuca Músculo Esplénio da Cabeça Inserção Superior: occipital e apófise mastóide do osso temporal Inserção Inferior: Apófises espinhosas da C7 à T5 Extensão cabeça Músculo Esplénio do Pescoço Inserção Superior: Processo transverso das 3 primeiras vértebras cervicais Inserção Inferior: Processo espinhoso da T3 à T6 Extensão (menos acção que o esplénio da cabeça) Músculo Grande Complexo Inserção Superior: Linha curva occipital inferior e apófises transversas de C3 a C7 Inserção Inferior: Apófises transversas de T1 a T5 Extensor da cabeça Músculo Pequeno Complexo Inserção Superior: Vértice e bordo posterior da apófise mastoideia Inserção Inferior: apófises transversas de C4 a C7 Extensão da cabeça e inclinação homolateral da cabeça Músculo transversário do pescoço Tubérculos posteriores apófises transversas de C3 a C5 Apófises transversas da T1 à T5 Extensor da coluna cervical Profundos da Nuca Músculo Grande Recto Posterior da Cabeça Linha nucal (occipital) inferior Apófise espinhosa do áxis Extensão da cabeça e inclinação lateral Músculo Pequeno Recto Posterior da Cabeça linha curva occipital inferior tubérculo posterior do atlas Extensor da cabeça Músculo Grande Oblíquo da Cabeça Bordo posterior do apófise transversa do atlas apófise espinhosa do áxis Extensão e rotação homolateral Músculo Pequeno Oblíquo da Cabeça linha curva occipital inferior Fase superior da apófise transversa do atlas Extensor da cabeça e inclinação

×