SlideShare uma empresa Scribd logo

Autobiografia de um bichorro.

Adaptação do livro de Miriam Portela.

1 de 12
Baixar para ler offline
Autobiografia de um
bichorro
Olá, meu nome é Hermes. Tenho quase quatro anos.
Nasci num beco entre latas de lixo e panos sujos, um lugar frio e
escuro.
Eu era peludo e negro. Diferente dos meus irmãos.
Sempre comia bastante, mas era o mais magro da família.
Um dia chovia muito e nós estávamos
numa garagem. Mamãe tinha ido procurar
comida.
Apareceu uma moça com jeito de bondosa e
olhou para nós. Meus irmãos saíram correndo,
menos eu. Então, ela me pegou no colo, viu
como era magro e me levou embora.
A moça me levou para sua casa.
Deu-me leite, cuidou dos meus pelos
pretos e longos e me pôs para dormir numa
almofada vermelha. Dormi muito, não sei
quanto tempo.
Estava escuro quando uma menina rosada,
de cabelos escuros, me acordou.
Era minha dona, muito carinhosa.
Às vezes sentia saudade das ruas, das travessuras, da minha
família.
Sei que fui adotado e se isso significava almofada vermelha, água
limpinha, comida, amor e carinho, então eu adorava ser adotivo.
Já quebrei umas coisinhas da minha dona, mas sem importância.
Eu era muito agitado, depois fui castrado e fiquei mais calmo.
Ocorreram muitas coisas, a mais importante foi a descoberta de
outra raça: os cães.
Todos avisaram que gatos e cães eram inimigos mortais. Sempre
fugi deles.
Mas na minha casa nova tinha um cão, o Platão. Por ser muito
distraído nem notou que eu era um gato. Nós nunca brigávamos, ao
contrário, éramos amigos e ele me ensinou muitas coisas.

Recomendados

A onça e o macaco
A onça e o macacoA onça e o macaco
A onça e o macacoRose Tavares
 
O gato das botas .
O gato das botas .O gato das botas .
O gato das botas .pedrojslopes
 
Texto A coisa de Ruth Rocha
Texto A coisa de Ruth RochaTexto A coisa de Ruth Rocha
Texto A coisa de Ruth RochaRose Tavares
 
A galinha ruiva completa
A galinha ruiva completaA galinha ruiva completa
A galinha ruiva completaDário Reis
 
Projeto 5º Ano Viajando no Mundo das Crônicas
Projeto 5º Ano Viajando no Mundo das CrônicasProjeto 5º Ano Viajando no Mundo das Crônicas
Projeto 5º Ano Viajando no Mundo das CrônicasNecy
 
Como são os Contos de fadas?
Como são os Contos de fadas?Como são os Contos de fadas?
Como são os Contos de fadas?Celina Sousa
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Por que somos diferentes
Por que somos diferentesPor que somos diferentes
Por que somos diferentesAndréia Guedes
 
Gênero bilhete e convite na alfabetização
Gênero bilhete e convite na alfabetizaçãoGênero bilhete e convite na alfabetização
Gênero bilhete e convite na alfabetizaçãoLorena Lopes
 
Sequencia didática o sapo não lava o pé
Sequencia didática o sapo não lava o péSequencia didática o sapo não lava o pé
Sequencia didática o sapo não lava o péAmanda Tosta
 
Prática de Leitura e Interpretação de Texto
Prática de Leitura e Interpretação de TextoPrática de Leitura e Interpretação de Texto
Prática de Leitura e Interpretação de TextoMaria Celeste de Oliveira
 
A lagartinha comilona desenhos para pintar
A lagartinha comilona   desenhos para pintarA lagartinha comilona   desenhos para pintar
A lagartinha comilona desenhos para pintarbibliotecap
 
Encaixe imagem x palavra
Encaixe imagem x palavraEncaixe imagem x palavra
Encaixe imagem x palavraIsa ...
 
Sequencia didática o coelhinho que não era de páscoa
Sequencia didática o coelhinho que não era de páscoaSequencia didática o coelhinho que não era de páscoa
Sequencia didática o coelhinho que não era de páscoaJuliana Almeida
 
Atividades do 3 ano a b semana de 22 a 26 02 2021
Atividades do 3 ano a b semana de 22 a 26 02 2021Atividades do 3 ano a b semana de 22 a 26 02 2021
Atividades do 3 ano a b semana de 22 a 26 02 2021Washington Rocha
 
Historia joao e maria para a aula de quinta[1]
Historia joao e maria para a aula de quinta[1]Historia joao e maria para a aula de quinta[1]
Historia joao e maria para a aula de quinta[1]contosdefadas2012
 
Reconto escrito da obra joão e o pé de feijão
Reconto escrito da obra    joão e o pé de feijãoReconto escrito da obra    joão e o pé de feijão
Reconto escrito da obra joão e o pé de feijãoHugo Ferreira
 

Mais procurados (20)

Por que somos diferentes
Por que somos diferentesPor que somos diferentes
Por que somos diferentes
 
Gênero bilhete e convite na alfabetização
Gênero bilhete e convite na alfabetizaçãoGênero bilhete e convite na alfabetização
Gênero bilhete e convite na alfabetização
 
2 º ano textos
2 º ano textos2 º ano textos
2 º ano textos
 
Sequencia didática o sapo não lava o pé
Sequencia didática o sapo não lava o péSequencia didática o sapo não lava o pé
Sequencia didática o sapo não lava o pé
 
Atividades com livro "A caixa maluca"
Atividades com livro "A caixa maluca"Atividades com livro "A caixa maluca"
Atividades com livro "A caixa maluca"
 
Prática de Leitura e Interpretação de Texto
Prática de Leitura e Interpretação de TextoPrática de Leitura e Interpretação de Texto
Prática de Leitura e Interpretação de Texto
 
Zumbi: O Pequeno Guerreiro
Zumbi: O Pequeno GuerreiroZumbi: O Pequeno Guerreiro
Zumbi: O Pequeno Guerreiro
 
A lagartinha comilona desenhos para pintar
A lagartinha comilona   desenhos para pintarA lagartinha comilona   desenhos para pintar
A lagartinha comilona desenhos para pintar
 
Maleta+de+leitura
Maleta+de+leituraMaleta+de+leitura
Maleta+de+leitura
 
Poseia o r de receita
Poseia o r de receitaPoseia o r de receita
Poseia o r de receita
 
Encaixe imagem x palavra
Encaixe imagem x palavraEncaixe imagem x palavra
Encaixe imagem x palavra
 
Sequencia didática o coelhinho que não era de páscoa
Sequencia didática o coelhinho que não era de páscoaSequencia didática o coelhinho que não era de páscoa
Sequencia didática o coelhinho que não era de páscoa
 
Sondagem natal
Sondagem natalSondagem natal
Sondagem natal
 
O Livro da Paz
O Livro da PazO Livro da Paz
O Livro da Paz
 
Atividades para o maternal
Atividades para o maternalAtividades para o maternal
Atividades para o maternal
 
O ursinho marrom
O ursinho marromO ursinho marrom
O ursinho marrom
 
Atividades do 3 ano a b semana de 22 a 26 02 2021
Atividades do 3 ano a b semana de 22 a 26 02 2021Atividades do 3 ano a b semana de 22 a 26 02 2021
Atividades do 3 ano a b semana de 22 a 26 02 2021
 
Sequencia didatica a_princesa_e_a_ervilha
Sequencia didatica a_princesa_e_a_ervilhaSequencia didatica a_princesa_e_a_ervilha
Sequencia didatica a_princesa_e_a_ervilha
 
Historia joao e maria para a aula de quinta[1]
Historia joao e maria para a aula de quinta[1]Historia joao e maria para a aula de quinta[1]
Historia joao e maria para a aula de quinta[1]
 
Reconto escrito da obra joão e o pé de feijão
Reconto escrito da obra    joão e o pé de feijãoReconto escrito da obra    joão e o pé de feijão
Reconto escrito da obra joão e o pé de feijão
 

Destaque

TODA CRIANÇA DO MUNDO MORA EM MEU CORAÇÃO
TODA CRIANÇA DO MUNDO MORA EM MEU CORAÇÃOTODA CRIANÇA DO MUNDO MORA EM MEU CORAÇÃO
TODA CRIANÇA DO MUNDO MORA EM MEU CORAÇÃOMarisa Seara
 
Propostas de produção textual para o livro
Propostas de produção textual para o  livroPropostas de produção textual para o  livro
Propostas de produção textual para o livroDyone Andrade
 
Formação 04 outubro suam
Formação 04 outubro suamFormação 04 outubro suam
Formação 04 outubro suamDyone Andrade
 
Oficina produção textual criancças governassem o mundo
Oficina produção textual criancças governassem o mundoOficina produção textual criancças governassem o mundo
Oficina produção textual criancças governassem o mundoDyone Andrade
 
Toda criança do mundo
Toda criança do mundoToda criança do mundo
Toda criança do mundoAline Cruz
 
Oficinas de produção de textos ii
Oficinas de produção de textos iiOficinas de produção de textos ii
Oficinas de produção de textos iiLorena Vanesa Duthil
 
O dragãozinho das mil flores
O dragãozinho das mil floresO dragãozinho das mil flores
O dragãozinho das mil floresbecoruche
 
Historia orelha de limao
Historia orelha de limaoHistoria orelha de limao
Historia orelha de limaoCélia Reis
 
QUAL É A MINHA COR?
QUAL É A MINHA COR?QUAL É A MINHA COR?
QUAL É A MINHA COR?Marisa Seara
 
O patinho que não comia legumes
O patinho que não comia legumesO patinho que não comia legumes
O patinho que não comia legumesmaria leite
 
Ate as princesas soltam pum
Ate as princesas soltam pumAte as princesas soltam pum
Ate as princesas soltam pumGraça Sousa
 
Minha família é colorida
Minha família é coloridaMinha família é colorida
Minha família é coloridaThiara Araujo
 
O pote vazio
O pote vazioO pote vazio
O pote vaziotlfleite
 
O NAMORO DE RAFA GIRAFA
O NAMORO DE RAFA GIRAFAO NAMORO DE RAFA GIRAFA
O NAMORO DE RAFA GIRAFAMarisa Seara
 
Quero casa com janela
Quero casa com janelaQuero casa com janela
Quero casa com janelaThiara Araujo
 

Destaque (20)

TODA CRIANÇA DO MUNDO MORA EM MEU CORAÇÃO
TODA CRIANÇA DO MUNDO MORA EM MEU CORAÇÃOTODA CRIANÇA DO MUNDO MORA EM MEU CORAÇÃO
TODA CRIANÇA DO MUNDO MORA EM MEU CORAÇÃO
 
Propostas de produção textual para o livro
Propostas de produção textual para o  livroPropostas de produção textual para o  livro
Propostas de produção textual para o livro
 
Formação 04 outubro suam
Formação 04 outubro suamFormação 04 outubro suam
Formação 04 outubro suam
 
Oficina produção textual criancças governassem o mundo
Oficina produção textual criancças governassem o mundoOficina produção textual criancças governassem o mundo
Oficina produção textual criancças governassem o mundo
 
Toda criança do mundo
Toda criança do mundoToda criança do mundo
Toda criança do mundo
 
Oficinas de produção de textos ii
Oficinas de produção de textos iiOficinas de produção de textos ii
Oficinas de produção de textos ii
 
O dragãozinho das mil flores
O dragãozinho das mil floresO dragãozinho das mil flores
O dragãozinho das mil flores
 
Historia orelha de limao
Historia orelha de limaoHistoria orelha de limao
Historia orelha de limao
 
Na minha escola é todo mundo igual
Na minha escola é todo mundo igualNa minha escola é todo mundo igual
Na minha escola é todo mundo igual
 
QUAL É A MINHA COR?
QUAL É A MINHA COR?QUAL É A MINHA COR?
QUAL É A MINHA COR?
 
O patinho que não comia legumes
O patinho que não comia legumesO patinho que não comia legumes
O patinho que não comia legumes
 
O que é o amor blog
O que é o amor   blogO que é o amor   blog
O que é o amor blog
 
ROMEU E JULIETA
ROMEU E JULIETAROMEU E JULIETA
ROMEU E JULIETA
 
Ate as princesas soltam pum
Ate as princesas soltam pumAte as princesas soltam pum
Ate as princesas soltam pum
 
Minha família é colorida
Minha família é coloridaMinha família é colorida
Minha família é colorida
 
O pote vazio
O pote vazioO pote vazio
O pote vazio
 
A bruxa salomé
A bruxa saloméA bruxa salomé
A bruxa salomé
 
Margaridafriorenta
MargaridafriorentaMargaridafriorenta
Margaridafriorenta
 
O NAMORO DE RAFA GIRAFA
O NAMORO DE RAFA GIRAFAO NAMORO DE RAFA GIRAFA
O NAMORO DE RAFA GIRAFA
 
Quero casa com janela
Quero casa com janelaQuero casa com janela
Quero casa com janela
 

Semelhante a Autobiografia de um bichorro.

Semelhante a Autobiografia de um bichorro. (20)

Autobiografia de um bichorro 4ºa
Autobiografia de um bichorro   4ºaAutobiografia de um bichorro   4ºa
Autobiografia de um bichorro 4ºa
 
O meu amor - Conto
O meu amor - Conto O meu amor - Conto
O meu amor - Conto
 
O lobo caluniado
O lobo caluniadoO lobo caluniado
O lobo caluniado
 
Beleza-negra-pdf
Beleza-negra-pdfBeleza-negra-pdf
Beleza-negra-pdf
 
Livro Beleza negra
Livro Beleza negraLivro Beleza negra
Livro Beleza negra
 
Os nossos animais
Os nossos animaisOs nossos animais
Os nossos animais
 
O cachorro e coelho
O cachorro e coelhoO cachorro e coelho
O cachorro e coelho
 
A história do pinda
A história do pindaA história do pinda
A história do pinda
 
O cachorro e o coelho
O cachorro e o coelhoO cachorro e o coelho
O cachorro e o coelho
 
O Cachorro E O Coelho
O Cachorro E O CoelhoO Cachorro E O Coelho
O Cachorro E O Coelho
 
O Cachorroecoelho
O CachorroecoelhoO Cachorroecoelho
O Cachorroecoelho
 
O cachorro e coelho
O cachorro e coelhoO cachorro e coelho
O cachorro e coelho
 
O Cachorroecoelho
O CachorroecoelhoO Cachorroecoelho
O Cachorroecoelho
 
O Cachorro e o coelho
O Cachorro e o coelhoO Cachorro e o coelho
O Cachorro e o coelho
 
O Cachorro e o Coelho
O Cachorro e o CoelhoO Cachorro e o Coelho
O Cachorro e o Coelho
 
O cachorro e o coelho
O cachorro e o coelhoO cachorro e o coelho
O cachorro e o coelho
 
O Cachorroeo Coelho
O Cachorroeo CoelhoO Cachorroeo Coelho
O Cachorroeo Coelho
 
O Cachorroecoelho
O CachorroecoelhoO Cachorroecoelho
O Cachorroecoelho
 
O cachorroecoelho
O cachorroecoelhoO cachorroecoelho
O cachorroecoelho
 
O Cachorro E Coelho
O Cachorro E CoelhoO Cachorro E Coelho
O Cachorro E Coelho
 

Mais de Dyone Andrade

Livro o garoto da camisa vermelha
Livro o garoto da camisa vermelhaLivro o garoto da camisa vermelha
Livro o garoto da camisa vermelhaDyone Andrade
 
Formação literatura agosto
Formação literatura agostoFormação literatura agosto
Formação literatura agostoDyone Andrade
 
Soumminutinho 140528062147-phpapp01
Soumminutinho 140528062147-phpapp01Soumminutinho 140528062147-phpapp01
Soumminutinho 140528062147-phpapp01Dyone Andrade
 
Formação matemática junho
Formação matemática junhoFormação matemática junho
Formação matemática junhoDyone Andrade
 
Historia cha-das-dez
Historia cha-das-dezHistoria cha-das-dez
Historia cha-das-dezDyone Andrade
 
Livrodosnumerosbichoseflores 140626135513-phpapp01
Livrodosnumerosbichoseflores 140626135513-phpapp01Livrodosnumerosbichoseflores 140626135513-phpapp01
Livrodosnumerosbichoseflores 140626135513-phpapp01Dyone Andrade
 
Formação maio 30/05/2017
Formação maio 30/05/2017Formação maio 30/05/2017
Formação maio 30/05/2017Dyone Andrade
 
História do Lobo de todas as cores
História do Lobo de todas as coresHistória do Lobo de todas as cores
História do Lobo de todas as coresDyone Andrade
 
O balão que não queria subir
O balão que não queria subirO balão que não queria subir
O balão que não queria subirDyone Andrade
 
Livro histórias de avô e avó
Livro histórias de avô e avóLivro histórias de avô e avó
Livro histórias de avô e avóDyone Andrade
 
A professora encantadora
A professora encantadoraA professora encantadora
A professora encantadoraDyone Andrade
 
Apresentação professora Luciana
Apresentação professora Luciana Apresentação professora Luciana
Apresentação professora Luciana Dyone Andrade
 
Apresentação Priscila e Quédima
Apresentação Priscila e QuédimaApresentação Priscila e Quédima
Apresentação Priscila e QuédimaDyone Andrade
 
Apresentação Professora Edna - 04/10
Apresentação Professora Edna - 04/10Apresentação Professora Edna - 04/10
Apresentação Professora Edna - 04/10Dyone Andrade
 
Apresentação prof luíz senna
Apresentação prof luíz sennaApresentação prof luíz senna
Apresentação prof luíz sennaDyone Andrade
 
2 secriancagovernasse-130911123503-phpapp01
2 secriancagovernasse-130911123503-phpapp012 secriancagovernasse-130911123503-phpapp01
2 secriancagovernasse-130911123503-phpapp01Dyone Andrade
 

Mais de Dyone Andrade (20)

Livro o garoto da camisa vermelha
Livro o garoto da camisa vermelhaLivro o garoto da camisa vermelha
Livro o garoto da camisa vermelha
 
Formação literatura agosto
Formação literatura agostoFormação literatura agosto
Formação literatura agosto
 
Soumminutinho 140528062147-phpapp01
Soumminutinho 140528062147-phpapp01Soumminutinho 140528062147-phpapp01
Soumminutinho 140528062147-phpapp01
 
Formação matemática junho
Formação matemática junhoFormação matemática junho
Formação matemática junho
 
O sétimo gato
O sétimo gatoO sétimo gato
O sétimo gato
 
Historia cha-das-dez
Historia cha-das-dezHistoria cha-das-dez
Historia cha-das-dez
 
Livrodosnumerosbichoseflores 140626135513-phpapp01
Livrodosnumerosbichoseflores 140626135513-phpapp01Livrodosnumerosbichoseflores 140626135513-phpapp01
Livrodosnumerosbichoseflores 140626135513-phpapp01
 
Formação maio 30/05/2017
Formação maio 30/05/2017Formação maio 30/05/2017
Formação maio 30/05/2017
 
História do Lobo de todas as cores
História do Lobo de todas as coresHistória do Lobo de todas as cores
História do Lobo de todas as cores
 
O balão que não queria subir
O balão que não queria subirO balão que não queria subir
O balão que não queria subir
 
Fogo+no+céu+novo
Fogo+no+céu+novoFogo+no+céu+novo
Fogo+no+céu+novo
 
Livro histórias de avô e avó
Livro histórias de avô e avóLivro histórias de avô e avó
Livro histórias de avô e avó
 
A professora encantadora
A professora encantadoraA professora encantadora
A professora encantadora
 
Apresentação professora Luciana
Apresentação professora Luciana Apresentação professora Luciana
Apresentação professora Luciana
 
Apresentação Priscila e Quédima
Apresentação Priscila e QuédimaApresentação Priscila e Quédima
Apresentação Priscila e Quédima
 
Apresentação Professora Edna - 04/10
Apresentação Professora Edna - 04/10Apresentação Professora Edna - 04/10
Apresentação Professora Edna - 04/10
 
Autobiografia
AutobiografiaAutobiografia
Autobiografia
 
Apresentação prof luíz senna
Apresentação prof luíz sennaApresentação prof luíz senna
Apresentação prof luíz senna
 
2 secriancagovernasse-130911123503-phpapp01
2 secriancagovernasse-130911123503-phpapp012 secriancagovernasse-130911123503-phpapp01
2 secriancagovernasse-130911123503-phpapp01
 
Palhaço biduim ppt
Palhaço biduim pptPalhaço biduim ppt
Palhaço biduim ppt
 

Último

A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.Prime Assessoria
 
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdfCludiaFrancklim
 
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...GraceDavino
 
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...Prime Assessoria
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...azulassessoriaacadem3
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...azulassessoriaacadem3
 
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...azulassessoriaacadem3
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...azulassessoriaacadem3
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;azulassessoriaacadem3
 
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIACONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIAHenrique Pontes
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptxAndreia Silva
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;azulassessoriaacadem3
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...excellenceeducaciona
 
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...Prime Assessoria
 
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...apoioacademicoead
 
Considerando a Teoria da Autodeterminação abordada no livro da disciplina, de...
Considerando a Teoria da Autodeterminação abordada no livro da disciplina, de...Considerando a Teoria da Autodeterminação abordada no livro da disciplina, de...
Considerando a Teoria da Autodeterminação abordada no livro da disciplina, de...apoioacademicoead
 

Último (20)

A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
 
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
 
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
 
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
 
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
 
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIACONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
 
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoriaAtividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
 
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
 
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
 
Considerando a Teoria da Autodeterminação abordada no livro da disciplina, de...
Considerando a Teoria da Autodeterminação abordada no livro da disciplina, de...Considerando a Teoria da Autodeterminação abordada no livro da disciplina, de...
Considerando a Teoria da Autodeterminação abordada no livro da disciplina, de...
 

Autobiografia de um bichorro.

  • 2. Olá, meu nome é Hermes. Tenho quase quatro anos. Nasci num beco entre latas de lixo e panos sujos, um lugar frio e escuro. Eu era peludo e negro. Diferente dos meus irmãos. Sempre comia bastante, mas era o mais magro da família.
  • 3. Um dia chovia muito e nós estávamos numa garagem. Mamãe tinha ido procurar comida. Apareceu uma moça com jeito de bondosa e olhou para nós. Meus irmãos saíram correndo, menos eu. Então, ela me pegou no colo, viu como era magro e me levou embora.
  • 4. A moça me levou para sua casa. Deu-me leite, cuidou dos meus pelos pretos e longos e me pôs para dormir numa almofada vermelha. Dormi muito, não sei quanto tempo. Estava escuro quando uma menina rosada, de cabelos escuros, me acordou. Era minha dona, muito carinhosa.
  • 5. Às vezes sentia saudade das ruas, das travessuras, da minha família. Sei que fui adotado e se isso significava almofada vermelha, água limpinha, comida, amor e carinho, então eu adorava ser adotivo. Já quebrei umas coisinhas da minha dona, mas sem importância. Eu era muito agitado, depois fui castrado e fiquei mais calmo.
  • 6. Ocorreram muitas coisas, a mais importante foi a descoberta de outra raça: os cães. Todos avisaram que gatos e cães eram inimigos mortais. Sempre fugi deles. Mas na minha casa nova tinha um cão, o Platão. Por ser muito distraído nem notou que eu era um gato. Nós nunca brigávamos, ao contrário, éramos amigos e ele me ensinou muitas coisas.
  • 7. Uma vez a empregada esqueceu-me do lado de fora do apartamento. Esperei que abrisse a porta, mas ela nem notou. Quando perceberam eu já estava longe. Passei a pior noite da minha vida, com fome, frio e quebrado depois de dormir em cima de uma árvore. Andei, andei e não reconheci o lugar onde estava. Fiquei diferente, sujo, machucado, magro, com olheiras e com meu pelo sem brilho.
  • 8. Até que um dia, por milagre, ouvi a voz da minha dona. O detalhe que me salvou foi a ponta do meu rabo que era quebrada. Que bom voltar para o meu lar! Quem mais ficou feliz com a minha volta foi meu amigo Platão. Eu tinha virado um gato doméstico, cada vez mais preguiçoso, gordo e dengoso. Gostava cada vez mais da companhia de Platão, entendia seus latidos e gestos.
  • 9. Meu amigão estava ficando velho tinha 14 anos de idade. Aos poucos foi ficando surdo, eu falava e ele não me ouvia. Começou a tropeçar nos móveis, estava ficando cego. Um dia sem eu esperar ele foi levado para o sítio. Disseram que lá ele estaria melhor. Mas e eu, ficaria sozinho? A solidão foi grande. Os dias eram compridos e chatos. Que falta meu amigo fazia!
  • 10. Passei a ter comportamentos esquisitos. Em vez de me lamber, passei a me coçar. Ao ouvir a campainha tocar, saia correndo e esperava que abrissem a porta. Percebi que andava com costumes de cachorro!
  • 11. Num belo dia, ocorreu um fato estranho. Vi a família correndo de um lado ao outro, estavam nervosos. Ouvi um choro. O que era aquilo? Não acreditei quando vi. Parecia um filhotinho de cachorro. Só entendi quando minha mãe adotiva falou: _ A mãe desta cachorrinha foi atropelada. Vamos cuidar e rezar para que ela sobreviva. Seu nome será Laila. Então, ganhei uma irmã.
  • 12. Minha irmãzinha sobreviveu e está muito bagunceira. Morde os pés dos móveis, puxa toalhas e faz xixi fora do jornal. Nós dormimos na almofada vermelha e cuido bem dela. Laila me ensinou a rolar. Cada dia que passa eu amo mais minha vida. Já até olho para minha família com olhar quase canino. Bom, estou cada vez mais bichorro, meio bichano, meio cachorro.