“Como conhecer-se a si mesmo e aos nossos próximos” 
Monografia apresentada à Disciplina Ciências da Homeopatia da Univers...
Universidade Federal de Viçosa – UFV 
Homeopatia 
Homeopatia UFV – Outubro de 2013 – pág. 2 
Autor 
Eduardo Egisto Grosso ...
Universidade Federal de Viçosa – UFV 
Homeopatia 
Homeopatia UFV – Outubro de 2013 – pág. 3 
Índice 
Autor | Capa | Agrade...
Universidade Federal de Viçosa – UFV 
Homeopatia 
Homeopatia UFV – Outubro de 2013 – pág. 4 
Introdução 
Linha de Raciocín...
Universidade Federal de Viçosa – UFV 
Homeopatia 
Homeopatia UFV – Outubro de 2013 – pág. 5 
Monografia Proposta 
“Como co...
Universidade Federal de Viçosa – UFV 
Homeopatia 
Homeopatia UFV – Outubro de 2013 – pág. 6 
Conduta da segunda consulta: ...
Universidade Federal de Viçosa – UFV 
Homeopatia 
Homeopatia UFV – Outubro de 2013 – pág. 7 
Estudo de Caso 2 
Paciente SA...
Universidade Federal de Viçosa – UFV 
Homeopatia 
Homeopatia UFV – Outubro de 2013 – pág. 8 
Minhas Considerações 
Pacient...
Universidade Federal de Viçosa – UFV 
Homeopatia 
Homeopatia UFV – Outubro de 2013 – pág. 9 
Bibliografia 
1. MORENO, José...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Homeopatia Conhecer seu Semelhante

843 visualizações

Publicada em

Homeopatia - Como conhecer-se a si mesmo e aos nossos próximos
Monografia apresentada para a disciplina Ciências da Homeopatia
Universidade Federal de Viçosa

Orientadores:
José Alberto Moreno | Eliete Fagundes | Virgínia Stefanichen

Autor:
Eduardo Egisto

Publicada em: Saúde e medicina
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Homeopatia Conhecer seu Semelhante

  1. 1. “Como conhecer-se a si mesmo e aos nossos próximos” Monografia apresentada à Disciplina Ciências da Homeopatia da Universidade Federal de Viçosa. Área: Ciências Homeopáticas Orientadores: José Alberto Moreno Eliete Fagundes Virgínia Stefanichen Autor: Eduardo Egisto Indaiatuba 2013 Universidade Federal de Viçosa Indaiatuba – SP Ciências Homeopáticas
  2. 2. Universidade Federal de Viçosa – UFV Homeopatia Homeopatia UFV – Outubro de 2013 – pág. 2 Autor Eduardo Egisto Grosso Junior – 134476 Capa Foto: “Arnica montana” http://www.google.com.br/images – 2013 Agradecimentos Agradeço aos Mestres Eliete e Moreno, que concederam a oportunidade de trilhar meu maior sonho e realizar este estudo à minha formação profissional. Agradeço a Mestra Virgínia, seu apoio e dedicação fantásticos. Agradeço ao Mestre Múcio, com suas breves palavras, me incentiva a fazer sempre uma obra melhor que a anterior. Pensamento “A partir do momento que aceitamos nossa missão, é a hora que acontece aquela mágica onde você se depara com um novo nascimento. O nascimento da alma.” Resumo Identificar o Simillimum de um indivíduo é achar o caminho da luz, é o alinhamento planetário dos seus corpos. Sentir que pode transformar sua vida para melhor é o inicio do cumprimento da sua missão: A Arte de curar. A conclusão deste trabalho requer diferenciar através dos sintomas mentais e físicos, identificar a semelhança com o repertório homeopático. Abstract Simillimum identify an individual is to find the path of light, is the planetary alignment of their bodies. Feel that can transform your life for the better is the beginning of the fulfillment of its mission: The Art of Healing. The conclusion of this work requires differentiate through the mental and physical symptoms, identify the similarity with the homeopathic repertory. Palavras Chave: Homeopatia | Homeopathic | Medicina Energética | Simillimum | Semelhante
  3. 3. Universidade Federal de Viçosa – UFV Homeopatia Homeopatia UFV – Outubro de 2013 – pág. 3 Índice Autor | Capa | Agradecimentos | Pensamento | Resumo | Abstract 02 Introdução 04 “Como conhecer-se a si mesmo e aos nossos próximos” Estudo de Caso 1 05 Estudo de Caso 2 07 Considerações 08 Bibliografia 09
  4. 4. Universidade Federal de Viçosa – UFV Homeopatia Homeopatia UFV – Outubro de 2013 – pág. 4 Introdução Linha de Raciocínio – Conhecendo seu próximo Cada ser é único e exclusivo, desde seu nascimento até sua passagem para a próxima dimensão se faz de forma individual. Somos seres individuais com elos energéticos de ligação. Cada átomo do nosso corpo é composto por energia assim como todo o universo. Por termos esta característica energética, precisamos de energia para viver, somos dependentes de energia. Sendo assim, porque não escolher que tipo de energia entra e sai dos nossos corpos? E quando digo corpos, estou citando o físico, mental erético e emocional. Alimentamos todos os nossos corpos constantemente e isso nos faz saudáveis, inteligentes, espirituosos e amáveis. Mas às vezes não nos alimentamos de coisas boas e isso traz entre outras coisas, raiva, ignorância, dores e doenças. As manifestações físicas são alimentos bons ou ruins que consumimos nos corpos físico ou astral. Mesmo se alimentando de forma correta, às vezes deixamos que nossos corpos adoeçam, trazendo malefícios emocionais, espirituais e físicos. Não adianta remediar um problema físico se a doença esta em outros corpos. Somos feitos de energia e cada camada tem uma vibração, tem uma sintonia. Não temos um limite para cada corpo astral, não temos um início e um fim, temos um ciclo de luz que molda nossos corpos, que molda nossa alma. A Homeopatia é um dos estímulos energéticos que cura por vibrações. Temos a oportunidade de vibrar e curar nossos corpos pelo poder energético que constituem cada medicamento homeopático. Cabe ao homeopata, em sua investigação, anamnese, olhar crítico, senso de orientação e acima de tudo, o respeito pelo ser individual que somos cada um de nós, encontrarmos nosso Simillimum, nossa essência prima, nosso norte e assim iniciar o processo de cura.
  5. 5. Universidade Federal de Viçosa – UFV Homeopatia Homeopatia UFV – Outubro de 2013 – pág. 5 Monografia Proposta “Como conhecer-se a si mesmo e aos nossos próximos” Estudo de Caso 1 Paciente ACPS, 43 anos, feminino, mãe de 1 filha, solteira, do lar, 154 cm, 68,1kg, constituição carbônica, cabelos lisos finos, rosto redondo, ombros protusos, queixa principal dores na coluna – Escoliose e Lordose região L4 e L5. Na anamnese paciente relata que sente desconforto ao caminhar por breves períodos. Paciente estava em puerpério de gestação de risco, depressão pós-parto, visão turva, cefaleia, sono intenso, nervosismo e irritação constante. Mãe teve AVC há 1 mês e pai teve IAM há 5 anos. Não consegue trabalho, queda de cabelo, fissuras anais, membros inferiores edemados, pés com fistulas possível fungo, ganho de peso. Conduta da primeira consulta:  Thuya 5CH 2x ao dia por 28 dias;  Lachesis 6CH 1x ao dia por 15 dias; Retorno da primeira consulta e relato da paciente:  Clareza de ideias; visão ampla; sono moderado; sensação de limpeza espiritual; despertar leve; calma; equilíbrio ao andar; queda de cabelo diminuída; menos emotiva; mais tolerante; ainda com dores na coluna.
  6. 6. Universidade Federal de Viçosa – UFV Homeopatia Homeopatia UFV – Outubro de 2013 – pág. 6 Conduta da segunda consulta:  Thuya 9CH 2x ao dia por 28 dias;  Arnica montana 6CH 1x ao dia por 15 dias; Retorno da segunda consulta e relato da paciente:  Melhora no hábito alimentar; sinais de depressão pós-parto diminuída; desaparecimento das fístulas no pé; sem edemas nos membros inferiores; sexo mais prazeroso; sensação de saída das trevas; sem odor vaginal; melhora nas fissuras anais; vontade de fazer exercícios; começou a usar roupa com cores mais quentes; batom vermelho; sensação de ser feliz; alergia no tronco com fístulas não purulentas; melhora significativa da coluna com amplitude de movimento e ganho de postura. Conduta da terceira consulta:  Sulphur 6CH glóbulos 1x à noite por 28 dias;  Chamomilla 6CH 1x ao dia por 28 dias; Retorno da terceira consulta e relato da paciente:  Melhora nas fístulas do tronco; irritabilidade com família e filha; ganho de peso; limpeza mental; intercorrência da cefaleia; pesadelos constantes; sono pesado; sensação de cansaço; sonolência; sabor dos alimentos; falta de ar; ataque de pânico; diarreia; pulsação elevada; coluna não apresentou mais dores. Conduta da quarta consulta:  Thuya 12CH 2x ao dia por 28 dias;  Belladonna 6CH 1x a semana por 28 dias;  Phosphorus 6CH 1x a semana por 28 dias; Paciente ainda esta em atendimento e não retornou para relato.
  7. 7. Universidade Federal de Viçosa – UFV Homeopatia Homeopatia UFV – Outubro de 2013 – pág. 7 Estudo de Caso 2 Paciente SAS, 39 anos, feminino, solteira, domestica, 176 cm, 64,4kg, constituição fluórica, rosto fino, queixa principal psoríase na região do cotovelo e mãos. Na anamnese paciente relata que sente dores e coceira no cotovelo. Paciente relata que esta em depressão há 5 anos, faz uso de medicamentos: Frontal e Rivotril. Cegueira noturna, boca seca, raiva interior, tremor mãos e pálpebras, faz uso de álcool, perda de peso. Perdeu noivo há 5 anos e não se relacionou mais com ninguém. Paciente alienada, não soube me dizer em que dia estávamos. Dores fortes no estômago e rinite alérgica. Conduta da primeira consulta:  Sulphur 6CH glóbulos à noite por 28 dias;  Arsenicum album 30CH 1x ao dia por 28 dias; Retorno da primeira consulta e relato da paciente:  Psoríase não coça mais; esta se sentindo mais jovem; melhora na visão; ganho de apetite; não tem mais sensação de abandono; dores no joelho; dor no abdome; boca sem rachaduras; sonolência no período da tarde; dentes mais amarelados; autoestima; mais receptiva. Conduta da segunda consulta:  Sulphur 9CH glóbulos 1x à noite antes de dormir por 28 dias;  Bryonia alba 6CH 1x a semana por 28 dias; Paciente ainda esta em atendimento e não retornou para relato.
  8. 8. Universidade Federal de Viçosa – UFV Homeopatia Homeopatia UFV – Outubro de 2013 – pág. 8 Minhas Considerações Pacientes recepcionados no consultório de trabalho. Sem abordagem externa sobre tratamentos ou estudos de caso. Concordaram com a sugestão dos medicamentos homeopáticos e fazerem parte deste estudo, mediante anonimato. Os relatos das pacientes foram satisfatórios, pois tive a impressão que estava no caminho certo para o reestabelecimento do corpo e mente. À medida que se reestabelecesse a energia ou o ponto gatilho do sintoma do momento, abria-se novos relatos de melhora e trazendo a tona antigos sintomas. Ao meu ponto de vista, a exoneração se deu pelo fato de não dominar por completo o repertório homeopático, tendo em vista que o uso dos medicamentos foi de baixo CH, não acarretando patogenesia grave. Este estudo trouxe o fato que somos seres energéticos e nossas doenças e aflições não se curam pelos sintomas. Nossos corpos se curam pelas vibrações e estímulos positivos dos medicamentos sobre o indivíduo. Afirmo através deste estudo que a cura se dá pelo ser individualizado, não pelos seus sintomas momentâneos.
  9. 9. Universidade Federal de Viçosa – UFV Homeopatia Homeopatia UFV – Outubro de 2013 – pág. 9 Bibliografia 1. MORENO, José Alberto. Medicina Energética. Belo Horizonte: 2011, 6ª ed. Editora Hipocrática Hahnemanniana. 2. MORENO, José Alberto. Ciência da Homeopatia. Livro Básico. Belo Horizonte: 2013, 7ª ed. Editora Hipocrática Hahnemanniana. 3. FAGUNDES, Eliete M. M. Retalhos Homeopáticos Volume II. Belo Horizonte, 2012, 3ª ed. Editora Hipocrática Hahnemanniana. 4. MORENO, José Alberto. Homeopatia Metafísica Repertorizada – Vols. 1, 2 e 5. Belo Horizonte: 2009, 2ª ed. Editora Hipocrática Hahnemanniana. 5. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ. Sistema Integrado de Bibliotecas. Manual de normas para trabalhos técnico- científicos: de acordo com as normas da ABNT. 2010. Disponível em: <http://www.pucpr.br/biblioteca/normas.php>. Acesso em: 29 de setembro de 2012. 6. TURATO, Egberto. Métodos qualitativos e quantitativos na área da saúde: definições, diferenças e seus objetos de estudo. São Paulo: Revista Saúde Pública, 2005. 7. ZIMPEL, A. A Cura pelas Plantas Pela Água e pela Homeopatia. Porto Alegre, 1999, 2ª ed. Rígel Editora.

×