O slideshow foi denunciado.

H O M E O2010

1.277 visualizações

Publicada em

Como escolher o medicamento homeopático, aniversário do fundador.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

H O M E O2010

  1. 1. Homeopatia – Grupo de estudo <ul><li>1 a Sessão Apresentação do curso e do programa. </li></ul><ul><li>A individualidade como centro da homeopatia. </li></ul><ul><li>2 a Sessão Raízes Históricas e vida do Dr. Hahnemann. </li></ul><ul><li>3 asessão Conceito de Saúde e Doença. A Força vital. </li></ul><ul><li>4 sessão Os quatro Pilares e Anamnese homepática. </li></ul><ul><li>5 asessão Classificação e hierarquização dos sintomas. </li></ul><ul><li>Sintomas Mentais, Gerais e Particulares. </li></ul>
  2. 2. 1 – O que é a Homeopatia ? A INDIVIDUALIDADE NA ABORDAGEM HOMEOPÁTICA <ul><li>O Dr. Hahnemann descobriu um método terapêutico baseado na lei da semalhança – toda a substância capaz de produzir em doses ponderais, tóxicas, fisiológicas no indivíduo são e sensível, um quadro mórbido subjectivo ou lesional será capaz na sua dose mínina curar um individuo com um quadro mórbido semelhante, exceptuando a lesão irreviersível. </li></ul><ul><li>Todas as experiências do Sr. Hahnemann foram feitas nos homens e mulheres voluntários e sãos, nunca em doentes ou animais. </li></ul><ul><li>O homem é visto como um ser dotado de uma força vital, responsável por mantê-lo saudável e em harmonia consigo e o meio envolvente. Quando esta força vital não é suficiente para restabelecer o equilibrio provocado por uma nova sitiuação, gera sinais de desequilibrio – queixas do paciente. </li></ul><ul><li>Homeopatia é um sistema de medicina seguro e eficaz que usa ingredientes naturais potencializados para ajudar o corpo a curar-se e a levantar as defesas, tem sido utizado sucessivamente pelo mundo todo há mais de 200 anos. </li></ul><ul><li>A homeopatia é um sistema holístico de medicina, que observa a saúde como o equilíbrio entre a mente e o corpo do todo da pessoa. Reconhece que os sintomas e queixas são sinal da desarmonia do paciente e este é que necessita tratamento, não a doença. A prescrição focaliza a causa e não a redução de sintomas. Por este motivo o medicamento tem de ser individualizado, sendo desaconselhada a auto-medicação ou a prescrição por alguém sem ser especialista. </li></ul><ul><ul><li>Quais as maleitas que não podem ser tratadas pela Homeopatia ? </li></ul></ul>É sempre uma ferramenta nos casos “incuráveis” , os limites da homeopatia são : grandes alterações estruturais baixa vitalidade do paciente manter o causa próxima Quando a cura não é possível, melhora-se a qualidade de vida e dor do paciente. Nos dias de hoje assistimos a experimentação consentida em casos ditos irrecuperáveis com resultados a considerar. Entre os profissionais estamos entusiasmados com o resultado dos colegas que conseguiram revitalizar pessoas hospitalizadas, em coma e o medicamento foi dado com consentimento dos familiares e médicos. Houve casos de insucesso, normalização de valores bioquímicos e ... alguns acordaram.
  3. 3. <ul><li>Capitulo 2 - Os homeopáticos são seguros ? Como actuam ? </li></ul><ul><li>A ciência material ainda não encontrou explicação para o funcionamento da cura em homeopatia, sendo quase provadas as linhas que defendem o comportamento energético a nível sub-atómico e os buracos brancos da geometria espacial da memória da água. </li></ul><ul><li>Sim, a dose é sub-clínica (potencializada), não têm aditivos de químicos ou colorantes, não têm reacções adversas. Não têm efeitos secundários (alopáticos) e não causam danos estruturais. Podem ser dados às crianças e grávidas. Só são inócuos com aconselhamento profissional. Caso esteja a auto-medicar-se tenha em atenção: </li></ul><ul><li>não tente tratar uma situação crónica </li></ul><ul><li>Para uma situação aguda recorra a 12 – 15 – 30 CH e consulte o mais rápido possível o seu homeopata antes de repetir a dose ou se não obteve resultado imediato. A homeopatia resulta o homeopata é que por vezes não. O medicamento homeopático é então seguro. </li></ul><ul><li>O medicamento homeopático actua optimizando a função imunitária do paciente. Devido à sua natureza mais subtil que a energia miasmática activa absorve-a, actua no nível da causa da doença (mental) quando prescrita na potência igual ou superior a 30 CH </li></ul><ul><li>Pensando numa queixa de saúde do passado vamos observar : </li></ul><ul><li>  . </li></ul>1) A região do corpo que é afectada, a localização   2) A forma como essa queixa faz-nos sentir, a sensação   3) A forma dessa queixa ficar melhor ou pior, as modalidades   Com estes três dados podemos então proceder à individualização
  4. 4. <ul><li>Capítulo 3 – Como se escolhe o medicamento homeopático ? </li></ul><ul><li>- pormenor da queixa e peculiaridades da pessoa. </li></ul><ul><li>- não o nome da patologia, mas os factores de agravamento e melhora (modalidades), causal, constituição mental e física. </li></ul><ul><li>- investiga cada ponto para imagem do caso </li></ul><ul><li>dois tipos de sintomas: </li></ul><ul><li>- comuns à patologia (patognomónicos, ex: ardor esofágico na gastrite); </li></ul><ul><li>- incomuns (ex: ardor que melhora pelo calor) ajudam individualizar e eleger um medicamento. </li></ul><ul><li>A consulta de análise de vitalidade deveria de abarcar este dois aspectos. O homepata não trata doenças, individualiza pessoas . </li></ul>
  5. 5. Exemplo: Menopausa <ul><li>A menopausa assinalada pela cessação da menstruação, ocorre nas mulheres de 45 a 55 anos. Não deve ser considerada uma patologia, mas um facto da vida física e emocional ao qual certas mulheres adaptam-se melhor do que outras. </li></ul><ul><li>Os sintomas são resultado da diminuição de produção de hormonas e incluem afrontamentos, secura vaginal, dores, tonturas, anorexia, abatimento, arrepios e palpitações. Agrava ou despoleta alterações no metabolismo do Cálcio podendo levar à osteoporose. </li></ul><ul><li>Psique: chorosa, irritabilidade, ansiedade, nervosismo, depressão e insónia. </li></ul><ul><li>Evitar: café, chá, álcool, alimentos picantes. </li></ul><ul><li>Aconselhado: comer pouco várias vezes ao dia, roupa interior de algodão, vestuário leve, exercício moderado. Os banhos ou duches de água fria reduzem os afrontamentos. A loção de calêndula pode ser empregue para a secura vaginal, bem como um gel lubrificante durante o coito. </li></ul><ul><li>Ter especial atenção se o período regressar após ausência de 6 meses. </li></ul><ul><li>É necessária muita atenção nesta terceira etapa da vida da paciente de modo a manter a sua personalidade, lado afectivo e social intactos. </li></ul>
  6. 7. Lachesis Loquaz, troca de assunto muito rapidamente Com amor próprio em excesso. Ciumentas. Tem apetite sexual intenso. Cefaleia pulsátil, daquelas que martelam. Não tolera nada que pressione a garganta, nem lenço ou colar. As ondas de calor sobem para a cabeça, rosto vermelho, acompanhadas de muito suor e sensação de sufoco, tem de destapar-se.
  7. 9. Sepia <ul><li>Não gosta de ser tocada </li></ul><ul><li>Mulheres mais magras, cansaço crónico e vítimas de irritação persistente. </li></ul><ul><li>Mulheres que não gostam de ser tocadas, manifestando pouca libidio. </li></ul><ul><li>Sentem dores lombares e fraqueza ao caminhar. </li></ul><ul><li>Ondas de calor e de suor acompanhadas de fraqueza e vertigem. </li></ul>
  8. 11. Phosphorus (Imagem pedagógica) <ul><li>Medo de tempestade </li></ul><ul><li>Sem energia, ressentem-se de fadiga intensa e tem medos, do escuro, de tempestade, de algo que vai acontecer (um evento ou conflito). </li></ul><ul><li>São indiferentes às pessoas amadas mas gostam de companhia, do toque, de massagem e de ajuda. Sentem-se mal sozinhas. </li></ul><ul><li>Mulheres que sofrem com diarreias recorrentes e sangramentos, de gengiva, nariz, hemorróidas e de petéquias (manchas vermelhas ou púrpureas na pele, decorrentes de pequenas hemorragias intradérmicas). </li></ul><ul><li>As ondas de calor e sudorese são fortes. O suor pode ter cheiro acre. Suam nas palmas das mãos, plantas dos pés, nas escápulas, ou no estômago. </li></ul>
  9. 13. Aurum <ul><li>Tentativa de suicidio </li></ul><ul><li>Desanimadas, tristes ou angustiadas, que escondem-se na solidão, imaginando ter perdido a afeição dos amigos. </li></ul><ul><li>Vêem dificuldade em tudo e, geralmente, sofrem de melancolia. </li></ul><ul><li>Manifestam tendências autodestrutivas. Reumático ou sente que o sangue ferve nas veias. </li></ul><ul><li>As ondas de calor não são acompanhadas de sudorese. O sangue flui para a cabeça. Pode ter sonhos assustadores. </li></ul>
  10. 15. Pulsatilla <ul><li>Procura companhia para chorar </li></ul><ul><li>Tímidas e emotivas, tendência a guardar mágoas, que sofrem de mau humor silencioso. </li></ul><ul><li>Mulheres que riem ou choram com facilidade. </li></ul><ul><li>Sofrem de dores reumáticas que melhoram com caminhadas ao ar livre. Sentem que a atividade aeróbica ao ar livre atenua o sofrimento físico e mental. </li></ul><ul><li>Têm tendência a manifestar sintomas apenas em um dos lados do corpo, por exemplo, mãos e pés frios e vermelhos do lado direito e quentes do lado esquerdo. </li></ul><ul><li>Podem experimentar ondas de calor e sudoreses também apenas de um lado do corpo. </li></ul>
  11. 16. Workshop prático <ul><li>Sistema Digestivo </li></ul><ul><li>Sistema Respiratório </li></ul><ul><li>Sistema Circulatório </li></ul><ul><li>Sistema Reprodutor </li></ul><ul><li>Sistema Osteo-Articular </li></ul><ul><li>Sistema Linfático e Imunitário </li></ul><ul><li>Sentidos </li></ul><ul><li>Pele </li></ul>
  12. 17. Parabéns ao Dr. Hahnemann 10 de Abril de 1755 fundador da homeopatia ainda vivo no nosso coração

×